SlideShare uma empresa Scribd logo
EDIÇÃO 77
maio 2019
ENTREVISTA
EuricoBrilhanteDias–SecretáriodeEstadodaInternacionalização
«O Porto de Sines e a sua área industrial envolvente são elementos
distintivos do sistema portuário português e são a “nossa joia da coroa”.»
COORDENADAS
Porto de Sines encerra 2018 com mais um record na Carga Contentorizada
DIPLOMACIA ECONÓMICA NO FOCO DA APS
PORTO DE SINES REFORÇA ESTRATÉGIA
DE INTERNACIONALIZAÇÃO
EDIÇÃO Nº77
DIRETOR
José Luís Cacho
PROPRIEDADE
Administração dos Portos de Sines
e do Algarve, SA
Número de Registo: DSC.RV.19.001
Contribuinte n.º 501 208 950
Depósito Legal: 276191/08
ISSN 1646-2882
SEDE
Apartado 16, EC SINES
7521-953 Sines
T 269 860 600
F 269 860 690
E geral@apsinesalgarve.pt
www.apsinesalgarve.pt
ENTREVISTA
• Eurico Brilhante Dias - Secretário de Estado da
Internacionalização
DESTAQUE
• Diplomacia económica no foco da APS
PROJETOS
• Focomar
• Bluetech Accelerator
COORDENADAS
• Porto de Sines encerra 2018 com mais um record na Carga
Contentorizada
PORTO SEGURO
• Formação no Porto de Sines
• COE e CCP operacionais
O PORTO E A CIDADE
• APS celebra dia internacional da mulher
• Auditório da APS recebeu Workshop
RADAR
GDCAPS
• Atividades desportivas preencheram o início do ano
REVISTA DE IMPRENSA
4
6
9
10
12
14
15
18
19
No porto de Sines e para os âmbitos declarados - ver certificados
em www.portodesines.pt
EDIÇÃO Nº77
Num mundo cada vez mais interconectado, importa
sairmos da redoma, esquadrinhar os quatro cantos
do globo, procurando novos mercados, agarrando
oportunidades à espreita.
A dimensão do Porto de Sines exige um reforço da nossa
estratégia de internacionalização; esforço permanente,
persistente, focado.
Este é o tema em destaque na edição de abril da nossa
revista. Relevo para a diplomacia económica, que obriga
a um congregar de esforços, como a recentíssima viagem
de uma delegação do Alentejo aos EUA bem demonstra,
o Porto de Sines como estandarte de uma região que
legitimamente anseia por mais progresso e bem-estar para
os seus.
A aposta na formação continua a ser uma das marcas
distintivas da APS, com iniciativas várias, em frentes
diversas, preparando hoje o devir que, já todos
percebemos, chegará mais exigente.
Detalhamos, nesta edição, os Projetos “Focomar”, BlueTech
Accelerator”, para além de ações de formação de técnicos
de pilotagem e tripulações.
Referência ainda para o orgulho que sentimos pelo
arranque do novo Centro de Operações de Emergência e
Centro Coordenador de Protecção.
Num porto sempre em movimento, celebrámos o 41.º
aniversário, recebemos personalidades ilustres, do
Presidente da República – no nosso stand na OVIBEJA -,
à Directora Executiva da EMSA, passando por dezenas de
alunos da ENIDH e da Academia MSC.
Num trimestre onde, nas ondas da rádio, se destacaram as
duas mulheres-piloto ao serviço no Porto de Sines – há três
a trabalhar em Portugal -, celebrámos o Dia Internacional da
Mulher com um evento dedicado a uma Igualdade Saudável.
E celebramos, também, a atribuição, uma vez mais, à APS,
do galardão CEEP-CSR, rótulo europeu de responsabilidade
social nos serviços públicos.
EDITORIAL
PORTO DE SINES NA ROTA DO MUNDO
3
EDIÇÃO Nº63
EDITORIAL
EDIÇÃO Nº77
4
EURICO BRILHANTE DIAS
SECRETÁRIO DE ESTADO DA INTERNACIONALIZAÇÃO
Depois de conhecer bem Sines, enquanto Administrador
Executivo da AICEP Global Parques, onde acompanhou
diversos projetos na área portuária e logística, como vê a
evolução do Porto de Sines ao longo destes anos?
O Porto de Sines é um importante ativo estratégico
nacional com relevo no contexto portuário europeu e
internacional. No período em que fui administrador na
AICEP Global Parques tínhamos objetivos bem definidos
como reforçar o posicionamento internacional tanto do
Porto como da Zona Industrial e logística de Sines (ZILS).
Dentro deste posicionamento, destaco a captação de
investimento para esta área e a meta de ultrapassar
os 100 Mil TEU no Terminal XXI. Recordo com particular
satisfação o dia em que esse objetivo se concretizou.
Hoje, temos este terminal a movimentar mais de 1 milhão
750 mil TEU, portanto, em dez anos, multiplicámos
praticamente por 18 o número de carga contentorizada
no Porto de Sines; estão localizadas na ZILS algumas das
principais empresas da área da energia, responsáveis
pelo abastecimento energético nacional. Os resultados
obtidos hoje são reflexo de uma visão estratégica,
concretizada de forma largamente satisfatória.
A eficiência e competitividade têm ultrapassado as
expetativas, mas queremos mais.
Afirma muitas vezes que “é apaixonado por Sines” e que
“o porto de Sines é a nossa joia da coroa” e “o elemento
distintivo do sistema portuário português”. De onde
surgiu esta admiração/carinho pelo Porto de Sines?
Este porto e a sua área industrial envolvente são, de facto,
elementos distintivos do sistema portuário português e
são, claro, a “nossa joia da coroa”, porque nos distinguem
e projetam no panorama internacional. Sines detém várias
particularidades que o individualizam: desde logo suas
caraterísticas físicas, pois é um porto de águas profundas
capaz de acolher variados tipos de embarcações, com
ENTREVISTA | EURICO BRILHANTE DIAS
EDIÇÃO Nº77
5
uma área circundante com capacidade de expansão;
depois, a sua posição geoestratégica – fachada ibero-
atlântica- onde se cruzam algumas das mais importantes
rotas marítimas internacionais desde o Mediterrâneo
a Este, ao Canal do Panamá a Oeste, como às rotas do
atlântico a Norte e às africanas a Sul, fator que o permite
estar ligado diretamente aos principais mercados de
produção e consumo internacionais.
Como Secretário de Estado da Internacionalização sente-
se responsável por divulgar o Porto de Sines como um
porto em constante crescimento?
É fundamental promover e reforçar a oferta nacional junto
dos principais atores internacionais. Nas funções que me
foram atribuídas, sinto-me claramente responsável por
divulgar além-fronteiras os principais recursos existentes
no país nas diversas vertentes, seja ao nível portuário
seja, por exemplo, ao nível agrícola, como o Alqueva. O
Porto de Sines é já considerado uma referência mundial,
mas a promoção e reforço da visibilidade das suas
valências é determinante. Nas deslocações ao exterior
sente-se esse reconhecimento, seja nos EUA, no México,
na República Popular da China, Alemanha ou no Egipto,
mas o caminho é contínuo e temos de reforçar sempre
o trabalho desenvolvido para captar cada vez mais
oportunidades.
E, na sua opinião, qual o impacto que a atividade do Porto
de Sines tem no país? Acredita que a região de Sines terá
um papel importante no futuro do setor industrial?
Todos os portos são importantes ativos nacionais. Sines
é responsável por mais de 50% da carga contentorizada
em Portugal, inserido nas principais ligações marítimas
internacionais, possui a maior área industrial e logística
da Península Ibérica e ainda tem localizadas na ZILS
algumas das principais empresas do setor energético que
o tornam um referencial no abastecimento energético
do país, recetor de gás natural, carvão mineral e crude.
Conforme já mencionei, beneficia de caraterísticas físicas
favoráveis (capacidade de receber diversos tipos de
navios graças à profundidade das águas), com condições
de ordenamento territorial favorável pois permitem a
expansão da área industrial (sem pressões urbanas).
Acrescento ainda a importância das ligações terrestes
tanto ferroviária como rodoviárias. Todos estes fatores
reunidos são determinantes para a atração de mais e
melhor investimento que beneficiam Sines e, claro, o país.
Na sua opinião, que vantagens trazem as empresas
multinacionais para a região de Sines?
Hoje Portugal e a Europa atravessam desafios
demográficos e a atração de empresas em regiões como
Sines, no Alentejo, são determinantes para dinamizar
e potenciar o território.
A captação de investimento direto potencia a
localização geográfica onde se insere, seja no ponto
de vista económico e financeiro, seja ao nível de
projeção internacional, e mesmo ao nível humano.
As externalidades resultantes são maioritariamente
positivas seja pela necessidade de atração de recursos
humanos que, neste caso, são geralmente altamente
qualificados, seja ao nível dos serviços subjacentes como
escolas, centros médicos, banca, entre outros.
Considera-se otimista em relação ao futuro do Porto de
Sines?
Sem dúvida. O Porto de Sines tem crescido de forma
eficiente e sustentada e este percurso de sucesso
continuará a ser trilhado. Em 10 anos, ultrapassou as
expetativas e, conforme disse, tem condições favoráveis
para continuar esta trajetória positiva, posicionando-se
e posicionando Portugal no quadro do sistema portuário
internacional.
EURICO BRILHANTE DIAS | ENTREVISTA
O Porto de Sines é um importante
ativo estratégico nacional com
relevo no contexto portuário
europeu e internacional.
EDIÇÃO Nº77
6
DIPLOMACIA ECONÓMICA NO FOCO DA APS
PORTO DE SINES REFORÇA ESTRATÉGIA DE INTERNACIONALIZAÇÃO
DESTAQUE
No sentido de divulgar o Porto de Sines e as suas excelentes
condições logísticas, a Administração dos Portos de Sines
e do Algarve – APS, tem vindo a reforçar os seus contactos
a nível internacional dando, assim, continuidade a várias
iniciativas de diplomacia económica e aos seus objetivos
estratégicos de internacionalização.
O Porto de Sines é um porto de águas profundas, líder
nacional na quantidade de mercadorias movimentadas
e apresenta condições naturais ímpares na costa
portuguesa para acolher todos os tipos de navios. Dotado
de modernos terminais especializados, pode movimentar
os diferentes tipos de mercadorias, está aberto ao mar
e conta com excelentes acessibilidades marítimas sem
constrangimentos.
Principal porto na fachada ibero-atlântica, cujas
características geofísicas têm contribuído para a sua
consolidação como ativo estratégico nacional, o Porto de
Sines é, por um lado, a principal porta de abastecimento
energético do país, através do petróleo e derivados,
carvão e gás natural e, por outro, posiciona-se já como
um importante porto de carga geral/contentorizada com
elevado potencial de crescimento para ser uma referência
EDIÇÃO Nº77
7DESTAQUE
ibérica, europeia e mundial.
É com esta convicção, e a certeza de Portugal ter no Porto
de Sines um importante ativo estratégico a nível nacional
e relevante no contexto portuário europeu e internacional,
que a APS tem intensificado a sua atuação. O principal
objetivo é dar a conhecer internacionalmente, não só
as excelentes condições do Porto de Sines, como a sua
