SlideShare uma empresa Scribd logo
1
INTRODUÇÃO


                    Neste trabalho vimos falar sobre :


- O que é a clonagem


- Os diferentes tipos de clonagem
      -Reprodutiva
      -Terapêutica


- Como se faz a clonagem


- O que é o clone


- Método Cientifico


- Problema formulado
      -Hipótese
      -Experimentação
      -Conclusões


- Conclusão Geral
     -Vantagens e Inconvenientes
     -A nossa visão critica




                                                         2
O que é a clonagem



       A clonagem é a reprodução assexuada de um indivíduo. Da clonagem resulta um
organismo que se chama clone. Este clone tem composição genética igual à do
organismo que lhe deu origem e, portanto, tem características físicas (aspecto exterior)
muito parecidos às daquele organismo. O clone é tão semelhante ao organismo do qual
teve origem como dois gémeos verdadeiros o são entre si. Um clone é um como um
“gémeo” de outro indivíduo que pode ter 10, 20 ou mais anos do que o seu “gémeo”.

       A clonagem faz-se no reino vegetal há muito tempo (às vezes de frutos “iguais”)
e em animais inferiores, mas só recentemente, com o caso da ovelha Dolly, é que foi
possível a clonagem de mamíferos.

       Existem diferentes tipos de clonagem entre os quais se destacam:



Clonage m reprodutiva – Utilização da clonagem para obtenção de organismos
completos




Clonage m terapêutica – Utilização da clonagem para produção de órgãos ou tecidos
que serão posteriormente usados para tratar doenças ou deficiências.




                                                                                      3
Como se faz a clonagem

         Embora haja diversos métodos de fabricar clones, o mais utilizada é o da
transferência nuclear. Neste método isola-se um ou óvulo existente no ovário, retira-se-
lhe o núcleo, por aspiração com uma pipeta de ponta microscópica e introduz-se o
núcleo de uma célula da pele ou de outro órgão, retirada ao indivíduo que se deseja
clonar. Em seguida, através de estímulos químicos e eléctricos apropriados, provoca-se
a divisão do óvulo assim preparado e vão-se dando divisões sucessivas. Colocando este
produto celular no útero de uma fêmea da mesma espécie, e se as condições forem
favoráveis, continua a evolução através dos estados de embrião e feto até ao nascimento
de um indivíduo.




                                                                                      4
O que é o clone

               O ser clonado ou clone que se desenvolve no útero e vem a nascer (caso
as condições sejam favoráveis) é indubitavelmente, um indivíduo da espécie em causa,
apenas com a característica de ser como um gémeo daquele que lhe deu origem. No
caso da espécie humana (se se vier a verificar uma clonagem de seres humanos) o clone
será uma pessoa como qualquer outra, embora com a característica de ser igual (ou
quase) aquele que lhe deu origem. Isto quer dizer que, se houver clonagem humana, o
clone terá a mesma dignidade que qualquer outro ser humano e direito a ser respeitada a
sua dignidade, liberdade e integridade.



               Quanto à natureza do clone, antes de ser implantado no útero, há
posições divergentes. Como não resulta da fusão de um óvulo e de um espermatozóide,
há quem diga que não é embrião, preferindo chamar-lhe “embrioide” ou “artefacto
embrionário”.de alguns pontos de vista, o embrião é definido como resultado da
penetração de um óvulo por um espermatozóide e fusão destas duas células – mas a
definição é essa por que era desconhecida, até aí, outra forma de reprodução que não
fosse a sexuada.

        Outros entendem que o clone, antes da implantação, é um embrião, pois tem
características idênticas às do embrião obtido por via sexual, divide-se e tem o mesmo
potencial de originar um indivíduo.




        Para clonar o primeiro mamífero foi necessário aplicar o método
                                científico:

       O Método cientifico é uma estratégia de explicação da realidade, que se baseia
em e raciocínios lógicos com base em conhecimentos prévios e que se desenvolve ao
longo e diversas fases: formulação do problema, formulação de uma hipóteseque
permita responder ao problema, desenvolvimento de uma experimentação para
comprovar ou refutar a hipótese e posterior desenvolvimento de conclusões (conclusão).

