SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
O Peixe Azul
RRReeesssuuummmooo:::
Era um rapaz chamado Daniel que vivia com os seus pais,
com o seu avô e com a sua irmã Joana.
Um dia, Daniel teve um sonho sobre água e peixes enormes
e coisas gigantescas. No ar, mesmo ao seu lado, estava um
peixe azul que falava.
Quando acordou, o tal peixe do seu sonho era real e, como
tinha de ir almoçar com a sua família, pô-lo dentro de uma
caixa.
Após o almoço, o Daniel decidiu contar ao avô sobre o peixe
com que sonhou.
Passado alguns dias, o Daniel e o avô deram um nome ao
peixe, Fish-azul.
Nas férias grandes, Daniel foi novamente para S. Pedro de
Moel, onde reencontrou alguns amigos que fez no ano
passado.
Certo dia, encontrou um menino chamado Hugo de quem se
tornou amigo. O Hugo era também um sonho e, por isso,
conhecia o Fish.
Nos seguintes dias, as pessoas dos arredores da praia e a
própria irmã do Daniel estavam bastante estranhos, pois
tinham saído do mundo dos sonhos três sensações: a
sensação de medo, a de confusão e a de insegurança.
À noite, saíram de casa o Fish, o Hugo e o Daniel. Eles
fecharam os olhos e, de repente, entraram no mundo dos
sonhos.
Aí conheceram uma rapariga vestida como o Indiana Jones
chamada Helena e o sonho das precipitações. Estes
juntaram-se com eles na aventura.
Para as sensações entrarem para o tal mundo, juntaram-se
todos e fecharam os olhos. Daniel estava em silêncio a ouvir
os outros a dizerem: “ a insegurança já entrou…”; “ Entrou a
sensação confusa…”.
Por último, faltava a sensação de medo. De tudo o que
tinham medo lhe apareceu à frente. Subitamente, tudo
passou…
Depois deste esforço enorme, era a altura do Daniel se
separar do Fish. Tudo o que se tinha passado, ele iria
esquecer como nunca tivesse acontecido.
Na manhã seguinte, Daniel iria acordar novamente, como no
princípio da história. Perguntou ao avô se isto seria um
sonho dentro de um sonho ou um sonho dentro da realidade.
Por fim, o Daniel decidiu pintar a caixa de papelão onde o
Fish dormia e ele iria estar guardado nessa caixa para
sempre…
Encadernação do livro “O Peixe Azul”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronze
Be93078
 
O "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativa
O "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativaO "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativa
O "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativa
Gonçalo Silva
 
A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"
A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"
A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"
João Pedro Amado
 
Analise ulisses
Analise ulisses Analise ulisses
Analise ulisses
Gaby Veloso
 

Mais procurados (20)

O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronze
 
O "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativa
O "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativaO "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativa
O "Ulisses" de Maria Alberta Menéres: correção da ficha de avaliação sumativa
 
O Rapaz e o Robô de Luísa Ducla Soares- Apresentação
O Rapaz e o Robô de Luísa Ducla Soares- ApresentaçãoO Rapaz e o Robô de Luísa Ducla Soares- Apresentação
O Rapaz e o Robô de Luísa Ducla Soares- Apresentação
 
Ali Babá e os quarenta ladrões
Ali Babá e os quarenta ladrõesAli Babá e os quarenta ladrões
Ali Babá e os quarenta ladrões
 
O Principezinho
O PrincipezinhoO Principezinho
O Principezinho
 
Uma aventura
Uma aventuraUma aventura
Uma aventura
 
A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"
A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"
A HISTÓRIA DA "MENINA DO MAR"
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
A menina do mar
A menina do mar A menina do mar
A menina do mar
 
Ulisses
UlissesUlisses
Ulisses
 
"O Príncipe Nabo"
"O Príncipe Nabo""O Príncipe Nabo"
"O Príncipe Nabo"
 
Conto a Saga 2
Conto a Saga 2Conto a Saga 2
Conto a Saga 2
 
Recursosexpressivosporto 150518211105-lva1-app6891(1)
Recursosexpressivosporto 150518211105-lva1-app6891(1)Recursosexpressivosporto 150518211105-lva1-app6891(1)
Recursosexpressivosporto 150518211105-lva1-app6891(1)
 
Amor perdic
Amor perdicAmor perdic
Amor perdic
 
Resumo fada oriana
Resumo fada orianaResumo fada oriana
Resumo fada oriana
 
As aventuras de joão sem medo imagens
As aventuras de joão sem medo imagensAs aventuras de joão sem medo imagens
As aventuras de joão sem medo imagens
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
 
A Fada Oriana Capitulos I e II
A Fada Oriana Capitulos I e IIA Fada Oriana Capitulos I e II
A Fada Oriana Capitulos I e II
 
