SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
atendente de
FARMÁCIA



               Prof. Dr. Luis Antonio Cezar Junior
                   Farmacêutico Bioquímico
atendente de
          FARMÁCIA



ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
     FARMÁCIA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
        Introdução
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
         Introdução



    O documento farmacêutico mais
    antigo é uma tábua sumérica que
    contém 15 receitas medicinais.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
          Introdução


     O Papiro Ebers é um dos tratados médicos
     mais antigos e importantes que se conhece.
     Foi escrito no Antigo Egito e é datado de
     aproximadamente 1550 a.C
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                                   Introdução


 •Os chineses, por exemplo, há mais de 2.600 anos já preparavam
 remédios extraídos de plantas.

• Mil anos depois, os egípcios faziam o mesmo, utilizando também sais de
chumbo, cobre e ungüentos feitos com a gordura de vários animais, como
hipopótamo, crocodilo e cobra.

• Na Índia, Roma e na Grécia, onde Hipócrates, ao sistematizar os grupos
de medicamentos - narcóticos, febrífugos e purgantes - inaugurou uma
nova era para a cura.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                               Introdução




• Na Antiguidade a Medicina e a Farmácia eram uma só profissão, mas na
antiga Roma começou a separação daqueles que diagnosticavam a doença,
daqueles que misturavam matérias para produzir porções de cura, era a
época de Hipócrates e de Galeno.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                                 Introdução
         •Hipócrates (Pai da Medicina)
              Patologia geral  apepsia (desequilíbrio)
                                  pepsis (febre, inflamação e pus)
                                  crisis ou lysis (eliminação)



•Galeno (Pai da Farmácia).
    • Combatia as doenças por meio de
    substâncias ou compostos que se
    opunham diretamente aos sinais e
    sintomas das enfermidades.
    • É precursor da alopatia.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                 Introdução

Galeno (200 – 131 a.C.)
• Escreveu bastante sobre farmácia e medicamentos,
e em suas obras se encontraram cerca de quatro
centenas e meia de referências a fármacos.

• Elaborou uma lista de remédios vegetais,
conhecidos como "galênicos", a maioria dos quais era
composta com vinho.
• Observador e metódico, classificou e usou
magistralmente as ervas. Fazia preparações
denominadas "teriagas" feitas com vinho e ervas.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
         Introdução

      • No século II, os árabes fundaram a
      primeira escola de farmácia de que se tem
      notícia, criando inclusive uma legislação para
      o exercício da profissão.

      • A partir do século X, foram criadas as
      primeiras boticas - ou apotecas - na Espanha
      e na França. Eram as precursoras das
      farmácias atuais.

      • Cabia aos boticários conhecer e curar as
      doenças, e para o exercício da profissão
      deviam cumprir uma série de requisitos e ter
      local e equipamentos adequados para a
      feitura e guarda dos remédios.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                                     Introdução


• No século XVI, o estudo dos remédios ganhou impulso notável, com a
pesquisa sistemática dos princípios ativos das plantas e dos minerais capazes
de curar doenças.

• Também foi constatada a existência de microorganismos úteis e nocivos.

• Com o tempo, foi implantada no mundo a indústria farmacêutica e, com ela,
novos medicamentos são criados e estudos realizados, em velocidade
espantosa.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                                  Introdução

                                  Governador geral Thomé de Souza
                                  trouxe de Portugal o 1° Boticário
     BRASIL                       Diogo de Castro.



O boticário em frente ao doente
manipulava       e     produzia
medicamentos, de acordo com
a farmacopéia e a prescrição
dos médicos

                                   Em 1640, as boticas foram
                                   autorizadas a funcionar como
                                   comércio e se multiplicaram em
                                   toda a colônia.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                               Introdução

             SÍMBOLO
A taça com a serpente nela enrolada é
   internacionalmente conhecida como
   símbolo da profissão farmacêutica. Sua
   origem remonta à antigüidade, sendo
   parte das histórias da mitologia grega.
   Segundo as literaturas antigas, o
   símbolo da Farmácia ilustra o poder
   (cobra) da cura (taça).
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
               Atribuições do Farmacêutico
• Conhecer as subs. encontradas no mercado;
• Preparar e exercer controle sobre estas substancias.
• Conhecer fisiologia humana;
• Estar em constante atualização.
• Aliar-se a indústria em busca de drogas mais potentes.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
Atribuições do Atendente



