SlideShare uma empresa Scribd logo
Produçãoeconsumo
deenergiaelétrica
• O Que É Energia Elétrica?
• Formas De Gerar Energia Elétrica.
• Como A Energia Chega As Residenciais?
• Problemas Com A Escassez Da Energia:
Renovável E Não Renovável.
O que é energia elétrica?
• Embora não haja um conceito
definitivo para “Energia”, podemos
facilmente percebe que esta
associada ao trabalho. A energia
esta em quase tudo em nossa volta,
como por exemplo, no movimento
de automóveis, ou no preparo de
alimentos e iluminação de uma
cidade.
• Existe vários tipos de reações que geram e
são a própria energia, como:
1. A queima de combustível, responsável
pela energia de movimento de um
automóvel.
2. A corrente elétrica que intensifica os
átomos de um fio condutor para os
resistores aquecerem a água de um
chuveiro elétrico.
3. A energia química dos alimentos
responsáveis por todas as AÇÕES no
corpo humano.
Formas de gerar energia.
• As principais formas de se gerar
energia elétrica em vários
países são:
1. Usinas hidrelétricas.
2. Usinas solares.
3. Usinas termelétricas.
4. Usinas nucleares.
5. Usinas eólicas.
Existem variadas formas de se
gerar energia elétrica, para o
consumo da sociedade em
todos os aspectos de
sobrevivência, e desde o
século XVIII se tornou uma
imensa necessidade mundial.
Usina hidrelétrica
• Cerca de 70% da energia elétrica no
brasil é de origem das usinas
hidrelétricas. No entanto, esse tipo de
usina só tem sucesso na região se dois
fatores se confirmarem:
1.Grande disponibilidade de água
(relacionado a um sistema climático
caraterizado por chuva constante.
2.Um relevo que favoreça a formação a
formação de grandes quedas de água.
Esquema de funcionamento de uma Usina
Hidrelétrica.
Usinas a base de Energia Solar
• No interior do sol é encontrado
hidrogênio em abundância, no qual é
submetido constantemente à fusão
nuclear, assim transformado em hélio e
liberando energia. Estima-se que o sol
irradie cerca de 390 sextilhões de watts,
no entanto nem todas chegam a
atmosfera terrestre. Estudos apontam
que a energia solar que chega na terra
equivale a 10 mil vezes o consumo
usado normalmente.
• Os painéis das usinas não funcionam a noite, e os mesmos tem
rendimento prejudicado em dias chuvosos e nublados. A utilização de
painéis solar é favorável somente em lugares do planeta em que a
exposição a radiação solar seja frequente, como por exemplo em regiões
tropicais.
Usinas termelétricas
• Usinas termelétricas usam
combustível, que ao ser queimado,
libera grande quantidade de calor,
no qual aquece e vaporiza a água
em uma caldeira. O vapor então
aciona as turbinas e logo após
atravessa uma tubulação onde é
condensado, e por fim direcionado
por uma bomba até a caldeira
iniciando-se um novo ciclo.
Esquema de uma usina termelétrica
ImpactoAmbiental
• Devido a grande queima de
combustível, esse tipo de
usina emite uma imensa
quantidade de poluentes
diretamente para a atmosfera.
• A Chuva ácida pode alterar
as condições da água.
Levando maior teor de
acidez e prejudicando a vida
aquática.
Usinas nucleares
• Usinas nucleares diferente da
termelétrica usa o processo
de fissão nuclear (reações
que ocorrem no núcleo do
átomo).
• O Processo de fissão nuclear
consiste basicamente na
“quebra” de núcleos
atômicos pesados.
Esquema físico de uma usina nuclear
• Abaixo o esquema básico do que ocorre no interior de uma usina nuclear:
Esquema químico de fissão nuclear
Usinas nucleares no Brasil
• Mesmo sendo umas das melhores
fontes de energia conhecida, a
essa forma de se obter energia
ainda é pouco explorada no
território brasileiro.
• Atualmente, segundo a pesquisa
da International energy agency
(IEA), apenas cerca de 2,7% da
energia Brasileira é consumida
através de Usinas nucleares.
Usinas Eólicas
• Quando se trata de energia eólica,
embarcações do século XVIII
foram as pioneiras, pois usavam a
força do vento para viajar e sair
em grandes jornadas.
• Segundo pesquisas feitas pela
Atlas de energia elétrica do Brasil,
apenas 0.3% da energia produzida
no Brasil provém de Usinas
eólicas.
• A utilização de energia dos
ventos é obtida através de
correntes de ar em alta
velocidade, que ao
moverem as grandes pás
como abas de um enorme
cata-vento movimentam o
eixo interno de um gerador
elétrico, assim produzindo
eletricidade através de
indução eletromagnética.
O Caminho da energia, das usinas até as
residências
• O processo de transporte de energia elétrica envolve várias etapas, desde
a produção, distribuição e a divisão em uma residência, normalmente
energia gerada nas centrais é alternada e se estabelece na faixa de 600V,
aproximadamente.
AEnergia chegando as residências
• A eletricidade normalmente
chega as residências por
meio de cabos de baixa
tensão que estão ligados a
fases de distribuição nas
ruas, a tensão geralmente é
continua e dependendo da
empresa distribuidora pode
ser 110V ou 220V.
Problemas com a Escassez da Energia
• O consumo e a produção de
energia é muito desigual no
planeta, pois enquanto boa
parte usa energia renovável,
outra grande parte usa ainda
energia convencional.
Segundo estudos realizados
no inicio do ano 2000 a
américa latina já se
distinguia por usar mais
energia renovável.
Energia Renovável
• Pode-se entender que são
energias ou matérias usadas
nos processos de produção de
energia, que após utilizadas
voltam a origem do ciclo de
transformações energéticas
ao qual pertencem. Por
exemplo, de fontes
hidráulicas, a biomassa,
biogás, energia solar e eólica.
Energia não renovável
• Quando se trata de energia não renovável os
combustíveis fósseis estão no topo da lista,
seguidos do carvão mineral e o gás mineral,
no entanto os mesmos não são reutilizáveis
após o uso. São espécies de energia, no qual
tem fonte limitada, e acabarão em algum
momento, e talvez seja necessário milhões de
anos de evolução semelhante para poder
contar com eles novamente.
Petróleo
Gás natural
Carvão
Aimportância de se economizar energia
elétrica
• Já vimos que são
necessário o uso de
vários recursos naturais
para a produção de
energia. Portanto
percebe-se que a
economia é
extremamente necessária.
Princípios da economia
1. Usar a energia elétrica com
inteligência.
2. Buscar por eficiência
energética propiciada pela
tecnologia.
3. Aquisição consciente de
equipamentos e serviços.
4. Instalação elétricas seguras e
com boa qualidade técnica.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Consumo de energia eletrica
Consumo de energia eletricaConsumo de energia eletrica
Consumo de energia eletrica
Creuza201011
 