Analise ulisses
Analise ulisses Analise ulisses
Analise ulisses
 
Pedro alecrim verificação de leitura.docx
Pedro alecrim verificação de leitura.docxPedro alecrim verificação de leitura.docx
Pedro alecrim verificação de leitura.docx
 

Destaque

O peixinho azul
O peixinho azulO peixinho azul
O peixinho azul
roza-melo
 
Livro o peixinho dourado
Livro o peixinho douradoLivro o peixinho dourado
Livro o peixinho dourado
juliapereira9
 
O tubarão
O tubarãoO tubarão
O tubarão
genarui
 
Tubarão branco
Tubarão brancoTubarão branco
Tubarão branco
edi
 
tubarão martelo
tubarão martelotubarão martelo
tubarão martelo
mrgalamba
 

Destaque (20)

O peixinho azul
O peixinho azulO peixinho azul
O peixinho azul
 
O Peixinho Que Descobriu O Mar
O Peixinho Que Descobriu O MarO Peixinho Que Descobriu O Mar
O Peixinho Que Descobriu O Mar
 
Livro o peixinho dourado
Livro o peixinho douradoLivro o peixinho dourado
Livro o peixinho dourado
 
leitura autónoma_6 º ano_
leitura autónoma_6 º ano_leitura autónoma_6 º ano_
leitura autónoma_6 º ano_
 
Pipoca, o peixinho encrenqueiro
Pipoca, o peixinho encrenqueiroPipoca, o peixinho encrenqueiro
Pipoca, o peixinho encrenqueiro
 
Peixinho arco íris
Peixinho arco írisPeixinho arco íris
Peixinho arco íris
 
Peixe que brilha_
Peixe que brilha_Peixe que brilha_
Peixe que brilha_
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
A escolinha do mar, ruth rocha
A escolinha do mar, ruth rochaA escolinha do mar, ruth rocha
A escolinha do mar, ruth rocha
 
O peixinho e o gato
O peixinho e o gatoO peixinho e o gato
O peixinho e o gato
 
Regulamento Arteiro
Regulamento ArteiroRegulamento Arteiro
Regulamento Arteiro
 
Fundo documental 15 16 blogue
Fundo documental 15 16  blogueFundo documental 15 16  blogue
Fundo documental 15 16 blogue
 
Ataque de tubarão
Ataque de tubarãoAtaque de tubarão
Ataque de tubarão
 
Livro colibri
Livro colibriLivro colibri
Livro colibri
 
Peixinho arco íris
Peixinho arco írisPeixinho arco íris
Peixinho arco íris
 
O tubarão
O tubarãoO tubarão
O tubarão
 
Tubarao 2 C
Tubarao 2 CTubarao 2 C
Tubarao 2 C
 
Tubarão branco
Tubarão brancoTubarão branco
Tubarão branco
 
Os animais
Os animaisOs animais
Os animais
 
tubarão martelo
tubarão martelotubarão martelo
tubarão martelo
 

Semelhante a O peixe azul

2014 09-11 - o menino com guelras
2014 09-11 - o menino com guelras2014 09-11 - o menino com guelras
2014 09-11 - o menino com guelras
O Ciclista
 
José Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografiaJosé Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografia
Lurdes Augusto
 
Pnl menção honrosa - livro solidario
Pnl   menção honrosa - livro solidarioPnl   menção honrosa - livro solidario
Pnl menção honrosa - livro solidario
O Ciclista
 

Semelhante a O peixe azul (12)

2014 09-11 - o menino com guelras
2014 09-11 - o menino com guelras2014 09-11 - o menino com guelras
2014 09-11 - o menino com guelras
 
Pinok e Baleote
Pinok e BaleotePinok e Baleote
Pinok e Baleote
 
Pinok e Baleote
Pinok e BaleotePinok e Baleote
Pinok e Baleote
 
Livreto coletânia de texto dos estudantes do 4º ano
Livreto coletânia de texto dos estudantes do 4º ano Livreto coletânia de texto dos estudantes do 4º ano
Livreto coletânia de texto dos estudantes do 4º ano
 
Textos a pares
Textos a paresTextos a pares
Textos a pares
 
A caverna
A cavernaA caverna
A caverna
 
O homem da nuvem escura
O homem da nuvem escuraO homem da nuvem escura
O homem da nuvem escura
 
David Machado
David MachadoDavid Machado
David Machado
 
José Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografiaJosé Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografia
 
Mundo de lendas
Mundo de lendasMundo de lendas
Mundo de lendas
 
Pnl menção honrosa - livro solidario
Pnl   menção honrosa - livro solidarioPnl   menção honrosa - livro solidario
Pnl menção honrosa - livro solidario
 