Conhecimentos prévios:
       A teoria celular é um dos conhecimentos fundamentais da biologia, indica que
todas as plantas e animais são compostos por células.

        A teoria celular tem três ideias principais:
        1ª- Todos os seres vivos são formados por células e por seus produtos. Portanto,
as células são unidades morfológicas dos seres vivos.
        2ª- as actividades fundamentais que caracterizam a vida ocorrem dentro da
célula. Portanto, as células são unidades funcionais ou fisiológicas dos seres vivos.
        3ª- Novas células formam-se pela reprodução de outras células pré existentes,
por meio de divisão celular.



                                                                                           5
Diferentes tipos de células:
Eucariótica: Possui um núcleo verdadeiro, núcleo esse que é protegido por uma
membra na nuclear, que contém um ou mais núcleos. É constituída por organelos cito
plasmáticos, ao contrário das células procarióticas. Podem ser animais ou vegetais.


Procariótica: Célula relativamente simples em relação à eucariótica, de menor
dimensão, encontram-se em bactérias e nas “algas azuis”, não têm núcleo ne m
organelos membranares, são organismos unicelulares

       Formulam-se problemas, hipóteses, actividades experimentais e respectivas
conclusões.



Para clonar a Dolly o problema formulado foi:

       Será possível clonar uma ovelha?


Hipótese:

        De uma ovelha A é retirada um óvulo serão qual é retirado o núcleo, que é
substituído por um núcleo de uma célula de uma outra ovelha B, célula essa que será
retirada de uma glândula mamária. Depois de todo este processo pega-se no óvulo que
se divide em mais células e implanta-se esse embrião no útero de uma terceira ovelha
(C).
        Passado o tempo de gestação prevê-se que ira nascer uma ovelha idêntica à que
foi doadora do núcleo da glândula mamária (B).

Experimentação:




                                                                                   6
Conclusões:

        Para conseguirem obter a Dolly foram feitas 276 tentativas até que a ela
nascesse, sendo que a maioria dos óvulos utilizados, já com o núcleo trocado, ne m
sequer se dividiu. E que de todos os outros embriões que conseguiram se dividir e ser
implantados, apenas a Dolly nasceu. Todos os outros morreram durante a gestação,
muitos deles com alterações genéticas ou má-formações graves.
        No dia 14 de Fevereiro de 2003, aos seis anos e meio, Dolly foi submetida a uma
injecção letal, pois era vítima de uma doença pulmonar grave, de origem supostamente
infecciosa. A comunidade científica espera até hoje maiores explicações sobre a doença
que surgiu na ovelha mais famosa do mundo.
        Os "criadores" de Dolly, os pesquisadores escoceses do Instituto Roslin,
disseram que a doença é comum em ovelhas e foi, provavelmente, adquirida. Parece
estranho, além disso Dolly já tinha apresentado outros problemas possivelmente
relacionados à clonagem. Ela era grande, obesa e vivia confinada. Teve três gestações e
seis filhotes. Com pouco mais de cinco anos e meio foi divulgada a informação de que
Dolly sofria de artrite na pata esquerda traseira.
        Tanto a artrite quanto a doença pulmonar apresentadas por Dolly são doenças
características de ovelhas idosas. A artrite, especificamente, foi atribuída ao fato de
Dolly ficar muito tempo apoiada nas patas traseiras para "brincar" com os visitantes.
Mas muitos veterinários contestam essa justi ficativa. A hipótese que tem sido discutida
é que essas doenças, comuns em animais mais velhos, poderiam estar associadas ao
encurtamento dos telômeros (sequências de DNA que ficam na ponta dos
cromossomas).




                                   Conclusão Geral



Vantagens e inconvenientes da clonage m:

       As Vantagens da clonagem são aquelas que vêem para ajudar na cura de doenças
complicadas e fatais, e também a ajuda que pode dar para que os nossos filhos possa m
vir a nascer sem correr o risco de herdar alguma doença de que um dos seus
progenitores seja portador.

