Domando a língua_742014_GGR

291 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Domando a língua_742014_GGR

  1. 1. Lições Adultos Carta de Tiago Lição 7 - Domando a língua 8 a 15 de novembro ❉ Sábado - “Pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado” Mt 12:37. Quando Deus atua no coração por Seu Santo Espírito, o homem deve cooperar com Ele. Os pensamentos precisam ser delimitados, restringidos, impedidos de espraiar-se e meditar naquilo que só tenderá a debilitar e poluir a alma. Os pensamentos devem ser puros, e limpas as meditações do coração, de modo que as palavras da boca sejam agradáveis ao Céu e proveitosas aos que nos rodeiam. Cristo disse aos fariseus: "Raça de víboras, como podeis falar coisas boas, sendo maus? Porque a boca fala do que está cheio o coração. O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más. Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no dia do juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado." Mat. 12:34-37. Review and Herald, 12 de junho de 1888. Pv 13:3-4, (ACF); 3 O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói. ❉ Domingo - Responsabilidade Ano Bíblico: At 10, 12 1. Leia Tiago 3:1. Que ponto importante ele apresenta sobre responsabilidade? Meus irmãos, não sejam muitos de vocês mestres, pois vocês sabem que nós, os que ensinamos, seremos julgados com maior rigor. Tg 3:1, NVI ❉ “Seremos julgados de acordo com a luz que incide sobre o nosso caminho”. Os que tiveram grande luz, e a desprezaram, encontram-se em pior situação do que aqueles a quem não foram concedidas tantas vantagens. Eles exaltam a si mesmos, mas não ao Senhor. A punição imposta aos seres humanos será, em todos os casos, proporcional à desonra que eles causaram a Deus. Manuscript Releases, vol. 8, pág. 168. Todos terão de esperar pelo tempo designado, até que as advertências tenham ido a todas as partes do mundo, até que suficiente luz e evidências tenham sido dadas a cada pessoa. Alguns terão menos luz do que outros, mas cada um será julgado de acordo com a luz recebida. Manuscrito 77, 1899. Muitos que não tiveram os privilégios que nós tivemos entrarão no Céu antes dos que tiveram grande luz mas não andaram nela. Muitos viveram de acordo com a melhor luz que tiveram, e serão julgados em conformidade com isso. Carta 36, 1895. Foi-nos concedida grande luz a respeito da lei de Deus. Esta lei é o padrão do caráter. Requer-se agora que o homem viva de acordo com ela, e seremos julgados por essa lei no último grande dia. Nesse dia os homens serão tratados segundo a luz que receberam. Review and Herald, 1º de janeiro de 1901. Todos serão julgados de acordo com a luz que tem sido dada. O Senhor envia Seus embaixadores com a mensagem de salvação, e aos que ouvem Ele faz responsáveis pela maneira por que tratam as palavras de Seus servos. Os que sinceramente buscam a verdade pesquisarão cuidadosamente, à luz da Palavra de Deus, as doutrinas a eles apresentadas. Atos dos Apóstolos, p. 232. Oxalá o povo de Deus considerasse suas vantagens superiores e compreendesse pela luz da Palavra de Deus que seremos julgados de acordo com a luz que incide sobre o nosso caminho. Todos os privilégios e oportunidades que nos são concedidos por Deus têm por finalidade tornar-nos melhores homens e mulheres. O povo de Deus deve agir com base num princípio estabelecido, tornando seu primeiro princípio buscar o reino de Deus e Sua justiça, prosseguindo então para uma luz cada vez maior. Carta 8, 1887. rraammooss@@aaddvviirr..ccoomm
  2. 2. Cada qual receberá esclarecimento bastante para fazer inteligentemente a sua decisão. O Grande Conflito, pág. 605. ❉ Segunda - Poder da palavra Ano Bíblico: At 13–15 2. Quais modelos positivos de “poder da palavra” encontramos na Bíblia? Dt 6:6, 7; 23:23; Sl 40:3; Pv 10:20, 21; 12:25; Ml 2:6, 7; Lc 4:22; Rm 10:6-8 Dt 6:6-7, (ACF); 6 E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; 7 E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Dt 23:23, (ACF); O que saiu dos teus lábios guardarás, e cumprirás, tal como voluntariamente votaste ao SENHOR teu Deus, declarando-o pela tua boca. Sl 40:3, (ACF); E pós um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no SENHOR. Pv 10:20-21, (NVI); 20 A língua dos justos é prata escolhida, mas o coração dos ímpios quase não tem valor. 21 As palavras dos justos dão sustento a muitos, mas os insensatos morrem por falta de juízo. Pv 12:25, (ACF); A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra. Ml 2:6-7, (NVI); 6 A verdadeira lei estava em sua boca e nenhuma falsidade achou-se em seus lábios. Ele andou comigo em paz e retidão, e desviou muitos do pecado. 