eficiência e competitividade.
Foi com este intuito que o Porto de Sines participou na
Intermodal South America, com todos os outros Portos
de Portugal, pela segunda vez em conjunto e sob a égide
da Associação dos Portos de Portugal (APP). Um evento
internacional de referência, que assinalou a sua 25.ª edição
e decorreu durante três dias, com início a 19 de março, em
São Paulo, no Brasil.
Num único espaço de 29 mil m2, reuniram-se mais de 400
expositores e 32 mil profissionais oriundos de 22 países,
dos setores do shipping e da logística.
Um encontro durante o qual o Porto de Sines deixou bem
clara a importância do reforço da imagem do setor portuário
português ao serviço do comércio internacional.
Durante este evento, a Administração dos Portos de Sines
e Algarves (APS) e a Associação de Comércio Exterior do
Brasil (AEB) assinaram um memorando de cooperação,
concretizado por José Luís Cacho, Presidente da APS e José
Augusto de Castro, Presidente da AEB.
Com a finalidade de melhorar a logística e a redução
de custos, tanto para o mercado europeu como para o
comércio brasileiro, esta iniciativa pretende ainda alcançar
um aumento a nível de competitividade do comércio exterior
brasileiro, em especial para a União Europeia.
No decorrer da iniciativa, José Augusto de Castro elogiou
o Porto de Sines, referindo que esta cooperação entre os
dois portos será uma mais valia, uma vez que “o porto tem
cinco terminais, é o mais competitivo na costa atlântica,
tem tarifas portuárias competitivas, além de contar com
logística integrada (marítima, ferroviária e rodoviária),
condições que facilitam o trânsito dos produtos para que
cheguem com celeridade aos mais diversos destinos
europeus”.
Igualmente com o objetivo de divulgação internacional,
e também integrado na promoção conjunta dos portos
nacionais, sob a marca Cruise Portugal, o Porto de Portimão
esteve novamente presente no maior certame internacional
da indústria dos Cruzeiros – a Seatrade Cruise Global, que
teve lugar em Miami, durante o mês de abril.
O Terminal de Cruzeiros de Portimão continuou a crescer
em 2018, ano em que recebeu 36.786 passageiros, o que
correspondeu a um crescimento homólogo de 23%. De
sublinhar que os 66 navios que escalaram em Portimão em
2018 foram, em média, de maiores dimensões, já que o GT
total registou uma variação homóloga de 14,7%.
EDIÇÃO Nº77
8 DESTAQUE
Já no que respeita ao tráfego de pessoas em ferry,
destacou-se o retomar da ligação entre o Continente a
Região Autónoma da Madeira, com 12 escalas recebidas de
navios vindos do Porto do Funchal, que transportaram um
total de 10.607 passageiros.
Os resultados obtidos aos dias de hoje pela Administração
dos Portos de Sines e do Algarve são a consequência de
uma visão estratégica, que se comprova diariamente
através de protocolos com diferentes países e entidades
portuárias e de sucessivos pedidos de delegações
internacionais para visitas às instalações portuárias.
É exemplo disso a visita da delegação de técnicos da
Zona Económica do Canal do Suez, que no decorrer da
Portugal Shipping Week, visitou o Porto de Sines no âmbito
do protocolo de cooperação celebrado entre a APS –
Administração dos Portos de Sines e do Algarve e a SCZone
– Suez Canal Economic Zone.
O primeiro dia de trabalhos contou com a presença do
Embaixador do Egipto em Portugal, Adel Elalfy, que reuniu
com o Presidente da APS, José Luís Cacho.
Colocando em prática o estabelecido no documento
assinado, este encontro teve como finalidade a troca de
conhecimentos no âmbito dos sistemas de informação, com
especial destaque para o funcionamento da JUP – Janela
Única Portuária e a sua ligação com a Autoridade Tributária
e Aduaneira, fator considerado pela delegação egípcia como
determinante para o sucesso da plataforma eletrónica de
despacho de navios e mercadorias.
A delegação teve ainda a oportunidade de visitar o Centro
de Despacho de Navios do Porto de Sines e conhecer em
detalhe o funcionamento de cada terminal portuário,
assim como o relacionamento entre o porto e a ZILS – Zona
Industrial e Logística de Sines.
Com a prossecução dos objetivos que levaram à assinatura
do protocolo, as duas entidades reconhecem o interesse
mútuo em estabelecer uma relação de parceria e
cooperação para o desenvolvimento económico, tanto no
aumento de oportunidades de negócios e volumes para
o Porto de Sines, como no aumento do tráfego através do
Canal de Suez.
Sendo a promoção e reforço da visibilidade internacional
do Porto de Sines determinante para o seu futuro, também
o Embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal,
George E. Glass, visitou esta infraestrutura portuária no
final do mês de fevereiro, com o objetivo de conhecer as
oportunidades que o porto do litoral alentejano oferece ao
mercado norte-americano.
De sublinhar que, nos últimos anos, o Porto de Sines tem
tido um importante papel no relacionamento comercial
entre Portugal e os Estados Unidos, quer através das
importações, onde se destaca o Gás Natural Liquefeito
(GNL) e o carvão mineral, como nas exportações para
aquele país, designadamente gasolinas, e no segmento da
carga contentorizada.
Na reunião da delegação diplomática com o Conselho
de Administração da APS, o Presidente José Luís Cacho,
destacou as oportunidades de investimento que Sines
oferece às empresas americanas nos diversos segmentos
de mercado, reforçando assim a capacidade existente de
receber novos projetos que possibilitem o incremento do
relacionamento comercial entre os dois países. A Comitiva
teve ainda oportunidade de visitar os terminais portuários.
Reforçando os laços já existentes com Angola e no âmbito
do protoloco de cooperação com a Empresa Portuária de
Luanda E.P., a APS ministrou, em Luanda, uma formação on
job na área da Comunicação.
O Protocolo de Cooperação entre a APS e a Empresa
Portuária de Luanda E.P., em vigor desde abril 2016,
tem como objetivo a promoção de intercâmbios de
conhecimentos e experiências técnicas nos domínios
da atividade e dos transportes marítimos, com foco
na formação e na prática em contexto de trabalho em
diferentes áreas.
Ao longo dos anos, a APS já recebeu diversos grupos de
formandos, por diversas ocasiões, desde a assinatura deste
Protocolo, abrangendo diferentes áreas, desde a Pilotagem
à Gestão de Concessões.
São iniciativas como estas que fortalecem o Porto de
Sines e são determinantes para dinamizar e divulgar esta
infraestrutura portuária projetando-a a nível internacional.
EDIÇÃO Nº77
PROJETOS 9
FOCOMAR
PROJETO PARA OPERADORES LOGÍSTICOS E PME NO HINTERLAND DO PORTO DE SINES
O Porto de Sines é uma das áreas de intervenção
referenciadas no projeto FOCOMAR, projeto cofinanciado pelo
Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), com o
objetivo de promover o comércio marítimo entre as PME.
Sendo os espaços portuários uma das principais vantagens
competitivas do espaço de cooperação, este projeto tem
como finalidade a promoção da competitividade no setor do
transporte marítimo.
A Administração dos Portos de Sines e do Algarve tem todo o
interesse em participar no FOCOMAR, uma vez que o Porto de
Sines é considerado o principal porto da costa atlântica de
Portugal, assim como a porta de entrada de abastecimento
energético em Portugal.
Esta iniciativa pretende ainda converter as áreas de
cooperação, nomeadamente, Andaluzia, Alentejo e Algarve,
em regiões de referência para projetos de investigação,
experimentação, demonstração e tecnologia no que diz
respeito à área da logística. Promover a exportação de
produtos e incitar atividades económicas ligadas às cadeias
logísticas nacionais e internacionais são também outros dos
objetivos do FOCOMAR.
BLUETECH ACCELERATOR
PROGRAMA PRETENDE APOIAR PROJETOS DE INOVAÇÃO NA ECONOMIA AZUL
O Porto de Sines é um dos principais parceiros do projeto
Bluetech Accelerator, um programa de aceleração que
pretende conectar-se com os líderes da Indústria, com o
objetivo de desenvolver projetos-piloto em conjunto, e
assim dar resposta aos maiores desafios do setor marítimo-
portuário.
O Bluetech Accelerator é uma iniciativa focada na Indústria
dos Portos e Navegação, contando com uma abordagem B2B,
unindo e interligando dois portos portugueses e empresas
líderes mundiais com startups. A finalidade é trazer, por um
lado, valor aos parceiros, e por outro, negócios às startups
participantes.
O Porto de Sines foi escolhido como parceiro do projeto,
uma vez que, é considerado o principal porto nacional em
volume de carga movimentada e também o principal porto de
contentores do país.
EDIÇÃO Nº77
8
PORTO DE SINES ENCERRA 2018
COM MAIS UM RECORD NA CARGA
CONTENTORIZADA
No ano de 2018 o Porto de Sines manteve o crescimento na Carga
Contentorizada, com o Terminal XXI a movimentar 1,75 milhões de TEU,
o que correspondeu a uma variação homóloga de 5%.
Com um total de 22 milhões de toneladas, a Carga Contentorizada
registou um crescimento homólogo de 5,5%, reforçando o contributo
do Terminal de Contentores – Terminal XXI para o total movimentado
em porto e como o terminal que mais carga movimenta no Porto de
Sines, com uma quota de 46%.
Já no que diz respeito ao volume global, por Sines passaram 47,9
milhões de toneladas, correspondendo a um decréscimo de 4% em
relação a 2017, fruto das paragens técnicas da Refinaria de Sines e do
Complexo Petroquímico da Repsol e do decréscimo na movimentação
de carvão, devido a um ano de forte pluviosidade e por isso com menor
recurso a fontes não renováveis para a produção de energia elétrica.
Destaca-se ainda a excelente performance do Terminal de Gás Natural
Liquefeito, que registou uma variação homóloga de 5,5%, com um total
de 2,8 milhões de toneladas movimentadas.
COORDENADAS10
MOVIMENTODENAVIOS,MERCADORIASECONTENTORES-SINES
2.017
87.593.288
47.881.860
18.560.783
29.321.077
20.503.340
5.185.626
22.192.893
1.750.445
1.111.369
3.654.195
10.783.781
33.443.885
418.026
Acum. 2018 Acum. 2017 Var. (%) 2018/2017
NAVIOS
Nº navios entrados
GT Total
MERCADORIAS
Quantidade (Ton)
Carga
Descarga
Tipo de Carga (Ton)
Granéis líquidos
Granéis sólidos
Carga geral
Contentores
TEUS
Nº Contentores
Países de origem/destino (Ton)
Continente e Regiões Autónomas
Outros países da UE
Países terceiros
FORNECIMENTO DE BANCAS (Ton)
Por Instalação Fixa e Móvel
2.224
90.211.737
49.885.558
19.106.677
30.778.881
22.497.986
6.360.999
21.026.573
1.669.057
1.039.686
3.928.574
10.312.326
35.644.659
456.508
-5,26%
-2,90%
-4,02%
-2,86%
-4,74%
-8,87%
-18,48%
5,55%
4,88%
6,89%
-6,98%
4,57%
