SlideShare uma empresa Scribd logo
CONTEÚDO: USO DA VÍRGULA
PROFESSORA: THAISE ALVES
Objetivos:
Perceber a pontuação como um recurso gramatical que
contribui para a construção de sentidos do texto.
Compreender o uso da vírgula como um aspecto lógico-
sintático e não simplesmente prosódico.
Empregar corretamente a vírgula em períodos simples e
compostos.
QUADRO DE TRABALHO
Exercícios – Nota de aula
Pontue, corretamente:
Se o homem soubesse o valorSe o homem soubesse o valor
que tem a mulher andaria deque tem a mulher andaria de
quatro à sua procura.quatro à sua procura.
Respostas:
Se o homem soubesse o valor que tem aSe o homem soubesse o valor que tem a
mulher, andaria de quatro à sua (da mulher)mulher, andaria de quatro à sua (da mulher)
procura.procura.
Se o homem soubesse o valor que tem, aSe o homem soubesse o valor que tem, a
mulher andaria de quatro à sua (do homem)mulher andaria de quatro à sua (do homem)
procura.procura.
Uma vírgula pode mudar tudo…Uma vírgula pode mudar tudo…
1. Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere.
2. Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.
3. Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.
4. Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.
5. E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.
6. Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.
7. A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber. (ABI -100 anos)
Uso da vírgulaUso da vírgula
A vírgula é gramatical (lógico-sintática).
Na leitura, pode haver pausa onde não há vírgula.
A vírgula pode ser pessoal.
Não há uniformidade entre os escritores quanto ao emprego
da vírgula.
Não há regras absolutas.
A vírgula apenas assinala uma separação de sentido que já
existe mentalmente.
O principal objetivo da vírgula é esclarecer.
(PIACENTINI, 2003)
Uso da vírgulaUso da vírgula
As palavras na sua posição natural não precisam de vírgula.
Na casa 1 – sujeito;
Na casa 2 – verbo;
Na casa 3 – complementos (elementos necessários ao verbo
ou ao sujeito);
Na casa 4 – circunstâncias (tempo, lugar, modo e outras).
(LUFT, 2002)
1 2 3a 3b
A guerra de hoje será a vitória de amanhã.
O rapaz deu o livro ao colega.
1 2 3 4
A CPI revelará toda a verdade segundo o deputado.
OBS.:
Quem sabe, sabe. (opcional)
Quem diz vou, não vai. (opcional)
LOGO...
Não se admite, no interior de orações, o uso da vírgula
para separar o sujeito do predicado verbal, o verbo do
seu complemento e o núcleo do substantivo de um
adjunto adnominal ou de complemento nominal.
(Abaurre, 2006)
A VÍRGULA NO INTERIOR
DAS ORAÇÕES
Separa constituintes sintáticos
idênticos
Ganhei livros, revistas, discos e cds. (O.D)
Os livros, as revistas, os discos e os cds serão
guardados com carinho. (SUJ.)
Isola o aposto, o vocativo e
termos repetidos
Tudo, os livros, as revistas,
os discos e os cds, será
guardado com carinho.
Amigos, guardem seus
objetos com carinho.
Tudo, tudo, tudo o que li me
fez crescer.
Isola o adjunto adverbial deslocado
e/ou quando extenso
Durante toda a festa, só me
interessavam meus discos e livros.
Estivemos, toda a tarde, ouvindo
música.
Indica inversões ou
elipses
Uma enorme alegria,
eu senti quando li
aquele livro. (O.D.)
Na estante, livros,
revistas e cds. (Há,
havia)
Isola expressões corretivas, explicativas, escusativas ou
conjunções intercaladas
Devo dizer que adoro livros, aliás, discos também.
