SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
1.1 Estações do Ano
A Terra, como todos os outros planetas do nosso sistema solar, gira
em torno do sol – Movimento de translação- descrevendo uma
órbita elíptica no sentido contrário aos ponteiros do relógio
(Sentido direto).
O Período de translação, ou seja, tempo necessário para a Terra
completar uma volta ao sol é de 365 dias.
Assim, durante o
movimento de
translação da Terra,
cada região vai
receber diferentes
quantidades de luz e
calor ao longo do
ano, levando à
existência das
diferentes estações do
ano.
RS-> Raios Solares
HN-> Hemisfério Norte

C
B

D
A
A

RS atingem HN com inclinação máxima ,aquecendo pouco a superfície, tornando
dias mais curtos do que as noites. Inicia-se o INVERNO.

B

RS atingem HN com inclinação cada vez menor, aquecendo mais a superfície,
tornando dias mais longos. Inicia-se a PRIMAVERA.

C

RS incidem quase perpendicularmente no HN ,aquecendo o máximo a superfície,
tornando dias mais longos do que as noites. Inicia-se o VERÃO.

D

A partir desta posição, aumenta a inclinação dos RS que atingem HN ,aquecendo
cada vez menos a superfície, tornando dias mais curtos. Inicia-se o OUTUNO.
O inverno inicia-se por volta do
dia 22 de Dezembro(no Hemisfério
Norte)- solstício de dezembro.
Este caracteriza-se por dias mais
curtos que as noites e temperaturas
mais baixas.
Neste dia de solstício ocorre a
noite mais longa do ano.
Outono
Este inicia-se por volta do dia 22
de setembro(hemisfério norte)equinócio de setembro.
Caracteriza-se pelo diminuição
da duração dos dias e das
temperaturas.
Neste equinócio o dia e a noite
têm igual duração.
Quando os raios
solares incidem
perpendicularmente
num hemisfério,
incidem
obliquamente no
outro.

Razão pela qual as
estações do ano
são sempre
opostas nos dois
hemisférios (norte
e sul).
Sabias que no
solstício de
dezembro os
raios solares não
chegam ao Pólo
norte??? É por
isso que lá a
noite dura 24
horas.
Para além da
terra se
movimentar á
volta do sol, esta
também gira
sobre si mesma,
em torno do seu
eixo imaginário
no sentido
direto:
movimento de
rotação.

O tempo que a
terra leva a
completar uma
volta sobre si
mesma é de 24H.

Graças a este
movimento, as
regiões da terra
iluminadas pelo
sol alternam
ciclicamente:
quando uma face
está iluminada, a
outra está na
escuridão.
No dia a dia, temos a impressão
que o sol é que se move em
torno da terra, aparecendo de
manha a este, percorrendo o
céu ao longo do dia e
desaparece ao fim da tarde a
oeste.

