SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
Uruguaiana
2013
RAFAEL JOSIL DOS SANTOS DOLESKI
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO
PRODUÇÃO TEXTUAL INDIVIDUAL 3º SEMESTRE
Uruguaiana
2013
PRODUÇÃO TEXTUAL INDIVIDUAL 3º SEMESTRE
Trabalho do Curso Bacharelado em Administração
apresentado à Universidade Norte do Paraná -
UNOPAR, como requisito parcial para a obtenção de
média bimestral nas disciplinas de Contabilidade
Aplicada à Administração, Matemática Comercial e
Financeira, Análise de Custos e Seminários III.
Profª.: Vânia Silva
Profª.: Karen Hiramatsu Manganotti
Profª.: Adriane Loper
Profª.: Merris Mozer
Prof .: Regis Garcia
Profª.: Monica Maria Silva
RAFAEL JOSIL DOS SANTOS DOLESKI
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO........................................................................................................3
2. DESENVOLVIMENTO............................................................................................4
2.1.CONHECENDO CUSTOS PARA UMA MELHOR ADMINISTRAÇÃO............4
2.2. GECON, ABC E RKW.....................................................................................5
2.2.1. GECON, GESTÃO E PLANEJAMENTO................................................5
2.2.2. ABC, CSUTEIO BASADO EM ATIVIDADES..........................................6
2.2.3. RKW, SISTEMA DE CUSTEIO...............................................................7
2.3. ANÁLISE DE CUSTOS...................................................................................8
2.4. O VALOR DA CONTABILIDADE PARA UMA BOA ADMINISTRAÇÃO.........8
2.5. MATEMÁTICA FINANCEIRA E COMERCIAL PARA ADMINISTRAÇÃO....10
3. CONCLUSÃO.......................................................................................................11
4. REFERÊNCIAS....................................................................................................12
1 INTRODUÇÃO
No contexto deste trabalho teremos a oportunidade de realizar
pequisas sobre principais e importantes assuntos abordados nas disciplinas do
nosso curso, ressaltando-as Contabilidade Aplicada à Administração, Matemática
Comercial e Financeira e Análise de Custos.
Com maior foco em despertar o poder crítico e analítico como
também oportuna a investigar cientificamente estas teorias. Tais elas como o
conhecimento das principais gestões relacionadas ao conhecimento de custos, os
vários sistemas de custeio, e a fundamental importância da contabilidade e da
matemática comercial e financeira desenvolvem mediante os tipos de administração,
sempre visando metodologias que possam contribuir para uma melhor gestão
empresarial.
Neste trabalho será repassada toda introdução em um
desenvolvimento dividido em desafios, que de uma maneira atenciosa foi buscado
todos os principais conteúdos até agora trabalhados, ressaltando o teórico para ter
respostas aos nossos desafios.
3
2 DESENVOLVIMENTO
2.1.CONHECENDO CUSTOS PARA UMA MELHOR GESTÃO
Atualmente com mercado competitivo, empresas de diversos
segmentos buscam dentro de sua organização, um diferencial, o qual direcione um
espaço, e proporcione uma gestão de resultados em seus negócios.
Apesar dos administradores reconhecerem a importância do custo
devidamente apropriado, às vezes encontram grandes dificuldades na apuração e
análise dos gastos realizados, na elaboração do preço do produto ou serviço, e na
maioria das vezes seguem o preço determinado pelo mercado, visando somente à
conquista de um lugar, mas hoje, a visão gerencial do mercado está em analisar a
eficiência operacional, frente a qualificações dos produtos ou serviços igualando a
um patamar compatível com os custos, conseguindo assim gerenciar vantagens
competitivas com a concorrência, inter-relacionando uma mesma estrutura com
custos mais baixos e alta qualidade, atendendo a procura do mercado, com maior
resultado e satisfação para o empresário e o cliente.
A contabilidade dos custos passou a ser uma eficiente forma de
auxilio no desempenho de informações gerenciais, levantamento do Balanço e
apuração de resultados. Com isto o conhecimento de CUSTOS (todos os gastos
realizados e relacionados a um produto ou serviço, e que são atribuídos de acordo
que são efetuados), é de suma importância, pois exerce a importante tarefa de
controle e decisão para os administradores. Tendo como finalidade, analisar os
gastos incorridos no período, e apurar o custo real das mercadorias ou serviços, com
isso registra os fatos, auxiliando no controle das operações, e dos custos, mostrando
possíveis soluções para problemas que existem, de forma a ajudar o administrador,
em uma visão gerencial mais precisa nas tomadas de decisões.
4
2.2. GECON, ABC e RKW
2.2.1.GECON, GESTÃO E PLANEJAMENTO.
O GECON é um modelo gerencial, diz respeito ao processo de
planejamento, execução e controle operacional das atividades, estruturado a partir
da missão da empresa, de suas crenças e valores, da sua filosofia administrativa e
de um processo de planejamento estratégico.
Ele é estruturado dentro de uma concepção holística e compreende
a integração basicamente dos seguintes elementos integrados: modelo de gestão,
modelo de decisão, mensuração do resultado econômico, apoiados por um sistema
de informações para avaliação econômico-financeira.
No GECON a empresa é administrativa visando o melhoramento do
resultado econômico e assim os resultados obtidos serão atribuídos ao responsável
pela decisão, sendo que a sua medida de eficácia é o lucro econômico. Pode-se
afirmar que o lucro econômico é a melhor medida de eficácia da empresa porque ele
permite medir o valor da mesma a qualquer instante.
Como todo sistema, o GECON tem pontos positivos e negativos,
pois se todo sistema fosse perfeito, a empresa com um sistema não precisaria de
uma administração e controle. Neste sistema observa-se a facilidade de tomada de
decisões, pois a partir do momento em que a tomada de decisão e descentralizada,
os problemas são solucionados em curto espaço de tempo, fazendo com que a
empresa e os funcionários não percam tempo em questões desse tipo. Por outro
lado co a descentralização ocorre a falta de padronização das atitudes, já que cada
departamento ou setor fica responsável pela tomada de decisões aseu modo,
podendo haver divergências futuras.
5
