SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Tipos de
TrabalhosProf. Willians Martins de Amorim - ARTES
Segundo Severino (2002), os trabalhos didáticos exigidos,
sobretudo, nos cursos de graduação, seguem um caráter
universal de estruturação lógica e de organização
metodológica, ou seja, são procedimentos que ainda fazem
parte intrínseca da formação técnica ou científica do
estudante. Os trabalhos, desde então, segundo o autor,
dependerão “principalmente de seus objetivos e de natureza
do próprio objeto abordado, assim como em função de
exigências específicas de cada área do saber humano”
(SEVERINO 2002 p. 129).
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
FICHAMENTO - INTRODUÇÃO
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
FICHAMENTO
O fichamento é o ato de registrar os estudos de um livro e/ou
um texto. O trabalho de fichamento possibilita ao estudante,
além da facilidade na execução dos trabalhos acadêmicos, a
assimilação do conhecimento. De acordo com diversos
autores, o fichamento deve conter a seguinte estrutura:
cabeçalho indicando o assunto e a referência da obra, isto é, a
autoria, o título, o local de publicação, a editora e o ano da
publicação. Existem três tipos básicos de fichamentos: o
fichamento bibliográfico, o fichamento de resumo ou conteúdo
e o fichamento de citações. Cada professor pode seguir um
modelo de fichamento, tendo em vista, que não existe um
modelo pronto e/ou determinado. Assim sendo, os modelos
apresentados são sugestões.
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
FICHAMENTO - MODELOS
Modelo de fichamento de citações
Conforme a ABNT (2002a), a transcrição textual é
chamada de citação direta, ou seja, é a reprodução
fiel das frases que se pretende usar como citação na
redação do trabalho.
Educação da mulher: a perpetuação da injustiça (pp. 30 – 132). Segundo capítulo.
TELES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São
Paulo: brasiliense, 1993.
“uma das primeiras feministas do Brasil, Nísia Floresta Augusta, defendeu a
abolição da escravatura, ao lado de propostas como educação e a emancipação da
mulher e a instauração da República” (p.30)
“na justiça brasileira, é comum os assassinos de mulheres serem absolvidos sob a
defesa de honra” (p. 132)
“a mulher buscou com todas forças sua conquista no mundo totalmente
masculino” (p.43)
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
FICHAMENTO - MODELOS
Modelo de fichamento de resumo ou conteúdo
É uma síntese das principais ideias contidas na obra. O
aluno elabora com suas próprias palavras a
interpretação do que foi dito.
Educação da mulher: a perpetuação da injustiça (pp. 30 – 132) segunda capítulo.
TELES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São
Paulo: brasiliense, 1993.
O trabalho da autora baseia-se em análise de textos e na própria vivência nos
movimentos feministas, como relato de uma prática.
A autora divide seu texto em fases históricas compreendidas entre Brasil Colônia
(1500 – 1822), até os anos de 1975 em que foi considerado o Ano Internacional
da Mulher.
A autora trabalha ainda assuntos como mulheres da periferia de São Paulo, a luta
por creches, violência, participação em greves, saúde e sexualidade
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
FICHAMENTO - MODELOS
Modelo de fichamento bibliográfico
É a descrição, com comentários dos tópicos
abordados em uma obra inteira ou parte dela.
TELES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São
Paulo: brasiliense, 1993.
A obra insere-se no campo da história e da antropologia social. A autora utiliza-se
de fontes secundárias colhidas por meio de livros, revistas e depoimentos. A
abordagem é descritiva e analítica. Aborda os aspectos históricos da condição
feminina no Brasil a partir do ano de 1500. A autora descreve em linhas gerais
todo s processo de lutas e conquistas da mulher.
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
MAPA MENTAL
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
ARTIGO
Segundo a ABNT (NBR 6022, 2003, p.2), o artigo
científico pode ser definido como a “publicação com
com autoria declarada, que apresenta e discute
ideias, métodos, técnicas, processos e resultados nas
diversas áreas do conhecimento”.
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
ARTIGO
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
SEMINÁRIO
Dentre os gêneros textuais que tem como foco principal a
oralidade, está o Seminário.
Ele pertence à categoria vinculada à exposição com base
na transmissão de conhecimentos específicos (técnicos
ou científicos) a respeito de um assunto relacionado à
determinada área do conhecimento.
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
• Antes de tudo, é preciso que o(S) apresentador (ES) domine o assunto que será
abordado apoiando-se numa pesquisa bastante informativa, como jornais,
livros, internet, revistas especializadas, vídeos, e outros.
• Produção de um esquema contendo informações sucintas que nortearão o
discurso do apresentador.
• Realização de ensaios prévios no objetivo de evitar certas falhas que poderão
comprometer a qualidade do trabalho apresentado.
• Procurar enriquecer o conteúdo com recursos audiovisuais, tais como: imagens
(memes, fotos, desenhos, ...), áudio, vídeo, entre outros.
• Só lembrando que para o planejamento devem ser levadas em consideração as
características do público-alvo, como faixa etária, tipos de interesse,
expectativas e conhecimentos prévios em relação ao tema em questão.
• No momento da apresentação é imprescindível o uso da linguagem formal, pois
certos hábitos da linguagem oral do tipo: Né? Tipo Assim, Ahnn... prejudicam a
fluência na exposição.
• A postura do apresentador é fator relevante, o mesmo deve evitar gestos
excessivos, expressões faciais que não condizem com a situação, manter o tom
da voz num ritmo bem articulado de modo a não se tornar monótono. E,
sobretudo, permanecer de frente para a plateia.
SEMINÁRIO
Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES
FICHAMENTO – REFERENCIAIS BIBLIOGRÁFICOS
DA SILVA, Marina Cabral. Tipos de trabalhos acadêmicos – fichamento.
http://monografias.brasilescola.uol.com.br/regras-abnt/tipos-trabalhos-
academicos-fichamento.htm. Acesso em: jan.2016
DUARTE, Vânia. Artigo científico.
http://monografias.brasilescola.uol.com.br/regras-abnt/artigo-cientifico.htm
Acesso em: jan.2016
DUARTE, Vânia. O Seminário – O que é e como realizá-lo?
http://brasilescola.uol.com.br/redacao/o-seminarioque-e-como-realizalo.htm
Acesso em: jan.2016

