QUÍMICA
Tema:
INTRODUÇÃO
PROFESSOR
# BARRAL
barralquimica@hotmail.com
Os compostos e as reações orgânicas são utilizados pelo
homem há muito tempo.
O homem pré-histórico já queimava a madeir...
1777 Bergman - definiu a Química Orgânica como sendo a
química dos compostos existentes nos organismos vivos,
vegetais e ...
 1828 Wöhler - efetuou a reação mostrada abaixo, pela qual, a
partir de um composto mineral (cianato de amônio), chegava-...
Atualmente, a Humanidade dispõe de:
COMPOSTOS ORGÂNICOS NATURAIS:
Cujas fontes principais são os combustíveis fosseis:
 P...
Com seu desenvolvimento, a Química Orgânica acabou se
subdividindo e dando origem a mais um ramo da ciência — a
Bioquímic...
Histórico
 O átomo de carbono apresenta certas particularidades que o
tornam bem diferente de todos os demais elementos químicos.
2...
2.3 - O CARBONO LIGA-SE A VÁRIAS CLASSES DE ELEMENTOS
QUÍMICOS
Não sendo nem eletropositivo, nem eletronegativo, o carbono...
2.4 - O CARBONO FORMA CADEIAS
 A capacidade de formar cadeias juntamente com as
características anteriormente descritas (...
3.1- QUANTO AO FECHAMENTO DA CADEIA
a) CADEIA ABERTA (ACÍCLICA OU ALIFÁTICA): quando o
encadeamento dos átomos não sofre n...
3.2- QUANTO À DISPOSIÇÃO DOS ÁTOMOS
a) CADEIA NORMAL: quando o encadeamento segue uma
seqüência única.
b) CADEIA RAMIFICAD...
3.3 - QUANTO AOS TIPOS DE LIGAÇÕES
a) CADEIA SATURADA: quando só existem ligações simples entre os
átomos de carbono.
b) C...
 substâncias que possuem anel benzênico na sua estrutura.
 Por esse motivo o anel benzênico também é chamado de anel
aro...
revelam a estrutura, isto é, a arrumação ou disposição dos
átomos dentro das moléculas.
FÓRMULA CONDENSADA
FÓRMULA BAST...
CARBONO PRIMÁRIO
CARBONO SECUNDÁRIO
CARBONO TERCIÁRIO
CARBONO QUATERNÁRIO
6- CLASSIFICAÇÃO DOS ÁTOMOS DE CARBONO NUMA ...
a) CARBONO PRIMÁRIO: quando está ligado apenas a 1 outro
átomo de carbono (ou nenhum);
b) CARBONO SECUNDÁRIO: quando está ...
c) CARBONO TERCIÁRIO: quando está ligado a 3 átomos de
carbono;
d) CARBONO QUATERNÁRIO: quando está ligado a 4 outros
átom...
hibridação ângulo
entre os
híbridos
ligação geometria no de H
ligado ao
carbono
sp3 109o28’ 4 simples ou 2  tetraédrica 4...
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Química Orgânica 1 - ENEM 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Química Orgânica 1 - ENEM 2014

1.969 visualizações

Publicada em

A educação dá vida aos sonhos.

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.969
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
125
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Química Orgânica 1 - ENEM 2014

