SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Universidade de Taubaté MestradoemGestão e Desenvolvimento Regional  Processos de Liderança e CulturaOrganizacional no contextopós-aquisição
AGENDA ,[object Object]
OBJETIVOSObjetivoGeral ObjetivosEspecíficos ,[object Object]
RELEVÂNCIA DO ESTUDO
REVISÃO DA LITERATURA
MÉTODO
TIPO DE PESQUISA
POPULAÇÃO E AMOSTRA
INSTRUMENTO (S)FLUXO ,[object Object]
PLANO PARA ANÁLISE DE DADOS
RESULTADOS PRELIMINARES
REFERÊNCIAS,[object Object]
Como a liderança influencia na Cultura Organizacional
Objetivo: Exploratório  	     Descritivo
Delimitação: Estudo de Caso
Método de Coleta de Dados (Triangulação Teórica)
Abordagem: 	Qualitativa -  Quantitativa ,[object Object]
Cultura Organizacional
Aquisição da empresa

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Processos de Liderança e Cultura Organizacional no contexto pós-aquisição

Dissertação gestão estratégica de pessoas1
Dissertação gestão estratégica de pessoas1Dissertação gestão estratégica de pessoas1
Dissertação gestão estratégica de pessoas1
Ronilson de Souza Luiz
 
Ementa Adm. Subsequente
Ementa Adm. SubsequenteEmenta Adm. Subsequente
Ementa Adm. Subsequente
CamilaClivati
 
Ementa Adm. Subsequente
Ementa Adm. SubsequenteEmenta Adm. Subsequente
Ementa Adm. Subsequente
CamilaClivati
 
Administrao 2011 esaex
Administrao  2011 esaexAdministrao  2011 esaex
Administrao 2011 esaex
113827
 
Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010
Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010
Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010
zeusi9iuto
 
Faeead aula 1 introdução
Faeead   aula 1 introduçãoFaeead   aula 1 introdução
Faeead aula 1 introdução
zeusi9iuto
 

Semelhante a Processos de Liderança e Cultura Organizacional no contexto pós-aquisição (20)

Grupo de Pesquisa - GP-ECGP
Grupo de Pesquisa - GP-ECGPGrupo de Pesquisa - GP-ECGP
Grupo de Pesquisa - GP-ECGP
 
Apresentação gp ecgp_2015
Apresentação gp ecgp_2015Apresentação gp ecgp_2015
Apresentação gp ecgp_2015
 
Gestão do Conhecimento: Uma análise acerca da vantagem competitiva para as or...
Gestão do Conhecimento: Uma análise acerca da vantagem competitiva para as or...Gestão do Conhecimento: Uma análise acerca da vantagem competitiva para as or...
Gestão do Conhecimento: Uma análise acerca da vantagem competitiva para as or...
 
Dissertação gestão estratégica de pessoas1
Dissertação gestão estratégica de pessoas1Dissertação gestão estratégica de pessoas1
Dissertação gestão estratégica de pessoas1
 
Apresentação Grupo de Pesquisa Estratégia e Competências - Universidade Positivo
Apresentação Grupo de Pesquisa Estratégia e Competências - Universidade PositivoApresentação Grupo de Pesquisa Estratégia e Competências - Universidade Positivo
Apresentação Grupo de Pesquisa Estratégia e Competências - Universidade Positivo
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administraçãoDiagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
 
Práticas de gestão do conhecimento em uma equipe de desenvolvimento de software
Práticas de gestão do conhecimento em uma equipe de desenvolvimento de softwarePráticas de gestão do conhecimento em uma equipe de desenvolvimento de software
Práticas de gestão do conhecimento em uma equipe de desenvolvimento de software
 
Teoria da ADM
Teoria da ADMTeoria da ADM
Teoria da ADM
 
Ementa Adm. Subsequente
Ementa Adm. SubsequenteEmenta Adm. Subsequente
Ementa Adm. Subsequente
 
