SlideShare uma empresa Scribd logo

Maquinas simples

1 de 14
Baixar para ler offline
MÁQUINAS  SIMPLESSão instrumentos que servem para facilitar a realização de um trabalho (como elevar, cortar, movimentar, apertar...)Isso ocorre através da ampliaçãoou transmissão da força aplicada pelo Homem.,[object Object]
As máquinas simples também combinam-se para compor máquinas complexas, como um carro, guindaste ou bicicleta.,[object Object]
As máquinas simples são basicamente de quatro tipos:AlavancaRoldana ou PoliaEngrenagem ou Roda dentadaPlano inclinado,[object Object]
	     AlavancaÉ formada por um objeto rígido, capaz de girar em torno de um ponto de apoio fixo.  A força aplicada pela pessoa  FORÇA  POTENTE é multiplicada e aplicada pela alavanca do outro lado do ponto de apoio  FORÇA  RESISTENTE.FORÇA POTENTE                                                PONTO DE APOIO                                                      FORÇA RESISTENTE					,[object Object]
	As alavancas são de 3 tipos:ALAVANCA INTERFIXA– o ponto de apoio está entre a força potente e a força resistente. Por ex.: balança, gangorra, alicate, pé-de-cabra e tesouras.,[object Object]
ALAVANCA INTER RESISTENTE– a força resistente está localizada entre o ponto de apoio e a força potente. Por ex.: carrinho de mão, abridor de garrafa, quebra-nozes.,[object Object]

Recomendados

Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosJuliana Mendes
 
Maquinas simples-cris
Maquinas simples-crisMaquinas simples-cris
Maquinas simples-criscristbarb
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaCésar Milani
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosRebeca Vale
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicasGabriela de Lima
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarRebeca Vale
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Vivian Reis
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasURCA
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Renato Brasil
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresGabriela de Lima
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protistaNelson Costa
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológicaCésar Milani
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarLeonardo Kaplan
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terraProfessor
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Silvana Sanches
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Karol Maia
 

Mais procurados (20)

Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
 
Máquinas simples
Máquinas simplesMáquinas simples
Máquinas simples
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
 
Transformações químicas
Transformações químicasTransformações químicas
Transformações químicas
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Reino Animal
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
 
Maquinas simples - Plano Alavancas
Maquinas simples - Plano AlavancasMaquinas simples - Plano Alavancas
Maquinas simples - Plano Alavancas
 
Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
1   introdução ao Estudo da Biologia 1º ano1   introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
 
Tipos de Energia
Tipos de EnergiaTipos de Energia
Tipos de Energia
 

Destaque

Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e TrabalhoAula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e TrabalhoRonaldo Santana
 
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRAINDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRABruno Lima
 
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IAula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IRonaldo Santana
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileiraAbner de Paula
 

Destaque (10)

Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e TrabalhoAula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e Trabalho
 
1geo16
1geo161geo16
1geo16
 
O continente africano
O continente africanoO continente africano
O continente africano
 
Aula de higiene pessoal
Aula de higiene pessoalAula de higiene pessoal
Aula de higiene pessoal
 
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRAINDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
 
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IAula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
 
Higiene
HigieneHigiene
Higiene
 
Olho e Visão
Olho e VisãoOlho e Visão
Olho e Visão
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
Higiene e Saúde
Higiene e SaúdeHigiene e Saúde
Higiene e Saúde
 

Semelhante a Maquinas simples

máquinas simples.pptx
máquinas simples.pptxmáquinas simples.pptx
máquinas simples.pptxKelvin Sousa
 
Operadores mecânicos educação tecnológica
Operadores mecânicos  educação tecnológicaOperadores mecânicos  educação tecnológica
Operadores mecânicos educação tecnológicaAgostinho NSilva
 
maquinas simples de trabalho manual .ppt
maquinas simples de trabalho manual .pptmaquinas simples de trabalho manual .ppt
maquinas simples de trabalho manual .pptMarcoMonteiro65
 
9 B Movimentos&Mecan
9 B Movimentos&Mecan9 B Movimentos&Mecan
9 B Movimentos&MecanJosé Cigarro
 
Maquinas simples slides.pdf
Maquinas simples slides.pdfMaquinas simples slides.pdf
Maquinas simples slides.pdfAlirioGaia1
 
Rodas trabalho de ciência aplicadas, senai
Rodas  trabalho de ciência aplicadas, senaiRodas  trabalho de ciência aplicadas, senai
Rodas trabalho de ciência aplicadas, senaiVinicius Vasconcelos
 
Máquinas Simples - Alavanca
Máquinas Simples - AlavancaMáquinas Simples - Alavanca
Máquinas Simples - AlavancaMarcelaMarita
 