-6,17%
-8,43%
EDIÇÃO Nº77
COORDENADAS 11
EDIÇÃO Nº77
12 PORTO SEGURO
Decorreu, no Porto de Sines, a primeira sessão de uma
ação de formação, eminentemente prática, dirigida a
pessoal técnico de pilotagem, tripulações e outros/as,
ministrada pelo Instituto de Socorros a Náufragos (ISN).
Esta formação tem como objetivo habilitar os
trabalhadores e trabalhadoras com conhecimentos
e competências técnicas de sobrevivência no mar,
autossalvamento, resgate e recuperação de individuo no
meio aquático e ainda primeiros socorros nos acidentes
mais comuns.
Para a APS – Administração dos Portos de Sines e do
Algarve, as questões relacionadas com a segurança
dos trabalhadores e das trabalhadoras são primordiais,
garantindo condições para que desenvolvam a sua
atividade com formação adequada e de forma segura.
FORMAÇÃO NO PORTO DE SINES
APS PROMOVE FORMAÇÃO DE TÉCNICOS DE PILOTAGEM E TRIPULAÇÕES
EDIÇÃO Nº77
PORTO SEGURO 13
O Porto de Sines formalizou o arranque do novo Centro
de Operações de Emergência e Centro Coordenador de
Proteção, auditando a sua operacionalização com o apoio
da Comissão Consultiva de Proteção do Porto de Sines,
composta por representantes de diversas Autoridades
locais e distritais.
Este centro, criado com o objetivo de coordenar
COE E CCP OPERACIONAIS
NOVO CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA DO PORTO DE SINES
estrategicamente a resposta a dar em situações de
iminência ou de ocorrência de acidente ou ameaça grave,
na área de jurisdição do Porto de Sines, está equipado
com meios tecnológicos que possibilitam obter, de forma
rápida, informação útil em caso de necessidade, estando
ainda dotado de vários meios de comunicação com
entidades de apoio e meios no terreno.
EDIÇÃO Nº77
14 O PORTO E A CIDADE
APS CELEBRA DIA INTERNACIONAL DA MULHER
INICIATIVA FOI DEDICADA À IGUALDADE SAUDÁVEL
A APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve,
S.A. celebrou o Dia Internacional da Mulher com um evento
dedicado a uma Igualdade Saudável, compreendendo um
evento de cycling e uma Palestra dirigida pelo Professor
Jorge Sequeira subordinada ao tema “Dar ao Pedal”.
Participaram nesta ação mulheres e homens da APS, das
Autoridades e das empresas concessionárias, aproveitando
a oportunidade para reforçar o trabalho em equipa e a
interajuda no trabalho, numa dinâmica motivacional e
dinamizadora que associou o exercício físico, a alimentação
saudável e o compromisso ambiental.
AUDITÓRIO DA APS RECEBEU WORKSHOP
“TRANSPORTE DE MATÉRIAS PERIGOSAS”
O Auditório da APS recebeu o Workshop "Transporte de
Matérias Perigosas", promovido pelo Grupo de Trabalho
"Prevenção e Segurança" do COMSINES - Conselho das
Comunidades de Sines.
A iniciativa, direcionada para Agentes de Proteção Civil,
Técnicos dos Serviços Municipais de Proteção Civil e
Técnicos de Segurança das Empresas da região, reuniu
60 representantes das principais autoridades e agentes
económicos que atuam na zona de influência do Porto de
Sines e da Zona Industrial e Logística da Sines.
Promover o desenvolvimento sustentável, o bem-estar e a
qualidade de vida da comunidade de Sines são os principais
objetivos do COMSINES.
EDIÇÃO Nº77
RADAR 15
No dia 8 de fevereiro, o Porto de Sines recebeu a visita da
Diretora Executiva Agência Europeia de Segurança Marítima
(EMSA), Maja Kostelac, com o objetivo de conhecer o
funcionamento desta infraestrutura portuária, com destaque
para o funcionamento da JUP – Janela Única Portuária e a sua
integração com a alfândega.
Esta visita surge no contexto do novo Regulamento Europeu
da European Maritime Single Window e integraram a comitiva
a Diretora-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira, Helena
Borges, e o Diretor-geral da DGRM, José Simão, que também
EMSA NO PORTO DE SINES
DIRETORA EXECUTIVA DA AGÊNCIA EUROPEIA DE SEGURANÇA MARÍTIMA CONHECEU JUP
coordena os trabalhos de desenvolvimento da JUL – Janela
Única Logística, projeto nacional que dará a resposta aos
requisitos do novo regulamento.
A delegação foi recebida por Fernanda Albino e Duarte
Lynce de Faria, do Conselho de Administração da APS, numa
sessão em que foram comunicados os principais fatores de
competitividade e a evolução do Porto de Sines nos últimos
anos, destacando também a forte componente de segurança
e proteção marítima desta infraestrutura portuária. Após
apresentação detalhada do funcionamento da JUP em Sines,
foi também demonstrado o estado atual do projeto da JUL,
antes da visita às instalações portuárias.
Recorde-se que a Agência Europeia de Segurança Marítima
é uma das agências descentralizadas da UE. Com sede em
Lisboa, fornece assistência técnica e apoio à Comissão
Europeia e aos Estados-Membros no desenvolvimento
e implementação da legislação da UE sobre segurança
marítima, poluição por navios e proteção.
PORTO DE SINES NA OVIBEJA
PRESIDENTE DA REPÚBLICA VISITA STAND DA APS
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi
recebido no stand da APS durante a 36.ª edição da Ovibeja.
Na visita a este certame e ao stand da APS, Marcelo Rebelo
de Sousa manifestou o seu interesse na atividade do maior
porto nacional, nomeadamente, nos projetos de expansão
previstos para o Porto de Sines.
A Administração dos Portos de Sines e do Algarve aproveitou
a presença do Presidente da República para oferecer o livro
comemorativo do 40.º Aniversário da APS – "Porto de Sines -
40 Anos, 40 Imagens".
EDIÇÃO Nº77
RADAR16
A APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve foi
novamente distinguida com o galardão CEEP-CSR Label que
reconhece as empresas de serviços públicos no espaço
europeu que se destacam pelo cumprimento da excelência na
prestação de serviços e das melhores práticas no âmbito da
responsabilidade social.
A atribuição deste “Rótulo Europeu de Responsabilidade
Social” decorreu numa Cerimónia realizada em Estocolmo,
representando o reconhecimento europeu da qualidade dos
serviços públicos e de interesse geral prestados pela APS,
assim como a distinção das boas práticas empresariais
implementadas no âmbito da Responsabilidade Social
Corporativa.
A APS viu reconhecida a boa prática de Cooperação com o
Centro Nacional de Cibersegurança do Gabinete Nacional
de Segurança (CNCS/GNS), enquadrada no contexto de
digitalização, integração e investimento tecnológico evolutivo
APS RENOVA GALARDÃO CEEP-CSR
RÓTULO EUROPEU DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NOS SERVIÇOS PÚBLICOS RECONQUISTADO
que tem vindo a fazer ao longo dos últimos anos, numa lógica
de reutilização dos sistemas e tecnologias implementados.
A cooperação com o CNCS/GNS é de extrema importância no
atual contexto nacional e internacional, sendo fundamental
a criação de sinergias numa perspetiva de cooperação e
coordenação político-estratégica para a segurança nacional e
defesa do ciberespaço, reforçada pelo facto do Porto de Sines
ser uma infraestrutura crítica nacional.
ESCOLA NÁUTICA E ACADEMIA MSC VISITARAM O PORTO DE SINES
APS RECEBE CERCA DE 70 ALUNOS
Um grupo de cerca de 70 alunos dos Cursos de Gestão
Portuária, Gestão de Transportes e Logística e de Pilotagem
da ENIDH – Escola Superior Náutica Infante D. Henrique e da
Academia MSC visitaram o Porto de Sines.
Durante a sessão que decorreu no Auditório do Porto de
Sines, Fernanda Albino, Administradora da APS, apresentou o
posicionamento desta infraestrutura portuária no mercado
portuário internacional, a sua evolução nos últimos anos e
os projetos de desenvolvimento que se perspetivam num
futuro próximo. Também Paulo Mestre, responsável pelo
Terminal de Gás Natural de Sines, concessionado à REN
Atlântico, apresentou as principais características do terminal,
destacando a sua importância para o mercado nacional.
Durante a visita aos terminais portuários, os alunos tiveram
oportunidade de conhecer em detalhe várias vertentes
operacionais do Porto de Sines, com destaque para o Centro
de Controlo de Tráfego, para o armazém logístico da Sitank e
para os rebocadores da Reboport e Svitzer.
EDIÇÃO Nº77
RADAR 17
APS CELEBROU 41º ANIVERSÁRIO
PORTO DE SINES HOMENAGEOU TRABALHADORES NESTA COMEMORAÇÃO
No dia 14 de dezembro, a APS assinalou o seu
41ºaniversário num encontro que reuniu os trabalhadores,
no ativo e aposentados, e em que participaram ainda
alguns convidados da Comunidade Portuária. O evento
deste ano pretendeu homenagear todos os que dedicam e
dedicaram a sua vida profissional ao desenvolvimento do
Porto de Sines, ajudando a consolidar esta infraestrutura
portuária no panorama nacional e internacional.
O Presidente do Conselho de Administração da APS, José
Luis Cacho, fez uma retrospetiva do ano que agora termina
e salientou os projetos que a empresa tem para o futuro,
com vista ao desenvolvimento dos Portos de Sines e do
Algarve. Recorde-se que a APS foi criada pelo Decreto-Lei
508/77, de 14 de dezembro, que deu início à atividade
do que hoje é o maior porto do país em movimentação de
carga.
EDIÇÃO Nº77
GDCAPS18
GDCAPS
ATIVIDADES DESPORTIVAS PREENCHERAM O INÍCIO DO ANO
O GDCAPS conta, por mais um ano consecutivo, com
uma preenchida agenda de atividades desportivas,
que passaram por provas de atletismo, caminhadas,
basquetebol e futsal.
No dia 16 de fevereiro, os caminheiros participaram na
Rota Vicentina Trilho dos Pescadores, um percurso de 20
Km entre o Porto Covo e Vila Nova de Milfontes. Para além
desta iniciativa, durante três dias, 8, 9 e 10 de março,
o grupo participou na Rota dos Três Trilhos, em Viseu,
percorrendo uma distância de 17,06 km.
Já no mês de abril, os caminheiros aventuraram-se pela
Rota Vicentina Trilho dos Pescadores II, percorrendo Vila
Nova de Milfontes com destino a Almograve, percurso
este de 15 km.
Por seu lado, a equipa de atletismo deslocou-se a
Grândola onde participou, no dia 3 de fevereiro, no Grande
Prémio de Atletismo desta cidade alentejana.
No pavilhão de Multiusos de Sines decorrem, como
habitualmente, os treinos de Futsal às terças e quintas, a
partir das 17:00. Já os treinos de Basquetebol acontecem
no Pavilhão do Estrela em Santo André todas as terças-
feiras, às 21:00.
EDIÇÃO Nº77
REVISTA DE IMPRENSA 19
NEGÓCIOS , 24 de março de 2019
SUL INFORMAÇÃO, AAAAA de novembro
de 2018
VIDA ECONÓMICA, 11 de janeiro de 2019
NOTÍCIAS AO MINUTO, 31 de janeiro de 2019
JORNAL ECONÓMICO, 22 de fevereiro de 2019
TRANSPORTES & NEGÓCIOS,
31 de janeiro de 2019
DIÁRIO DE NOTÍCIAS, 18 de março de 2019
CORREIO DA MANHÃ, 2 de fevereiro de 2019
VIDA ECONÓMICA, 22 de março de 2019LOGÍSTICA & TRANSPORTES HOJE,
31 de dezembro de 2018
EDIÇÃO Nº77

