SlideShare uma empresa Scribd logo
Simetrias Geometria: Prof. Eliane Música: http://br.youtube.com/watch?v=PleKzmBMGW4
Definição ,[object Object],[object Object]
 
Tipos de Simetria ,[object Object],[object Object]
Tipos de Simetria ,[object Object],[object Object]
Tipos de Simetria Reflexão Refletir um objeto significa produzir sua imagem no espelho. Cada reflexão tem um eixo "a linha do espelho". Uma reflexão de um " R " é um R para trás.
Tipos de Simetria ,[object Object],[object Object]
RESUMINDO Reflexão                         Translação                         Rotação                         Reflexão com Deslizamento                        
Simetria na Língua Portuguesa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Exemplos de Palíndromos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Simetria na Arte Islâmica
M. C. Escher (1898 – 1970)  Artista ou Matemático??? Mauritus Cornelis Escher, nasceu em Leeuwarden na Holanda em 1898,  faleceu em 1970  e dedicou toda a sua vida às artes gráficas. Na sua juventude não foi um aluno brilhante, nem sequer manifestava grande interesse pelos estudos, mas os seus pais conseguiram convencê-lo a ingressar na Escola de Belas Artes de Haarlem para estudar arquitetura. Foi lá que conheceu o seu mestre, um professor de Artes Gráficas judeu de origem portuguesa, chamado Jesserum de Mesquita.
Obras de Escher ,[object Object]
“ Day and Night”   Se nos fixarmos no losango branco central a baixo, automaticamente somos levados até ao céu, e o que de início era uma simples figura geométrica rapidamente se transforma num pássaro. Os pássaros brancos voam para a direita em direção à noite que recobre uma pequena aldeia holandesa à beira de um rio. Os pássaros negros, por sua vez, sobrevoam uma imagem iluminada pelo sol, que é exatamente a imagem refletida da paisagem noturna.
Drawing Hands Uma folha de papel está presa a uma prancheta. A mão direita desenha a manga de uma camisa. Ela ainda não tem o trabalho concluído, mas um pouco mais à direita, uma mão esquerda que sai de dentro da manga, está já desenhada tão pormenorizadamente, que se levanta da superfície e, por sua vez, como se fosse uma parte viva do corpo, desenha a manga donde sai a mão direita.
Concave and Convex Três casas estão colocadas perto umas das outra. A da esquerda vê-se de fora, a da direita de dentro e a do centro vê-se facultativamente de dentro ou de fora. Em baixo à esquerda, um homem sobe uma escada para uma plataforma. Perto do homem adormecido encontrará uma bacia em forma de concha. Do lado direito alguém sobe uma outra escada, mas então, o que visto da esquerda parecia uma escada, torna-se agora no lado interior de uma abóbada, e a plataforma que era chão firme transforma-se em teto.
Releitura das obras de Escher Relativity
Outras obras de Escher
Bibliografia Online ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Homem Vitruviano:  de Da Vinci ao século XXI

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
luisprista
 
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E RimaPara Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
Brenda Tacchelli
 
[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem
7 de Setembro
 
Análise de "Solombra", de cecília meireles
Análise de "Solombra", de cecília meirelesAnálise de "Solombra", de cecília meireles
Análise de "Solombra", de cecília meireles
ma.no.el.ne.ves
 
Exercícios sobre estudo da poesia
Exercícios sobre estudo da poesiaExercícios sobre estudo da poesia
Exercícios sobre estudo da poesia
ma.no.el.ne.ves
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
Glauco Souza
 
O que é para mim a poesia
O que é para mim a poesiaO que é para mim a poesia
O que é para mim a poesia
bibliodinis
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5
luisprista
 
Redação: Versificação
Redação: VersificaçãoRedação: Versificação
Redação: Versificação
7 de Setembro
 
Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
Denise Compasso
 

Mais procurados (10)

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
 
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E RimaPara Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
 
[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem
 
Análise de "Solombra", de cecília meireles
Análise de "Solombra", de cecília meirelesAnálise de "Solombra", de cecília meireles
Análise de "Solombra", de cecília meireles
 
Exercícios sobre estudo da poesia
Exercícios sobre estudo da poesiaExercícios sobre estudo da poesia
Exercícios sobre estudo da poesia
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
 
O que é para mim a poesia
O que é para mim a poesiaO que é para mim a poesia
O que é para mim a poesia
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 5
 
Redação: Versificação
Redação: VersificaçãoRedação: Versificação
Redação: Versificação
 
Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
 

Destaque

Simetrias!!!
Simetrias!!!Simetrias!!!
Simetrias!!!
Manal_Najmediine
 
Translacao rotacao reflexao-2
Translacao rotacao reflexao-2Translacao rotacao reflexao-2
Translacao rotacao reflexao-2
Joel Cardoso
 
Simetrias: Axial e Rotacional
Simetrias: Axial e RotacionalSimetrias: Axial e Rotacional
Simetrias: Axial e Rotacional
Lisa Santos
 
