SlideShare uma empresa Scribd logo
Segundo Cairbar Schutel, o
homem tem resumido a sua
tarefa na Terra a procurar
“tesouros”, a achar tesouros, a
esconder tesouros a vender o
que possui para comprar
campos que tenham tesouros.
(Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar
Schutel)
2
 Para que trabalha o homem, na Terra?
 Para que estuda?
 Para que luta?
Para possuir tesouros!
(Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel)
3
 Fortuna
 Pedacinho de terra
 Família/filho
 Celular/ redes sociais
 Educação/ conhecimento
 Trabalho...
(tesouros vulneráveis que sofrem mudanças )
4
5
 “O tesouro é o que o seu coração valoriza.”
 “O que tem valor pra você é onde você mora.”
 “Nós circulamos em torno do que tem valor pra nós.”
 “Os nossos processos mentais são vestes dos nossos
sentimentos.”
 Você pode cometer um grande erro em sua vida por que
sintonizou com emoção ruim.
 “A abelha se alimenta de mel, mas o abutre se alimenta de
cadáver”. (Livro: Vinha de Luz- Emmanuel)
6
“Porque onde estiver o vosso tesouro,
aí estará também o vosso coração” (Mt
6:21).
7
A frase inicia-se com PORQUE - Sempre que Jesus
recomendava algo, mencionava o motivo, para
desenvolver em cada um dos seus discípulos um
conhecimento raciocinado, uma fé consciente.
 Uma questão de escolha. Usando o livre-arbítrio,
podemos colocar onde quisermos onde preferimos o
nosso tesouro, ou (ainda) fazermos do que desejarmos o
nosso tesouro.
8
 Na Terra ou no céu. Nas coisas materiais ou
espirituais?
 Se estiver na terra, precisamos nos lembrar de que
não iremos ficar aqui eternamente.
 Que antes de sermos criaturas humanas, somos
espíritos imortais.
(O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho)
9
O que é material pode nos satisfazer por um certo tempo e até
certo ponto;
 Até que um dia as necessidades espirituais irão se impor,
como urgentes, imprescindíveis.
 O que tem valor para um, quase ou nada vale para outro.
Depende da evolução e, naturalmente, do entendimento.
(O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho)
10
 Coração simboliza sentimento. (espírito).
 Quando Jesus fala AÍ ESTARÁ, fala no futuro, dando a
entender uma decorrência do procedimento escolhido.
 “O VOSSO CORAÇÃO” – Ou sentimento. Ora, se o
nosso sentimento está como satélite de coisas
inferiores também inferiores serão as nossas ações e
reações.
(O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho)
11
 Onde estamos investindo enquanto mergulhada no corpo de
carne? Nos bens transitórios? No apego aos mesmos?
 Onde estão as nossas preocupações? Em acumular o que é
passageiro ou aproveitar o máximo que posso para aprender
sobre a vida e sair dela com conquistas imorredouras?
(Ana Cláudia de Jesus Barreto)
Jesus disse: “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a
ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a
ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem
roubam”(Mt 6:19-20).
12
Jesus sabendo do esforço do homem na conquista do
tesouro fez do tesouro escondido uma parábola.
“O Reino dos Céus é semelhante a um tesouro que,
oculto no campo, foi achado e escondido por um
homem, o qual, movido de gozo, foi vender tudo
que possuía e comprou aquele campo.”
(Mateus, XIII, 44.)
13
Com a parábola Jesus faz um alerta para empregarmos todo
o talento, todos os esforços, todo o trabalho, toda a
atividade, todos os sacrifícios, na conquista desse outro
“tesouro”, ao qual ele chamou imperecível, lembrando que “a
traça e a ferrugem não o corrompem, e os ladrões não o
roubam”.
(Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel)
14
 O reino dos céus é um tesouro oculto ao mundo;
 Mas graças à revelação dos espíritos, hoje é
mais fácil ao homem achar esse tesouro;
 O difícil é desembarcar-se das velhas crenças do
egoísmo, do preconceito, do amor aos bens
terrenos, para possuir os bens celestes.
(Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel)
15
 O homem terreno morre e fica sem seus bens.
 O homem espiritual permanece para a vida
eterna e o tesouro do céu, que ele adquiriu é de
sua posse permanente.
(Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel)
16
 Uns, cujo valor é somente o que lhes atribuímos.
 outros valem, porque sua importância é intrínseca, real,
verdadeira. Valem aqui e em qualquer lugar, na Terra e no
espaço.
O tesouro constituído por bens espirituais é inalienável,
intransferível. Acompanha a criatura onde quer que ela se
encontre.
(O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho)
17
Não levaremos, ao atravessar a noite escura da
morte, nenhum bem material, apenas as nossas
atitudes e conquistas intimas e intelectuais. As
primeiras serão nossa senha para o reino dos céus,
ou seja, para a paz de consciência e desfrutar da
verdadeira felicidade. Por isso Jesus nos alerta sobre
onde está assentado o nosso coração.
(Ana Cláudia de Jesus Barreto)
18
19
verdadeiro tesouro que está no espírito da
abnegação, do desprendimento, do perdão, do
amor e da mansidão. (Ana Cláudia de Jesus Barreto)
20
21

