SlideShare uma empresa Scribd logo
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO 
ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 
WANDERSON JONER SILVA CRUZ 
TOTAL STATUS DE SUPRIMENTOS DE IMPRESSÃO: 
Controle de Suprimentos de Impressão 
Brasília 
2014
WANDERSON JONER SILVA CRUZ 
TOTAL STATUS DE SUPRIMENTOS DE IMPRESSÃO: 
Controle de Suprimentos de Impressão 
Projeto de Estágio apresentado à UNOPAR 
- Universidade Norte do Paraná, como 
requisito parcial para a obtenção do 
título de Tecnologia em Análises e 
Desenvolvimento de Sistemas. 
Tutor Orientador: 
Professor Supervisor 
Brasília 
2014
SUMÁRIO 
1. INTRODUÇÃO......................................................................................................3 
2. OBJETIVO............................................................................................................3 
3. CARACTERIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO EM ESTUDO............................ 4 À 8 
4. JUSTIFICATIVA ............................................................................................8 À 9 
5. CRONOGRAMA .................................................................................................10 
6. MODELO DE DESENVOLVIMENTO (CASCATA).............................................10 
7. TECNOLOGIA.....................................................................................................10 
8. LEVANTAMENTOS DE REQUISITOS.......................................................10 À 11 
9. DIAGRAMA DE CASO DE USO............................................................... ..........11 
10. DIAGRAMA DE CLASSE............................................................................. .......12 
11. PROTOTIPAÇÃO DAS TELAS..................................................................13 A 14 
12. CONCLUSÃO......................................................................................................15 
13. REFERENCIAS ...................................................................................................16
3 
1. INTRODUÇÃO 
Será desenvolvido trabalho de TCC 1 referente ao conteúdo do 5.º Semestre 
de Analise e Desenvolvimento de Sistemas de Informação, nas instalações da 
Fundação Banco do Brasil que me concedeu a oportunidade de iniciar e concluir este 
trabalho universitário. 
2. OBJETIVO 
Objetivo: Encontrar problemas nos sistemas de informática na Fundação 
Banco do Brasil, onde foi observador que não se tinha controle sobre o nível de tinta 
/ toner nas impressoras em rede da empresa foi observador que se tinhas impressoras 
de várias marcas, e seus gerenciadores de impressão não se comunicam, a empresa 
possui 4 andares no prédio Edifício Number One em Brasília Distrito Federal Capital 
do Brasil, a proposta é desenvolver um simples banco de dados em Microsoft Access 
e agregar as páginas web das impressoras em rede armazenando seus dados de 
controle para suprimentos de impressão, afim de realizar uma economia desde 
aquisição de suprimentos de impressão e a identificação dos possíveis motivos 
inoperabilidade das impressoras, essencial também para as impressoras que contém 
separados o Cilindro de Imagem e Toner (Ex. Samsung 6555), pois depois de três 
toners deve-se trocar o cilindro de imagem e por fim gerar uma economia para a 
empresa que será igual a lucro.
4 
3. CARACTERIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO EM ESTUDO 
 Nome da Empresa: Fundação Banco do Brasil; 
 Endereço completo: Fundação Banco do Brasil, CNPJ n.º 01.641.000/0001-33, 
com sede no Setor Comercial Norte, Quadra “1”, Bloco “A”, Edifício Number One, 
10 andar, em Brasília- DF, CEP 70.711-900; 
 Telefone: 61 3104-4600; 
 Website: http://www.fbb.org.br/; 
 Email: fundacaobb@fbb.org.br; 
 Nome e cargo da chefia direta: Fabio Marcelo Depiné, Gerente de Tecnologia da 
Informação da Fundação Banco do Brasil; 
 Ramo de Atividade e área de atuação: Atua no financiamento de projetos que 
buscassem soluções para problemas sociais; 
 Número de empregados da empresa: 170 funcionários; 
 Categoria dos profissionais que atuam na empresa: Bancários; 
 Organograma da empresa: 
 Produtos e serviços desenvolvidos pela empresa: 
AABB Comunidade: 
Fundado em 18 de fevereiro de 1960 e hoje considerado o melhor clube da 
capital federal pela Revista Veja, a Associação Atlética Banco do Brasil faz parte de 
uma rede de AABBs com 1.242 unidades em pleno funcionamento e espalhadas por 
todo o território brasileiro a fim de atender aos seus associados.
5 
Uma das maiores AABBs, a Associação Atlética Banco do Brasil - 
Brasília possui uma estrutura arrojada e pronta para atender todo tipo de associado: 
os esportistas, os jogadores de futebol, os que preferem uma sauninha, as crianças 
que adoram um bom banho de piscina, ou parquinho, os que gostam de festas, bailes, 
shows, etc. Atende também os que preferem as atrações no Lago Paranoá como um 
bom passeio de barco, ou os praticantes de Optimist, de Windsurf, ou os que são 
amantes dos esportes artísticos como a patinação. 
Em sua estrutura física, a AABB – Brasília possui ginásios, inclusive para 
patinação, quadras poliesportivas, churrasqueiras, piscina olímpica, piscina recreativa 
com toboágua, campos de futebol (sintético e de grama), quadras de areia, quadra de 
tênis com pisos de saibro e de cimento, paredão de tênis, bares espalhados por todo 
o clube, com destaque para o da Orla do lago, restaurantes, salões para festas e 
eventos com capacidade para 5000 pessoas, Pérgula, parquinhos, sauna (seca e 
úmida), mesas de sinuca, futebol de mesa, Marina, amplo estacionamento, auditório, 
sala de estar, entre outros. 
O clube fica aberto de terça a sexta de 9hs às 22hs e aos sábados, domingos 
e feriados de 8hs as 17hs. 
São 03 Conselhos - Conselho de Administração, Conselho Deliberativo e Conselho 
Fiscal. 
CATAFORTE: 
O projeto Cataforte – Fortalecimento do Associativismo e Cooperativismo dos 
Catadores de Materiais Recicláveis tem contribuído para a transformação da vida de 
milhares de catadores em todo o Brasil. 
O Cataforte é fruto da parceria entre a Fundação do Banco do Brasil e a 
Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego e 
envolve a capacitação de 10.600 catadores em 17 estados e no Distrito Federal. 
Seu objetivo é mobilizar os catadores e estimular sua organização em 
cooperativas e associações, fortalecendo sua autonomia para gerir e atuar nas 
diferentes etapas da cadeia produtiva de recicláveis. O projeto prevê, ainda, equipar 
as organizações dos catadores, facilitando o transporte, logística e infraestrutura 
adequada para o trabalho. 
 HISTÓRICO DA EMPRESA: 
1985 - Nasce uma ideia 
O projeto de organizar uma fundação dentro do Banco do Brasil, que tivesse 
todas as suas funções voltadas para o desenvolvimento social do País surgiu em 
1985, quando o governo federal lançou o "Programa de Prioridades Sociais", que 
previa a adoção de medidas em vários campos, como alimentação, saúde, educação, 
emprego e habitação. Em 1º de agosto de 1986, as agências do Banco do Brasil 
começaram a receber as instruções sobre a criação da Fundação. 
1988/1991 - Iniciando as atividades 
A Fundação Banco do Brasil começou a operar efetivamente em fevereiro de 
1988, com a proposta de financiar projetos que buscassem soluções para problemas 
sociais. Nesse primeiro ano, a Fundação começou a colocar em prática a sua proposta
6 
e desenvolveu uma série de projetos sociais em várias regiões País. Nos anos 
