SlideShare uma empresa Scribd logo
Requalificação Urbana
Requalificação Urbana
da Região do PoloPolo da
da Região do da
Moda do Barro PretoPreto
Moda do Barro



 Diagnóstico e Projeto Executivo
 Concluído em 2010.


 Extensão da intervenção
 2,7 km lineares (20 trechos de rua)


 Estimativa de custo da obra
 R$ 10 milhões
 Projeto executivo encaminhado para
 SUDECAP para orçamento detalhado.
Requalificação Urbana
Requalificação Urbana
da Região do PoloPolo da
da Região do da
Moda do Barro PretoPreto
Moda do Barro


 Diretrizes:

 • Valorização da imagem de polo de moda
 • Privilégio ao pedestre e ao comércio;
 • Melhoria da acessibilidade e alargamento
 de calçadas
 • Minimização de conflitos de uso do espaço

 Intervenções:

 • Alterações viárias apenas na rua Mato
 Grosso (já avaliado pela BHTRANS) que
 passa a ser rua de acesso local
 (semelhante à trecho da rua Carijós)

 • Alargamento de calçadas e redução de
 vagas;

 • Tratamento de quatro esquinas com
 cruzamento elevado
Uso e ocupação
Uso e ocupação
Diagnóstico

 Enfraquecimento da imagem de polo de moda
na porção a norte da Augusto de Lima devido à
expansão de atividades não ligadas à moda.
(ferragens, estacionamento, mecânica, etc).

 Predomínio de comércio e serviço,
associado a volume de residências em
edificações mistas.


Proposta

 Reconstruir ligação e ampliar/fortalecer
vocação do bairro.

 Criar imagem diferenciada para o polo da
moda ao longo da Augusto de Lima e Mato
Grosso.



     Atividades não ligadas à Moda
     (ferragens, oficinas, papelarias, etc.)
     Atividades de suporte à Moda
     (tecidos, equipamentos, etc.)

     Atividades mistas com Moda

     Atividades ligadas à Moda
     (atacadistas, pret-a-porter, etc.)
Sistema viário
Sistema viário

Diagnóstico

 Barreiras pedestre e conflitos de uso do espaço
público (calçadas estreitas, má circulação de
automóvel e falta de carga e descarga).

 Boa localização de entradas e saídas e grande
visibilidade do eixo da Rua Mato Grosso.

 Identificação de oferta de vagas em
estacionamento particular, superior à demanda
identificada. (vagas de rotativo atendem
trabalhadores, moradores e proprietários e não
cumprem função de rotatividade na maior parte
dos casos).

Proposta

 Manutenção de entradas, saídas e de grande
parte da circulação atual.

 Aumento de vagas de taxi e de carga e
descarga e redução de estacionamento rotativo
(sobretudo na rua Mato Grosso) para espaço de
convívio e circulação de pedestres.
Síntese do projeto
Síntese do projeto

1.   Mantém geometria das ruas Ouro
     Preto, Araguari, Goitacases,
     Guajajaras e Augusto de Lima.

2.   Tratamento de calçada, arborização,
     mobiliário, iluminação e
     racionalização das vagas (sobretudo
     na Araguari, no lado de embarque e
     desembarque de ônibus).

3.   Tratamento nos principais
     cruzamentos da Augusto de Lima e
     Mato Grosso com piso elevado com
     travessia para pedestres.

4.   Tratamento diferenciado na Mato
     Grosso com alargamento de calçada
     e mobiliário especial.
Na avenida Augusto de Lima, o projeto mantém vagas de
estacionamento, recupera o canteiro central e, principalmente,
cria locais de travessia de pedestres nos cruzamentos.
Na avenida Augusto de Lima, o projeto mantém vagas de
estacionamento, recupera o canteiro central e, principalmente,
cria locais de travessia de pedestres nos cruzamentos.
Nas extremidades da Mato Grosso, o projeto prevê tratamento
das esquinas e privilégio ao pedestre.
Nas extremidades da Mato Grosso, o projeto prevê tratamento
das esquinas e privilégio ao pedestre.
Na Mato Grosso, o projeto alarga calçadas e cria ambiente e
imagem adequada ao polo da moda.
Na Mato Grosso, o projeto alarga calçadas e cria ambiente e
imagem adequada ao polo da moda.
Na Mato Grosso, o alargamento de calçadas e criação de espaço
público diferenciado é fundamental para recuperação da vocação
da região do polo da moda.
Na Mato Grosso, o alargamento de calçadas e criação de espaço