Mas isto, acontece apenas
porque ao longo do dia a Terra
gira no sentido oposto de oeste
para este, criando a ilusão do
movimento aparente do sol.
• De noite, acontece exatamente o
mesmo: se observarmos as
estrelas, parece-nos que estas se
movem de este para oeste em
torno da Estrela Polar. Na verdade,
estas estão imóveis no céu, sendo
que este movimento aparente das
estrelas trata-se de uma ilusão
provocada pelo movimento de
rotação da Terra, tal como o que
acontece com o sol durante o dia.
A Estrela Polar, não
apresenta movimento
aparente pois
encontra-se no
prolongamento do eixo
imaginário da Terra,
em torno do qual se dá
o movimento de
rotação.
• Quando o sol nasce a este
(nascente) significa que no
movimento de rotação, o local
onde te encontras começa a
estar virado para o sol: e o
nascer do sol.
• Às 12:00H, o sol atinge a sua
altura máxima, sendo que
neste momento, o local onde
tu te encontras está
diretamente virado para o sol.
Nesta altura, se te colocas de
frente para o sol, á tua frente
encontras o ponto cardeal sul,
e atrás de ti o ponto cardeal
norte, a tua esquerda este e a
tua direita o oeste.
• Ao fim do dia, o sol
desaparece a oeste
(poente), o que significa
que o local onde te
encontras começa a deixar
de estar virado para o sol: é
o pôr-do-sol.
• Foi o movimento aparente
do sol que levou os antigos
astrólogos a pensar que era
este astro que se movia em
torno da terra e não o
contrário, levando a
elaboração do modelo
geocêntrico.
• Os satélites naturais
apresentam movimento de
translação em torno de um
planeta principal. No caso da
Terra o seu satélite é a lua,
que demora 27 dias e 8 horas
a completar uma volta no
sentido direto, ao nosso
planeta.
• Para além do movimento de
translação em torno da Terra,
a lua apresenta também
movimento de rotação, no
sentido direto em torno de si
própria.
Como estes dois movimentos têm
aproximadamente a mesma duração, a
fase da lua visível da Terra é sempre a
mesma.
Apesar da face visível da lua ser sempre a
mesma, ao longo do mês observamos a
lua de diferentes formas: são as fases da
lua.
• Na realidade a lua, sendo um planeta
secundário, não tem luz própria e, por isso
apenas vemos a zona da sua superfície que
reflete a luz do sol.
• Como, ao longo do movimento de translação, a
lua passa por diferentes posições em relação á
Terra e ao Sol, a face voltada para nós é
iluminada de diferentes modos, parecendo-nos
que a sua forma se vai alterando, quando na
realidade não acontece.
Caso o alinhamento
aconteça, quando a
lua se encontra entre
a terra e o sol, na
fase de lua nova,
ocorre um eclipse do
sol.

Se o alinhamento
acontece quando
a lua se encontra
atrás da terra, na
fase de lua cheia,
ocorre o eclipse
da lua.
Movimentos da terra
Movimentos da terra
Movimentos da terra
Movimentos da terra
Movimentos da terra

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na TerraAula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
Leonardo Kaplan
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
karolpoa
 
O ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da luaO ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da lua
Cristina Graça
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
kaliandra Lisboa
 

Mais procurados (20)

Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na TerraAula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
 
A Terra no Sistema Solar
A Terra no Sistema SolarA Terra no Sistema Solar
A Terra no Sistema Solar
 
Terra Lua Sol
Terra   Lua  SolTerra   Lua  Sol
Terra Lua Sol
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
 
Planeta Terra [7º Ano]
Planeta Terra [7º Ano] Planeta Terra [7º Ano]
Planeta Terra [7º Ano]
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 
Movimentos da Terra_ Translação (Parte 2)
Movimentos da Terra_ Translação (Parte 2)Movimentos da Terra_ Translação (Parte 2)
Movimentos da Terra_ Translação (Parte 2)
 
A forma da terra
A forma da terraA forma da terra
A forma da terra
 
O ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da luaO ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da lua
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
 
História da astronomia
História da astronomiaHistória da astronomia
História da astronomia
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
 
Conceitos Básicos de Astronomia
Conceitos Básicos de AstronomiaConceitos Básicos de Astronomia
Conceitos Básicos de Astronomia
 
Camadas da Terra
Camadas da TerraCamadas da Terra
Camadas da Terra
 
Apresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solarApresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solar
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
 
Estados da água
Estados da águaEstados da água
Estados da água
 
O universo
O universoO universo
O universo
 

Destaque

Rotação e translação
Rotação e translaçãoRotação e translação
Rotação e translação
nacirbertini
 
Movimentos terra e fusos horários
Movimentos terra e fusos horáriosMovimentos terra e fusos horários
Movimentos terra e fusos horários
edsonluz
 
Solsticio, equinocio e maçonaria
Solsticio, equinocio e maçonariaSolsticio, equinocio e maçonaria
Solsticio, equinocio e maçonaria
Mario Sergio Sales
 
