SlideShare uma empresa Scribd logo
Fontes
convencionais
e alternativas
de energia
Fontes de
energia
Movimento de elétrons entre dois
pontos quando há uma diferença de
potencial entre eles
2
Fontes de
energia
Qualquer coisa da qual a energia
utilizável pode ser extraída é uma fonte
de energia.
3
4
Eletricidade dinâmica
Os elétrons viajam em um
circuito fechado graças ao uso
de materiais condutores, como
fios de metal.
Eletricidade estática
Elétrons fluem entre dois
corpos diferentes que foram
aproximados ou tocados,
gerando um excesso de cargas
elétricas negativas na
superfície de um dos corpos,
até que elas sejam
descarregadas em um corpo
eletricamente neutro.
Energia eletromagnética
Essa energia se propaga
através de ondas através de
um espaço chamado campo
eletromagnético. É a energia
das ondas emitidas por fornos
de micro-ondas ou raios X, por
exemplo.
“
Existe uma variedade de fontes que nos
fornecem energia para diferentes fins.
Carvão, gasolina, querosene diesel e gás
natural.
Energia hidrelétrica, moinhos de vento,
painéis solares, biomassa etc.
5
Energia Convencional
Recursos de energia não
convencionais que são considerados
para uso em larga escala após a crise
do petróleo de 1973, são chamados
de fontes de energia não
convencionais, por exemplo, solar,
eólica, biomassa, etc.
Recursos de energia convencionais
que estão sendo tradicionalmente
usados por muitas décadas e eram de
uso comum em torno da crise do
petróleo de 1973 são chamados de
recursos de energia convencionais,
por exemplo, combustível fóssil,
recursos nucleares e hídricos.
6
Energia não convencional
A Agência Internacional de Energia (IEA)
World Energy Outlook 2022: relatório anual
com as principais tendências para um
panorama mundial de energia
A invasão da Ucrânia pela Rússia
A Rússia tem sido o maior exportador mundial de
combustíveis fósseis, mas suas restrições no
fornecimento de gás natural para a Europa e as sanções
europeias às importações de petróleo e carvão da Rússia
estão cortando uma das principais artérias do comércio
global de energia.
Todos os combustíveis são afetados, mas os mercados
de gás são o epicentro
A Agência Internacional de Energia (IEA)
World Energy Outlook 2022: relatório anual
com as principais tendências para um
panorama mundial de energia
Diante da escassez de energia e preços altos, os
governos até agora comprometeram mais de US$ 500
bilhões, principalmente em economias avançadas, para
proteger os consumidores dos impactos imediatos.
Eles correram para tentar garantir suprimentos
alternativos de combustível e garantir o
armazenamento adequado de gás.
Outras ações de curto prazo incluíram o aumento da
geração de eletricidade a partir de carvão, estendendo a
vida útil de algumas usinas nucleares e acelerando o
fluxo de novos projetos de energia renovável.
Uma questão-chave para os formuladores
de políticas é se a crise será um revés para
as transições de energia limpa ou catalisará
ações mais rápidas.
Maiores participações de energias renováveis foram
correlacionadas com preços mais baixos de eletricidade
e residências mais eficientes forneceram um
amortecedor importante para alguns consumidores.
Novas políticas nos principais mercados de energia
ajudam a impulsionar o investimento anual em energia
limpa para mais de US$ 2 trilhões até 2030, um
aumento de mais de 50% em relação a hoje.
10
A Agência Internacional de Energia (IEA)
World Energy Outlook 2022: relatório anual
com as principais tendências para um
panorama mundial de energia
A energia alternativa torna-se uma grande
oportunidade de crescimento e empregos, e
uma importante arena para a competição
econômica internacional.
Em última análise, o que é necessário não é
apenas diversificar a partir de uma única
mercadoria de energia, mas fazer um
fornecimento seguro e acessível de serviços de
energia.
Formado por processos naturais, como a
decomposição anaeróbica de organismos mortos
enterrados, contendo energia originada na
fotossíntese antiga.
Milhões de anos atrás, os restos de plantas e
animais mortos foram enterrados sob o solo. Ao
longo dos anos, pela ação do calor do núcleo da
Terra e da pressão das rochas e do solo, esses
materiais orgânicos soterrados e decompostos
foram convertidos em combustíveis fósseis.
Os combustíveis fósseis contêm altas
porcentagens de carbono e incluem petróleo,
carvão e gás natural.
12
Combustíveis Fósseis – Fonte Convencional de Energia
Uso de reações nucleares que liberam energia
nuclear para gerar calor
Pode ser obtida a partir de fissão nuclear,
decaimento nuclear e fusão nuclear. Os átomos
de alguns elementos como rádio e urânio atuam
como fonte natural de energia.
13
Energia do átomo – Energia Nuclear
14
Energia do átomo – Energia Nuclear
Os átomos dos elementos sofrem mudanças
espontâneas nas quais o núcleo do átomo se