       Um dos maiores inconvenientes é que a clonagem pode vir a tornar-se perigosa,
pode vir a ser usada para meios pouco convencionais e vir a tornar-se numa tragédia
principalmente ao que toca na opinião dos religiosos.




                                                                                      7
A nossa visão critica sobre a clonage m



       Na nossa maneira de ver, a clonagem é um tema muito complexo pelo motivo de
ter muitas vantegens e desvantagens.

       Se virmos pelo lado em que toda esta experiência nos veio mostrar as
possibilidades que existem para a clonagem de órgãos, e assim poder acabar-se com
todas as enormes filas de espera que existem em todos os hospitais do mundo, para os
doentes que não iram sobreviver sem o transplante. Se olharmos também para as
possibilidades que podem existir dos nossos filhos poderem vir a nascer sem serem
portadores de doenças graves que são hereditárias dos progenitores.

       Todas estas soluções nos fazem pensar bem se não será de arriscar pesquisar
mais sobre a clonagem para se conseguir os resultados pelo menos para a ajuda da
medicina, para poder dar melhor qualidade de vida aos seres humanos.



        Como é de esperar a clonagem também vem provocar muitos desentendimentos
e conflitos, entre países, religiões, politicas e naqueles que exercem medicina.

       Em aspectos religiosos a situação é bem complicada, porque aqueles que
acreditam em deus, crêem piamente que só ele pode dar ou tirar a vida.

        Nos aspectos políticos seria usada como método para obter resultados desejados
nos actos políticos e se fossemos ver iria também causar muitas confusões entre países,
pois todos os países tem uma cultura e tradição diferentes, onde se iriam encontrar
varias opiniões e depois viriam os conflitos entre eles.

       No que toca a parte médica acreditamos que nem todos os médicos concordam
com a clonagem logo muitos deles se iriam recusar a trabalhar com esse método.




                                                                                     8

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legaisAborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legais
Maria Stella
 
Mod.a3.2.transporte nos animais
Mod.a3.2.transporte nos animaisMod.a3.2.transporte nos animais
Mod.a3.2.transporte nos animais
Leonor Vaz Pereira
 
Sexo
SexoSexo
Sexo
unesp
 
Argumentos Citológicos
Argumentos CitológicosArgumentos Citológicos
Argumentos Citológicos
Leonardo Fernandes
 
Aborto
AbortoAborto
MicroscóPio
MicroscóPioMicroscóPio
MicroscóPio
Nuno Correia
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
Inês Tavares
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Sol_Nascente
 
Inseminação artificial
Inseminação artificialInseminação artificial
Inseminação artificial
Ste Escola Bernardino
 
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e ziftTécnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
zeopas
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Ana Santos
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
SonynhaRegis
 
Biologia 11 sistemas de classificação (u8)
Biologia 11   sistemas de classificação (u8)Biologia 11   sistemas de classificação (u8)
Biologia 11 sistemas de classificação (u8)
Nuno Correia
 
(3) ciclos de vida
(3) ciclos de vida(3) ciclos de vida
(3) ciclos de vida
Hugo Martins
 
Argumentos do Evolucionismo
Argumentos do EvolucionismoArgumentos do Evolucionismo
Argumentos do Evolucionismo
Catir
 
Trabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTOTrabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTO
aliandra1
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Ylla Cohim
 
Aborto panfleto
Aborto   panfletoAborto   panfleto
Aborto panfleto
Insinuante
 
Vida Após a Morte
Vida Após a MorteVida Após a Morte
Vida Após a Morte
Fábio Goulart
 
Clonagem ciencias
Clonagem cienciasClonagem ciencias
Clonagem ciencias
Rúben Rebelo
 

Mais procurados (20)

Aborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legaisAborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legais
 
Mod.a3.2.transporte nos animais
Mod.a3.2.transporte nos animaisMod.a3.2.transporte nos animais
Mod.a3.2.transporte nos animais
 