Orientação no espaço geográfico 6º ano
Orientação no espaço geográfico 6º anoOrientação no espaço geográfico 6º ano
Orientação no espaço geográfico 6º ano
Nilberte Correia
 
O movimento de translação da terra e as Estações do Ano
O movimento de translação da terra e as Estações do AnoO movimento de translação da terra e as Estações do Ano
O movimento de translação da terra e as Estações do Ano
rickymmm
 

Destaque (20)

Todos os movimentos da terra
Todos os movimentos da terraTodos os movimentos da terra
Todos os movimentos da terra
 
Movimentos da Terra - Translação
Movimentos da Terra - TranslaçãoMovimentos da Terra - Translação
Movimentos da Terra - Translação
 
Movimento de Translação e Rotação
Movimento de Translação e RotaçãoMovimento de Translação e Rotação
Movimento de Translação e Rotação
 
Rotação e translação
Rotação e translaçãoRotação e translação
Rotação e translação
 
Movimentos Da Terra
Movimentos Da TerraMovimentos Da Terra
Movimentos Da Terra
 
Movimentos de Rotação e Translação - Aulas 4, 5 e 6 Geografia 3º Ano
Movimentos de Rotação e Translação - Aulas 4, 5 e 6 Geografia 3º Ano Movimentos de Rotação e Translação - Aulas 4, 5 e 6 Geografia 3º Ano
Movimentos de Rotação e Translação - Aulas 4, 5 e 6 Geografia 3º Ano
 
Movimentos terra e fusos horários
Movimentos terra e fusos horáriosMovimentos terra e fusos horários
Movimentos terra e fusos horários
 
Atividades rotaçao e translaçao
Atividades rotaçao e translaçaoAtividades rotaçao e translaçao
Atividades rotaçao e translaçao
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 
Geografia fuso horário
Geografia   fuso horárioGeografia   fuso horário
Geografia fuso horário
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
 
Movimentos da terra rotação
Movimentos da terra rotaçãoMovimentos da terra rotação
Movimentos da terra rotação
 
Universo sistema solar movimentos terra
Universo sistema solar movimentos terraUniverso sistema solar movimentos terra
Universo sistema solar movimentos terra
 
Solsticio, equinocio e maçonaria
Solsticio, equinocio e maçonariaSolsticio, equinocio e maçonaria
Solsticio, equinocio e maçonaria
 
Planeta Terra
Planeta TerraPlaneta Terra
Planeta Terra
 
Orientação no espaço geográfico 6º ano
Orientação no espaço geográfico 6º anoOrientação no espaço geográfico 6º ano
Orientação no espaço geográfico 6º ano
 
Fuso Horário
Fuso HorárioFuso Horário
Fuso Horário
 
O movimento de translação da terra e as Estações do Ano
O movimento de translação da terra e as Estações do AnoO movimento de translação da terra e as Estações do Ano
O movimento de translação da terra e as Estações do Ano
 
Solsticio
SolsticioSolsticio
Solsticio
 

Semelhante a Movimentos da terra

Rotação e Translação
Rotação e TranslaçãoRotação e Translação
Rotação e Translação
hsjval
 
CFQ-O movimento de translação da terra
CFQ-O movimento de translação da terraCFQ-O movimento de translação da terra
CFQ-O movimento de translação da terra
starstruck123
 
Trabalho planetas 1.docx ines
Trabalho planetas 1.docx inesTrabalho planetas 1.docx ines
Trabalho planetas 1.docx ines
IsildaMourato
 
Curiosidades sobre o planeta terra projeto
Curiosidades sobre o planeta terra projetoCuriosidades sobre o planeta terra projeto
Curiosidades sobre o planeta terra projeto
SaraHonorio
 
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Thommas Kevin
 
osmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptx
osmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptxosmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptx
osmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptx
CarladeOliveira25
 

Semelhante a Movimentos da terra (20)

Rotação e Translação
Rotação e TranslaçãoRotação e Translação
Rotação e Translação
 
