SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Curso Noções de Serviços Públicos
IFRJ/CANP

PREGÃO PRESENCIAL
E ELETRÔNICO
Cursistas: Josiane Basílio dos Santos, Noe Assunção, Priscila Valle de
Souza, Thamires Lopes da Silva

Orientadora: Profa. Vanessa Ferreira de Macedo
--

LICITAÇÃO
- CONCEITO

“Licitação é o procedimento administrativo mediante o
qual a Administração Pública seleciona a proposta
mais vantajosa para o contrato de seu interesse.” (Hely
Lopes Meirelles).
LICITAÇÃO
• Constituição Federal em seu artigo 37:
• XXI – ressalvados os casos especificados na
legislação, as obras, serviços, compras e alienações
serão contratados mediante processo de licitação
pública que assegure igualdade de condições a todos
os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam
obrigações de pagamento, mantidas as condições
efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual
somente permitirá as exigências de qualificação
técnica e econômica indispensáveis à garantia do
cumprimento das obrigações.
LICITAÇÃO
• Lei nº 8.666/93, em seu artigo 3º, estabelece que:
• A licitação destina-se a garantir a observância do
princípio constitucional da isonomia e a selecionar a
proposta mais vantajosa para a Administração e será
processada e julgada em estrita conformidade com os
princípios básicos da legalidade, da impessoalidade,
da moralidade, da igualdade, da publicidade, da
probidade administrativa, da vinculação ao
instrumento convocatório, do julgamento objetivo e
dos que lhe são correlatos.
PREGÃO
- CONCEITO
BANDEIRA DE MELLO (2004, p. 518) preleciona que o
pregão é “a modalidade de licitação para aquisição de
bens e serviços comuns qualquer que seja o valor
estimado da contratação, em que a disputa pelo
fornecimento é feita por meio de propostas e lances em
sessão pública”.
PREGÃO
PREGÃO
- CONCEITO
A normatização deste procedimento Administrativo de
modo geral, iniciou-se com a publicação do DecretoLei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967, posteriormente
substituído pelo Decreto-Lei 2300, de 21 de novembro
de 1986, o qual determinou em seu Artigo 85 a
aplicação de suas normas gerais aos Estados,
Municípios, Distrito Federal e Territórios.
PREGÃO
- CONCEITO
Pregão é a modalidade de licitação na qual a disputa
pelo fornecimento de bens e serviços comuns é feita
em sessões públicas caracterizadas essencialmente pela
utilização de instrumentais de alta tecnologia da
informação. Em tais certames os licitantes apresentam
suas propostas de preços por escrito, lances verbais
(presencial) ou proposta e lances virtuais (eletrônico),
independentemente do valor estimado da contratação.
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
I - CONVOCAÇÃO - A convocação dos interessados
pela Administração Pública Federal, dar-se-á por meio da
publicação de aviso obrigatório no Diário Oficial da
União e na internet no site do comprasnet. A publicação
ocorre de forma automática, como procedimento
operacional dos SIASG que é a ferramenta de apoio
informatizado às compras e contratações no âmbito do
Poder Executivo Federal.
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
II - CREDENCIAMENTO - Consiste no recebimento
pelo pregoeiro e/ou equipe de apoio da documentação
prevista no instrumento convocatório e da proposta
escrita de preço.
III - REGISTRO DAS PROPOSTAS - As propostas
apresentadas são registradas para visualização dos
participantes da sessão e classificadas na ordem crescente
de preços propostos para cada item ou lote conforme o
especificado no Edital.
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
IV - DISPUTA - Os proponentes classificados, em
numero de três, são convocados pelo pregoeiro a
apresentarem lances verbais sucessivos e decrescentes em
relação aos apresentados nas respectivas propostas
escritas.
V - NEGOCIAÇÃO - Encerrada a fase anterior o
licitante detentor do menor lance é convocado a efetivar
de imediato negociação direta com o pregoeiro para a
adequação do lance ofertado com o peço de referencia
apurado
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
VI - HABILITAÇÃO – A fase de habilitação tem lugar
depois de classificadas as propostas e realizadas o seu
julgamento, identificada aquela de menor preço. Somente
então terá início a habilitação, de forma que no
procedimento do pregão haja a inversão de fases,
diferenciando-se das demais modalidades de licitação
previstas na Lei nº 8.666/93. Sendo assim, a habilitação