seguintes, a Fundação continuou contribuindo para a construção de uma nova 
realidade social no País. Foi um período de rica experiência, em que as práticas 
desenvolvidas desde o início da sua atuação puderam ter seus resultados avaliados. 
1992/1995 - Firmando diretrizes 
Em 1992, iniciou-se um período de reorganização interna e mudanças no 
estatuto, com o objetivo de acompanhar as necessidades da população de forma mais 
atuante. A apresentação de planos anuais e plurianuais, que pautam a ação por meio 
de diretrizes e políticas previamente definidas, foi introduzida para ampliar a função 
social do instituidor, o Banco do Brasil. 
Por solicitação do Banco, o planejamento da Fundação foi incorporado ao da 
administração estratégica do Conglomerado e, em novembro de 1994, entrou em vigor 
o novo estatuto. O ano de 1995 foi marcado pela implementação de mecanismos de 
planejamento, que previam a aplicação de recursos financeiros em programas 
previamente definidos, com acompanhamento e avaliação dos resultados. 
1996/1998 - Programas Próprios 
Este ano foi marcado pelo surgimento dos primeiros programas idealizados e 
executados pela própria Fundação, dentro da nova proposta de aplicação dos 
recursos. Foram instituídos o Programa Homem do Campo e os chamados Projetos 
Especiais. A Fundação Banco do Brasil também se tornou parceira da Federação das 
AABB (FENABB) no Programa AABB Comunidade. 
Em continuidade aos programas lançados no ano anterior, o Programa Homem do 
Campo foi estendido a 60 municípios do Brasil e o AABB Comunidade chegou a 130 
Associações Atléticas Banco do Brasil, beneficiando cerca de 20 mil crianças e jovens. 
A Fundação também desenvolveu novas iniciativas: o Projeto Memória e o Programa 
Trabalho e Cidadania. No total, foram apoiados 727 projetos de outras organizações 
e investidos R$ 30,7 milhões. 
Em 1998, foram investidos R$ 28 milhões em mais de 600 projetos. A Fundação 
continuou ampliando sua área de atuação e criou o Projeto Criança e Vida, para 
apoiar, promover, financiar e incentivar ações voltadas ao atendimento a crianças e 
adolescentes com câncer. 
1999 - Ação reorientada 
A Fundação Banco do Brasil aprimorou o uso de suas ferramentas de ação. 
Foram investidos cerca de R$ 35 milhões, atendendo comunidades de 266 
municípios. Do ponto de vista institucional, a Fundação redefiniu sua maneira de 
atuação, formou orientadores e determinou as diretrizes para os próximos exercícios. 
O Programa Homem do Campo desenvolveu algumas ações dentro do formato em 
que foi criado, em 1996, mas ficou decidido que a iniciativa deveria ser repensada, de 
modo a promover uma transformação social mais abrangente nas comunidades 
participantes.
7 
Perfil da Fundação em 1999 
Relatório Histórico da Fundação em 1999 
2000 - Educação para um novo Milênio 
Neste ano, a partir de uma ampla discussão proposta na Oficina de 
Reavaliação do Plano Estratégico de 2000, surgiram as Recomendações Estratégicas 
que consolidaram o perfil da Fundação como gestora de programas estruturados. 
Foram aplicados, ao longo de 2000, R$ 25 milhões nos programas AABB 
Comunidade, BB Educar, Criança e Vida, Memória, Trabalho e Cidadania e Escola 
Campeã. 
2001 - Tecnologia Social 
O ano de 2001 marcou uma profunda transformação no posicionamento 
estratégico da Fundação. A entidade aprimorou seu potencial de articuladora social, 
capaz de aproximar as soluções dos problemas. Através do Prêmio Fundação Banco 
do Brasil de Tecnologia Social, foram mobilizados ONG, universidades, governos 
estaduais, prefeituras, fundações e institutos de todo o País, o que possibilitou criar o 
Banco de Tecnologias Sociais (BTS) - um cadastro de soluções inovadoras para 
problemas sociais em áreas diversificadas. Com a criação do BTS, a Fundação 
assumiu como diretriz a disseminação de conhecimento e experiências geradoras de 
transformação social positiva. No campo da assistência social, surgiu uma nova 
iniciativa: o Programa Justiça Itinerante, voltado à modernização do poder judiciário. 
2003/2006 - Foco em Educação e na Geração de Renda 
Em 2003 a Fundação elaborou o seu planejamento estratégico para o período 
2004/2006, que estabeleceu as áreas "Educação e Cultura" e "Geração de Trabalho 
e Renda" como prioritárias em sinergia com a reaplicação de Tecnologias Sociais. 
Programas atuais foram revistos e também foi realizado um primeiro levantamento de 
novos programas, alcançando investimentos sociais anuais na ordem de mais de R$ 
100 milhões. 
Catálogo "A luta contra o dragão da pobreza" (2003) 
2006/2009 - Ênfase nas cadeias produtivas 
No final de 2006, a Fundação desenvolveu o seu planejamento trienal para o 
período 2007/2009. Foi mantido o posicionamento estratégico adotado anteriormente, 
ou seja, permanece o foco em Educação e Geração de Trabalho e Renda com suporte 
das Tecnologias Sociais. A ênfase do triênio é o trabalho realizado nas ações de 
desenvolvimento territorial e no investimento social nas cadeias produtivas da 
cajucultura, mandiocultura, apicultura e reciclagem. 
2010/2012 - Ênfase nas questões ambientais 
Em 2009 realizou-se o planejamento estratégico trienal da Instituição para o 
período 2010/2012 onde o tema mudanças climáticas foi discutido de forma 
transversal. Permanece o foco em geração de Trabalho e renda e Educação e Cultura 
com apoio das Tecnologias Sociais.
8 
2013/2015 - Ênfase na Inclusão Socioprodutiva 
O objetivo central do triênio será promover a inclusão socioprodutiva, por meio 
das tecnologias sociais, priorizando ações no meio urbano e rural em cinco 
áreas: água, agroecologia, agroindústria, resíduos sólidos e educação. O foco é 
propiciar acesso a oportunidades de trabalho, renda e às políticas públicas, além de 
contribuir para uma educação integrada e participativa. Os públicos atendidos 
continuam sendo os extratos menos favorecidos da população brasileira, como 
catadores de materiais recicláveis, assentados da reforma agrária, quilombolas, 
extrativistas e indígenas, dando ênfase à juventude. 
4. JUSTIFICATIVA 
Este projeto contribui para uma economia financeira, a partir do controle de 
suprimentos de impressão. 
No decorrer do Estagio Curricular Obrigatório, observei que na Fundação 
Banco do Brasil, não se tinha nenhum controle de estoque para suprimentos de 
impressão e, nem controle de status de suprimentos de impressão. 
Antes do desenvolvimento do aplicativo, o cenário era o seguinte: antes de o 
toner finalizar seu percentual de suprimento ele era trocado por outro com 100% de 
seu percentual de suprimento, enquanto o toner substituído tinha ainda 20% do seu 
percentual e, era descartado gerando um prejuízo de 20% de pó de toner, que era 
para ser consumido quando chegasse ao nível zero (0%), também foi possível 
visualizar outras ocorrências via aplicativo como papel atolado, impressora off-line 
entre outros problemas observados antes do planejamento, desenvolvimento e 
implantação do projeto. 
Em pesquisas realizadas para obter uma solução rápida e barata para este 
problema identificado, usei a licença que a Fundação Banco do Brasil tem do aplicativo 
que é um pacote de aplicativos para escritório o MS Office 2010, onde usei o banco 
de dados licenciado Access 2010 para agregar páginas HTML e armazenar os dados 
de controle, estas páginas HTML referentes às impressoras em rede, que estão na 
intranet da Fundação banco do Brasil, usei a referência da Microsoft para desenvolver 
o projeto, segue logo abaixo as instruções diretamente do site da MS: 
