Movimentos da terra

2.561 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
168
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimentos da terra

  1. 1. OS MOVIMENTOS DA TERRAProf. Francisco Faccini Bringer
  2. 2. O Sol é a fonte de energia que controla a circulação da atmosfera. O Sol emite energia em forma de radiação eletromagnética, da qual umaparte é interceptada pelo sistemaTerra-atmosfera e convertida em outras formas de energia como, por exemplo, calor e energia cinética da circulação atmosférica. É importante notar que a energia pode ser convertida, mas não criada oudestruída. É a lei da conservação da energia.
  3. 3. A energia solar não é distribuída igualmente sobre a Terra. Estadistribuição desigual é responsável pelas correntes oceânicas epelos ventos que, transportando calor dos trópicos para os pólos,procuram atingir um balanço de energia. Inicialmente vamosabordar as causas dessa distribuição desigual, temporal eespacial. Estas causas residem nos movimentos da Terra emrelação ao Sol e também em variações na superfície da Terra.
  4. 4. Nosso planeta se deslocacontinuamente no espaço. Entre osvários movimentos que descreve, doisse destacam: rotação e revolução(translação). O primeiro é responsávelpela alternância de dias e noites e pelomovimento aparente das estrelas ànoite. Aqui vale a pena destacar que apalavra dia tem dois significadosdiferentes e freqüentemente isso écausa de alguma confusão. Dia pode serusado para expressar o período de 24horas (uma rotação completa da Terra)e pode significar também o período clarodo dia, quando o Sol fica acima dohorizonte. Os gregos chamavam operíodo de 24 horas de nictêmero paradiferenciar do dia claro.
  5. 5. A Terra orbita em torno do Sol em365,2422 dias (graças a essa fração, acada quatro anos ocorre um ano com 366dias). Nesse período a Terra passa porquatro pontos especiais, os dois solstíciose os dois equinócios, que marcam o iníciodas estações do ano.
  6. 6. Os planetas percorrem órbitas elípticas (muito pouco achatadas, quasecirculares). Desse modo, há períodos em que o planeta fica mais próximodo Sol e em outras épocas fica mais afastado (essa diferença contudo émínima). Embora vários livros ainda definam como a causa das estações do ano esta diferença na órbita do planeta, a explicação correta não é esta.
  7. 7. A Terra leva um ano para descrever umaórbita em torno do Sol, ao longo de umplano denominado eclíptica.
  8. 8. Estações do anoA Terra gira em tornode si cerca de 24horas. O eixo derotação projetado nasuperfície dá lugar aospólos norte e sul.Perpendicularmente aoeixo e passando pelocentro da Terra, temoso plano do equador. Aprojeção desse planona superfície da Terrarecebe o nome de linhado equador, e naesfera celeste deequador celeste.
  9. 9. O equador celeste nãocoincide com a eclíptica; um está inclinado emrelação ao outro cerca de 23,5 graus. O eixo de rotação terrestre, projetado na esfera celeste, indica os pólos norte e sul celeste; este eixo "sempre" aponta para o mesmo ponto na esfera celeste. Graças aisso, ao longo de um ano o nosso planeta passa por quatro posições particulares: doissolstícios que marcam os inícios do verão e do inverno, e dois equinócios que marcamos inícios da primavera e do outono.
  10. 10. Solstícios (verão ou inverno)Ocorrem quando o Sol atinge seu máximo afastamento angular doequador celeste. O hemisfério daTerra em que estiver acontecendo o solstício de verão, terá o dia (período de insolação) com duração mais longa, enquanto o hemisfério oposto marca o solstício de inverno, quando as noites têm duração mais longa. Quanto mais afastados estivermos do equador terrestre, maiores serão as diferenças entre os dias e as noites ao longo do ano. No equador, em qualquer época, os dias e as noites têm sempre a mesma duração.
  11. 11. Equinócios (primavera ou outono)Ocorrem quando o Sol cruza oequador celeste. Nestes dias, emqualquer ponto da Terra, dias enoites têm igual duração (12horas). Quando em um hemisférioestiver acontecendo o equinóciode outono, no outro estaráocorrendo o de primavera.Os equinócios podem ocorrer em20 ou 21 de março e 22 ou 23 desetembro, já os solstícios nos dias21 ou 22 de dezembro e 20 ou 21de junho. Essa variação éconseqüência de o ano civil ter umnúmero inteiro de dias, 365 ou366, e o período decorrido entreuma mesma estação consecutivaser de 365,2422 dias.