desintegra.
A energia armazenada nos núcleos dos átomos é
liberada pela quebra de um núcleo pesado, como
o urânio, em dois núcleos mais leves.
Quando um nêutron livre atinge um núcleo de
urânio (235) na velocidade correta, ele é
absorvido.
Um núcleo de urânio (235) ao absorver um
nêutron torna-se altamente instável e se divide
em núcleos de átomos menores, liberando uma
enorme quantidade de energia no processo.
15
Energia derivada do sol na forma
de radiação solar.
É a dureza por fontes diretas
(como fogão solar, sistemas
solares de vapor, secador solar,
células solares, etc.)
ou
Fontes indiretas
(produção de biomassa, vento,
marés, etc.).
Pode ser aproveitada de forma
fotovoltaica ou térmica, gerando
energia elétrica e térmica
Sol - A Fonte Definitiva de Energia
16
Energia solar fotovoltaica é a
conversão direta da radiação solar
em energia elétrica.
É realizada pelas chamadas células
fotovoltaicas, compostas por
material semicondutor (silício).
Ao incidir sobre as células, a luz
solar provoca a movimentação dos
elétrons do material condutor,
transportando-os pelo material
até serem captados por um campo
elétrico. Dessa forma, gera-se
eletricidade.
Sol - A Fonte Definitiva de Energia
17
No sistema térmico, a energia
proveniente do Sol é transformada
em calor utilizando painéis solares
(espelhos, coletores, helióstatos),
que refletem a luz solar,
concentrando-a em um único ponto
no qual há um receptor.
O receptor é constituído por um
líquido, que é aquecido pela luz solar
refletida nos painéis. Esse líquido é
responsável pelo armazenamento de
calor, aquecendo a água nas usinas e
produzindo vapor. Esse vapor
movimenta as turbinas nas usinas,
provocando o acionamento de
geradores, que produzem energia
elétrica.
Sol - A Fonte Definitiva de Energia
“
18
Fonte alternativa de energia utilizada
sem produzir subprodutos nocivos à
natureza.
Como a energia solar, o aproveitamento
do vento depende muito do clima e da
localização.
A turbina eólica transforma a energia
cinética em energia mecânica por meio
do movimento de rotação de pás. Depois,
através de um gerador, há geração de
energia elétrica.
Energia eólica
Material orgânico feito de plantas e animais
(microorganismos).
A biomassa como combustível consiste em matéria
orgânica, como resíduos industriais, resíduos
agrícolas, madeira e casca.
A biomassa pode ser usada indiretamente, pois
produz gás metano à medida que se decompõe ou
por meio de um processo de gaseificação.
O metano pode produzir energia queimando em
uma caldeira para criar vapor para acionar turbinas
a vapor ou por combustão interna em turbinas a gás
e motores alternativos.
19
Energia de biomassa
Energia hidrelétrica
"A energia hidrelétrica é o
produto final da transformação
da energia da água em
movimento (energia cinética)."
Os reservatórios das usinas são
responsáveis pelo armazenamento
de uma vasta quantidade de água,
a qual detém o que se chama de
energia potencial gravitacional.
Energia hidrelétrica
A partir do momento em que essa
água deixa o reservatório, ela
entra em alta velocidade na casa
de força e realiza a movimentação
das pás que formam as turbinas,
convertendo assim a energia
potencial em energia cinética.
Energia hidrelétrica
O movimento das turbinas aciona os
geradores, responsáveis pela
transformação da energia cinética em
energia elétrica."
Energia hidrelétrica
24
Vantagens Desvantagens
Energia eólica
● Renovável
● Relativamente barato para gerar
● Não produz poluição do ar
● Apenas prático em áreas ventosas
● Produz menos energia
● O moinho de vento é grande,
volumoso e inconveniente de usar em
comparação com outras formas de
energia
Energia de
biomassa
● Renovável
● Queima mais limpa que o óleo
● Abundante
● É uma fonte dispersa e intensiva em
terra
● Produz fumaça
● Tem baixa densidade de energia
Energia hidrelétrica
● O custo de operação é insignificante
● Fonte de alimentação contínua
● Baixa eficiência
● Alto custo de instalação
25
Vantagens Desvantagens
Combustíveis
Fósseis
● Fornece uma grande quantidade de
energia térmica por unidade de massa
● Fácil de obter e fácil de transportar
● Pode ser utilizada para gerar energia
elétrica e fabricar produtos, como
Plásticos, tintas etc.
● Não Renováveis
● A queima produz smog
● A queima do carvão libera
substâncias que podem causar
precipitação ácida
● Risco de derramamento de óleo
● Alto custo
Energia Nuclear
● Forma muito concentrada de energia
● Usinas de energia não produzem
fumaça
● Produz lixo radioativo
● Elementos radioativos não são
renováveis
Energia Solar
● Fonte quase ilimitada de energia
● Não produz poluição do ar
● Caro para usar na produção de
energia em larga escala
● Apenas prático em áreas
ensolaradas
● É de natureza intermitente
26
DÚVIDAS?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf

