SlideShare uma empresa Scribd logo
Região sudeste
APRESENTAÇÃO
 Região mais populosa e povoada do Brasil:
 80.353.724 habitantes;
 Densidade Demográfica de 86,9 Hab/Km²;
 Concentrando 42% da população brasileira;
 É a principal região econômica do Brasil,
responsável por 49,5% do PIB nacional;
 Atividades Econômicas promoveram intensos
fluxos migratórios:
 Final do Século XVI a XVII  Ouro;
 Metade do Século XIX a meados do século XX  Café;
 Após Década de 1930  Indústrias.
ASPECTOS FÍSICOS
DO MEIO NATURAL
RELEVO
• Serras e Planaltos de Topos
Arredondados, chamados de
Mares de Morros (Mantiqueira,
Serra do Mar e Serra do
Espinhaço;
• Duas depressões;
• Planície Costeira com “Pães de
Açúcar” (formações com cume
arredondado e encosta
abrupta).
HIDROGRAFIA
• Faz parte de 4 Bacias que são
compartilhadas com outras regiões:
Rio São Francisco, Rio Paraná,
Costeira do Nordeste Oriental e
Costeira do Sudeste;
• Apresenta Grande Potencial
Hidrelétrico e também é a região
que mais consome energia elétrica
(indústrias);
• Hidrovia Tietê-Paraná, navegação
através de eclusas.CLIMA
• Compreende 4 tipos - Tropical
com Verão Úmido e Inverno
Seco, Tropical de Altitude,
Tropical Litorâneo Úmido e
Subtropical Úmido (cidade de
São Paulo);
• Subtropical Úmido: Temperatura
em torno de 19ºC anuais,
VEGETAÇÃO
• Existem 4 tipos de cobertura vegetal:
predomínio da Mata Atlântica,
grande mancha de Cerrado em SP e
MG, Vegetação Litorânea e
Caatinga no norte de MG;
• Todas as formações vegetais foram
destruídas pela urbanização e pela
agropecuária.
CONFRONTAR FIG.2 RIO TIETÊ (TRECHO CAPITAL)
HIDROVIA TIETÊ-PARANÁLITORAL PAULISTA (SERRA DO MAR)
MANGUE NO LITORAL CARIOCA
CAATINGA NO NORTE DE MG
FLORESTA AMAZÔNICA NA SERRA DA CANTAREIRA
CERRADO NO OESTE DE MG
OCUPAÇÃO E POVOAMENTO
INÍCIO DO POVOAMENTO
 1500: Os portugueses não demostraram interesse, pois não
encontraram grandes atrativos econômicos (ouro e prata).
Abandonaram a terra por cerca de 30 anos;
 Tal abandono despertou o interesse de outros povos (franceses,
holandeses);
 Necessidade de garantir a posse do território –
Expedição de Martim Afonso de Sousa – 1532;
 Fundação da Primeira Cidade Brasileira: São Vicente
(cultivo da cana de açúcar e criação de gado).
SÃO VICENTE
MARTIM AFONSO
ESQUEMA DE UM FEUDO
VILAS = “Projetos de Cidades”
VILA DE SÃO PAULO DE PIRATININGA
VILA NO MINECRAFT
INÍCIO DO POVOAMENTO
 1532  São Vicente;
 1535  Vila Nossa Senhora da Vitória (atual Vila Velha);
 1545  Todos-os-Santos (atual Santos);
 1551  Vila Nova do Espírito Santo (atual Vitória);
 1554  Vila de São Paulo de Piratininga (atual São Paulo).
 Primeira cidade fundada no planalto (interior), após ultrapassar a barreira da
Serra do Mar;
 Localizada ENTRE OS RIOS Tamanduateí e Tietê;
 Fundada por jesuítas (Padres Manuel da Nóbrega e José de Anchieta).
 1565  São Sebastião (atual Rio de Janeiro);
CRONOLOGIA DA FUNDAÇÃO DAS PRINCIPAIS CIDADES
FUNDADAS NO LITORAL FUNDADA NO PLANALTO
VILA VELHA
RIO DE JANEIROVITÓRIA
SANTOS
DA VILA DE SÃO PAULO
PARA O INTERIOR
 XVI – XVII:
 Vila de São Paulo manteve-se pobre e isolada;
 Nordeste Açucareiro liderava a economia;
 XVII – XVIII:
 São Paulo se tornou centro irradiador de bandeiras:
 Aprisionamento de Indígenas para vendê-
los nas fazendas açucareiras;
 Descobrir Ouro e Pedras Preciosas.
 Bandeiras permitiram o início do povoamento do
interior.
A MINERAÇÃO E A
PRODUÇÃO DE ESPAÇO
 FINAL DO SÉCULO XVII: Descoberta de ouro e pedras
preciosas em Minas Gerais;
 A Mineração torna-se a principal atividade
econômica do Século XVIII, por esse motivo o centro
político-administrativo foi transferido de Salvador para
o Rio de Janeiro;
 METADE DO SÉCULO XVIII:
 Decadência da Mineração;
 Famílias migram para São Paulo e Rio de Janeiro em
busca de solos férteis para a prática de agricultura.
A CAFEICULTURA E A
PRODUÇÃO DE ESPAÇOS
GEOGRÁFICOS NO SUDESTE
 Declínio do Ouro  Café
 Trazido por Francisco de Melo Palheta em 1727
e cultivado no Pará, entretanto as condições
climáticas não são favoráveis;
 Somente no final do século XVIII que o café
encontrou seu “lugar ideal”: o Rio de Janeiro
(solo e clima favorável);
 Posteriormente, o café ganha espaço em toda
a Região Sudeste: Vale do Paraíba, Zona da
Mata Mineira e Triângulo Mineiro;
 O avanço da cafeicultura provocou intensos
desmatamentos na Mata Atlântica.
DESMATAMENTO DA MATA ATLÂNTICA