Terra Lua e Sol.pdf
Terra Lua e Sol.pdfTerra Lua e Sol.pdf
Terra Lua e Sol.pdf
 
Unidade 3 parte 1
Unidade 3 parte 1Unidade 3 parte 1
Unidade 3 parte 1
 
Movimentos da Terra translação e rotação
Movimentos da Terra translação e rotaçãoMovimentos da Terra translação e rotação
Movimentos da Terra translação e rotação
 
Unidade 3
Unidade 3Unidade 3
Unidade 3
 
O PLANETA TERRA E SEU SATÉLITE NATURAL - LUA
O PLANETA TERRA E SEU SATÉLITE NATURAL - LUAO PLANETA TERRA E SEU SATÉLITE NATURAL - LUA
O PLANETA TERRA E SEU SATÉLITE NATURAL - LUA
 
CFQ-O movimento de translação da terra
CFQ-O movimento de translação da terraCFQ-O movimento de translação da terra
CFQ-O movimento de translação da terra
 
Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1
 
Componente movimento-terra-30082008
Componente movimento-terra-30082008Componente movimento-terra-30082008
Componente movimento-terra-30082008
 
Os Movimentos da Terra (rotação e translação)
Os Movimentos da Terra (rotação e translação)Os Movimentos da Terra (rotação e translação)
Os Movimentos da Terra (rotação e translação)
 
Componente movimento-terra-30082008
Componente movimento-terra-30082008Componente movimento-terra-30082008
Componente movimento-terra-30082008
 
os movimentos da terra.ppt
os movimentos da terra.pptos movimentos da terra.ppt
os movimentos da terra.ppt
 
Aulacomslaids
AulacomslaidsAulacomslaids
Aulacomslaids
 
Movimento orbital da Terra e estações do Ano.pdf
Movimento orbital da Terra e estações do Ano.pdfMovimento orbital da Terra e estações do Ano.pdf
Movimento orbital da Terra e estações do Ano.pdf
 
Aula movimentos da terra
Aula movimentos da terraAula movimentos da terra
Aula movimentos da terra
 
Movimentos da terra 7ºano
Movimentos da terra 7ºanoMovimentos da terra 7ºano
Movimentos da terra 7ºano
 
Trabalho planetas 1.docx ines
Trabalho planetas 1.docx inesTrabalho planetas 1.docx ines
Trabalho planetas 1.docx ines
 
Curiosidades sobre o planeta terra projeto
Curiosidades sobre o planeta terra projetoCuriosidades sobre o planeta terra projeto
Curiosidades sobre o planeta terra projeto
 
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
 
osmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptx
osmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptxosmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptx
osmovimentosdaterra-1 ano (modulo 2).pptx
 

Mais de André Moraes

Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015
Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015
Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015
André Moraes
 
Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)
Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)
Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)
André Moraes
 
Emef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemática
Emef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemáticaEmef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemática
Emef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemática
André Moraes
 
Emef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciências
Emef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciênciasEmef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciências
Emef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciências
André Moraes
 

Mais de André Moraes (20)

I atividade matemática 3º ano andré
I atividade matemática 3º ano   andréI atividade matemática 3º ano   andré
I atividade matemática 3º ano andré
 
I atividade de geografia 5º ano andré
I atividade de geografia 5º ano   andréI atividade de geografia 5º ano   andré
I atividade de geografia 5º ano andré
 
I atividade de ciencias e geografia 3º ano andré
I atividade de ciencias e geografia 3º ano andréI atividade de ciencias e geografia 3º ano andré
I atividade de ciencias e geografia 3º ano andré
 
I atividade de ciencias 5º ano andré
I atividade de ciencias 5º ano andréI atividade de ciencias 5º ano andré
I atividade de ciencias 5º ano andré
 
I atividade avaliativa matemática 5º ano André
I atividade avaliativa matemática 5º ano   AndréI atividade avaliativa matemática 5º ano   André
I atividade avaliativa matemática 5º ano André
 
