Sede Própria – Fundada em 1º de maio de 1999
CNPJ nº 03739978/0001-68 – Filiada à FERGS sob. nº 434
Rua 07, Quadra W, Casa...
Princípios do Espiritismo

...LATINHA, AGASALHOS, ALIMENTOS...
Aceitamos doações!!!
Doe a vontade, sem medo.
O que não lhe...
editorial
FÉ FAZ BEM À SAÚDE
Médicos e cientistas admitem que prática espirituais ajudam a prevenir e a enfrentar diversas doenças, ...
Sonia Maria--------------------------Dia 12
RECADO DO DIJ
PROJETO: AMIGO DA CRIANÇA
Doe material escolar para Semente de Luz, assim
você contribui para a evangelizaçã...
TERÇAS FEIRAS A PARTIR DAS 19:15H
CONVERSE COM UM DOS NOSSOS
ATENDENTES

É o atendimento que busca através do
diálogo fran...
CAMPANHA PERMANENTE

O Evangelho no lar e sua
importância para todos nós
Um amigo nos pergunta qual é a importância do cul...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Correio de fevereiro 2014 (1)

433 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
433
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
161
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Correio de fevereiro 2014 (1)

  1. 1. Sede Própria – Fundada em 1º de maio de 1999 CNPJ nº 03739978/0001-68 – Filiada à FERGS sob. nº 434 Rua 07, Quadra W, Casa 135 – Núcleo Central - Nova Santa Marta. CEP: 97035-230 – Santa Maria/RS FEVEREIRO/2014 Nº 75 ANO VI EXPOSIÇÕES DOUTRINÁRIAS DIA TERÇAS -FEIRA ÀS 20:00 HORAS EXPOSITOR TEMA 04 DAGORÉ (S.E. JOANA DE ÂNGELIS) NÃO JULGUEIS PARA NÃO SERES JULGADO 11 18 BRUNO (S.E. FRANCISCO SPINELLI) REJANE (S.E. FRACISCO COSTA) 25 LÍLIA (S.E. FRANCISCO COSTA) AFETO E.S.E.- CONHECE-SE A ÁRVORE PELOS SEUS FRUTOS RECOMEÇAR SÁBADOS ÀS 15:00 HORAS DIA EXPOSITOR TEMA 01 PAULO BEM AVENTURADOS OS AFLITOS 08 15 22 INES BARROS HÁBITOS SAUDÁVEIS P/UMA VIDA MELHOR DIA LÚCIA LIVRE INCOERCÍVEL FORÇA DO AMOR POIO ESPIRITUAL (Segunda-Feira das 19:30H às 20:15H) Estudo sistematizado do evangelho segundo espiritismo EXPOSITOR TEMA 03 CRISTIANO Perda de Pessoas Amadas e Mortes Prematuras 10 LUCIA Um Homem de Bem Teria Morrido 17 BARROS Os Tormentos Voluntários 24 INÊS A Verdadeira Desgraça ALÔ GÁS (55) 3032.0292 (55) 9652.6967 (55) 9972.4365
  2. 2. Princípios do Espiritismo ...LATINHA, AGASALHOS, ALIMENTOS... Aceitamos doações!!! Doe a vontade, sem medo. O que não lhe faz falta, aqui é muito útil.
  3. 3. editorial
  4. 4. FÉ FAZ BEM À SAÚDE Médicos e cientistas admitem que prática espirituais ajudam a prevenir e a enfrentar diversas doenças, como hipertensão, depressão e até câncer. A doutrina_espírita afirma que a causa das nossas doenças está no espírito, e as lesões do corpo-físico são projeções doentias do pensamento e dos sentimentos, mais especificamente do ego, da personalidade ou máscara. “No caso da hipertensão arterial, do ponto de vista da Medicina puramente materialista, suas causas podem ser:  renais,  glandulares  e cardiocirculatórias,  porém, a mais comum é de origem desconhecida, a chamada hipertensão essencial. Mas, no paradigma espírita, a causa está no espírito”, declara Júpiter Villoz Silveira, médico endocrinologista e vice-presidente da Associação Médico Espírita (AME) de Londrina (PR), que tratou do tema no IV Congresso Nacional da Associação Médico Espírita (Medinesp 2003). Júpiter lembra que o neurologista Antônio Carlos Costardi, de Taubaté (SP), autor de vários livros sobre a mente, entre eles Um condomínio chamado família, faz essa afirmação há anos. “Costardi nos diz que a hipertensão arterial sistêmica ocorre em pacientes com personalidade controladora, que, ao perderem o