8 ano energia
8 ano energia8 ano energia
8 ano energia
AglisDelgadoCincias
 
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptxENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
JosephAntoineLavoisi
 
Energia no Presente e no Futuro
Energia no Presente e no FuturoEnergia no Presente e no Futuro
Energia no Presente e no Futuro
Elisabete Trentin
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
anacarolina05
 
formas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
formas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAformas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
formas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
GeizaGeovannaSoaresd
 
CIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptxCIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptx
Ires Costa
 
Definição de geração
Definição de geraçãoDefinição de geração
Definição de geração
ewerton henrique
 
USINA NUCLEAR
USINA NUCLEARUSINA NUCLEAR
Usos da energia e suas fontes
Usos da energia e suas fontesUsos da energia e suas fontes
Usos da energia e suas fontes
José Karllos
 
Usinaseletricas
UsinaseletricasUsinaseletricas
Usinaseletricas
Marcia Marcia.Cristina2
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
Anabela600
 
Energias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisEnergias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não Renováveis
LuisMagina
 
EPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias LuisEPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias Luis
Sérgio Ferreira
 
Factores de produção julio melo
Factores de produção julio meloFactores de produção julio melo
Factores de produção julio melo
turma10ig
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
vallmachado
 
Trabalho Geografia Elber
Trabalho Geografia   ElberTrabalho Geografia   Elber
Trabalho Geografia Elber
Simone Morais
 
Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física
Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de físicaProdução e consumo de energia elétrica - Seminário de física
Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física
Julio ricardo Silveira
 
Energia3
Energia3Energia3
Energia3
aveca
 
Energia 2013
Energia 2013Energia 2013
Energia 2013
aroudus
 
Apresentação Energias
Apresentação EnergiasApresentação Energias
Apresentação Energias
cei.os.faiscas
 

Semelhante a 8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf (20)

8 ano energia
8 ano energia8 ano energia
8 ano energia
 
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptxENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
 
Energia no Presente e no Futuro
Energia no Presente e no FuturoEnergia no Presente e no Futuro
Energia no Presente e no Futuro
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
 
formas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
formas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAformas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
formas de energia.pdfAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
 
CIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptxCIE1_V8.pptx
CIE1_V8.pptx
 
Definição de geração
Definição de geraçãoDefinição de geração
Definição de geração
 