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revista APS N.º 68 – Junho 2016
Revista APS N.º 68 – Junho 2016Revista APS N.º 68 – Junho 2016
Revista APS N.º 62 – Junho 2014
Revista APS N.º 62 – Junho 2014Revista APS N.º 62 – Junho 2014
Revista60 online
Revista60 onlineRevista60 online
Revista60 online
Cláudio Carneiro
 
Revista APS N.º 71 – Maio 2017
Revista APS N.º 71 – Maio 2017Revista APS N.º 71 – Maio 2017
Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012
Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
aplop
 
Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Revista APS N.º 56 – Junho 2012Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Sines é muito mais do que um terminal de contentores
Sines é muito mais do que um terminal de contentoresSines é muito mais do que um terminal de contentores
Sines é muito mais do que um terminal de contentores
Cláudio Carneiro
 
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de SinesChineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
Cláudio Carneiro
 
Terminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de SinesTerminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de Sines
Tânia Domingos
 
Revista APS N.º 59 – Abril 2013
Revista APS N.º 59 – Abril 2013Revista APS N.º 59 – Abril 2013
2012: O melhor ano de sempre na história do Porto de Sines
2012: O melhor ano de sempre  na história do Porto de Sines2012: O melhor ano de sempre  na história do Porto de Sines
2012: O melhor ano de sempre na história do Porto de Sines
Cláudio Carneiro
 
Revista APS N.º 50 – Maio 2010
Revista APS N.º 50 – Maio 2010Revista APS N.º 50 – Maio 2010
Linha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportador
Linha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportadorLinha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportador
Linha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportador
Cláudio Carneiro
 
Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017
Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 33 – Julho 2003
Revista APS N.º 33 – Julho 2003Revista APS N.º 33 – Julho 2003
Sines no clube dos 14 mil - Cargo
Sines no clube dos 14 mil - CargoSines no clube dos 14 mil - Cargo
Sines no clube dos 14 mil - Cargo
Cláudio Carneiro
 
Revista APS N.º 53 – Abril 2011
Revista APS N.º 53 – Abril 2011Revista APS N.º 53 – Abril 2011

Mais procurados (19)

Revista APS N.º 68 – Junho 2016
Revista APS N.º 68 – Junho 2016Revista APS N.º 68 – Junho 2016
Revista APS N.º 68 – Junho 2016
 
Revista APS N.º 62 – Junho 2014
Revista APS N.º 62 – Junho 2014Revista APS N.º 62 – Junho 2014
Revista APS N.º 62 – Junho 2014
 
Revista60 online
Revista60 onlineRevista60 online
Revista60 online
 
Revista APS N.º 71 – Maio 2017
Revista APS N.º 71 – Maio 2017Revista APS N.º 71 – Maio 2017
Revista APS N.º 71 – Maio 2017
 
Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012
Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012
Revista APS N.º 58 – Dezembro 2012
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
 
Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Revista APS N.º 56 – Junho 2012Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Revista APS N.º 56 – Junho 2012
 
Sines é muito mais do que um terminal de contentores
Sines é muito mais do que um terminal de contentoresSines é muito mais do que um terminal de contentores
Sines é muito mais do que um terminal de contentores
 
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de SinesChineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
 
Terminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de SinesTerminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de Sines
 
Revista APS N.º 59 – Abril 2013
Revista APS N.º 59 – Abril 2013Revista APS N.º 59 – Abril 2013
Revista APS N.º 59 – Abril 2013
 
2012: O melhor ano de sempre na história do Porto de Sines
2012: O melhor ano de sempre  na história do Porto de Sines2012: O melhor ano de sempre  na história do Porto de Sines
2012: O melhor ano de sempre na história do Porto de Sines
 
Revista APS N.º 50 – Maio 2010
Revista APS N.º 50 – Maio 2010Revista APS N.º 50 – Maio 2010
Revista APS N.º 50 – Maio 2010
 
Linha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportador
Linha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportadorLinha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportador
Linha Ferroviária Sines-Caia isoladamente não serve o país exportador
 
Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017
Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017
Revista APS N.º 73 – Dezembro 2017
 
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
 
Revista APS N.º 33 – Julho 2003
Revista APS N.º 33 – Julho 2003Revista APS N.º 33 – Julho 2003
Revista APS N.º 33 – Julho 2003
 