7 "Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca todos esperam a instrução na lei, porque ele é o mensageiro do Senhor dos Exércitos. Lc 4:22, (ACF); E todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que saíam da sua boca; e diziam: Não é este o filho de José? Rm 10:6-9, (ACF); 6 Mas a justiça que é pela fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu? (isto é, a trazer do alto a Cristo.) 7 Ou: Quem descerá ao abismo? (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo.) 8 Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos, 9 A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. ❉ “Palavras e atos justos têm influência mais poderosa para o bem que todos os sermões que se possam pregar”. Intimamente ligada à advertência de Cristo acerca do pecado contra o Espírito Santo, encontra-se a que é dada contra as palavras ociosas e más. As palavras são um indício do que se acha no coração. "Da abundância do seu coração fala a boca." Mas as palavras são mais que um indício do caráter; têm poder de reagir sobre o caráter. Os homens são influenciados por suas próprias palavras. Muitas vezes, levados por momentâneo impulso, instigados por Satanás, dão expressão ao ciúme ou às más suspeitas, exprimindo aquilo em que não crêem realmente; essa expressão, porém, reage sobre os pensamentos. São enganados pelas próprias palavras, e chegam a crer verdade aquilo que disseram por instigação de Satanás. Uma vez tendo expressado uma opinião ou decisão, são muitas vezes demasiado orgulhosos para a retratar, e tentam provar acharem-se com a razão, até que chegam a crer ser realmente assim. É perigoso emitir uma palavra de dúvida, perigoso questionar e criticar a luz divina. O hábito de descuidosa e irreverente crítica, reage sobre o caráter, fomentando irreverência e incredulidade. Muito homem condescendente com esse hábito assim tem prosseguido, inconsciente do perigo, até chegar ao ponto de criticar e rejeitar a obra do Espírito Santo. Jesus disse: "De toda palavra ociosa que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras será condenado." Mat. 12:36 e 37. O Desejado de Todas as Nações, p. 323. Se fordes semelhantes a Cristo na linguagem e na ação, os que se associarem convosco serão por isso beneficiados. Palavras e atos justos têm influência mais poderosa para o bem que todos os sermões que se possam pregar. The Youth's Instructor, 1° de janeiro de 1903. rraammooss@@aaddvviirr..ccoomm
  3. 3. ❉ “E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te”. Os pais devem tomar tempo diariamente para o estudo da Bíblia com seus filhos. Não há dúvida de que isto exigirá esforço e a organização de um plano para tal, bem como algum sacrifício para o realizar; o esforço, porém, será ricamente recompensado. Como preparo para o ensino de Seus preceitos, Deus ordena que sejam eles escondidos no coração dos pais. "E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração", diz Ele; "e as intimarás a teus filhos." Deut. 6:6 e 7. A fim de que interessemos nossos filhos na Bíblia, nós mesmos devemos estar interessados nela. Para despertarmos neles amor ao seu estudo, devemos amá-la. A instrução que lhes damos terá apenas a importância da influência que lhe emprestarmos pelo nosso próprio exemplo e espírito. Educação, p. 186-187. ❉ Terça - “Pequenas” coisas são as grandes coisas Ano Bíblico: At 16–18 São as pequenas coisas da vida que desenvolvem o espírito e determinam o caráter. ... Em palavras, entonação da voz, gestos, olhares, podeis representar o espírito de Jesus. Aquele que negligencia estas pequenas coisas, e se vangloria de estar pronto para fazer maravilhas para o Mestre, está em perigo de cair. A vida não é feita de grandes sacrifícios e realizações maravilhosas, mas de pequenas coisas. Carta 16, 1886. Como gotas de água formam o rio, a vida é formada pelas pequenas coisas. A vida é um rio, tranquilo, calmo e agradável, ou rio agitado, sempre lançando lama e sujeira. Para Conhecê-Lo [MM 1964], p. 206. 3. Leia Tiago 3:3-5. Qual o ponto comum nas duas ilustrações? De que forma elas se relacionam com a língua? Tg 3:3-5, NVI; 3 Quando colocamos freios na boca dos cavalos para que eles nos obedeçam, podemos controlar o animal todo. 4 Tomem também como exemplo os navios; embora sejam tão grandes e impelidos por fortes ventos, são dirigidos por um leme muito pequeno, conforme a vontade do piloto. 