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Como elaborar trabalhos academicos
Como elaborar trabalhos academicosComo elaborar trabalhos academicos
Como elaborar trabalhos academicosSissa Siqueira
 
Abordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis Estenssoro
Abordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis EstenssoroAbordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis Estenssoro
Abordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis EstenssoroLuis E R Estenssoro
 
Nova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do Trabalho
Nova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do TrabalhoNova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do Trabalho
Nova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do TrabalhoIdoméstica.com
 
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Aula 1   elaboração de trabalhos científicosAula 1   elaboração de trabalhos científicos
Aula 1 elaboração de trabalhos científicosRodrigo Abreu
 
Subemprego e submoradia
Subemprego e submoradiaSubemprego e submoradia
Subemprego e submoradiabikengineer
 
Novos direitos dos empregados domésticos
Novos direitos dos empregados domésticosNovos direitos dos empregados domésticos
Novos direitos dos empregados domésticosVladimir Mourão
 
Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)
Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)
Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)Ronaldo Andrade
 
Claudio da Costa Dias - Metodologia Científica
Claudio da Costa Dias - Metodologia CientíficaClaudio da Costa Dias - Metodologia Científica
Claudio da Costa Dias - Metodologia CientíficaClaudio da Costa Dias
 
Aula 3 pesquisas eletrônicas
Aula 3   pesquisas eletrônicasAula 3   pesquisas eletrônicas
Aula 3 pesquisas eletrônicasRodrigo Abreu
 
Produção de textos acadêmicos
Produção de textos acadêmicosProdução de textos acadêmicos
Produção de textos acadêmicosCaroline R. Cardoso
 
Educação para a cidadania
Educação para a cidadania Educação para a cidadania
Educação para a cidadania Rudimar Duarte
 

Destaque (20)

LPT_Trabalhos acadêmicos
LPT_Trabalhos acadêmicos LPT_Trabalhos acadêmicos
LPT_Trabalhos acadêmicos
 
Como elaborar trabalhos academicos
Como elaborar trabalhos academicosComo elaborar trabalhos academicos
Como elaborar trabalhos academicos
 
Abordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis Estenssoro
Abordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis EstenssoroAbordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis Estenssoro
Abordagens teóricas sobre o trabalho informal - Luis Estenssoro
 
Nova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do Trabalho
Nova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do TrabalhoNova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do Trabalho
Nova Lei das Empregadas Domésticas: Cartilha do Ministério do Trabalho
 