ocorre depois do julgamento da melhor proposta ofertada.
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
VII - ADJUDICAÇÃO - É o ato pelo qual a
Administração, por intermédio do pregoeiro oficial,
atribui ao licitante o objeto da licitação, que na
modalidade pregão é praticado imediatamente após
encerrada a fase de negociação e com a ausência de
recursos interpostos.
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
VIII - HOMOLOGAÇÃO - É a ratificação de todo o
procedimento e atos licitatórios para que se produza os
efeitos jurídicos necessários. Cabe a autoridade
competente verificar a legalidade dos atos praticados na
licitação e a conveniência da contratação do objeto
licitado para a Administração.
PREGÃO PRESENCIAL
- FASES
VIII - HOMOLOGAÇÃO - É a ratificação de todo o
procedimento e atos licitatórios para que se produza os
efeitos jurídicos necessários. Cabe a autoridade
competente verificar a legalidade dos atos praticados na
licitação e a conveniência da contratação do objeto
licitado para a Administração.
PREGÃO ELETRÔNICO
- INTRODUÇÃO
Nesta espécie de pregão, aplicam-se as normas gerais
estabelecidas na Lei nº 10.520/2002 e especificamente a
disposições do Decreto nº 5.450/2005, no qual o acesso
aos atos convocatório, registros de propostas, lances, e
recursos administrativos se processa exclusivamente por
meio eletrônico utilizando-se os recursos da tecnologia da
informação, que possui como principal ferramenta a rede
mundial de computadores.
PREGÃO LETRÔNICO
- OPERACIONALIZAÇÃO
Nesta espécie de pregão, aplicam-se as normas
gerais estabelecidas na Lei nº 10.520/2002 e
especificamente a disposições do Decreto nº
5.450/2005, no qual o acesso aos atos convocatório,
registros de propostas, lances, e recursos
administrativos se processa exclusivamente por meio
eletrônico utilizando-se os recursos da tecnologia da
informação, que possui como principal ferramenta a
rede mundial de computadores.
PREGÃO LETRÔNICO
- SEGURANÇA
A segurança do armazenamento e da circulação das
mensagens enviadas virtualmente é garantida por
métodos criptográficos, considerados inquebráveis
tornado a informação ininteligível, de tal modo, que
nenhuma pessoa, a exceção do remetente e do
destinatário possam decifrá-la, com o intuito de
defender a confidenciabilidade dos dados enviados
entre os vendedores e compradores.
PREGÃO LETRÔNICO
- CREDENCIAMENTO
Esta espécie de contrato de “compra e venda virtual”,
possui sua formalização iniciada por intermédio do
credenciamento
prévio
dos
interessados
(Administração e o particular), junto ao provedor do
sistema escolhido, o que implica na sua
responsabilidade legal e na presunção de capacidade
técnica para a realização das transações inerentes ao
Pregão Eletrônico.
PREGÃO LETRÔNICO
- PORTAL
Todos os atos praticados pela Administração e pelos
administrados, pertinentes a esta modalidade de
licitação, quais sejam: publicação, credenciamentos,
propostas, sessões publicas, lances, negociações,
recursos adjudicações e homologações, são realizados
exclusivamente pelo sistema eletrônico no site WEB
comprasnet.gov.br o portal de compras do Governo
Federal, o qual também disponibiliza para sociedade,
todas as informações referentes as licitações realizadas.
PREGÃO LETRÔNICO
- PORTAL
Toda a comunicação havida na sala virtual, (chat), é
automaticamente registrada pelo operador do sistema e
constará da ata da sessão, gerada automaticamente após
o seu encerramento. Após o julgamento dos eventuais
recursos, interpostos na forma prescrita, ou na ausência
destes, e da fase de negociação. O objeto da licitação
será adjudicado pelo pregoeiro ao licitante vencedor da
disputa.
PREGÃO LETRÔNICO
- CONSIDERAÇÕES FINAIS
Por remate, conclui-se que o Pregão como modalidade
de licitação, em especial o eletrônico por
especificidade, em razão da realidade virtual
contemporânea ocasionou uma ruptura irreversível
com os institutos jurídicos do direito tradicional.
Configurando-se no mais empolgante tema do
recentíssimo direito eletrônico, o qual possui a nobre
e árdua missão de regulamentar as relações jurídicas
estabelecidas no ambiente virtual.
As empresas interessadas em competir nesta nova
sistemática de licitação, necessitam no primeiro
momento possuir suporte técnico mínimo de
informática, (microcomputador básico com acesso a
internet), conexão segura com um provedor privado
de sua preferência, bem como, conhecimento na
operacionalização do equipamento e navegação na
rede virtual.
REFERÊNCIAS
•