USINA NUCLEAR
USINA NUCLEARUSINA NUCLEAR
USINA NUCLEAR
 
Usos da energia e suas fontes
Usos da energia e suas fontesUsos da energia e suas fontes
Usos da energia e suas fontes
 
Usinaseletricas
UsinaseletricasUsinaseletricas
Usinaseletricas
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Energias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisEnergias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não Renováveis
 
EPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias LuisEPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias Luis
 
Factores de produção julio melo
Factores de produção julio meloFactores de produção julio melo
Factores de produção julio melo
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Trabalho Geografia Elber
Trabalho Geografia   ElberTrabalho Geografia   Elber
Trabalho Geografia Elber
 
Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física
Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de físicaProdução e consumo de energia elétrica - Seminário de física
Produção e consumo de energia elétrica - Seminário de física
 
Energia3
Energia3Energia3
Energia3
 
Energia 2013
Energia 2013Energia 2013
Energia 2013
 
Apresentação Energias
Apresentação EnergiasApresentação Energias
Apresentação Energias
 

Último

Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptxManejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Geagra UFG
 
Muro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdf
Muro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdfMuro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdf
Muro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdf
Marco Zero Conteúdo
 
Economia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdf
Economia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdfEconomia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdf
Economia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdf
DeboraGomes73
 
Aula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdf
Aula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdfAula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdf
Aula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdf
PriscilaLira27
 
CIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdf
CIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdfCIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdf
CIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdf
viictorrkk
 
Melhoramento animal genética e estatística
Melhoramento animal genética e estatísticaMelhoramento animal genética e estatística
Melhoramento animal genética e estatística
tyciavilela
 
Muro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdf
Muro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdfMuro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdf
Muro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdf
Marco Zero Conteúdo
 
Apostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdf
Apostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdfApostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdf
Apostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdf
Ademir36
 
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison TeixeiraMecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Geagra UFG
 

Último (9)

Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptxManejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
 
Muro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdf
Muro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdfMuro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdf
Muro Relatório de Fiscalização SPU 2024.pdf
 
Economia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdf
Economia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdfEconomia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdf
Economia Circular na Produção de Filmes e Revestimentos Comestíveis.pdf
 
Aula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdf
Aula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdfAula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdf
Aula 09 - Uso da pedometria no mapeamento de solos.pdf
 
CIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdf
CIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdfCIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdf
CIGAROSS DRA_SANDRA_DA_SILVA_MARQUES.pdf
 
Melhoramento animal genética e estatística
Melhoramento animal genética e estatísticaMelhoramento animal genética e estatística
Melhoramento animal genética e estatística
 
Muro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdf
Muro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdfMuro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdf
Muro Auto de Infração Sec. Patrimônio da União.pdf
 
Apostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdf
Apostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdfApostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdf
Apostila FEV-2008 - Micromorfologia de Solos.pdf
 
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison TeixeiraMecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
 