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Aula 1   elaboração de trabalhos científicosAula 1   elaboração de trabalhos científicos
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
 
Subemprego e submoradia
Subemprego e submoradiaSubemprego e submoradia
Subemprego e submoradia
 
Direito e cidadania trabalho formal e informal
Direito e cidadania trabalho formal e informalDireito e cidadania trabalho formal e informal
Direito e cidadania trabalho formal e informal
 
Novos direitos dos empregados domésticos
Novos direitos dos empregados domésticosNovos direitos dos empregados domésticos
Novos direitos dos empregados domésticos
 
Trabalhador doméstico
Trabalhador domésticoTrabalhador doméstico
Trabalhador doméstico
 
Trabalho doméstico
Trabalho domésticoTrabalho doméstico
Trabalho doméstico
 
Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)
Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)
Metodologia De Projeto E Pesquisa(2)
 
Claudio da Costa Dias - Metodologia Científica
Claudio da Costa Dias - Metodologia CientíficaClaudio da Costa Dias - Metodologia Científica
Claudio da Costa Dias - Metodologia Científica
 
Trabalhos cientificos
Trabalhos cientificosTrabalhos cientificos
Trabalhos cientificos
 
Aula 3 pesquisas eletrônicas
Aula 3   pesquisas eletrônicasAula 3   pesquisas eletrônicas
Aula 3 pesquisas eletrônicas
 
Aula resumo e resenha carla
Aula resumo e resenha carlaAula resumo e resenha carla
Aula resumo e resenha carla
 
Aulas --resumos
Aulas --resumosAulas --resumos
Aulas --resumos
 
Elaboracao trabalhos 2014
Elaboracao trabalhos 2014Elaboracao trabalhos 2014
Elaboracao trabalhos 2014
 
Produção de textos acadêmicos
Produção de textos acadêmicosProdução de textos acadêmicos
Produção de textos acadêmicos
 
Modelos de trabalhos acadêmicos
Modelos de trabalhos acadêmicosModelos de trabalhos acadêmicos
Modelos de trabalhos acadêmicos
 
Educação para a cidadania
Educação para a cidadania Educação para a cidadania
Educação para a cidadania
 

Semelhante a Tipos de trabalho

Modelo pronto-fichamento-2
Modelo pronto-fichamento-2Modelo pronto-fichamento-2
Modelo pronto-fichamento-2Samuel Robaert
 
Como fazer Fichamento de Texto ou Livro
Como fazer Fichamento de Texto ou LivroComo fazer Fichamento de Texto ou Livro
Como fazer Fichamento de Texto ou LivroINSTITUTO GENS
 
Como fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de textoComo fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de textostraraposa
 
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9Valdíria Barbosa
 
Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro Rosane Domingues
 
Como fazer fichamento de texto ou livro prof. donizete soares
Como fazer fichamento de texto ou livro   prof. donizete soaresComo fazer fichamento de texto ou livro   prof. donizete soares
Como fazer fichamento de texto ou livro prof. donizete soaresRosane Domingues
 
06 como fazer fichamento de texto ou livro
06 como fazer fichamento de texto ou livro06 como fazer fichamento de texto ou livro
06 como fazer fichamento de texto ou livroJoao Balbi
 
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livroComo fazer-fichamento-de-texto-ou-livro
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livroNaysa Taboada
 
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9Naysa Taboada
 
Fichamento
FichamentoFichamento
FichamentoLxa Alx
 
ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)
ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)
ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)amadeusalves1998
 
Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...
Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...
Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...LinTrab
 
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdfO TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdfEdnaSantos855118
 
Comunicação em saúde
Comunicação em saúdeComunicação em saúde
Comunicação em saúdePsandra
 
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)informaticafdv
 
Planejamento anual filosofia- 3 em
Planejamento anual  filosofia- 3 emPlanejamento anual  filosofia- 3 em
Planejamento anual filosofia- 3 emIlca Guimarães
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 

Semelhante a Tipos de trabalho (20)

Modelo pronto-fichamento-2
Modelo pronto-fichamento-2Modelo pronto-fichamento-2
Modelo pronto-fichamento-2
 
Fichamento (1)
Fichamento (1)Fichamento (1)
Fichamento (1)
 
Como fazer Fichamento de Texto ou Livro
Como fazer Fichamento de Texto ou LivroComo fazer Fichamento de Texto ou Livro
Como fazer Fichamento de Texto ou Livro
 