2.2.2. ABC, CSUTEIO BASADO EM ATIVIDADES.
O ABC – Custeio Baseado em Atividades é uma ferramenta de
suporte aos processos de gerenciamento e de reengenharia. É elemento
indispensável à gestão da empresa, pois permite a avaliação de desempenhos
operacionais e econômicos.
É uma metodologia desenvolvida para facilitar a análise estratégica
de custos relacionados com as atividades que mais impactam o consumo de
recursos de uma empresa, preocupando-se em melhorar a apropriação dos custos
aos produtos, sendo um sistema de custeio que se destaca por detalhar,
principalmente, os custos indiretos. A quantidade, a relação de causa e efeito e a
eficiência e eficácia com que os recursos são consumidos nas atividades mais
relevantes de uma empresa constituem o objetivo da análise estratégica de custos
do ABC, além de contribuir para a mudança da cultura organizacional e minimizar os
impactos de alocações inadequadas, através do custeamento das atividades
exigidas pelos produtos ou demais atividades operacionais.
O ABC é uma ferramenta que busca facilitar a implementação de
um processo de mudança de atitudes na organização e auxiliar os gerentes a
descobrirem as rotas do consumo dos recursos da empresa, pretende-se na
realidade, colocar à sua frente uma informação muito importante para suas decisões.
Baseado nas próprias atividades e produtos que os gerentes conhecem muito bem,
o ABC mostra-lhes com clareza e transparência os custos dessas atividades e
produtos, tornando-os mais criativos. Em vez de saber do desempenho de sua área
apenas através dos relatórios tradicionais, que retratam aquilo que já aconteceu ou
deveria acontecer, agora, eles poderão antecipar seus desempenhos futuros,
tornando-os ainda mais eficientes e eficazes.
Portanto, o Sistema de Custo ABC em organizações é um valioso
instrumento de decisão, que possibilita minimizar ou eliminar os erros de decisões e
contribuir para a otimização do lucro na empresa.
6
2.2.3. RKW, SISTEMA DE CUSTEIO.
O RKW (Reichskuratorium Für Wirtscchaftlichtkeit), esta
metodologia, consiste no método em que todas as despesas tanto de produção
como despesa da administração da empresa são rateadas. De acordo com
Vartanian (2000), no Brasil o método é mais conhecido pela sigla RKW, que
representa as iniciais de um antigo conselho governamental alemão para assuntos
econômicos. A técnica utilizada para esse rateio é semelhante às dos custeios
tradicionais e cada departamento da empresa recebe sua cota de custos de maneira
que no final, o rateio será sobre os produtos da empresa.
É necessário esclarecer que este método de custeio é usado
exclusivamente para fins gerenciais, podendo ser implantado nas empresas,
dependendo das informações que se pretende.Como forma mais conservadora esse
método ressalta a prudência em considerar como base na formação de preços o
montante total de custos e despesas em que a empresa incorre, pois, a partir disso,
o preço praticado para cada produto permite a cobertura de todos os gastos.
O RKW busca uma melhor distribuição dos custos indiretos em
determinados períodos da produção. A distribuição de custos indiretos nos
departamentos permite melhor distribuição dos produtos fabricados, reduzindo a
probabilidade de erros e a transferência indevida de custos indiretos de um produto
para outro. Bastando então acrescentar o lucro desejado para se obter o preço de
venda final.
Este método de custeio não faz distinção entre custos fixos e
variáveis, o que pode levar a empresa a não vender determinado produto por não
cobrir o custo do produto, porém o custo estaria distorcido visto que uma parcela dos
custos fixos totais já está embutida ao produto e o custo unitário do produto não é
real. É aplicado ao custo dos produtos um índice percentual igual para fazer a
provisão de lucros, o que pode levar a uma superestimativa de lucros ou esconder
um produto.
Nesse método, considera-se a eficiência máxima da empresa, não
leva em consideração a concorrência, o que pode acarretar um preço de venda
irreal, pois, para manter-se no mercado a empresa deve ter um preço competitivo.
7
2.3. ANÁLISE DE CUSTOS.
No Mundo globalizado em que as empresas estão inseridas a cada
dia mais o mercado se mostra mais competitivo frente a modernização das
empresas, e todos os dias surgem tecnologias e modelos de gestão que fazem com
que essas mudanças ocorram com mais facilidade, fazendo com que as empresas
atinjam seu grau máximo de eficiência e eficácia em um período curto de tempo.
Assim se faz necessário que os gestores tenham à sua disposição
informações relevantes e tempestivas, pertinentes aos custos da empresa, de modo
que estas se configurem em subsídios para aperfeiçoar o desempenho empresarial.
Estas informações são fornecidas pela Contabilidade de Custos, que
apresenta relatórios que auxiliam na gestão de custos, com ênfase na elaboração e
definição de estratégias competitivas que sirvam ao controle e à tomada de
decisões.
Podemos com isto concluir que ter em mãos o conhecimento dos
custos de uma entidade é de suma importância, pois exerce a importante tarefa de
controle e decisão para os administradores, somando com isto uma maneira de
destaque sobre empresas concorrentes, fator este que Ajuda a empresa a buscar o
máximo de eficiência e eficacia no seu ramo empresarial para que possa se manter
em alta no competitivo mercado.
2.4. O VALOR DA CONTABILIDADE PARA UMA BOA ADMINISTRAÇÃO
Durante muito tempo, a contabilidade foi vista como um sistema de
informações tributárias, mas hoje em dia, com um mercado altamente competitivo,
ela é vista como um instrumento gerencial que auxilia os empresários na tomada de
decisão e no processo de gestão, planejamento, execução e controle.
8
A Contabilidade surgiu para que o dono estivesse a par da saúde
financeira de sua empresa. Mas o contexto atual exige dos profissionais um maior
comprometimento em relação ao desempenho de seus clientes. Com o uso das
informações contábeis para fins gerenciais, de modo a analisar e monitorar os
resultados obtidos no período, houve uma otimização nas tomadas de decisões nos
diferentes níveis hierárquicos. No entanto, para isso acontecer, o sistema utilizado
deve responder de maneira eficaz ao controle administrativo e informacional
aplicados.
Cada empresa tem seus produtos, sua tecnologia de produção,
