Crosta Terrestre e seus movimentos

14.213 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.213
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
141
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crosta Terrestre e seus movimentos

  1. 1. A movimentação da crosta terrestre Em 1912, o cientista alemão Alfred Wegener elaborou a teoria da deriva dos continentes.
  2. 2. Wegener propôs que a a cerca de 200 milhões de anos, os continentes estariam todos unidos, formando um só bloco continental, o pangéia , cercado por um massa líquida, mar de thethys. Observando a semelhança entre os contornos dos litorais da América, Europa e África, e também: suas estruturas mineralógicas, de fauna e flora.
  3. 5. Poucos consideraram validas as idéias de Wegener . Um dos poucos que apoiaram o inglês Arthur Holmes, elaborou em 1928, a hipótese da expansão dos fundos oceânicos, baseando-se nos movimentos de convecção do magma na astenosfera. Para Holmes, o movimento circulatório do magma empurraria os continentes. No inicio dos anos 60, a hipótese de Holmes se confirmou, ou seja, provou-se que os assoalhos oceânicos se deslocando a partir das dorsais, que são cordilheiras meso-oceânicas.
  4. 7. A partir dessas constatações, chegou-se a conclusão de que não somente os continentes estariam em movimentando e, sim, blocos maiores, pedaços da crosta formados por parte continentais e oceânicas (o fundo ou assoalhos dos oceanos) Com isso a teoria da deriva continental, evoluiu para a chamada teoria de tectônica de placa.
  5. 9. Os movimentos das placas tectônicas
  6. 10. Divergentes: processo em que duas placas se afastam. Ex: Placas Sul Americana e Africana. Formação da Dorsal do Atlântico e do próprio oceano atlântico
  7. 11. Subducção (convergente): processo em que as placas movem-se uma em direção a outra, porém no momento do choque a placa oceânica (mais densa) mergulha em direção ao substrato magmático. Ex: Encontro da placa de Nazca com a Sul Americana, formando a cordilheira dos Andes.
  8. 12. Os terremotos e os vulcões <ul><li>O atrito causado pelos movimentos das placas tectônicas produz acumulo de pressão, de energia. </li></ul><ul><li>Quando ocorre a liberação repentina de energia, produz uma imensa vibração, comumente chamado de sismo ou terremoto. </li></ul><ul><li>Quando essa vibração ocorre na crosta oceânica forma-se os maremotos. </li></ul>
  9. 17. <ul><li>Desmoronamento no interior da crosta; </li></ul><ul><li>Atividades desenvolvidas pelo homem; </li></ul><ul><li>Erupções vulcânicas. </li></ul>Outras possibilidades de ocorrência de terremotos:
  10. 18. Nas erupções vulcânicas, a rocha derretida ou fundida (o magma) penetra por fissuras (fendas) existentes na crosta terrestre e é expelida pela cratera do vulcões, situada na superfície da crosta terrestre. Esse processo geralmente é precedido de formação de nuvens epiroclástica, ou seja gases e cinzas.
  11. 24. Modelo esquemático e animado mostrando um dos mecanismos da formação de uma nuvem ardente.

×