Como fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de textoComo fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de texto
 
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
 
Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Como fazer fichamento de texto ou livro prof. donizete soares
Como fazer fichamento de texto ou livro   prof. donizete soaresComo fazer fichamento de texto ou livro   prof. donizete soares
Como fazer fichamento de texto ou livro prof. donizete soares
 
06 como fazer fichamento de texto ou livro
06 como fazer fichamento de texto ou livro06 como fazer fichamento de texto ou livro
06 como fazer fichamento de texto ou livro
 
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livroComo fazer-fichamento-de-texto-ou-livro
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro
 
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
Como fazer-fichamento-de-texto-ou-livro-1211754577301157-9
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)
ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)
ensino de historia para historiadores de plantao (Historia)
 
Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...
Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...
Linguagem, trabalho, educação e cultura: poemas brasileiros sobre trabalhador...
 
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdfO TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
 
Comunicação em saúde
Comunicação em saúdeComunicação em saúde
Comunicação em saúde
 
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
 
Planejamento anual filosofia- 3 em
Planejamento anual  filosofia- 3 emPlanejamento anual  filosofia- 3 em
Planejamento anual filosofia- 3 em
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 

Mais de Willians Martins (14)

Vikmuniz
VikmunizVikmuniz
Vikmuniz
 
Composição de um quadro
Composição de um quadroComposição de um quadro
Composição de um quadro
 
Arquitetura barroca no brasil
Arquitetura barroca no brasilArquitetura barroca no brasil
Arquitetura barroca no brasil
 
Futurismo
FuturismoFuturismo
Futurismo
 
Composição de um quadro
Composição de um quadroComposição de um quadro
Composição de um quadro
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Comunicação visual
Comunicação visualComunicação visual
Comunicação visual
 
Dadaismo e duchamp
Dadaismo e duchampDadaismo e duchamp
Dadaismo e duchamp
 
Arte gótica 131
Arte gótica 131Arte gótica 131
Arte gótica 131
 
Arte pre colombiana maias
Arte pre colombiana maiasArte pre colombiana maias
Arte pre colombiana maias
 
Arte na grécia
Arte na gréciaArte na grécia
Arte na grécia
 
Arte na pré história 131
Arte na pré história 131Arte na pré história 131
Arte na pré história 131
 
Impressionismo parte i
Impressionismo   parte iImpressionismo   parte i
Impressionismo parte i
 
Arte na pré historia
Arte na pré historiaArte na pré historia
Arte na pré historia
 