     • Conhecer as subs. encontradas no mercado;
     • Entender o básico de fisiologia humana;
     • Buscar constante atualização.
     • Ser crítico quanto a utilização das drogas.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
       Atribuições do Atendente




ATENDENTE            CONSULTOR
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                       Conceitos


                   DROGA

substância ou matéria-prima que tenha finalidade
          medicamentosa ou sanitária;
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                       Conceitos


   MEDICAMENTO OU FÁRMACO

produto farmacêutico tecnicamente obtido ou
elaborado com finalidade profilática, curativa,
    paliativa ou para fins de diagnósticos;
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                          Conceitos


      MEDICAMENTO FITOTERÁPICO

medicamentos obtidos a partir de plantas medicinais,
 empregando-se exclusivamente derivados de droga
                    vegetal.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                Conceitos

MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO

     A Homeopatia é uma prática terapêutica que
     abrange as áreas farmacêutica, médica,
     odontológica e veterinária. Foi fundada no
     início do século XIX pelo médico alemão
     Samuel Hahnemann, e baseia-se no princípio
     “Semelhante cura semelhante”.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
             Conceitos

MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                          Conceitos

     MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO

São medicamentos preparados a partir de substâncias que
são submetidas a triturações sucessivas ou diluições
seguidas de sucussão, ou outra forma de agitação
ritmada, com finalidade preventiva ou curativa a serem
administrados conforme a terapêutica homeopática,
homotoxicológica ou antroposófica.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                            Conceitos

                        BULA

Bula é o nome que se dá ao conjunto de informações sobre um
medicamento      que   obrigatoriamente     os   laboratórios
farmacêuticos devem acrescentar à embalagem de seus produtos
vendidos no varejo
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                           Conceitos

                          BULA
Nome do medicamento;             Precauções

Apresentação                     Gravidez

Composição                       Reações adversas
Informações ao paciente
                                 Posologia
Informações técnicas
                                 Superdosagem
Farmacocinética
                                 Contra-indicações
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                       Classes de Medicamentos


                    G         GENÉRICOS

Um medicamento genérico[1] é um medicamento com a mesma substância ativa,
forma farmacêutica e dosagem e com a mesma indicação que o medicamento
original, de marca. E principalmente, são intercambiáveis em relação ao
medicamento de referência, ou seja, a troca pelo genérico é possível.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                      Classes de Medicamentos


                    G         GENÉRICOS

• Lei 9787 / 99 – instituiu o medicamento genérico
• Embalagem padronizada com uma tarja amarela e um grande "G" de
Genérico e os seguintes dizeres: Medicamento Genérico - Lei 9.787/99
• nome do princípio ativo
• São proibidos de apresentar marca, nome de referência ou nome fantasia
(apenas o nome do princípio ativo pode ser comunicado). Tem preços em
média 35% menores que os originais
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
Classes de Medicamentos
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                    Classes de Medicamentos

                               SIMILARES

Aquele que contém o mesmo ou os mesmos princípios ativos, apresenta a
mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia
e indicação terapêutica, preventiva ou diagnóstica, do medicamento de
referência registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária,
podendo diferir somente em características relativas ao tamanho e forma
do produto, prazo de validade, embalagem, rotulagem, excipientes e
veículos, devendo sempre ser identificado por nome comercial ou marca:
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                   Classes de Medicamentos

                           Referência

Produto inovador registrado no órgão federal responsável pela vigilância
sanitária e comercializado no País, cuja eficácia, segurança e qualidade
foram comprovadas cientificamente junto ao órgão federal competente,
por ocasião do registro.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
                             Receita Médica
Uma prescrição (também conhecida informalmente como receita médica) é a
indicação de medicamentos que um paciente ou animal deve tomar. É
indicado pelos médicos, médicos dentistas ou médicos veterinários e
compete aos farmacêuticos obrigatoriamente a manipulação, venda ou
entrega dos medicamentos, que efetuarão neste ato a fiscalização da
prescrição e orientação ao paciente.
Receita Médica
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
 Concepção e produção

        Pesquisa




     Estudos Clínicos




     Desenvolvimento
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
 Concepção e produção