aperfeiçoando-a de acordo com os parâmetros institucionais mais adequados para
mantê-la atualizada. Em função disso, os muitos relatórios e demonstrações
contábeis, acompanhado de uma análise da situação econômica interna e externa,
constituem peças – chave à competitividade e rentabilidade de uma empresa.
A Contabilidade como um instrumento de análise, gerência e
decisão, utiliza-se de suas demonstrações para o gerenciamento e planejamento
estratégico, informar aos administradores a situação econômica – financeira da
empresa, de modo a auxiliar na tomada de decisões.
Esses subsídios são imprescindíveis para que o administrador atue
com competência na execução da atividade operacional. Tendo por objetivo fornecer
informações sobre a situação patrimonial e financeira da empresa aos usuários
internos ou externos, apresentando a real situação da empresa.
Durante muito tempo, a contabilidade foi vista como um sistema de
informações tributárias, mas hoje em dia, com um mercado altamente competitivo,
ela é vista como um instrumento gerencial que auxilia os empresários na tomada de
decisão e no processo de gestão, planejamento, execução e controle.
A contabilidade é hoje um instrumento vital para o conhecimento do
desenvolvimento e do resultado econômico-financeiro das organizações, sejam elas
orientadas para o lucro ou finalidades sociais. Ela consegue, detectar as melhores
oportunidades de negócios, possibilita obtenção de maior lucro, e a redução de
despesas desnecessárias. Dando assim suporte nas tomadas de decisões
administrativas das empresas.
9
2.5. MATEMÁTICA FINANCEIRA E COMERCIAL PARA ADMINISTRAÇÃO.
No mundo agitado e competitivo de hoje, as empresas enfrentam
muitos problemas e desafios, cujas soluções muitas vezes são complexas e o
mercado de trabalho requisitando profissionais que devem atender a novos padrões
de qualidade e modernidade, pois sem uma administração competente os rumos de
uma organização (empresas, indústrias e etc.) podem ter como consequência, a
perda de espaço no mercado, a diminuição de seus lucros ou até mesmo a falência.
Com todas essas exigências de mercado tem se criado um novo
perfil de administrador, o administrador polivalente que tem por características ser:
inovador, flexível, criativo, e de fácil adaptação às mudanças.
A matemática financeira e comercial tem sido de grande importância
para esses administradores dentro de suas funções pois é de extrema importância
para a tomada de decisões na empresa e, sua aplicação quando bem desenvolvida,
traz maior rentabilidade possibilitando o processo de maximização nos resultados.
Certamente com uma boa base desse conhecimento traz à compreensão de
problemas, mas o administrador precisa ter amplo domínio da matemática para ser
bem-sucedido em seu trabalho, que depende em grande parte, da exatidão dos
números, pois é ele que tem proporcionado ao administrador, descobrir aplicações
realmente úteis em questões nas áreas econômicas, financeiras e resoluções de
problemas da empresa.
Através destes conhecimentos, o administrador terá um controle
econômico e financeiro e uma visão mais apurada para as necessidades financeiras
do patrimônio, podendo avaliar nas a organização seus lucros e suas perdas. Faz-se
necessário mais do que puramente racionalidade no processo desse exercício. É
preciso certa sensibilidade para perceber o momento certo e o modo como atuar.
Decidir não pode constituir mero palpite. Exige conhecimento e mensuração.
1
3 CONCLUSÃO
Como se pode observar, esta produção textual foi desenvolvida
mediante uma minuciosa pesquisa bibliográfica, na no qual foi de fundamental
importância para o despertar de uma visão analítica sobre a importância do controle
de custos de uma instituição, e alguns tipos de gestão de conhecimento, custeio
baseado em atividades e sistemas de custeios, assim como a importância da
contabilidade e da matemática financeira e comercial, para uma melhor gestão
empresarial, bem como oportunizar a investigação científica com base nas teorias
abordadas em aula ao longo do semestre.
Pesquisa esta, de suma importância, que tornou que seja possível o
melhor entendimento do que ocorre por trás de poderosas organizações, muitas
vezes intrigantes e muito interessantes.
Contudo obtive uma gama de novos conhecimentos sobre as
disciplinas tratadas no curso. Uma viagem extremamente frutuosa e fascinante, e,
que com certeza elevará o grau de entendimento e acima de tudo, uma visão geral
mais ampla dos acontecimentos referentes aos vários sistemas de controle de
custos, e os processos administrativos recorrentes a uma melhor administração com
o auxilio da contabilidade e da matemática financeira e comercial para uma melhor
gestão, construindo assim uma visão mais prática referente as disciplinas abordadas
em aula neste semestre.
1
4 REFERÊNCIAS
CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL. O crcrs
e legislação da profissão contábil. 16.ed. Porto Alegre: CRCRS, 2004.
FIGUEIREDO, Sandra, FABRI, Pedro Ernesto. Gestão das empresas contábeis. São
Paulo: Atlas, 2000.
HENDRIKSEN, Eldon S. Teoria da contabilidade. Tradução de Antônio Zoratto
Sanvicente. São Paulo: Atlas, 1999.
PADOVEZE, Clóvis Luis. Controladoria estratégica e operacional: conceitos,
estrutura, aplicação. – São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.
CATELLI, Armando (Coordenador). Controladoria: uma abordagem da gestão
econômica – GECON. – 2. Ed. – 7. Reimpr. – São Paulo: Atlas, 2009. 570 p..
BEUREN, Ilse Maria. Evolução histórica da contabilidade de custos. Contabilidade
Vista & Revista. Belo Horizonte, v. 5, n. 1, p. 61-66, fev. 1993.
VARTANIAN, Grigor Haig. O método de custeio pleno: uma análise conceitual e
empírica. São Paulo: FEA/USP, 2000.
PREZ JR, José Hernandez; OLIVEIRA, Luís Martins de; COSTA, Rogério Guedes.
Gestão estratégica de custos. São Paulo: Atlas, 1999.
SITES
Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO – Cursos Online: Mais de 1000 cursos online com
certificado
http://www.portaleducacao.com.br/contabilidade/artigos/31375/sistema-de-custeio-
rkw#ixzz2h9MpJbaz
1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fitaTeatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fitaMare Zoé Machado
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreheliane
 