Gosto de livros, não costumo, contudo, comprá-los.
Isola números, e topônimos de datas
FORTALEZA, 14 DE MARÇO DE 2012.
Av Santos Dumont, 485
Obs: Quando o numeral se refere ao
substantivo do qual é adjunto, não há vírgula.
A vírgula entre orações
Coordenadas
Assindéticas
Foi à livraria, folheou os livros, nada comprou.
Sindéticas (não introduzidas pela conjunção
e)
Foi à livraria, mas nada comprou.
Antes da conjunção e, quando os sujeitos
forem diferentes
Eu comprei livros, e meu amigo, cds.
Subordinadas
substantivas
Somente as substantivas apositivas
(, ou :)
Eu só desejo uma coisa,
que a música o acalme.
Eu só desejo uma coisa:
que a música o acalme.
Subordinadas adjetivas
Somente as adjetivas explicativas
Os livros, que estavam expostos, foram
vendidos.
Os livros que estavam expostos foram vendidos.
(Adjetiva restritiva)
Subordinadas adverbiais
Antepostas ou intercaladas à principal
Logo que ouviu a música, acalmou-se.
Obs.: Se pospostas, o uso da vírgula é facultativo.
Acalmou-se quando ouviu a música.
Acalmou-se, quando ouviu a música.
Atividade de fixação
QUESTÃO 1) Em seguida vai um pequeno trecho de Machado de Assis,
pontuado de diversos modos. Só uma vez a pontuação estará de acordo com as
normas gramaticais. Assinale-a:
a) Homem gordo, não faz revolução. O abdômen, é naturalmente amigo da
ordem. O estômago pode destruir, um império: mas há de ser antes do jantar;
b) Homem gordo não faz revolução. O abdômen é naturalmente amigo da
ordem; o estômago pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar;
c) Homem gordo não faz revolução, o abdômen é, naturalmente, amigo da
ordem. O estômago, pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar;
d) Homem gordo não faz revolução: o abdômen e naturalmente, amigo da
ordem. O estômago pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar;
e) Homem gordo não faz revolução: o abdômen é naturalmente amigo da
ordem. O estômago pode destruir um império mas há de ser, antes do jantar.
Atividade de fixação
QUESTÃO 2) Assinale a opção em que a supressão das vírgulas alteraria o
sentido do anunciado:
a) Os países menos desenvolvidos vêm buscando, ultimamente, soluções para
seus problemas no acervo cultural dos mais avançados.
b) Alguns pesquisadores, que se encontram comprometidos com as culturas dos
países avançados, acabam se tornando menos criativos.
c) Torna-se, portanto, imperativa uma revisão modelo presente do processo de
desenvolvimento tecnológico.
d) A atividade científica, nos países desenvolvidos, é tão natural quanto
qualquer outra atividade econômica.
e) Por duas razões diferentes podem surgir, da interação de uma comunidade
com outra, mecanismos de dependência.
REFERÊNCIAS
ABAURRE, M L M PONTARA. Gramática: Texto, análise e
construção de sentido. São Paulo: Moderna, 2006.
CEREJA, W R e MAGALHÃES, T C. Gramática Reflexiva:
texto, semântica e interação. São Paulo: Atual, 2005.
LUFT, C P. A vírgula. São Paulo: Ática, 2002.
PIACENTINI, M T Q. Só vírgula. São Paulo: UFSCar, 2003.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
Alice Silva
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Andriane Cursino
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
Alice Silva
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
Cynthia Funchal
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
Marcelo Cordeiro Souza
 