http://www.viajus.com.br/viajus.php?
pagina=artigos&id=1664&idAreaSel=1&seeArt=yes

•

MACEDO,Vanessa Ferreira. Sistema de Registro de Preços.Curso de
Noções de Serviços Públicos. IFRJ, 2013.

•

ASSUNÇÃO, Aparecida Maria Coelho. Pregão presencial e pregão
eletrônico: principais aspectos

•

BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de Direito
Administrativo. 17. ed. rev. e atual. São Paulo: Malheiros Editores, 2004.

•
•

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666cons.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Marketing Direto - Principais Conceitos e Ferramentas
Marketing Direto - Principais Conceitos e FerramentasMarketing Direto - Principais Conceitos e Ferramentas
Marketing Direto - Principais Conceitos e FerramentasKerllin Raenck Pereira
 
Processos de formação de preços
Processos de formação de preçosProcessos de formação de preços
Processos de formação de preçosRosane Domingues
 
Professor de musica curriculo - arnaldo alves
Professor de  musica   curriculo - arnaldo alvesProfessor de  musica   curriculo - arnaldo alves
Professor de musica curriculo - arnaldo alvesArnaldo Alves
 
Apresentação autoscopia final
Apresentação autoscopia finalApresentação autoscopia final
Apresentação autoscopia finalpchiamba
 
Tabela Correspondencias Novo cpc
Tabela Correspondencias Novo cpcTabela Correspondencias Novo cpc
Tabela Correspondencias Novo cpcFernanda Carvalho
 
Memorando de solicitação
Memorando de solicitaçãoMemorando de solicitação
Memorando de solicitaçãoPesquisa Acaraú
 
Tomada de posse ae
Tomada de posse aeTomada de posse ae
Tomada de posse aeAE EASR
 
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdfResolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdfJornal do Commercio
 
modelo procuração SINTE
modelo procuração SINTEmodelo procuração SINTE
modelo procuração SINTESINTE Regional
 
Discurso de formatura
Discurso de formaturaDiscurso de formatura
Discurso de formaturaJulianoClasa
 
Regulamento pap fep-setubal
Regulamento pap fep-setubalRegulamento pap fep-setubal
Regulamento pap fep-setubalPedroFrancisco84
 
Apresentacao formacao de-preco
Apresentacao formacao de-precoApresentacao formacao de-preco
Apresentacao formacao de-precoAdriana Alves
 
Formação Pedagógica Inicial de Formadores - Flyer
Formação Pedagógica Inicial de Formadores - FlyerFormação Pedagógica Inicial de Formadores - Flyer
Formação Pedagógica Inicial de Formadores - FlyerDianova
 
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05Aristides Faria
 

Mais procurados (20)

Marketing Direto - Principais Conceitos e Ferramentas
Marketing Direto - Principais Conceitos e FerramentasMarketing Direto - Principais Conceitos e Ferramentas
Marketing Direto - Principais Conceitos e Ferramentas
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Processos de formação de preços
Processos de formação de preçosProcessos de formação de preços
Processos de formação de preços
 
