A fé nas promessas de Deus

1.829 visualizações

Publicada em

Reflexão sobre as promessas que Deus nos faz. É preciso acreditar na presença real e eficaz de Deus em nossa vida, fonte da nossa esperança e da nossa ação no mundo de hoje.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.829
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A fé nas promessas de Deus

  1. 1. A FÉ NASPROMESSASDEUS
  2. 2. 31. Desde o dia em que foi construída esta cidade até hoje, não cessou de exasperar-me a cólera e o furor, de sorte quea repilo de minha presença,32. por causa de todo o mal cometido pelos israelitas e judeus para irritar-me, bem como os seus reis, príncipes esacerdotes e todos os de Judá e Jerusalém.33. Voltaram-me as costas, em vez de me olharem. Ainda que, sem cessar, os tenha instruído, recusaram os meusavisos.34. E no templo colocaram seus ídolos abomináveis, e conspurcaram o lugar em que meu nome é invocado.35. Ergueram altares a Baal no vale do Filho de Hinon, para aí queimarem os filhos e as filhas em honra de Moloc, o quenão lhes havia ordenado nem jamais me tinha passado pela mente: cometer tal infâmia e tornar Judá culpado desemelhante crime!36. Assim diz agora o Senhor Deus de Israel, a propósito desta cidade, a qual dizes que vai ser entregue ao rei deBabilônia pela espada, pela fome e pela peste:37. vou reunir os habitantes de todos os países em que os exilaram minha cólera, meu furor e indignação, e os trareipara aqui, a fim de que habitem em segurança.38. Serão eles o meu povo, e eu o seu Deus.39. Dar-lhes-ei um só coração e um mesmo destino, a fim de que sempre me reverenciem, para o seu próprio bem e deseus descendentes.40. Com eles firmarei pacto eterno, por cujos termos não cessarei mais de lhes proporcionar o bem, e no coração lhesinfundirei o temor para que de mim não se venham a afastar.41. Encontrarei minha alegria em lhes fazer o bem e solidamente os colocarei nesta terra, com toda a minha alma ecoração.42. Porquanto diz o Senhor: assim como lancei sobre este povo tão imensa calamidade, também sobre ele farei recairtodo o bem que lhe prometo.43. Serão comprados campos na terra, da qual dizeis ser um deserto sem homens nem animais, entregue aos caldeus.44. E serão eles comprados a peso de dinheiro, escrituras serão passadas e seladas perante testemunhas, na terra deBenjamim, nos arredores de Jerusalém, nas cidades de Judá, nas cidades das montanhas, da planície e do Negeb,porque a sorte dos cativos eu a mudarei - oráculo do Senhor. Palavras do Senhor.
  3. 3. 31. Desde o dia em que foi construída esta cidade até hoje, não cessou de exasperar-me a cólera e o furor, de sorte que a repilode minha presença,32. por causa de todo o mal cometido pelos israelitas e judeus para irritar-me, bem como os seus reis, príncipes e sacerdotes etodos os de Judá e Jerusalém.33. Voltaram-me as costas, em vez de me olharem. Ainda que, sem cessar, os tenha instruído, recusaram os meusavisos.34. E no templo colocaram seus ídolos abomináveis, e conspurcaram o lugar em que meu nome é invocado.35. Ergueram altares a Baal no vale do Filho de Hinon, para aí queimarem os filhos e as filhas em honra de Moloc, o que nãolhes havia ordenado nem jamais me tinha passado pela mente: cometer tal infâmia e tornar Judá culpado de semelhante crime!36. Assim diz agora o Senhor Deus de Israel, a propósito desta cidade, a qual dizes que vai ser entregue ao rei de Babilôniapela espada, pela fome e pela peste:37. vou reunir os habitantes de todos os países em que os exilaram minha cólera, meu furor e indignação, e os trarei para aqui,a fim de que habitem em segurança.38. Serão eles o meu povo, e eu o seu Deus.39. Dar-lhes-ei um só coração e um mesmo destino, a fim de que sempre me reverenciem, para o seu próprio bem e deseus descendentes.40. Com eles firmarei pacto eterno, por cujos termos não cessarei mais de lhes proporcionar o bem, e no coração lhesinfundirei o temor para que de mim não se venham a afastar.41. Encontrarei minha alegria em lhes fazer o bem e solidamente os colocarei nesta terra, com toda a minha alma e coração.42. Porquanto diz o Senhor: assim como lancei sobre este povo tão imensa calamidade, também sobre ele farei recair todo obem que lhe prometo.43. Serão comprados campos na terra, da qual dizeis ser um deserto sem homens nem animais, entregue aos caldeus.44. E serão eles comprados a peso de dinheiro, escrituras serão passadas e seladas perante testemunhas, na terra deBenjamim, nos arredores de Jerusalém, nas cidades de Judá, nas cidades das montanhas, da planície e do Negeb, porque asorte dos cativos eu a mudarei - oráculo do Senhor.