Descritores e distratores
Descritores e distratoresDescritores e distratores
Descritores e distratoreslouisacarla
 
Planejamento 5 ANO 4 SERIE
Planejamento  5 ANO 4 SERIEPlanejamento  5 ANO 4 SERIE
Planejamento 5 ANO 4 SERIEClaudio Oliveira
 
Simulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoSimulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoMary Alvarenga
 
Loteria problematizando
Loteria problematizandoLoteria problematizando
Loteria problematizandoMary Alvarenga
 
Recuperação final de religião 6º ano
Recuperação final de religião  6º anoRecuperação final de religião  6º ano
Recuperação final de religião 6º anoLuciana Carvalho
 
Loteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/JLoteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/JMary Alvarenga
 
Equação do primeiro grau..
Equação do primeiro grau..Equação do primeiro grau..
Equação do primeiro grau..Nivea Neves
 
22 modelos de diplomas simone helen drumond
22 modelos de diplomas simone helen drumond22 modelos de diplomas simone helen drumond
22 modelos de diplomas simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Caça números - Adição e subtração
Caça números - Adição e subtração Caça números - Adição e subtração
Caça números - Adição e subtração Mary Alvarenga
 
Atividades de matemática para o 5º ano
Atividades de matemática  para o 5º ano Atividades de matemática  para o 5º ano
Atividades de matemática para o 5º ano Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Teatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fitaTeatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fita
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestre
 
Descritores e distratores
Descritores e distratoresDescritores e distratores
Descritores e distratores
 
Atividade ensino religioso justiça (1)
Atividade ensino religioso justiça (1)Atividade ensino religioso justiça (1)
Atividade ensino religioso justiça (1)
 
Apostila de Jogos do PNAIC
Apostila de Jogos do PNAICApostila de Jogos do PNAIC
Apostila de Jogos do PNAIC
 
Planejamento 5 ANO 4 SERIE
Planejamento  5 ANO 4 SERIEPlanejamento  5 ANO 4 SERIE
Planejamento 5 ANO 4 SERIE
 
Simulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoSimulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º ano
 
Loteria problematizando
Loteria problematizandoLoteria problematizando
Loteria problematizando
 
Recuperação final de religião 6º ano
Recuperação final de religião  6º anoRecuperação final de religião  6º ano
Recuperação final de religião 6º ano
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
 
Loteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/JLoteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/J
 
Equação do primeiro grau..
Equação do primeiro grau..Equação do primeiro grau..
Equação do primeiro grau..
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL  AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
 
22 modelos de diplomas simone helen drumond
22 modelos de diplomas simone helen drumond22 modelos de diplomas simone helen drumond
22 modelos de diplomas simone helen drumond
 
O que vou trazer na minha mochila
O que vou trazer na minha mochilaO que vou trazer na minha mochila
O que vou trazer na minha mochila
 
Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)
 
O laço e o abraço
O laço e o abraçoO laço e o abraço
O laço e o abraço
 
Atividade ensino religioso justiça
Atividade ensino religioso justiçaAtividade ensino religioso justiça
Atividade ensino religioso justiça
 