Sines no clube dos 14 mil - Cargo
Sines no clube dos 14 mil - CargoSines no clube dos 14 mil - Cargo
Sines no clube dos 14 mil - Cargo
 
Revista APS N.º 53 – Abril 2011
Revista APS N.º 53 – Abril 2011Revista APS N.º 53 – Abril 2011
Revista APS N.º 53 – Abril 2011
 

Semelhante a Revista APS N.º 77 – Maio 2019

Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015
Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015
Comunidade Portuária projeta Sines até 2020
Comunidade Portuária projeta Sines  até 2020Comunidade Portuária projeta Sines  até 2020
Comunidade Portuária projeta Sines até 2020
Cláudio Carneiro
 
Revista APS N.º 60 – Agosto 2013
Revista APS N.º 60 – Agosto 2013Revista APS N.º 60 – Agosto 2013
Revista APS N.º 63 – Setembro 2014
Revista APS N.º 63 – Setembro 2014Revista APS N.º 63 – Setembro 2014
Revista APS N.º 69 – Setembro 2016
Revista APS N.º 69 – Setembro 2016Revista APS N.º 69 – Setembro 2016
Revista APS N.º 51 – Setembro 2010
Revista APS N.º 51 – Setembro 2010Revista APS N.º 51 – Setembro 2010
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 66 – Setembro 2015
Revista APS N.º 66 – Setembro 2015Revista APS N.º 66 – Setembro 2015
Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014
Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014
Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio
Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio
Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010
Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
aplop
 
PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro
PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro
PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro
Cláudio Carneiro
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
latinports
 
Sines Logística Automóvel e Aeronáutica
Sines  Logística Automóvel e AeronáuticaSines  Logística Automóvel e Aeronáutica
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia PortuguesaApresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Rui Santos Camelo
 
Os portos começaram o ano com o pé direito
Os portos começaram o ano com o pé direito Os portos começaram o ano com o pé direito
Os portos começaram o ano com o pé direito
Cláudio Carneiro
 
Sines Logística Pedra Natural
Sines   Logística Pedra NaturalSines   Logística Pedra Natural

Semelhante a Revista APS N.º 77 – Maio 2019 (19)

Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015
Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015
Revista APS N.º 67 – Dezembro 2015
 
Comunidade Portuária projeta Sines até 2020
Comunidade Portuária projeta Sines  até 2020Comunidade Portuária projeta Sines  até 2020
Comunidade Portuária projeta Sines até 2020
 
Revista APS N.º 60 – Agosto 2013
Revista APS N.º 60 – Agosto 2013Revista APS N.º 60 – Agosto 2013
Revista APS N.º 60 – Agosto 2013
 
Revista APS N.º 63 – Setembro 2014
Revista APS N.º 63 – Setembro 2014Revista APS N.º 63 – Setembro 2014
Revista APS N.º 63 – Setembro 2014
 
Revista APS N.º 69 – Setembro 2016
Revista APS N.º 69 – Setembro 2016Revista APS N.º 69 – Setembro 2016
Revista APS N.º 69 – Setembro 2016
 
Revista APS N.º 51 – Setembro 2010
Revista APS N.º 51 – Setembro 2010Revista APS N.º 51 – Setembro 2010
Revista APS N.º 51 – Setembro 2010
 
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
 
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
 
Revista APS N.º 66 – Setembro 2015
Revista APS N.º 66 – Setembro 2015Revista APS N.º 66 – Setembro 2015
Revista APS N.º 66 – Setembro 2015
 
Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014
Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014
Revista APS N.º 64 – Dezembro 2014
 
Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio
Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio
Sines Novo HUB Europeu para o Agronegócio
 
Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010
Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010
Revista APS N.º 52 – Dezembro 2010
 
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
 
PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro
PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro
PROPOSTA TEMÁTICA - O Alentejo é Futuro
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
 
Sines Logística Automóvel e Aeronáutica
Sines  Logística Automóvel e AeronáuticaSines  Logística Automóvel e Aeronáutica
Sines Logística Automóvel e Aeronáutica
 
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia PortuguesaApresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
 
Os portos começaram o ano com o pé direito
Os portos começaram o ano com o pé direito Os portos começaram o ano com o pé direito
Os portos começaram o ano com o pé direito
 
Sines Logística Pedra Natural
Sines   Logística Pedra NaturalSines   Logística Pedra Natural
Sines Logística Pedra Natural
 

Mais de APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.

Porto de Sines em destaque na imprensa espanhola
Porto de Sines em destaque na imprensa espanholaPorto de Sines em destaque na imprensa espanhola
Porto de Sines em destaque na imprensa espanhola
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003
Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003
Revista APS N.º 34 – Outubro 2003
Revista APS N.º 34 – Outubro 2003Revista APS N.º 34 – Outubro 2003
Breve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da Gama
Breve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da GamaBreve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da Gama
Breve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da Gama
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977
Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977
Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971
Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971
Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013
Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013

Mais de APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A. (11)

Porto de Sines em destaque na imprensa espanhola
Porto de Sines em destaque na imprensa espanholaPorto de Sines em destaque na imprensa espanhola
Porto de Sines em destaque na imprensa espanhola
 
Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003
Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003
Revista APS N.º 35 – Dezembro 2003
 
Revista APS N.º 34 – Outubro 2003
Revista APS N.º 34 – Outubro 2003Revista APS N.º 34 – Outubro 2003
Revista APS N.º 34 – Outubro 2003
 
Breve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da Gama
Breve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da GamaBreve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da Gama
Breve Notícia de Sines, Pátria de Vasco da Gama
 
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
 
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Portimão
 
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Faro
 
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines
Tabela de Marés para 2017 – Porto de Sines
 
Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977
Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977
Diário de Lisboa – 14 de Dezembro de 1977
 
Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971
Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971
Diário de Lisboa – 19 de Junho de 1971
 
Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013
Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013
Revista APS N.º 61 – Dezembro 2013
 