Os tipos de discurso
Os tipos de discursoOs tipos de discurso
Os tipos de discurso
Carolina Loçasso Pereira
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
Flávio Ferreira
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
Rosalina Simão Nunes
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
Cláudia Heloísa
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Claudia Ribeiro
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - Introdução
NAPNE
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Joyce de Oliveira
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
Mônica Abreu
 
Interjeição
InterjeiçãoInterjeição
Interjeição
Fábio Guimarães
 

Mais procurados (20)

Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
Os tipos de discurso
Os tipos de discursoOs tipos de discurso
Os tipos de discurso
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - Introdução
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
 
Interjeição
InterjeiçãoInterjeição
Interjeição
 

Destaque

Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Vinicius Selbach
 
O emprego da vírgula
O emprego da vírgulaO emprego da vírgula
O emprego da vírgula
Rita Cunha
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Edson Alves
 
1 uma simples vírgula
1  uma simples vírgula1  uma simples vírgula
1 uma simples vírgula
Claudio Lima
 
Revisão: uso da vírgula, oração, período
Revisão: uso da vírgula, oração, períodoRevisão: uso da vírgula, oração, período
Revisão: uso da vírgula, oração, período
Ana Castro
 
A propósito da pontuação
A propósito da pontuaçãoA propósito da pontuação
A propósito da pontuação
luci96
 
Orações subordinadas adverbiais v1
Orações subordinadas adverbiais v1Orações subordinadas adverbiais v1
Orações subordinadas adverbiais v1
Clarissa Ayres
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
Glauco Duarte
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
Renata Castro
 
myCourses Redesign DECK
myCourses Redesign DECKmyCourses Redesign DECK
myCourses Redesign DECK
Jessica Esteves
 
Redes selarg (keifer)
Redes selarg (keifer)Redes selarg (keifer)
Redes selarg (keifer)
Yehison Daniel Jaimez Silva
 
El jardin de las virtudes
El jardin de las virtudesEl jardin de las virtudes
El jardin de las virtudes
Daniane Bornea Friedl
 
Media Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice Services
Media Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice ServicesMedia Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice Services
Media Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice Services
Radisys Corporation
 
Tjo barthes - TICS y medios audivisuales
Tjo barthes - TICS y medios audivisualesTjo barthes - TICS y medios audivisuales
Tjo barthes - TICS y medios audivisuales
Tripanplufas
 
Auzoetxe117.pdf a
Auzoetxe117.pdf aAuzoetxe117.pdf a
Auzoetxe117.pdf a
Xabi Uzturre
 
Revista Annals d’Urologia 2009-31
Revista Annals d’Urologia 2009-31Revista Annals d’Urologia 2009-31
Revista Annals d’Urologia 2009-31
Societat Catalana d'Urologia
 
Presentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM Huelva
Presentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM HuelvaPresentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM Huelva
Presentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM Huelva
Victoria Vega Gómez
 
Diario de doble entrada un paseo por la red d
Diario de doble entrada un paseo por la red dDiario de doble entrada un paseo por la red d
Diario de doble entrada un paseo por la red d
Dionelda Gonzalez
 
Trabajo N° 1 Confite araza
Trabajo N° 1 Confite arazaTrabajo N° 1 Confite araza
Trabajo N° 1 Confite araza
Jessica Salazar del Aguila
 
Sid vicious
Sid viciousSid vicious

Destaque (20)

Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
O emprego da vírgula
O emprego da vírgulaO emprego da vírgula
O emprego da vírgula
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
1 uma simples vírgula
1  uma simples vírgula1  uma simples vírgula
1 uma simples vírgula
 
Revisão: uso da vírgula, oração, período
Revisão: uso da vírgula, oração, períodoRevisão: uso da vírgula, oração, período
Revisão: uso da vírgula, oração, período
 
A propósito da pontuação
A propósito da pontuaçãoA propósito da pontuação
A propósito da pontuação
 
Orações subordinadas adverbiais v1
Orações subordinadas adverbiais v1Orações subordinadas adverbiais v1
Orações subordinadas adverbiais v1
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
 
myCourses Redesign DECK
myCourses Redesign DECKmyCourses Redesign DECK
myCourses Redesign DECK
 
Redes selarg (keifer)
Redes selarg (keifer)Redes selarg (keifer)
Redes selarg (keifer)
 
El jardin de las virtudes
El jardin de las virtudesEl jardin de las virtudes
El jardin de las virtudes
 
Media Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice Services
Media Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice ServicesMedia Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice Services
Media Processing Strategies for VoLTE & Interactive Voice Services
 
Tjo barthes - TICS y medios audivisuales
Tjo barthes - TICS y medios audivisualesTjo barthes - TICS y medios audivisuales
Tjo barthes - TICS y medios audivisuales
 