                                                                 3
público diferenciado é fundamental para recuperação da vocação
da região do polo da moda.
Na Mato Grosso, o conflito de uso do espaço público é
substituído por espaços, eventos e usos ligados à moda.
Na Mato Grosso, o conflito de uso do espaço público é
substituído por espaços, eventos e usos ligados à moda.
Na Mato Grosso com Augusto de Lima o projeto prevê retirada
de barreira e continuidade do eixo do polo da moda.
Na Mato Grosso com Augusto de Lima o projeto prevê retirada
de barreira e continuidade do eixo do polo da moda.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIAL
ESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIALESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIAL
ESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIAL
Ana Helena Rodrigues Alves
 
Morfologia Urbana e Desenho da Cidade
Morfologia Urbana e Desenho da CidadeMorfologia Urbana e Desenho da Cidade
Morfologia Urbana e Desenho da Cidade
ARQ210AN
 
Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)
Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)
Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)
Habitação e Cidade
 
Analise urbana
Analise urbanaAnalise urbana
Analise urbana
Anderson Vieira
 
A Forma Urbana
A Forma UrbanaA Forma Urbana
A Forma Urbana
Marília Amorim
 
Desenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNTDesenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNT
danilosaccomori
 
Estudo de caso Edificio Barão de Itaborai
Estudo de caso Edificio Barão de ItaboraiEstudo de caso Edificio Barão de Itaborai
Estudo de caso Edificio Barão de Itaborai
Luciana Paixão Arquitetura
 
Detalhamento - Escada
Detalhamento - EscadaDetalhamento - Escada
Detalhamento - Escada
danilosaccomori
 
Urbanizacao loteamento
Urbanizacao loteamentoUrbanizacao loteamento
Urbanizacao loteamento
Karoliny Benton
 
Apresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnosticoApresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnostico
Steves Rocha
 
Projeto de Interiores Comerciais - Proporções entre Lojas
Projeto de Interiores Comerciais - Proporções entre LojasProjeto de Interiores Comerciais - Proporções entre Lojas
Projeto de Interiores Comerciais - Proporções entre Lojas
danilosaccomori
 
Morte e Vida das Grandes Cidades
Morte e Vida das Grandes CidadesMorte e Vida das Grandes Cidades
Morte e Vida das Grandes Cidades
Isabella Rodrigues
 
PROJETO URBANISTICO I - UFRGS
PROJETO URBANISTICO I - UFRGS PROJETO URBANISTICO I - UFRGS
PROJETO URBANISTICO I - UFRGS
Mariana Mincarone
 
Rem Koolhaas e a cidade genérica
Rem Koolhaas e a cidade genéricaRem Koolhaas e a cidade genérica
Rem Koolhaas e a cidade genérica
Marcia Rodrigues
 
Fundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquiteturaFundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquitetura
Heldio Carneiro
 
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-ConstruirPlantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
danilosaccomori
 
TFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidiana
TFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidianaTFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidiana
TFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidiana
Luísa Cangussu
 
TFG - Mercado Público Carioca
TFG - Mercado Público CariocaTFG - Mercado Público Carioca
TFG - Mercado Público Carioca
Marcel Ferreira de Figueiredo
 
22 a quadra esportes coberta
22 a quadra esportes coberta22 a quadra esportes coberta
22 a quadra esportes coberta
Willian De Sá
 
aula 11 - Início séc. XX - parte 1
aula 11 - Início séc. XX - parte 1aula 11 - Início séc. XX - parte 1
aula 11 - Início séc. XX - parte 1
arqbras
 

Mais procurados (20)

ESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIAL
ESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIALESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIAL
ESTUDO PRELIMINAR DE PROJETO: HABITAÇÃO SOCIAL
 
Morfologia Urbana e Desenho da Cidade
Morfologia Urbana e Desenho da CidadeMorfologia Urbana e Desenho da Cidade
Morfologia Urbana e Desenho da Cidade
 
Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)
Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)
Aula 9 - Daniel Montandon (p.1)
 
Analise urbana
Analise urbanaAnalise urbana
Analise urbana
 
A Forma Urbana
A Forma UrbanaA Forma Urbana
A Forma Urbana
 
Desenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNTDesenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNT
 
Estudo de caso Edificio Barão de Itaborai
Estudo de caso Edificio Barão de ItaboraiEstudo de caso Edificio Barão de Itaborai
Estudo de caso Edificio Barão de Itaborai
 
Detalhamento - Escada
Detalhamento - EscadaDetalhamento - Escada
Detalhamento - Escada
 
