SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Nome: ___________________________________________________________

                  Turma: _________                 N.º__________         Data: _______/______/____




                                         O Pavão e o Grou

    A. Selecciona a resposta que te é pedida, de entre as que se encontram à tua escolha.




   Talvez vocês não saibam, mas os antigos (e principalmente os Gregos) comiam os pavões como nós hoje
comemos os frangos. Consideravam-nos um excelente alimento e criavam-nos juntamente com os outros
animais de galinheiro.
   Um destes pavões (o pavão mais vaidoso desta terra), não contente com abrir a cauda em leque de
cinco em cinco minutos, aborrecia os seus companheiros de capoeira com grandes discursos sobre a sua
beleza.
   - Olhem para mim, observem-me bem - dizia. - Já alguma vez viram uma ave mais bonita do que eu?
Vejam que desenho, que tonalidades brilhantes, que...
Ora, o acaso quis que um grou, em viagem para regiões quentes, aterrasse sobre o tecto da capoeira para
aí descansar um pouco. O esvoaçar das suas asas interrompeu o pavão, que lhe dirigiu um olhar ameaçador
e prosseguiu:
    - ...que delicadeza de tons! Às vezes só consigo sentir pena. No entanto, pensando bem, há ainda quem
seja mais feio que vocês. Querem sentir-se melhor? Olhem para aquele passareco lá em cima, com aquele
bico desproporcionado e... aquele pescoço inacreditável!
   - Isso é para mim, amigo? - perguntou calmamente o grou.
   - E para quem mais poderia ser? - respondeu o pavão.
   - Bem, se fosse a ti não me inquietaria tanto. Tenho o pescoço comprido, é verdade, é mesmo assim.
Quanto a ti, vais ficar com ele mais comprido quando o teu dono to cortar para te meter na panela. Vais
ficar tão belo como as galinhas. E enquanto estás para aí a esgravatar e dizer todos esses disparates, eu
parto em direcção ao céu, lá para cima, para o meio das nuvens...
   O grou abriu as suas grandes asas, bateu-as três ou quatro vezes e levantou voo, majestoso, a caminho
do seu destino, do lado de lá do mar.

   Moral da história: frequentemente, uma roupa modesta veste uma pessoa de grande valor, enquanto o
luxo e a riqueza escondem muitas vezes uma nulidade.


                                                                               As Mais Belas Fábulas de Esopo
1. Os Gregos consideravam os pavões...                     8. "Vais ficar tão belo como as galinhas». O recurso
                                                           expressivo usado foi o seguinte:
         aves sagradas.
                                                                    adjectivação.
          um excelente alimento.
                                                                    repetição.
          uma ave apenas para admirar.
                                                                    comparação.
2. O pavão encontrava-se...
                                                            9. O grou abriu as asas e levantou voo...
         numa capoeira, junto com as outras aves.
                                                                    calmamente.
         isolado numa capoeira.
                                                                    majestosamente.
         no jardim, à solta.
                                                                    desajeitadamente.
3. O pavão conversava com as outras aves sobre...
                                                           10. A moral desta fábula é...
         assuntos comuns a todos.
                                                                    a vaidade é uma grande virtude.
         o problema de um companheiro.
                                                                    uma aparência modesta esconde por vezes
          a sua grande beleza.                                     uma pessoa de valor.

4. Um grou pousou no tecto da capoeira para...                      é preferível ser do que parecer.

         admirar a beleza do pavão.

         descansar um pouco, durante o voo migratório.

         descansar e conversar um bocadinho.

5. O pavão dirigiu ao grou um olhar ameaçador porque...

        era mais bonito do que ele.

         este lhe interrompeu o discurso.

         ficou a falar sozinho

6. O pavão ridicularizou o grou mencionando...

        o bico desproporcionado e pescoço inacreditável.

         o bico comprido.

         o pescoço enorme.

7. O grou, ouvindo as palavras do pavão, ...

        zangou-se com os seus insultos.

         respondeu-lhe de maneira inteligente.

         olhou-o com indiferença e voou.
B. Responde às seguintes questões:



     1. O pavão e o grou encontraram-se certo dia…

     1.1.Como reagiu o pavão ao ver a aparência do grou? _________________________________________

        ________________________________________________________________________________

     1.2.   Convencido da sua beleza, o que fez para impressionar o companheiro?

     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________




2.   A verdade é que não se deve julgar os outros pelas aparências. Há qualidades que têm mais valor…

        A demonstrá-lo, o que fez o grou?

