SlideShare uma empresa Scribd logo
Maurício Palma Nogueira, engenheiro agrônomo
Brasília, DF, 11 de dezembro de 2014
RALLY DA PECUÁRIA
INSERIDO NO CONTEXTO DA PECUÁRIA MODERNA
EVOLUÇÃO DA PRODUTIVIDADE NA PECUÁRIA
Com a mesma produtividade de 1990, seriam necessários 419 milhões de hectares
para produzir o mesmo volume de carne estimado para 2013.
Teríamos que desmatar 251 milhões de hectares a mais sobre os 168 milhões usados,
efetivamente, pela pecuária em 2013.
Fonte: Agroconsult, IBGE
Evolução da área de pastagens e da produtividade em @/ha/ano na pecuária
188
176
168
1,65
3,35
4,06
0,70
0,90
1,10
1,30
1,50
1,70
1,90
2,10
2,30
2,50
2,70
2,90
3,10
3,30
3,50
3,70
3,90
4,10
4,30
140
145
150
155
160
165
170
175
180
185
190
1990
1991
1992
1993
1994
1995
1996
1997
1998
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014
2015
Área de Pastagens (mi ha) Produt. Arrobas/ha
POR QUE UM PECUARISTA APLICA TECNOLOGIA?
Produtor busca aumentar a renda
Resultados
Fonte: Agroconsult
58
168 184
121
-88
-307
2
83
178
263
411
669
9 24
232
517
616
915
1 a 3 @/ha 3 a 6 @/ha 6 a 12 @/ha 12 a 18 @/ha 18 a 26 @/ha 26 a 38 @/ha
Análise de lucro operacional/ha por atividade e por nível de tecnologia
2014- R$/ha/ano
Cria Ciclo Completo Recria e engorda
MAIS CARNE POR ANIMAL ABATIDO
Peso médio da carcaça vem aumentando ano a ano
Kg de carcaça / cabeça
Fonte: Agroconsult, IBGE
224,0
227,9
226,8
228,3
234,9
235,9
230,0
227,7
226,4 226,7
229,5
230,7
237,4
238,3
235,3
236,2
237,3 237,1
239,4
1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
MENOS TEMPO PARA ABATE
Tempo médio para abate se reduzindo
Abate de bois com mais de 36 meses de idade
Fonte: Agroconsult, IBGE
50,8%
49,4%
35,7%
29,3%
21,1%
15,7% 16,1%
23,8%
21,3%
11,7% 11,3%
17,2% 16,5%
9,5% 10,3% 9,2%
7,3% 6,8% 5,6%
1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
Porcentagem de bois (não inclui touros) terminados com mais de 36 meses
no total de machos
RALLY DA PECUÁRIA
Questionários e entrevistas
TECNOLOGIA NA PECUÁRIA
Produtores adotando sistemas altamente tecnificados
Distribuição da produtividade na amostra do Rally da Pecuária 2014: 416 produtores
entrevistados
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult
8,86%
21,52%
39,87%
13,92%
11,39%
3,16%
1,27%
1 - 3 @/ha 3 - 6@/ha 6-12@/ha 12-18@/ha 18-26@/ha 26-38@/ha acima de 38@/ha
%
15,8% acima de 18 @/ha/ano
a partir do ponto em que o
ciclo completo fica competitivo
diante da agricultura
RALLY DA PECUÁRIA
Descrição da edição 2014
- 5 equipes, totalizando 55 mil km rodados
- 416 questionários e 76 entrevistas completas
- 12 eventos regionais e 3 encontros com pecuaristas
- Público atingido “in loco”: 1.165 produtores nos eventos, visitas e encontros
- 86 visitas em propriedades
- 325 pastos amostrados aleatoriamente
- 6.200 produtores acessando diretamente o site www.rallydapecuaria.com.br ou
Facebook e twitter relacionados ao projeto
- 15 mil e-mails de comunicação enviados por evento, totalizando 180 mil
mensagens.
- Retorno de mídia calculado em de R$ 5.658.032,62 pela clipagem.
RALLY DA PECUÁRIA Pontos amostrados nas últimas três edições
Edição 2014
Edição 2012
Edição 2011
ESTRATÉGIAS DE AUMENTO DA PRODUTIVIDADE
Adoção de estratégias de manutenção e aumento na produtividade das
pastagens dentre os produtores do público do Rally da Pecuária
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult
7,8%
13,0%
4,7%
16,6%
10,1%
Correção e
fertilização na
formação/ reforma
Correção e
fertilização em
superfície
Fertilização anual
mesma área
Aplic. Herbicida Reforma de
pastagens
%
Uso de estratégias em relação ao total de área das
pastagens amostradas
CORREÇÃO E FERTILIZAÇÃO DE PASTAGENS
Resumo em relação aos produtores entrevistados no Rally da Pecuária – dados
apresentados em junho de 2014 pela Agroconsult
- 45% dos produtores corrigem e fertilizam pastagens
- 33% dos produtores fertilizam mais de 16% da área ao ano
- Em média, os pecuaristas da amostra fertilizam 13% de suas áreas
- 7,8% da área é corrigida na formação ou reforma da área
- 13% da área recebe corretivos ou fertilizantes ao ano
- 4,7% da área recebe corretivos ou fertilizantes todos os anos
Estimamos que apenas 3% da área total da amostra recebe corretivos e
fertilizantes nas recomendações adequadas em superfície
Resultados resumidos
RALLY DA PECUÁRIA 2014 EM NÚMEROS
Indicadores médios no público do Rally da Pecuária
Considerando ciclo completo
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult
9,42
7,64 8,15
12,60
4,22
Média Visitas Técnicas ABC Programa ABC Média nacional
@/ha/ano
Amostra total Visitas Técnicas ABC Programa ABC
Rebanho Médio - (cab.) 4.666 2.399 2.706 434
Rebanho total - (milhão cab.) 1,9 1,0 1,1 0,2
Área média da pecuária - (ha) 2.283,98 1.160,41 1.320,04 166,22