8.Fontes convencionais e alternativas de energia.pdf

  • 2. Fontes de energia Movimento de elétrons entre dois pontos quando há uma diferença de potencial entre eles 2
  • 3. Fontes de energia Qualquer coisa da qual a energia utilizável pode ser extraída é uma fonte de energia. 3
  • 4. 4 Eletricidade dinâmica Os elétrons viajam em um circuito fechado graças ao uso de materiais condutores, como fios de metal. Eletricidade estática Elétrons fluem entre dois corpos diferentes que foram aproximados ou tocados, gerando um excesso de cargas elétricas negativas na superfície de um dos corpos, até que elas sejam descarregadas em um corpo eletricamente neutro. Energia eletromagnética Essa energia se propaga através de ondas através de um espaço chamado campo eletromagnético. É a energia das ondas emitidas por fornos de micro-ondas ou raios X, por exemplo.
  • 5. “ Existe uma variedade de fontes que nos fornecem energia para diferentes fins. Carvão, gasolina, querosene diesel e gás natural. Energia hidrelétrica, moinhos de vento, painéis solares, biomassa etc. 5
  • 6. Energia Convencional Recursos de energia não convencionais que são considerados para uso em larga escala após a crise do petróleo de 1973, são chamados de fontes de energia não convencionais, por exemplo, solar, eólica, biomassa, etc. Recursos de energia convencionais que estão sendo tradicionalmente usados por muitas décadas e eram de uso comum em torno da crise do petróleo de 1973 são chamados de recursos de energia convencionais, por exemplo, combustível fóssil, recursos nucleares e hídricos. 6 Energia não convencional
  • 7. A Agência Internacional de Energia (IEA) World Energy Outlook 2022: relatório anual com as principais tendências para um panorama mundial de energia A invasão da Ucrânia pela Rússia A Rússia tem sido o maior exportador mundial de combustíveis fósseis, mas suas restrições no fornecimento de gás natural para a Europa e as sanções europeias às importações de petróleo e carvão da Rússia estão cortando uma das principais artérias do comércio global de energia. Todos os combustíveis são afetados, mas os mercados de gás são o epicentro
  • 8. A Agência Internacional de Energia (IEA) World Energy Outlook 2022: relatório anual com as principais tendências para um panorama mundial de energia Diante da escassez de energia e preços altos, os governos até agora comprometeram mais de US$ 500 bilhões, principalmente em economias avançadas, para proteger os consumidores dos impactos imediatos. Eles correram para tentar garantir suprimentos alternativos de combustível e garantir o armazenamento adequado de gás. Outras ações de curto prazo incluíram o aumento da geração de eletricidade a partir de carvão, estendendo a vida útil de algumas usinas nucleares e acelerando o fluxo de novos projetos de energia renovável.
  • 9. Uma questão-chave para os formuladores de políticas é se a crise será um revés para as transições de energia limpa ou catalisará ações mais rápidas. Maiores participações de energias renováveis foram correlacionadas com preços mais baixos de eletricidade e residências mais eficientes forneceram um amortecedor importante para alguns consumidores. Novas políticas nos principais mercados de energia ajudam a impulsionar o investimento anual em energia limpa para mais de US$ 2 trilhões até 2030, um aumento de mais de 50% em relação a hoje.
  • 10. 10
  • 11. A Agência Internacional de Energia (IEA) World Energy Outlook 2022: relatório anual com as principais tendências para um panorama mundial de energia A energia alternativa torna-se uma grande oportunidade de crescimento e empregos, e uma importante arena para a competição econômica internacional. Em última análise, o que é necessário não é apenas diversificar a partir de uma única mercadoria de energia, mas fazer um fornecimento seguro e acessível de serviços de energia.
  • 12. Formado por processos naturais, como a decomposição anaeróbica de organismos mortos enterrados, contendo energia originada na fotossíntese antiga. Milhões de anos atrás, os restos de plantas e animais mortos foram enterrados sob o solo. Ao longo dos anos, pela ação do calor do núcleo da Terra e da pressão das rochas e do solo, esses materiais orgânicos soterrados e decompostos foram convertidos em combustíveis fósseis. Os combustíveis fósseis contêm altas porcentagens de carbono e incluem petróleo, carvão e gás natural. 12 Combustíveis Fósseis – Fonte Convencional de Energia
  • 13. Uso de reações nucleares que liberam energia nuclear para gerar calor Pode ser obtida a partir de fissão nuclear, decaimento nuclear e fusão nuclear. Os átomos de alguns elementos como rádio e urânio atuam como fonte natural de energia. 13 Energia do átomo – Energia Nuclear