Ementa Adm. Subsequente
Ementa Adm. SubsequenteEmenta Adm. Subsequente
Ementa Adm. Subsequente
 
Grupo temático de Ed Pop Saúde - Vila de São Jorge - Fevereiro 2015
Grupo temático de Ed Pop Saúde - Vila de São Jorge - Fevereiro 2015Grupo temático de Ed Pop Saúde - Vila de São Jorge - Fevereiro 2015
Grupo temático de Ed Pop Saúde - Vila de São Jorge - Fevereiro 2015
 
Mpa fead - disciplina gic - prof. rivadávia - 2011-2
Mpa   fead - disciplina gic - prof. rivadávia - 2011-2Mpa   fead - disciplina gic - prof. rivadávia - 2011-2
Mpa fead - disciplina gic - prof. rivadávia - 2011-2
 
Genealogia acadêmica: um estudo da origem, evolução e disseminação da Ciência...
Genealogia acadêmica: um estudo da origem, evolução e disseminação da Ciência...Genealogia acadêmica: um estudo da origem, evolução e disseminação da Ciência...
Genealogia acadêmica: um estudo da origem, evolução e disseminação da Ciência...
 
Administrao 2011 esaex
Administrao  2011 esaexAdministrao  2011 esaex
Administrao 2011 esaex
 
Introdução à Disciplina
Introdução à DisciplinaIntrodução à Disciplina
Introdução à Disciplina
 
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
 
Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010
Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010
Formação e alinhamento estratégico de equipes de alto desempenho 2010
 
UX design, gênero e tecnologia - Desirée Maestri
UX design, gênero e tecnologia - Desirée MaestriUX design, gênero e tecnologia - Desirée Maestri
UX design, gênero e tecnologia - Desirée Maestri
 
Faeead aula 1 introdução
Faeead   aula 1 introduçãoFaeead   aula 1 introdução
Faeead aula 1 introdução
 

Mais de Dayane Salvador

Ética e a Resonsabilidade Social
Ética e a Resonsabilidade SocialÉtica e a Resonsabilidade Social
Ética e a Resonsabilidade Social
Dayane Salvador
 

Mais de Dayane Salvador (15)

Deus e a Política
Deus e a PolíticaDeus e a Política
Deus e a Política
 
Como Elaborar um Plano de Marketing
Como Elaborar um Plano de MarketingComo Elaborar um Plano de Marketing
Como Elaborar um Plano de Marketing
 
Pesquisa de Mercado
Pesquisa de MercadoPesquisa de Mercado
Pesquisa de Mercado
 
Ética e a Resonsabilidade Social
Ética e a Resonsabilidade SocialÉtica e a Resonsabilidade Social
Ética e a Resonsabilidade Social
 
PROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL
PROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTALPROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL
PROJETO DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL
 
Falando para Persuadir
Falando para PersuadirFalando para Persuadir
Falando para Persuadir
 
Inglaterra
InglaterraInglaterra
Inglaterra
 
ANÁLISE DO PROGRAMA DE ESTÁGIOS DA FACESM - ITAJUBÁ
ANÁLISE DO PROGRAMA DE ESTÁGIOS DA FACESM - ITAJUBÁANÁLISE DO PROGRAMA DE ESTÁGIOS DA FACESM - ITAJUBÁ
ANÁLISE DO PROGRAMA DE ESTÁGIOS DA FACESM - ITAJUBÁ
 
Percepção da oportunidade
Percepção da oportunidadePercepção da oportunidade
Percepção da oportunidade
 
Avaliando o potencial de um negócio
Avaliando o potencial de um negócioAvaliando o potencial de um negócio
Avaliando o potencial de um negócio
 
Dinâmida dos negocios
Dinâmida dos negociosDinâmida dos negocios
Dinâmida dos negocios
 
Pedagogia empreendedora
Pedagogia empreendedoraPedagogia empreendedora
Pedagogia empreendedora
 
Gestao de pessoas
Gestao de pessoas Gestao de pessoas
Gestao de pessoas
 
Apresentação monografia
Apresentação monografiaApresentação monografia
Apresentação monografia
 
FACESM - "Brasileiro só pensa em sexo?"
FACESM - "Brasileiro só pensa em sexo?" FACESM - "Brasileiro só pensa em sexo?"
FACESM - "Brasileiro só pensa em sexo?"
 