  12. 12. Dias e horários do início das estações para o ano 2005 nohemisfério Sul (tempo legal de Brasília) outono: 20/3 às 9h33min inverno: 21/6 às 3h46min primavera: 22/9 às 19h23min verão: 21/12 às 15h35min No horário de verão adicione 1h ao valor listado.
  13. 13. No desenho acima vemos, além do equador, outras duas linhas denominadasTrópico de Câncer e Trópico de Capricórnio. Estas linhas delimitam a faixa nasuperfície da Terra em que ocorre o "Sol a pino". No equador isso ocorre nodia dos equinócios; já no Rio de Janeiro, que está pertinho do Trópico deCapricórnio, o Sol a pino acontece em dois dias muito próximos: 10 dedezembro e 2 de janeiro. Em alguns anos pode ocorrer nos dias 11 e 3.Fora da região intertropical, no dia em que se dá o solstício de verão, o Solestará culminando com a sua altura máxima, perto do meio-dia. No dia dosolstício de inverno, a altura será mínima na culminação.
  14. 14. Nas regiões polares e equatoriais, as estações têm características bastanteparticulares. Próximo aos pólos o ano é dividido simplesmente em períodos claro eescuro, e cada um deles dura vários meses. Já nas proximidades do equador, o ano sedivide em períodos de chuva e estiagem. A conhecida descrição das estações -primavera (período das flores), outono (período dos frutos), etc. - é válida apenas emlocais de clima temperado
  15. 15. Em alguns livros explicam-se de maneira equivocada as! estações do ano. Segundo estas publicações, as estações ocorreriam devido à variação da distância entre a Terra e o Sol (no verão a Terra estaria mais perto do Sol e no inverno mais afastada). De fato a órbita da Terra é uma elipse, mas a variação da distância ao longo do ano em termos percentuais é muito pequena, menos de 2%. Além disso, por esta explicação, teria que ocorrer a mesma estação em toda a Terra ao mesmo tempo. A variação anual da distância entre o Sol e a Terra afeta, contudo, a duração das estações do ano, em função da segunda lei de Kepler (o planeta se desloca mais rápido quanto mais próximo ele estiver do Sol). Com isso, o verão no hemisfério Sul e o inverno no hemisfério Norte são as estações mais curtas, atualmente duram 88,99 dias, pois a Terra passa pelo periélio em 2 ou 3 de janeiro. Já o inverno do hemisfério Sul e o verão do hemisfério Norte duram 93,65 dias, sendo as estações mais longas.
  16. 16. Hora de verãoMuitos são aqueles que reclamama respeito da adoção do horário deverão em nosso país tropical,visando um maior aproveitamentoda iluminação que nos proporcionao Sol. Especial revolta causa o fatode este artifício ter seu começo naprimavera. Esta aparenteprecocidade não constitui um erro.Ela tem uma razão astronômica.O verão, como o definimos, começa em fins de dezembro, em um dia particular queabriga o solstício. Este dia do solstício é registrado quando o Sol, em suaperegrinação anual pelo céu (um movimento aparente devido ao movimento daTerra), atinge seu máximo afastamento do equador celeste, em direção ao Sul.Podemos perceber, também, que a duração da parte iluminada do dia (que tambémchamamos dia, em oposição à noite) é a maior possível no hemisfério Sul.
  17. 17. Neste dia do solstício, teremos a noitemais curta do ano. A partir dele, asnoites vão ficando cada vez maislongas, com a mesma duração dos dias(no equinócio), e continuam crescendoaté o máximo (no solstício de inverno).Assim, o dia do solstício de verão, comseu período de máxima iluminação,deveria ser o meio do verão, e não oseu inícioMas falávamos do horário de verão. Pois bem, o solstício de dezembro - nohemisfério Sul - marca o início desta estação. Isso é um fato histórico, pois osantigos podiam medir muito bem solstícios e equinócios. Na verdade,astronomicamente falando, o solstício deveria ser entendido como o auge doverão.(Aqui vale a pena enfatizarmos o termo "astronomicamente". As temperaturasmais quentes do ano, o que alguns poderiam querer chamar de auge do verão,acontecem depois, devido ao tempo que a atmosfera da Terra leva para seaquecer. Este fato pertence aos domínios de estudo de outra ciência: ameteorologia.)
  18. 18. Não é de se estranhar, então, queo início do verão como oconhecemos abrigue o meio dohorário de verão. É por isso que ohorário de verão começa em plenaprimavera e termina antes que overão acabe. É bom lembrarmosque quanto mais afastadoestivermos do equador, maisacentuada será a diferença entredias e noites ao longo do ano. Nasregiões Norte e Nordeste, estadiferença é tão pequena que ohorário não justifica esta adoção.Os que não são favoráveis aohorário de verão podem aindaachar vários pontos negativos emsua adoção. Só não podem, agora,reclamar que o horário de verãocomeça na primavera.