Auzoetxe117.pdf a
Auzoetxe117.pdf aAuzoetxe117.pdf a
Auzoetxe117.pdf a
 
Revista Annals d’Urologia 2009-31
Revista Annals d’Urologia 2009-31Revista Annals d’Urologia 2009-31
Revista Annals d’Urologia 2009-31
 
Presentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM Huelva
Presentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM HuelvaPresentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM Huelva
Presentación Victoria Vega Gómez Módulo 3 Curso SM Huelva
 
Diario de doble entrada un paseo por la red d
Diario de doble entrada un paseo por la red dDiario de doble entrada un paseo por la red d
Diario de doble entrada un paseo por la red d
 
Trabajo N° 1 Confite araza
Trabajo N° 1 Confite arazaTrabajo N° 1 Confite araza
Trabajo N° 1 Confite araza
 
Sid vicious
Sid viciousSid vicious
Sid vicious
 

Semelhante a Uso da vírgula

Proalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritores
Proalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritoresProalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritores
Proalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritores
Ana Paula Ferreira
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
efomm2013
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
Aline Roma
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
Aline Roma
 
Aula termos essenciais
Aula termos essenciaisAula termos essenciais
Aula termos essenciais
Péricles Penuel
 
Apostila bnb2014 portugues_zambeli
Apostila bnb2014 portugues_zambeliApostila bnb2014 portugues_zambeli
Apostila bnb2014 portugues_zambeli
Eliene Meira
 
Gramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito IGramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito I
Carson Souza
 
estilística.pdf
estilística.pdfestilística.pdf
estilística.pdf
JohnJeffersonAlves1
 
Sujeito E Predicado
Sujeito E PredicadoSujeito E Predicado
Sujeito E Predicado
guest7174ad
 
1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf
1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf
1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf
FranciscoGaleno3
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Renally Arruda
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Renally Arruda
 
Portugues vol4
Portugues vol4Portugues vol4
Portugues vol4
Blaunier Matheus
 
Adjunto adnominal e adverbial
Adjunto adnominal e adverbialAdjunto adnominal e adverbial
Adjunto adnominal e adverbial
M. Cristina Torres Felippin
 
Gramática aula 16 - colocação pronominal
Gramática   aula 16 - colocação pronominalGramática   aula 16 - colocação pronominal
Gramática aula 16 - colocação pronominal
mfmpafatima
 
O Substantivo
 O Substantivo O Substantivo
O Substantivo
Milena Silva
 
Interpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdf
Interpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdfInterpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdf
Interpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdf
gabrielbrumdias
 
Uma Conversa Diferente
Uma Conversa DiferenteUma Conversa Diferente
Uma Conversa Diferente
elvandroburity
 
Poema narrativo e verbos irregulares.pdf
Poema narrativo e verbos irregulares.pdfPoema narrativo e verbos irregulares.pdf
Poema narrativo e verbos irregulares.pdf
Caroline Assis
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Jacqueline Britto Sant'anna
 

Semelhante a Uso da vírgula (20)

Proalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritores
Proalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritoresProalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritores
Proalfa e sugestões para melhorar o desempenho nos descritores
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
 
Aula termos essenciais
Aula termos essenciaisAula termos essenciais
Aula termos essenciais
 
Apostila bnb2014 portugues_zambeli
Apostila bnb2014 portugues_zambeliApostila bnb2014 portugues_zambeli
Apostila bnb2014 portugues_zambeli
 
Gramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito IGramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito I
 
estilística.pdf
estilística.pdfestilística.pdf
estilística.pdf
 
Sujeito E Predicado
Sujeito E PredicadoSujeito E Predicado
Sujeito E Predicado
 
1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf
1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf
1º SIMULADO LINGUA PORTUGUESA - COM GABARITO.pdf
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
 
Portugues vol4
Portugues vol4Portugues vol4
Portugues vol4
 
Adjunto adnominal e adverbial
Adjunto adnominal e adverbialAdjunto adnominal e adverbial
Adjunto adnominal e adverbial
 