Área total de pastagens - (mil ha) 950 483 549 69
Ocupação média - (cab/ha) 1,70 2,00 1,69 2,59
Rebanho confinado total - (mil cab.) 383 285 278 19
Desfrute no ciclo completo 32,6% 26,5% 28,3% 28,6%
Produtividade média estimada - (@/ha/ano) 9,42 7,64 8,15 12,60
Produtores na amostra 416 69 188 35
Produtividade por hectare /ano – ciclo completo
RALLY DA PECUÁRIA 2014 EM NÚMEROS
Indicadores médios no público do Rally da Pecuária
Área demandada pela pecuária para cada nível de
produtividade
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult
75,3
92,7
87,0
56,3
168,0
Média Visitas Técnicas ABC Programa ABC Média nacional
Milhõesdehectares
Hipoteticamente, caso a pecuária passasse a operar nos níveis de produtividade encontrados na edição
de 2014, a área total de pastagem demandada seria significativamente menor para cada nível de
produtividade.
.
RALLY DA PECUÁRIA
Amostragens de campo
ANALISANDO O PROCESSO DE DEGRADAÇÃO
Por imagem de satélite
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult / Agrosatélite
32,1 33,3
3,3
Degradação agrícola Degradação biológica Degradada
Milhõesdehectares
Do total em degradação, 32,1
milhões de hectares (40%) não
consistem em um problema
ambiental, pois trata-se de
substituição da vegetação
presente.
AVALIAÇÃO DE PASTAGENS POR SATÉLITE
Classificação das condições e intervenções nas pastagens entre 2003 e 2014,
usando imagem de satélites
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult / Agrosatélite
52 52 4750 49 44
97
140
107
167 170
181
0
40
80
120
160
200
2011 2012 2014
Pastosamostrados
Edições do Rally
Recuperação Reforma Em degradação Sem intervenção
12%
12%
28%
48%
13%
12%
34%
41%
14%
14%
26%
46%
RALLY DA PECUÁRIA 2014 EM NÚMEROS
Avaliação das pastagens em 2014
Qualidade das pastagens a campo
Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult
Ótima
Boa
“Meia vida”
Degradada
Semi degradada
39,7%
23,5% 25,1%
9,4%
2,3%
Ótima Boa "meia vida" Semi degradada Degradada
PASTAGENS
Necessidade de intervenção
Estima-se que aproximadamente 5 milhões de hectares precisem
urgentemente de reforma por já estarem no último estágio de
degradação, ou seja, a partir de quando o pasto precisa ser reformado. E
outros 14 milhões de hectares precisariam de
intervenção nos próximos 24 meses para que não
atinjam o último estágio de degradação. Os recursos
demandados para corrigir, ou evitar, a degradação dos pastos brasileiros são
estimados em R$30 bilhões até 2016.
CONSIDERAÇÕES
SUSTENTABILIDADE DA PECUÁRIA BRASILEIRA
Estratégias para diagnóstico e ações nas pastagens
- As condições das pastagens são dinâmicas e se alteram ao longo dos anos
e dentro do mesmo ano: clima, manejo, sobras, pragas, invasoras, fogo, etc.
- A inserção tecnológica e os diversos graus de qualidade das pastagens
ocorrem de forma similar em todas as regiões do país
- Apenas cerca de 20 milhões de hectares, do total de 168 milhões, estariam
aptos tecnicamente a receberem projetos de integração com lavoura.
Mercadologicamente a área viável para integração é ainda menor, mas
tende a crescer lentamente
- A demanda econômica por tecnologia é superior à demanda ambiental.
Portanto, o problema tende a ser de ordem social a médio prazo: exclusão.
SUSTENTABILIDADE DA PECUÁRIA BRASILEIRA
Estratégias para diagnóstico e ações nas pastagens
- De acordo com estimativas da Agroconsult, para compensar toda da
demanda por área pela agricultura e florestas (conceito de desmatamento
líquido zero), a pecuária precisaria agregar 20% de produtividade em 10
anos. E nos últimos 10 anos a produtividade aumentou 40%.
- No entanto, para recuperar a rentabilidade da década de 70 e 80, em
média o pecuarista precisaria aumentar a produtividade em 150%.
- Normalmente os montantes de recursos demandados para recuperação de
pastagens são apresentados como definitivos para resolver o problema das
pastagens Brasil. No entanto, tais recursos precisam ser quantificados numa
escala temporal, pois anualmente uma determinada área atinge o grau de
degradação que exige intervenção no curto prazo: portanto, mais recursos.
RALLY DA PECUÁRIA 2014
Foi viabilizado por...
www.agroconsult.com.br
www.rallydapecuaria.com.br
48 3209-1650
pecuaria@agroconsult.com.br
Maurício Palma Nogueira
mauricionogueira@agroconsult.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...
Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...
Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Principais Desafios na Implantação da Agricultura de Precisão
Principais Desafios na Implantação da Agricultura de PrecisãoPrincipais Desafios na Implantação da Agricultura de Precisão
Principais Desafios na Implantação da Agricultura de Precisão
fernandoazevedo1234
 