  19. 19. OS FUSOS HORÁRIOSPor que estudar Fusos HoráriosPorque a hora não é amesma em todos os lugaresdo mundo. Na Copa doMundo de Futebol de 2006os jogos aconteciam naAlemanha em um horário,sendo assistidos em temporeal no Brasil em outrohorário. Quando são 9 horasda manhã em Brasilia, são21 horas em Tóquio, noJapão.
  20. 20. Por que ?Isso acontece porque adefinição do tempoesta relacionado com omovimento de rotaçãoda Terra e omovimento aparente dosol, enquanto umaregião da Terra estailuminada a regiãooposta esta naescuridão. Isto significaque estas regiõesestão em diferentesfusos horários e oestudo deste temapermitirá acompreensão destesfenômenos.
  21. 21. Tecnologia e Globalização Com o avanço da Ciência e da Tecnologia, junto com o aumento da velocidade dos transportes e das comunicações, acabou impondo a necessidade de unificação da hora em todo o mundo. Para tanto na Conferência Internacional do Meridiano ocorrida em Washington em 1884, foi proposto e aceito pelos representantes de 25 países, inclusive o Brasil, o Sistema de Fusos Horários. Os fusos horários foram criados para por ordem no horário mundial e atender a todos os segmentos da sociedade, como empresas, comércio, comunicações, investidores. Dessa forma passou a ser possível saber que horas são em determinado lugar neste exato momento.
  22. 22. Imagine uma volta emFusos Horários - 15º, 15 meridianos ou 1 hora torno da Terra e estarás dando uma volta de 360°, para dar esta volta sobre si mesma a Terra leva 24 horas, logo 360° ÷ 24 horas = 15° . Portanto cada fuso horário corresponde a uma faixa (de norte a sul) da superfície terrestre que esta entre dois meridianos com 15º entre eles. Passa-se um meridiano pelo ponto médio de cada fuso, onde são numerados desde o fuso zero até o fuso 12 para o leste e 12 para oeste.
  23. 23. Meridiano de Greenwich (GMT)O Meridiano de Greenwich ouprimeiro meridiano (0°), foi definidona Conferência do Meridiano comoreferência da hora oficial mundial,ou hora GMT ( Greenwich MeridianTime ). Logo o Meridiano deGreenwich é o que passa no pontomédio (no meio) do fuso , observeque soma de 7,5º a leste deGreenwich com 7,5º a oeste,corresponderá aos 15º ou um fuso, Fuso Zerodefinindo o Meridano de Greenwich, Com a definição do fuso zero,como fuso zero. Observação: A formado pela soma de 7,5° a leste epartir de 1986, a hora GMT foi 7,5° a oeste do Meridiano desubstituído pelo UTC - Universal Greenwich, primeiro meridiano ouTime Coordinated que é uma meridiano inicial, o passo seguintemensuração baseada em padrões foi a criação de um sistema deatômicos e não na rotação da zonas de hora por todo o mundo.Terra .
  24. 24. Sistema de Fusos Horários - 24 Fusos Horários Foram definidos então 12 fusos a leste do fuso zero, para cada fuso soma-se 1 hora, e 12 fusos a oeste do fuso zero, para cada fuso subtrai-se 1 hora. 12 fusos a leste, somado com os 12 fusos a oeste, do fuso zero (Greenwich), totaliza 24 fusos.
  25. 25. Fusos - Limites PolíticosNo interior dessas faixas(fusos), todos os lugarespossuem a mesma hora. Paranão causar dificuldades paraas pessoas, os limites dosfusos horários estãoajustados, em grande parte,de acordo com os limitespolíticos dos países.
  26. 26. Rotação do Planeta Terra - De Oeste para Leste É importante ressaltar que a rotação do planeta Terra ocorre de oeste para leste. Portanto , todas as localidades situadas a leste veêm o sol nascer primeiro. Pode-se concluir que essas localidades possuem a hora adiantada. Ex. O Japão esta situado 12 fusos a leste do Brasil, seus habitantes veêm o sol nascer primeiro do que nós. Quando são 14 horas de uma terça feira em São Paulo, significa que já serão 2 horas da madrugada de quarta feira em Tóquio.