        Produção




     Comercialização




     Farmacovigilância
CEBRAC
                                        ®
          centro brasileiro de cursos




DÚVIDAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
Elizeu Ferro
 
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Renato Santos
 
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos FármacosAtendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Luis Antonio Cezar Junior
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
Leonardo Souza
 

Mais procurados (20)

01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
 
Balconista de farmacia
Balconista de farmaciaBalconista de farmacia
Balconista de farmacia
 
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de EnfermagemIntrodução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
 
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
 
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos FármacosAtendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
 
Desenvolvimento Pessoal - Relacionamento e ética
Desenvolvimento Pessoal - Relacionamento e éticaDesenvolvimento Pessoal - Relacionamento e ética
Desenvolvimento Pessoal - Relacionamento e ética
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
Aula 1 (1)
 
2ª aula origem e evolução da farmácia
2ª aula   origem e evolução da farmácia2ª aula   origem e evolução da farmácia
2ª aula origem e evolução da farmácia
 
Origem e evolução da farmácia
Origem e evolução da farmáciaOrigem e evolução da farmácia
Origem e evolução da farmácia
 
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia -   Leis & DrogariasAtendente de Farmácia -   Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
 
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinética
 
Atendente de Farmácia
Atendente de FarmáciaAtendente de Farmácia
Atendente de Farmácia
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
 
Farmacologia e definicões
Farmacologia e definicõesFarmacologia e definicões
Farmacologia e definicões
 
2ª aula origem e evolução da farmácia
2ª aula   origem e evolução da farmácia2ª aula   origem e evolução da farmácia
2ª aula origem e evolução da farmácia
 
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosasAtendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
 
Gestão de estoque farmácias
Gestão de estoque farmáciasGestão de estoque farmácias
Gestão de estoque farmácias
 
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmáciaAula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
 
Atendente de Farmácia - portaria 344
Atendente de Farmácia - portaria 344Atendente de Farmácia - portaria 344
Atendente de Farmácia - portaria 344
 
Introdução à Farmacologia
Introdução à FarmacologiaIntrodução à Farmacologia
Introdução à Farmacologia
 

Semelhante a Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia

98230944 farmacotecnica-apostila
98230944 farmacotecnica-apostila98230944 farmacotecnica-apostila
98230944 farmacotecnica-apostila
KEYTIANE JVA
 
História da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no BrasilHistória da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no Brasil
Safia Naser
 
INTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdf
INTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdfINTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdf
INTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdf
formulaamagistral
 
enfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptxenfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptx
tuttitutti1
 
Farmacotécnica hospitalar
Farmacotécnica hospitalarFarmacotécnica hospitalar
Farmacotécnica hospitalar
Sandra Oliveira
 
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
BruceCosta4
 

Semelhante a Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia (20)

98230944 farmacotecnica-apostila
98230944 farmacotecnica-apostila98230944 farmacotecnica-apostila
98230944 farmacotecnica-apostila
 
Avanços da medicina 2°2
Avanços da medicina  2°2Avanços da medicina  2°2
Avanços da medicina 2°2
 
História da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no BrasilHistória da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no Brasil
 
medicamentos.pdf
medicamentos.pdfmedicamentos.pdf
medicamentos.pdf
 
aula 01 atendente historia da farmacia.pptx
aula 01 atendente historia da farmacia.pptxaula 01 atendente historia da farmacia.pptx
aula 01 atendente historia da farmacia.pptx
 
INTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdf
INTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdfINTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdf
INTRODUÇÃO A CIENCIAS FARMACÊUTICAS AULA 01- HISTORIA DA FARMÁCIA.pdf
 
aula 3 farmacia e profissão.pptx
aula 3 farmacia e profissão.pptxaula 3 farmacia e profissão.pptx
aula 3 farmacia e profissão.pptx
 
enfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptxenfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptx
 
Fitoterapia unidade 1
Fitoterapia unidade 1Fitoterapia unidade 1
Fitoterapia unidade 1
 
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdfAPOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
 
História e Evolução da Farmácia
História e Evolução da FarmáciaHistória e Evolução da Farmácia
História e Evolução da Farmácia
 
Aula 01 farmacologia prof. clara mota
Aula 01   farmacologia prof. clara motaAula 01   farmacologia prof. clara mota
Aula 01 farmacologia prof. clara mota
 