  4. 4. JERUSALÉM ESTAVA CERCADA PELOS EXÉRCITOS DA BABILÔNIA,QUE HAVIAM CONSTRUÍDO BARRICADAS E ESTAVAM PRESTES A INVADIR ETOMAR JERUSALÉM.DEUS DÁ UMA ORDEM AO PROFETA: COMPRAR UM TERRENO NA CIDADE.(COMPRAR UM TERRENO QUANDO A CIDADE ESTÁ SENDO INVADIDA E NENHUMCERTIFICADO DE PROPRIEDADE VAI VALER ALGUMA COISA????)QUE SINAL ERA ESTE?EM SEGUIDA FAZ A PROFECIA QUE ACABAMOS DE PROCLAMAR.
  5. 5. - Como estaríamos nos sentindoesperando que um exército inimigoinvadisse nossa cidade e destruíssetudo e todos?- Estaríamos dispostos a acreditar na pro-messa que Deus fez?
  6. 6. Nós, o atual povo de Deus,também somos atacadospor inimigos que tentamdestruir a nossa Casa,a Igreja.
  7. 7. “Eu sou o Senhor,Deus de todas as criaturas.Existe algo impossívelpara mim?(Jr 32,27)
  8. 8. 3 x 3
  9. 9. A ORDEMMAISIMPORTANTE“Ide eevangelizai atodos ospovos.”
  10. 10. Nós que optamos pelo nome de cristãos, não só devemoscontemplar o Mestre como Modelo perfeitíssimo de todas asvirtudes,mas precisamos procurar reproduzir em nossos costumes adoutrina e a vida de Jesus Cristo, de tal modo que emtudo nos assemelhemos a Ele:na maneira de tratar os outros,na compaixão pela dor alheia,na perfeição do trabalho profissional, imitandoos trinta anos de vida oculta do Senhor em Nazaré...Assim a vida de Jesus se repetirá na nossa, numa identificaçãocrescente que o Espírito Santo levará a cabo de modo admirável,e que tem como termo de chegada a plena semelhança e união,que se consumará no Céu.
  11. 11. Mas, para chegarmos a essa identificação, é necessáriauma orientação muito clara de toda a nossa vida:colaborar com o Senhor na tarefa da nossasantificação, sabendo corresponder à graça.Há de ser uma disposição habitual, que se tornerealidade dia a dia, minuto a minuto, e que poderiaresumir-se em três pontos principais:• sermos dóceis às inspirações do Espírito Santo,• mantermos em todas as circunstâncias uma vidade oração• e cultivarmos um constante espírito de penitência.
  12. 12. Docilidade,porque é o Espírito Santo “quemnos impele a aderir à doutrina deCristo e a assimilá-la emprofundidade;quem nos dá luz para tomarmosconsciência da nossa vocaçãopessoale forças para realizarmos tudo oque Deus espera de nós”
  13. 13. Vida de oração,porque a entrega, a obediência, amansidão do cristão nascem doamor e para o amor se orientam.E o amor leva à vida de relação, àconversa assídua, à amizade.A vida cristã requer um diálogoconstante com Deus Uno e Trino, eé a essa intimidade que o EspíritoSanto nos conduz.
  14. 14. União com a Cruz,“porque, na vida de Cristo, o Calvário precedeu aRessurreição e o Pentecostes, e esse mesmoprocesso se deve reproduzir na vida de cadacristão”.Uma união aprazível, que se manifesta pelaaceitação das contrariedades, grandes oupequenas, que nos chegam, e pelo oferecimento aDeus, ao longo do dia, de muitos outros pequenossacrifícios através dos quais nos unimos à Cruz,purificamos a nossa vida e nos preparamos paraum diálogo íntimo e profundo com Deus.
  15. 15. O QUE ESTA REFLEXÃO MELEVA A DIZER A DEUS?
  16. 16. Senhor, que eu tenha fé!Que eu acredite que o Plano de Salvação do Pai continua em ação.Quero colocar a minha confiança na tua Palavra, Senhor:“Eu sou o Senhor, Deus de todas as criaturas.Existe algo impossível para mim? (Jr 32,27)Acredito, sim, que nada é impossível para ti!Sei, Senhor, que minha fé é o facho de luz que ilumina as trevas da dúvida e do desânimoem mim mesmo e em meus irmãos de fé.Quero buscar em Jesus a alegria do servir, o amor da entrega confiante, a coragem para oanúncio e o testemunho, a paz para o coração.Que tudo o que eu faça seja verdadeiro. Que brote do meu coração e da minha alma, poisminha fonte és tu, Senhor Jesus!Que eu não me acomode nunca e procure sempre melhorar, mas sem angústia. Que todo oesforço que tiver que fazer não tire a minha paz.Quero deixar que a tua Paz encha meu coração.Senhor, que eu possa confiar mais em ti e ficar em doce espera das tuas providências! PoisTu me sustentas! És tu que me capacitas!Que possa proclamar com o salmista, após colocar-me em tuas mãos, como parte de teupovo:“O Senhor mudou a nossa sorte! Foi grande conosco!” (Sl 126)

×