Sexo
SexoSexo
Sexo
 
Argumentos Citológicos
Argumentos CitológicosArgumentos Citológicos
Argumentos Citológicos
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
MicroscóPio
MicroscóPioMicroscóPio
MicroscóPio
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Inseminação artificial
Inseminação artificialInseminação artificial
Inseminação artificial
 
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e ziftTécnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
 
Biologia 11 sistemas de classificação (u8)
Biologia 11   sistemas de classificação (u8)Biologia 11   sistemas de classificação (u8)
Biologia 11 sistemas de classificação (u8)
 
(3) ciclos de vida
(3) ciclos de vida(3) ciclos de vida
(3) ciclos de vida
 
Argumentos do Evolucionismo
Argumentos do EvolucionismoArgumentos do Evolucionismo
Argumentos do Evolucionismo
 
Trabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTOTrabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTO
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto panfleto
Aborto   panfletoAborto   panfleto
Aborto panfleto
 
Vida Após a Morte
Vida Após a MorteVida Após a Morte
Vida Após a Morte
 
Clonagem ciencias
Clonagem cienciasClonagem ciencias
Clonagem ciencias
 

Semelhante a Trabalho final da clonagem

Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Inês Gomes
 
Trabalho de clonagem pronto
Trabalho de clonagem prontoTrabalho de clonagem pronto
Trabalho de clonagem pronto
tecline2
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Miguel Santos
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Crys Nunes
 
A Clonagem
A ClonagemA Clonagem
A Clonagem
cnaturais9
 
Clonagem
ClonagemClonagem
A clonagem-1208540606315472-9
A clonagem-1208540606315472-9A clonagem-1208540606315472-9
A clonagem-1208540606315472-9
Zé Sousa
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
TinaCriis
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
PedroAnacleto
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
PedroAnacleto
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Luis Santos
 
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem ReprodutivaÁrea de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
flaviacorreia0
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutiva
tontinhasilva
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
BiologiaBiologia
CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)
Bio
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Vitor Pereira
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
rolando7
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
anaminha
 
Trabalho d clone
Trabalho d cloneTrabalho d clone

Semelhante a Trabalho final da clonagem (20)

Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Trabalho de clonagem pronto
Trabalho de clonagem prontoTrabalho de clonagem pronto
Trabalho de clonagem pronto
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
A Clonagem
A ClonagemA Clonagem
A Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
A clonagem-1208540606315472-9
A clonagem-1208540606315472-9A clonagem-1208540606315472-9
A clonagem-1208540606315472-9
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem ReprodutivaÁrea de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutiva
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
 
Trabalho d clone
Trabalho d cloneTrabalho d clone
Trabalho d clone
 

Mais de Raquel Silva

Ficha de Trabalho
Ficha de TrabalhoFicha de Trabalho
Ficha de Trabalho
Raquel Silva
 
Ficha de Trabalho
Ficha de TrabalhoFicha de Trabalho
Ficha de Trabalho
Raquel Silva
 