Homeopatia
HomeopatiaHomeopatia
Homeopatia
 
AULA DE FARMACOLOGIA.pptx
AULA DE FARMACOLOGIA.pptxAULA DE FARMACOLOGIA.pptx
AULA DE FARMACOLOGIA.pptx
 
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptxMÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
 
Introdução a Farmacologia.pptx
Introdução a Farmacologia.pptxIntrodução a Farmacologia.pptx
Introdução a Farmacologia.pptx
 
AULA 01 - CONCEITO-NOMENCLATURA-ORIGEM.pdf
AULA 01 - CONCEITO-NOMENCLATURA-ORIGEM.pdfAULA 01 - CONCEITO-NOMENCLATURA-ORIGEM.pdf
AULA 01 - CONCEITO-NOMENCLATURA-ORIGEM.pdf
 
introdução à farmacologia
 introdução à farmacologia introdução à farmacologia
introdução à farmacologia
 
Farmacotécnica hospitalar
Farmacotécnica hospitalarFarmacotécnica hospitalar
Farmacotécnica hospitalar
 
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
 

Mais de Luis Antonio Cezar Junior

Primeiros Socorros - Introdução aos Primeiros Socorros
Primeiros Socorros - Introdução aos Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros - Introdução aos Primeiros Socorros
Primeiros Socorros - Introdução aos Primeiros Socorros
Luis Antonio Cezar Junior
 

Mais de Luis Antonio Cezar Junior (20)

Primeiros Socorros - Sinais vitais
Primeiros Socorros - Sinais vitaisPrimeiros Socorros - Sinais vitais
Primeiros Socorros - Sinais vitais
 
Primeiros Socorros - Acidentes diversos
Primeiros Socorros - Acidentes diversosPrimeiros Socorros - Acidentes diversos
Primeiros Socorros - Acidentes diversos
 
Primeiros Socorros - intoxicação
Primeiros Socorros - intoxicaçãoPrimeiros Socorros - intoxicação
Primeiros Socorros - intoxicação
 
Primeiros Socorros - Introdução aos Primeiros Socorros
Primeiros Socorros - Introdução aos Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros - Introdução aos Primeiros Socorros
Primeiros Socorros - Introdução aos Primeiros Socorros
 
Atendente de Farmácia - rdc 44
Atendente de Farmácia - rdc 44Atendente de Farmácia - rdc 44
Atendente de Farmácia - rdc 44
 
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentosAtendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
 
Atendente de Farmácia - injetáveis
Atendente de Farmácia -  injetáveisAtendente de Farmácia -  injetáveis
Atendente de Farmácia - injetáveis
 
Atendente de Farmácia - idosos
Atendente de Farmácia -  idososAtendente de Farmácia -  idosos
Atendente de Farmácia - idosos
 
Atendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Atendente de Farmácia - Doenças respiratóriasAtendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Atendente de Farmácia - Doenças respiratórias
 
Atendente de Farmácia - Diabetes
Atendente de Farmácia - DiabetesAtendente de Farmácia - Diabetes
Atendente de Farmácia - Diabetes
 
Atendente de Farmácia - Hipertensão
Atendente de Farmácia - HipertensãoAtendente de Farmácia - Hipertensão
Atendente de Farmácia - Hipertensão
 
Atendente de Farmácia - Dor e Inflamação
Atendente de Farmácia - Dor e InflamaçãoAtendente de Farmácia - Dor e Inflamação
Atendente de Farmácia - Dor e Inflamação
 
Atendente de Farmácia - Vias de administração
Atendente de Farmácia - Vias de administraçãoAtendente de Farmácia - Vias de administração
Atendente de Farmácia - Vias de administração
 
Atendente de Farmácia - Microbiologia
Atendente de Farmácia - MicrobiologiaAtendente de Farmácia - Microbiologia
Atendente de Farmácia - Microbiologia
 
Anatomia - Sistema Imunológico
Anatomia - Sistema ImunológicoAnatomia - Sistema Imunológico
Anatomia - Sistema Imunológico
 
Anatomia - sistema renal
Anatomia - sistema renalAnatomia - sistema renal
Anatomia - sistema renal
 
