SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
O valor da pesquisa qualitativa
 A pesquisa qualitativa nos ajuda a
compreender o domínio, contexto e
limitações de um produto de maneiras
diferentes, mais úteis do que faz a pesquisa
quantitativa.
 Também ajuda nos a identificar padrões
de comportamento entre os usuários e
potenciais usuários de um produto muito
mais rápida e facilmente do que seria
possível com os métodos quantitativos.
 Comportamentos, atitudes e aptidões
de usuários potenciais de produtos.
 Contextos: Técnico, negocial e
ambiental - o domínio do produto a ser
concebido.
 Aspectos sociais, vocabulário e outros
do domínio em questão.
 Como os produtos existentes são usados.
 Entrevistas com especialistas no assunto
em questão.
 Estudos de campo de observação do
usuário / Pesquisa Etnográfica.
 Revisão da literatura Produto / protótipo
e auditorias competitivas.
 Entrevistas com os participantes.
 Card Sorting.
 Análise da Tarefa.
 Com base em anos de pesquisa em design na prática,
acredita-se que uma combinação de observação e
entrevistas one-by-one é a ferramenta mais eficaz e
eficiente para que um designer recolha os dados
qualitativos sobre os usuários e seus objetivos.
 Observando os usuários, como eles executam
atividades e questioná-los em seus próprios ambientes,
cheio com os artefatos que eles usam todos os dias,
pode trazer os detalhes de todos os comportamentos à
tona.
 Os entrevistadores devem ter cuidado, no entanto,
para evitar suposições com base em sua própria
interpretação dos fatos, sem verificar estes pressupostos
com os usuários.
Popularizado por arquitetos de informação, Card Sorting
é uma técnica para compreender como os usuários
organizam a informações e conceitos.
Enquanto há uma série de variações na técnica, isto é
tipicamente executado por utilizadores pedindo para
classificar um baralho de cartas, contendo cada carta
parte da funcionalidade e informações relacionadas com
o produto ou Web site.
A parte difícil é analisar os resultados, ou por olhar para as
tendências ou utilizando análises estatísticas para
descobrir padrões e correlações.
Enquanto isso, sem dúvida, pode ser uma ferramenta
valiosa para descobrir um aspecto de um usuário do
modelo mental, a técnica assume que o assunto tem
refinada organização de habilidades, e que a forma que
se classificar um conjunto de temas sumário irá
correlacionar a maneira como eles vão acabar
querendo usar o seu produto.
 Análise da Tarefa refere-se a uma série de
técnicas que envolvem o uso de qualquer
questionários ou entrevistas abertas a
desenvolver uma compreensão detalhada de
como as pessoas atualmente executam
tarefas específicas.
 Uma vez que os questionários são compilados
ou as entrevistas sejam concluídas, as tarefas
são formalmente decompostas e analisadas,
geralmente em um fluxograma ou diagrama
semelhante que comunica as relações entre
ações e muitas vezes os relacionamentos entre
pessoas e processos.
O teste de usabilidade é predominantemente focado
em avaliar a utilização pela primeira vez de um
produto. Muitas vezes, é muito difícil medir a eficácia
de uma solução que está em sua 50º utilização, em
outros palavras, para o alvo mais comum: o usuário
Intermediário.
Este é um dilema quando se está otimizando um
projeto para usuários intermediários ou avançados. Um
técnica para realizar isto é a utilização de um estudo
diário, no qual os sujeitos mantém diários detalhando
suas interações com o produto.
Finalmente, quanto ao teste de usabilidade, certifique-
se de que o que você está testando é realmente
mensurável, que o teste é administrado corretamente,
que os resultados serão úteis na correção de questões
de design, e que os recursos necessários para corrigir os
problemas observados em um estudo de usabilidade
estão disponíveis.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A importância da pesquisa qualitativa para o design de produtos

Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...
Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...
Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...Voël
 
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...Impacta Eventos
 
Palestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de UsabilidadePalestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de UsabilidadeLuiz Agner
 