Actividade
ActividadeActividade
Actividade
Raquel Silva
 
FT Módulo 664
FT Módulo 664FT Módulo 664
FT Módulo 664
Raquel Silva
 
FT Módulo 620
FT Módulo 620FT Módulo 620
FT Módulo 620
Raquel Silva
 
FT Módulo 621
FT Módulo 621FT Módulo 621
FT Módulo 621
Raquel Silva
 
FT Módulo 612
FT Módulo 612FT Módulo 612
FT Módulo 612
Raquel Silva
 
FT Módulo 576
FT Módulo 576FT Módulo 576
FT Módulo 576
Raquel Silva
 
FT Módulo 622
FT Módulo 622FT Módulo 622
FT Módulo 622
Raquel Silva
 
FT Módulo 619
FT Módulo 619FT Módulo 619
FT Módulo 619
Raquel Silva
 
FT Módulo 614
FT Módulo 614 FT Módulo 614
FT Módulo 614
Raquel Silva
 
FT Módulo 606
FT Módulo 606FT Módulo 606
FT Módulo 606
Raquel Silva
 
FT Módulo 605
FT Módulo 605FT Módulo 605
FT Módulo 605
Raquel Silva
 
FT Módulo 601
FT Módulo 601FT Módulo 601
FT Módulo 601
Raquel Silva
 
FT Módulo 598
FT Módulo 598FT Módulo 598
FT Módulo 598
Raquel Silva
 
Reflexão Crítica
Reflexão CríticaReflexão Crítica
Reflexão Crítica
Raquel Silva
 
FT Módulo 578
FT Módulo 578FT Módulo 578
FT Módulo 578
Raquel Silva
 
FT Módulo 571
FT Módulo 571FT Módulo 571
FT Módulo 571
Raquel Silva
 
FT Módulo 618
FT Módulo 618FT Módulo 618
FT Módulo 618
Raquel Silva
 
FT Módulo 617
FT Módulo 617FT Módulo 617
FT Módulo 617
Raquel Silva
 

Mais de Raquel Silva (20)