Anatomia - sistema respiratório
Anatomia - sistema respiratórioAnatomia - sistema respiratório
Anatomia - sistema respiratório
 
Anatomia - Sistema nervoso
Anatomia - Sistema nervosoAnatomia - Sistema nervoso
Anatomia - Sistema nervoso
 
Anatomia - sistema circulatorio
Anatomia - sistema circulatorioAnatomia - sistema circulatorio
Anatomia - sistema circulatorio
 
Anatomia - sistema digestivo
Anatomia - sistema digestivoAnatomia - sistema digestivo
Anatomia - sistema digestivo
 

Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia

  • 1. atendente de FARMÁCIA Prof. Dr. Luis Antonio Cezar Junior Farmacêutico Bioquímico
  • 2. atendente de FARMÁCIA ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA
  • 3. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução
  • 4. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução O documento farmacêutico mais antigo é uma tábua sumérica que contém 15 receitas medicinais.
  • 5. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução O Papiro Ebers é um dos tratados médicos mais antigos e importantes que se conhece. Foi escrito no Antigo Egito e é datado de aproximadamente 1550 a.C
  • 6. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução •Os chineses, por exemplo, há mais de 2.600 anos já preparavam remédios extraídos de plantas. • Mil anos depois, os egípcios faziam o mesmo, utilizando também sais de chumbo, cobre e ungüentos feitos com a gordura de vários animais, como hipopótamo, crocodilo e cobra. • Na Índia, Roma e na Grécia, onde Hipócrates, ao sistematizar os grupos de medicamentos - narcóticos, febrífugos e purgantes - inaugurou uma nova era para a cura.
  • 7. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução • Na Antiguidade a Medicina e a Farmácia eram uma só profissão, mas na antiga Roma começou a separação daqueles que diagnosticavam a doença, daqueles que misturavam matérias para produzir porções de cura, era a época de Hipócrates e de Galeno.
  • 8. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução •Hipócrates (Pai da Medicina) Patologia geral  apepsia (desequilíbrio)  pepsis (febre, inflamação e pus)  crisis ou lysis (eliminação) •Galeno (Pai da Farmácia). • Combatia as doenças por meio de substâncias ou compostos que se opunham diretamente aos sinais e sintomas das enfermidades. • É precursor da alopatia.
  • 9. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução Galeno (200 – 131 a.C.) • Escreveu bastante sobre farmácia e medicamentos, e em suas obras se encontraram cerca de quatro centenas e meia de referências a fármacos. • Elaborou uma lista de remédios vegetais, conhecidos como "galênicos", a maioria dos quais era composta com vinho. • Observador e metódico, classificou e usou magistralmente as ervas. Fazia preparações denominadas "teriagas" feitas com vinho e ervas.
  • 10. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução • No século II, os árabes fundaram a primeira escola de farmácia de que se tem notícia, criando inclusive uma legislação para o exercício da profissão. • A partir do século X, foram criadas as primeiras boticas - ou apotecas - na Espanha e na França. Eram as precursoras das farmácias atuais. • Cabia aos boticários conhecer e curar as doenças, e para o exercício da profissão deviam cumprir uma série de requisitos e ter local e equipamentos adequados para a feitura e guarda dos remédios.
  • 11. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução • No século XVI, o estudo dos remédios ganhou impulso notável, com a pesquisa sistemática dos princípios ativos das plantas e dos minerais capazes de curar doenças. • Também foi constatada a existência de microorganismos úteis e nocivos. • Com o tempo, foi implantada no mundo a indústria farmacêutica e, com ela, novos medicamentos são criados e estudos realizados, em velocidade espantosa.
  • 12. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução Governador geral Thomé de Souza trouxe de Portugal o 1° Boticário BRASIL Diogo de Castro. O boticário em frente ao doente manipulava e produzia medicamentos, de acordo com a farmacopéia e a prescrição dos médicos Em 1640, as boticas foram autorizadas a funcionar como comércio e se multiplicaram em toda a colônia.
  • 13. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Introdução SÍMBOLO A taça com a serpente nela enrolada é internacionalmente conhecida como símbolo da profissão farmacêutica. Sua origem remonta à antigüidade, sendo parte das histórias da mitologia grega. Segundo as literaturas antigas, o símbolo da Farmácia ilustra o poder (cobra) da cura (taça).
  • 14. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Atribuições do Farmacêutico • Conhecer as subs. encontradas no mercado; • Preparar e exercer controle sobre estas substancias. • Conhecer fisiologia humana; • Estar em constante atualização. • Aliar-se a indústria em busca de drogas mais potentes.