Caça números - Adição e subtração
Caça números - Adição e subtração Caça números - Adição e subtração
Caça números - Adição e subtração
 
Atividades de matemática para o 5º ano
Atividades de matemática  para o 5º ano Atividades de matemática  para o 5º ano
Atividades de matemática para o 5º ano
 

Semelhante a Portifolio idividual 3º semestre pdf

Gestão estratégica de custo
Gestão estratégica de custoGestão estratégica de custo
Gestão estratégica de custofevechi
 
Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006zeramento contabil
 
Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006simuladocontabil
 
Abordagem do Custeio por Funções de Processo
Abordagem do Custeio por Funções de ProcessoAbordagem do Custeio por Funções de Processo
Abordagem do Custeio por Funções de ProcessoCelio C. Ferreira
 
Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)090774
 
Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)090774
 
Apostila contabilidade custos_2004
Apostila contabilidade custos_2004Apostila contabilidade custos_2004
Apostila contabilidade custos_2004razonetecontabil
 
Apostila contabilidade custos 2004
Apostila contabilidade custos 2004Apostila contabilidade custos 2004
Apostila contabilidade custos 2004simuladocontabil
 
(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...
(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...
(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...JaquelineSakon
 
Pré TCC contabilidade de Custos
Pré TCC contabilidade de CustosPré TCC contabilidade de Custos
Pré TCC contabilidade de Custossandy leah
 
Slide Sistema De Controle
Slide   Sistema De ControleSlide   Sistema De Controle
Slide Sistema De Controlelupajero
 
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICAEXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICAmegaacaipb
 
Contabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo iContabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo iAriovaldo Silva
 

Semelhante a Portifolio idividual 3º semestre pdf (20)

Gestão estratégica de custo
Gestão estratégica de custoGestão estratégica de custo
Gestão estratégica de custo
 
Controladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Controladoria: a ferramenta amiga dos EmpreendedoresControladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Controladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
 
Calcula e Custos
Calcula e CustosCalcula e Custos
Calcula e Custos
 
Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006
 
Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006Apostila contabilidade custos2006
Apostila contabilidade custos2006
 
Abordagem do Custeio por Funções de Processo
Abordagem do Custeio por Funções de ProcessoAbordagem do Custeio por Funções de Processo
Abordagem do Custeio por Funções de Processo
 
Artigo indicadores de desempenho
Artigo indicadores de desempenhoArtigo indicadores de desempenho
Artigo indicadores de desempenho
 
Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)
 
Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)
 
Unidade 2 custo
Unidade 2 custoUnidade 2 custo
Unidade 2 custo
 
Apostila contabilidade custos_2004
Apostila contabilidade custos_2004Apostila contabilidade custos_2004
Apostila contabilidade custos_2004
 
Apostila contabilidade custos 2004
Apostila contabilidade custos 2004Apostila contabilidade custos 2004
Apostila contabilidade custos 2004
 
(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...
(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...
(NOVO)+O+gerenciamento+de+processos+de+negócios+como+uma+estratégia+de+gestão...
 
Pré TCC contabilidade de Custos
Pré TCC contabilidade de CustosPré TCC contabilidade de Custos
Pré TCC contabilidade de Custos
 
Tcc danny
Tcc dannyTcc danny
Tcc danny
 
Slide Sistema De Controle
Slide   Sistema De ControleSlide   Sistema De Controle
Slide Sistema De Controle
 
Sig
SigSig
Sig
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICAEXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
 
Contabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo iContabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo i
 