Revista APS N.º 77 – Maio 2019

  • 1. EDIÇÃO 77 maio 2019 ENTREVISTA EuricoBrilhanteDias–SecretáriodeEstadodaInternacionalização «O Porto de Sines e a sua área industrial envolvente são elementos distintivos do sistema portuário português e são a “nossa joia da coroa”.» COORDENADAS Porto de Sines encerra 2018 com mais um record na Carga Contentorizada DIPLOMACIA ECONÓMICA NO FOCO DA APS PORTO DE SINES REFORÇA ESTRATÉGIA DE INTERNACIONALIZAÇÃO
  • 2. EDIÇÃO Nº77 DIRETOR José Luís Cacho PROPRIEDADE Administração dos Portos de Sines e do Algarve, SA Número de Registo: DSC.RV.19.001 Contribuinte n.º 501 208 950 Depósito Legal: 276191/08 ISSN 1646-2882 SEDE Apartado 16, EC SINES 7521-953 Sines T 269 860 600 F 269 860 690 E geral@apsinesalgarve.pt www.apsinesalgarve.pt ENTREVISTA • Eurico Brilhante Dias - Secretário de Estado da Internacionalização DESTAQUE • Diplomacia económica no foco da APS PROJETOS • Focomar • Bluetech Accelerator COORDENADAS • Porto de Sines encerra 2018 com mais um record na Carga Contentorizada PORTO SEGURO • Formação no Porto de Sines • COE e CCP operacionais O PORTO E A CIDADE • APS celebra dia internacional da mulher • Auditório da APS recebeu Workshop RADAR GDCAPS • Atividades desportivas preencheram o início do ano REVISTA DE IMPRENSA 4 6 9 10 12 14 15 18 19 No porto de Sines e para os âmbitos declarados - ver certificados em www.portodesines.pt
  • 3. EDIÇÃO Nº77 Num mundo cada vez mais interconectado, importa sairmos da redoma, esquadrinhar os quatro cantos do globo, procurando novos mercados, agarrando oportunidades à espreita. A dimensão do Porto de Sines exige um reforço da nossa estratégia de internacionalização; esforço permanente, persistente, focado. Este é o tema em destaque na edição de abril da nossa revista. Relevo para a diplomacia económica, que obriga a um congregar de esforços, como a recentíssima viagem de uma delegação do Alentejo aos EUA bem demonstra, o Porto de Sines como estandarte de uma região que legitimamente anseia por mais progresso e bem-estar para os seus. A aposta na formação continua a ser uma das marcas distintivas da APS, com iniciativas várias, em frentes diversas, preparando hoje o devir que, já todos percebemos, chegará mais exigente. Detalhamos, nesta edição, os Projetos “Focomar”, BlueTech Accelerator”, para além de ações de formação de técnicos de pilotagem e tripulações. Referência ainda para o orgulho que sentimos pelo arranque do novo Centro de Operações de Emergência e Centro Coordenador de Protecção. Num porto sempre em movimento, celebrámos o 41.º aniversário, recebemos personalidades ilustres, do Presidente da República – no nosso stand na OVIBEJA -, à Directora Executiva da EMSA, passando por dezenas de alunos da ENIDH e da Academia MSC. Num trimestre onde, nas ondas da rádio, se destacaram as duas mulheres-piloto ao serviço no Porto de Sines – há três a trabalhar em Portugal -, celebrámos o Dia Internacional da Mulher com um evento dedicado a uma Igualdade Saudável. E celebramos, também, a atribuição, uma vez mais, à APS, do galardão CEEP-CSR, rótulo europeu de responsabilidade social nos serviços públicos. EDITORIAL PORTO DE SINES NA ROTA DO MUNDO 3 EDIÇÃO Nº63 EDITORIAL
  • 4. EDIÇÃO Nº77 4 EURICO BRILHANTE DIAS SECRETÁRIO DE ESTADO DA INTERNACIONALIZAÇÃO Depois de conhecer bem Sines, enquanto Administrador Executivo da AICEP Global Parques, onde acompanhou diversos projetos na área portuária e logística, como vê a evolução do Porto de Sines ao longo destes anos? O Porto de Sines é um importante ativo estratégico nacional com relevo no contexto portuário europeu e internacional. No período em que fui administrador na AICEP Global Parques tínhamos objetivos bem definidos como reforçar o posicionamento internacional tanto do Porto como da Zona Industrial e logística de Sines (ZILS). Dentro deste posicionamento, destaco a captação de investimento para esta área e a meta de ultrapassar os 100 Mil TEU no Terminal XXI. Recordo com particular satisfação o dia em que esse objetivo se concretizou. Hoje, temos este terminal a movimentar mais de 1 milhão 750 mil TEU, portanto, em dez anos, multiplicámos praticamente por 18 o número de carga contentorizada no Porto de Sines; estão localizadas na ZILS algumas das principais empresas da área da energia, responsáveis pelo abastecimento energético nacional. Os resultados obtidos hoje são reflexo de uma visão estratégica, concretizada de forma largamente satisfatória. A eficiência e competitividade têm ultrapassado as expetativas, mas queremos mais. Afirma muitas vezes que “é apaixonado por Sines” e que “o porto de Sines é a nossa joia da coroa” e “o elemento distintivo do sistema portuário português”. De onde surgiu esta admiração/carinho pelo Porto de Sines? Este porto e a sua área industrial envolvente são, de facto, elementos distintivos do sistema portuário português e são, claro, a “nossa joia da coroa”, porque nos distinguem e projetam no panorama internacional. Sines detém várias particularidades que o individualizam: desde logo suas caraterísticas físicas, pois é um porto de águas profundas capaz de acolher variados tipos de embarcações, com ENTREVISTA | EURICO BRILHANTE DIAS
  • 5. EDIÇÃO Nº77 5 uma área circundante com capacidade de expansão; depois, a sua posição geoestratégica – fachada ibero- atlântica- onde se cruzam algumas das mais importantes rotas marítimas internacionais desde o Mediterrâneo a Este, ao Canal do Panamá a Oeste, como às rotas do atlântico a Norte e às africanas a Sul, fator que o permite estar ligado diretamente aos principais mercados de produção e consumo internacionais. Como Secretário de Estado da Internacionalização sente- se responsável por divulgar o Porto de Sines como um porto em constante crescimento? É fundamental promover e reforçar a oferta nacional junto dos principais atores internacionais. Nas funções que me foram atribuídas, sinto-me claramente responsável por divulgar além-fronteiras os principais recursos existentes no país nas diversas vertentes, seja ao nível portuário seja, por exemplo, ao nível agrícola, como o Alqueva. O Porto de Sines é já considerado uma referência mundial, mas a promoção e reforço da visibilidade das suas valências é determinante. Nas deslocações ao exterior sente-se esse reconhecimento, seja nos EUA, no México, na República Popular da China, Alemanha ou no Egipto, mas o caminho é contínuo e temos de reforçar sempre o trabalho desenvolvido para captar cada vez mais oportunidades. E, na sua opinião, qual o impacto que a atividade do Porto de Sines tem no país? Acredita que a região de Sines terá um papel importante no futuro do setor industrial? Todos os portos são importantes ativos nacionais. Sines é responsável por mais de 50% da carga contentorizada em Portugal, inserido nas principais ligações marítimas internacionais, possui a maior área industrial e logística da Península Ibérica e ainda tem localizadas na ZILS algumas das principais empresas do setor energético que o tornam um referencial no abastecimento energético do país, recetor de gás natural, carvão mineral e crude. Conforme já mencionei, beneficia de caraterísticas físicas favoráveis (capacidade de receber diversos tipos de navios graças à profundidade das águas), com condições de ordenamento territorial favorável pois permitem a expansão da área industrial (sem pressões urbanas). Acrescento ainda a importância das ligações terrestes tanto ferroviária como rodoviárias. Todos estes fatores reunidos são determinantes para a atração de mais e melhor investimento que beneficiam Sines e, claro, o país. Na sua opinião, que vantagens trazem as empresas multinacionais para a região de Sines? Hoje Portugal e a Europa atravessam desafios demográficos e a atração de empresas em regiões como Sines, no Alentejo, são determinantes para dinamizar e potenciar o território. A captação de investimento direto potencia a localização geográfica onde se insere, seja no ponto de vista económico e financeiro, seja ao nível de projeção internacional, e mesmo ao nível humano. As externalidades resultantes são maioritariamente positivas seja pela necessidade de atração de recursos humanos que, neste caso, são geralmente altamente qualificados, seja ao nível dos serviços subjacentes como escolas, centros médicos, banca, entre outros. Considera-se otimista em relação ao futuro do Porto de Sines? Sem dúvida. O Porto de Sines tem crescido de forma eficiente e sustentada e este percurso de sucesso continuará a ser trilhado. Em 10 anos, ultrapassou as expetativas e, conforme disse, tem condições favoráveis para continuar esta trajetória positiva, posicionando-se e posicionando Portugal no quadro do sistema portuário internacional. EURICO BRILHANTE DIAS | ENTREVISTA O Porto de Sines é um importante ativo estratégico nacional com relevo no contexto portuário europeu e internacional.
  • 6. EDIÇÃO Nº77 6 DIPLOMACIA ECONÓMICA NO FOCO DA APS PORTO DE SINES REFORÇA ESTRATÉGIA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DESTAQUE No sentido de divulgar o Porto de Sines e as suas excelentes condições logísticas, a Administração dos Portos de Sines e do Algarve – APS, tem vindo a reforçar os seus contactos a nível internacional dando, assim, continuidade a várias iniciativas de diplomacia económica e aos seus objetivos estratégicos de internacionalização. O Porto de Sines é um porto de águas profundas, líder nacional na quantidade de mercadorias movimentadas e apresenta condições naturais ímpares na costa portuguesa para acolher todos os tipos de navios. Dotado de modernos terminais especializados, pode movimentar os diferentes tipos de mercadorias, está aberto ao mar e conta com excelentes acessibilidades marítimas sem constrangimentos. Principal porto na fachada ibero-atlântica, cujas características geofísicas têm contribuído para a sua consolidação como ativo estratégico nacional, o Porto de Sines é, por um lado, a principal porta de abastecimento energético do país, através do petróleo e derivados, carvão e gás natural e, por outro, posiciona-se já como um importante porto de carga geral/contentorizada com elevado potencial de crescimento para ser uma referência