A EXPANSÃO DA CAFEICULTURA EM
DIREÇÃO AO INTERIOR DE SÃO Paulo
 Por volta de 1840, o café ocupou as terras da
Depressão Periférica Paulista (Campinas-SP);
 Posteriormente, encontrou melhores condições
climáticas no Planalto Ocidental Paulista (clima
tropical com verão chuvoso e inverno seco) e solo
fértil (terra roxa);
 A expansão da cafeicultura provocou a
devastação de grande parte da cobertura
vegetal nativa (Mata Atlântica).
FERROVIAS, CAFEICULTURA E PRODUÇÃO
DE ESPAÇOS GEOGRÁFICOS
 As ferrovias tiveram importante papel no escoamento da
produção cafeeira (cidades paulistas como Araçatuba, Bauru,
Lins, Penápolis, São José do Rio Preto e Votuporanga).
 Quando a industrialização atingiu a região sudeste, ela já
possuía a infraestrutura de transportes necessárias para
transportar matérias-primas e produtos industrializados: as
ferrovias.
 As ferrovias cumpriram este papel até 1950, quando se iniciou
o desenvolvimento do plano rodoviário.
A CAFEICULTURA E
A IMIGRAÇÃO ESTRANGEIRA
 1850  Lei Eusébio de Queirós proibiu o tráfico de escravos para o
Brasil, aumentando consideravelmente o valor do escravo;
 Cafeicultores percebem que seria mais barato empregar um
trabalhador livre do que um escravo, entretanto o número de
trabalhadores livres nas áreas próximas as fazendas era escasso;
 Agentes foram enviados para a Europa para divulgar a necessidade
de mão de obra no Brasil;
 Vieram inúmeros povos para São Paulo: italianos, japoneses,
espanhóis, portugueses, etc.
EVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
TRABALHO LIVRE, MERCADO
INTERNO E ESPAÇO GEOGRÁFICO
 Expansão das relações assalariadas de trabalho
(estimulada pelos fluxos imigratórios) possibilitou o
consumismo do trabalhador;
 Ao final do século XIX, um mercado interno de
consumo favoreceu o desenvolvimento urbano,
comercial, agrícola, industrial, financeiro e de
prestação de serviços.
TRABALHADOR
LIVRE
MERCADO
INTERNO
DESENVOLVIMENTO
DE UMA GRANDE CIDADE
DINHEIRO
$$$$
SÃO PAULO
POPULAÇÃO
 A região sudeste é a mais povoada do Brasil: 42% da
população;
 Taxa de Urbanização é elevada: 93% residem no espaço
urbano;
 Cidade mais populosa e povoada é São Paulo, com 11.895.893
e densidade demográfica de 7 810,9 hab./km²;
 A região sudeste apresenta os melhores índices
socioeconômicos, mas não é um “paraíso”, apresenta altos
índices de violência, com grande desemprego, favelas e
pobreza.
ECONOMIA
 O Sudeste é responsável por 56% do PIB
Nacional;
 É a região mais industrializada, com
setor de serviços diversificado e
atividades agropecuárias e
agroindustriais modernas;
AGRICULTURA E PECUÁRIA
AGRICULTURA
• Produtos destacados: Cana-de-açúcar, laranja, café, amendoim, soja,
arroz,
Milho, entre outros;
• Maiores Produtores de Café: SP, MG e ES;
• Cultura da Laranja: agroindústrias nas cidades de Matão, Araraquara,
Bebedouro e São José do Rio Preto;
• O Sudeste é o maior produtor nacional de cana-de-açúcar (destaque
para Ribeirão Preto, Bauru e Piracicaba);
• A mão de obra empregada nos canaviais e na colheita da laranja é
frequentemente realizada por boias frias, vindos do Nordeste. Tal mão
de obra é condenável, por exigir enorme esforço físico e condições
desgastantes.
PECUÁRIA
• Pecuária Bovina de Corte predominantemente extensiva em MG;
• Pecuária Bovina Leiteira em sistema intensivo no Vale do Paraíba, sul de
Minas Gerais, Triângulo Mineiro e leste de SP.
BOIAS-FRIAS EM FAZENDA NO ESTADO DE MG AGROINDÚSTRIA EM BEBEDOURO-SP
CRIAÇÃO DE GADO NO VALE DO PARAÍBA FAZENDA DE CAFÉ NO INTERIOR DE SP
RECURSOS MINERAIS: O
EXTRATIVISMO MINERAL
 PETRÓLEO
 Maior produtor de petróleo do Brasil (Estado do Rio De Janeiro  80%);
 Plataforma Continental: Bacia de Campos (RJ) e Bacia de Santos (SP).
 MINÉRIO DE FERRO E MANGANÊS
 Jazidas de minério de ferro e manganês localizam-se no Quadrilátero Ferrífero;
 Sua exploração destina-se a abastecer as usinas siderúrgicas (Usiminas, CSN, Cosipa
e Vale) e à construção civil;
 A exportação destes minérios ocorrem através da Estrada de Ferro Vitória-Minas que
liga o Quadrilátero Ferrífero ao Porto de Tubarão (ES).
 OUTROS RECURSOS MINERAIS: Urânio, Níquel, Estanho, Chumbo, Calcário, Cromo,
Diamante e Fósforo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
Oberlania Alves
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
Celia Carraro
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
Prof. Francesco Torres
 
Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
flaviocosac
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
Prof. Francesco Torres
 
Unidade 7 7º ano
Unidade 7 7º anoUnidade 7 7º ano
Unidade 7 7º ano
Christie Freitas
 
Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1
flaviocosac
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
Prof.Paulo/geografia
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
Christie Freitas
 
7° ano região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul7° ano   região sudeste e sul
7° ano região sudeste e sul
Tiago Marinho
 
Nordeste
NordesteNordeste
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Abner de Paula
 
Região Centro Oeste
Região Centro OesteRegião Centro Oeste
Região Centro Oeste
André Moraes
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
alessandra bassani
 
Geografia continente africano
Geografia   continente africanoGeografia   continente africano
Geografia continente africano
André Luiz Marques
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
Uilson Pereira da Silva
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
Luciano Pessanha
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Professor
 

Mais procurados (20)

Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
 
Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Unidade 7 7º ano
Unidade 7 7º anoUnidade 7 7º ano
Unidade 7 7º ano
 
Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
 
7° ano região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul7° ano   região sudeste e sul
7° ano região sudeste e sul
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 
Região Centro Oeste
Região Centro OesteRegião Centro Oeste
Região Centro Oeste
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
 
Geografia continente africano
Geografia   continente africanoGeografia   continente africano
Geografia continente africano
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
 

Semelhante a [Material de aula] região sudeste

Geografia sudeste
Geografia   sudesteGeografia   sudeste
Geografia sudeste
Lenivaldo Costa
 
Geografia sudeste-aspectos gerais
Geografia   sudeste-aspectos geraisGeografia   sudeste-aspectos gerais
Geografia sudeste-aspectos gerais
Lenivaldo Costa
 
Região sudeste café, população e economia
Região sudeste   café, população e economiaRegião sudeste   café, população e economia
Região sudeste café, população e economia
flaviocosac
 
Regiões Brasileiras
Regiões BrasileirasRegiões Brasileiras
Regiões Brasileiras
danprofpc
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
Vania Leão
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
Mariane Ferreira
 