Criar o Banco de Dados do Microsoft Access 
1. Inicie o Microsoft Access e crie um novo banco de dados em branco 
chamado "HTMLAccess.mdb". 
2. Crie uma nova tabela chamada "Contatos" seguindo estes passos: 
a. Sob Objetos, clique em Tabelas. 
b. Clique duas vezes em Criar tabela usando o assistente. A caixa 
de diálogo Assistente de Tabela aparece e pergunta quais os tipos 
de campos deseja criar. 
c. Na lista Tabelas de Exemplo, clique em Contatos. Clique no botão 
de seta simples (>) 10 vezes para copiar os 10 primeiros itens da 
lista Campos de Exemplo na lista Campos em minha nova 
tabela. Clique em Avançar. 
d. Aceite os padrões na segunda página do assistente e clique em 
Avançar.
9 
e. Marque a caixa de seleção Inserir os dados na tabela usando um 
formulário criado pelo assistente e clique em Concluir. 
3. Verifique se uma nova tabela chamada "Contatos" foi criada. Verifique 
também se um novo formulário chamado "Contatos" foi criado. 
4. Digite as informações para os dois contatos no formulário (não é 
necessário digitar os valores ID Contato). Utilize a tecla TAB para mover 
de um campo para outro. 
5. Clique no botão Fechar no formulário Contatos. Salve o formulário como 
Contatos. 
Método 1: Criar a Página de Acesso a Dados Usando o Assistente 
Para criar a página de acesso a dados usando o assistente, siga estes passos: 
1. Inicie o Microsoft Access. Sob Objetos, clique em Páginas. Clique duas 
vezes em Criar página de acesso a dados usando o assistente. A 
caixa de diálogo Assistente de Página aparece. 
2. Verifique se a tabela "Contatos" está selecionada na caixa de lista 
Tabelas/Consultas. Clique no botão de seta dupla (>>) para copiar todos 
os campos na caixa de lista Campos Selecionados. Selecione 
IDContato e clique no botão de seta simples (<) para cancelar a seleção 
desse campo. Clique em Avançar. 
3. A segunda página do assistente permite organizar os dados em grupos 
como organizar contatos por país. Para manter o modelo simples, clique 
em Avançar. A terceira página pergunta sobre a ordem de classificação 
dos registros. Clique em Avançar. 
4. A página final pergunta o título da página HTML e permite aplicar um 
tema à página HTML. Clique em Abrir a Página e em Concluir. A página 
de acesso a dados agora é criada e exibida. 
5. Utilize a barra de navegação Registro na parte inferior da página de 
acesso a dados para mover pelos registros e criar mais dois contatos. 
6. No menu Arquivo, clique em Salvar. Salve a página de acesso a dados 
como "Contacts.htm" na pasta Meus Documentos. 
7. Leia a mensagem que aparece e clique em OK. Feche a página de 
acesso a dados. 
5. MODELO DE DESNVOLVIMENTO (CASCATA)
10 
6. CRONOGRAMA 
7. TECNOLOGIA 
Será necessário um computador ligado em rede, com o S.O Windows (XP, 
Vista, 7, 8 ou 8.1). No Microsoft Access 2010 será implementado o banco de dados e 
também agregará as páginas WEB das impressoras em rede. Para modelar as classes 
será utilizado o Br-Modelo. Para modelar o Diagrama de Classes, Use Case e Estados 
será utilizado o Astah. Os endereços de rede das impressoras o IP (Protocolo de 
Internet), para que o aplicativo acesse as impressoras pelo endereço de rede, que 
retornará uma página em HTML e será exibida no aplicativo. 
8. LEVANTAMENTO DE REQUISITOS 
O Aplicativo de Controle de Status de Suprimentos de Impressão, tem a 
finalidade de armazenar as informações das impressoras em rede da Fundação 
Banco do Brasil, gerando relatórios, consultas ao banco de dados, histórico de 
problemas, modelos de toner’s referentes as impressoras, guardará dados como 
patrimônio, gerencia, andar e etc: 
 Os relatórios ajudarão no controle de gastos com os toners e cilindros de 
imagem; 
 Pesquisas serão feitas pelos atributos (andar, gerencia, impressora,
11 
patrimônio); 
 Identificar se o suprimento veio abaixo do adquirido, pois eu identifiquei 
vários suprimentos comprados lacrados, que quando abertos estavam 
abaixo do percentual de 100% gerando prejuízo para a empresa. 
9. DIAGRAMA DE CASO DE USO 
O usuário irá alimentar o sistema, coletando os dados que estão disponíveis 
na página HTML e alimentado os atributos do banco de dados, gerando relatório de 
valores menores que 30% para ter tempo de verificar no estoque se disponibilidade 
do toner, se não houver fazer pedido, tempo bastante para a chegada do novo pedido, 
até que se chegue ao percentual 0% quando se fará a troca do toner o cilindro de 
imagem. 
O Administrador irá inserir e excluir as impressoras.
12 
10. DIAGRAMA DE CLASSE 
Um usuário faz login, validação verifica usuário e senha para autenticar o 
acesso ao sistema no banco de dados, usuário logado faz a coleta dos dados e insere 
no banco de dados, o sistema é um controle de status de suprimentos das 
impressoras, as impressoras estão relacionadas a um andar, as impressoras contém 
toner e cilindro de imagem, cilindro de imagem te porcentagem de status, toner tem 
modelo de suprimento e status de porcentagem, as impressoras tem nome, estão 
relacionadas a uma gerencia e um andar.
13 
11. PROTOTIPAÇÃO DAS TELAS 
Tela de Login 
Tela principal
14 
Tela de Relatório das Impressoras em Rede 
Tela de Relatório de valores menores que 30%
15 
12. CONCLUSÃO 
Este Estagio me proporcionou um aprendizado de desenvolvimento em um 
projeto de forma real e física, saindo das teorias e entrando nas práticas que é o 
objetivo principal deste curso de graduação. 
Pude vivenciar como uma organização de grande porte funciona, pude 
observar, identificar, analisar e desenvolver uma solução, automatizando com 
tecnologia que é ensinada na Universidade Unopar, através do conhecimento 
absorvido nas aulas e provas que que são um grande desafio para os alunos da 
Unopar, que é de alta qualidade os ensinamentos ao nível de concurso, deixando o 
graduando em Analise e Desenvolvimento de Sistemas de Informação no nível do 
mercado de trabalho, onde há trabalho mas falta mão de obra especializada. 
Este aplicativo desenvolvido passou por homologação da equipe de 
desenvolvimento e está implantado e em funcionamento, controlando os status de 
suprimentos das impressoras em rede da Fundação Banco do Brasil.
16 
13. REFERENCIAS 
COMO: CONECTAR UMA PÁGINA HTML A UM BANCO DE DADOS DO 
MICROSOFT ACCESS, Endereço Eletrônico Disponível Em: 
http://support.microsoft.com/kb/308459/pt-br; 
IMPORTAR OU VINCULAR DADOS E OBJETOS, Endereço Eletrônico Disponível 
Em: http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/importar-ou-vincular-dados-e-objetos- 
HP005187610.aspx; 
CRIAR UM NOVO BANCO DE DADOS, Endereço Eletrônico Disponível Em: 
http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/criar-um-novo-banco-de-dados- 
HA010037837.aspx; 
VIDEOS - USECASE DIAGRAM, Endereço Eletrônico Disponível Em: 
http://astah.net/videos/usecase-diagram; 
MODELANDO UMA HERANÇA NO JUDE/ASTAH, Endereço Eletrônico 
Disponível Em: http://www.devmedia.com.br/modelando-uma-heranca-no-jude-astah/ 
24781; 
APLICATIVO PARA PROTOTIPAÇÂO, Endereço Eletrônico Disponível Em: 
https://balsamiq.com/; 
CRIAR AS TABELAS DE UM NOVO BANCO DE DADOS, Saiba Mais EM: 
http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/criar-as-tabelas-de-um-novo-banco-de- 
dados-RZ101772996.aspx; 
SOBRE A PROTEÇÃO DE UMA PÁGINA DE ACESSO A DADOS, Saiba Mais Em: 
http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/sobre-a-protecao-de-uma-pagina-de-acesso- 
a-dados-HP005279151.aspx.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
ntebrusque
 