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
carlos freire
 
Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV.
Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV. Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV.
Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV.
PatiSousa1
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Henrique Vieira
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
Tatiana Bonfim
 
O triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismoO triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismo
Graça Maciel
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
paikachambi
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Antonino Silva
 
Vós sois a luz do mundo
Vós sois a luz do mundoVós sois a luz do mundo
Vós sois a luz do mundo
Afonso Chagas Corrêa Corrêa
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Divulgador do Espiritismo
 
Joana de cusa
Joana de cusaJoana de cusa
Joana de cusa
Candice Gunther
 
Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27
Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27
Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27
Patricia Farias
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Silvânio Barcelos
 
Palestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E EspiritismoPalestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E Espiritismo
cab3032
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
Ricardo Azevedo
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Palestra o poder da fé
Palestra   o poder da féPalestra   o poder da fé
Palestra o poder da fé
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildadeCapítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
alice martins
 
Evangeliza - O Evangelho de Jesus
Evangeliza - O Evangelho de JesusEvangeliza - O Evangelho de Jesus
Evangeliza - O Evangelho de Jesus
Antonino Silva
 
Genese cap 01 de 1 a 29
Genese cap 01  de 1 a 29Genese cap 01  de 1 a 29
Genese cap 01 de 1 a 29
Fernando A. O. Pinto
 

Mais procurados (20)

Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
 
Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV.
Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV. Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV.
Eae 53 Interpretação do sermão do monte IV.
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
 
O triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismoO triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismo
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
 
Vós sois a luz do mundo
Vós sois a luz do mundoVós sois a luz do mundo
Vós sois a luz do mundo
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 
Joana de cusa
Joana de cusaJoana de cusa
Joana de cusa
 
Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27
Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27
Livro dos Espíritos Q 313 e 314 - ESE cap 27
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
 
Palestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E EspiritismoPalestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E Espiritismo
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Palestra o poder da fé
Palestra   o poder da féPalestra   o poder da fé
Palestra o poder da fé
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildadeCapítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
 
Evangeliza - O Evangelho de Jesus
Evangeliza - O Evangelho de JesusEvangeliza - O Evangelho de Jesus
Evangeliza - O Evangelho de Jesus
 
Genese cap 01 de 1 a 29
Genese cap 01  de 1 a 29Genese cap 01  de 1 a 29
Genese cap 01 de 1 a 29
 

Semelhante a Onde estiver o vosso coração aí estará o vosso tesouro..pptx

APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA
APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA
APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA
Fatima Carvalho
 
Origem e natureza do Espirito parte 1
Origem e natureza do Espirito parte 1Origem e natureza do Espirito parte 1
Origem e natureza do Espirito parte 1
Denise Aguiar
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
Abelardo Fontanari
 
Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154
MRS
 
Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9
Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9
Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9
Patricia Farias
 
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o EspiritismoCapítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
grupodepaisceb
 
A vida nas colônias espirituais palestra
A vida nas colônias espirituais palestraA vida nas colônias espirituais palestra
A vida nas colônias espirituais palestra
roclaso
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
Fernando Pinto
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do pai
Gianete Rocha
 
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-19548 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
paulasa pin
 
Dons de revelação
Dons de revelaçãoDons de revelação
Dons de revelação
Ailton da Silva
 
Andre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céu
Andre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céuAndre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céu
Andre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céu
havatar
 
imortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdfimortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdf
AndrPlez1
 
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Patricia Farias
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
Helio Cruz
 
04 - O Consolador
04 - O Consolador04 - O Consolador
04 - O Consolador
Isaias Oliveira
 
Et
EtEt
Porta estreita
Porta estreitaPorta estreita
Porta estreita
Maxuel Alves
 
Lição 4 diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4  diga não ao ritmo de vida deste mundoLição 4  diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4 diga não ao ritmo de vida deste mundo
boasnovassena
 
Coroa da Criação
Coroa da CriaçãoCoroa da Criação
Coroa da Criação
lucena
 

Semelhante a Onde estiver o vosso coração aí estará o vosso tesouro..pptx (20)

APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA
APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA
APEGO E LIBERTAÇÃO VISÃO ESPÍRITA
 
Origem e natureza do Espirito parte 1
Origem e natureza do Espirito parte 1Origem e natureza do Espirito parte 1
Origem e natureza do Espirito parte 1
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
 
Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154
 
Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9
Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9
Livro dos Espiritos questao 222 Evangelho cap16, 9
 
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o EspiritismoCapítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
 
A vida nas colônias espirituais palestra
A vida nas colônias espirituais palestraA vida nas colônias espirituais palestra
A vida nas colônias espirituais palestra
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do pai
 
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-19548 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
 
Dons de revelação
Dons de revelaçãoDons de revelação
Dons de revelação
 
Andre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céu
Andre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céuAndre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céu
Andre luiz -_chico_xavier_-_entre_a_terra_e_o_céu
 
imortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdfimortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdf
 
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
 
04 - O Consolador
04 - O Consolador04 - O Consolador
04 - O Consolador
 
Et
EtEt
Et
 
Porta estreita
Porta estreitaPorta estreita
Porta estreita
 
Lição 4 diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4  diga não ao ritmo de vida deste mundoLição 4  diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4 diga não ao ritmo de vida deste mundo
 
Coroa da Criação
Coroa da CriaçãoCoroa da Criação
Coroa da Criação
 

Último

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 

Último (10)