5 Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha. ❉ “A língua é um pequeno membro; mas, pode direcionar todo o corpo, tanto para o bem como para o mal”. Vossas palavras são um indicador do vosso caráter. ... Vemos aí a importância do cuidado no uso da linguagem. Este talento, se for usado corretamente, é um grande poder para o bem. … É o privilégio de todos encher os recessos do coração de tesouros puros e santos, tornando-se plenamente familiarizados com as preciosas palavras de Cristo, proferidas para nossa instrução. … Como aqueles que afirmam ser cristãos, estamos sob solenes obrigações de revelar a veracidade de nossa profissão por nossas palavras. A língua é um pequeno membro; mas, quanto bem ela pode realizar, se o coração é puro! Se o coração está repleto de coisas boas, se está repleto de ternura, simpatia e polidez semelhantes às de Cristo, isto será manifestado pelas palavras proferidas e pelas ações realizadas. A luz emitida pela Palavra de Deus é nosso guia. Nada enfraquece tanto uma igreja, como o uso errôneo do talento da fala. … A qualidade de nossas obras é revelada por nossas palavras. Quando nossas palavras e obras se harmonizam em Cristo, demonstramos que somos consagrados a Deus, aperfeiçoando a santidade no Seu temor. Ao nos entregarmos a Ele, de corpo, mente e espírito, o Senhor efetua em nós tanto o querer como o realizar, segundo a Sua boa vontade. O amor de Cristo no coração é revelado pela expressão de louvor. Os que são consagrados a Deus demonstrarão isso por sua conversação santificada. Se o seu coração é puro, suas palavras serão puras, manifestando que um princípio elevado atua numa direção santificada. A mente se absorverá em santa contemplação, e haverá o senso da presença de Deus. Review and Herald, 18 de janeiro de 1898. rraammooss@@aaddvviirr..ccoomm
  4. 4. 4. Leia Lucas 9:51-56. Qual foi a resposta de Jesus à sugestão dos discípulos? Qual foi o resultado, e que lições essa história tem para nós? Lc 9:51-56, (ACF); 51 E aconteceu que, completando-se os dias para a sua assunção, manifestou o firme propósito de ir a Jerusalém. 52 E mandou mensageiros adiante de si; e, indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos, para lhe prepararem pousada, 53 Mas não o receberam, porque o seu aspecto era como de quem ia a Jerusalém. 54 E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez? 55 Voltando-se, porém, repreendeu-os, e disse: Vós não sabeis de que espírito sois . 56 Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las. E foram para outra aldeia. ❉ “Não faz parte da missão de Cristo compelir as pessoas a recebê-Lo. É Satanás, e homens manejados por seu espírito, que procuram forçar a consciência”. Os discípulos sabiam que era propósito de Cristo abençoar os samaritanos mediante Sua presença; e a frieza, a inveja, o desrespeito mostrados para com seu Mestre encheu-os de surpresa e indignação. Tiago e João especialmente se agitaram. Que Aquele a quem tão altamente reverenciavam fosse assim tratado, parecia-lhes falta demasiado grave para ficar sem imediata punição. Em seu zelo disseram: "Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez?" (Luc. 9:54) referindo-se à destruição dos capitães samaritanos e seus soldados enviados para buscar o profeta Elias. Ficaram surpresos ao verem que Jesus Se molestara com suas palavras, e mais surpresos ficaram ainda quando Sua reprovação lhes alcançou os ouvidos: "Vós não sabeis de que espírito sois. Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las." Luc. 9:54-56. Não faz parte da missão de Cristo compelir as pessoas a recebê-Lo. É Satanás, e homens manejados por seu espírito, que procuram forçar a consciência. Sob pretenso zelo pela justiça, homens confederados com anjos maus levam algumas vezes o sofrimento a seus semelhantes para convertê-los a suas ideias de religião; mas Cristo está sempre mostrando misericórdia, sempre procurando salvar pela revelação de Seu amor. Ele não admite rival na alma, nem aceita serviço parcial; deseja somente serviço voluntário, voluntária entrega do coração constrangido pelo amor. Atos dos Apóstolos, 540- 541. Aqueles que estavam prontos para ver seus próprios defeitos e ansiosos por melhorar o caráter, tinham ampla oportunidade. João entesourava cada lição e constantemente procurava conduzir sua vida em harmonia com o Modelo Divino. As lições de Jesus, apresentando a mansidão, a humildade e o amor como essenciais ao crescimento da graça e a adaptação para Seu trabalho, eram altamente avaliadas por João. Essas lições são dirigidas a nós como indivíduos e irmãos na igreja, da mesma forma que aos primeiros discípulos de Cristo. Santificação, 59. ❉ Quarta - Controle do prejuízo Ano Bíblico: At 19–21 5. Leia com oração e atenção Tiago 3:6. O que ele está dizendo sobre o poder da nossa língua, das nossas palavras, para “contaminar” tudo ao nosso redor? Por que esse verso deve nos faz tremer antes de falar? Tg 3:6, NVI; Assim também, a língua é um fogo; é um mundo de iniquidade. Colocada entre os membros do nosso corpo, contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno. ❉ “Nossas palavras indicam o estado do coração; e falem os homens muito ou pouco, suas palavras exprimem o caráter dos pensamentos que nutrem”. O poder da fala é um grande talento para abençoar outros ou uma grande maldição para causar dissensão e luta. … Deus deseja que Seu povo traga a seus lares toda paz, alegria e amor que lhe é possível ter. O amor que trazem a seus lares, trarão à igreja. Meus irmãos e irmãs, podeis trazer a paz do Céu ao lar e à igreja se santificardes a Deus o talento da fala. Manuscrito 26, 1885. Onde o coração é purificado e refinado, e adaptado para a habitação do Espírito Santo, a língua será santificada para a glória de Deus. ... Podeis circundar vossa vida com uma atmosfera que será como as rraammooss@@aaddvviirr..ccoomm
