Vaccine prodution

789 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
789
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vaccine prodution

  1. 1. Universidade Técnica de Lisboa<br />Instituto Superior Técnico<br />Engenharia Biomédica<br />2009/2010<br />Novas formas de produção de vacinas<br />Paula Antunes<br />nº 64407<br />João Tiago <br />n.º64408<br />
  2. 2. Motivação e objectivos<br />Comparação dos vários métodos de produção de vacinas da gripe:<br /><ul><li>Produção em ovos
  3. 3. Produção com cultura de células
  4. 4. Produção de hematoglutinina (HA) em células de insecto infectadas com baculovírus.</li></ul>Produção de hematoglutininas (HA):<br /><ul><li>DNA recombinado
  5. 5. BEVS – Baculovirusexpression vector systems
  6. 6. Monitorização da produção de rHA</li></li></ul><li>Princípio base da vacinação<br />Reconhecida por<br />substânciaderivada, ouquimicamentesemelhante, a um agenteinfeccioso particular causador de doença<br />Sistema imunitário<br />reage<br />como se tivesserealmentesidoinfectadopeloagente<br />1ª vez - lenta e inespecífica, memorização <br />2ª vez – rápida e específica<br />
  7. 7. Nãocontem o agente com capacidadepara se multiplicarrapidamente e causardoença, <br />Reacçãoindividual a umavacinadependesempre:<br /><ul><li>dos antecedentes de estimulação do sistemaimunitário do indivíduovacinado
  8. 8. dagenéticasubjacenteàscaracterísticas do sistemaimunitário
  9. 9. do seuestadogeral de saúde</li></ul>Tipos de vacinas<br />
  10. 10. Vírus da gripe – Influenza vírus<br /><ul><li> Camada mais externa do virus</li></ul>glicoproteína;<br /><ul><li> ligar o vírus ao receptor da célula hospedeira
  11. 11. Promove a aglutinação de glóbulos vermelhos às células a que se liga por reconhecimento do ácido siálico
  12. 12. ajudar o vírus a deixar a célulainvadida.
  13. 13. reconhece e remove o ácidosiálico.
  14. 14. existem 9. N1 e N2 emhumanos</li></ul>Este vírus ataca as células das vias respiratórias e é altamente contagioso.<br />
  15. 15. Métodos de produção de vacinas da gripe<br />Método dos ovos – 6 a 9 meses<br />Seedvirus<br />Desvantagens:<br />- Milhões de ovos<br />- Necessidade de seleccionar as estirpes que apresentam alta taxa de crescimento em ovos<br />- Cada ovo produz 2-3 doses de vacina injectável<br />- Contra indicada para pessoas alérgicas a ovos<br />
  16. 16. Método por cultura de células – 4 ou 6 semanas a menos que nos ovos<br />Removidos<br />- solução de crescimento<br /><ul><li> fragmentos das células (quimicamente inactivados) e divididos em partes
  17. 17. RNA
  18. 18. proteínas estruturais</li></ul>proteínas superficiais<br />Desvantagem:<br />- Continua a haver uma selecção das estirpes que consigam sobreviver num substrato de células específicas<br />Vantagens:<br />- Os vírus não têm que se adaptar ao crescimento em ovos.<br />- Fácil controlo do suporte de vida.<br />
  19. 19. Método de produção e purificação de HA<br />Workshop “NewCells for NewVaccines II”, Wilmington, 2007<br />Método de DNA recombinante<br />BEVS – Baculovirusexpression vector systems<br />Baculovirus passa a produzir HA igual ao das produzidas pelo vírus da gripe.<br />recolhidas através de centrifugação<br />Reservatório onde há células de insecto num fermento<br />(bioreactor). <br />purificada<br />
  20. 20. Método de DNA recombinante (rDNA)<br />Ocorre quando fragmentos de código genético de dois ou mais organismos diferentes são ligados invitro.<br />Cromossoma <br />Plasmídeo<br />Quebra por enzima de restrição<br />Vector <br />recombinante<br />Fragmento de DNA – gene de HA completo, do vírus da gripe<br />Plasmídeo – DNA do baculovirus<br />
  21. 21. BEVS – Baculovirusexpression vector systems<br />McPherson, 2008<br />Baculovirus:<br />- Gama de hospedeiros restrita (Lepidopteran – traças e borboletas)<br />- Encontra-se nos vegetais verdes (couve)<br />- Seguro para os humanos<br />Linha de células de insecto<br />- expressSF+<br />- Fenótipo e características genotipicas únicas<br />- Estáveis até 50 passagens<br />- São infectadas usando uma baixa quantidade de baculovirus<br /><ul><li>MasterCellBank (MCB)
  22. 22. Não tumorogénicas</li></li></ul><li>Monitorização do processo de infecção e da expressão de HA<br />Amostras recolhidas a cada intervalo de tempo <br />Baeet al., 2005<br />SRID Single Radial Imunodiffusion<br />Hemadsorção<br />Análise celular<br />Durante a fermentação das células de insecto são contadas as células que têm 3 ou mais GV à superfície. <br />Analisador de células automático avalia a densidade e viabilidade celular<br />Difusão de rHA em gel de agarose. Anel de precipitação com diâmetro proporcional à concentração de HA<br />Tempo de colheita<br />Determinação do tempo óptimo de colheita do rHA das células de insecto.<br />Células não infectadas com baculovirus<br />Células nfectadas com baculovirus que contem genes de HÁ do virus de gripe A/NewCaledonia/20/99 (H1N1)<br />Células não infectadas com baculovirus que não contem genes de HA. <br />
  23. 23. Vantagens<br /><ul><li>O rHA é altamente purificado e não contem proteínas de ovo – segura para pessoas alérgicas a ovo
  24. 24. Produção mais rápida de vacinas
  25. 25. Não é usado o vírus da gripe vivo. Passos de inactivação desnecessários.
  26. 26. Não há necessidade de selecção de estirpes. Existe uma correspondência perfeita entre a HA da estirpe e da vacina.
  27. 27. Produção de rHA em células de insecto foi testada clinicamente e obteve resultados de segurança excelente (ICH document).</li></li></ul><li>Referências Bibliográficas<br /><ul><li>BaeK, Choi J, Jang Y, Ahn S, Hur B (2009). Innovativevaccineproductiontechnologies: theevolutionandvalueofvaccineproductiontechnologies. ArchPharmRes.
  28. 28. McPherson, Clifton E (2008). Developmentof a novel recombinat influenza vaccineininsectcells. Biologicals.
  29. 29. Wang K, Holtz KM, Anderson K, Chubet R, Mahmoud W, Cox MM (2006). Expression and purification of an influenza hemagglutinin - one step closer to a recombinant protein-based influenza vaccine. Vaccine. </li>

×