Apost[1]. iv
Apost[1]. ivApost[1]. iv
Apost[1]. iv
 

Mais de PAFB

O planeta cilíndrico
O planeta cilíndricoO planeta cilíndrico
O planeta cilíndrico
PAFB
 
Marquês de pombal power-point
Marquês de pombal  power-pointMarquês de pombal  power-point
Marquês de pombal power-point
PAFB
 
Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13
PAFB
 
Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12
PAFB
 
Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6
PAFB
 
Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1
PAFB
 
Revolução dos cravos
Revolução dos cravosRevolução dos cravos
Revolução dos cravos
PAFB
 
Valores humanos justiça
Valores humanos   justiçaValores humanos   justiça
Valores humanos justiça
PAFB
 
Valores humanos ética
Valores humanos   éticaValores humanos   ética
Valores humanos ética
PAFB
 
Valores humanos disciplina
Valores humanos   disciplinaValores humanos   disciplina
Valores humanos disciplina
PAFB
 
Valores humanos
Valores humanosValores humanos
Valores humanos
PAFB
 
Valores humanos paz
Valores humanos   pazValores humanos   paz
Valores humanos paz
PAFB
 
Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9
PAFB
 
Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8
PAFB
 
Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7
PAFB
 
Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5
PAFB
 
Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3
PAFB
 
Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4
PAFB
 
Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2
PAFB
 
Fado
FadoFado
Fado
PAFB
 

Mais de PAFB (20)

O planeta cilíndrico
O planeta cilíndricoO planeta cilíndrico
O planeta cilíndrico
 
Marquês de pombal power-point
Marquês de pombal  power-pointMarquês de pombal  power-point
Marquês de pombal power-point
 
Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13
 
Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12
 
Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6
 
Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1
 
Revolução dos cravos
Revolução dos cravosRevolução dos cravos
Revolução dos cravos
 
Valores humanos justiça
Valores humanos   justiçaValores humanos   justiça
Valores humanos justiça
 
Valores humanos ética
Valores humanos   éticaValores humanos   ética
Valores humanos ética
 
Valores humanos disciplina
Valores humanos   disciplinaValores humanos   disciplina
Valores humanos disciplina
 
Valores humanos
Valores humanosValores humanos
Valores humanos
 
Valores humanos paz
Valores humanos   pazValores humanos   paz
Valores humanos paz
 
Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9
 
Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8
 
Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7
 
Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5
 
Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3
 
Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4
 
Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2
 
Fado
FadoFado
Fado
 

O peixe azul

  • 1. O Peixe Azul RRReeesssuuummmooo::: Era um rapaz chamado Daniel que vivia com os seus pais, com o seu avô e com a sua irmã Joana. Um dia, Daniel teve um sonho sobre água e peixes enormes e coisas gigantescas. No ar, mesmo ao seu lado, estava um peixe azul que falava. Quando acordou, o tal peixe do seu sonho era real e, como tinha de ir almoçar com a sua família, pô-lo dentro de uma caixa. Após o almoço, o Daniel decidiu contar ao avô sobre o peixe com que sonhou. Passado alguns dias, o Daniel e o avô deram um nome ao peixe, Fish-azul. Nas férias grandes, Daniel foi novamente para S. Pedro de Moel, onde reencontrou alguns amigos que fez no ano passado.
  • 2. Certo dia, encontrou um menino chamado Hugo de quem se tornou amigo. O Hugo era também um sonho e, por isso, conhecia o Fish. Nos seguintes dias, as pessoas dos arredores da praia e a própria irmã do Daniel estavam bastante estranhos, pois tinham saído do mundo dos sonhos três sensações: a sensação de medo, a de confusão e a de insegurança. À noite, saíram de casa o Fish, o Hugo e o Daniel. Eles fecharam os olhos e, de repente, entraram no mundo dos sonhos. Aí conheceram uma rapariga vestida como o Indiana Jones chamada Helena e o sonho das precipitações. Estes juntaram-se com eles na aventura. Para as sensações entrarem para o tal mundo, juntaram-se todos e fecharam os olhos. Daniel estava em silêncio a ouvir os outros a dizerem: “ a insegurança já entrou…”; “ Entrou a sensação confusa…”. Por último, faltava a sensação de medo. De tudo o que tinham medo lhe apareceu à frente. Subitamente, tudo passou… Depois deste esforço enorme, era a altura do Daniel se separar do Fish. Tudo o que se tinha passado, ele iria esquecer como nunca tivesse acontecido. Na manhã seguinte, Daniel iria acordar novamente, como no princípio da história. Perguntou ao avô se isto seria um sonho dentro de um sonho ou um sonho dentro da realidade. Por fim, o Daniel decidiu pintar a caixa de papelão onde o Fish dormia e ele iria estar guardado nessa caixa para sempre…
  • 3. Encadernação do livro “O Peixe Azul”