  27. 27. O Brasil e o Meridiano de Greenwich - texto já adaptado em funçãoda Lei N° 11.662, de 24/04/2008 que modifica a quantidade de fusoshorários no BrasilO território brasileiro estálocalizado a oeste doMeridiano de Greenwich(fuso zero), abrangendo ofuso -2, fuso -3, fuso -4, istoquer dizer que em virtude dasua grande extensãoterritorial há sob o territóriobrasileiro (continental eoceânico) 3 fusos horários,com regiões apresentandodesde 2 horas, até 4 horasde atraso em relação aGreenwich (fuso zero).Portanto todo horário sobterritório brasileiro éatrasado em relação a horaGMT ou UTC.
  28. 28. Fusos Horários no Brasil Horas 3 Fusos sobre o Território Brasileiro - Horas atrasadas em Abragência dos fusos atrasadas relação a em relação Greenwich a BrasíliaFuso 2 - oeste) Compreende as ilhas de Fernando de Noronha, + 1 hora- 2 horas Trindade, Martin Vaz, Penedos de São Pedro e São Paulo e o Atol das Rocas.(Fuso 3 - oeste) Abrange todos os estados da região Nordeste, horário- 3 horas Sudeste, Sul, além do Distrito Federal, Goiás, oficial Tocantins, Amapá e todo o estado do Pará (de brasileiro acordo com a Lei N° 11.662, de 24/04/2008.(Fuso 4 - oeste) Compreende os estados de Roraima, Rondônia, - 1 hora- 4 horas Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, o Amazonas e todo o estado do Acre (também de acordo com a referida lei).(fuso 5 - oeste) ATENÇÃO: De acordo com a Lei N° 11.662, de - 2 horas- 5 horas 24/04/2008 que modifica a quantidade de fusos horários no Brasil, este fuso 5 deixa de existir.
  29. 29. Fases da LuaA alternância do aspecto da Lua foi um dos primeiros fenômenos astronômicosobservado com atenção pelo homem. A periodicidade das fases foi, desde temposmais remotos, usada como unidade de tempo; os doze meses derivam das dozelunações que ocorrem em um ano.
  30. 30. As fases da Lua se devem à iluminação que a Lua recebe do Sole como esta é refletida para a Terra. Como a Lua se desloca emtorno da Terra e esta ao redor do Sol, vemos a fração iluminadada Lua mudar constantemente.Costuma-se dividirem quatro as fasesda Lua: nova,quarto crescente,cheia e quartominguante.
  31. 31. Lua novaÉ o instante em que da Terra a distânciaangular entre a Lua e o Sol é mínima.Nesta situação, a face escura da Luaacha-se voltada para a Terra e, dessemodo, nosso satélite não é visível.
  32. 32. Lua quarto crescenteOcorre quando, visto da Terra, o ângulo compreendidoentre a Lua e o Sol é de 90 graus. Nesta faseobservamos metade da metade, ou seja, um quarto daface iluminada. É visível desde o começo da tarde,quando nasce, até o meio da noite, quando se põe.
  33. 33. Lua cheiaOcorre quando adistância angularentre nosso satélite eo Sol é máxima,cerca de 180 graus(oposição). Nestecaso, o lado voltadopara a Terra é omesmo voltado parao Sol; nasce com oanoitecer e se põe aoamanhecer, sendo,portanto, visíveldurante toda a noite.
  34. 34. Lua quarto minguanteComo na Lua minguante o ângulo visto da Terra étambém 90 graus, mas em sentido contrário ao daLua crescente, o correto seria dizer 270 graus. Agorao lado que vemos iluminado é o que estava escuro nafase crescente e vice-versa. Nasce no meio da noite ese põe no final da manhã.
  35. 35. São necessários cerca de 29,5 dias paraocorrerem duas Luas novasconsecutivas. A Lua leva 27,3 dias paradar uma volta completa ao redor da Terra(tomando as estrelas como referência).Essa diferença se explica porque em ummês nosso planeta também se desloca,de modo que a Lua necessita de 2,2 diaspara ocupar a mesma posição emrelação ao Sol que na fase anterior. Namaior parte do Brasil, a cada dia a Luanasce cerca de 50 minutos mais tardeque na noite anterior.
  36. 36. Uma curiosidade com respeito à Lua é que ela apresenta omovimento de rotação em torno de si com a mesma velocidadee no mesmo sentido com que translada ao redor da Terra.Assim ela apresenta sempre a mesma face voltada para aTerra. Um habitante hipotético na Lua, na face voltada para onosso planeta, vê a Terra sempre na mesma altura (não ocorrenascer nem ocaso da Terra) e, ainda mais, vê o nosso planetaTerra apresentar fases: cheia, minguante, nova e crescente.
  37. 37. FIM

×