Tipos de trabalho

  • 1. Tipos de TrabalhosProf. Willians Martins de Amorim - ARTES
  • 2. Segundo Severino (2002), os trabalhos didáticos exigidos, sobretudo, nos cursos de graduação, seguem um caráter universal de estruturação lógica e de organização metodológica, ou seja, são procedimentos que ainda fazem parte intrínseca da formação técnica ou científica do estudante. Os trabalhos, desde então, segundo o autor, dependerão “principalmente de seus objetivos e de natureza do próprio objeto abordado, assim como em função de exigências específicas de cada área do saber humano” (SEVERINO 2002 p. 129). Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES FICHAMENTO - INTRODUÇÃO
  • 3. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES FICHAMENTO O fichamento é o ato de registrar os estudos de um livro e/ou um texto. O trabalho de fichamento possibilita ao estudante, além da facilidade na execução dos trabalhos acadêmicos, a assimilação do conhecimento. De acordo com diversos autores, o fichamento deve conter a seguinte estrutura: cabeçalho indicando o assunto e a referência da obra, isto é, a autoria, o título, o local de publicação, a editora e o ano da publicação. Existem três tipos básicos de fichamentos: o fichamento bibliográfico, o fichamento de resumo ou conteúdo e o fichamento de citações. Cada professor pode seguir um modelo de fichamento, tendo em vista, que não existe um modelo pronto e/ou determinado. Assim sendo, os modelos apresentados são sugestões.
  • 4. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES FICHAMENTO - MODELOS Modelo de fichamento de citações Conforme a ABNT (2002a), a transcrição textual é chamada de citação direta, ou seja, é a reprodução fiel das frases que se pretende usar como citação na redação do trabalho. Educação da mulher: a perpetuação da injustiça (pp. 30 – 132). Segundo capítulo. TELES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São Paulo: brasiliense, 1993. “uma das primeiras feministas do Brasil, Nísia Floresta Augusta, defendeu a abolição da escravatura, ao lado de propostas como educação e a emancipação da mulher e a instauração da República” (p.30) “na justiça brasileira, é comum os assassinos de mulheres serem absolvidos sob a defesa de honra” (p. 132) “a mulher buscou com todas forças sua conquista no mundo totalmente masculino” (p.43)
  • 5. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES FICHAMENTO - MODELOS Modelo de fichamento de resumo ou conteúdo É uma síntese das principais ideias contidas na obra. O aluno elabora com suas próprias palavras a interpretação do que foi dito. Educação da mulher: a perpetuação da injustiça (pp. 30 – 132) segunda capítulo. TELES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São Paulo: brasiliense, 1993. O trabalho da autora baseia-se em análise de textos e na própria vivência nos movimentos feministas, como relato de uma prática. A autora divide seu texto em fases históricas compreendidas entre Brasil Colônia (1500 – 1822), até os anos de 1975 em que foi considerado o Ano Internacional da Mulher. A autora trabalha ainda assuntos como mulheres da periferia de São Paulo, a luta por creches, violência, participação em greves, saúde e sexualidade
  • 6. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES FICHAMENTO - MODELOS Modelo de fichamento bibliográfico É a descrição, com comentários dos tópicos abordados em uma obra inteira ou parte dela. TELES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São Paulo: brasiliense, 1993. A obra insere-se no campo da história e da antropologia social. A autora utiliza-se de fontes secundárias colhidas por meio de livros, revistas e depoimentos. A abordagem é descritiva e analítica. Aborda os aspectos históricos da condição feminina no Brasil a partir do ano de 1500. A autora descreve em linhas gerais todo s processo de lutas e conquistas da mulher.
  • 7. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES MAPA MENTAL
  • 8. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES ARTIGO Segundo a ABNT (NBR 6022, 2003, p.2), o artigo científico pode ser definido como a “publicação com com autoria declarada, que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados nas diversas áreas do conhecimento”.
  • 9. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES ARTIGO
  • 10. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES SEMINÁRIO Dentre os gêneros textuais que tem como foco principal a oralidade, está o Seminário. Ele pertence à categoria vinculada à exposição com base na transmissão de conhecimentos específicos (técnicos ou científicos) a respeito de um assunto relacionado à determinada área do conhecimento.
  • 11. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES • Antes de tudo, é preciso que o(S) apresentador (ES) domine o assunto que será abordado apoiando-se numa pesquisa bastante informativa, como jornais, livros, internet, revistas especializadas, vídeos, e outros. • Produção de um esquema contendo informações sucintas que nortearão o discurso do apresentador. • Realização de ensaios prévios no objetivo de evitar certas falhas que poderão comprometer a qualidade do trabalho apresentado. • Procurar enriquecer o conteúdo com recursos audiovisuais, tais como: imagens (memes, fotos, desenhos, ...), áudio, vídeo, entre outros. • Só lembrando que para o planejamento devem ser levadas em consideração as características do público-alvo, como faixa etária, tipos de interesse, expectativas e conhecimentos prévios em relação ao tema em questão. • No momento da apresentação é imprescindível o uso da linguagem formal, pois certos hábitos da linguagem oral do tipo: Né? Tipo Assim, Ahnn... prejudicam a fluência na exposição. • A postura do apresentador é fator relevante, o mesmo deve evitar gestos excessivos, expressões faciais que não condizem com a situação, manter o tom da voz num ritmo bem articulado de modo a não se tornar monótono. E, sobretudo, permanecer de frente para a plateia. SEMINÁRIO
  • 12. Prof. Willians Martins de Amorim - ARTES FICHAMENTO – REFERENCIAIS BIBLIOGRÁFICOS DA SILVA, Marina Cabral. Tipos de trabalhos acadêmicos – fichamento. http://monografias.brasilescola.uol.com.br/regras-abnt/tipos-trabalhos- academicos-fichamento.htm. Acesso em: jan.2016 DUARTE, Vânia. Artigo científico. http://monografias.brasilescola.uol.com.br/regras-abnt/artigo-cientifico.htm Acesso em: jan.2016 DUARTE, Vânia. O Seminário – O que é e como realizá-lo? http://brasilescola.uol.com.br/redacao/o-seminarioque-e-como-realizalo.htm Acesso em: jan.2016