  • 7. EDIÇÃO Nº77 7DESTAQUE ibérica, europeia e mundial. É com esta convicção, e a certeza de Portugal ter no Porto de Sines um importante ativo estratégico a nível nacional e relevante no contexto portuário europeu e internacional, que a APS tem intensificado a sua atuação. O principal objetivo é dar a conhecer internacionalmente, não só as excelentes condições do Porto de Sines, como a sua eficiência e competitividade. Foi com este intuito que o Porto de Sines participou na Intermodal South America, com todos os outros Portos de Portugal, pela segunda vez em conjunto e sob a égide da Associação dos Portos de Portugal (APP). Um evento internacional de referência, que assinalou a sua 25.ª edição e decorreu durante três dias, com início a 19 de março, em São Paulo, no Brasil. Num único espaço de 29 mil m2, reuniram-se mais de 400 expositores e 32 mil profissionais oriundos de 22 países, dos setores do shipping e da logística. Um encontro durante o qual o Porto de Sines deixou bem clara a importância do reforço da imagem do setor portuário português ao serviço do comércio internacional. Durante este evento, a Administração dos Portos de Sines e Algarves (APS) e a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) assinaram um memorando de cooperação, concretizado por José Luís Cacho, Presidente da APS e José Augusto de Castro, Presidente da AEB. Com a finalidade de melhorar a logística e a redução de custos, tanto para o mercado europeu como para o comércio brasileiro, esta iniciativa pretende ainda alcançar um aumento a nível de competitividade do comércio exterior brasileiro, em especial para a União Europeia. No decorrer da iniciativa, José Augusto de Castro elogiou o Porto de Sines, referindo que esta cooperação entre os dois portos será uma mais valia, uma vez que “o porto tem cinco terminais, é o mais competitivo na costa atlântica, tem tarifas portuárias competitivas, além de contar com logística integrada (marítima, ferroviária e rodoviária), condições que facilitam o trânsito dos produtos para que cheguem com celeridade aos mais diversos destinos europeus”. Igualmente com o objetivo de divulgação internacional, e também integrado na promoção conjunta dos portos nacionais, sob a marca Cruise Portugal, o Porto de Portimão esteve novamente presente no maior certame internacional da indústria dos Cruzeiros – a Seatrade Cruise Global, que teve lugar em Miami, durante o mês de abril. O Terminal de Cruzeiros de Portimão continuou a crescer em 2018, ano em que recebeu 36.786 passageiros, o que correspondeu a um crescimento homólogo de 23%. De sublinhar que os 66 navios que escalaram em Portimão em 2018 foram, em média, de maiores dimensões, já que o GT total registou uma variação homóloga de 14,7%.
  • 8. EDIÇÃO Nº77 8 DESTAQUE Já no que respeita ao tráfego de pessoas em ferry, destacou-se o retomar da ligação entre o Continente a Região Autónoma da Madeira, com 12 escalas recebidas de navios vindos do Porto do Funchal, que transportaram um total de 10.607 passageiros. Os resultados obtidos aos dias de hoje pela Administração dos Portos de Sines e do Algarve são a consequência de uma visão estratégica, que se comprova diariamente através de protocolos com diferentes países e entidades portuárias e de sucessivos pedidos de delegações internacionais para visitas às instalações portuárias. É exemplo disso a visita da delegação de técnicos da Zona Económica do Canal do Suez, que no decorrer da Portugal Shipping Week, visitou o Porto de Sines no âmbito do protocolo de cooperação celebrado entre a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve e a SCZone – Suez Canal Economic Zone. O primeiro dia de trabalhos contou com a presença do Embaixador do Egipto em Portugal, Adel Elalfy, que reuniu com o Presidente da APS, José Luís Cacho. Colocando em prática o estabelecido no documento assinado, este encontro teve como finalidade a troca de conhecimentos no âmbito dos sistemas de informação, com especial destaque para o funcionamento da JUP – Janela Única Portuária e a sua ligação com a Autoridade Tributária e Aduaneira, fator considerado pela delegação egípcia como determinante para o sucesso da plataforma eletrónica de despacho de navios e mercadorias. A delegação teve ainda a oportunidade de visitar o Centro de Despacho de Navios do Porto de Sines e conhecer em detalhe o funcionamento de cada terminal portuário, assim como o relacionamento entre o porto e a ZILS – Zona Industrial e Logística de Sines. Com a prossecução dos objetivos que levaram à assinatura do protocolo, as duas entidades reconhecem o interesse mútuo em estabelecer uma relação de parceria e cooperação para o desenvolvimento económico, tanto no aumento de oportunidades de negócios e volumes para o Porto de Sines, como no aumento do tráfego através do Canal de Suez. Sendo a promoção e reforço da visibilidade internacional do Porto de Sines determinante para o seu futuro, também o Embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal, George E. Glass, visitou esta infraestrutura portuária no final do mês de fevereiro, com o objetivo de conhecer as oportunidades que o porto do litoral alentejano oferece ao mercado norte-americano. De sublinhar que, nos últimos anos, o Porto de Sines tem tido um importante papel no relacionamento comercial entre Portugal e os Estados Unidos, quer através das importações, onde se destaca o Gás Natural Liquefeito (GNL) e o carvão mineral, como nas exportações para aquele país, designadamente gasolinas, e no segmento da carga contentorizada. Na reunião da delegação diplomática com o Conselho de Administração da APS, o Presidente José Luís Cacho, destacou as oportunidades de investimento que Sines oferece às empresas americanas nos diversos segmentos de mercado, reforçando assim a capacidade existente de receber novos projetos que possibilitem o incremento do relacionamento comercial entre os dois países. A Comitiva teve ainda oportunidade de visitar os terminais portuários. Reforçando os laços já existentes com Angola e no âmbito do protoloco de cooperação com a Empresa Portuária de Luanda E.P., a APS ministrou, em Luanda, uma formação on job na área da Comunicação. O Protocolo de Cooperação entre a APS e a Empresa Portuária de Luanda E.P., em vigor desde abril 2016, tem como objetivo a promoção de intercâmbios de conhecimentos e experiências técnicas nos domínios da atividade e dos transportes marítimos, com foco na formação e na prática em contexto de trabalho em diferentes áreas. Ao longo dos anos, a APS já recebeu diversos grupos de formandos, por diversas ocasiões, desde a assinatura deste Protocolo, abrangendo diferentes áreas, desde a Pilotagem à Gestão de Concessões. São iniciativas como estas que fortalecem o Porto de Sines e são determinantes para dinamizar e divulgar esta infraestrutura portuária projetando-a a nível internacional.
  • 9. EDIÇÃO Nº77 PROJETOS 9 FOCOMAR PROJETO PARA OPERADORES LOGÍSTICOS E PME NO HINTERLAND DO PORTO DE SINES O Porto de Sines é uma das áreas de intervenção referenciadas no projeto FOCOMAR, projeto cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), com o objetivo de promover o comércio marítimo entre as PME. Sendo os espaços portuários uma das principais vantagens competitivas do espaço de cooperação, este projeto tem como finalidade a promoção da competitividade no setor do transporte marítimo. A Administração dos Portos de Sines e do Algarve tem todo o interesse em participar no FOCOMAR, uma vez que o Porto de Sines é considerado o principal porto da costa atlântica de Portugal, assim como a porta de entrada de abastecimento energético em Portugal. Esta iniciativa pretende ainda converter as áreas de cooperação, nomeadamente, Andaluzia, Alentejo e Algarve, em regiões de referência para projetos de investigação, experimentação, demonstração e tecnologia no que diz respeito à área da logística. Promover a exportação de produtos e incitar atividades económicas ligadas às cadeias logísticas nacionais e internacionais são também outros dos objetivos do FOCOMAR. BLUETECH ACCELERATOR PROGRAMA PRETENDE APOIAR PROJETOS DE INOVAÇÃO NA ECONOMIA AZUL O Porto de Sines é um dos principais parceiros do projeto Bluetech Accelerator, um programa de aceleração que pretende conectar-se com os líderes da Indústria, com o objetivo de desenvolver projetos-piloto em conjunto, e assim dar resposta aos maiores desafios do setor marítimo- portuário. O Bluetech Accelerator é uma iniciativa focada na Indústria dos Portos e Navegação, contando com uma abordagem B2B, unindo e interligando dois portos portugueses e empresas líderes mundiais com startups. A finalidade é trazer, por um lado, valor aos parceiros, e por outro, negócios às startups participantes. O Porto de Sines foi escolhido como parceiro do projeto, uma vez que, é considerado o principal porto nacional em volume de carga movimentada e também o principal porto de contentores do país.
  • 10. EDIÇÃO Nº77 8 PORTO DE SINES ENCERRA 2018 COM MAIS UM RECORD NA CARGA CONTENTORIZADA No ano de 2018 o Porto de Sines manteve o crescimento na Carga Contentorizada, com o Terminal XXI a movimentar 1,75 milhões de TEU, o que correspondeu a uma variação homóloga de 5%. Com um total de 22 milhões de toneladas, a Carga Contentorizada registou um crescimento homólogo de 5,5%, reforçando o contributo do Terminal de Contentores – Terminal XXI para o total movimentado em porto e como o terminal que mais carga movimenta no Porto de Sines, com uma quota de 46%. Já no que diz respeito ao volume global, por Sines passaram 47,9 milhões de toneladas, correspondendo a um decréscimo de 4% em relação a 2017, fruto das paragens técnicas da Refinaria de Sines e do Complexo Petroquímico da Repsol e do decréscimo na movimentação de carvão, devido a um ano de forte pluviosidade e por isso com menor recurso a fontes não renováveis para a produção de energia elétrica. Destaca-se ainda a excelente performance do Terminal de Gás Natural Liquefeito, que registou uma variação homóloga de 5,5%, com um total de 2,8 milhões de toneladas movimentadas. COORDENADAS10 MOVIMENTODENAVIOS,MERCADORIASECONTENTORES-SINES 2.017 87.593.288 47.881.860 18.560.783 29.321.077 20.503.340 5.185.626 22.192.893 1.750.445 1.111.369 3.654.195 10.783.781 33.443.885 418.026 Acum. 2018 Acum. 2017 Var. (%) 2018/2017 NAVIOS Nº navios entrados GT Total MERCADORIAS Quantidade (Ton) Carga Descarga Tipo de Carga (Ton) Granéis líquidos Granéis sólidos Carga geral Contentores TEUS Nº Contentores Países de origem/destino (Ton) Continente e Regiões Autónomas Outros países da UE Países terceiros FORNECIMENTO DE BANCAS (Ton) Por Instalação Fixa e Móvel 2.224 90.211.737 49.885.558 19.106.677 30.778.881 22.497.986 6.360.999 21.026.573 1.669.057 1.039.686 3.928.574 10.312.326 35.644.659 456.508 -5,26% -2,90% -4,02% -2,86% -4,74% -8,87% -18,48% 5,55% 4,88% 6,89% -6,98% 4,57% -6,17% -8,43%