  • 15. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Atribuições do Atendente • Conhecer as subs. encontradas no mercado; • Entender o básico de fisiologia humana; • Buscar constante atualização. • Ser crítico quanto a utilização das drogas.
  • 16. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Atribuições do Atendente ATENDENTE CONSULTOR
  • 17. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos DROGA substância ou matéria-prima que tenha finalidade medicamentosa ou sanitária;
  • 18. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos MEDICAMENTO OU FÁRMACO produto farmacêutico tecnicamente obtido ou elaborado com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnósticos;
  • 19. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos MEDICAMENTO FITOTERÁPICO medicamentos obtidos a partir de plantas medicinais, empregando-se exclusivamente derivados de droga vegetal.
  • 20. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO A Homeopatia é uma prática terapêutica que abrange as áreas farmacêutica, médica, odontológica e veterinária. Foi fundada no início do século XIX pelo médico alemão Samuel Hahnemann, e baseia-se no princípio “Semelhante cura semelhante”.
  • 21. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO
  • 22. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO São medicamentos preparados a partir de substâncias que são submetidas a triturações sucessivas ou diluições seguidas de sucussão, ou outra forma de agitação ritmada, com finalidade preventiva ou curativa a serem administrados conforme a terapêutica homeopática, homotoxicológica ou antroposófica.
  • 23. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos BULA Bula é o nome que se dá ao conjunto de informações sobre um medicamento que obrigatoriamente os laboratórios farmacêuticos devem acrescentar à embalagem de seus produtos vendidos no varejo
  • 24. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Conceitos BULA Nome do medicamento; Precauções Apresentação Gravidez Composição Reações adversas Informações ao paciente Posologia Informações técnicas Superdosagem Farmacocinética Contra-indicações
  • 25. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Classes de Medicamentos G GENÉRICOS Um medicamento genérico[1] é um medicamento com a mesma substância ativa, forma farmacêutica e dosagem e com a mesma indicação que o medicamento original, de marca. E principalmente, são intercambiáveis em relação ao medicamento de referência, ou seja, a troca pelo genérico é possível.
  • 26. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Classes de Medicamentos G GENÉRICOS • Lei 9787 / 99 – instituiu o medicamento genérico • Embalagem padronizada com uma tarja amarela e um grande "G" de Genérico e os seguintes dizeres: Medicamento Genérico - Lei 9.787/99 • nome do princípio ativo • São proibidos de apresentar marca, nome de referência ou nome fantasia (apenas o nome do princípio ativo pode ser comunicado). Tem preços em média 35% menores que os originais
  • 27. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Classes de Medicamentos
  • 28. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Classes de Medicamentos SIMILARES Aquele que contém o mesmo ou os mesmos princípios ativos, apresenta a mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia e indicação terapêutica, preventiva ou diagnóstica, do medicamento de referência registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária, podendo diferir somente em características relativas ao tamanho e forma do produto, prazo de validade, embalagem, rotulagem, excipientes e veículos, devendo sempre ser identificado por nome comercial ou marca:
  • 29. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Classes de Medicamentos Referência Produto inovador registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária e comercializado no País, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente junto ao órgão federal competente, por ocasião do registro.
  • 30. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Receita Médica Uma prescrição (também conhecida informalmente como receita médica) é a indicação de medicamentos que um paciente ou animal deve tomar. É indicado pelos médicos, médicos dentistas ou médicos veterinários e compete aos farmacêuticos obrigatoriamente a manipulação, venda ou entrega dos medicamentos, que efetuarão neste ato a fiscalização da prescrição e orientação ao paciente.
  • 32. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Concepção e produção Pesquisa Estudos Clínicos Desenvolvimento
  • 33. ORIGEM E EVOLUÇÃO DA FARMÁCIA Concepção e produção Produção Comercialização Farmacovigilância
  • 34. CEBRAC ® centro brasileiro de cursos DÚVIDAS