     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________




3.   Embora muito belas, as penas do pavão não lhe resolviam todos os problemas. Concordas com esta
     afirmação? Justifica a tua afirmação.




     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________




4.   O pavão, inicialmente convencido da sua superioridade, aparentava agora estar desapontado e abatido no
     seu orgulho. Porquê?

     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________




5.   Qual foi a lição que recebeu? Responde, transcrevendo a moral desta fábula.




     __________________________________________________________________________________

     __________________________________________________________________________________
6. Como se designa o recurso expressivo utilizado nas fábulas?
    __________________________________________________________________________________

    __________________________________________________________________________________




                                        C- FUNCIONAMENTO DA LÍNGUA




       1. Associa, através de números, as formas verbais da coluna A, às definições da coluna B.



          Coluna A                                          Coluna B
     1.     comecei         Verbo da   2.ª conjugação, Pretérito Imperfeito do Indicativo, 3.ª pessoa do
                            plural
     2.     abriu           Verbo da   3.ª conjugação, Pretérito Imperfeito do Indicativo, 3.ª pessoa do
                            singular
     3.     pedia           Verbo da   3.ª conjugação, Pretérito Perfeito do Indicativo, 3.ª pessoa do
                            singular
     4.     tiveram         Verbo da   1ª conjugação, Pretérito Perfeito do Indicativo, 1.ª pessoa do
                            singular

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lenda da mandioca texto com interpretação
Lenda da mandioca texto com interpretação Lenda da mandioca texto com interpretação
Lenda da mandioca texto com interpretação Josianne Lacerda
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSilvânia Silveira
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosMarcos Ataide
 
Avaliacao de matematica 3º ano ef
Avaliacao de matematica   3º ano efAvaliacao de matematica   3º ano ef
Avaliacao de matematica 3º ano efGeraldo Luiz Almeida
 
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosAtividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosMary Alvarenga
 
Atividades de matemática
Atividades de matemáticaAtividades de matemática
Atividades de matemáticaRose Tavares
 
Sitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSonia Amaral
 
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivosExercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivosPastor Juscelino Freitas
 
D7 (por descritores port 5º ano)
D7  (por descritores port  5º ano)D7  (por descritores port  5º ano)
D7 (por descritores port 5º ano)Cidinha Paulo
 
Matemática/Língua Portuguesa
Matemática/Língua PortuguesaMatemática/Língua Portuguesa
Matemática/Língua PortuguesaIsa ...
 
Exercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabaritoExercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabaritoCarolina Souza
 
A paz - Análise e entendimento da música
A paz   - Análise e entendimento da músicaA paz   - Análise e entendimento da música
A paz - Análise e entendimento da músicaMary Alvarenga
 
Avaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidade
Avaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidadeAvaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidade
Avaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidadeRose Tavares
 

Mais procurados (20)

D12 (5º ano l.p.)
D12 (5º ano   l.p.)D12 (5º ano   l.p.)
D12 (5º ano l.p.)
 
Lenda da mandioca texto com interpretação
Lenda da mandioca texto com interpretação Lenda da mandioca texto com interpretação
Lenda da mandioca texto com interpretação
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textos
 
Loteria os sons de x
Loteria  os sons de xLoteria  os sons de x
Loteria os sons de x
 
Avaliacao de matematica 3º ano ef
Avaliacao de matematica   3º ano efAvaliacao de matematica   3º ano ef
Avaliacao de matematica 3º ano ef
 
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostasGabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
 
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosAtividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
 
Atividades de matemática
Atividades de matemáticaAtividades de matemática
Atividades de matemática
 
Sitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amarelo
 
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivosExercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
 
D7 (por descritores port 5º ano)
D7  (por descritores port  5º ano)D7  (por descritores port  5º ano)
D7 (por descritores port 5º ano)
 
D7 (5º ano l.p.)
D7 (5º ano   l.p.)D7 (5º ano   l.p.)
D7 (5º ano l.p.)
 