Portifolio idividual 3º semestre pdf

  • 1. Uruguaiana 2013 RAFAEL JOSIL DOS SANTOS DOLESKI SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PRODUÇÃO TEXTUAL INDIVIDUAL 3º SEMESTRE
  • 2. Uruguaiana 2013 PRODUÇÃO TEXTUAL INDIVIDUAL 3º SEMESTRE Trabalho do Curso Bacharelado em Administração apresentado à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, como requisito parcial para a obtenção de média bimestral nas disciplinas de Contabilidade Aplicada à Administração, Matemática Comercial e Financeira, Análise de Custos e Seminários III. Profª.: Vânia Silva Profª.: Karen Hiramatsu Manganotti Profª.: Adriane Loper Profª.: Merris Mozer Prof .: Regis Garcia Profª.: Monica Maria Silva RAFAEL JOSIL DOS SANTOS DOLESKI
  • 3. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO........................................................................................................3 2. DESENVOLVIMENTO............................................................................................4 2.1.CONHECENDO CUSTOS PARA UMA MELHOR ADMINISTRAÇÃO............4 2.2. GECON, ABC E RKW.....................................................................................5 2.2.1. GECON, GESTÃO E PLANEJAMENTO................................................5 2.2.2. ABC, CSUTEIO BASADO EM ATIVIDADES..........................................6 2.2.3. RKW, SISTEMA DE CUSTEIO...............................................................7 2.3. ANÁLISE DE CUSTOS...................................................................................8 2.4. O VALOR DA CONTABILIDADE PARA UMA BOA ADMINISTRAÇÃO.........8 2.5. MATEMÁTICA FINANCEIRA E COMERCIAL PARA ADMINISTRAÇÃO....10 3. CONCLUSÃO.......................................................................................................11 4. REFERÊNCIAS....................................................................................................12
  • 4. 1 INTRODUÇÃO No contexto deste trabalho teremos a oportunidade de realizar pequisas sobre principais e importantes assuntos abordados nas disciplinas do nosso curso, ressaltando-as Contabilidade Aplicada à Administração, Matemática Comercial e Financeira e Análise de Custos. Com maior foco em despertar o poder crítico e analítico como também oportuna a investigar cientificamente estas teorias. Tais elas como o conhecimento das principais gestões relacionadas ao conhecimento de custos, os vários sistemas de custeio, e a fundamental importância da contabilidade e da matemática comercial e financeira desenvolvem mediante os tipos de administração, sempre visando metodologias que possam contribuir para uma melhor gestão empresarial. Neste trabalho será repassada toda introdução em um desenvolvimento dividido em desafios, que de uma maneira atenciosa foi buscado todos os principais conteúdos até agora trabalhados, ressaltando o teórico para ter respostas aos nossos desafios. 3
  • 5. 2 DESENVOLVIMENTO 2.1.CONHECENDO CUSTOS PARA UMA MELHOR GESTÃO Atualmente com mercado competitivo, empresas de diversos segmentos buscam dentro de sua organização, um diferencial, o qual direcione um espaço, e proporcione uma gestão de resultados em seus negócios. Apesar dos administradores reconhecerem a importância do custo devidamente apropriado, às vezes encontram grandes dificuldades na apuração e análise dos gastos realizados, na elaboração do preço do produto ou serviço, e na maioria das vezes seguem o preço determinado pelo mercado, visando somente à conquista de um lugar, mas hoje, a visão gerencial do mercado está em analisar a eficiência operacional, frente a qualificações dos produtos ou serviços igualando a um patamar compatível com os custos, conseguindo assim gerenciar vantagens competitivas com a concorrência, inter-relacionando uma mesma estrutura com custos mais baixos e alta qualidade, atendendo a procura do mercado, com maior resultado e satisfação para o empresário e o cliente. A contabilidade dos custos passou a ser uma eficiente forma de auxilio no desempenho de informações gerenciais, levantamento do Balanço e apuração de resultados. Com isto o conhecimento de CUSTOS (todos os gastos realizados e relacionados a um produto ou serviço, e que são atribuídos de acordo que são efetuados), é de suma importância, pois exerce a importante tarefa de controle e decisão para os administradores. Tendo como finalidade, analisar os gastos incorridos no período, e apurar o custo real das mercadorias ou serviços, com isso registra os fatos, auxiliando no controle das operações, e dos custos, mostrando possíveis soluções para problemas que existem, de forma a ajudar o administrador, em uma visão gerencial mais precisa nas tomadas de decisões. 4
  • 6. 2.2. GECON, ABC e RKW 2.2.1.GECON, GESTÃO E PLANEJAMENTO. O GECON é um modelo gerencial, diz respeito ao processo de planejamento, execução e controle operacional das atividades, estruturado a partir da missão da empresa, de suas crenças e valores, da sua filosofia administrativa e de um processo de planejamento estratégico. Ele é estruturado dentro de uma concepção holística e compreende a integração basicamente dos seguintes elementos integrados: modelo de gestão, modelo de decisão, mensuração do resultado econômico, apoiados por um sistema de informações para avaliação econômico-financeira. No GECON a empresa é administrativa visando o melhoramento do resultado econômico e assim os resultados obtidos serão atribuídos ao responsável pela decisão, sendo que a sua medida de eficácia é o lucro econômico. Pode-se afirmar que o lucro econômico é a melhor medida de eficácia da empresa porque ele permite medir o valor da mesma a qualquer instante. Como todo sistema, o GECON tem pontos positivos e negativos, pois se todo sistema fosse perfeito, a empresa com um sistema não precisaria de uma administração e controle. Neste sistema observa-se a facilidade de tomada de decisões, pois a partir do momento em que a tomada de decisão e descentralizada, os problemas são solucionados em curto espaço de tempo, fazendo com que a empresa e os funcionários não percam tempo em questões desse tipo. Por outro lado co a descentralização ocorre a falta de padronização das atitudes, já que cada departamento ou setor fica responsável pela tomada de decisões aseu modo, podendo haver divergências futuras. 5