  • 12. EDIÇÃO Nº77 12 PORTO SEGURO Decorreu, no Porto de Sines, a primeira sessão de uma ação de formação, eminentemente prática, dirigida a pessoal técnico de pilotagem, tripulações e outros/as, ministrada pelo Instituto de Socorros a Náufragos (ISN). Esta formação tem como objetivo habilitar os trabalhadores e trabalhadoras com conhecimentos e competências técnicas de sobrevivência no mar, autossalvamento, resgate e recuperação de individuo no meio aquático e ainda primeiros socorros nos acidentes mais comuns. Para a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, as questões relacionadas com a segurança dos trabalhadores e das trabalhadoras são primordiais, garantindo condições para que desenvolvam a sua atividade com formação adequada e de forma segura. FORMAÇÃO NO PORTO DE SINES APS PROMOVE FORMAÇÃO DE TÉCNICOS DE PILOTAGEM E TRIPULAÇÕES
  • 13. EDIÇÃO Nº77 PORTO SEGURO 13 O Porto de Sines formalizou o arranque do novo Centro de Operações de Emergência e Centro Coordenador de Proteção, auditando a sua operacionalização com o apoio da Comissão Consultiva de Proteção do Porto de Sines, composta por representantes de diversas Autoridades locais e distritais. Este centro, criado com o objetivo de coordenar COE E CCP OPERACIONAIS NOVO CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA DO PORTO DE SINES estrategicamente a resposta a dar em situações de iminência ou de ocorrência de acidente ou ameaça grave, na área de jurisdição do Porto de Sines, está equipado com meios tecnológicos que possibilitam obter, de forma rápida, informação útil em caso de necessidade, estando ainda dotado de vários meios de comunicação com entidades de apoio e meios no terreno.
  • 14. EDIÇÃO Nº77 14 O PORTO E A CIDADE APS CELEBRA DIA INTERNACIONAL DA MULHER INICIATIVA FOI DEDICADA À IGUALDADE SAUDÁVEL A APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A. celebrou o Dia Internacional da Mulher com um evento dedicado a uma Igualdade Saudável, compreendendo um evento de cycling e uma Palestra dirigida pelo Professor Jorge Sequeira subordinada ao tema “Dar ao Pedal”. Participaram nesta ação mulheres e homens da APS, das Autoridades e das empresas concessionárias, aproveitando a oportunidade para reforçar o trabalho em equipa e a interajuda no trabalho, numa dinâmica motivacional e dinamizadora que associou o exercício físico, a alimentação saudável e o compromisso ambiental. AUDITÓRIO DA APS RECEBEU WORKSHOP “TRANSPORTE DE MATÉRIAS PERIGOSAS” O Auditório da APS recebeu o Workshop "Transporte de Matérias Perigosas", promovido pelo Grupo de Trabalho "Prevenção e Segurança" do COMSINES - Conselho das Comunidades de Sines. A iniciativa, direcionada para Agentes de Proteção Civil, Técnicos dos Serviços Municipais de Proteção Civil e Técnicos de Segurança das Empresas da região, reuniu 60 representantes das principais autoridades e agentes económicos que atuam na zona de influência do Porto de Sines e da Zona Industrial e Logística da Sines. Promover o desenvolvimento sustentável, o bem-estar e a qualidade de vida da comunidade de Sines são os principais objetivos do COMSINES.
  • 15. EDIÇÃO Nº77 RADAR 15 No dia 8 de fevereiro, o Porto de Sines recebeu a visita da Diretora Executiva Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA), Maja Kostelac, com o objetivo de conhecer o funcionamento desta infraestrutura portuária, com destaque para o funcionamento da JUP – Janela Única Portuária e a sua integração com a alfândega. Esta visita surge no contexto do novo Regulamento Europeu da European Maritime Single Window e integraram a comitiva a Diretora-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira, Helena Borges, e o Diretor-geral da DGRM, José Simão, que também EMSA NO PORTO DE SINES DIRETORA EXECUTIVA DA AGÊNCIA EUROPEIA DE SEGURANÇA MARÍTIMA CONHECEU JUP coordena os trabalhos de desenvolvimento da JUL – Janela Única Logística, projeto nacional que dará a resposta aos requisitos do novo regulamento. A delegação foi recebida por Fernanda Albino e Duarte Lynce de Faria, do Conselho de Administração da APS, numa sessão em que foram comunicados os principais fatores de competitividade e a evolução do Porto de Sines nos últimos anos, destacando também a forte componente de segurança e proteção marítima desta infraestrutura portuária. Após apresentação detalhada do funcionamento da JUP em Sines, foi também demonstrado o estado atual do projeto da JUL, antes da visita às instalações portuárias. Recorde-se que a Agência Europeia de Segurança Marítima é uma das agências descentralizadas da UE. Com sede em Lisboa, fornece assistência técnica e apoio à Comissão Europeia e aos Estados-Membros no desenvolvimento e implementação da legislação da UE sobre segurança marítima, poluição por navios e proteção. PORTO DE SINES NA OVIBEJA PRESIDENTE DA REPÚBLICA VISITA STAND DA APS O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi recebido no stand da APS durante a 36.ª edição da Ovibeja. Na visita a este certame e ao stand da APS, Marcelo Rebelo de Sousa manifestou o seu interesse na atividade do maior porto nacional, nomeadamente, nos projetos de expansão previstos para o Porto de Sines. A Administração dos Portos de Sines e do Algarve aproveitou a presença do Presidente da República para oferecer o livro comemorativo do 40.º Aniversário da APS – "Porto de Sines - 40 Anos, 40 Imagens".
  • 16. EDIÇÃO Nº77 RADAR16 A APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve foi novamente distinguida com o galardão CEEP-CSR Label que reconhece as empresas de serviços públicos no espaço europeu que se destacam pelo cumprimento da excelência na prestação de serviços e das melhores práticas no âmbito da responsabilidade social. A atribuição deste “Rótulo Europeu de Responsabilidade Social” decorreu numa Cerimónia realizada em Estocolmo, representando o reconhecimento europeu da qualidade dos serviços públicos e de interesse geral prestados pela APS, assim como a distinção das boas práticas empresariais implementadas no âmbito da Responsabilidade Social Corporativa. A APS viu reconhecida a boa prática de Cooperação com o Centro Nacional de Cibersegurança do Gabinete Nacional de Segurança (CNCS/GNS), enquadrada no contexto de digitalização, integração e investimento tecnológico evolutivo APS RENOVA GALARDÃO CEEP-CSR RÓTULO EUROPEU DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NOS SERVIÇOS PÚBLICOS RECONQUISTADO que tem vindo a fazer ao longo dos últimos anos, numa lógica de reutilização dos sistemas e tecnologias implementados. A cooperação com o CNCS/GNS é de extrema importância no atual contexto nacional e internacional, sendo fundamental a criação de sinergias numa perspetiva de cooperação e coordenação político-estratégica para a segurança nacional e defesa do ciberespaço, reforçada pelo facto do Porto de Sines ser uma infraestrutura crítica nacional. ESCOLA NÁUTICA E ACADEMIA MSC VISITARAM O PORTO DE SINES APS RECEBE CERCA DE 70 ALUNOS Um grupo de cerca de 70 alunos dos Cursos de Gestão Portuária, Gestão de Transportes e Logística e de Pilotagem da ENIDH – Escola Superior Náutica Infante D. Henrique e da Academia MSC visitaram o Porto de Sines. Durante a sessão que decorreu no Auditório do Porto de Sines, Fernanda Albino, Administradora da APS, apresentou o posicionamento desta infraestrutura portuária no mercado portuário internacional, a sua evolução nos últimos anos e os projetos de desenvolvimento que se perspetivam num futuro próximo. Também Paulo Mestre, responsável pelo Terminal de Gás Natural de Sines, concessionado à REN Atlântico, apresentou as principais características do terminal, destacando a sua importância para o mercado nacional. Durante a visita aos terminais portuários, os alunos tiveram oportunidade de conhecer em detalhe várias vertentes operacionais do Porto de Sines, com destaque para o Centro de Controlo de Tráfego, para o armazém logístico da Sitank e para os rebocadores da Reboport e Svitzer.
  • 17. EDIÇÃO Nº77 RADAR 17 APS CELEBROU 41º ANIVERSÁRIO PORTO DE SINES HOMENAGEOU TRABALHADORES NESTA COMEMORAÇÃO No dia 14 de dezembro, a APS assinalou o seu 41ºaniversário num encontro que reuniu os trabalhadores, no ativo e aposentados, e em que participaram ainda alguns convidados da Comunidade Portuária. O evento deste ano pretendeu homenagear todos os que dedicam e dedicaram a sua vida profissional ao desenvolvimento do Porto de Sines, ajudando a consolidar esta infraestrutura portuária no panorama nacional e internacional. O Presidente do Conselho de Administração da APS, José Luis Cacho, fez uma retrospetiva do ano que agora termina e salientou os projetos que a empresa tem para o futuro, com vista ao desenvolvimento dos Portos de Sines e do Algarve. Recorde-se que a APS foi criada pelo Decreto-Lei 508/77, de 14 de dezembro, que deu início à atividade do que hoje é o maior porto do país em movimentação de carga.
  • 18. EDIÇÃO Nº77 GDCAPS18 GDCAPS ATIVIDADES DESPORTIVAS PREENCHERAM O INÍCIO DO ANO O GDCAPS conta, por mais um ano consecutivo, com uma preenchida agenda de atividades desportivas, que passaram por provas de atletismo, caminhadas, basquetebol e futsal. No dia 16 de fevereiro, os caminheiros participaram na Rota Vicentina Trilho dos Pescadores, um percurso de 20 Km entre o Porto Covo e Vila Nova de Milfontes. Para além desta iniciativa, durante três dias, 8, 9 e 10 de março, o grupo participou na Rota dos Três Trilhos, em Viseu, percorrendo uma distância de 17,06 km. Já no mês de abril, os caminheiros aventuraram-se pela Rota Vicentina Trilho dos Pescadores II, percorrendo Vila Nova de Milfontes com destino a Almograve, percurso este de 15 km. Por seu lado, a equipa de atletismo deslocou-se a Grândola onde participou, no dia 3 de fevereiro, no Grande Prémio de Atletismo desta cidade alentejana. No pavilhão de Multiusos de Sines decorrem, como habitualmente, os treinos de Futsal às terças e quintas, a partir das 17:00. Já os treinos de Basquetebol acontecem no Pavilhão do Estrela em Santo André todas as terças- feiras, às 21:00.
  • 19. EDIÇÃO Nº77 REVISTA DE IMPRENSA 19 NEGÓCIOS , 24 de março de 2019 SUL INFORMAÇÃO, AAAAA de novembro de 2018 VIDA ECONÓMICA, 11 de janeiro de 2019 NOTÍCIAS AO MINUTO, 31 de janeiro de 2019 JORNAL ECONÓMICO, 22 de fevereiro de 2019 TRANSPORTES & NEGÓCIOS, 31 de janeiro de 2019 DIÁRIO DE NOTÍCIAS, 18 de março de 2019 CORREIO DA MANHÃ, 2 de fevereiro de 2019 VIDA ECONÓMICA, 22 de março de 2019LOGÍSTICA & TRANSPORTES HOJE, 31 de dezembro de 2018