Isometrias
IsometriasIsometrias
Isometrias
estudamatematica
 
Memoria3 06 03 2010
Memoria3 06 03 2010Memoria3 06 03 2010
Memoria3 06 03 2010
Mariana Rodrigues
 
Memoria4
Memoria4Memoria4
A simetria
A simetriaA simetria
A simetria
PsyShark
 
A simetria
A simetriaA simetria
A simetria
Rui Amaro
 
Cevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triânguloCevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triângulo
FABRÍCIO SANTOS
 
Simetria 4 ano a 2013
Simetria 4 ano a 2013Simetria 4 ano a 2013
Simetria 4 ano a 2013
luciahelenaferreira
 
A princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritoresA princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritores
pipatcleopoldina
 
Os números
Os númerosOs números
Os números
Sílvia Amado
 

Destaque (12)

Simetrias!!!
Simetrias!!!Simetrias!!!
Simetrias!!!
 
Translacao rotacao reflexao-2
Translacao rotacao reflexao-2Translacao rotacao reflexao-2
Translacao rotacao reflexao-2
 
Simetrias: Axial e Rotacional
Simetrias: Axial e RotacionalSimetrias: Axial e Rotacional
Simetrias: Axial e Rotacional
 
Isometrias
IsometriasIsometrias
Isometrias
 
Memoria3 06 03 2010
Memoria3 06 03 2010Memoria3 06 03 2010
Memoria3 06 03 2010
 
Memoria4
Memoria4Memoria4
Memoria4
 
A simetria
A simetriaA simetria
A simetria
 
A simetria
A simetriaA simetria
A simetria
 
Cevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triânguloCevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triângulo
 
Simetria 4 ano a 2013
Simetria 4 ano a 2013Simetria 4 ano a 2013
Simetria 4 ano a 2013
 
A princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritoresA princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritores
 
Os números
Os númerosOs números
Os números
 

Semelhante a Simetrias

Figuras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anoFiguras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 ano
mfmpafatima
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
newtonbonfim
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
Pedro Barros
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12
luisprista
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
professorakathia
 
O que é a literatura?
O que é a literatura?O que é a literatura?
O que é a literatura?
Luci Cruz
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
7 de Setembro
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
luisprista
 
Aula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptxAula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptx
JHony342614
 
DIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSE
DIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSEDIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSE
DIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSE
CarolineFrancielle
 
Figuras linguagem Completo
Figuras linguagem CompletoFiguras linguagem Completo
Figuras linguagem Completo
Júnior Maciel
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
claudia murta
 
Teoria literária
Teoria literáriaTeoria literária
Teoria literária
rosangelajoao
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Wellington Lopes
 
Lingua Portuguesa
Lingua PortuguesaLingua Portuguesa
Lingua Portuguesa
otsciepalexandrecarvalho
 
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaBanco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
otsciepalexandrecarvalho
 
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDioTeoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 

Semelhante a Simetrias (18)

Figuras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anoFiguras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 ano
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 11-12
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
O que é a literatura?
O que é a literatura?O que é a literatura?
O que é a literatura?
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
 
Aula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptxAula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptx
 
DIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSE
DIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSEDIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSE
DIVERSAS FIGURAS DE LINGUAGEM SLIDE ESSE
 
Figuras linguagem Completo
Figuras linguagem CompletoFiguras linguagem Completo
Figuras linguagem Completo
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
 
Teoria literária
Teoria literáriaTeoria literária
Teoria literária
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Lingua Portuguesa
Lingua PortuguesaLingua Portuguesa
Lingua Portuguesa
 
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaBanco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
 
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDioTeoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
 

Mais de Mariana Rodrigues

Memoria 17 04-10
Memoria 17 04-10Memoria 17 04-10
Memoria 17 04-10
Mariana Rodrigues
 
Memoria6 08 05_2010
Memoria6 08 05_2010Memoria6 08 05_2010
Memoria6 08 05_2010
Mariana Rodrigues
 
Texto mariadolores
Texto mariadoloresTexto mariadolores
Texto mariadolores
Mariana Rodrigues
 
Folder iii shiam (9)
Folder iii shiam (9)Folder iii shiam (9)
Folder iii shiam (9)
Mariana Rodrigues
 
Memoria Gepemf
Memoria GepemfMemoria Gepemf
Memoria Gepemf
Mariana Rodrigues
 
Prova Ofa Mat
Prova Ofa MatProva Ofa Mat
Prova Ofa Mat
Mariana Rodrigues
 
Gabaritos Pebii
Gabaritos PebiiGabaritos Pebii
Gabaritos Pebii
Mariana Rodrigues
 
Prova Matematica Peb Ii Completa
Prova Matematica Peb Ii CompletaProva Matematica Peb Ii Completa
Prova Matematica Peb Ii Completa
Mariana Rodrigues
 