Referencial teórico + abnt3
Referencial teórico  + abnt3Referencial teórico  + abnt3
Referencial teórico + abnt3
aula123456
 
Relatorio pronto
Relatorio prontoRelatorio pronto
Relatorio pronto
Diego Moura
 
Plano de aula slides
Plano de aula slidesPlano de aula slides
Plano de aula slides
MarinaGLD
 
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Rosineia Oliveira dos Santos
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
joiramara
 

Mais procurados (20)

Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Referencial teórico + abnt3
Referencial teórico  + abnt3Referencial teórico  + abnt3
Referencial teórico + abnt3
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Slides tcc definitivo.
Slides tcc definitivo.Slides tcc definitivo.
Slides tcc definitivo.
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
 
Relatorio pronto
Relatorio prontoRelatorio pronto
Relatorio pronto
 
Planejamento e avaliação
Planejamento e avaliaçãoPlanejamento e avaliação
Planejamento e avaliação
 
Fichamento de Texto
Fichamento de TextoFichamento de Texto
Fichamento de Texto
 
Plano de aula slides
Plano de aula slidesPlano de aula slides
Plano de aula slides
 
Projeto Formação Continuada
Projeto Formação ContinuadaProjeto Formação Continuada
Projeto Formação Continuada
 
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
 
Plano de aula slides
Plano de aula slidesPlano de aula slides
Plano de aula slides
 
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSCApresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
 
Tcc exemplo - Esqueleto
Tcc   exemplo - EsqueletoTcc   exemplo - Esqueleto
Tcc exemplo - Esqueleto
 
Linha do Tempo - Currículo
Linha do Tempo - CurrículoLinha do Tempo - Currículo
Linha do Tempo - Currículo
 
Concepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumoConcepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumo
 
Resenha FILME MEU NOME É JONAS
Resenha FILME MEU NOME É JONASResenha FILME MEU NOME É JONAS
Resenha FILME MEU NOME É JONAS
 
Modelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tccModelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tcc
 

Destaque

Destaque (20)

Modelo de tcc monografia unopar
Modelo de tcc monografia unoparModelo de tcc monografia unopar
Modelo de tcc monografia unopar
 
Comunicação social no brasil
Comunicação social no brasilComunicação social no brasil
Comunicação social no brasil
 
Trabalho de Relações Públicas 2.0 - Nestlé - T5 - IESB
Trabalho de Relações Públicas 2.0 - Nestlé - T5 - IESBTrabalho de Relações Públicas 2.0 - Nestlé - T5 - IESB
Trabalho de Relações Públicas 2.0 - Nestlé - T5 - IESB
 
Livro de Biomedicina
Livro de BiomedicinaLivro de Biomedicina
Livro de Biomedicina
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Produção textual - Editorial
Produção textual - EditorialProdução textual - Editorial
Produção textual - Editorial
 
TCC I VISÃO COMPUTACIONAL APLICADA EM UM BRAÇO ROBÓTICO ANTROPOMÓRFICO DIDÁTICO
TCC I VISÃO COMPUTACIONAL APLICADA EM UM BRAÇO ROBÓTICO ANTROPOMÓRFICO DIDÁTICOTCC I VISÃO COMPUTACIONAL APLICADA EM UM BRAÇO ROBÓTICO ANTROPOMÓRFICO DIDÁTICO
TCC I VISÃO COMPUTACIONAL APLICADA EM UM BRAÇO ROBÓTICO ANTROPOMÓRFICO DIDÁTICO
 
Estudo de caso_com_modelagem_de_software_halan
Estudo de caso_com_modelagem_de_software_halanEstudo de caso_com_modelagem_de_software_halan
Estudo de caso_com_modelagem_de_software_halan
 
Guia pragmático para sua tese
Guia pragmático para sua tese Guia pragmático para sua tese
Guia pragmático para sua tese
 
Apresentação pré-projeto dez 2011
Apresentação pré-projeto dez 2011Apresentação pré-projeto dez 2011
Apresentação pré-projeto dez 2011
 
TCC Planejamento e controle de obras verticais
TCC Planejamento e controle de obras verticaisTCC Planejamento e controle de obras verticais
TCC Planejamento e controle de obras verticais
 
Principais diagramas da UML
Principais diagramas da UMLPrincipais diagramas da UML
Principais diagramas da UML
 
TCC - Sistemas de Informação
TCC - Sistemas de InformaçãoTCC - Sistemas de Informação
TCC - Sistemas de Informação
 
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃOTCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
 
Como se faz uma tese :: Umberto Eco
Como se faz uma tese :: Umberto EcoComo se faz uma tese :: Umberto Eco
Como se faz uma tese :: Umberto Eco
 
Monografia Completa - Graduação em Sistemas de Informação
Monografia Completa - Graduação em Sistemas de InformaçãoMonografia Completa - Graduação em Sistemas de Informação
Monografia Completa - Graduação em Sistemas de Informação
 