Matemática/Língua Portuguesa
Matemática/Língua PortuguesaMatemática/Língua Portuguesa
Matemática/Língua Portuguesa
 
Exercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabaritoExercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabarito
 
D8 (5º ano mat.)
D8 (5º ano   mat.)D8 (5º ano   mat.)
D8 (5º ano mat.)
 
D14 (5º ano l.p.)
D14 (5º ano   l.p.)D14 (5º ano   l.p.)
D14 (5º ano l.p.)
 
A paz - Análise e entendimento da música
A paz   - Análise e entendimento da músicaA paz   - Análise e entendimento da música
A paz - Análise e entendimento da música
 
Atividade substantivo e adjetivo 6 ano
Atividade substantivo e adjetivo 6 anoAtividade substantivo e adjetivo 6 ano
Atividade substantivo e adjetivo 6 ano
 
Avaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidade
Avaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidadeAvaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidade
Avaliação de fábula o ratinho do campo e o ratinho da cidade
 

Destaque

Destaque (20)

Interpretação de-texto-fábula
Interpretação de-texto-fábulaInterpretação de-texto-fábula
Interpretação de-texto-fábula
 
Interpretação de textos fabulas
Interpretação de textos fabulasInterpretação de textos fabulas
Interpretação de textos fabulas
 
Prova final camila
Prova final   camilaProva final   camila
Prova final camila
 
Avaliação global de português 5º ano setembro 2013
Avaliação global de português 5º ano setembro 2013Avaliação global de português 5º ano setembro 2013
Avaliação global de português 5º ano setembro 2013
 
Fábula "A raposa e a cegonha"- Ficha de trabalho
Fábula "A raposa e a cegonha"- Ficha de trabalhoFábula "A raposa e a cegonha"- Ficha de trabalho
Fábula "A raposa e a cegonha"- Ficha de trabalho
 
Apostila texto silmara
Apostila texto silmaraApostila texto silmara
Apostila texto silmara
 
Especificidade do Texto Literário
Especificidade do Texto LiterárioEspecificidade do Texto Literário
Especificidade do Texto Literário
 
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTALSIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
 
Aula 22.11
Aula 22.11Aula 22.11
Aula 22.11
 
Fábulas
FábulasFábulas
Fábulas
 
Trabalhos dos alunos 7º ano LP
Trabalhos dos alunos 7º ano LPTrabalhos dos alunos 7º ano LP
Trabalhos dos alunos 7º ano LP
 
Ca ciencias 2_ano_impressao
Ca ciencias 2_ano_impressaoCa ciencias 2_ano_impressao
Ca ciencias 2_ano_impressao
 
Fábula: O boi e a rã
Fábula: O boi e a rãFábula: O boi e a rã
Fábula: O boi e a rã
 
Panda 1
Panda 1Panda 1
Panda 1
 
Panda-Gigante
Panda-GigantePanda-Gigante
Panda-Gigante
 
Lp 8ano
Lp 8anoLp 8ano
Lp 8ano
 
Tiras
TirasTiras
Tiras
 
Multiplicação
MultiplicaçãoMultiplicação
Multiplicação
 
Ages, Countries and Nationalities
Ages, Countries and NationalitiesAges, Countries and Nationalities
Ages, Countries and Nationalities
 
Jobs: code
Jobs: codeJobs: code
Jobs: code
 

Semelhante a O Pavão e o Grou: Interpretação de uma fábula

Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09
Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09
Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09titixa
 
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano iAvaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano iSHEILA MONTEIRO
 
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdfAPOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdfNonata CEJA nonata
 
Sequência didática slides
Sequência didática slidesSequência didática slides
Sequência didática slidesDila Rodrigues
 
nl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdf
nl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdfnl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdf
nl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdfPaula Duarte
 
Contos que elevam a alma
Contos que elevam a almaContos que elevam a alma
Contos que elevam a almaAntonio SSantos
 
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriososRoteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriososRitaGasparCardoso
 
Atividade sobre semantica
Atividade sobre semanticaAtividade sobre semantica
Atividade sobre semanticaLuciniki
 
Sequência didática avestruz
Sequência didática avestruzSequência didática avestruz
Sequência didática avestruzCélia Polotto
 

Semelhante a O Pavão e o Grou: Interpretação de uma fábula (20)

Teste272012 13gaivota 7º
Teste272012 13gaivota 7ºTeste272012 13gaivota 7º
Teste272012 13gaivota 7º
 