  5. 5. brisas do Éden celestial. Abri o coração ao Senhor Jesus. Guardai a língua. Não permitais que ela ande a rédeas soltas em gracejos e zombarias. Estas coisas são indícios de que vosso coração necessita ser purificado das contaminações. … Nossas palavras indicam o estado do coração; e falem os homens muito ou pouco, suas palavras exprimem o caráter dos pensamentos que nutrem. O caráter de um homem pode ser bem acuradamente aquilatado pela natureza de sua conversa. As palavras sãs, fiéis, têm neles o devido som. The Youth's Instructor, 13 de junho de 1895. Quando estais reunidos uns com os outros, guardai vossas palavras. Seja vossa conversação de tal natureza que não preciseis arrepender-vos dela. "Não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção." Efés. 4:30. "O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más." Mat. 12:35. Caso esteja em vosso coração o amor da verdade, falareis a seu respeito. Falareis da bendita esperança que tendes em Jesus. Se tendes em vosso coração amor, procurareis fortalecer e edificar a vosso irmão na santíssima fé. Se cai uma palavra que seja nociva ao caráter de vosso amigo ou irmão, não animeis a maledicência. Ela é obra do inimigo. Lembrai bondosamente ao que fala que a Palavra de Deus proíbe essa espécie de conversação. Devemos esvaziar o coração de tudo quanto contaminar o templo da alma, para que Cristo aí possa habitar. Review and Herald, 5 de junho de 1888. A voz e a língua são dons de Deus, e quando devidamente empregadas, são uma força em favor de Deus. As palavras significam muito. Podem exprimir amor, devoção, louvor, melodia para Deus, ou ódio e vingança. As palavras revelam os sentimentos do coração. Podem ser um cheiro de vida para vida ou de morte para morte. A língua é um mundo de bênção, ou um mundo de iniquidade. Vêem-se alguns saírem de sua diária comunhão com Deus, revestidos da mansidão de Cristo. Suas palavras não são como granizo desolador, esmagando tudo que encontra adiante; antes saem-lhes docemente dos lábios. Espalham sementes de amor e bondade por todo o caminho, e tudo isso inconscientemente, porque Cristo mora no seu coração. Sente-se mais do que se vê a sua influência. Manuscrito 40, 1896. Palavras bondosas, ternas, compassivas fluirão de lábios e corações santificados. Carta 15, 1892. ❉ Quinta - Bênção e maldição Ano Bíblico: At 22–23 6. Leia Tiago 3:9-12. Que verdade Tiago ilustra com a fonte, a figueira e a videira? Tg 3:9-12, ACF; 9 Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. 10 De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. 11 Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? 12 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce. ❉ “Se bebermos da água da vida, a fonte produzirá água doce, e não amarga”. "Estai em Mim, e Eu em vós: como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em Mim." João 15:4. Isto não é um contato casual, ora sim ora não. O ramo torna-se uma parte da videira viva. A comunicação de vida, força e fertilidade da raiz aos ramos é livre e constante. Separado da videira, o ramo não pode viver. Tampouco, disse Jesus, podeis vós viver separados de Mim. A vida que de Mim recebestes só pode ser conservada por meio de contínua comunhão. Sem Mim não podeis vencer um só pecado, ou resistir a uma única tentação. "Estai em Mim, e Eu em vós." Permanecer em Cristo significa receber constantemente de Seu Espírito, uma vida de inteira entrega a Seu serviço. As vias de comunicação entre o homem e seu Deus devem achar-se de contínuo desimpedidas. Como o ramo tira sem cessar a seiva da videira viva, assim nos devemos apegar a Cristo, e dEle receber, pela fé, a força e perfeição de Seu próprio caráter. O Desejado de Todas as Nações, p. 676. Palavras que intimidam, criando na alma o temor e expulsando o amor, devem ser evitadas. Um pai sábio, terno, temente a Deus, levará para o lar não um escravizante temor, mas um elemento de amor. Se bebermos da água da vida, a fonte produzirá água doce, e não amarga. Carta 8a, 1896. rraammooss@@aaddvviirr..ccoomm

×