Como escrever teses
Como escrever tesesComo escrever teses
Como escrever teses
 
Normas da abnt para tcc unopar
Normas da abnt para tcc unoparNormas da abnt para tcc unopar
Normas da abnt para tcc unopar
 
Estrutura do modelo de tcc pronto
Estrutura do modelo de tcc prontoEstrutura do modelo de tcc pronto
Estrutura do modelo de tcc pronto
 
Da orientação à apresentação do tcc
Da orientação à apresentação do tccDa orientação à apresentação do tcc
Da orientação à apresentação do tcc
 

Semelhante a TCC 1 UNOPAR Analise de Sistemas de Informação

Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Priscilla Banaggia
 
Revista ABCR 2015 - 15 Anos
Revista ABCR 2015 - 15 AnosRevista ABCR 2015 - 15 Anos
Revista ABCR 2015 - 15 Anos
Kátia Gama
 
Impressões de BPM no Brasil
Impressões de BPM no BrasilImpressões de BPM no Brasil
Impressões de BPM no Brasil
EloGroup
 

Semelhante a TCC 1 UNOPAR Analise de Sistemas de Informação (20)

Conheça o COEP
Conheça o COEPConheça o COEP
Conheça o COEP
 
Revista Notícias em Movimento nº 28 - ano 5 28
Revista Notícias em Movimento nº 28 - ano 5 28Revista Notícias em Movimento nº 28 - ano 5 28
Revista Notícias em Movimento nº 28 - ano 5 28
 
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
 
Proposta Gestão Esportiva Compartilhada - AABB-Salvador
Proposta Gestão Esportiva Compartilhada - AABB-SalvadorProposta Gestão Esportiva Compartilhada - AABB-Salvador
Proposta Gestão Esportiva Compartilhada - AABB-Salvador
 
Boletimvirtual.ed11.marco
Boletimvirtual.ed11.marcoBoletimvirtual.ed11.marco
Boletimvirtual.ed11.marco
 
Brasil + empreendedor Versão Final
Brasil + empreendedor Versão FinalBrasil + empreendedor Versão Final
Brasil + empreendedor Versão Final
 
PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO - AABB AVARÉ
PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO - AABB AVARÉ PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO - AABB AVARÉ
PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO - AABB AVARÉ
 
Documento para um Brasil + Empreendedor
Documento para um Brasil + Empreendedor Documento para um Brasil + Empreendedor
Documento para um Brasil + Empreendedor
 
Brasil mais Empreendedor - documento versão de lançamento #CPBR8
Brasil mais Empreendedor  - documento versão de lançamento #CPBR8Brasil mais Empreendedor  - documento versão de lançamento #CPBR8
Brasil mais Empreendedor - documento versão de lançamento #CPBR8
 
Brasil mais empreendedor
Brasil mais empreendedorBrasil mais empreendedor
Brasil mais empreendedor
 
Brasil + Empreendedor
Brasil + EmpreendedorBrasil + Empreendedor
Brasil + Empreendedor
 
Revista ABCR 2015 - 15 Anos
Revista ABCR 2015 - 15 AnosRevista ABCR 2015 - 15 Anos
Revista ABCR 2015 - 15 Anos
 
Diagnostico cultura de doação
Diagnostico cultura de doaçãoDiagnostico cultura de doação
Diagnostico cultura de doação
 
APRESENTAÇÃO - ENTIDADE GESTORA DO BCD
APRESENTAÇÃO - ENTIDADE GESTORA DO BCDAPRESENTAÇÃO - ENTIDADE GESTORA DO BCD
APRESENTAÇÃO - ENTIDADE GESTORA DO BCD
 
Relatório de Atividades 2016
Relatório de Atividades 2016Relatório de Atividades 2016
Relatório de Atividades 2016
 
Ciclo Spiralis de Emancipação
Ciclo Spiralis de EmancipaçãoCiclo Spiralis de Emancipação
Ciclo Spiralis de Emancipação
 
Impressões de BPM no Brasil
Impressões de BPM no BrasilImpressões de BPM no Brasil
Impressões de BPM no Brasil
 
Impressões de BPM no Brasil
Impressões de BPM no BrasilImpressões de BPM no Brasil
Impressões de BPM no Brasil
 
Impressões de BPM no Brasil from BPM Global Trends
 Impressões de BPM no Brasil from BPM Global Trends Impressões de BPM no Brasil from BPM Global Trends
Impressões de BPM no Brasil from BPM Global Trends
 
Planejamento da Gestão 2012/13 D. 4610
Planejamento da Gestão 2012/13 D. 4610Planejamento da Gestão 2012/13 D. 4610
Planejamento da Gestão 2012/13 D. 4610
 

Mais de WANDERSON JONER (10)

Trabalho individual 5 semestre Analise de Sistemas
Trabalho individual 5 semestre Analise de SistemasTrabalho individual 5 semestre Analise de Sistemas
Trabalho individual 5 semestre Analise de Sistemas
 
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 20144 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
 
Aluga Buggy Trabalho individual academico 3 semestre 2013
Aluga Buggy Trabalho individual academico 3 semestre 2013Aluga Buggy Trabalho individual academico 3 semestre 2013
Aluga Buggy Trabalho individual academico 3 semestre 2013
 
Sistemas Operacionais, Ferramenta Case & Front-End
Sistemas Operacionais, Ferramenta Case & Front-EndSistemas Operacionais, Ferramenta Case & Front-End
Sistemas Operacionais, Ferramenta Case & Front-End
 
Trabalho de matematica ensino médio
Trabalho de matematica ensino médioTrabalho de matematica ensino médio
Trabalho de matematica ensino médio
 
Trabalho de fisica ensino médio
Trabalho de fisica ensino médioTrabalho de fisica ensino médio
Trabalho de fisica ensino médio
 
Trabalho de quimica ensino médio
Trabalho de quimica ensino médioTrabalho de quimica ensino médio
Trabalho de quimica ensino médio
 
55 Cursos (Expansão do conhecimento)
55 Cursos (Expansão do conhecimento)55 Cursos (Expansão do conhecimento)
55 Cursos (Expansão do conhecimento)
 
Fundamento da Administração da Informação
Fundamento da Administração da InformaçãoFundamento da Administração da Informação
Fundamento da Administração da Informação
 
Trabalho de filosofia ensino médio
Trabalho de filosofia ensino médioTrabalho de filosofia ensino médio
Trabalho de filosofia ensino médio
 

Último

5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
LisaneWerlang
 

Último (20)

Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 

TCC 1 UNOPAR Analise de Sistemas de Informação

  • 1. SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO WANDERSON JONER SILVA CRUZ TOTAL STATUS DE SUPRIMENTOS DE IMPRESSÃO: Controle de Suprimentos de Impressão Brasília 2014
  • 2. WANDERSON JONER SILVA CRUZ TOTAL STATUS DE SUPRIMENTOS DE IMPRESSÃO: Controle de Suprimentos de Impressão Projeto de Estágio apresentado à UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, como requisito parcial para a obtenção do título de Tecnologia em Análises e Desenvolvimento de Sistemas. Tutor Orientador: Professor Supervisor Brasília 2014
  • 3. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO......................................................................................................3 2. OBJETIVO............................................................................................................3 3. CARACTERIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO EM ESTUDO............................ 4 À 8 4. JUSTIFICATIVA ............................................................................................8 À 9 5. CRONOGRAMA .................................................................................................10 6. MODELO DE DESENVOLVIMENTO (CASCATA).............................................10 7. TECNOLOGIA.....................................................................................................10 8. LEVANTAMENTOS DE REQUISITOS.......................................................10 À 11 9. DIAGRAMA DE CASO DE USO............................................................... ..........11 10. DIAGRAMA DE CLASSE............................................................................. .......12 11. PROTOTIPAÇÃO DAS TELAS..................................................................13 A 14 12. CONCLUSÃO......................................................................................................15 13. REFERENCIAS ...................................................................................................16
  • 4. 3 1. INTRODUÇÃO Será desenvolvido trabalho de TCC 1 referente ao conteúdo do 5.º Semestre de Analise e Desenvolvimento de Sistemas de Informação, nas instalações da Fundação Banco do Brasil que me concedeu a oportunidade de iniciar e concluir este trabalho universitário. 2. OBJETIVO Objetivo: Encontrar problemas nos sistemas de informática na Fundação Banco do Brasil, onde foi observador que não se tinha controle sobre o nível de tinta / toner nas impressoras em rede da empresa foi observador que se tinhas impressoras de várias marcas, e seus gerenciadores de impressão não se comunicam, a empresa possui 4 andares no prédio Edifício Number One em Brasília Distrito Federal Capital do Brasil, a proposta é desenvolver um simples banco de dados em Microsoft Access e agregar as páginas web das impressoras em rede armazenando seus dados de controle para suprimentos de impressão, afim de realizar uma economia desde aquisição de suprimentos de impressão e a identificação dos possíveis motivos inoperabilidade das impressoras, essencial também para as impressoras que contém separados o Cilindro de Imagem e Toner (Ex. Samsung 6555), pois depois de três toners deve-se trocar o cilindro de imagem e por fim gerar uma economia para a empresa que será igual a lucro.
  • 5. 4 3. CARACTERIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO EM ESTUDO  Nome da Empresa: Fundação Banco do Brasil;  Endereço completo: Fundação Banco do Brasil, CNPJ n.º 01.641.000/0001-33, com sede no Setor Comercial Norte, Quadra “1”, Bloco “A”, Edifício Number One, 10 andar, em Brasília- DF, CEP 70.711-900;  Telefone: 61 3104-4600;  Website: http://www.fbb.org.br/;  Email: fundacaobb@fbb.org.br;  Nome e cargo da chefia direta: Fabio Marcelo Depiné, Gerente de Tecnologia da Informação da Fundação Banco do Brasil;  Ramo de Atividade e área de atuação: Atua no financiamento de projetos que buscassem soluções para problemas sociais;  Número de empregados da empresa: 170 funcionários;  Categoria dos profissionais que atuam na empresa: Bancários;  Organograma da empresa:  Produtos e serviços desenvolvidos pela empresa: AABB Comunidade: Fundado em 18 de fevereiro de 1960 e hoje considerado o melhor clube da capital federal pela Revista Veja, a Associação Atlética Banco do Brasil faz parte de uma rede de AABBs com 1.242 unidades em pleno funcionamento e espalhadas por todo o território brasileiro a fim de atender aos seus associados.
  • 6. 5 Uma das maiores AABBs, a Associação Atlética Banco do Brasil - Brasília possui uma estrutura arrojada e pronta para atender todo tipo de associado: os esportistas, os jogadores de futebol, os que preferem uma sauninha, as crianças que adoram um bom banho de piscina, ou parquinho, os que gostam de festas, bailes, shows, etc. Atende também os que preferem as atrações no Lago Paranoá como um bom passeio de barco, ou os praticantes de Optimist, de Windsurf, ou os que são amantes dos esportes artísticos como a patinação. Em sua estrutura física, a AABB – Brasília possui ginásios, inclusive para patinação, quadras poliesportivas, churrasqueiras, piscina olímpica, piscina recreativa com toboágua, campos de futebol (sintético e de grama), quadras de areia, quadra de tênis com pisos de saibro e de cimento, paredão de tênis, bares espalhados por todo o clube, com destaque para o da Orla do lago, restaurantes, salões para festas e eventos com capacidade para 5000 pessoas, Pérgula, parquinhos, sauna (seca e úmida), mesas de sinuca, futebol de mesa, Marina, amplo estacionamento, auditório, sala de estar, entre outros. O clube fica aberto de terça a sexta de 9hs às 22hs e aos sábados, domingos e feriados de 8hs as 17hs. São 03 Conselhos - Conselho de Administração, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal. CATAFORTE: O projeto Cataforte – Fortalecimento do Associativismo e Cooperativismo dos Catadores de Materiais Recicláveis tem contribuído para a transformação da vida de milhares de catadores em todo o Brasil. O Cataforte é fruto da parceria entre a Fundação do Banco do Brasil e a Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego e envolve a capacitação de 10.600 catadores em 17 estados e no Distrito Federal. Seu objetivo é mobilizar os catadores e estimular sua organização em cooperativas e associações, fortalecendo sua autonomia para gerir e atuar nas diferentes etapas da cadeia produtiva de recicláveis. O projeto prevê, ainda, equipar as organizações dos catadores, facilitando o transporte, logística e infraestrutura adequada para o trabalho.  HISTÓRICO DA EMPRESA: 1985 - Nasce uma ideia O projeto de organizar uma fundação dentro do Banco do Brasil, que tivesse todas as suas funções voltadas para o desenvolvimento social do País surgiu em 1985, quando o governo federal lançou o "Programa de Prioridades Sociais", que previa a adoção de medidas em vários campos, como alimentação, saúde, educação, emprego e habitação. Em 1º de agosto de 1986, as agências do Banco do Brasil começaram a receber as instruções sobre a criação da Fundação. 1988/1991 - Iniciando as atividades A Fundação Banco do Brasil começou a operar efetivamente em fevereiro de 1988, com a proposta de financiar projetos que buscassem soluções para problemas sociais. Nesse primeiro ano, a Fundação começou a colocar em prática a sua proposta