Atividades fábulas
Atividades fábulasAtividades fábulas
Atividades fábulas
 
SÓ FÁBULAS 3.pdf
SÓ FÁBULAS 3.pdfSÓ FÁBULAS 3.pdf
SÓ FÁBULAS 3.pdf
 
Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09
Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09
Prova De Afericao Lp 1 Ciclo 09
 
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano iAvaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
 
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdfAPOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
 
Sequência didática slides
Sequência didática slidesSequência didática slides
Sequência didática slides
 
Ativ. férias 1º ano
Ativ. férias 1º anoAtiv. férias 1º ano
Ativ. férias 1º ano
 
SIMULADO SARESP - Língua Portuguesa
SIMULADO SARESP - Língua PortuguesaSIMULADO SARESP - Língua Portuguesa
SIMULADO SARESP - Língua Portuguesa
 
Avaliação de portugues 7º ano magali
Avaliação de portugues 7º ano magaliAvaliação de portugues 7º ano magali
Avaliação de portugues 7º ano magali
 
Avaliação de portugues 7º ano magali
Avaliação de portugues 7º ano magaliAvaliação de portugues 7º ano magali
Avaliação de portugues 7º ano magali
 
Avaliação de portugues 7º ano magali
Avaliação de portugues 7º ano magaliAvaliação de portugues 7º ano magali
Avaliação de portugues 7º ano magali
 
Simulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º anoSimulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º ano
 
nl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdf
nl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdfnl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdf
nl_plnm_prova_de_equivalencia_a_frequencia_escrita_a1_20230127.pdf
 
Britebird pt
Britebird ptBritebird pt
Britebird pt
 
Contos que elevam a alma
Contos que elevam a almaContos que elevam a alma
Contos que elevam a alma
 
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriososRoteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Atividade sobre semantica
Atividade sobre semanticaAtividade sobre semantica
Atividade sobre semantica
 
Sequência didática avestruz
Sequência didática avestruzSequência didática avestruz
Sequência didática avestruz
 

Mais de A. Simoes

Verb to be: affirmative
Verb to be: affirmativeVerb to be: affirmative
Verb to be: affirmativeA. Simoes
 
Family Tree: Presentation
Family Tree: PresentationFamily Tree: Presentation
Family Tree: PresentationA. Simoes
 
Halloween: cards
Halloween: cardsHalloween: cards
Halloween: cardsA. Simoes
 
physical description.docx
physical  description.docxphysical  description.docx
physical description.docxA. Simoes
 
PRESENT CONTINUOUS.pptx
PRESENT CONTINUOUS.pptxPRESENT CONTINUOUS.pptx
PRESENT CONTINUOUS.pptxA. Simoes
 
Animals / Prepositions of place
Animals / Prepositions of placeAnimals / Prepositions of place
Animals / Prepositions of placeA. Simoes
 
Possessive Determiners.pptx
Possessive Determiners.pptxPossessive Determiners.pptx
Possessive Determiners.pptxA. Simoes
 
Greetings and Goodbyes.pptx
Greetings and Goodbyes.pptxGreetings and Goodbyes.pptx
Greetings and Goodbyes.pptxA. Simoes
 
Question words
Question words Question words
Question words A. Simoes
 
The Passive voice: English Language
The Passive voice: English LanguageThe Passive voice: English Language
The Passive voice: English LanguageA. Simoes
 
Prepositions of time: at, in, on
Prepositions of time: at, in, onPrepositions of time: at, in, on
Prepositions of time: at, in, onA. Simoes
 
Verb have got - Present Simple
Verb have got - Present SimpleVerb have got - Present Simple
Verb have got - Present SimpleA. Simoes
 
Plural Nouns: English Language
Plural Nouns: English LanguagePlural Nouns: English Language
Plural Nouns: English LanguageA. Simoes
 
Present simple game: affirmative and negative
Present simple game: affirmative and negativePresent simple game: affirmative and negative
Present simple game: affirmative and negativeA. Simoes
 
Pronomes demonstrativos vs Determinantes Demonstrativos
Pronomes demonstrativos vs Determinantes DemonstrativosPronomes demonstrativos vs Determinantes Demonstrativos
Pronomes demonstrativos vs Determinantes DemonstrativosA. Simoes
 
Movements: English Vocabulary
Movements: English VocabularyMovements: English Vocabulary
Movements: English VocabularyA. Simoes
 