NúMeros Complexos
NúMeros ComplexosNúMeros Complexos
NúMeros Complexos
Mariana Rodrigues
 
Relato Simetrias Eliane
Relato Simetrias ElianeRelato Simetrias Eliane
Relato Simetrias Eliane
Mariana Rodrigues
 
Atividade Simetria
Atividade SimetriaAtividade Simetria
Atividade Simetria
Mariana Rodrigues
 
G E P E M F1
G E P E M F1G E P E M F1
G E P E M F1
Mariana Rodrigues
 

Mais de Mariana Rodrigues (13)

Memoria 17 04-10
Memoria 17 04-10Memoria 17 04-10
Memoria 17 04-10
 
Memoria6 08 05_2010
Memoria6 08 05_2010Memoria6 08 05_2010
Memoria6 08 05_2010
 
Texto mariadolores
Texto mariadoloresTexto mariadolores
Texto mariadolores
 
Folder iii shiam (9)
Folder iii shiam (9)Folder iii shiam (9)
Folder iii shiam (9)
 
Memoria Gepemf
Memoria GepemfMemoria Gepemf
Memoria Gepemf
 
Gabarito Ofa Mat
Gabarito Ofa MatGabarito Ofa Mat
Gabarito Ofa Mat
 
Prova Ofa Mat
Prova Ofa MatProva Ofa Mat
Prova Ofa Mat
 
Gabaritos Pebii
Gabaritos PebiiGabaritos Pebii
Gabaritos Pebii
 
Prova Matematica Peb Ii Completa
Prova Matematica Peb Ii CompletaProva Matematica Peb Ii Completa
Prova Matematica Peb Ii Completa
 
NúMeros Complexos
NúMeros ComplexosNúMeros Complexos
NúMeros Complexos
 
Relato Simetrias Eliane
Relato Simetrias ElianeRelato Simetrias Eliane
Relato Simetrias Eliane
 
Atividade Simetria
Atividade SimetriaAtividade Simetria
Atividade Simetria
 
G E P E M F1
G E P E M F1G E P E M F1
G E P E M F1
 

Simetrias

  • 1. Simetrias Geometria: Prof. Eliane Música: http://br.youtube.com/watch?v=PleKzmBMGW4
  • 2.
  • 3.  
  • 4.
  • 5.
  • 6. Tipos de Simetria Reflexão Refletir um objeto significa produzir sua imagem no espelho. Cada reflexão tem um eixo "a linha do espelho". Uma reflexão de um " R " é um R para trás.
  • 7.
  • 8. RESUMINDO Reflexão                         Translação                         Rotação                         Reflexão com Deslizamento                        
  • 9.
  • 10.
  • 11. Simetria na Arte Islâmica
  • 12. M. C. Escher (1898 – 1970)  Artista ou Matemático??? Mauritus Cornelis Escher, nasceu em Leeuwarden na Holanda em 1898, faleceu em 1970 e dedicou toda a sua vida às artes gráficas. Na sua juventude não foi um aluno brilhante, nem sequer manifestava grande interesse pelos estudos, mas os seus pais conseguiram convencê-lo a ingressar na Escola de Belas Artes de Haarlem para estudar arquitetura. Foi lá que conheceu o seu mestre, um professor de Artes Gráficas judeu de origem portuguesa, chamado Jesserum de Mesquita.
  • 13.
  • 14. “ Day and Night” Se nos fixarmos no losango branco central a baixo, automaticamente somos levados até ao céu, e o que de início era uma simples figura geométrica rapidamente se transforma num pássaro. Os pássaros brancos voam para a direita em direção à noite que recobre uma pequena aldeia holandesa à beira de um rio. Os pássaros negros, por sua vez, sobrevoam uma imagem iluminada pelo sol, que é exatamente a imagem refletida da paisagem noturna.
  • 15. Drawing Hands Uma folha de papel está presa a uma prancheta. A mão direita desenha a manga de uma camisa. Ela ainda não tem o trabalho concluído, mas um pouco mais à direita, uma mão esquerda que sai de dentro da manga, está já desenhada tão pormenorizadamente, que se levanta da superfície e, por sua vez, como se fosse uma parte viva do corpo, desenha a manga donde sai a mão direita.
  • 16. Concave and Convex Três casas estão colocadas perto umas das outra. A da esquerda vê-se de fora, a da direita de dentro e a do centro vê-se facultativamente de dentro ou de fora. Em baixo à esquerda, um homem sobe uma escada para uma plataforma. Perto do homem adormecido encontrará uma bacia em forma de concha. Do lado direito alguém sobe uma outra escada, mas então, o que visto da esquerda parecia uma escada, torna-se agora no lado interior de uma abóbada, e a plataforma que era chão firme transforma-se em teto.
  • 17. Releitura das obras de Escher Relativity
  • 18. Outras obras de Escher
  • 19.
  • 20.  
  • 21. Homem Vitruviano: de Da Vinci ao século XXI