Formas de energia e transformação de energia
Formas de energia e transformação de energiaFormas de energia e transformação de energia
Formas de energia e transformação de energia
Raquel Alves
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Ana Soares
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
Wanessa Veloso
 
Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
Paulo Gomes
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
Luiz Henrique Ferreira
 
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao RenovaveisEnergias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
Miguel Santos
 
Tipos de Energia
Tipos de EnergiaTipos de Energia
Tipos de Energia
Pibid Física
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
Prof.Paulo/geografia
 
Energia Elétrica Aula
Energia Elétrica AulaEnergia Elétrica Aula
Energia Elétrica Aula
Professor
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
Raphaell Garcia
 
Hidrelétricas
HidrelétricasHidrelétricas
Hidrelétricas
Cláudia Melchíades
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
Biologia  (lamarckismo e darwinismo)Biologia  (lamarckismo e darwinismo)
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
Vanessa Anzolin
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
Adrianne Mendonça
 
Combustiveis
CombustiveisCombustiveis
Combustiveis
Débora Antonio
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
teoria evolucionista Darwin e Lamarck
teoria evolucionista Darwin e Lamarckteoria evolucionista Darwin e Lamarck
teoria evolucionista Darwin e Lamarck
Darlla Sb
 
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & RadiaçãoAula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Ronaldo Santana
 
Fontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveisFontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveis
Renan Gonçalves Donha
 

Mais procurados (20)

Consumo de energia eletrica
Consumo de energia eletricaConsumo de energia eletrica
Consumo de energia eletrica
 
Formas de energia e transformação de energia
Formas de energia e transformação de energiaFormas de energia e transformação de energia
Formas de energia e transformação de energia
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
 
Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao RenovaveisEnergias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
 
Tipos de Energia
Tipos de EnergiaTipos de Energia
Tipos de Energia
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
 
Energia Elétrica Aula
Energia Elétrica AulaEnergia Elétrica Aula
Energia Elétrica Aula
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
 
Hidrelétricas
HidrelétricasHidrelétricas
Hidrelétricas
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Mudanças Climáticas
 
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
Biologia  (lamarckismo e darwinismo)Biologia  (lamarckismo e darwinismo)
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
 