Urbanizacao loteamento
Urbanizacao loteamentoUrbanizacao loteamento
Urbanizacao loteamento
 
Apresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnosticoApresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnostico
 
Projeto de Interiores Comerciais - Proporções entre Lojas
Projeto de Interiores Comerciais - Proporções entre LojasProjeto de Interiores Comerciais - Proporções entre Lojas
Projeto de Interiores Comerciais - Proporções entre Lojas
 
Morte e Vida das Grandes Cidades
Morte e Vida das Grandes CidadesMorte e Vida das Grandes Cidades
Morte e Vida das Grandes Cidades
 
PROJETO URBANISTICO I - UFRGS
PROJETO URBANISTICO I - UFRGS PROJETO URBANISTICO I - UFRGS
PROJETO URBANISTICO I - UFRGS
 
Rem Koolhaas e a cidade genérica
Rem Koolhaas e a cidade genéricaRem Koolhaas e a cidade genérica
Rem Koolhaas e a cidade genérica
 
Fundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquiteturaFundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquitetura
 
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-ConstruirPlantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
 
TFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidiana
TFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidianaTFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidiana
TFG - Viver na rua - Arquitetura, Urbanismo e vida cotidiana
 
TFG - Mercado Público Carioca
TFG - Mercado Público CariocaTFG - Mercado Público Carioca
TFG - Mercado Público Carioca
 
22 a quadra esportes coberta
22 a quadra esportes coberta22 a quadra esportes coberta
22 a quadra esportes coberta
 
aula 11 - Início séc. XX - parte 1
aula 11 - Início séc. XX - parte 1aula 11 - Início séc. XX - parte 1
aula 11 - Início séc. XX - parte 1
 

Semelhante a Projeto de Requalificação do Barro Preto

Requalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro Preto
Requalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro PretoRequalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro Preto
Requalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro Preto
Diário do Comércio - MG
 
BRT e BRS: Características e funcionalidades
BRT e BRS: Características e funcionalidadesBRT e BRS: Características e funcionalidades
BRT e BRS: Características e funcionalidades
Andre Dantas
 
Urbanidade e clima na configuração de uma paisagem cultural
Urbanidade e clima na configuração de uma paisagem culturalUrbanidade e clima na configuração de uma paisagem cultural
Urbanidade e clima na configuração de uma paisagem cultural
Silvia Tavares
 
PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)
PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)
PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)
LennonBersa1
 
PUR - A2
PUR - A2PUR - A2
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da Lapa
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da LapaPMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da Lapa
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da Lapa
LennonBersa1
 
Megaeventos e mobilidade urbana
Megaeventos e mobilidade urbanaMegaeventos e mobilidade urbana
Megaeventos e mobilidade urbana
Paulo Ferreira
 
A Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil Organizada
A Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil OrganizadaA Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil Organizada
A Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil Organizada
pelacidadeviva
 
Transporte urbano de cargas
Transporte urbano de cargasTransporte urbano de cargas
Transporte urbano de cargas
Wilian Gatti Jr
 
Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...
Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...
Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...
3C Arquitetura e Urbanismo
 
Projeto tcc rev00
Projeto tcc   rev00Projeto tcc   rev00
Projeto tcc rev00
Cesar Braz
 
PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)
PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)
PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)
LennonBersa1
 
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura Butantã
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura ButantãPMSP - Plano de Ação - Subprefeitura Butantã
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura Butantã
LennonBersa1
 
Programa de governo de Geraldo
Programa de governo de GeraldoPrograma de governo de Geraldo
Programa de governo de Geraldo
Marcela Balbino
 
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de Pinheiros
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de PinheirosPMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de Pinheiros
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de Pinheiros
LennonBersa1
 
Aula - Urbanismo.pptx
Aula - Urbanismo.pptxAula - Urbanismo.pptx
Aula - Urbanismo.pptx
glauberlcfernandes
 
Apresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBA
Apresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBAApresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBA
Apresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBA
Pablo Florentino
 
MODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUE
MODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUEMODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUE
MODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUE
Guitts Isel
 
Plano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila Medeiros
Plano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila MedeirosPlano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila Medeiros
Plano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila Medeiros
Chico Macena
 
Capítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferenças
Capítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferençasCapítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferenças
Capítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferenças
Brasil Não Motorizado
 

Semelhante a Projeto de Requalificação do Barro Preto (20)

Requalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro Preto
Requalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro PretoRequalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro Preto
Requalificação Urbana da Região do Polo da Moda do Barro Preto
 