7 rotacao dos_corpos_2
7 rotacao dos_corpos_27 rotacao dos_corpos_2
7 rotacao dos_corpos_2esp
 
Apostila sistemas mecanicos
Apostila sistemas mecanicosApostila sistemas mecanicos
Apostila sistemas mecanicosLetícia Gomes
 
Elementos de maquinas/desenho mecanico unifor
Elementos de maquinas/desenho mecanico uniforElementos de maquinas/desenho mecanico unifor
Elementos de maquinas/desenho mecanico uniforDeodato Nogueira
 
Aula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de Newton
Aula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de NewtonAula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de Newton
Aula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de NewtonCarlos Priante
 
Elementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de Transmissão
Elementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de TransmissãoElementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de Transmissão
Elementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de TransmissãoRodrigo Meireles
 
Aula 26 introdução aos elementos de transmissão
Aula 26   introdução aos elementos de transmissãoAula 26   introdução aos elementos de transmissão
Aula 26 introdução aos elementos de transmissãoRenaldo Adriano
 

Semelhante a Maquinas simples (17)

máquinas simples.pptx
máquinas simples.pptxmáquinas simples.pptx
máquinas simples.pptx
 
Operadores mecânicos educação tecnológica
Operadores mecânicos  educação tecnológicaOperadores mecânicos  educação tecnológica
Operadores mecânicos educação tecnológica
 
Movimentos
MovimentosMovimentos
Movimentos
 
maquinas simples de trabalho manual .ppt
maquinas simples de trabalho manual .pptmaquinas simples de trabalho manual .ppt
maquinas simples de trabalho manual .ppt
 
9 B Movimentos&Mecan
9 B Movimentos&Mecan9 B Movimentos&Mecan
9 B Movimentos&Mecan
 
Maquinas simples slides.pdf
Maquinas simples slides.pdfMaquinas simples slides.pdf
Maquinas simples slides.pdf
 
Rodas trabalho de ciência aplicadas, senai
Rodas  trabalho de ciência aplicadas, senaiRodas  trabalho de ciência aplicadas, senai
Rodas trabalho de ciência aplicadas, senai
 
Máquinas Simples - Alavanca
Máquinas Simples - AlavancaMáquinas Simples - Alavanca
Máquinas Simples - Alavanca
 
7 rotacao dos_corpos_2
7 rotacao dos_corpos_27 rotacao dos_corpos_2
7 rotacao dos_corpos_2
 
Máquinas simples
Máquinas simplesMáquinas simples
Máquinas simples
 
Apostila sistemas mecanicos
Apostila sistemas mecanicosApostila sistemas mecanicos
Apostila sistemas mecanicos
 
Elementos de maquinas/desenho mecanico unifor
Elementos de maquinas/desenho mecanico uniforElementos de maquinas/desenho mecanico unifor
Elementos de maquinas/desenho mecanico unifor
 
Engrenagens
EngrenagensEngrenagens
Engrenagens
 
Componentes mecânicos
Componentes mecânicosComponentes mecânicos
Componentes mecânicos
 
Aula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de Newton
Aula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de NewtonAula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de Newton
Aula de Física: Conceitos, Grandezas, Força, Cinemática, Leis de Newton
 
Elementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de Transmissão
Elementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de TransmissãoElementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de Transmissão
Elementos Orgânicos de Máquinas - Introdução aos Elementos de Transmissão
 
Aula 26 introdução aos elementos de transmissão
Aula 26   introdução aos elementos de transmissãoAula 26   introdução aos elementos de transmissão
Aula 26 introdução aos elementos de transmissão
 

Mais de Elisabete Trentin

Mais de Elisabete Trentin (8)

Família de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicaisFamília de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicais
 
O significado das cores
O significado das coresO significado das cores
O significado das cores
 
O que faz o satélite? parte2
O que faz o satélite?  parte2O que faz o satélite?  parte2
O que faz o satélite? parte2
 
Nosso Planeta
Nosso PlanetaNosso Planeta
Nosso Planeta
 
Nosso Sistema Solar
Nosso Sistema SolarNosso Sistema Solar
Nosso Sistema Solar
 
O que faz o satélite?
O que faz o satélite?O que faz o satélite?
O que faz o satélite?
 
Energia no Presente e no Futuro
Energia no Presente e no FuturoEnergia no Presente e no Futuro
Energia no Presente e no Futuro
 
Termodinamica
TermodinamicaTermodinamica
Termodinamica
 

Último

ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeJornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeIsabelPereira2010
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeJornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 

Maquinas simples

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.