Relatório ii mostra cultural
Relatório ii mostra culturalRelatório ii mostra cultural
Relatório ii mostra cultural
 
Relatório mais cultura I momento
Relatório mais cultura I momentoRelatório mais cultura I momento
Relatório mais cultura I momento
 
Registro de memória Mostra Cultural Jacundá Nossa História Nossa Vida
Registro de memória Mostra Cultural Jacundá Nossa História Nossa VidaRegistro de memória Mostra Cultural Jacundá Nossa História Nossa Vida
Registro de memória Mostra Cultural Jacundá Nossa História Nossa Vida
 
Escravo, nem pensar ativ alunos centro esse
Escravo, nem pensar   ativ alunos centro esseEscravo, nem pensar   ativ alunos centro esse
Escravo, nem pensar ativ alunos centro esse
 
Atividades referente ao tema Escravo, nem pensar
Atividades referente ao tema Escravo, nem pensarAtividades referente ao tema Escravo, nem pensar
Atividades referente ao tema Escravo, nem pensar
 
Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015
Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015
Emef centro-comunitário-sequência-didática-maio-2015
 
Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)
Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)
Emef centro-comunitário-avalição-andré-e-claúdia-português (1)
 
Emef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemática
Emef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemáticaEmef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemática
Emef centro-comunitário-atividade-cláudia-e-andré-matemática
 
Emef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciências
Emef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciênciasEmef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciências
Emef centro-comunitário-atividade-andré-e-cláudia-ciências
 
Simulado 5º-ano-1 Português, Matemática, Ciências.
Simulado 5º-ano-1 Português, Matemática, Ciências.Simulado 5º-ano-1 Português, Matemática, Ciências.
Simulado 5º-ano-1 Português, Matemática, Ciências.
 
Criar um blog
Criar um blogCriar um blog
Criar um blog
 
Criar conta no google e youtube
Criar conta no google e youtubeCriar conta no google e youtube
Criar conta no google e youtube
 
História lúdica do tangram
História lúdica do tangramHistória lúdica do tangram
História lúdica do tangram
 
Cruzadinha extrativismo
Cruzadinha extrativismoCruzadinha extrativismo
Cruzadinha extrativismo
 
3ª etapa seq did jacundá
3ª etapa seq did jacundá3ª etapa seq did jacundá
3ª etapa seq did jacundá
 