Ficha de Trabalho
Ficha de TrabalhoFicha de Trabalho
Ficha de Trabalho
 
Ficha de Trabalho
Ficha de TrabalhoFicha de Trabalho
Ficha de Trabalho
 
Actividade
ActividadeActividade
Actividade
 
FT Módulo 664
FT Módulo 664FT Módulo 664
FT Módulo 664
 
FT Módulo 620
FT Módulo 620FT Módulo 620
FT Módulo 620
 
FT Módulo 621
FT Módulo 621FT Módulo 621
FT Módulo 621
 
FT Módulo 612
FT Módulo 612FT Módulo 612
FT Módulo 612
 
FT Módulo 576
FT Módulo 576FT Módulo 576
FT Módulo 576
 
FT Módulo 622
FT Módulo 622FT Módulo 622
FT Módulo 622
 
FT Módulo 619
FT Módulo 619FT Módulo 619
FT Módulo 619
 
FT Módulo 614
FT Módulo 614 FT Módulo 614
FT Módulo 614
 
FT Módulo 606
FT Módulo 606FT Módulo 606
FT Módulo 606
 
FT Módulo 605
FT Módulo 605FT Módulo 605
FT Módulo 605
 
FT Módulo 601
FT Módulo 601FT Módulo 601
FT Módulo 601
 
FT Módulo 598
FT Módulo 598FT Módulo 598
FT Módulo 598
 
Reflexão Crítica
Reflexão CríticaReflexão Crítica
Reflexão Crítica
 
FT Módulo 578
FT Módulo 578FT Módulo 578
FT Módulo 578
 
FT Módulo 571
FT Módulo 571FT Módulo 571
FT Módulo 571
 
FT Módulo 618
FT Módulo 618FT Módulo 618
FT Módulo 618
 
FT Módulo 617
FT Módulo 617FT Módulo 617
FT Módulo 617
 

Trabalho final da clonagem

  • 1. 1
  • 2. INTRODUÇÃO Neste trabalho vimos falar sobre : - O que é a clonagem - Os diferentes tipos de clonagem -Reprodutiva -Terapêutica - Como se faz a clonagem - O que é o clone - Método Cientifico - Problema formulado -Hipótese -Experimentação -Conclusões - Conclusão Geral -Vantagens e Inconvenientes -A nossa visão critica 2
  • 3. O que é a clonagem A clonagem é a reprodução assexuada de um indivíduo. Da clonagem resulta um organismo que se chama clone. Este clone tem composição genética igual à do organismo que lhe deu origem e, portanto, tem características físicas (aspecto exterior) muito parecidos às daquele organismo. O clone é tão semelhante ao organismo do qual teve origem como dois gémeos verdadeiros o são entre si. Um clone é um como um “gémeo” de outro indivíduo que pode ter 10, 20 ou mais anos do que o seu “gémeo”. A clonagem faz-se no reino vegetal há muito tempo (às vezes de frutos “iguais”) e em animais inferiores, mas só recentemente, com o caso da ovelha Dolly, é que foi possível a clonagem de mamíferos. Existem diferentes tipos de clonagem entre os quais se destacam: Clonage m reprodutiva – Utilização da clonagem para obtenção de organismos completos Clonage m terapêutica – Utilização da clonagem para produção de órgãos ou tecidos que serão posteriormente usados para tratar doenças ou deficiências. 3
  • 4. Como se faz a clonagem Embora haja diversos métodos de fabricar clones, o mais utilizada é o da transferência nuclear. Neste método isola-se um ou óvulo existente no ovário, retira-se- lhe o núcleo, por aspiração com uma pipeta de ponta microscópica e introduz-se o núcleo de uma célula da pele ou de outro órgão, retirada ao indivíduo que se deseja clonar. Em seguida, através de estímulos químicos e eléctricos apropriados, provoca-se a divisão do óvulo assim preparado e vão-se dando divisões sucessivas. Colocando este produto celular no útero de uma fêmea da mesma espécie, e se as condições forem favoráveis, continua a evolução através dos estados de embrião e feto até ao nascimento de um indivíduo. 4
  • 5. O que é o clone O ser clonado ou clone que se desenvolve no útero e vem a nascer (caso as condições sejam favoráveis) é indubitavelmente, um indivíduo da espécie em causa, apenas com a característica de ser como um gémeo daquele que lhe deu origem. No caso da espécie humana (se se vier a verificar uma clonagem de seres humanos) o clone será uma pessoa como qualquer outra, embora com a característica de ser igual (ou quase) aquele que lhe deu origem. Isto quer dizer que, se houver clonagem humana, o clone terá a mesma dignidade que qualquer outro ser humano e direito a ser respeitada a sua dignidade, liberdade e integridade. Quanto à natureza do clone, antes de ser implantado no útero, há posições divergentes. Como não resulta da fusão de um óvulo e de um espermatozóide, há quem diga que não é embrião, preferindo chamar-lhe “embrioide” ou “artefacto embrionário”.de alguns pontos de vista, o embrião é definido como resultado da penetração de um óvulo por um espermatozóide e fusão destas duas células – mas a definição é essa por que era desconhecida, até aí, outra forma de reprodução que não fosse a sexuada. Outros entendem que o clone, antes da implantação, é um embrião, pois tem características idênticas às do embrião obtido por via sexual, divide-se e tem o mesmo potencial de originar um indivíduo. Para clonar o primeiro mamífero foi necessário aplicar o método científico: O Método cientifico é uma estratégia de explicação da realidade, que se baseia em e raciocínios lógicos com base em conhecimentos prévios e que se desenvolve ao longo e diversas fases: formulação do problema, formulação de uma hipóteseque permita responder ao problema, desenvolvimento de uma experimentação para comprovar ou refutar a hipótese e posterior desenvolvimento de conclusões (conclusão). Conhecimentos prévios: A teoria celular é um dos conhecimentos fundamentais da biologia, indica que todas as plantas e animais são compostos por células. A teoria celular tem três ideias principais: 1ª- Todos os seres vivos são formados por células e por seus produtos. Portanto, as células são unidades morfológicas dos seres vivos. 2ª- as actividades fundamentais que caracterizam a vida ocorrem dentro da célula. Portanto, as células são unidades funcionais ou fisiológicas dos seres vivos. 3ª- Novas células formam-se pela reprodução de outras células pré existentes, por meio de divisão celular. 5