Cap. 7 selecionando participantes
Cap. 7   selecionando participantesCap. 7   selecionando participantes
Cap. 7 selecionando participantesLuiz Agner
 
Pesquisa publicitária
Pesquisa publicitáriaPesquisa publicitária
Pesquisa publicitáriaEfrain Corleto
 
Modelando Os Usuarios maio 2009
Modelando Os Usuarios maio 2009Modelando Os Usuarios maio 2009
Modelando Os Usuarios maio 2009eriveltonxe
 
Workshop - Personas
Workshop - PersonasWorkshop - Personas
Workshop - PersonasVoël
 
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...Catarinas Design de Interação
 
Design Sistemas Centrado Usuario
Design Sistemas Centrado UsuarioDesign Sistemas Centrado Usuario
Design Sistemas Centrado UsuarioElisabeth Dudziak
 
Identificação de necessidades e estabelecimento de requisitos
Identificação de necessidades e estabelecimento de requisitosIdentificação de necessidades e estabelecimento de requisitos
Identificação de necessidades e estabelecimento de requisitosptbr
 
Pesquisa de marketing: um guia introdutório
Pesquisa de marketing: um guia introdutórioPesquisa de marketing: um guia introdutório
Pesquisa de marketing: um guia introdutórioJeferson L. Feuser
 
My Report - Usability Tests
My Report - Usability TestsMy Report - Usability Tests
My Report - Usability TestsMichel Alves
 

Semelhante a A importância da pesquisa qualitativa para o design de produtos (20)

5 - A pesquisa.ppt
5 - A pesquisa.ppt5 - A pesquisa.ppt
5 - A pesquisa.ppt
 
Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...
Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...
Digital focado nas pessoas: Metodologia e técnicas de pesquisa acessíveis ao ...
 
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
 
Palestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de UsabilidadePalestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de Usabilidade
 
Cap. 7 selecionando participantes
Cap. 7   selecionando participantesCap. 7   selecionando participantes
Cap. 7 selecionando participantes
 
Pesquisa publicitária
Pesquisa publicitáriaPesquisa publicitária
Pesquisa publicitária
 
Projeto GráFico5
Projeto GráFico5Projeto GráFico5
Projeto GráFico5
 
Modelando Os Usuarios maio 2009
Modelando Os Usuarios maio 2009Modelando Os Usuarios maio 2009
Modelando Os Usuarios maio 2009
 
Workshop - Personas
Workshop - PersonasWorkshop - Personas
Workshop - Personas
 
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
 
Design Sistemas Centrado Usuario
Design Sistemas Centrado UsuarioDesign Sistemas Centrado Usuario
Design Sistemas Centrado Usuario
 
Desenvolvimento em tempos de UX - Versão 3.0
Desenvolvimento em tempos de UX - Versão 3.0Desenvolvimento em tempos de UX - Versão 3.0
Desenvolvimento em tempos de UX - Versão 3.0
 
Identificação de necessidades e estabelecimento de requisitos
Identificação de necessidades e estabelecimento de requisitosIdentificação de necessidades e estabelecimento de requisitos
Identificação de necessidades e estabelecimento de requisitos
 
Pesquisa de mercado
Pesquisa de mercadoPesquisa de mercado
Pesquisa de mercado
 
User eXperience
User eXperienceUser eXperience
User eXperience
 
UX Culture
UX Culture UX Culture
UX Culture
 
Pesquisa de marketing: um guia introdutório
Pesquisa de marketing: um guia introdutórioPesquisa de marketing: um guia introdutório
Pesquisa de marketing: um guia introdutório
 
Design de interação aula 2
Design de interação aula 2Design de interação aula 2
Design de interação aula 2
 
My Report - Usability Tests
My Report - Usability TestsMy Report - Usability Tests
My Report - Usability Tests
 