Combustiveis
CombustiveisCombustiveis
Combustiveis
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
 
teoria evolucionista Darwin e Lamarck
teoria evolucionista Darwin e Lamarckteoria evolucionista Darwin e Lamarck
teoria evolucionista Darwin e Lamarck
 
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & RadiaçãoAula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
 
Fontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveisFontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveis
 

Destaque

Economia de energia
Economia de energiaEconomia de energia
Economia de energia
LuizaDamaso
 
Aprese cbpe jim_v2
Aprese cbpe jim_v2Aprese cbpe jim_v2
Aprese cbpe jim_v2
Jim Naturesa
 
Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001
Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001
Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001
Fernanda Castelo Branco
 
JOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, Lda
JOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, LdaJOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, Lda
Interface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás Natural
Interface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás NaturalInterface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás Natural
Interface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás Natural
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Crise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologico
Crise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologicoCrise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologico
Crise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologico
afvivas
 
Nascimento do-universo
Nascimento do-universoNascimento do-universo
Nascimento do-universo
escolajoseaniceto
 
Como poupar eletricidade
Como poupar eletricidadeComo poupar eletricidade
Como poupar eletricidade
Carlinda Sousa
 
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO. O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
Gláucia Castro
 
Economia de Energia
Economia de EnergiaEconomia de Energia
Economia de Energia
Rene83
 
Sustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo LightSustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo Light
Ana Beatriz
 
A crise energética mundial
A crise energética mundialA crise energética mundial
A crise energética mundial
Joemille Leal
 
Gestão do envelhecimento ativo: desafio do século
Gestão do envelhecimento ativo: desafio do séculoGestão do envelhecimento ativo: desafio do século
Gestão do envelhecimento ativo: desafio do século
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Consumo de energia doméstica
Consumo de energia domésticaConsumo de energia doméstica
Consumo de energia doméstica
Ivanete Mendes
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
Débora Sales
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
TAMIhenrique17
 
Crescimento Da PopulaçãO Humana E Sustentabilidade
Crescimento Da PopulaçãO Humana E SustentabilidadeCrescimento Da PopulaçãO Humana E Sustentabilidade
Crescimento Da PopulaçãO Humana E Sustentabilidade
Nuno Correia
 
A história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulasA história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulas
Jhon Lemes Dos Santos
 
Consumo e sustentabilidade
Consumo e sustentabilidadeConsumo e sustentabilidade
Consumo e sustentabilidade
João Mendonça
 

Destaque (20)

Economia de energia
Economia de energiaEconomia de energia
Economia de energia
 
TOR and DIPLOMA
TOR and DIPLOMATOR and DIPLOMA
TOR and DIPLOMA
 
Aprese cbpe jim_v2
Aprese cbpe jim_v2Aprese cbpe jim_v2
Aprese cbpe jim_v2
 
Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001
Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001
Crise do apagão de energia elétrica no Brasil em 2001
 
JOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, Lda
JOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, LdaJOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, Lda
JOSÉ EDUARDO BARROSO - Lasting Values, Lda
 
Interface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás Natural
Interface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás NaturalInterface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás Natural
Interface Gás Natural – Energia Elétrica: o Papel do Gás Natural
 
Crise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologico
Crise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologicoCrise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologico
Crise energetica e_trajetorias_de_desenvolvimento_tecnologico
 
Nascimento do-universo
Nascimento do-universoNascimento do-universo
Nascimento do-universo
 
Como poupar eletricidade
Como poupar eletricidadeComo poupar eletricidade
Como poupar eletricidade
 
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO. O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
 
Economia de Energia
Economia de EnergiaEconomia de Energia
Economia de Energia
 
Sustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo LightSustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo Light
 
A crise energética mundial
A crise energética mundialA crise energética mundial
A crise energética mundial
 
Gestão do envelhecimento ativo: desafio do século
Gestão do envelhecimento ativo: desafio do séculoGestão do envelhecimento ativo: desafio do século
Gestão do envelhecimento ativo: desafio do século
 
Consumo de energia doméstica
Consumo de energia domésticaConsumo de energia doméstica
Consumo de energia doméstica
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
 
Crescimento Da PopulaçãO Humana E Sustentabilidade
Crescimento Da PopulaçãO Humana E SustentabilidadeCrescimento Da PopulaçãO Humana E Sustentabilidade
Crescimento Da PopulaçãO Humana E Sustentabilidade
 
A história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulasA história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulas
 
Consumo e sustentabilidade
Consumo e sustentabilidadeConsumo e sustentabilidade
Consumo e sustentabilidade
 