Gramática aula 16 - colocação pronominal
Gramática   aula 16 - colocação pronominalGramática   aula 16 - colocação pronominal
Gramática aula 16 - colocação pronominal
 
O Substantivo
 O Substantivo O Substantivo
O Substantivo
 
Interpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdf
Interpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdfInterpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdf
Interpretacao_de_Textos_TEORIA_e_800_QUE.pdf
 
Uma Conversa Diferente
Uma Conversa DiferenteUma Conversa Diferente
Uma Conversa Diferente
 
Poema narrativo e verbos irregulares.pdf
Poema narrativo e verbos irregulares.pdfPoema narrativo e verbos irregulares.pdf
Poema narrativo e verbos irregulares.pdf
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 

Último

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 

Último (20)

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 

Uso da vírgula

  • 1. CONTEÚDO: USO DA VÍRGULA PROFESSORA: THAISE ALVES
  • 2. Objetivos: Perceber a pontuação como um recurso gramatical que contribui para a construção de sentidos do texto. Compreender o uso da vírgula como um aspecto lógico- sintático e não simplesmente prosódico. Empregar corretamente a vírgula em períodos simples e compostos.
  • 4. Pontue, corretamente: Se o homem soubesse o valorSe o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria deque tem a mulher andaria de quatro à sua procura.quatro à sua procura.
  • 5. Respostas: Se o homem soubesse o valor que tem aSe o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro à sua (da mulher)mulher, andaria de quatro à sua (da mulher) procura.procura. Se o homem soubesse o valor que tem, aSe o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria de quatro à sua (do homem)mulher andaria de quatro à sua (do homem) procura.procura.
  • 6. Uma vírgula pode mudar tudo…Uma vírgula pode mudar tudo…
  • 7. 1. Vírgula pode ser uma pausa... ou não. Não, espere. Não espere. 2. Ela pode sumir com seu dinheiro. 23,4. 2,34. 3. Pode ser autoritária. Aceito, obrigado. Aceito obrigado.
  • 8. 4. Pode criar heróis. Isso só, ele resolve. Isso só ele resolve. 5. E vilões. Esse, juiz, é corrupto. Esse juiz é corrupto. 6. Ela pode ser a solução. Vamos perder, nada foi resolvido. Vamos perder nada, foi resolvido. 7. A vírgula muda uma opinião. Não queremos saber. Não, queremos saber. (ABI -100 anos)
  • 9.
  • 10. Uso da vírgulaUso da vírgula A vírgula é gramatical (lógico-sintática). Na leitura, pode haver pausa onde não há vírgula. A vírgula pode ser pessoal. Não há uniformidade entre os escritores quanto ao emprego da vírgula. Não há regras absolutas. A vírgula apenas assinala uma separação de sentido que já existe mentalmente. O principal objetivo da vírgula é esclarecer. (PIACENTINI, 2003)
  • 11. Uso da vírgulaUso da vírgula As palavras na sua posição natural não precisam de vírgula. Na casa 1 – sujeito; Na casa 2 – verbo; Na casa 3 – complementos (elementos necessários ao verbo ou ao sujeito); Na casa 4 – circunstâncias (tempo, lugar, modo e outras). (LUFT, 2002)
  • 12. 1 2 3a 3b A guerra de hoje será a vitória de amanhã. O rapaz deu o livro ao colega. 1 2 3 4 A CPI revelará toda a verdade segundo o deputado. OBS.: Quem sabe, sabe. (opcional) Quem diz vou, não vai. (opcional)
  • 13. LOGO... Não se admite, no interior de orações, o uso da vírgula para separar o sujeito do predicado verbal, o verbo do seu complemento e o núcleo do substantivo de um adjunto adnominal ou de complemento nominal. (Abaurre, 2006)
  • 14. A VÍRGULA NO INTERIOR DAS ORAÇÕES
  • 15. Separa constituintes sintáticos idênticos Ganhei livros, revistas, discos e cds. (O.D) Os livros, as revistas, os discos e os cds serão guardados com carinho. (SUJ.)