  • 7. 2.2.2. ABC, CSUTEIO BASADO EM ATIVIDADES. O ABC – Custeio Baseado em Atividades é uma ferramenta de suporte aos processos de gerenciamento e de reengenharia. É elemento indispensável à gestão da empresa, pois permite a avaliação de desempenhos operacionais e econômicos. É uma metodologia desenvolvida para facilitar a análise estratégica de custos relacionados com as atividades que mais impactam o consumo de recursos de uma empresa, preocupando-se em melhorar a apropriação dos custos aos produtos, sendo um sistema de custeio que se destaca por detalhar, principalmente, os custos indiretos. A quantidade, a relação de causa e efeito e a eficiência e eficácia com que os recursos são consumidos nas atividades mais relevantes de uma empresa constituem o objetivo da análise estratégica de custos do ABC, além de contribuir para a mudança da cultura organizacional e minimizar os impactos de alocações inadequadas, através do custeamento das atividades exigidas pelos produtos ou demais atividades operacionais. O ABC é uma ferramenta que busca facilitar a implementação de um processo de mudança de atitudes na organização e auxiliar os gerentes a descobrirem as rotas do consumo dos recursos da empresa, pretende-se na realidade, colocar à sua frente uma informação muito importante para suas decisões. Baseado nas próprias atividades e produtos que os gerentes conhecem muito bem, o ABC mostra-lhes com clareza e transparência os custos dessas atividades e produtos, tornando-os mais criativos. Em vez de saber do desempenho de sua área apenas através dos relatórios tradicionais, que retratam aquilo que já aconteceu ou deveria acontecer, agora, eles poderão antecipar seus desempenhos futuros, tornando-os ainda mais eficientes e eficazes. Portanto, o Sistema de Custo ABC em organizações é um valioso instrumento de decisão, que possibilita minimizar ou eliminar os erros de decisões e contribuir para a otimização do lucro na empresa. 6
  • 8. 2.2.3. RKW, SISTEMA DE CUSTEIO. O RKW (Reichskuratorium Für Wirtscchaftlichtkeit), esta metodologia, consiste no método em que todas as despesas tanto de produção como despesa da administração da empresa são rateadas. De acordo com Vartanian (2000), no Brasil o método é mais conhecido pela sigla RKW, que representa as iniciais de um antigo conselho governamental alemão para assuntos econômicos. A técnica utilizada para esse rateio é semelhante às dos custeios tradicionais e cada departamento da empresa recebe sua cota de custos de maneira que no final, o rateio será sobre os produtos da empresa. É necessário esclarecer que este método de custeio é usado exclusivamente para fins gerenciais, podendo ser implantado nas empresas, dependendo das informações que se pretende.Como forma mais conservadora esse método ressalta a prudência em considerar como base na formação de preços o montante total de custos e despesas em que a empresa incorre, pois, a partir disso, o preço praticado para cada produto permite a cobertura de todos os gastos. O RKW busca uma melhor distribuição dos custos indiretos em determinados períodos da produção. A distribuição de custos indiretos nos departamentos permite melhor distribuição dos produtos fabricados, reduzindo a probabilidade de erros e a transferência indevida de custos indiretos de um produto para outro. Bastando então acrescentar o lucro desejado para se obter o preço de venda final. Este método de custeio não faz distinção entre custos fixos e variáveis, o que pode levar a empresa a não vender determinado produto por não cobrir o custo do produto, porém o custo estaria distorcido visto que uma parcela dos custos fixos totais já está embutida ao produto e o custo unitário do produto não é real. É aplicado ao custo dos produtos um índice percentual igual para fazer a provisão de lucros, o que pode levar a uma superestimativa de lucros ou esconder um produto. Nesse método, considera-se a eficiência máxima da empresa, não leva em consideração a concorrência, o que pode acarretar um preço de venda irreal, pois, para manter-se no mercado a empresa deve ter um preço competitivo. 7
  • 9. 2.3. ANÁLISE DE CUSTOS. No Mundo globalizado em que as empresas estão inseridas a cada dia mais o mercado se mostra mais competitivo frente a modernização das empresas, e todos os dias surgem tecnologias e modelos de gestão que fazem com que essas mudanças ocorram com mais facilidade, fazendo com que as empresas atinjam seu grau máximo de eficiência e eficácia em um período curto de tempo. Assim se faz necessário que os gestores tenham à sua disposição informações relevantes e tempestivas, pertinentes aos custos da empresa, de modo que estas se configurem em subsídios para aperfeiçoar o desempenho empresarial. Estas informações são fornecidas pela Contabilidade de Custos, que apresenta relatórios que auxiliam na gestão de custos, com ênfase na elaboração e definição de estratégias competitivas que sirvam ao controle e à tomada de decisões. Podemos com isto concluir que ter em mãos o conhecimento dos custos de uma entidade é de suma importância, pois exerce a importante tarefa de controle e decisão para os administradores, somando com isto uma maneira de destaque sobre empresas concorrentes, fator este que Ajuda a empresa a buscar o máximo de eficiência e eficacia no seu ramo empresarial para que possa se manter em alta no competitivo mercado. 2.4. O VALOR DA CONTABILIDADE PARA UMA BOA ADMINISTRAÇÃO Durante muito tempo, a contabilidade foi vista como um sistema de informações tributárias, mas hoje em dia, com um mercado altamente competitivo, ela é vista como um instrumento gerencial que auxilia os empresários na tomada de decisão e no processo de gestão, planejamento, execução e controle. 8