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
Rodrigo Nillo
 
A exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilA exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasil
Stephani Coelho
 
OCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptx
OCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptxOCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptx
OCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptx
Amanda Mesquita
 
Breve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo AndréBreve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo André
maria luiza de paula mazzucatto
 
Matrizes culturais iv blog
Matrizes culturais iv blogMatrizes culturais iv blog
Matrizes culturais iv blog
geografiafelipe
 
A imigração no brasil no século XIX
A imigração no brasil no século XIXA imigração no brasil no século XIX
A imigração no brasil no século XIX
Larissa Silva
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
Rafael Marques
 
Imigração e café
Imigração e caféImigração e café
Imigração e café
Luís Emílio Racional
 
Região sudeste do brasil
Região sudeste do brasilRegião sudeste do brasil
Região sudeste do brasil
Erika Renata
 
2615segundo_reinado_7_ano.pptx
2615segundo_reinado_7_ano.pptx2615segundo_reinado_7_ano.pptx
2615segundo_reinado_7_ano.pptx
benazech1
 
Economia colonial
Economia colonialEconomia colonial
Economia colonial
mvmachado
 
Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4
Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4
Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4
020604
 
regiosul-161101005248.pdf
regiosul-161101005248.pdfregiosul-161101005248.pdf
regiosul-161101005248.pdf
Abnerff
 
REGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTEREGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTE
Michelle Mariana
 

Semelhante a [Material de aula] região sudeste (20)

Geografia sudeste
Geografia   sudesteGeografia   sudeste
Geografia sudeste
 
Geografia sudeste-aspectos gerais
Geografia   sudeste-aspectos geraisGeografia   sudeste-aspectos gerais
Geografia sudeste-aspectos gerais
 
Região sudeste café, população e economia
Região sudeste   café, população e economiaRegião sudeste   café, população e economia
Região sudeste café, população e economia
 
Regiões Brasileiras
Regiões BrasileirasRegiões Brasileiras
Regiões Brasileiras
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
 
A exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilA exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasil
 
OCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptx
OCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptxOCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptx
OCUPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.pptx
 
Breve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo AndréBreve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo André
 
Matrizes culturais iv blog
Matrizes culturais iv blogMatrizes culturais iv blog
Matrizes culturais iv blog
 
A imigração no brasil no século XIX
A imigração no brasil no século XIXA imigração no brasil no século XIX
A imigração no brasil no século XIX
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
 
Imigração e café
Imigração e caféImigração e café
Imigração e café
 
Região sudeste do brasil
Região sudeste do brasilRegião sudeste do brasil
Região sudeste do brasil
 
2615segundo_reinado_7_ano.pptx
2615segundo_reinado_7_ano.pptx2615segundo_reinado_7_ano.pptx
2615segundo_reinado_7_ano.pptx
 
Economia colonial
Economia colonialEconomia colonial
Economia colonial
 
Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4
Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4
Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4
 
regiosul-161101005248.pdf
regiosul-161101005248.pdfregiosul-161101005248.pdf
regiosul-161101005248.pdf
 
REGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTEREGIÃO SUDESTE
REGIÃO SUDESTE
 

Mais de flaviocosac

Dossie republica dominicana 2020
Dossie republica dominicana 2020Dossie republica dominicana 2020
Dossie republica dominicana 2020
flaviocosac
 
O nosso lugar no universo
O nosso lugar no universoO nosso lugar no universo
O nosso lugar no universo
flaviocosac
 
O continente europeu
O continente europeuO continente europeu
O continente europeu
flaviocosac
 
Composicao9
Composicao9Composicao9
Composicao9
flaviocosac
 
Composicao8
Composicao8Composicao8
Composicao8
flaviocosac
 
Formacao territorio brasileiro
Formacao territorio brasileiroFormacao territorio brasileiro
Formacao territorio brasileiro
flaviocosac
 
Composicao7
Composicao7Composicao7
Composicao7
flaviocosac
 
Construindo um lugar
Construindo um lugarConstruindo um lugar
Construindo um lugar
flaviocosac
 
Composicao6
Composicao6Composicao6
Composicao6
flaviocosac
 
Hipóteses
HipótesesHipóteses
Hipóteses
flaviocosac
 
O espaço urbano
O espaço urbanoO espaço urbano
O espaço urbano
flaviocosac
 
A energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundoA energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundo
flaviocosac
 