  1. 1. QUÍMICA Tema: INTRODUÇÃO PROFESSOR # BARRAL barralquimica@hotmail.com
  2. 2. Os compostos e as reações orgânicas são utilizados pelo homem há muito tempo. O homem pré-histórico já queimava a madeira (combustão orgânica). Antes de Cristo, a Humanidade já produzia bebidas alcoólicas, vinagre, corantes etc. Os alquimistas do século XVI, procurando o “elixir da longa vida”, obtiveram muitos extratos vegetais. A partir dessa época, as técnicas de extrair, isto é, retirar compostos já prontos de vegetais e animais sendo aperfeiçoadas; por exemplo, do limão extraiu-se o ácido cítrico (C6H8O7); das gorduras animais extraiu-se a glicerina (C3H8O3); e assim por diante. Histórico
  3. 3. 1777 Bergman - definiu a Química Orgânica como sendo a química dos compostos existentes nos organismos vivos, vegetais e animais, enquanto a Química Inorgânica ou Mineral seria a química dos compostos existentes no reino mineral. Nessa mesma época, Lavoisier conseguiu analisar vários compostos orgânicos e constato-u que todos continham o elemento químico carbono.  Química Orgânica é a parte da Química que estuda os compostos do carbono.  1807 Berzelius - lançou a ideia de que somente os seres vivos possuiriam uma força vital capaz de produzir os compostos orgânicos; em outras palavras, criava-se a ideia de as substâncias orgânicas jamais poderiam ser sintetizadas (artificialmente num laboratório ou numa indústria). Histórico
  4. 4.  1828 Wöhler - efetuou a reação mostrada abaixo, pela qual, a partir de um composto mineral (cianato de amônio), chegava-se a um composto orgânico, a uréia, existe na urina dos animais; começava assim a queda da Teoria da Força Vital.  Nos anos seguintes, muitas outras substâncias orgânicas foram sintetizadas (acetileno, metanol, ácido acético etc.), de modo que já na metade do século XIX os químicos começaram a -acreditar na possibilidade de sintetizar qualquer substância química.  No entanto, até hoje, certas sínteses são extremamente difíceis; por exemplo, a clorofila (C55H72MgN4O5) existente nos vegetais só foi preparada artificialmente, em 1960, por Woodward, fato que lhe valeu o Prêmio Nobel de Química de 1965. NH4OCN Cianato de amônio Calor O C NH2 NH2 Uréia Histórico
  5. 5. Atualmente, a Humanidade dispõe de: COMPOSTOS ORGÂNICOS NATURAIS: Cujas fontes principais são os combustíveis fosseis:  Petróleo;  Carvão mineral;  Gás natural, produtos agrícolas etc. COMPOSTOS ORGÂNICOS SINTÉTICOS: Produzidos artificialmente pelas indústrias químicas:  Plásticos;  Fibras têxteis;  Medicamentos;  Corantes;  Inseticidas etc.  Desde fins do século XIX até hoje, a Química Orgânica teve uma evolução muito grande. Isso pode ser comprovado, por exemplo, pelo número de compostos orgânicos conhecidos (quer extraídos da natureza, quer sintetizados pelo homem):  em 1880, eram conhecidos cerca de 12.000 compostos; atualmente, cerca de 15.000.000 de compostos. Histórico
  6. 6. Com seu desenvolvimento, a Química Orgânica acabou se subdividindo e dando origem a mais um ramo da ciência — a Bioquímica —, que estuda as substâncias mais intimamente ligadas à vida dos vegetais e animais, como, por exemplo, os alimentos, as vitaminas, os hormônios, os ácidos nucléicos (existentes no núcleo das células vivas) etc. E da Bioquímica surgiram outros ramos da Ciência e da Tecnologia, como, por exemplo, a Biologia Molecular e a Biotecnologia. Essas divisões e subdivisões que ocorrem na Ciência são normais no desenvolvimento do conhecimento humano. Histórico
  7. 7. Histórico
  8. 8.  O átomo de carbono apresenta certas particularidades que o tornam bem diferente de todos os demais elementos químicos. 2.1- O CARBONO É TETRAVALENTE  Tendo quatro elétrons em sua última camada eletrônica, o carbono os compartilha com quatro elétrons de outros átomos, para que se complete o octeto, atingindo-se a configuração estável. Formam- se, desse modo, 4 LIGAÇÕES COVALENTES. 2.2- O CARBONO FORMA LIGAÇÕES MÚLTIPLAS  No exemplo CH4, vemos que o carbono pode formar uma única ligação - ligação simples. Entretanto, um átomo de carbono pode estabelecer duas ou três ligações com um segundo átomo, formando, respectivamente, uma ligação dupla ou uma ligação tripla. 2- CARACTERÍSTICAS DO ÁTOMO DE CARBONO