controle de uma determinada situação, geram um sentimento de raiva que, descarregado sobre o seu próprio corpo somático, produz, entre outras coisas, a hipertensão arterial”, afirma. Para provar a tese de que todas as pessoas hipertensas têm personalidade controladora e traçar um perfil psicoespiritual do hipertenso, Júpiter convidou, naquela ocasião, aleatoriamente, pacientes hipertensos, tanto de seu consultório, como da instituição Casa do Caminho, de Londrina, que estivessem dispostos a participar do trabalho de investigação. As pessoas escolhidas foram de ambos os sexos, de 20 a 50 anos. Posteriormente, elas foram encaminhadas ao Instituto Reviver, clínica do médico Cláudio Sproesser, que trabalha com as doutoras Eliane Alves de Andrade e Marilene Moreli Padoa, onde passaram por testes em que foi avaliada a história detalhada de suas doenças e promovidos testes psicológicos. “Após anamnese detalhada e aplicação de testes como o Warteg, eles encontraram os seguintes resultados:    Intolerância Pessoas dominadoras e baixa autoestima”, relata (a anamnese é a informação sobre o princípio e evolução de uma doença até a primeira observação do médico, e os testes de Warteg são avaliações psicológicas do paciente). “Entre a população avaliada, a intolerância e o comportamento dominador obtiveram um perfil de 100%. Já em relação à baixa autoestima, o índice constatado foi de 90% e o nível de estresse dessa população está numa escala altíssima”, completa Júpiter. De acordo com Júpiter, aqueles que apresentam faixa etária acima de 40 anos e/ou aqueles que fumam, independentemente da idade, segundo a literatura médica, já estão na probabilidade da ocorrência de apresentarem ou já estarem apresentando alterações cardiovasculares. “Mas, podemos afirmar que, independentemente do grau de cultura, a conscientização quanto à espiritualidade é fator predominante no equilíbrio da qualidade de vida do paciente”, diz. Júpiter Silveira também aponta que, através dos protocolos avaliados, é possível identificar características quanto ao “eu” do indivíduo na sua afetividade, a sua ambição, sexualidade e proteção. “Pode-se notar algumas características comuns entre essas pessoas, como insegurança, busca de proteção, negação da sua individualidade, repressão da angústia, objetivos indefinidos e dificuldades quanto a sua sexualidade. Cabe ressaltar que também foram constatadas outras características distintas, sendo algumas positivas”, lembra. Na obra de André Luiz fica muito claro que o espírito é o responsável, através de seus sentimentos em desequilíbrio, pelas lesões perispiríticas que se traduzem como doenças no corpo físico. Artigo publicado na edição 44 da Revista Cristã de Espiritismo e na revista Caminho Espiritual 01. Escrito por Associação Médico Espírita do Brasil
  5. 5. Sonia Maria--------------------------Dia 12
  6. 6. RECADO DO DIJ PROJETO: AMIGO DA CRIANÇA Doe material escolar para Semente de Luz, assim você contribui para a evangelização das nossas crianças. Fique Ligado!!!!!! Em março volta a evangelização de crianças e jovens em nossa sociedade RESTAURANTE LA CAVE VIANDAS E MARMITEX Almoço das 11:00H às 13:30H Fone: 3212-9291