Japão
JapãoJapão
Japão
flaviocosac
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
flaviocosac
 
[Material de aula] china dragao asiatico
[Material de aula] china   dragao asiatico[Material de aula] china   dragao asiatico
[Material de aula] china dragao asiatico
flaviocosac
 
Religiões asiáticas
Religiões asiáticasReligiões asiáticas
Religiões asiáticas
flaviocosac
 
População asiática
População asiáticaPopulação asiática
População asiática
flaviocosac
 
Aspectos naturais do continente asiatico
Aspectos naturais do continente asiaticoAspectos naturais do continente asiatico
Aspectos naturais do continente asiatico
flaviocosac
 
União européia
União européiaUnião européia
União européia
flaviocosac
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
flaviocosac
 

Mais de flaviocosac (20)

Dossie republica dominicana 2020
Dossie republica dominicana 2020Dossie republica dominicana 2020
Dossie republica dominicana 2020
 
O nosso lugar no universo
O nosso lugar no universoO nosso lugar no universo
O nosso lugar no universo
 
O continente europeu
O continente europeuO continente europeu
O continente europeu
 
Composicao9
Composicao9Composicao9
Composicao9
 
Composicao8
Composicao8Composicao8
Composicao8
 
Formacao territorio brasileiro
Formacao territorio brasileiroFormacao territorio brasileiro
Formacao territorio brasileiro
 
Composicao7
Composicao7Composicao7
Composicao7
 
Construindo um lugar
Construindo um lugarConstruindo um lugar
Construindo um lugar
 
Composicao6
Composicao6Composicao6
Composicao6
 
Hipóteses
HipótesesHipóteses
Hipóteses
 
O espaço urbano
O espaço urbanoO espaço urbano
O espaço urbano
 
A energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundoA energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundo
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
 
[Material de aula] china dragao asiatico
[Material de aula] china   dragao asiatico[Material de aula] china   dragao asiatico
[Material de aula] china dragao asiatico
 
Religiões asiáticas
Religiões asiáticasReligiões asiáticas
Religiões asiáticas
 
População asiática
População asiáticaPopulação asiática
População asiática
 
Aspectos naturais do continente asiatico
Aspectos naturais do continente asiaticoAspectos naturais do continente asiatico
Aspectos naturais do continente asiatico
 
União européia
União européiaUnião européia
União européia
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
 