Agricultura de Precisão - UFCG Pombal
Agricultura de Precisão - UFCG PombalAgricultura de Precisão - UFCG Pombal
Agricultura de Precisão - UFCG Pombal
Universidade Federal de Campina Grande
 
O que esconde o bagaço da cana?
O que esconde o bagaço da cana?O que esconde o bagaço da cana?
O que esconde o bagaço da cana?
CNPEM
 
Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...
Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...
Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...
24x7 COMUNICAÇÃO
 
Mais Milho
Mais MilhoMais Milho
Mais Milho
Meio & Mensagem
 
Mapa fernando costa
Mapa fernando costaMapa fernando costa
Mapa fernando costa
Embrapa Milho e Sorgo
 
Q31
Q31Q31
Arranjo em parcela sub dividida
Arranjo em parcela sub divididaArranjo em parcela sub dividida
Arranjo em parcela sub dividida
Mario Lira Junior
 
Agroenergia surge como alternativa para redução de custos
Agroenergia surge como alternativa para redução de custosAgroenergia surge como alternativa para redução de custos
Agroenergia surge como alternativa para redução de custos
ProjetoBr
 
Apresentação de Marcos Jank - Única
Apresentação de Marcos Jank  - ÚnicaApresentação de Marcos Jank  - Única
Apresentação de Marcos Jank - Única
CartaCapital
 
Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...
Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...
Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Cenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/Macapá
Cenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/MacapáCenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/Macapá
Cenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/Macapá
Idesam
 
Suelos de Brasil - Jefe Leao Ribeiro
Suelos de Brasil - Jefe Leao RibeiroSuelos de Brasil - Jefe Leao Ribeiro
Suelos de Brasil - Jefe Leao Ribeiro
ExternalEvents
 
Apresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusApresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateus
equipeagroplus
 
Sustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuária
Sustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuáriaSustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuária
Sustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuária
Marília Gomes
 
Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.
Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.
Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.
FAO
 

Mais procurados (17)

Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...
Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...
Direitos Indígenas: entrave ao desenvolvimento ou parte da riqueza nacional? ...
 
Principais Desafios na Implantação da Agricultura de Precisão
Principais Desafios na Implantação da Agricultura de PrecisãoPrincipais Desafios na Implantação da Agricultura de Precisão
Principais Desafios na Implantação da Agricultura de Precisão
 
Agricultura de Precisão - UFCG Pombal
Agricultura de Precisão - UFCG PombalAgricultura de Precisão - UFCG Pombal
Agricultura de Precisão - UFCG Pombal
 
O que esconde o bagaço da cana?
O que esconde o bagaço da cana?O que esconde o bagaço da cana?
O que esconde o bagaço da cana?
 
Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...
Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...
Painel 4 - Mercado de capitais e os instrumentos de financiamento para o agro...
 
Mais Milho
Mais MilhoMais Milho
Mais Milho
 
Mapa fernando costa
Mapa fernando costaMapa fernando costa
Mapa fernando costa
 
Q31
Q31Q31
Q31
 
Arranjo em parcela sub dividida
Arranjo em parcela sub divididaArranjo em parcela sub dividida
Arranjo em parcela sub dividida
 
Agroenergia surge como alternativa para redução de custos
Agroenergia surge como alternativa para redução de custosAgroenergia surge como alternativa para redução de custos
Agroenergia surge como alternativa para redução de custos
 
Apresentação de Marcos Jank - Única
Apresentação de Marcos Jank  - ÚnicaApresentação de Marcos Jank  - Única
Apresentação de Marcos Jank - Única
 
Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...
Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...
Radiografia das Pastagens - Observatório Agricultura de Baixo Carbono, mudanç...
 
Cenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/Macapá
Cenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/MacapáCenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/Macapá
Cenário Amapá REDD+- Treinamento GCF/Macapá
 
Suelos de Brasil - Jefe Leao Ribeiro
Suelos de Brasil - Jefe Leao RibeiroSuelos de Brasil - Jefe Leao Ribeiro
Suelos de Brasil - Jefe Leao Ribeiro
 
Apresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusApresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateus
 
Sustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuária
Sustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuáriaSustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuária
Sustentabilidade á pasto, degradação de pastagem, integração lavoura-pecuária
 
Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.
Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.
Modelo Bio-Económico Ganadero para el Agro-eco-sistema Cerrado.
 

Destaque

Vulnerabilidade e adaptação na costa brasileira
Vulnerabilidade e adaptação na costa brasileiraVulnerabilidade e adaptação na costa brasileira
Vulnerabilidade e adaptação na costa brasileira
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Crédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e Gargalos
Crédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e GargalosCrédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e Gargalos
Crédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e Gargalos
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Modelos de assistência técnica e gerencial na pecuária
Modelos de assistência técnica e gerencial na pecuáriaModelos de assistência técnica e gerencial na pecuária
Modelos de assistência técnica e gerencial na pecuária
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Adaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetec
Adaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetecAdaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetec
Adaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetec
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Análise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufce
Análise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufceAnálise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufce
Análise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufce
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Blogs para clipping
Blogs para clippingBlogs para clipping
Apêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticas
Apêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticasApêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticas
Apêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticas
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...
Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...
Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20
Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20
A governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestor
A governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestorA governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestor
A governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestor
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Tecnologia espacial
 Tecnologia espacial Tecnologia espacial
Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...
Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...
Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Satélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDC
Satélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDCSatélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDC
The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...
The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...
The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Brasil 2040 - COP20 - Natalie Unterstell
Brasil 2040 - COP20 - Natalie UnterstellBrasil 2040 - COP20 - Natalie Unterstell
República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...
República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...
República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Perspectivas para a construção de um projeto - Pastosat
Perspectivas para a construção de um projeto - PastosatPerspectivas para a construção de um projeto - Pastosat
Perspectivas para a construção de um projeto - Pastosat
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")
Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")
Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
A Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das Organizações
A Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das OrganizaçõesA Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das Organizações
A Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das Organizações
Sidney Modenesi, MBCI
 
Cenários da pecuária bovina de corte
Cenários da pecuária bovina de corte Cenários da pecuária bovina de corte

Destaque (20)

Vulnerabilidade e adaptação na costa brasileira
Vulnerabilidade e adaptação na costa brasileiraVulnerabilidade e adaptação na costa brasileira
Vulnerabilidade e adaptação na costa brasileira
 
Crédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e Gargalos
Crédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e GargalosCrédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e Gargalos
Crédito ABC – Recuperação de Pastagens: Resultados, Perspectivas e Gargalos
 
Modelos de assistência técnica e gerencial na pecuária
Modelos de assistência técnica e gerencial na pecuáriaModelos de assistência técnica e gerencial na pecuária
Modelos de assistência técnica e gerencial na pecuária
 
Adaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetec
Adaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetecAdaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetec
Adaptação à Mudança do Clima - Sistema Energético Brasileiro - coppetec
 
Análise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufce
Análise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufceAnálise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufce
Análise da Mudança Climática no Setor Elétrico - funceme - ufce
 
Blogs para clipping
Blogs para clippingBlogs para clipping
Blogs para clipping
 
Apêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticas
Apêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticasApêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticas
Apêndice 2 - Vulnerabilidades da zona costeira brasileira às mudanças climáticas
 
Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...
Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...
Trajetória do Índice Vegetativo da Cana em Mato Grosso do Sul - Safra 2014/15...
 
Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20
Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20
Adaptação Amazonas - SAE/PR na COP20
 
A governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestor
A governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestorA governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestor
A governança do setor cibernético no brasil a proposição de um comitê gestor
 
Tecnologia espacial
 Tecnologia espacial Tecnologia espacial
Tecnologia espacial
 
Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...
Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...
Segurança e Defesa Cibernética: Gerenciamento de Riscos e Recuperação de Desa...
 
Satélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDC
Satélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDCSatélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDC
Satélite GEO - Defesa e Comunicação- SGDC
 
The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...
The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...
The IPCC Fifth Assessment Report and its implications to Latin American - Seb...
 