Processos de Liderança e Cultura Organizacional no contexto pós-aquisição

  • 1. Universidade de Taubaté MestradoemGestão e Desenvolvimento Regional Processos de Liderança e CulturaOrganizacional no contextopós-aquisição
  • 2.
  • 3.
  • 9.
  • 12.
  • 13. Como a liderança influencia na Cultura Organizacional
  • 16. Método de Coleta de Dados (Triangulação Teórica)
  • 17.
  • 20. Nenhum levantamento da Cultura Organizacional
  • 21. Como os processos de liderança influenciam na Cultura Organizacional após uma aquisição?
  • 22. Geral: Como os processos de liderança influenciam na Cultura Organizacional após uma aquisição
  • 25. Levantamento de Dados Históricos da Liderança
  • 26. Análise do Impacto da Aquisição
  • 27.
  • 28. Análise dos conteúdos do Grupo Focal
  • 29. Índice de Pesq de Clima
  • 31. Quest Proc de LiderançaPopulação e amostra: 111 Líderes (100%) 2499 funcionários, sendo: N=(2499 x 400) / (2499+400) = 999600 / 2899=344,80 = 345
  • 32. REVISÃO DA LITERATURA 2 CulturaOrganizacional 2.1 Cultura 2.2 CulturaNacional e Organizacional 2.3 CulturaOrganizacional: História e Conceito 2.3.1 Cultura e climaorganizacional 2.3.2 Desenvolvimento da Cultura, elementos e níveis da CulturaOrganizacional 2.4 Dimensões da CulturaOrganizacionalsegundoHofstede 3 Liderança 3.1 Estilos de Liderança 4 Fusões e Aquisições
  • 33. Distância do poder Dimensões Culturais Curtoprazo x Longo prazo Aversão a Incerteza Masculino X Feminino Invidualismo X Coletivismo CulturaOrganizacional GeertHofstede- CulturaNacional GeertHofstede- CulturaBrasileira
  • 34. Níveis da CulturaOrganizacional 1-Orientação para o processo Orientaçãopararesultados X 2-Orientação para o empregado Orientaçãopara o trabalho X
  • 35. Níveis da CulturaOrganizacional 3-Paroquial Profissional X 4-Sistema Aberto Sistemafechado X
  • 36. Níveis da CulturaOrganizacional 5-Controle Rígido ControleFraco X 6-Normativo Pragmático X
  • 37. PROCEDIMENTO PARA COLETA DE DADOS -Cópia do projetoentregueaoPlant-Manager -ok -AprovaçãopeloComitê de ÉticaemPesquisa da Universidade de Taubaté - protocolo 0458/07 - ok -Termo de consentimentoassinadopelosfuncionários-ok -Coletaemsala de reuniões (20 pessoas) - ok -Entrevista semi-estruturada (gravada se for permitido)
  • 38. PROCEDIMENTO PARA ANÁLISE DE DADOS -Os dados obtidosnasentrevistas e documentos de pesquisa de clima (Alcest) -Questionários (SPHINX )
  • 40. RESULTADOS PRELIMINARES- LIDERANÇA PERFIL DEFINIÇÃO DE LÍDER
  • 41. RESULTADOS PRELIMINARES- LIDERANÇA     Perfil O que a empresa espera do Líder Formação de um Líder
  • 42. RESULTADOS PRELIMINARES- CULTURA ORGANIZACIONAL Orientada Processos Equilibrada ou neutra para Tarefas e Pessoas Equilibrada ou neutra para Paroquial e Profissional
  • 43. RESULTADOS PRELIMINARES- CULTURA ORGANIZACIONAL     Processo Fechado Controle Fraco Processo Normativo x Pragmático