Último

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 

[Material de aula] região sudeste

  • 2. APRESENTAÇÃO  Região mais populosa e povoada do Brasil:  80.353.724 habitantes;  Densidade Demográfica de 86,9 Hab/Km²;  Concentrando 42% da população brasileira;  É a principal região econômica do Brasil, responsável por 49,5% do PIB nacional;  Atividades Econômicas promoveram intensos fluxos migratórios:  Final do Século XVI a XVII  Ouro;  Metade do Século XIX a meados do século XX  Café;  Após Década de 1930  Indústrias.
  • 3. ASPECTOS FÍSICOS DO MEIO NATURAL RELEVO • Serras e Planaltos de Topos Arredondados, chamados de Mares de Morros (Mantiqueira, Serra do Mar e Serra do Espinhaço; • Duas depressões; • Planície Costeira com “Pães de Açúcar” (formações com cume arredondado e encosta abrupta). HIDROGRAFIA • Faz parte de 4 Bacias que são compartilhadas com outras regiões: Rio São Francisco, Rio Paraná, Costeira do Nordeste Oriental e Costeira do Sudeste; • Apresenta Grande Potencial Hidrelétrico e também é a região que mais consome energia elétrica (indústrias); • Hidrovia Tietê-Paraná, navegação através de eclusas.CLIMA • Compreende 4 tipos - Tropical com Verão Úmido e Inverno Seco, Tropical de Altitude, Tropical Litorâneo Úmido e Subtropical Úmido (cidade de São Paulo); • Subtropical Úmido: Temperatura em torno de 19ºC anuais, VEGETAÇÃO • Existem 4 tipos de cobertura vegetal: predomínio da Mata Atlântica, grande mancha de Cerrado em SP e MG, Vegetação Litorânea e Caatinga no norte de MG; • Todas as formações vegetais foram destruídas pela urbanização e pela agropecuária.
  • 4. CONFRONTAR FIG.2 RIO TIETÊ (TRECHO CAPITAL) HIDROVIA TIETÊ-PARANÁLITORAL PAULISTA (SERRA DO MAR)
  • 5. MANGUE NO LITORAL CARIOCA CAATINGA NO NORTE DE MG FLORESTA AMAZÔNICA NA SERRA DA CANTAREIRA CERRADO NO OESTE DE MG
  • 7. INÍCIO DO POVOAMENTO  1500: Os portugueses não demostraram interesse, pois não encontraram grandes atrativos econômicos (ouro e prata). Abandonaram a terra por cerca de 30 anos;  Tal abandono despertou o interesse de outros povos (franceses, holandeses);  Necessidade de garantir a posse do território – Expedição de Martim Afonso de Sousa – 1532;  Fundação da Primeira Cidade Brasileira: São Vicente (cultivo da cana de açúcar e criação de gado). SÃO VICENTE MARTIM AFONSO
  • 9. VILAS = “Projetos de Cidades” VILA DE SÃO PAULO DE PIRATININGA VILA NO MINECRAFT
  • 10. INÍCIO DO POVOAMENTO  1532  São Vicente;  1535  Vila Nossa Senhora da Vitória (atual Vila Velha);  1545  Todos-os-Santos (atual Santos);  1551  Vila Nova do Espírito Santo (atual Vitória);  1554  Vila de São Paulo de Piratininga (atual São Paulo).  Primeira cidade fundada no planalto (interior), após ultrapassar a barreira da Serra do Mar;  Localizada ENTRE OS RIOS Tamanduateí e Tietê;  Fundada por jesuítas (Padres Manuel da Nóbrega e José de Anchieta).  1565  São Sebastião (atual Rio de Janeiro); CRONOLOGIA DA FUNDAÇÃO DAS PRINCIPAIS CIDADES FUNDADAS NO LITORAL FUNDADA NO PLANALTO
  • 11. VILA VELHA RIO DE JANEIROVITÓRIA SANTOS
  • 12. DA VILA DE SÃO PAULO PARA O INTERIOR  XVI – XVII:  Vila de São Paulo manteve-se pobre e isolada;  Nordeste Açucareiro liderava a economia;  XVII – XVIII:  São Paulo se tornou centro irradiador de bandeiras:  Aprisionamento de Indígenas para vendê- los nas fazendas açucareiras;  Descobrir Ouro e Pedras Preciosas.  Bandeiras permitiram o início do povoamento do interior.
  • 13.
  • 14. A MINERAÇÃO E A PRODUÇÃO DE ESPAÇO  FINAL DO SÉCULO XVII: Descoberta de ouro e pedras preciosas em Minas Gerais;  A Mineração torna-se a principal atividade econômica do Século XVIII, por esse motivo o centro político-administrativo foi transferido de Salvador para o Rio de Janeiro;  METADE DO SÉCULO XVIII:  Decadência da Mineração;  Famílias migram para São Paulo e Rio de Janeiro em busca de solos férteis para a prática de agricultura.
  • 15. A CAFEICULTURA E A PRODUÇÃO DE ESPAÇOS GEOGRÁFICOS NO SUDESTE  Declínio do Ouro  Café  Trazido por Francisco de Melo Palheta em 1727 e cultivado no Pará, entretanto as condições climáticas não são favoráveis;  Somente no final do século XVIII que o café encontrou seu “lugar ideal”: o Rio de Janeiro (solo e clima favorável);  Posteriormente, o café ganha espaço em toda a Região Sudeste: Vale do Paraíba, Zona da Mata Mineira e Triângulo Mineiro;  O avanço da cafeicultura provocou intensos desmatamentos na Mata Atlântica.