Brasil 2040 - COP20 - Natalie Unterstell
Brasil 2040 - COP20 - Natalie UnterstellBrasil 2040 - COP20 - Natalie Unterstell
Brasil 2040 - COP20 - Natalie Unterstell
 
República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...
República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...
República Dominicana: Caso Boca de Cachón, “Infraestructura Resiliente” - Oma...
 
Perspectivas para a construção de um projeto - Pastosat
Perspectivas para a construção de um projeto - PastosatPerspectivas para a construção de um projeto - Pastosat
Perspectivas para a construção de um projeto - Pastosat
 
Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")
Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")
Cenários de Mudanças Climáticas: Regionalização ("downscaling")
 
A Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das Organizações
A Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das OrganizaçõesA Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das Organizações
A Continuidade de Negócios Alinhada ao Planejamento Estratégico das Organizações
 
Cenários da pecuária bovina de corte
Cenários da pecuária bovina de corte Cenários da pecuária bovina de corte
Cenários da pecuária bovina de corte
 

Semelhante a Rally da Pecuária

Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...
Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...
Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...
FAO
 
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Lela Gomes
 
Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010
Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010
Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010
BeefPoint
 
27 de Abril - Agrishow
27 de Abril - Agrishow27 de Abril - Agrishow
27 de Abril - Agrishow
ACIDADE ON
 
Plantio diretona palha x convencional
Plantio diretona palha x convencionalPlantio diretona palha x convencional
Plantio diretona palha x convencional
Brunna Fernandez
 
Apoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção Social
Apoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção SocialApoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção Social
Apoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção Social
Cogepp CEPAM
 
Viabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulista
Viabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulistaViabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulista
Viabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulista
Rural Pecuária
 
Aula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacionalAula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacional
Instituto Federal do Maranhão
 
Maria Luiza
Maria LuizaMaria Luiza
Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...
Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...
Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...
FAO
 
Eduardo Sampaio Agrocafé 2008
Eduardo Sampaio Agrocafé 2008Eduardo Sampaio Agrocafé 2008
Eduardo Sampaio Agrocafé 2008
Revista Cafeicultura
 
Apr euroforte-site sem firout-fevº2014
Apr euroforte-site sem firout-fevº2014Apr euroforte-site sem firout-fevº2014
Apr euroforte-site sem firout-fevº2014
euroforte
 
Renovação ou modernização de máquinas agrícolas
Renovação ou modernização de máquinas agrícolasRenovação ou modernização de máquinas agrícolas
Renovação ou modernização de máquinas agrícolas
Agricultura Sao Paulo
 
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação e defesa do tema atualizado
Apresentação e defesa do tema atualizadoApresentação e defesa do tema atualizado
Apresentação e defesa do tema atualizado
Carlos Wilson Zanchini
 
painel7_Eduardo.ppt
painel7_Eduardo.pptpainel7_Eduardo.ppt
painel7_Eduardo.ppt
ProfJlioCzarIacia
 
Plano nacional de agroenergia
Plano nacional de agroenergiaPlano nacional de agroenergia
Plano nacional de agroenergia
Carlos Henrique Sousa
 
Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015
Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015
Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015
Palácio do Planalto
 
Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
Rural Pecuária
 
José guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius lealJosé guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius leal
Boas Práticas Agrícolas
 

Semelhante a Rally da Pecuária (20)

Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...
Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...
Políticas agroambientais e mudancas climáticas - experiencias e desafios no c...
 
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
 
Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010
Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010
Proposta do Agronegócio para o próximo Presidente da República - 2010
 
27 de Abril - Agrishow
27 de Abril - Agrishow27 de Abril - Agrishow
27 de Abril - Agrishow
 
Plantio diretona palha x convencional
Plantio diretona palha x convencionalPlantio diretona palha x convencional
Plantio diretona palha x convencional
 
Apoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção Social
Apoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção SocialApoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção Social
Apoio à Agricultura Familiar, Inclusão e Proteção Social
 
Viabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulista
Viabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulistaViabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulista
Viabilidade econômica do abacaxi no centro oeste paulista
 
Aula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacionalAula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacional
 
Maria Luiza
Maria LuizaMaria Luiza
Maria Luiza
 
Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...
Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...
Projeto de Recuperação de Áreas de Produção e Pastagens Degradadas no Bioma A...
 