  • 44. REFERÊNCIAS A GERAÇÃO DE SINERGIAS E SEUS IMPACTOS NA RENTABILIDADE DAS EMPRESAS NOS CASOS DE FUSÕES E AQUISIÇÕES , site: www.cepefin.org.br/publicados_pdf/a_geracao_sinergias.pdf - Revista de Administração da USP (RAUSP), São Paulo, v. 36, n.1, p.5-12, 2001. Autores: Alberto Borges Matias e Rodrigo MaimonePasin. A influência da CulturaOrganizacionalnosprocessos de Fusão e AquisiçãoEmpresarial” Autor: Ricardo José Pereira Monteiro. ProfessoraResponsável: Prof. Dra. Nilda Maria de Clodoaldo Pinto Guerra Leone site: www.anpad.org.br/compras/associados_associados_individuais.php?id=9 - 90k – ALCADIPANI R.; CRUBELLATE J. M. CulturaOrganizacional: Generalizaçõesimprováveis e conceituaçõesimprecisas. In: RAE – Revista de Administração de Empresas da FundaçãoGetúlio Vargas, São Paulo, vol.43 n.2 , 2003 , p. 64-77 . ANSOME, C. R. Liderançasemseguidores: um novo paradigma. Tese (DoutoradoemEngenharia de Produção) – Programa e Pós-GraduaçãoemEngenharia de Produção, UFSC, Florianópolis, 2001. BARBOSA, A. F, O MundoGlobalizado: econômia, sociedade e política, 2001, EditoraContexto, BARBOSA, L. Cultura e Empresas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002. ____. O estilobrasileiro de administrar. São Paulo: Atlas, 1996. – estante virtual BARROS, B. T.; de PRATES, M. A. S. A arte brasileira de administrar. São Paulo: Atlas, 1996. BERGAMINI, C. W. Liderança: Administração do sentido. São Paulo: Atlas, 1994. CHAMON, E. M. Q. de O. Gestão e ComportamentoHumanonasOrganizações. Rio de Janeiro: Brasport, 2007. Costa , L.B da ; Expectativas do ComportamentoGerencialnavisão dos empregados: Umaanálise do Estilo de Liderança. Taubaté, 2006 . Dissertaçãoapresentadaparaobtenção de MestreemGestão e Desenvolvimento Regional, da Universidade de Taubaté. COSTA, C. B. DA; SCHAFFER J. C. As relações entre a auto-percepção dos líderes e a pesquisa de climaorganizacionalnaempresa ALFA. Rio Grande do Sul: UNISINOS, 2002. 26 p. Monografia – EspecializaçãoemGestão e Planejamento de RecursosHumanos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, 2002. Costa, CarineBem da; Schäffer, Julia Carina. As relações entre a Auto-percepção dos líderes e a pesquisa de ClimaOrganizacionalnaEmpresa ALFA – Curso de EspecializaçãoemGestão e Planejamento de RecursosHumanos da UNISINOS
  • 45. DIAS, R. CulturaOrganizacional. Campinas, São Paulo: Alínea, 2003. Empresasnacionaispassaram a investirmais no exteriorhttp://www.ibram.org.br/003/00301009.asp?ttCD_CHAVE=49288acessado: 14/01/08 às 21:31 FLEURY, M. T. L; FISCHER, R. M. (coord.) Cultura e podernasorganizações. 2a. ed. São Paulo: Atlas, 1996. FONSECA, R. A. Representação Social da LiderançaporLíderes e PotenciaisLíderes. São Paulo: UNITAU, 2007.213 p. Dissertação – MestradoemGestão e Desenvolvimento Regional, Universidade de Taubaté, Taubaté, São Paulo, 2007. FONTES FILHO, J.R. O Empreendedorismo no Sistema Cultural Brasileiro: a História do Barão de Mauá. Dissertação (Mestrado de AdministraçãoProfissional), Universidade do PlanaltoCatarinense, Lajes, Santa Catarina, 2006. Obtidoem: FREITAS, A. B. Traçosbrasileirosparaumaanáliseorganizacional. In: MOTTA, F.C.P.; CALDAS, M. P. CulturaOrganizacional e CulturaBrasileira. São Paulo: Atlas, 1997, p, 38- 54. FREITAS, M. E. CulturaOrganizacional: Evolução e crítica. São Paulo: Thomson Learning, 2007. Fusões e aquisições no Brasil: evolução do processoEmpresáriosbrasileirosdevem se prepararparaosprocessos de fusão e aquisição r e v i s t a FA E B U S I N E S S , n.3, set. 2002 AmbienteEconômicoSérgio Antonio D. Guarita é administrador, especialistaemFinançaspela FGV/SP e professor da FAE Business School. http://www.tnbrasil.com.br/noticias/Exibe.asp?CodNoticia=3186&Tipo=3acessadoem 14/01/08 GEUS, Arie de. A Empresa Viva. RJ: Campus, 1997 GIL, A. C. Como ElaborarProjetos de Pesquisa. 4º ed. São Paulo: Atlas, 2002. GUERRA, I. C. PesquisaQualitativa e Análise de Conteúdo: sentidos e forma de uso. 1º ed. Portugal: Principia, 2006. HANDY. C. Deuses da Administração. São Paulo. Saraiva , 2003. 3ª Edição HOFSTEDE. Cultura e Organizações – Compreender a nossaprogramação mental. Lisboa: Silabo, 2003. _____, G. Cultura e Organizações-Compreender a nossaprogramação mental. Lisboa: Silabo, 1991. http://www.eps.ufsc.br/disciplinas/fialho/DesenvHumano/material/DEUSES.doc acessadoem 13/02/08 HUNTER, J. C. O Monge e o Executivo:Umahistóriasobre a essência da Liderança. 18 ed. Rio de Janeiro. Sextante, 2004.
  • 46. Inovar. 2ª reimpressão. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999. JOHANN, S. L. Gestão da culturacorporativa. Como as organizações de alto desempenhogerenciamsuaculturaorganizacional. São Paulo: Saraiva, 2004. KETS DE VRIES, M.F.R Liderançanaempresa : como o comportamento dos líderesafeta a culturainterna . São Paulo: Editora Atlas, 1997 Knupp. J. Gestão de TalentosHumanos. EditoraCorifeu, 2007. Rio de Janeiro- 228 p, LAKATOS, E. M; MARCONI, M. de A..Técnicas de Pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2002. _____, Metodologia do TrabalhoCientífico. 6ª edrevista e ampliada. São Paulo: Atlas, 2001. LIDERANÇA - HABILIDADES E CARACTERÍSTICAS DO LÍDER NUMA ORGANIZAÇÃO BANCÁRIA: UM ESTUDO DE CASOLucianneSecco Gruber -Curitiba 2001 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS - DissertaçãoapresentadaaoPrograma de Pós-GraduaçãoemEngenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Catarina, para a obtenção do Grau LUZ, R. Gestão do ClimaOrganizacional. Rio de Janeiro: Qualitymark,2003. MACÊDO, Kátia B. Cultura, poder e decisãonaorganização familiar brasileira. In: RAE-eletrônica – Revista de Administração de Empresas da FundaçãoGetúlio Vargas, São Paulo, vol.1, n.1, 2002. Obtidoem: www.rae.com.br/eletronica. Acessoem 30/10/2007 - 20:58. MARCHIORI, M. Cultura e ComunicaçãoOrganizacional. São Caetano, São Paulo: DifusãoEditora, 2006. MOREIRA, D. A. O MétodoFenomenológiconaPesquisa. Editora Thomson Pioneira. São Paulo. 2002 MORGAN, G. Imagens da Organização. São Paulo: Atlas, 1996. MOTTA, F. C. P. Cultura e Organizações no Brasil. In: MOTTA, F.C.P.; CALDAS, M. P. CulturaOrganizacional e CulturaBrasileira. São Paulo: Atlas, 1997, p.25-37. MOTTA, F. C. P.; CALDAS, M. P. CulturaOrganizacional e CulturaBrasileira. São Paulo: Atlas, 1997. _____, Introdução: Culturaorganizacional e culturabrasileira. In: MOTTA, F.C.P.; CALDAS, M. P. CulturaOrganizacional e CulturaBrasileira. São Paulo: Atlas, 1997, p.15-21.