Professor de musica curriculo - arnaldo alves
Professor de  musica   curriculo - arnaldo alvesProfessor de  musica   curriculo - arnaldo alves
Professor de musica curriculo - arnaldo alves
 
Apresentação autoscopia final
Apresentação autoscopia finalApresentação autoscopia final
Apresentação autoscopia final
 
Tabela Correspondencias Novo cpc
Tabela Correspondencias Novo cpcTabela Correspondencias Novo cpc
Tabela Correspondencias Novo cpc
 
Ata da reunião 12 06 2012
Ata da reunião 12 06 2012Ata da reunião 12 06 2012
Ata da reunião 12 06 2012
 
Memorando de solicitação
Memorando de solicitaçãoMemorando de solicitação
Memorando de solicitação
 
Proposta Show 2012.
Proposta Show 2012.Proposta Show 2012.
Proposta Show 2012.
 
Tomada de posse ae
Tomada de posse aeTomada de posse ae
Tomada de posse ae
 
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdfResolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
 
modelo procuração SINTE
modelo procuração SINTEmodelo procuração SINTE
modelo procuração SINTE
 
Formatura – Pré III 2016
Formatura – Pré III  2016Formatura – Pré III  2016
Formatura – Pré III 2016
 
Discurso de formatura
Discurso de formaturaDiscurso de formatura
Discurso de formatura
 
Regulamento pap fep-setubal
Regulamento pap fep-setubalRegulamento pap fep-setubal
Regulamento pap fep-setubal
 
Apresentacao formacao de-preco
Apresentacao formacao de-precoApresentacao formacao de-preco
Apresentacao formacao de-preco
 
Modelo petição rol de testemunhas
Modelo petição rol de testemunhasModelo petição rol de testemunhas
Modelo petição rol de testemunhas
 
Formação Pedagógica Inicial de Formadores - Flyer
Formação Pedagógica Inicial de Formadores - FlyerFormação Pedagógica Inicial de Formadores - Flyer
Formação Pedagógica Inicial de Formadores - Flyer
 
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
 
Projeto multimídia
Projeto multimídiaProjeto multimídia
Projeto multimídia
 

Semelhante a Licitações: Pregão presencial e eletrônico

PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe AssunçãoPREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93)
Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93) Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93)
Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93) Alfredo Kleper Chaves Lavor
 
Decreto 3555
Decreto 3555Decreto 3555
Decreto 3555ZannyRj
 
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdfSimoneHelenDrumond
 
Oficina. 24 Pregão Eletrônico (legislação)
Oficina. 24   Pregão Eletrônico (legislação)Oficina. 24   Pregão Eletrônico (legislação)
Oficina. 24 Pregão Eletrônico (legislação)Weberson Silva
 
Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...
Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...
Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...Falcão Brasil
 
Breve Relato sobre licitações Públicas
Breve Relato sobre licitações PúblicasBreve Relato sobre licitações Públicas
Breve Relato sobre licitações PúblicasLicitações Publicas
 
Apostila -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editais
Apostila  -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editaisApostila  -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editais
Apostila -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editaisHugoAndrade67
 
Curso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia Federal
Curso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia FederalCurso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia Federal
Curso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia FederalFalcão Brasil
 
Edital pregao03 2011-poda
Edital pregao03 2011-podaEdital pregao03 2011-poda
Edital pregao03 2011-podaDaniel Guedes
 
Modelo de aquisição de material comum
Modelo de aquisição de material comumModelo de aquisição de material comum
Modelo de aquisição de material comumHalisson Campos
 
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SCLei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SCsandroluiznunes
 
Treinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia Federal
Treinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia FederalTreinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia Federal
Treinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia FederalFalcão Brasil
 
Proposta para alterações ao decreto 5.450.05
Proposta para alterações ao decreto 5.450.05Proposta para alterações ao decreto 5.450.05
Proposta para alterações ao decreto 5.450.05Adriel Bono
 
Pregão trabalho de administrativo - prontodfd
Pregão   trabalho de administrativo - prontodfdPregão   trabalho de administrativo - prontodfd
Pregão trabalho de administrativo - prontodfdLeandro da Silva
 
Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337
 Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337 Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337
Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337RobsonMucum
 

Semelhante a Licitações: Pregão presencial e eletrônico (20)

PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe AssunçãoPREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
 
Pregão eletrônico
Pregão eletrônicoPregão eletrônico
Pregão eletrônico
 
Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93)
Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93) Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93)
Comparativo de Legislação (PLS 559/13 vs RDC vs Lei nº 8.666/93)
 
Decreto 3555
Decreto 3555Decreto 3555
Decreto 3555
 
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
 
Oficina. 24 Pregão Eletrônico (legislação)
Oficina. 24   Pregão Eletrônico (legislação)Oficina. 24   Pregão Eletrônico (legislação)
Oficina. 24 Pregão Eletrônico (legislação)
 
Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...
Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...
Habilitação Técnica de Vôo por Instrumentos em Helicópteros – IFRH do Departa...
 
Breve Relato sobre licitações Públicas
Breve Relato sobre licitações PúblicasBreve Relato sobre licitações Públicas
Breve Relato sobre licitações Públicas
 
Apostila -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editais
Apostila  -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editaisApostila  -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editais
Apostila -fase_interna_da_licitacao_e_elaboracao_de_editais
 
Curso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia Federal
Curso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia FederalCurso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia Federal
Curso Teórico RVSM e PBN do Departamento de Polícia Federal
 
LICITAÇÕES
LICITAÇÕESLICITAÇÕES
LICITAÇÕES
 
Apostila da lei 10520 pregao
Apostila da lei 10520 pregaoApostila da lei 10520 pregao
Apostila da lei 10520 pregao
 
Edital pregao03 2011-poda
Edital pregao03 2011-podaEdital pregao03 2011-poda
Edital pregao03 2011-poda
 
Modelo de aquisição de material comum
Modelo de aquisição de material comumModelo de aquisição de material comum
Modelo de aquisição de material comum
 
Aula 03
Aula 03Aula 03
Aula 03
 
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SCLei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
 
Treinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia Federal
Treinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia FederalTreinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia Federal
Treinamento de Piloto de Helicóptero do Departamento de Polícia Federal
 
Proposta para alterações ao decreto 5.450.05
Proposta para alterações ao decreto 5.450.05Proposta para alterações ao decreto 5.450.05
Proposta para alterações ao decreto 5.450.05
 
Pregão trabalho de administrativo - prontodfd
Pregão   trabalho de administrativo - prontodfdPregão   trabalho de administrativo - prontodfd
Pregão trabalho de administrativo - prontodfd
 
Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337
 Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337 Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337
Sites 000_6_registrodeprecos_materialdelimpeza_45583_0140337
 

Mais de Prof. Noe Assunção

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxProf. Noe Assunção
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxProf. Noe Assunção
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxProf. Noe Assunção
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.Prof. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais de Prof. Noe Assunção (20)

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
 
AULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docxAULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docx
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docxAVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
 
Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
 

Licitações: Pregão presencial e eletrônico

  • 1. Curso Noções de Serviços Públicos IFRJ/CANP PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO Cursistas: Josiane Basílio dos Santos, Noe Assunção, Priscila Valle de Souza, Thamires Lopes da Silva Orientadora: Profa. Vanessa Ferreira de Macedo
  • 2. -- LICITAÇÃO - CONCEITO “Licitação é o procedimento administrativo mediante o qual a Administração Pública seleciona a proposta mais vantajosa para o contrato de seu interesse.” (Hely Lopes Meirelles).
  • 3. LICITAÇÃO • Constituição Federal em seu artigo 37: • XXI – ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de pagamento, mantidas as condições efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual somente permitirá as exigências de qualificação técnica e econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações.
  • 4. LICITAÇÃO • Lei nº 8.666/93, em seu artigo 3º, estabelece que: • A licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia e a selecionar a proposta mais vantajosa para a Administração e será processada e julgada em estrita conformidade com os princípios básicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade, da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo e dos que lhe são correlatos.
  • 5. PREGÃO - CONCEITO BANDEIRA DE MELLO (2004, p. 518) preleciona que o pregão é “a modalidade de licitação para aquisição de bens e serviços comuns qualquer que seja o valor estimado da contratação, em que a disputa pelo fornecimento é feita por meio de propostas e lances em sessão pública”.
  • 6. PREGÃO PREGÃO - CONCEITO A normatização deste procedimento Administrativo de modo geral, iniciou-se com a publicação do DecretoLei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967, posteriormente substituído pelo Decreto-Lei 2300, de 21 de novembro de 1986, o qual determinou em seu Artigo 85 a aplicação de suas normas gerais aos Estados, Municípios, Distrito Federal e Territórios.
  • 7. PREGÃO - CONCEITO Pregão é a modalidade de licitação na qual a disputa pelo fornecimento de bens e serviços comuns é feita em sessões públicas caracterizadas essencialmente pela utilização de instrumentais de alta tecnologia da informação. Em tais certames os licitantes apresentam suas propostas de preços por escrito, lances verbais (presencial) ou proposta e lances virtuais (eletrônico), independentemente do valor estimado da contratação.
  • 8. PREGÃO PRESENCIAL - FASES I - CONVOCAÇÃO - A convocação dos interessados pela Administração Pública Federal, dar-se-á por meio da publicação de aviso obrigatório no Diário Oficial da União e na internet no site do comprasnet. A publicação ocorre de forma automática, como procedimento operacional dos SIASG que é a ferramenta de apoio informatizado às compras e contratações no âmbito do Poder Executivo Federal.
  • 9. PREGÃO PRESENCIAL - FASES II - CREDENCIAMENTO - Consiste no recebimento pelo pregoeiro e/ou equipe de apoio da documentação prevista no instrumento convocatório e da proposta escrita de preço. III - REGISTRO DAS PROPOSTAS - As propostas apresentadas são registradas para visualização dos participantes da sessão e classificadas na ordem crescente de preços propostos para cada item ou lote conforme o especificado no Edital.
  • 10. PREGÃO PRESENCIAL - FASES IV - DISPUTA - Os proponentes classificados, em numero de três, são convocados pelo pregoeiro a apresentarem lances verbais sucessivos e decrescentes em relação aos apresentados nas respectivas propostas escritas. V - NEGOCIAÇÃO - Encerrada a fase anterior o licitante detentor do menor lance é convocado a efetivar de imediato negociação direta com o pregoeiro para a adequação do lance ofertado com o peço de referencia apurado
  • 11. PREGÃO PRESENCIAL - FASES VI - HABILITAÇÃO – A fase de habilitação tem lugar depois de classificadas as propostas e realizadas o seu julgamento, identificada aquela de menor preço. Somente então terá início a habilitação, de forma que no procedimento do pregão haja a inversão de fases, diferenciando-se das demais modalidades de licitação previstas na Lei nº 8.666/93. Sendo assim, a habilitação ocorre depois do julgamento da melhor proposta ofertada.
  • 12. PREGÃO PRESENCIAL - FASES VII - ADJUDICAÇÃO - É o ato pelo qual a Administração, por intermédio do pregoeiro oficial, atribui ao licitante o objeto da licitação, que na modalidade pregão é praticado imediatamente após encerrada a fase de negociação e com a ausência de recursos interpostos.