Eduardo Sampaio Agrocafé 2008
Eduardo Sampaio Agrocafé 2008Eduardo Sampaio Agrocafé 2008
Eduardo Sampaio Agrocafé 2008
 
Apr euroforte-site sem firout-fevº2014
Apr euroforte-site sem firout-fevº2014Apr euroforte-site sem firout-fevº2014
Apr euroforte-site sem firout-fevº2014
 
Renovação ou modernização de máquinas agrícolas
Renovação ou modernização de máquinas agrícolasRenovação ou modernização de máquinas agrícolas
Renovação ou modernização de máquinas agrícolas
 
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
 
Apresentação e defesa do tema atualizado
Apresentação e defesa do tema atualizadoApresentação e defesa do tema atualizado
Apresentação e defesa do tema atualizado
 
painel7_Eduardo.ppt
painel7_Eduardo.pptpainel7_Eduardo.ppt
painel7_Eduardo.ppt
 
Plano nacional de agroenergia
Plano nacional de agroenergiaPlano nacional de agroenergia
Plano nacional de agroenergia
 
Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015
Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015
Neri Geller apresenta Plano Agricola e Pecuário 2014/2015
 
Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
 
José guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius lealJosé guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius leal
 

Mais de SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

Grupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultados
Grupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultadosGrupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultados
Grupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultados
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil
Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil
Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...
Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...
Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Texto 2 concept note workshop-1
Texto 2   concept note workshop-1Texto 2   concept note workshop-1
Low-carbon investment and sustainable growth
Low-carbon investment and sustainable growthLow-carbon investment and sustainable growth
Texto 1 executive-summary-concept-note- draft 2. doc
Texto 1   executive-summary-concept-note- draft 2. docTexto 1   executive-summary-concept-note- draft 2. doc
Texto 1 executive-summary-concept-note- draft 2. doc
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Estudos de longo prazo 2050
Estudos de longo prazo 2050Estudos de longo prazo 2050
Cenários de mudanças climáticas
Cenários de mudanças climáticasCenários de mudanças climáticas
Mudanças do Clima e os Impactos nas Cidades
Mudanças do Clima e os Impactos nas CidadesMudanças do Clima e os Impactos nas Cidades
Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do MilênioRelatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...
Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...
Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Programa Nuclear Brasileiro: História e importância
Programa Nuclear Brasileiro: História e importânciaPrograma Nuclear Brasileiro: História e importância
Programa Nuclear Brasileiro: História e importância
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Influência dos modelos climáticos na saúde humana
Influência dos modelos climáticos na saúde humanaInfluência dos modelos climáticos na saúde humana
Influência dos modelos climáticos na saúde humana
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 

Mais de SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (13)

Grupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultados
Grupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultadosGrupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultados
Grupo de trabalho Pecuária Sustentável - Compromissos, ações e resultados
 
Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil
Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil
Mapeamento qualitativo das pastagens do Brasil
 
Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...
Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...
Mechanism of Early & further action, "currency climate" and "Bretton Woods lo...
 
Texto 2 concept note workshop-1
Texto 2   concept note workshop-1Texto 2   concept note workshop-1
Texto 2 concept note workshop-1
 
Low-carbon investment and sustainable growth
Low-carbon investment and sustainable growthLow-carbon investment and sustainable growth
Low-carbon investment and sustainable growth
 
Texto 1 executive-summary-concept-note- draft 2. doc
Texto 1   executive-summary-concept-note- draft 2. docTexto 1   executive-summary-concept-note- draft 2. doc
Texto 1 executive-summary-concept-note- draft 2. doc
 
Estudos de longo prazo 2050
Estudos de longo prazo 2050Estudos de longo prazo 2050
Estudos de longo prazo 2050
 
Cenários de mudanças climáticas
Cenários de mudanças climáticasCenários de mudanças climáticas
Cenários de mudanças climáticas
 
Mudanças do Clima e os Impactos nas Cidades
Mudanças do Clima e os Impactos nas CidadesMudanças do Clima e os Impactos nas Cidades
Mudanças do Clima e os Impactos nas Cidades
 
Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do MilênioRelatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
 
Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...
Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...
Desenvolvimento Inclusivo Sustentável? As Novas Transformações Brasileiras po...
 
Programa Nuclear Brasileiro: História e importância
Programa Nuclear Brasileiro: História e importânciaPrograma Nuclear Brasileiro: História e importância
Programa Nuclear Brasileiro: História e importância
 
Influência dos modelos climáticos na saúde humana
Influência dos modelos climáticos na saúde humanaInfluência dos modelos climáticos na saúde humana
Influência dos modelos climáticos na saúde humana
 

Último

Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exerciciosdengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
wfsouza2
 
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Geagra UFG
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 

Último (8)

Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exerciciosdengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
 