  • 10. A Contabilidade surgiu para que o dono estivesse a par da saúde financeira de sua empresa. Mas o contexto atual exige dos profissionais um maior comprometimento em relação ao desempenho de seus clientes. Com o uso das informações contábeis para fins gerenciais, de modo a analisar e monitorar os resultados obtidos no período, houve uma otimização nas tomadas de decisões nos diferentes níveis hierárquicos. No entanto, para isso acontecer, o sistema utilizado deve responder de maneira eficaz ao controle administrativo e informacional aplicados. Cada empresa tem seus produtos, sua tecnologia de produção, aperfeiçoando-a de acordo com os parâmetros institucionais mais adequados para mantê-la atualizada. Em função disso, os muitos relatórios e demonstrações contábeis, acompanhado de uma análise da situação econômica interna e externa, constituem peças – chave à competitividade e rentabilidade de uma empresa. A Contabilidade como um instrumento de análise, gerência e decisão, utiliza-se de suas demonstrações para o gerenciamento e planejamento estratégico, informar aos administradores a situação econômica – financeira da empresa, de modo a auxiliar na tomada de decisões. Esses subsídios são imprescindíveis para que o administrador atue com competência na execução da atividade operacional. Tendo por objetivo fornecer informações sobre a situação patrimonial e financeira da empresa aos usuários internos ou externos, apresentando a real situação da empresa. Durante muito tempo, a contabilidade foi vista como um sistema de informações tributárias, mas hoje em dia, com um mercado altamente competitivo, ela é vista como um instrumento gerencial que auxilia os empresários na tomada de decisão e no processo de gestão, planejamento, execução e controle. A contabilidade é hoje um instrumento vital para o conhecimento do desenvolvimento e do resultado econômico-financeiro das organizações, sejam elas orientadas para o lucro ou finalidades sociais. Ela consegue, detectar as melhores oportunidades de negócios, possibilita obtenção de maior lucro, e a redução de despesas desnecessárias. Dando assim suporte nas tomadas de decisões administrativas das empresas. 9
  • 11. 2.5. MATEMÁTICA FINANCEIRA E COMERCIAL PARA ADMINISTRAÇÃO. No mundo agitado e competitivo de hoje, as empresas enfrentam muitos problemas e desafios, cujas soluções muitas vezes são complexas e o mercado de trabalho requisitando profissionais que devem atender a novos padrões de qualidade e modernidade, pois sem uma administração competente os rumos de uma organização (empresas, indústrias e etc.) podem ter como consequência, a perda de espaço no mercado, a diminuição de seus lucros ou até mesmo a falência. Com todas essas exigências de mercado tem se criado um novo perfil de administrador, o administrador polivalente que tem por características ser: inovador, flexível, criativo, e de fácil adaptação às mudanças. A matemática financeira e comercial tem sido de grande importância para esses administradores dentro de suas funções pois é de extrema importância para a tomada de decisões na empresa e, sua aplicação quando bem desenvolvida, traz maior rentabilidade possibilitando o processo de maximização nos resultados. Certamente com uma boa base desse conhecimento traz à compreensão de problemas, mas o administrador precisa ter amplo domínio da matemática para ser bem-sucedido em seu trabalho, que depende em grande parte, da exatidão dos números, pois é ele que tem proporcionado ao administrador, descobrir aplicações realmente úteis em questões nas áreas econômicas, financeiras e resoluções de problemas da empresa. Através destes conhecimentos, o administrador terá um controle econômico e financeiro e uma visão mais apurada para as necessidades financeiras do patrimônio, podendo avaliar nas a organização seus lucros e suas perdas. Faz-se necessário mais do que puramente racionalidade no processo desse exercício. É preciso certa sensibilidade para perceber o momento certo e o modo como atuar. Decidir não pode constituir mero palpite. Exige conhecimento e mensuração. 1
  • 12. 3 CONCLUSÃO Como se pode observar, esta produção textual foi desenvolvida mediante uma minuciosa pesquisa bibliográfica, na no qual foi de fundamental importância para o despertar de uma visão analítica sobre a importância do controle de custos de uma instituição, e alguns tipos de gestão de conhecimento, custeio baseado em atividades e sistemas de custeios, assim como a importância da contabilidade e da matemática financeira e comercial, para uma melhor gestão empresarial, bem como oportunizar a investigação científica com base nas teorias abordadas em aula ao longo do semestre. Pesquisa esta, de suma importância, que tornou que seja possível o melhor entendimento do que ocorre por trás de poderosas organizações, muitas vezes intrigantes e muito interessantes. Contudo obtive uma gama de novos conhecimentos sobre as disciplinas tratadas no curso. Uma viagem extremamente frutuosa e fascinante, e, que com certeza elevará o grau de entendimento e acima de tudo, uma visão geral mais ampla dos acontecimentos referentes aos vários sistemas de controle de custos, e os processos administrativos recorrentes a uma melhor administração com o auxilio da contabilidade e da matemática financeira e comercial para uma melhor gestão, construindo assim uma visão mais prática referente as disciplinas abordadas em aula neste semestre. 1
  • 13. 4 REFERÊNCIAS CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL. O crcrs e legislação da profissão contábil. 16.ed. Porto Alegre: CRCRS, 2004. FIGUEIREDO, Sandra, FABRI, Pedro Ernesto. Gestão das empresas contábeis. São Paulo: Atlas, 2000. HENDRIKSEN, Eldon S. Teoria da contabilidade. Tradução de Antônio Zoratto Sanvicente. São Paulo: Atlas, 1999. PADOVEZE, Clóvis Luis. Controladoria estratégica e operacional: conceitos, estrutura, aplicação. – São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003. CATELLI, Armando (Coordenador). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica – GECON. – 2. Ed. – 7. Reimpr. – São Paulo: Atlas, 2009. 570 p.. BEUREN, Ilse Maria. Evolução histórica da contabilidade de custos. Contabilidade Vista & Revista. Belo Horizonte, v. 5, n. 1, p. 61-66, fev. 1993. VARTANIAN, Grigor Haig. O método de custeio pleno: uma análise conceitual e empírica. São Paulo: FEA/USP, 2000. PREZ JR, José Hernandez; OLIVEIRA, Luís Martins de; COSTA, Rogério Guedes. Gestão estratégica de custos. São Paulo: Atlas, 1999. SITES Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO – Cursos Online: Mais de 1000 cursos online com certificado http://www.portaleducacao.com.br/contabilidade/artigos/31375/sistema-de-custeio- rkw#ixzz2h9MpJbaz 1