GP4US - Design Thinking: 25 Técnicas e Ferramentas - #1
GP4US - Design Thinking: 25 Técnicas e Ferramentas - #1GP4US - Design Thinking: 25 Técnicas e Ferramentas - #1
GP4US - Design Thinking: 25 Técnicas e Ferramentas - #1
 

Último

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 

Último (20)

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 

A importância da pesquisa qualitativa para o design de produtos

  • 1.
  • 2. O valor da pesquisa qualitativa  A pesquisa qualitativa nos ajuda a compreender o domínio, contexto e limitações de um produto de maneiras diferentes, mais úteis do que faz a pesquisa quantitativa.  Também ajuda nos a identificar padrões de comportamento entre os usuários e potenciais usuários de um produto muito mais rápida e facilmente do que seria possível com os métodos quantitativos.
  • 3.  Comportamentos, atitudes e aptidões de usuários potenciais de produtos.  Contextos: Técnico, negocial e ambiental - o domínio do produto a ser concebido.  Aspectos sociais, vocabulário e outros do domínio em questão.  Como os produtos existentes são usados.
  • 4.  Entrevistas com especialistas no assunto em questão.  Estudos de campo de observação do usuário / Pesquisa Etnográfica.  Revisão da literatura Produto / protótipo e auditorias competitivas.  Entrevistas com os participantes.  Card Sorting.  Análise da Tarefa.
  • 5.  Com base em anos de pesquisa em design na prática, acredita-se que uma combinação de observação e entrevistas one-by-one é a ferramenta mais eficaz e eficiente para que um designer recolha os dados qualitativos sobre os usuários e seus objetivos.  Observando os usuários, como eles executam atividades e questioná-los em seus próprios ambientes, cheio com os artefatos que eles usam todos os dias, pode trazer os detalhes de todos os comportamentos à tona.  Os entrevistadores devem ter cuidado, no entanto, para evitar suposições com base em sua própria interpretação dos fatos, sem verificar estes pressupostos com os usuários.
  • 6. Popularizado por arquitetos de informação, Card Sorting é uma técnica para compreender como os usuários organizam a informações e conceitos. Enquanto há uma série de variações na técnica, isto é tipicamente executado por utilizadores pedindo para classificar um baralho de cartas, contendo cada carta parte da funcionalidade e informações relacionadas com o produto ou Web site. A parte difícil é analisar os resultados, ou por olhar para as tendências ou utilizando análises estatísticas para descobrir padrões e correlações. Enquanto isso, sem dúvida, pode ser uma ferramenta valiosa para descobrir um aspecto de um usuário do modelo mental, a técnica assume que o assunto tem refinada organização de habilidades, e que a forma que se classificar um conjunto de temas sumário irá correlacionar a maneira como eles vão acabar querendo usar o seu produto.
  • 7.
  • 8.  Análise da Tarefa refere-se a uma série de técnicas que envolvem o uso de qualquer questionários ou entrevistas abertas a desenvolver uma compreensão detalhada de como as pessoas atualmente executam tarefas específicas.  Uma vez que os questionários são compilados ou as entrevistas sejam concluídas, as tarefas são formalmente decompostas e analisadas, geralmente em um fluxograma ou diagrama semelhante que comunica as relações entre ações e muitas vezes os relacionamentos entre pessoas e processos.
  • 9. O teste de usabilidade é predominantemente focado em avaliar a utilização pela primeira vez de um produto. Muitas vezes, é muito difícil medir a eficácia de uma solução que está em sua 50º utilização, em outros palavras, para o alvo mais comum: o usuário Intermediário. Este é um dilema quando se está otimizando um projeto para usuários intermediários ou avançados. Um técnica para realizar isto é a utilização de um estudo diário, no qual os sujeitos mantém diários detalhando suas interações com o produto. Finalmente, quanto ao teste de usabilidade, certifique- se de que o que você está testando é realmente mensurável, que o teste é administrado corretamente, que os resultados serão úteis na correção de questões de design, e que os recursos necessários para corrigir os problemas observados em um estudo de usabilidade estão disponíveis.