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 

Rally da Pecuária

  • 1.
  • 2. Maurício Palma Nogueira, engenheiro agrônomo Brasília, DF, 11 de dezembro de 2014 RALLY DA PECUÁRIA INSERIDO NO CONTEXTO DA PECUÁRIA MODERNA
  • 3. EVOLUÇÃO DA PRODUTIVIDADE NA PECUÁRIA Com a mesma produtividade de 1990, seriam necessários 419 milhões de hectares para produzir o mesmo volume de carne estimado para 2013. Teríamos que desmatar 251 milhões de hectares a mais sobre os 168 milhões usados, efetivamente, pela pecuária em 2013. Fonte: Agroconsult, IBGE Evolução da área de pastagens e da produtividade em @/ha/ano na pecuária 188 176 168 1,65 3,35 4,06 0,70 0,90 1,10 1,30 1,50 1,70 1,90 2,10 2,30 2,50 2,70 2,90 3,10 3,30 3,50 3,70 3,90 4,10 4,30 140 145 150 155 160 165 170 175 180 185 190 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Área de Pastagens (mi ha) Produt. Arrobas/ha
  • 4. POR QUE UM PECUARISTA APLICA TECNOLOGIA? Produtor busca aumentar a renda Resultados Fonte: Agroconsult 58 168 184 121 -88 -307 2 83 178 263 411 669 9 24 232 517 616 915 1 a 3 @/ha 3 a 6 @/ha 6 a 12 @/ha 12 a 18 @/ha 18 a 26 @/ha 26 a 38 @/ha Análise de lucro operacional/ha por atividade e por nível de tecnologia 2014- R$/ha/ano Cria Ciclo Completo Recria e engorda
  • 5. MAIS CARNE POR ANIMAL ABATIDO Peso médio da carcaça vem aumentando ano a ano Kg de carcaça / cabeça Fonte: Agroconsult, IBGE 224,0 227,9 226,8 228,3 234,9 235,9 230,0 227,7 226,4 226,7 229,5 230,7 237,4 238,3 235,3 236,2 237,3 237,1 239,4 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
  • 6. MENOS TEMPO PARA ABATE Tempo médio para abate se reduzindo Abate de bois com mais de 36 meses de idade Fonte: Agroconsult, IBGE 50,8% 49,4% 35,7% 29,3% 21,1% 15,7% 16,1% 23,8% 21,3% 11,7% 11,3% 17,2% 16,5% 9,5% 10,3% 9,2% 7,3% 6,8% 5,6% 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Porcentagem de bois (não inclui touros) terminados com mais de 36 meses no total de machos
  • 8. TECNOLOGIA NA PECUÁRIA Produtores adotando sistemas altamente tecnificados Distribuição da produtividade na amostra do Rally da Pecuária 2014: 416 produtores entrevistados Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult 8,86% 21,52% 39,87% 13,92% 11,39% 3,16% 1,27% 1 - 3 @/ha 3 - 6@/ha 6-12@/ha 12-18@/ha 18-26@/ha 26-38@/ha acima de 38@/ha % 15,8% acima de 18 @/ha/ano a partir do ponto em que o ciclo completo fica competitivo diante da agricultura
  • 9. RALLY DA PECUÁRIA Descrição da edição 2014 - 5 equipes, totalizando 55 mil km rodados - 416 questionários e 76 entrevistas completas - 12 eventos regionais e 3 encontros com pecuaristas - Público atingido “in loco”: 1.165 produtores nos eventos, visitas e encontros - 86 visitas em propriedades - 325 pastos amostrados aleatoriamente - 6.200 produtores acessando diretamente o site www.rallydapecuaria.com.br ou Facebook e twitter relacionados ao projeto - 15 mil e-mails de comunicação enviados por evento, totalizando 180 mil mensagens. - Retorno de mídia calculado em de R$ 5.658.032,62 pela clipagem.
  • 10. RALLY DA PECUÁRIA Pontos amostrados nas últimas três edições Edição 2014 Edição 2012 Edição 2011
  • 11. ESTRATÉGIAS DE AUMENTO DA PRODUTIVIDADE Adoção de estratégias de manutenção e aumento na produtividade das pastagens dentre os produtores do público do Rally da Pecuária Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult 7,8% 13,0% 4,7% 16,6% 10,1% Correção e fertilização na formação/ reforma Correção e fertilização em superfície Fertilização anual mesma área Aplic. Herbicida Reforma de pastagens % Uso de estratégias em relação ao total de área das pastagens amostradas
  • 12. CORREÇÃO E FERTILIZAÇÃO DE PASTAGENS Resumo em relação aos produtores entrevistados no Rally da Pecuária – dados apresentados em junho de 2014 pela Agroconsult - 45% dos produtores corrigem e fertilizam pastagens - 33% dos produtores fertilizam mais de 16% da área ao ano - Em média, os pecuaristas da amostra fertilizam 13% de suas áreas - 7,8% da área é corrigida na formação ou reforma da área - 13% da área recebe corretivos ou fertilizantes ao ano - 4,7% da área recebe corretivos ou fertilizantes todos os anos Estimamos que apenas 3% da área total da amostra recebe corretivos e fertilizantes nas recomendações adequadas em superfície Resultados resumidos