Último

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 

Movimentos da terra

  • 1.
  • 2. 1.1 Estações do Ano A Terra, como todos os outros planetas do nosso sistema solar, gira em torno do sol – Movimento de translação- descrevendo uma órbita elíptica no sentido contrário aos ponteiros do relógio (Sentido direto). O Período de translação, ou seja, tempo necessário para a Terra completar uma volta ao sol é de 365 dias.
  • 3.
  • 4. Assim, durante o movimento de translação da Terra, cada região vai receber diferentes quantidades de luz e calor ao longo do ano, levando à existência das diferentes estações do ano.
  • 5.
  • 6. RS-> Raios Solares HN-> Hemisfério Norte C B D A A RS atingem HN com inclinação máxima ,aquecendo pouco a superfície, tornando dias mais curtos do que as noites. Inicia-se o INVERNO. B RS atingem HN com inclinação cada vez menor, aquecendo mais a superfície, tornando dias mais longos. Inicia-se a PRIMAVERA. C RS incidem quase perpendicularmente no HN ,aquecendo o máximo a superfície, tornando dias mais longos do que as noites. Inicia-se o VERÃO. D A partir desta posição, aumenta a inclinação dos RS que atingem HN ,aquecendo cada vez menos a superfície, tornando dias mais curtos. Inicia-se o OUTUNO.
  • 7.
  • 8. O inverno inicia-se por volta do dia 22 de Dezembro(no Hemisfério Norte)- solstício de dezembro. Este caracteriza-se por dias mais curtos que as noites e temperaturas mais baixas. Neste dia de solstício ocorre a noite mais longa do ano.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Outono Este inicia-se por volta do dia 22 de setembro(hemisfério norte)equinócio de setembro. Caracteriza-se pelo diminuição da duração dos dias e das temperaturas. Neste equinócio o dia e a noite têm igual duração.
  • 12. Quando os raios solares incidem perpendicularmente num hemisfério, incidem obliquamente no outro. Razão pela qual as estações do ano são sempre opostas nos dois hemisférios (norte e sul).
  • 13. Sabias que no solstício de dezembro os raios solares não chegam ao Pólo norte??? É por isso que lá a noite dura 24 horas.
  • 14. Para além da terra se movimentar á volta do sol, esta também gira sobre si mesma, em torno do seu eixo imaginário no sentido direto: movimento de rotação. O tempo que a terra leva a completar uma volta sobre si mesma é de 24H. Graças a este movimento, as regiões da terra iluminadas pelo sol alternam ciclicamente: quando uma face está iluminada, a outra está na escuridão.
  • 15.
  • 16. No dia a dia, temos a impressão que o sol é que se move em torno da terra, aparecendo de manha a este, percorrendo o céu ao longo do dia e desaparece ao fim da tarde a oeste. Mas isto, acontece apenas porque ao longo do dia a Terra gira no sentido oposto de oeste para este, criando a ilusão do movimento aparente do sol.
  • 17. • De noite, acontece exatamente o mesmo: se observarmos as estrelas, parece-nos que estas se movem de este para oeste em torno da Estrela Polar. Na verdade, estas estão imóveis no céu, sendo que este movimento aparente das estrelas trata-se de uma ilusão provocada pelo movimento de rotação da Terra, tal como o que acontece com o sol durante o dia.
  • 18. A Estrela Polar, não apresenta movimento aparente pois encontra-se no prolongamento do eixo imaginário da Terra, em torno do qual se dá o movimento de rotação.
  • 19. • Quando o sol nasce a este (nascente) significa que no movimento de rotação, o local onde te encontras começa a estar virado para o sol: e o nascer do sol. • Às 12:00H, o sol atinge a sua altura máxima, sendo que neste momento, o local onde tu te encontras está diretamente virado para o sol. Nesta altura, se te colocas de frente para o sol, á tua frente encontras o ponto cardeal sul, e atrás de ti o ponto cardeal norte, a tua esquerda este e a tua direita o oeste.
  • 20. • Ao fim do dia, o sol desaparece a oeste (poente), o que significa que o local onde te encontras começa a deixar de estar virado para o sol: é o pôr-do-sol. • Foi o movimento aparente do sol que levou os antigos astrólogos a pensar que era este astro que se movia em torno da terra e não o contrário, levando a elaboração do modelo geocêntrico.
  • 21. • Os satélites naturais apresentam movimento de translação em torno de um planeta principal. No caso da Terra o seu satélite é a lua, que demora 27 dias e 8 horas a completar uma volta no sentido direto, ao nosso planeta. • Para além do movimento de translação em torno da Terra, a lua apresenta também movimento de rotação, no sentido direto em torno de si própria.
  • 22. Como estes dois movimentos têm aproximadamente a mesma duração, a fase da lua visível da Terra é sempre a mesma. Apesar da face visível da lua ser sempre a mesma, ao longo do mês observamos a lua de diferentes formas: são as fases da lua.
  • 23. • Na realidade a lua, sendo um planeta secundário, não tem luz própria e, por isso apenas vemos a zona da sua superfície que reflete a luz do sol. • Como, ao longo do movimento de translação, a lua passa por diferentes posições em relação á Terra e ao Sol, a face voltada para nós é iluminada de diferentes modos, parecendo-nos que a sua forma se vai alterando, quando na realidade não acontece.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30. Caso o alinhamento aconteça, quando a lua se encontra entre a terra e o sol, na fase de lua nova, ocorre um eclipse do sol. Se o alinhamento acontece quando a lua se encontra atrás da terra, na fase de lua cheia, ocorre o eclipse da lua.