  • 14. 14 Energia do átomo – Energia Nuclear Os átomos dos elementos sofrem mudanças espontâneas nas quais o núcleo do átomo se desintegra. A energia armazenada nos núcleos dos átomos é liberada pela quebra de um núcleo pesado, como o urânio, em dois núcleos mais leves. Quando um nêutron livre atinge um núcleo de urânio (235) na velocidade correta, ele é absorvido. Um núcleo de urânio (235) ao absorver um nêutron torna-se altamente instável e se divide em núcleos de átomos menores, liberando uma enorme quantidade de energia no processo.
  • 15. 15 Energia derivada do sol na forma de radiação solar. É a dureza por fontes diretas (como fogão solar, sistemas solares de vapor, secador solar, células solares, etc.) ou Fontes indiretas (produção de biomassa, vento, marés, etc.). Pode ser aproveitada de forma fotovoltaica ou térmica, gerando energia elétrica e térmica Sol - A Fonte Definitiva de Energia
  • 16. 16 Energia solar fotovoltaica é a conversão direta da radiação solar em energia elétrica. É realizada pelas chamadas células fotovoltaicas, compostas por material semicondutor (silício). Ao incidir sobre as células, a luz solar provoca a movimentação dos elétrons do material condutor, transportando-os pelo material até serem captados por um campo elétrico. Dessa forma, gera-se eletricidade. Sol - A Fonte Definitiva de Energia
  • 17. 17 No sistema térmico, a energia proveniente do Sol é transformada em calor utilizando painéis solares (espelhos, coletores, helióstatos), que refletem a luz solar, concentrando-a em um único ponto no qual há um receptor. O receptor é constituído por um líquido, que é aquecido pela luz solar refletida nos painéis. Esse líquido é responsável pelo armazenamento de calor, aquecendo a água nas usinas e produzindo vapor. Esse vapor movimenta as turbinas nas usinas, provocando o acionamento de geradores, que produzem energia elétrica. Sol - A Fonte Definitiva de Energia
  • 18. “ 18 Fonte alternativa de energia utilizada sem produzir subprodutos nocivos à natureza. Como a energia solar, o aproveitamento do vento depende muito do clima e da localização. A turbina eólica transforma a energia cinética em energia mecânica por meio do movimento de rotação de pás. Depois, através de um gerador, há geração de energia elétrica. Energia eólica
  • 19. Material orgânico feito de plantas e animais (microorganismos). A biomassa como combustível consiste em matéria orgânica, como resíduos industriais, resíduos agrícolas, madeira e casca. A biomassa pode ser usada indiretamente, pois produz gás metano à medida que se decompõe ou por meio de um processo de gaseificação. O metano pode produzir energia queimando em uma caldeira para criar vapor para acionar turbinas a vapor ou por combustão interna em turbinas a gás e motores alternativos. 19 Energia de biomassa
  • 20. Energia hidrelétrica "A energia hidrelétrica é o produto final da transformação da energia da água em movimento (energia cinética)."
  • 21. Os reservatórios das usinas são responsáveis pelo armazenamento de uma vasta quantidade de água, a qual detém o que se chama de energia potencial gravitacional. Energia hidrelétrica
  • 22. A partir do momento em que essa água deixa o reservatório, ela entra em alta velocidade na casa de força e realiza a movimentação das pás que formam as turbinas, convertendo assim a energia potencial em energia cinética. Energia hidrelétrica
  • 23. O movimento das turbinas aciona os geradores, responsáveis pela transformação da energia cinética em energia elétrica." Energia hidrelétrica
  • 24. 24 Vantagens Desvantagens Energia eólica ● Renovável ● Relativamente barato para gerar ● Não produz poluição do ar ● Apenas prático em áreas ventosas ● Produz menos energia ● O moinho de vento é grande, volumoso e inconveniente de usar em comparação com outras formas de energia Energia de biomassa ● Renovável ● Queima mais limpa que o óleo ● Abundante ● É uma fonte dispersa e intensiva em terra ● Produz fumaça ● Tem baixa densidade de energia Energia hidrelétrica ● O custo de operação é insignificante ● Fonte de alimentação contínua ● Baixa eficiência ● Alto custo de instalação
  • 25. 25 Vantagens Desvantagens Combustíveis Fósseis ● Fornece uma grande quantidade de energia térmica por unidade de massa ● Fácil de obter e fácil de transportar ● Pode ser utilizada para gerar energia elétrica e fabricar produtos, como Plásticos, tintas etc. ● Não Renováveis ● A queima produz smog ● A queima do carvão libera substâncias que podem causar precipitação ácida ● Risco de derramamento de óleo ● Alto custo Energia Nuclear ● Forma muito concentrada de energia ● Usinas de energia não produzem fumaça ● Produz lixo radioativo ● Elementos radioativos não são renováveis Energia Solar ● Fonte quase ilimitada de energia ● Não produz poluição do ar ● Caro para usar na produção de energia em larga escala ● Apenas prático em áreas ensolaradas ● É de natureza intermitente