  7. 7. TERÇAS FEIRAS A PARTIR DAS 19:15H CONVERSE COM UM DOS NOSSOS ATENDENTES É o atendimento que busca através do diálogo franco e fraterno oferecer a pessoa que procura a Casa Espírita a oportunidade de expor livremente, em caráter privativo, suas dificuldades. Destina-se ao atendimento de pessoas que buscam elucidações espíritas para os seus problemas íntimos, dificuldades existenciais, conflitos e anseios. O Atendimento Fraterno tem como objetivo primordial orientar as pessoas que o procuram, facultando-lhes uma compreensão elevada de suas dificuldades à luz da Doutrina Espírita e do Evangelho de Jesus, propondo-se a promover assistência aos que sofrem, fundamentando-se no Evangelho e dando cumprimento às palavras do Cristo: "Amaivos uns aos outros como eu vos amei" e ao "Vinde a mim, vós que estais aflitos e sobrecarregados e eu vos aliviarei”.
  8. 8. CAMPANHA PERMANENTE O Evangelho no lar e sua importância para todos nós Um amigo nos pergunta qual é a importância do culto do Evangelho no lar para nós e nossos familiares. A importância do culto cristão no lar é fundamental e um tema bem conhecido dos espíritas. Diz Bezerra de Menezes que muitos dos que partem para a vida espiritual, finda a existência corporal, costumam permanecer apresados à trilha corpórea. Encontram-se desencarnados, mas não libertos; invisíveis, mas não ausentes. A prece e a leitura de uma página do Evangelho podem, sem dúvida, ajudá-los muito na necessária readaptação à vida espiritual. A origem do culto cristão em família encontramos em uma proposta de Jesus, como Neio Lúcio narra no cap. 1 de seu livro “Jesus no Lar”, psicografado por Francisco Cândido Xavier. No meio espírita, a ideia dessa prática nasceu com Allan Kardec, como o leitor pode ver na pág. 234 da “Revista Espírita de 1864”, tradução de Júlio Abreu Filho, publicada pela EDICEL. Foi Joanna de Ângelis, contudo, quem primeiro descreveu os benefícios do culto cristão no lar, em linda página que compõe o cap. 59 de sua primeira obra – “Messe de Amor” –, psicografada por Divaldo Franco. Eis o que a mentora espiritual do estimado confrade escreveu a respeito do assunto: “Dedica uma das sete noites da semana ao Culto Evangélico no Lar, a fim de que Jesus possa pernoitar em tua casa. Prepara a mesa, coloca água pura, abre o Evangelho, distende a mensagem da fé, enlaça a família e ora. Jesus virá em visita. Quando o Lar se converte em santuário, o crime se recolhe ao museu. Quando a família ora, Jesus se demora em casa. Quando os corações se unem nos liames da fé, o equilíbrio oferta bênçãos de consolo e a saúde derrama vinho de paz para todos. Jesus no Lar é vida para o Lar. Não aguardes que o mundo te leve a certeza do bem invariável. Distende da tua casa cristã, a luz do Evangelho para o mundo atormentado. Quando uma família ora em casa, reunida nas blandícias do Evangelho, toda a rua recebe o benefício da comunhão com o Alto. Se alguém, num edifício de apartamentos, alça aos Céus a prece da comunhão em família, todo o edifício se beneficia, qual lâmpada ignorada, acesa na ventania. Não te afastes da linha direcional do Evangelho entre os teus familiares. Continua orando fiel, estudando com os teus filhos – e com aqueles a quem amas – as diretrizes do Mestre e, quanto possível, debate os problemas que te afligem à luz clara da mensagem da Boa Nova e examina as dificuldades que te perturbam ante a inspiração consoladora do Cristo. Não demandes a rua, nessa noite, senão para os inevitáveis deveres que não possas adiar. Demora-te no Lar para que o Divino Hóspede aí também se possa demorar. E quando as luzes se apagarem a hora do repouso, ora mais uma vez, comungando com Ele, como Ele procura fazer, a fim de que, ligado a ti, possas, em casa, uma vez por semana em sete noites, ter Jesus contigo. PROJETO PRÓ-CONSTRUÇÃO CONTRIBUA VOCÊ TAMBÉM POUPANÇA BANRISUL Nº. 4185311002 - AG.0369

×