  • 13. PREGÃO PRESENCIAL - FASES VIII - HOMOLOGAÇÃO - É a ratificação de todo o procedimento e atos licitatórios para que se produza os efeitos jurídicos necessários. Cabe a autoridade competente verificar a legalidade dos atos praticados na licitação e a conveniência da contratação do objeto licitado para a Administração.
  • 14. PREGÃO PRESENCIAL - FASES VIII - HOMOLOGAÇÃO - É a ratificação de todo o procedimento e atos licitatórios para que se produza os efeitos jurídicos necessários. Cabe a autoridade competente verificar a legalidade dos atos praticados na licitação e a conveniência da contratação do objeto licitado para a Administração.
  • 15. PREGÃO ELETRÔNICO - INTRODUÇÃO Nesta espécie de pregão, aplicam-se as normas gerais estabelecidas na Lei nº 10.520/2002 e especificamente a disposições do Decreto nº 5.450/2005, no qual o acesso aos atos convocatório, registros de propostas, lances, e recursos administrativos se processa exclusivamente por meio eletrônico utilizando-se os recursos da tecnologia da informação, que possui como principal ferramenta a rede mundial de computadores.
  • 16. PREGÃO LETRÔNICO - OPERACIONALIZAÇÃO Nesta espécie de pregão, aplicam-se as normas gerais estabelecidas na Lei nº 10.520/2002 e especificamente a disposições do Decreto nº 5.450/2005, no qual o acesso aos atos convocatório, registros de propostas, lances, e recursos administrativos se processa exclusivamente por meio eletrônico utilizando-se os recursos da tecnologia da informação, que possui como principal ferramenta a rede mundial de computadores.
  • 17. PREGÃO LETRÔNICO - SEGURANÇA A segurança do armazenamento e da circulação das mensagens enviadas virtualmente é garantida por métodos criptográficos, considerados inquebráveis tornado a informação ininteligível, de tal modo, que nenhuma pessoa, a exceção do remetente e do destinatário possam decifrá-la, com o intuito de defender a confidenciabilidade dos dados enviados entre os vendedores e compradores.
  • 18. PREGÃO LETRÔNICO - CREDENCIAMENTO Esta espécie de contrato de “compra e venda virtual”, possui sua formalização iniciada por intermédio do credenciamento prévio dos interessados (Administração e o particular), junto ao provedor do sistema escolhido, o que implica na sua responsabilidade legal e na presunção de capacidade técnica para a realização das transações inerentes ao Pregão Eletrônico.
  • 19. PREGÃO LETRÔNICO - PORTAL Todos os atos praticados pela Administração e pelos administrados, pertinentes a esta modalidade de licitação, quais sejam: publicação, credenciamentos, propostas, sessões publicas, lances, negociações, recursos adjudicações e homologações, são realizados exclusivamente pelo sistema eletrônico no site WEB comprasnet.gov.br o portal de compras do Governo Federal, o qual também disponibiliza para sociedade, todas as informações referentes as licitações realizadas.
  • 20. PREGÃO LETRÔNICO - PORTAL Toda a comunicação havida na sala virtual, (chat), é automaticamente registrada pelo operador do sistema e constará da ata da sessão, gerada automaticamente após o seu encerramento. Após o julgamento dos eventuais recursos, interpostos na forma prescrita, ou na ausência destes, e da fase de negociação. O objeto da licitação será adjudicado pelo pregoeiro ao licitante vencedor da disputa.
  • 21. PREGÃO LETRÔNICO - CONSIDERAÇÕES FINAIS Por remate, conclui-se que o Pregão como modalidade de licitação, em especial o eletrônico por especificidade, em razão da realidade virtual contemporânea ocasionou uma ruptura irreversível com os institutos jurídicos do direito tradicional. Configurando-se no mais empolgante tema do recentíssimo direito eletrônico, o qual possui a nobre e árdua missão de regulamentar as relações jurídicas estabelecidas no ambiente virtual.
  • 22. As empresas interessadas em competir nesta nova sistemática de licitação, necessitam no primeiro momento possuir suporte técnico mínimo de informática, (microcomputador básico com acesso a internet), conexão segura com um provedor privado de sua preferência, bem como, conhecimento na operacionalização do equipamento e navegação na rede virtual.
  • 23. REFERÊNCIAS • http://www.viajus.com.br/viajus.php? pagina=artigos&id=1664&idAreaSel=1&seeArt=yes • MACEDO,Vanessa Ferreira. Sistema de Registro de Preços.Curso de Noções de Serviços Públicos. IFRJ, 2013. • ASSUNÇÃO, Aparecida Maria Coelho. Pregão presencial e pregão eletrônico: principais aspectos • BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de Direito Administrativo. 17. ed. rev. e atual. São Paulo: Malheiros Editores, 2004. • • http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666cons.htm