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 

Onde estiver o vosso coração aí estará o vosso tesouro..pptx

  • 1.
  • 2. Segundo Cairbar Schutel, o homem tem resumido a sua tarefa na Terra a procurar “tesouros”, a achar tesouros, a esconder tesouros a vender o que possui para comprar campos que tenham tesouros. (Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel) 2
  • 3.  Para que trabalha o homem, na Terra?  Para que estuda?  Para que luta? Para possuir tesouros! (Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel) 3
  • 4.  Fortuna  Pedacinho de terra  Família/filho  Celular/ redes sociais  Educação/ conhecimento  Trabalho... (tesouros vulneráveis que sofrem mudanças ) 4
  • 5. 5
  • 6.  “O tesouro é o que o seu coração valoriza.”  “O que tem valor pra você é onde você mora.”  “Nós circulamos em torno do que tem valor pra nós.”  “Os nossos processos mentais são vestes dos nossos sentimentos.”  Você pode cometer um grande erro em sua vida por que sintonizou com emoção ruim.  “A abelha se alimenta de mel, mas o abutre se alimenta de cadáver”. (Livro: Vinha de Luz- Emmanuel) 6
  • 7. “Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Mt 6:21). 7
  • 8. A frase inicia-se com PORQUE - Sempre que Jesus recomendava algo, mencionava o motivo, para desenvolver em cada um dos seus discípulos um conhecimento raciocinado, uma fé consciente.  Uma questão de escolha. Usando o livre-arbítrio, podemos colocar onde quisermos onde preferimos o nosso tesouro, ou (ainda) fazermos do que desejarmos o nosso tesouro. 8
  • 9.  Na Terra ou no céu. Nas coisas materiais ou espirituais?  Se estiver na terra, precisamos nos lembrar de que não iremos ficar aqui eternamente.  Que antes de sermos criaturas humanas, somos espíritos imortais. (O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho) 9
  • 10. O que é material pode nos satisfazer por um certo tempo e até certo ponto;  Até que um dia as necessidades espirituais irão se impor, como urgentes, imprescindíveis.  O que tem valor para um, quase ou nada vale para outro. Depende da evolução e, naturalmente, do entendimento. (O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho) 10
  • 11.  Coração simboliza sentimento. (espírito).  Quando Jesus fala AÍ ESTARÁ, fala no futuro, dando a entender uma decorrência do procedimento escolhido.  “O VOSSO CORAÇÃO” – Ou sentimento. Ora, se o nosso sentimento está como satélite de coisas inferiores também inferiores serão as nossas ações e reações. (O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho) 11
  • 12.  Onde estamos investindo enquanto mergulhada no corpo de carne? Nos bens transitórios? No apego aos mesmos?  Onde estão as nossas preocupações? Em acumular o que é passageiro ou aproveitar o máximo que posso para aprender sobre a vida e sair dela com conquistas imorredouras? (Ana Cláudia de Jesus Barreto) Jesus disse: “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam”(Mt 6:19-20). 12
  • 13. Jesus sabendo do esforço do homem na conquista do tesouro fez do tesouro escondido uma parábola. “O Reino dos Céus é semelhante a um tesouro que, oculto no campo, foi achado e escondido por um homem, o qual, movido de gozo, foi vender tudo que possuía e comprou aquele campo.” (Mateus, XIII, 44.) 13
  • 14. Com a parábola Jesus faz um alerta para empregarmos todo o talento, todos os esforços, todo o trabalho, toda a atividade, todos os sacrifícios, na conquista desse outro “tesouro”, ao qual ele chamou imperecível, lembrando que “a traça e a ferrugem não o corrompem, e os ladrões não o roubam”. (Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel) 14
  • 15.  O reino dos céus é um tesouro oculto ao mundo;  Mas graças à revelação dos espíritos, hoje é mais fácil ao homem achar esse tesouro;  O difícil é desembarcar-se das velhas crenças do egoísmo, do preconceito, do amor aos bens terrenos, para possuir os bens celestes. (Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel) 15
  • 16.  O homem terreno morre e fica sem seus bens.  O homem espiritual permanece para a vida eterna e o tesouro do céu, que ele adquiriu é de sua posse permanente. (Parábolas e Ensinos de Jesus- Cairbar Schutel) 16
  • 17.  Uns, cujo valor é somente o que lhes atribuímos.  outros valem, porque sua importância é intrínseca, real, verdadeira. Valem aqui e em qualquer lugar, na Terra e no espaço. O tesouro constituído por bens espirituais é inalienável, intransferível. Acompanha a criatura onde quer que ela se encontre. (O Evangelho por José Damasceno Sobral- Miudinho) 17
  • 18. Não levaremos, ao atravessar a noite escura da morte, nenhum bem material, apenas as nossas atitudes e conquistas intimas e intelectuais. As primeiras serão nossa senha para o reino dos céus, ou seja, para a paz de consciência e desfrutar da verdadeira felicidade. Por isso Jesus nos alerta sobre onde está assentado o nosso coração. (Ana Cláudia de Jesus Barreto) 18
  • 19. 19
  • 20. verdadeiro tesouro que está no espírito da abnegação, do desprendimento, do perdão, do amor e da mansidão. (Ana Cláudia de Jesus Barreto) 20
  • 21. 21