  • 47. MOTTA, Paulo Roberto. TransformaçãoOrganizacional - A teoria e a Prática de OLIVEIRA, A. L. de. ComportamentoOrganizacional e PesquisaQualitativa: AlgumasReflexõesMetodológicas. In: CHAMON, Edna Querido de Oliveira. Gestão e ComportamentoHumanonasOrganizações. Rio de Janeiro: Brasport, 2007, p.193-194. PEPPLOW, L. A. CulturaOrganizacional. [S.I.] Disponívelna Internet via www.pessoal.cefetpr.br/lapeplow/paginas/cultorga.html. Acessoem: 25 de setembro de 2007. Pesquisa de Fusões e Aquisições 3º trim de 2007 KPMG http://www.kworld.com.br/publicacoes_fas.asp?ft=5&fx=5acessado: 14/01/08 as 22:00 PUBLICAÇÕES CADERNO DISCENTE- UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ-CADERNO 14 RODRIGUES, A. M. et al. Antologia da LiteraturaBrasileira: textoscomentados. v.I. São Paulo: Marco Editorial, 1979, p.30. Sainsaulieu, Renaud. Sociologia da Empresa: Organização, cultura e desenvolvimento. Editora: Instituto Piaget. Lisboa. 1997. SCHEIN, E. H. . Guia de sobrevivência da culturacorporativa. Rio de Janeiro: José Olympio, 2001. ______. Organizational Culture and Leadership. 2.ed. San Francisco: Jossey-Bass, 1992. SOTO, E. ComportamentoOrganizacional: O Impacto das Emoções. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002. SOUZA, C.G. de. A culturaorganizacional no processo de implementação da manufaturaenxuta. Dissertação (MestradoemGestão e Desenvolvimento Regional), Universidade de Taubaté, Taubaté, São Paulo, 2007. STEFANO ,S.R; VALORI, L.C.;GONCALVES, D.M.;ANDRADE, S.M.; LiderançaOrientadaparaResultados: um estudo de múltiploscasoseminstituiçõesfinanceiras.UniversidadeEstadual do Centro-Oeste do Paraná-UNICENTRO, 2006, 16 páginas SUEM ; KIMURA . Alberto Sanyuan e Herbert - Fusão e aquisiçãocomoestratégia de entrada (entre mode) no mercadobrasileiro. Caderno de PesquisasemAdministração, V.2 , nº5 , 2 sem / 97 TANURE, B. Gestão a Brasileira: somosounãodiferentes? : umacomparação com América Latina, EstadosUnidos, Europa e Ásia. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2005. Título: “A Influência da CulturaOrganizacionalnosProcessos TOMASKO, R.M. Crescer, nãodestruir. RJ: Campus, 1996 TORQUATO, G. Cultura, Poder, Comunicação e Imagem: Fundamentos da nova empresa. São Paulo: Thomson Pioneira, 2003. WAGNER, J. A.; HOLLENBECK, J. R. ComportamentoOrganizacional. CriandoVantagemCompetitiva. 2.ed. São Paulo: Saraiva, 2006. WATSON WYATT WORLDWIDE , empresa de consultoria. Disponívelem: http://watsonwyatt.com/news/globalnews2.asp?nm=Global&ID=7640acessado: 20/02/08 www.uniplac.rct-sc.br/mestradoadministracao/artigos/l2_01.pdf Acessoem 12/11/2007 - 00:15.