  • 7. 6 e desenvolveu uma série de projetos sociais em várias regiões País. Nos anos seguintes, a Fundação continuou contribuindo para a construção de uma nova realidade social no País. Foi um período de rica experiência, em que as práticas desenvolvidas desde o início da sua atuação puderam ter seus resultados avaliados. 1992/1995 - Firmando diretrizes Em 1992, iniciou-se um período de reorganização interna e mudanças no estatuto, com o objetivo de acompanhar as necessidades da população de forma mais atuante. A apresentação de planos anuais e plurianuais, que pautam a ação por meio de diretrizes e políticas previamente definidas, foi introduzida para ampliar a função social do instituidor, o Banco do Brasil. Por solicitação do Banco, o planejamento da Fundação foi incorporado ao da administração estratégica do Conglomerado e, em novembro de 1994, entrou em vigor o novo estatuto. O ano de 1995 foi marcado pela implementação de mecanismos de planejamento, que previam a aplicação de recursos financeiros em programas previamente definidos, com acompanhamento e avaliação dos resultados. 1996/1998 - Programas Próprios Este ano foi marcado pelo surgimento dos primeiros programas idealizados e executados pela própria Fundação, dentro da nova proposta de aplicação dos recursos. Foram instituídos o Programa Homem do Campo e os chamados Projetos Especiais. A Fundação Banco do Brasil também se tornou parceira da Federação das AABB (FENABB) no Programa AABB Comunidade. Em continuidade aos programas lançados no ano anterior, o Programa Homem do Campo foi estendido a 60 municípios do Brasil e o AABB Comunidade chegou a 130 Associações Atléticas Banco do Brasil, beneficiando cerca de 20 mil crianças e jovens. A Fundação também desenvolveu novas iniciativas: o Projeto Memória e o Programa Trabalho e Cidadania. No total, foram apoiados 727 projetos de outras organizações e investidos R$ 30,7 milhões. Em 1998, foram investidos R$ 28 milhões em mais de 600 projetos. A Fundação continuou ampliando sua área de atuação e criou o Projeto Criança e Vida, para apoiar, promover, financiar e incentivar ações voltadas ao atendimento a crianças e adolescentes com câncer. 1999 - Ação reorientada A Fundação Banco do Brasil aprimorou o uso de suas ferramentas de ação. Foram investidos cerca de R$ 35 milhões, atendendo comunidades de 266 municípios. Do ponto de vista institucional, a Fundação redefiniu sua maneira de atuação, formou orientadores e determinou as diretrizes para os próximos exercícios. O Programa Homem do Campo desenvolveu algumas ações dentro do formato em que foi criado, em 1996, mas ficou decidido que a iniciativa deveria ser repensada, de modo a promover uma transformação social mais abrangente nas comunidades participantes.
  • 8. 7 Perfil da Fundação em 1999 Relatório Histórico da Fundação em 1999 2000 - Educação para um novo Milênio Neste ano, a partir de uma ampla discussão proposta na Oficina de Reavaliação do Plano Estratégico de 2000, surgiram as Recomendações Estratégicas que consolidaram o perfil da Fundação como gestora de programas estruturados. Foram aplicados, ao longo de 2000, R$ 25 milhões nos programas AABB Comunidade, BB Educar, Criança e Vida, Memória, Trabalho e Cidadania e Escola Campeã. 2001 - Tecnologia Social O ano de 2001 marcou uma profunda transformação no posicionamento estratégico da Fundação. A entidade aprimorou seu potencial de articuladora social, capaz de aproximar as soluções dos problemas. Através do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, foram mobilizados ONG, universidades, governos estaduais, prefeituras, fundações e institutos de todo o País, o que possibilitou criar o Banco de Tecnologias Sociais (BTS) - um cadastro de soluções inovadoras para problemas sociais em áreas diversificadas. Com a criação do BTS, a Fundação assumiu como diretriz a disseminação de conhecimento e experiências geradoras de transformação social positiva. No campo da assistência social, surgiu uma nova iniciativa: o Programa Justiça Itinerante, voltado à modernização do poder judiciário. 2003/2006 - Foco em Educação e na Geração de Renda Em 2003 a Fundação elaborou o seu planejamento estratégico para o período 2004/2006, que estabeleceu as áreas "Educação e Cultura" e "Geração de Trabalho e Renda" como prioritárias em sinergia com a reaplicação de Tecnologias Sociais. Programas atuais foram revistos e também foi realizado um primeiro levantamento de novos programas, alcançando investimentos sociais anuais na ordem de mais de R$ 100 milhões. Catálogo "A luta contra o dragão da pobreza" (2003) 2006/2009 - Ênfase nas cadeias produtivas No final de 2006, a Fundação desenvolveu o seu planejamento trienal para o período 2007/2009. Foi mantido o posicionamento estratégico adotado anteriormente, ou seja, permanece o foco em Educação e Geração de Trabalho e Renda com suporte das Tecnologias Sociais. A ênfase do triênio é o trabalho realizado nas ações de desenvolvimento territorial e no investimento social nas cadeias produtivas da cajucultura, mandiocultura, apicultura e reciclagem. 2010/2012 - Ênfase nas questões ambientais Em 2009 realizou-se o planejamento estratégico trienal da Instituição para o período 2010/2012 onde o tema mudanças climáticas foi discutido de forma transversal. Permanece o foco em geração de Trabalho e renda e Educação e Cultura com apoio das Tecnologias Sociais.
  • 9. 8 2013/2015 - Ênfase na Inclusão Socioprodutiva O objetivo central do triênio será promover a inclusão socioprodutiva, por meio das tecnologias sociais, priorizando ações no meio urbano e rural em cinco áreas: água, agroecologia, agroindústria, resíduos sólidos e educação. O foco é propiciar acesso a oportunidades de trabalho, renda e às políticas públicas, além de contribuir para uma educação integrada e participativa. Os públicos atendidos continuam sendo os extratos menos favorecidos da população brasileira, como catadores de materiais recicláveis, assentados da reforma agrária, quilombolas, extrativistas e indígenas, dando ênfase à juventude. 4. JUSTIFICATIVA Este projeto contribui para uma economia financeira, a partir do controle de suprimentos de impressão. No decorrer do Estagio Curricular Obrigatório, observei que na Fundação Banco do Brasil, não se tinha nenhum controle de estoque para suprimentos de impressão e, nem controle de status de suprimentos de impressão. Antes do desenvolvimento do aplicativo, o cenário era o seguinte: antes de o toner finalizar seu percentual de suprimento ele era trocado por outro com 100% de seu percentual de suprimento, enquanto o toner substituído tinha ainda 20% do seu percentual e, era descartado gerando um prejuízo de 20% de pó de toner, que era para ser consumido quando chegasse ao nível zero (0%), também foi possível visualizar outras ocorrências via aplicativo como papel atolado, impressora off-line entre outros problemas observados antes do planejamento, desenvolvimento e implantação do projeto. Em pesquisas realizadas para obter uma solução rápida e barata para este problema identificado, usei a licença que a Fundação Banco do Brasil tem do aplicativo que é um pacote de aplicativos para escritório o MS Office 2010, onde usei o banco de dados licenciado Access 2010 para agregar páginas HTML e armazenar os dados de controle, estas páginas HTML referentes às impressoras em rede, que estão na intranet da Fundação banco do Brasil, usei a referência da Microsoft para desenvolver o projeto, segue logo abaixo as instruções diretamente do site da MS: Criar o Banco de Dados do Microsoft Access 1. Inicie o Microsoft Access e crie um novo banco de dados em branco chamado "HTMLAccess.mdb". 2. Crie uma nova tabela chamada "Contatos" seguindo estes passos: a. Sob Objetos, clique em Tabelas. b. Clique duas vezes em Criar tabela usando o assistente. A caixa de diálogo Assistente de Tabela aparece e pergunta quais os tipos de campos deseja criar. c. Na lista Tabelas de Exemplo, clique em Contatos. Clique no botão de seta simples (>) 10 vezes para copiar os 10 primeiros itens da lista Campos de Exemplo na lista Campos em minha nova tabela. Clique em Avançar. d. Aceite os padrões na segunda página do assistente e clique em Avançar.