  9. 9. 2.3 - O CARBONO LIGA-SE A VÁRIAS CLASSES DE ELEMENTOS QUÍMICOS Não sendo nem eletropositivo, nem eletronegativo, o carbono pode ligar-se ora a elementos eletropositivos, ora a elementos eletronegativos. 2.4 - O CARBONO FORMA CADEIAS  O carbono tem uma capacidade extraordinária de ligar-se a outros átomos de carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio.  formando encadeamentos ou cadeias curtas ou longas e com as mais variadas disposições.  Existem elementos químicos que conseguem formar encadeamentos, como, por exemplo, o enxofre, o fósforo, etc. 2- CARACTERÍSTICAS DO ÁTOMO DE CARBONO
  10. 10. 2.4 - O CARBONO FORMA CADEIAS  A capacidade de formar cadeias juntamente com as características anteriormente descritas (tetravalência, formação de ligações simples, duplas e triplas e ligação com elementos eletropositivos ou elementos eletronegativos) explicam a razão de o carbono ser capaz de formar em número enorme de compostos orgânicos. 2- CARACTERÍSTICAS DO ÁTOMO DE CARBONO
  11. 11. 3.1- QUANTO AO FECHAMENTO DA CADEIA a) CADEIA ABERTA (ACÍCLICA OU ALIFÁTICA): quando o encadeamento dos átomos não sofre nenhum fechamento. b) CADEIA FECHADA OU CÍCLICA: quando há um fechamento na cadeia, formando-se um ciclo, núcleo ou anel. 3 - TIPOS DE CADEIAS CARBÔNICAS
  12. 12. 3.2- QUANTO À DISPOSIÇÃO DOS ÁTOMOS a) CADEIA NORMAL: quando o encadeamento segue uma seqüência única. b) CADEIA RAMIFICADA: quando, na cadeia, surgem ramos ou ramificações. 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS CADEIAS CARBÔNICAS CH3 — CH2 — CH3 CH3 — CH2 — CH2 — CH2 — CH3
  13. 13. 3.3 - QUANTO AOS TIPOS DE LIGAÇÕES a) CADEIA SATURADA: quando só existem ligações simples entre os átomos de carbono. b) CADEIA INSATURADA: quando, além das ligações simples, aparecem ligações duplas ou triplas. 4.4 - QUANTO À NATUREZA DOS ÁTOMOS a) CADEIA HOMOGÊNEA: quando, na cadeia, só existem átomos de carbono. b) CADEIA HETEROGÊNEA: quando, na cadeia, além dos átomos de carbono, existem outros átomos (heteroátomos). 4.5- QUANTO À PRESENÇA DO BENZENO a) CADEIA AROMÁTICA: Possui anel benzênico. b) CADEIA NÃO-AROMÁTICA OU ALICÍCLICA: Não possui anel benzênico. Obs.: compostos mistos. 3- CLASSIFICAÇÃO DAS CADEIAS CARBÔNICAS
  14. 14.  substâncias que possuem anel benzênico na sua estrutura.  Por esse motivo o anel benzênico também é chamado de anel aromático. Os compostos aromáticos se subdividem em: a) compostos aromáticos mononucleares ou mononucleados: quando contém um único anel benzênico. b) compostos aromáticos polinucleares ou polinucleados: quando contém vários anéis benzênicos; eles se subdividem em:  polinucleares isolados, quando não possuem átomos de carbono em comum.  polinucleares condensados, quando os anéis possuem átomos de carbono em comum. C C C C C C H H H H H H ou ou 4 - BENZENO E COMPOSTOS AROMÁTICOS
  15. 15. revelam a estrutura, isto é, a arrumação ou disposição dos átomos dentro das moléculas. FÓRMULA CONDENSADA FÓRMULA BASTÃO OU TRAÇOS C C C H H H C H H C H C H HH H H H H H HC HH H C CH3C CH3 CH3 CH2 CH CH3 CH3 5 - FÓRMULA ESTRUTURAL
  16. 16. CARBONO PRIMÁRIO CARBONO SECUNDÁRIO CARBONO TERCIÁRIO CARBONO QUATERNÁRIO 6- CLASSIFICAÇÃO DOS ÁTOMOS DE CARBONO NUMA CADEIA
  17. 17. a) CARBONO PRIMÁRIO: quando está ligado apenas a 1 outro átomo de carbono (ou nenhum); b) CARBONO SECUNDÁRIO: quando está ligado a 2 outros átomos de carbono; 6- CLASSIFICAÇÃO DOS ÁTOMOS DE CARBONO NUMA CADEIA
  18. 18. c) CARBONO TERCIÁRIO: quando está ligado a 3 átomos de carbono; d) CARBONO QUATERNÁRIO: quando está ligado a 4 outros átomos de carbono. 6- CLASSIFICAÇÃO DOS ÁTOMOS DE CARBONO NUMA CADEIA
  19. 19. hibridação ângulo entre os híbridos ligação geometria no de H ligado ao carbono sp3 109o28’ 4 simples ou 2  tetraédrica 4 sp2 120o 1 dupla e 2 simples ou 3  e 1  Trigonal plana 3 sp 180o 1 tripla e 1 simples ou 2  e 2  Linear 2 sp 180o 2 duplas ou 2  e 2  Linear 2 6- AS LIGAÇÕES DO CARBONO NOS COMPOSTOS ORGÂNICOS

×