  • 16. Isola o aposto, o vocativo e termos repetidos Tudo, os livros, as revistas, os discos e os cds, será guardado com carinho. Amigos, guardem seus objetos com carinho. Tudo, tudo, tudo o que li me fez crescer.
  • 17. Isola o adjunto adverbial deslocado e/ou quando extenso Durante toda a festa, só me interessavam meus discos e livros. Estivemos, toda a tarde, ouvindo música.
  • 18. Indica inversões ou elipses Uma enorme alegria, eu senti quando li aquele livro. (O.D.) Na estante, livros, revistas e cds. (Há, havia)
  • 19. Isola expressões corretivas, explicativas, escusativas ou conjunções intercaladas Devo dizer que adoro livros, aliás, discos também. Gosto de livros, não costumo, contudo, comprá-los.
  • 20. Isola números, e topônimos de datas FORTALEZA, 14 DE MARÇO DE 2012. Av Santos Dumont, 485 Obs: Quando o numeral se refere ao substantivo do qual é adjunto, não há vírgula.
  • 21. A vírgula entre orações
  • 22. Coordenadas Assindéticas Foi à livraria, folheou os livros, nada comprou. Sindéticas (não introduzidas pela conjunção e) Foi à livraria, mas nada comprou. Antes da conjunção e, quando os sujeitos forem diferentes Eu comprei livros, e meu amigo, cds.
  • 23. Subordinadas substantivas Somente as substantivas apositivas (, ou :) Eu só desejo uma coisa, que a música o acalme. Eu só desejo uma coisa: que a música o acalme.
  • 24. Subordinadas adjetivas Somente as adjetivas explicativas Os livros, que estavam expostos, foram vendidos. Os livros que estavam expostos foram vendidos. (Adjetiva restritiva)
  • 25. Subordinadas adverbiais Antepostas ou intercaladas à principal Logo que ouviu a música, acalmou-se. Obs.: Se pospostas, o uso da vírgula é facultativo. Acalmou-se quando ouviu a música. Acalmou-se, quando ouviu a música.
  • 26. Atividade de fixação QUESTÃO 1) Em seguida vai um pequeno trecho de Machado de Assis, pontuado de diversos modos. Só uma vez a pontuação estará de acordo com as normas gramaticais. Assinale-a: a) Homem gordo, não faz revolução. O abdômen, é naturalmente amigo da ordem. O estômago pode destruir, um império: mas há de ser antes do jantar; b) Homem gordo não faz revolução. O abdômen é naturalmente amigo da ordem; o estômago pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar; c) Homem gordo não faz revolução, o abdômen é, naturalmente, amigo da ordem. O estômago, pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar; d) Homem gordo não faz revolução: o abdômen e naturalmente, amigo da ordem. O estômago pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar; e) Homem gordo não faz revolução: o abdômen é naturalmente amigo da ordem. O estômago pode destruir um império mas há de ser, antes do jantar.
  • 27. Atividade de fixação QUESTÃO 2) Assinale a opção em que a supressão das vírgulas alteraria o sentido do anunciado: a) Os países menos desenvolvidos vêm buscando, ultimamente, soluções para seus problemas no acervo cultural dos mais avançados. b) Alguns pesquisadores, que se encontram comprometidos com as culturas dos países avançados, acabam se tornando menos criativos. c) Torna-se, portanto, imperativa uma revisão modelo presente do processo de desenvolvimento tecnológico. d) A atividade científica, nos países desenvolvidos, é tão natural quanto qualquer outra atividade econômica. e) Por duas razões diferentes podem surgir, da interação de uma comunidade com outra, mecanismos de dependência.
  • 28. REFERÊNCIAS ABAURRE, M L M PONTARA. Gramática: Texto, análise e construção de sentido. São Paulo: Moderna, 2006. CEREJA, W R e MAGALHÃES, T C. Gramática Reflexiva: texto, semântica e interação. São Paulo: Atual, 2005. LUFT, C P. A vírgula. São Paulo: Ática, 2002. PIACENTINI, M T Q. Só vírgula. São Paulo: UFSCar, 2003.