Semelhante a Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física

Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
Daniel Lucas
 
Cap 26 energia
Cap 26 energiaCap 26 energia
Cap 26 energia
Ana Paula Bezerra
 
Energia curso
Energia cursoEnergia curso
Energia curso
ensinodecienciassme
 
Fontes Renováveis
Fontes RenováveisFontes Renováveis
Fontes Renováveis
Jim Naturesa
 
Energia elétrica e hidrelétrica 2003
Energia elétrica e  hidrelétrica 2003Energia elétrica e  hidrelétrica 2003
Energia elétrica e hidrelétrica 2003
cristbarb
 
Usinaseletricas
UsinaseletricasUsinaseletricas
Usinaseletricas
Marcia Marcia.Cristina2
 
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia EletricaGeracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
thiago oda
 
Energia limpa uma questão de necessidade
Energia limpa   uma questão de necessidadeEnergia limpa   uma questão de necessidade
Energia limpa uma questão de necessidade
Nataliana Cabral
 
Energias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisEnergias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não Renováveis
LuisMagina
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
Lucas Silva
 
11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear
11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear
11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear
ProfessorAldirCleyto
 
E alternativas
E alternativasE alternativas
E alternativas
Joana Florindo
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
Artur Lara
 
1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
CIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptxCIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptx
Ires Costa
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
FMUC-Unit of Biophysics - IBILI
 
8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf
8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf
8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf
BrunaSilveira74
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Robgiffoni
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Robgiffoni
 

Semelhante a Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física (20)

Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Cap 26 energia
Cap 26 energiaCap 26 energia
Cap 26 energia
 
Energia curso
Energia cursoEnergia curso
Energia curso
 
Fontes Renováveis
Fontes RenováveisFontes Renováveis
Fontes Renováveis
 
Energia elétrica e hidrelétrica 2003
Energia elétrica e  hidrelétrica 2003Energia elétrica e  hidrelétrica 2003
Energia elétrica e hidrelétrica 2003
 
Usinaseletricas
UsinaseletricasUsinaseletricas
Usinaseletricas
 
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia EletricaGeracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
 
Energia limpa uma questão de necessidade
Energia limpa   uma questão de necessidadeEnergia limpa   uma questão de necessidade
Energia limpa uma questão de necessidade
 
Energias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisEnergias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não Renováveis
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
 
11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear
11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear
11 Fontes de energia: eólica, solar, hidráulica, gás petróleo, nuclear
 
E alternativas
E alternativasE alternativas
E alternativas
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
 
1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA
 
1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA1VC TAILAN ENERGIA
1VC TAILAN ENERGIA
 
CIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptxCIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptx
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf
8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf
8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 

Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física

  • 1. Produçãoeconsumo deenergiaelétrica • O Que É Energia Elétrica? • Formas De Gerar Energia Elétrica. • Como A Energia Chega As Residenciais? • Problemas Com A Escassez Da Energia: Renovável E Não Renovável.
  • 2. O que é energia elétrica? • Embora não haja um conceito definitivo para “Energia”, podemos facilmente percebe que esta associada ao trabalho. A energia esta em quase tudo em nossa volta, como por exemplo, no movimento de automóveis, ou no preparo de alimentos e iluminação de uma cidade.
  • 3. • Existe vários tipos de reações que geram e são a própria energia, como: 1. A queima de combustível, responsável pela energia de movimento de um automóvel. 2. A corrente elétrica que intensifica os átomos de um fio condutor para os resistores aquecerem a água de um chuveiro elétrico. 3. A energia química dos alimentos responsáveis por todas as AÇÕES no corpo humano.
  • 4. Formas de gerar energia. • As principais formas de se gerar energia elétrica em vários países são: 1. Usinas hidrelétricas. 2. Usinas solares. 3. Usinas termelétricas. 4. Usinas nucleares. 5. Usinas eólicas. Existem variadas formas de se gerar energia elétrica, para o consumo da sociedade em todos os aspectos de sobrevivência, e desde o século XVIII se tornou uma imensa necessidade mundial.
  • 5. Usina hidrelétrica • Cerca de 70% da energia elétrica no brasil é de origem das usinas hidrelétricas. No entanto, esse tipo de usina só tem sucesso na região se dois fatores se confirmarem: 1.Grande disponibilidade de água (relacionado a um sistema climático caraterizado por chuva constante. 2.Um relevo que favoreça a formação a formação de grandes quedas de água.
  • 6. Esquema de funcionamento de uma Usina Hidrelétrica.
  • 7. Usinas a base de Energia Solar • No interior do sol é encontrado hidrogênio em abundância, no qual é submetido constantemente à fusão nuclear, assim transformado em hélio e liberando energia. Estima-se que o sol irradie cerca de 390 sextilhões de watts, no entanto nem todas chegam a atmosfera terrestre. Estudos apontam que a energia solar que chega na terra equivale a 10 mil vezes o consumo usado normalmente.
  • 8. • Os painéis das usinas não funcionam a noite, e os mesmos tem rendimento prejudicado em dias chuvosos e nublados. A utilização de painéis solar é favorável somente em lugares do planeta em que a exposição a radiação solar seja frequente, como por exemplo em regiões tropicais.
  • 9. Usinas termelétricas • Usinas termelétricas usam combustível, que ao ser queimado, libera grande quantidade de calor, no qual aquece e vaporiza a água em uma caldeira. O vapor então aciona as turbinas e logo após atravessa uma tubulação onde é condensado, e por fim direcionado por uma bomba até a caldeira iniciando-se um novo ciclo.
  • 10. Esquema de uma usina termelétrica
  • 11. ImpactoAmbiental • Devido a grande queima de combustível, esse tipo de usina emite uma imensa quantidade de poluentes diretamente para a atmosfera. • A Chuva ácida pode alterar as condições da água. Levando maior teor de acidez e prejudicando a vida aquática.
  • 12. Usinas nucleares • Usinas nucleares diferente da termelétrica usa o processo de fissão nuclear (reações que ocorrem no núcleo do átomo). • O Processo de fissão nuclear consiste basicamente na “quebra” de núcleos atômicos pesados.
  • 13. Esquema físico de uma usina nuclear • Abaixo o esquema básico do que ocorre no interior de uma usina nuclear:
  • 14. Esquema químico de fissão nuclear
  • 15. Usinas nucleares no Brasil • Mesmo sendo umas das melhores fontes de energia conhecida, a essa forma de se obter energia ainda é pouco explorada no território brasileiro. • Atualmente, segundo a pesquisa da International energy agency (IEA), apenas cerca de 2,7% da energia Brasileira é consumida através de Usinas nucleares.
  • 16. Usinas Eólicas • Quando se trata de energia eólica, embarcações do século XVIII foram as pioneiras, pois usavam a força do vento para viajar e sair em grandes jornadas. • Segundo pesquisas feitas pela Atlas de energia elétrica do Brasil, apenas 0.3% da energia produzida no Brasil provém de Usinas eólicas.
  • 17. • A utilização de energia dos ventos é obtida através de correntes de ar em alta velocidade, que ao moverem as grandes pás como abas de um enorme cata-vento movimentam o eixo interno de um gerador elétrico, assim produzindo eletricidade através de indução eletromagnética.
  • 18. O Caminho da energia, das usinas até as residências • O processo de transporte de energia elétrica envolve várias etapas, desde a produção, distribuição e a divisão em uma residência, normalmente energia gerada nas centrais é alternada e se estabelece na faixa de 600V, aproximadamente.
  • 19. AEnergia chegando as residências • A eletricidade normalmente chega as residências por meio de cabos de baixa tensão que estão ligados a fases de distribuição nas ruas, a tensão geralmente é continua e dependendo da empresa distribuidora pode ser 110V ou 220V.
  • 20. Problemas com a Escassez da Energia • O consumo e a produção de energia é muito desigual no planeta, pois enquanto boa parte usa energia renovável, outra grande parte usa ainda energia convencional. Segundo estudos realizados no inicio do ano 2000 a américa latina já se distinguia por usar mais energia renovável.
  • 21. Energia Renovável • Pode-se entender que são energias ou matérias usadas nos processos de produção de energia, que após utilizadas voltam a origem do ciclo de transformações energéticas ao qual pertencem. Por exemplo, de fontes hidráulicas, a biomassa, biogás, energia solar e eólica.
  • 22. Energia não renovável • Quando se trata de energia não renovável os combustíveis fósseis estão no topo da lista, seguidos do carvão mineral e o gás mineral, no entanto os mesmos não são reutilizáveis após o uso. São espécies de energia, no qual tem fonte limitada, e acabarão em algum momento, e talvez seja necessário milhões de anos de evolução semelhante para poder contar com eles novamente. Petróleo Gás natural Carvão
  • 23. Aimportância de se economizar energia elétrica • Já vimos que são necessário o uso de vários recursos naturais para a produção de energia. Portanto percebe-se que a economia é extremamente necessária.
  • 24. Princípios da economia 1. Usar a energia elétrica com inteligência. 2. Buscar por eficiência energética propiciada pela tecnologia. 3. Aquisição consciente de equipamentos e serviços. 4. Instalação elétricas seguras e com boa qualidade técnica.