  • 13. RALLY DA PECUÁRIA 2014 EM NÚMEROS Indicadores médios no público do Rally da Pecuária Considerando ciclo completo Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult 9,42 7,64 8,15 12,60 4,22 Média Visitas Técnicas ABC Programa ABC Média nacional @/ha/ano Amostra total Visitas Técnicas ABC Programa ABC Rebanho Médio - (cab.) 4.666 2.399 2.706 434 Rebanho total - (milhão cab.) 1,9 1,0 1,1 0,2 Área média da pecuária - (ha) 2.283,98 1.160,41 1.320,04 166,22 Área total de pastagens - (mil ha) 950 483 549 69 Ocupação média - (cab/ha) 1,70 2,00 1,69 2,59 Rebanho confinado total - (mil cab.) 383 285 278 19 Desfrute no ciclo completo 32,6% 26,5% 28,3% 28,6% Produtividade média estimada - (@/ha/ano) 9,42 7,64 8,15 12,60 Produtores na amostra 416 69 188 35 Produtividade por hectare /ano – ciclo completo
  • 14. RALLY DA PECUÁRIA 2014 EM NÚMEROS Indicadores médios no público do Rally da Pecuária Área demandada pela pecuária para cada nível de produtividade Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult 75,3 92,7 87,0 56,3 168,0 Média Visitas Técnicas ABC Programa ABC Média nacional Milhõesdehectares Hipoteticamente, caso a pecuária passasse a operar nos níveis de produtividade encontrados na edição de 2014, a área total de pastagem demandada seria significativamente menor para cada nível de produtividade. .
  • 16. ANALISANDO O PROCESSO DE DEGRADAÇÃO Por imagem de satélite Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult / Agrosatélite 32,1 33,3 3,3 Degradação agrícola Degradação biológica Degradada Milhõesdehectares Do total em degradação, 32,1 milhões de hectares (40%) não consistem em um problema ambiental, pois trata-se de substituição da vegetação presente.
  • 17. AVALIAÇÃO DE PASTAGENS POR SATÉLITE Classificação das condições e intervenções nas pastagens entre 2003 e 2014, usando imagem de satélites Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult / Agrosatélite 52 52 4750 49 44 97 140 107 167 170 181 0 40 80 120 160 200 2011 2012 2014 Pastosamostrados Edições do Rally Recuperação Reforma Em degradação Sem intervenção 12% 12% 28% 48% 13% 12% 34% 41% 14% 14% 26% 46%
  • 18. RALLY DA PECUÁRIA 2014 EM NÚMEROS Avaliação das pastagens em 2014 Qualidade das pastagens a campo Fonte: Rally da Pecuária / Agroconsult Ótima Boa “Meia vida” Degradada Semi degradada 39,7% 23,5% 25,1% 9,4% 2,3% Ótima Boa "meia vida" Semi degradada Degradada
  • 19. PASTAGENS Necessidade de intervenção Estima-se que aproximadamente 5 milhões de hectares precisem urgentemente de reforma por já estarem no último estágio de degradação, ou seja, a partir de quando o pasto precisa ser reformado. E outros 14 milhões de hectares precisariam de intervenção nos próximos 24 meses para que não atinjam o último estágio de degradação. Os recursos demandados para corrigir, ou evitar, a degradação dos pastos brasileiros são estimados em R$30 bilhões até 2016.
  • 21. SUSTENTABILIDADE DA PECUÁRIA BRASILEIRA Estratégias para diagnóstico e ações nas pastagens - As condições das pastagens são dinâmicas e se alteram ao longo dos anos e dentro do mesmo ano: clima, manejo, sobras, pragas, invasoras, fogo, etc. - A inserção tecnológica e os diversos graus de qualidade das pastagens ocorrem de forma similar em todas as regiões do país - Apenas cerca de 20 milhões de hectares, do total de 168 milhões, estariam aptos tecnicamente a receberem projetos de integração com lavoura. Mercadologicamente a área viável para integração é ainda menor, mas tende a crescer lentamente - A demanda econômica por tecnologia é superior à demanda ambiental. Portanto, o problema tende a ser de ordem social a médio prazo: exclusão.
  • 22. SUSTENTABILIDADE DA PECUÁRIA BRASILEIRA Estratégias para diagnóstico e ações nas pastagens - De acordo com estimativas da Agroconsult, para compensar toda da demanda por área pela agricultura e florestas (conceito de desmatamento líquido zero), a pecuária precisaria agregar 20% de produtividade em 10 anos. E nos últimos 10 anos a produtividade aumentou 40%. - No entanto, para recuperar a rentabilidade da década de 70 e 80, em média o pecuarista precisaria aumentar a produtividade em 150%. - Normalmente os montantes de recursos demandados para recuperação de pastagens são apresentados como definitivos para resolver o problema das pastagens Brasil. No entanto, tais recursos precisam ser quantificados numa escala temporal, pois anualmente uma determinada área atinge o grau de degradação que exige intervenção no curto prazo: portanto, mais recursos.
  • 23. RALLY DA PECUÁRIA 2014 Foi viabilizado por...