  • 6. Diferentes tipos de células: Eucariótica: Possui um núcleo verdadeiro, núcleo esse que é protegido por uma membra na nuclear, que contém um ou mais núcleos. É constituída por organelos cito plasmáticos, ao contrário das células procarióticas. Podem ser animais ou vegetais. Procariótica: Célula relativamente simples em relação à eucariótica, de menor dimensão, encontram-se em bactérias e nas “algas azuis”, não têm núcleo ne m organelos membranares, são organismos unicelulares Formulam-se problemas, hipóteses, actividades experimentais e respectivas conclusões. Para clonar a Dolly o problema formulado foi: Será possível clonar uma ovelha? Hipótese: De uma ovelha A é retirada um óvulo serão qual é retirado o núcleo, que é substituído por um núcleo de uma célula de uma outra ovelha B, célula essa que será retirada de uma glândula mamária. Depois de todo este processo pega-se no óvulo que se divide em mais células e implanta-se esse embrião no útero de uma terceira ovelha (C). Passado o tempo de gestação prevê-se que ira nascer uma ovelha idêntica à que foi doadora do núcleo da glândula mamária (B). Experimentação: 6
  • 7. Conclusões: Para conseguirem obter a Dolly foram feitas 276 tentativas até que a ela nascesse, sendo que a maioria dos óvulos utilizados, já com o núcleo trocado, ne m sequer se dividiu. E que de todos os outros embriões que conseguiram se dividir e ser implantados, apenas a Dolly nasceu. Todos os outros morreram durante a gestação, muitos deles com alterações genéticas ou má-formações graves. No dia 14 de Fevereiro de 2003, aos seis anos e meio, Dolly foi submetida a uma injecção letal, pois era vítima de uma doença pulmonar grave, de origem supostamente infecciosa. A comunidade científica espera até hoje maiores explicações sobre a doença que surgiu na ovelha mais famosa do mundo. Os "criadores" de Dolly, os pesquisadores escoceses do Instituto Roslin, disseram que a doença é comum em ovelhas e foi, provavelmente, adquirida. Parece estranho, além disso Dolly já tinha apresentado outros problemas possivelmente relacionados à clonagem. Ela era grande, obesa e vivia confinada. Teve três gestações e seis filhotes. Com pouco mais de cinco anos e meio foi divulgada a informação de que Dolly sofria de artrite na pata esquerda traseira. Tanto a artrite quanto a doença pulmonar apresentadas por Dolly são doenças características de ovelhas idosas. A artrite, especificamente, foi atribuída ao fato de Dolly ficar muito tempo apoiada nas patas traseiras para "brincar" com os visitantes. Mas muitos veterinários contestam essa justi ficativa. A hipótese que tem sido discutida é que essas doenças, comuns em animais mais velhos, poderiam estar associadas ao encurtamento dos telômeros (sequências de DNA que ficam na ponta dos cromossomas). Conclusão Geral Vantagens e inconvenientes da clonage m: As Vantagens da clonagem são aquelas que vêem para ajudar na cura de doenças complicadas e fatais, e também a ajuda que pode dar para que os nossos filhos possa m vir a nascer sem correr o risco de herdar alguma doença de que um dos seus progenitores seja portador. Um dos maiores inconvenientes é que a clonagem pode vir a tornar-se perigosa, pode vir a ser usada para meios pouco convencionais e vir a tornar-se numa tragédia principalmente ao que toca na opinião dos religiosos. 7
  • 8. A nossa visão critica sobre a clonage m Na nossa maneira de ver, a clonagem é um tema muito complexo pelo motivo de ter muitas vantegens e desvantagens. Se virmos pelo lado em que toda esta experiência nos veio mostrar as possibilidades que existem para a clonagem de órgãos, e assim poder acabar-se com todas as enormes filas de espera que existem em todos os hospitais do mundo, para os doentes que não iram sobreviver sem o transplante. Se olharmos também para as possibilidades que podem existir dos nossos filhos poderem vir a nascer sem serem portadores de doenças graves que são hereditárias dos progenitores. Todas estas soluções nos fazem pensar bem se não será de arriscar pesquisar mais sobre a clonagem para se conseguir os resultados pelo menos para a ajuda da medicina, para poder dar melhor qualidade de vida aos seres humanos. Como é de esperar a clonagem também vem provocar muitos desentendimentos e conflitos, entre países, religiões, politicas e naqueles que exercem medicina. Em aspectos religiosos a situação é bem complicada, porque aqueles que acreditam em deus, crêem piamente que só ele pode dar ou tirar a vida. Nos aspectos políticos seria usada como método para obter resultados desejados nos actos políticos e se fossemos ver iria também causar muitas confusões entre países, pois todos os países tem uma cultura e tradição diferentes, onde se iriam encontrar varias opiniões e depois viriam os conflitos entre eles. No que toca a parte médica acreditamos que nem todos os médicos concordam com a clonagem logo muitos deles se iriam recusar a trabalhar com esse método. 8