Household chores - English vocabulary
Household chores - English vocabularyHousehold chores - English vocabulary
Household chores - English vocabularyA. Simoes
 
Pronomes possessivos
Pronomes possessivosPronomes possessivos
Pronomes possessivosA. Simoes
 
Talking about Countries and nationalities
Talking about Countries and nationalitiesTalking about Countries and nationalities
Talking about Countries and nationalitiesA. Simoes
 
Months and birthdays: English Language
Months and birthdays: English LanguageMonths and birthdays: English Language
Months and birthdays: English LanguageA. Simoes
 

Mais de A. Simoes (20)

Verb to be: affirmative
Verb to be: affirmativeVerb to be: affirmative
Verb to be: affirmative
 
Family Tree: Presentation
Family Tree: PresentationFamily Tree: Presentation
Family Tree: Presentation
 
Halloween: cards
Halloween: cardsHalloween: cards
Halloween: cards
 
physical description.docx
physical  description.docxphysical  description.docx
physical description.docx
 
PRESENT CONTINUOUS.pptx
PRESENT CONTINUOUS.pptxPRESENT CONTINUOUS.pptx
PRESENT CONTINUOUS.pptx
 
Animals / Prepositions of place
Animals / Prepositions of placeAnimals / Prepositions of place
Animals / Prepositions of place
 
Possessive Determiners.pptx
Possessive Determiners.pptxPossessive Determiners.pptx
Possessive Determiners.pptx
 
Greetings and Goodbyes.pptx
Greetings and Goodbyes.pptxGreetings and Goodbyes.pptx
Greetings and Goodbyes.pptx
 
Question words
Question words Question words
Question words
 
The Passive voice: English Language
The Passive voice: English LanguageThe Passive voice: English Language
The Passive voice: English Language
 
Prepositions of time: at, in, on
Prepositions of time: at, in, onPrepositions of time: at, in, on
Prepositions of time: at, in, on
 
Verb have got - Present Simple
Verb have got - Present SimpleVerb have got - Present Simple
Verb have got - Present Simple
 
Plural Nouns: English Language
Plural Nouns: English LanguagePlural Nouns: English Language
Plural Nouns: English Language
 
Present simple game: affirmative and negative
Present simple game: affirmative and negativePresent simple game: affirmative and negative
Present simple game: affirmative and negative
 
Pronomes demonstrativos vs Determinantes Demonstrativos
Pronomes demonstrativos vs Determinantes DemonstrativosPronomes demonstrativos vs Determinantes Demonstrativos
Pronomes demonstrativos vs Determinantes Demonstrativos
 
Movements: English Vocabulary
Movements: English VocabularyMovements: English Vocabulary
Movements: English Vocabulary
 
Household chores - English vocabulary
Household chores - English vocabularyHousehold chores - English vocabulary
Household chores - English vocabulary
 
Pronomes possessivos
Pronomes possessivosPronomes possessivos
Pronomes possessivos
 
Talking about Countries and nationalities
Talking about Countries and nationalitiesTalking about Countries and nationalities
Talking about Countries and nationalities
 
Months and birthdays: English Language
Months and birthdays: English LanguageMonths and birthdays: English Language
Months and birthdays: English Language
 

Último

cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 

Último (20)

cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 

O Pavão e o Grou: Interpretação de uma fábula

  • 1. Nome: ___________________________________________________________ Turma: _________ N.º__________ Data: _______/______/____ O Pavão e o Grou A. Selecciona a resposta que te é pedida, de entre as que se encontram à tua escolha. Talvez vocês não saibam, mas os antigos (e principalmente os Gregos) comiam os pavões como nós hoje comemos os frangos. Consideravam-nos um excelente alimento e criavam-nos juntamente com os outros animais de galinheiro. Um destes pavões (o pavão mais vaidoso desta terra), não contente com abrir a cauda em leque de cinco em cinco minutos, aborrecia os seus companheiros de capoeira com grandes discursos sobre a sua beleza. - Olhem para mim, observem-me bem - dizia. - Já alguma vez viram uma ave mais bonita do que eu? Vejam que desenho, que tonalidades brilhantes, que... Ora, o acaso quis que um grou, em viagem para regiões quentes, aterrasse sobre o tecto da capoeira para aí descansar um pouco. O esvoaçar das suas asas interrompeu o pavão, que lhe dirigiu um olhar ameaçador e prosseguiu: - ...que delicadeza de tons! Às vezes só consigo sentir pena. No entanto, pensando bem, há ainda quem seja mais feio que vocês. Querem sentir-se melhor? Olhem para aquele passareco lá em cima, com aquele bico desproporcionado e... aquele pescoço inacreditável! - Isso é para mim, amigo? - perguntou calmamente o grou. - E para quem mais poderia ser? - respondeu o pavão. - Bem, se fosse a ti não me inquietaria tanto. Tenho o pescoço comprido, é verdade, é mesmo assim. Quanto a ti, vais ficar com ele mais comprido quando o teu dono to cortar para te meter na panela. Vais ficar tão belo como as galinhas. E enquanto estás para aí a esgravatar e dizer todos esses disparates, eu parto em direcção ao céu, lá para cima, para o meio das nuvens... O grou abriu as suas grandes asas, bateu-as três ou quatro vezes e levantou voo, majestoso, a caminho do seu destino, do lado de lá do mar. Moral da história: frequentemente, uma roupa modesta veste uma pessoa de grande valor, enquanto o luxo e a riqueza escondem muitas vezes uma nulidade. As Mais Belas Fábulas de Esopo
  • 2. 1. Os Gregos consideravam os pavões... 8. "Vais ficar tão belo como as galinhas». O recurso expressivo usado foi o seguinte: aves sagradas. adjectivação. um excelente alimento. repetição. uma ave apenas para admirar. comparação. 2. O pavão encontrava-se... 9. O grou abriu as asas e levantou voo... numa capoeira, junto com as outras aves. calmamente. isolado numa capoeira. majestosamente. no jardim, à solta. desajeitadamente. 3. O pavão conversava com as outras aves sobre... 10. A moral desta fábula é... assuntos comuns a todos. a vaidade é uma grande virtude. o problema de um companheiro. uma aparência modesta esconde por vezes a sua grande beleza. uma pessoa de valor. 4. Um grou pousou no tecto da capoeira para... é preferível ser do que parecer. admirar a beleza do pavão. descansar um pouco, durante o voo migratório. descansar e conversar um bocadinho. 5. O pavão dirigiu ao grou um olhar ameaçador porque... era mais bonito do que ele. este lhe interrompeu o discurso. ficou a falar sozinho 6. O pavão ridicularizou o grou mencionando... o bico desproporcionado e pescoço inacreditável. o bico comprido. o pescoço enorme. 7. O grou, ouvindo as palavras do pavão, ... zangou-se com os seus insultos. respondeu-lhe de maneira inteligente. olhou-o com indiferença e voou.
  • 3. B. Responde às seguintes questões: 1. O pavão e o grou encontraram-se certo dia… 1.1.Como reagiu o pavão ao ver a aparência do grou? _________________________________________ ________________________________________________________________________________ 1.2. Convencido da sua beleza, o que fez para impressionar o companheiro? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 2. A verdade é que não se deve julgar os outros pelas aparências. Há qualidades que têm mais valor… A demonstrá-lo, o que fez o grou? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 3. Embora muito belas, as penas do pavão não lhe resolviam todos os problemas. Concordas com esta afirmação? Justifica a tua afirmação. __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 4. O pavão, inicialmente convencido da sua superioridade, aparentava agora estar desapontado e abatido no seu orgulho. Porquê? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 5. Qual foi a lição que recebeu? Responde, transcrevendo a moral desta fábula. __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________
  • 4. 6. Como se designa o recurso expressivo utilizado nas fábulas? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ C- FUNCIONAMENTO DA LÍNGUA 1. Associa, através de números, as formas verbais da coluna A, às definições da coluna B. Coluna A Coluna B 1. comecei Verbo da 2.ª conjugação, Pretérito Imperfeito do Indicativo, 3.ª pessoa do plural 2. abriu Verbo da 3.ª conjugação, Pretérito Imperfeito do Indicativo, 3.ª pessoa do singular 3. pedia Verbo da 3.ª conjugação, Pretérito Perfeito do Indicativo, 3.ª pessoa do singular 4. tiveram Verbo da 1ª conjugação, Pretérito Perfeito do Indicativo, 1.ª pessoa do singular