Em que medida eu também sou
adepto da violência?
Eu pratico algum tipo de violência?
É possível viver sem violência?
"comportamento causador
de prejuízos às vítimas
da agressão, uma pessoa
ou um objeto".
Dicionário de Sociologia
(JOHNSON, ...
violência física,
simbólica e
psicológica.
Do ponto de vista jurídico,
violência física é um
crime de lesão corporal
Trata-se de uma agressão que
não deixa marcas corporais
visíveis, mas emocionalmente
causa cicatrizes indeléveis
para toda...
A violência simbólica se
baseia na fabricação de
crenças no processo de
socialização, que induzem o
indivíduo a se enxerga...
Tipo de violência bastante presente, porém
pouco percebido no nosso cotidiano;
Constitutivo de certas relações sociais,
de...
Sociologia e a violência
Sociologia e a violência
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sociologia e a violência

828 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
828
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sociologia e a violência

  1. 1. Em que medida eu também sou adepto da violência? Eu pratico algum tipo de violência? É possível viver sem violência?
  2. 2. "comportamento causador de prejuízos às vítimas da agressão, uma pessoa ou um objeto". Dicionário de Sociologia (JOHNSON, A. 1997)
  3. 3. violência física, simbólica e psicológica.
  4. 4. Do ponto de vista jurídico, violência física é um crime de lesão corporal
  5. 5. Trata-se de uma agressão que não deixa marcas corporais visíveis, mas emocionalmente causa cicatrizes indeléveis para toda a vida. A violência psicológica, às vezes é tão ou mais prejudicial que a física, é caracterizada por rejeição, depreciação, discriminação, humilhação, desrespeito e punições exageradas.
  6. 6. A violência simbólica se baseia na fabricação de crenças no processo de socialização, que induzem o indivíduo a se enxergar e a avaliar o mundo de acordo acordo com critérios e padrões definidos por alguém. Trata-se da construção de crenças coletivas e faz parte do discurso dominante.
  7. 7. Tipo de violência bastante presente, porém pouco percebido no nosso cotidiano; Constitutivo de certas relações sociais, definindo por um lado padrões de comportamento “socialmente aceitos” e excluindo os demais; Manutenção da ordem social vigente, em especial da dominação de classe.

×