BRT e BRS: Características e funcionalidades
BRT e BRS: Características e funcionalidadesBRT e BRS: Características e funcionalidades
BRT e BRS: Características e funcionalidades
 
Urbanidade e clima na configuração de uma paisagem cultural
Urbanidade e clima na configuração de uma paisagem culturalUrbanidade e clima na configuração de uma paisagem cultural
Urbanidade e clima na configuração de uma paisagem cultural
 
PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)
PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)
PMSP - Plano de Ação - Leste 2 (extremo)
 
PUR - A2
PUR - A2PUR - A2
PUR - A2
 
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da Lapa
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da LapaPMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da Lapa
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura da Lapa
 
Megaeventos e mobilidade urbana
Megaeventos e mobilidade urbanaMegaeventos e mobilidade urbana
Megaeventos e mobilidade urbana
 
A Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil Organizada
A Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil OrganizadaA Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil Organizada
A Operação Urbana Vila Sônia vista pela Sociedade Civil Organizada
 
Transporte urbano de cargas
Transporte urbano de cargasTransporte urbano de cargas
Transporte urbano de cargas
 
Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...
Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...
Plano Diretor Cicloviário de Canoas/RS: Seminário - apresentação arq. Tiago H...
 
Projeto tcc rev00
Projeto tcc   rev00Projeto tcc   rev00
Projeto tcc rev00
 
PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)
PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)
PMSP - Plano de Ação - Zona Sul 1 (média)
 
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura Butantã
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura ButantãPMSP - Plano de Ação - Subprefeitura Butantã
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura Butantã
 
Programa de governo de Geraldo
Programa de governo de GeraldoPrograma de governo de Geraldo
Programa de governo de Geraldo
 
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de Pinheiros
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de PinheirosPMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de Pinheiros
PMSP - Plano de Ação - Subprefeitura de Pinheiros
 
Aula - Urbanismo.pptx
Aula - Urbanismo.pptxAula - Urbanismo.pptx
Aula - Urbanismo.pptx
 
Apresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBA
Apresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBAApresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBA
Apresentação Coletivo Mobicidade - Diálogos Abertos - ADM / UFBA
 
MODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUE
MODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUEMODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUE
MODELO DE ANÁLISE DAS ACESSIBILIDADES RODOVIÁRIAS DE MOÇAMBIQUE
 
Plano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila Medeiros
Plano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila MedeirosPlano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila Medeiros
Plano de Ciclovias da CET - Jardim Brasil - Tucuruvi - Vila Medeiros
 
Capítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferenças
Capítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferençasCapítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferenças
Capítulo 13: As calçadas de pedestres curitiba e madri-semelhanças e diferenças
 

Mais de Câmara De Dirigentes Lojistas

Expectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistas
Expectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistasExpectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistas
Expectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistas
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidores
Dia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidoresDia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidores
Dia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidores
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Expectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com Lojistas
Expectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com LojistasExpectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com Lojistas
Expectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com Lojistas
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Perfil do Inadimplente de Belo Horizonte
Perfil do Inadimplente de Belo HorizontePerfil do Inadimplente de Belo Horizonte
Perfil do Inadimplente de Belo Horizonte
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia das Crianças - Pesquisa com Consumidores
Dia das Crianças - Pesquisa com ConsumidoresDia das Crianças - Pesquisa com Consumidores
Dia das Crianças - Pesquisa com Consumidores
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia das Crianças - Pesquisa com Empresários
Dia das Crianças - Pesquisa com EmpresáriosDia das Crianças - Pesquisa com Empresários
Dia das Crianças - Pesquisa com Empresários
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Índice de Confiança do Empresário
Índice de Confiança do EmpresárioÍndice de Confiança do Empresário
Índice de Confiança do Empresário
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Índice de Confiança do Consumidor
Índice de Confiança do ConsumidorÍndice de Confiança do Consumidor
Índice de Confiança do Consumidor
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia dos pais - Pesquisa com consumidores
Dia dos pais - Pesquisa com consumidoresDia dos pais - Pesquisa com consumidores
Dia dos pais - Pesquisa com consumidores
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistas
Dia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistasDia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistas
Dia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistas
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque Especial
Pesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque EspecialPesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque Especial
Pesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque Especial
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia dos Namorados - Pesquisa com consumidores
Dia dos Namorados - Pesquisa com consumidoresDia dos Namorados - Pesquisa com consumidores
Dia dos Namorados - Pesquisa com consumidores
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia dos Namorados - Pesquisa com Empresários
Dia dos Namorados - Pesquisa com EmpresáriosDia dos Namorados - Pesquisa com Empresários
Dia dos Namorados - Pesquisa com Empresários
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Pesquisa sobre educação financeira - produtos bancários
Pesquisa sobre educação financeira - produtos bancáriosPesquisa sobre educação financeira - produtos bancários
Pesquisa sobre educação financeira - produtos bancários
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Dia das Mães - pesquisa com consumidores
Dia das Mães - pesquisa com consumidoresDia das Mães - pesquisa com consumidores
Dia das Mães - pesquisa com consumidores
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Pesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistas
Pesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistasPesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistas
Pesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistas
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoPesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Indicador de Confianca do Empresario
Indicador de Confianca do EmpresarioIndicador de Confianca do Empresario
Indicador de Confianca do Empresario
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoPesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Câmara De Dirigentes Lojistas
 
Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
Câmara De Dirigentes Lojistas
 

Mais de Câmara De Dirigentes Lojistas (20)

Expectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistas
Expectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistasExpectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistas
Expectativa de vendas no Natal 2016 - Pesquisa com lojistas
 
Dia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidores
Dia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidoresDia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidores
Dia dos Pais 2017 - pesquisa com consumidores
 
Expectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com Lojistas
Expectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com LojistasExpectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com Lojistas
Expectativa de vendas no Dia dos Pais - Pesquisa com Lojistas
 
Perfil do Inadimplente de Belo Horizonte
Perfil do Inadimplente de Belo HorizontePerfil do Inadimplente de Belo Horizonte
Perfil do Inadimplente de Belo Horizonte
 
Dia das Crianças - Pesquisa com Consumidores
Dia das Crianças - Pesquisa com ConsumidoresDia das Crianças - Pesquisa com Consumidores
Dia das Crianças - Pesquisa com Consumidores
 
Dia das Crianças - Pesquisa com Empresários
Dia das Crianças - Pesquisa com EmpresáriosDia das Crianças - Pesquisa com Empresários
Dia das Crianças - Pesquisa com Empresários
 
Índice de Confiança do Empresário
Índice de Confiança do EmpresárioÍndice de Confiança do Empresário
Índice de Confiança do Empresário
 
Índice de Confiança do Consumidor
Índice de Confiança do ConsumidorÍndice de Confiança do Consumidor
Índice de Confiança do Consumidor
 
Dia dos pais - Pesquisa com consumidores
Dia dos pais - Pesquisa com consumidoresDia dos pais - Pesquisa com consumidores
Dia dos pais - Pesquisa com consumidores
 
Dia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistas
Dia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistasDia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistas
Dia dos Pais - Expectativa de vendas com lojistas
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque Especial
Pesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque EspecialPesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque Especial
Pesquisa sobre Educação Financeira - Cartões de Crédito e Cheque Especial
 
Dia dos Namorados - Pesquisa com consumidores
Dia dos Namorados - Pesquisa com consumidoresDia dos Namorados - Pesquisa com consumidores
Dia dos Namorados - Pesquisa com consumidores
 
Dia dos Namorados - Pesquisa com Empresários
Dia dos Namorados - Pesquisa com EmpresáriosDia dos Namorados - Pesquisa com Empresários
Dia dos Namorados - Pesquisa com Empresários
 
Pesquisa sobre educação financeira - produtos bancários
Pesquisa sobre educação financeira - produtos bancáriosPesquisa sobre educação financeira - produtos bancários
Pesquisa sobre educação financeira - produtos bancários
 
Dia das Mães - pesquisa com consumidores
Dia das Mães - pesquisa com consumidoresDia das Mães - pesquisa com consumidores
Dia das Mães - pesquisa com consumidores
 
Pesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistas
Pesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistasPesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistas
Pesquisa de vendas para o Dia das Mães com lojistas
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoPesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
 
Indicador de Confianca do Empresario
Indicador de Confianca do EmpresarioIndicador de Confianca do Empresario
Indicador de Confianca do Empresario
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoPesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
 
Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
 

Projeto de Requalificação do Barro Preto

  • 1. Requalificação Urbana Requalificação Urbana da Região do PoloPolo da da Região do da Moda do Barro PretoPreto Moda do Barro Diagnóstico e Projeto Executivo Concluído em 2010. Extensão da intervenção 2,7 km lineares (20 trechos de rua) Estimativa de custo da obra R$ 10 milhões Projeto executivo encaminhado para SUDECAP para orçamento detalhado.
  • 2. Requalificação Urbana Requalificação Urbana da Região do PoloPolo da da Região do da Moda do Barro PretoPreto Moda do Barro Diretrizes: • Valorização da imagem de polo de moda • Privilégio ao pedestre e ao comércio; • Melhoria da acessibilidade e alargamento de calçadas • Minimização de conflitos de uso do espaço Intervenções: • Alterações viárias apenas na rua Mato Grosso (já avaliado pela BHTRANS) que passa a ser rua de acesso local (semelhante à trecho da rua Carijós) • Alargamento de calçadas e redução de vagas; • Tratamento de quatro esquinas com cruzamento elevado
  • 3. Uso e ocupação Uso e ocupação Diagnóstico  Enfraquecimento da imagem de polo de moda na porção a norte da Augusto de Lima devido à expansão de atividades não ligadas à moda. (ferragens, estacionamento, mecânica, etc).  Predomínio de comércio e serviço, associado a volume de residências em edificações mistas. Proposta  Reconstruir ligação e ampliar/fortalecer vocação do bairro.  Criar imagem diferenciada para o polo da moda ao longo da Augusto de Lima e Mato Grosso. Atividades não ligadas à Moda (ferragens, oficinas, papelarias, etc.) Atividades de suporte à Moda (tecidos, equipamentos, etc.) Atividades mistas com Moda Atividades ligadas à Moda (atacadistas, pret-a-porter, etc.)
  • 4. Sistema viário Sistema viário Diagnóstico  Barreiras pedestre e conflitos de uso do espaço público (calçadas estreitas, má circulação de automóvel e falta de carga e descarga).  Boa localização de entradas e saídas e grande visibilidade do eixo da Rua Mato Grosso.  Identificação de oferta de vagas em estacionamento particular, superior à demanda identificada. (vagas de rotativo atendem trabalhadores, moradores e proprietários e não cumprem função de rotatividade na maior parte dos casos). Proposta  Manutenção de entradas, saídas e de grande parte da circulação atual.  Aumento de vagas de taxi e de carga e descarga e redução de estacionamento rotativo (sobretudo na rua Mato Grosso) para espaço de convívio e circulação de pedestres.
  • 5. Síntese do projeto Síntese do projeto 1. Mantém geometria das ruas Ouro Preto, Araguari, Goitacases, Guajajaras e Augusto de Lima. 2. Tratamento de calçada, arborização, mobiliário, iluminação e racionalização das vagas (sobretudo na Araguari, no lado de embarque e desembarque de ônibus). 3. Tratamento nos principais cruzamentos da Augusto de Lima e Mato Grosso com piso elevado com travessia para pedestres. 4. Tratamento diferenciado na Mato Grosso com alargamento de calçada e mobiliário especial.
  • 6. Na avenida Augusto de Lima, o projeto mantém vagas de estacionamento, recupera o canteiro central e, principalmente, cria locais de travessia de pedestres nos cruzamentos.
  • 7. Na avenida Augusto de Lima, o projeto mantém vagas de estacionamento, recupera o canteiro central e, principalmente, cria locais de travessia de pedestres nos cruzamentos.
  • 8. Nas extremidades da Mato Grosso, o projeto prevê tratamento das esquinas e privilégio ao pedestre.
  • 9. Nas extremidades da Mato Grosso, o projeto prevê tratamento das esquinas e privilégio ao pedestre.
  • 10. Na Mato Grosso, o projeto alarga calçadas e cria ambiente e imagem adequada ao polo da moda.
  • 11. Na Mato Grosso, o projeto alarga calçadas e cria ambiente e imagem adequada ao polo da moda.
  • 12. Na Mato Grosso, o alargamento de calçadas e criação de espaço público diferenciado é fundamental para recuperação da vocação da região do polo da moda.
  • 13. Na Mato Grosso, o alargamento de calçadas e criação de espaço 3 público diferenciado é fundamental para recuperação da vocação da região do polo da moda.
  • 14. Na Mato Grosso, o conflito de uso do espaço público é substituído por espaços, eventos e usos ligados à moda.
  • 15. Na Mato Grosso, o conflito de uso do espaço público é substituído por espaços, eventos e usos ligados à moda.
  • 16. Na Mato Grosso com Augusto de Lima o projeto prevê retirada de barreira e continuidade do eixo do polo da moda.
  • 17. Na Mato Grosso com Augusto de Lima o projeto prevê retirada de barreira e continuidade do eixo do polo da moda.