  • 10. 9 e. Marque a caixa de seleção Inserir os dados na tabela usando um formulário criado pelo assistente e clique em Concluir. 3. Verifique se uma nova tabela chamada "Contatos" foi criada. Verifique também se um novo formulário chamado "Contatos" foi criado. 4. Digite as informações para os dois contatos no formulário (não é necessário digitar os valores ID Contato). Utilize a tecla TAB para mover de um campo para outro. 5. Clique no botão Fechar no formulário Contatos. Salve o formulário como Contatos. Método 1: Criar a Página de Acesso a Dados Usando o Assistente Para criar a página de acesso a dados usando o assistente, siga estes passos: 1. Inicie o Microsoft Access. Sob Objetos, clique em Páginas. Clique duas vezes em Criar página de acesso a dados usando o assistente. A caixa de diálogo Assistente de Página aparece. 2. Verifique se a tabela "Contatos" está selecionada na caixa de lista Tabelas/Consultas. Clique no botão de seta dupla (>>) para copiar todos os campos na caixa de lista Campos Selecionados. Selecione IDContato e clique no botão de seta simples (<) para cancelar a seleção desse campo. Clique em Avançar. 3. A segunda página do assistente permite organizar os dados em grupos como organizar contatos por país. Para manter o modelo simples, clique em Avançar. A terceira página pergunta sobre a ordem de classificação dos registros. Clique em Avançar. 4. A página final pergunta o título da página HTML e permite aplicar um tema à página HTML. Clique em Abrir a Página e em Concluir. A página de acesso a dados agora é criada e exibida. 5. Utilize a barra de navegação Registro na parte inferior da página de acesso a dados para mover pelos registros e criar mais dois contatos. 6. No menu Arquivo, clique em Salvar. Salve a página de acesso a dados como "Contacts.htm" na pasta Meus Documentos. 7. Leia a mensagem que aparece e clique em OK. Feche a página de acesso a dados. 5. MODELO DE DESNVOLVIMENTO (CASCATA)
  • 11. 10 6. CRONOGRAMA 7. TECNOLOGIA Será necessário um computador ligado em rede, com o S.O Windows (XP, Vista, 7, 8 ou 8.1). No Microsoft Access 2010 será implementado o banco de dados e também agregará as páginas WEB das impressoras em rede. Para modelar as classes será utilizado o Br-Modelo. Para modelar o Diagrama de Classes, Use Case e Estados será utilizado o Astah. Os endereços de rede das impressoras o IP (Protocolo de Internet), para que o aplicativo acesse as impressoras pelo endereço de rede, que retornará uma página em HTML e será exibida no aplicativo. 8. LEVANTAMENTO DE REQUISITOS O Aplicativo de Controle de Status de Suprimentos de Impressão, tem a finalidade de armazenar as informações das impressoras em rede da Fundação Banco do Brasil, gerando relatórios, consultas ao banco de dados, histórico de problemas, modelos de toner’s referentes as impressoras, guardará dados como patrimônio, gerencia, andar e etc:  Os relatórios ajudarão no controle de gastos com os toners e cilindros de imagem;  Pesquisas serão feitas pelos atributos (andar, gerencia, impressora,
  • 12. 11 patrimônio);  Identificar se o suprimento veio abaixo do adquirido, pois eu identifiquei vários suprimentos comprados lacrados, que quando abertos estavam abaixo do percentual de 100% gerando prejuízo para a empresa. 9. DIAGRAMA DE CASO DE USO O usuário irá alimentar o sistema, coletando os dados que estão disponíveis na página HTML e alimentado os atributos do banco de dados, gerando relatório de valores menores que 30% para ter tempo de verificar no estoque se disponibilidade do toner, se não houver fazer pedido, tempo bastante para a chegada do novo pedido, até que se chegue ao percentual 0% quando se fará a troca do toner o cilindro de imagem. O Administrador irá inserir e excluir as impressoras.
  • 13. 12 10. DIAGRAMA DE CLASSE Um usuário faz login, validação verifica usuário e senha para autenticar o acesso ao sistema no banco de dados, usuário logado faz a coleta dos dados e insere no banco de dados, o sistema é um controle de status de suprimentos das impressoras, as impressoras estão relacionadas a um andar, as impressoras contém toner e cilindro de imagem, cilindro de imagem te porcentagem de status, toner tem modelo de suprimento e status de porcentagem, as impressoras tem nome, estão relacionadas a uma gerencia e um andar.
  • 14. 13 11. PROTOTIPAÇÃO DAS TELAS Tela de Login Tela principal
  • 15. 14 Tela de Relatório das Impressoras em Rede Tela de Relatório de valores menores que 30%
  • 16. 15 12. CONCLUSÃO Este Estagio me proporcionou um aprendizado de desenvolvimento em um projeto de forma real e física, saindo das teorias e entrando nas práticas que é o objetivo principal deste curso de graduação. Pude vivenciar como uma organização de grande porte funciona, pude observar, identificar, analisar e desenvolver uma solução, automatizando com tecnologia que é ensinada na Universidade Unopar, através do conhecimento absorvido nas aulas e provas que que são um grande desafio para os alunos da Unopar, que é de alta qualidade os ensinamentos ao nível de concurso, deixando o graduando em Analise e Desenvolvimento de Sistemas de Informação no nível do mercado de trabalho, onde há trabalho mas falta mão de obra especializada. Este aplicativo desenvolvido passou por homologação da equipe de desenvolvimento e está implantado e em funcionamento, controlando os status de suprimentos das impressoras em rede da Fundação Banco do Brasil.
  • 17. 16 13. REFERENCIAS COMO: CONECTAR UMA PÁGINA HTML A UM BANCO DE DADOS DO MICROSOFT ACCESS, Endereço Eletrônico Disponível Em: http://support.microsoft.com/kb/308459/pt-br; IMPORTAR OU VINCULAR DADOS E OBJETOS, Endereço Eletrônico Disponível Em: http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/importar-ou-vincular-dados-e-objetos- HP005187610.aspx; CRIAR UM NOVO BANCO DE DADOS, Endereço Eletrônico Disponível Em: http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/criar-um-novo-banco-de-dados- HA010037837.aspx; VIDEOS - USECASE DIAGRAM, Endereço Eletrônico Disponível Em: http://astah.net/videos/usecase-diagram; MODELANDO UMA HERANÇA NO JUDE/ASTAH, Endereço Eletrônico Disponível Em: http://www.devmedia.com.br/modelando-uma-heranca-no-jude-astah/ 24781; APLICATIVO PARA PROTOTIPAÇÂO, Endereço Eletrônico Disponível Em: https://balsamiq.com/; CRIAR AS TABELAS DE UM NOVO BANCO DE DADOS, Saiba Mais EM: http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/criar-as-tabelas-de-um-novo-banco-de- dados-RZ101772996.aspx; SOBRE A PROTEÇÃO DE UMA PÁGINA DE ACESSO A DADOS, Saiba Mais Em: http://office.microsoft.com/pt-br/access-help/sobre-a-protecao-de-uma-pagina-de-acesso- a-dados-HP005279151.aspx.