  • 16. DESMATAMENTO DA MATA ATLÂNTICA
  • 17. A EXPANSÃO DA CAFEICULTURA EM DIREÇÃO AO INTERIOR DE SÃO Paulo  Por volta de 1840, o café ocupou as terras da Depressão Periférica Paulista (Campinas-SP);  Posteriormente, encontrou melhores condições climáticas no Planalto Ocidental Paulista (clima tropical com verão chuvoso e inverno seco) e solo fértil (terra roxa);  A expansão da cafeicultura provocou a devastação de grande parte da cobertura vegetal nativa (Mata Atlântica).
  • 18. FERROVIAS, CAFEICULTURA E PRODUÇÃO DE ESPAÇOS GEOGRÁFICOS  As ferrovias tiveram importante papel no escoamento da produção cafeeira (cidades paulistas como Araçatuba, Bauru, Lins, Penápolis, São José do Rio Preto e Votuporanga).  Quando a industrialização atingiu a região sudeste, ela já possuía a infraestrutura de transportes necessárias para transportar matérias-primas e produtos industrializados: as ferrovias.  As ferrovias cumpriram este papel até 1950, quando se iniciou o desenvolvimento do plano rodoviário.
  • 19. A CAFEICULTURA E A IMIGRAÇÃO ESTRANGEIRA  1850  Lei Eusébio de Queirós proibiu o tráfico de escravos para o Brasil, aumentando consideravelmente o valor do escravo;  Cafeicultores percebem que seria mais barato empregar um trabalhador livre do que um escravo, entretanto o número de trabalhadores livres nas áreas próximas as fazendas era escasso;  Agentes foram enviados para a Europa para divulgar a necessidade de mão de obra no Brasil;  Vieram inúmeros povos para São Paulo: italianos, japoneses, espanhóis, portugueses, etc.
  • 20.
  • 21. EVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
  • 22. TRABALHO LIVRE, MERCADO INTERNO E ESPAÇO GEOGRÁFICO  Expansão das relações assalariadas de trabalho (estimulada pelos fluxos imigratórios) possibilitou o consumismo do trabalhador;  Ao final do século XIX, um mercado interno de consumo favoreceu o desenvolvimento urbano, comercial, agrícola, industrial, financeiro e de prestação de serviços. TRABALHADOR LIVRE MERCADO INTERNO DESENVOLVIMENTO DE UMA GRANDE CIDADE DINHEIRO $$$$ SÃO PAULO
  • 23. POPULAÇÃO  A região sudeste é a mais povoada do Brasil: 42% da população;  Taxa de Urbanização é elevada: 93% residem no espaço urbano;  Cidade mais populosa e povoada é São Paulo, com 11.895.893 e densidade demográfica de 7 810,9 hab./km²;  A região sudeste apresenta os melhores índices socioeconômicos, mas não é um “paraíso”, apresenta altos índices de violência, com grande desemprego, favelas e pobreza.
  • 24. ECONOMIA  O Sudeste é responsável por 56% do PIB Nacional;  É a região mais industrializada, com setor de serviços diversificado e atividades agropecuárias e agroindustriais modernas;
  • 25. AGRICULTURA E PECUÁRIA AGRICULTURA • Produtos destacados: Cana-de-açúcar, laranja, café, amendoim, soja, arroz, Milho, entre outros; • Maiores Produtores de Café: SP, MG e ES; • Cultura da Laranja: agroindústrias nas cidades de Matão, Araraquara, Bebedouro e São José do Rio Preto; • O Sudeste é o maior produtor nacional de cana-de-açúcar (destaque para Ribeirão Preto, Bauru e Piracicaba); • A mão de obra empregada nos canaviais e na colheita da laranja é frequentemente realizada por boias frias, vindos do Nordeste. Tal mão de obra é condenável, por exigir enorme esforço físico e condições desgastantes. PECUÁRIA • Pecuária Bovina de Corte predominantemente extensiva em MG; • Pecuária Bovina Leiteira em sistema intensivo no Vale do Paraíba, sul de Minas Gerais, Triângulo Mineiro e leste de SP.
  • 26. BOIAS-FRIAS EM FAZENDA NO ESTADO DE MG AGROINDÚSTRIA EM BEBEDOURO-SP CRIAÇÃO DE GADO NO VALE DO PARAÍBA FAZENDA DE CAFÉ NO INTERIOR DE SP
  • 27. RECURSOS MINERAIS: O EXTRATIVISMO MINERAL  PETRÓLEO  Maior produtor de petróleo do Brasil (Estado do Rio De Janeiro  80%);  Plataforma Continental: Bacia de Campos (RJ) e Bacia de Santos (SP).  MINÉRIO DE FERRO E MANGANÊS  Jazidas de minério de ferro e manganês localizam-se no Quadrilátero Ferrífero;  Sua exploração destina-se a abastecer as usinas siderúrgicas (Usiminas, CSN, Cosipa e Vale) e à construção civil;  A exportação destes minérios ocorrem através da Estrada de Ferro Vitória-Minas que liga o Quadrilátero Ferrífero ao Porto de Tubarão (ES).  OUTROS RECURSOS MINERAIS: Urânio, Níquel, Estanho, Chumbo, Calcário, Cromo, Diamante e Fósforo.