SlideShare uma empresa Scribd logo
REGIÃO SUDESTE E SUL
Prof. Tiago Marinho
REGIÃO SUDESTE - POLÍTICO
É constituído por 4 Estados:
Minas Gerais – MG
Espirito Santo – ES
São Paulo – SP
Rio de Janeiro – RJ
7° ano   região sudeste e sul
O sudeste tem como
principais climas:
• Clima tropical de altitude
• Clima tropical
• Clima subtropical úmido
• Clima tropical litorâneo
úmido
RELEVO
No RELEVO da Região Sudeste destacam-se:
 Serras e Planaltos do Leste e Sudeste;
 Planalto Meridional e Central
 Depressão Periférica e do São Francisco
 Planícies e Tabuleiros costeiros.
7° ano   região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul
VEGETAÇÃO
A vegetação da região sudeste é muito diversificada:
• Mata Atlântica
• Cerrado
• Caatinga
• Vegetação Litorânea.
Desde o final do sec. XVIII, a vegetação começou a ser
devastada para ceder lugar às plantações de café.
VEGETAÇÃO
MATA ATLÂNTICA CERRADO
CAATINGA VEGETAÇÃO LITORÂNEA
HIDROGRAFIA
• Bacia do Paraná
• Bacia do São Francisco
• Bacias do Leste
• Bacias do Sudeste-Sul
7° ano   região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul
PERCURSO 22 – OCUPAÇÃO E POVOAMENTO
Fontes Históricas:
• São Vicente – 1° núcleo de povoamento instalado
pelos Portugueses, fundado em 1532 por Martim
Afonso de Sousa;
• Introdução da Cana-de-açúcar, criação de animais,
agricultura e produção de açúcar;
Fundação de outras vilas
• Vila de Nossa Senhora da Vitória (1535) que deu origem ao
município de Vila Velha;
• Todos – os – Santos (1546) que deu origem ao município de
Santos;
• Vila nova do Espírito Santo (1551) que transformou-se no
município de Vitória;
• Janeiro de 1554 - Colégio de São Paulo – Fundado pelo
Padre Manuel de Nóbrega – deu origem ao município de São
Paulo;
• São Sebastião (1565) Fundado por Estácio de Sá – Capitão
da armada portuguesa; deu origem ao município do Rio de
Janeiro;
A MINERAÇÃO E A PRODUÇÃO DE ESPAÇO
• Descoberta de ouro e pedras preciosas: século XVII nas
Minas Gerais – Ocorreu intensa imigração do Nordeste,
São Paulo e até de Portugal;
• Essa Região era a principal área econômica do Brasil
Colonial no final do século XVII e parte do XVIII.
• Em 1763 a administração sai de Salvador para o Rio de
Janeiro onde se tornaria a Capital do Brasil.
7° ano   região sudeste e sul
CAFÉ E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO
• Queda da Mineração no século XVIII;
• Abertura para novos empreendimentos;
• Entrada do Café (origem africana) – Pará (1727)
mudas trazidas da Guiana Francesa;
• Primeira metade do século XVIII foi cultivado no
Maranhão;
• 1770 – Cultivado na Bahia;
• Final do século XVIII – Cultivo no Rio de Janeiro com
expansão pelo Vale do Paraíba em direção a São Paulo
CONSEQUÊNCIAS DO CICLO DO CAFÉ
- Concentração do poder político e econômico na região Sudeste.
- Aumento do desenvolvimento industrial e urbano no Sudeste.
- Imigração europeia(Italianos) e asiática (Japoneses) para as
lavouras de café e indústrias do Sudeste.
- Construção de ferrovias para escoar a produção de café do interior
de São Paulo para o porto de Santos.
7° ano   região sudeste e sul
Até a próxima aula

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
Christie Freitas
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
Josi Zanette do Canto
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
Luciano Pessanha
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
André Luiz Marques
 
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Vania Leão
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
Professor
 
Aspectos naturais da América
Aspectos naturais da AméricaAspectos naturais da América
Aspectos naturais da América
Bruna Ribeiro Guedes
 
Oceania
OceaniaOceania
Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
flaviocosac
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
A indústria no brasil
A indústria no brasilA indústria no brasil
A indústria no brasil
Professor
 
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
karolpoa
 
Aspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americanoAspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americano
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Relevo
RelevoRelevo
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Regiao Sul
Regiao SulRegiao Sul
Os continentes
Os continentesOs continentes
Os continentes
Gustavo Silva de Souza
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
Prof. Francesco Torres
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
Professor
 

Mais procurados (20)

7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
Aspectos naturais da América
Aspectos naturais da AméricaAspectos naturais da América
Aspectos naturais da América
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
 
A indústria no brasil
A indústria no brasilA indústria no brasil
A indústria no brasil
 
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
 
Aspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americanoAspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americano
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
 
Regiao Sul
Regiao SulRegiao Sul
Regiao Sul
 
Os continentes
Os continentesOs continentes
Os continentes
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
 

Semelhante a 7° ano região sudeste e sul

[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste
flaviocosac
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
Vania Leão
 
Região sudeste do Brasil.pptx
Região sudeste do Brasil.pptxRegião sudeste do Brasil.pptx
Região sudeste do Brasil.pptx
Ricardo Diniz campos
 
Região sudeste do brasil
Região sudeste do brasilRegião sudeste do brasil
Região sudeste do brasil
Erika Renata
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
Ana Selma Sena Santos
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
Francine Lunardi - GRADUAÇÃO
 
Geografia sudeste
Geografia   sudesteGeografia   sudeste
Geografia sudeste
Lenivaldo Costa
 
Geografia sudeste-aspectos gerais
Geografia   sudeste-aspectos geraisGeografia   sudeste-aspectos gerais
Geografia sudeste-aspectos gerais
Lenivaldo Costa
 
Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1
flaviocosac
 
Modulo 15 - O Complexo Nordeste
Modulo 15  - O Complexo NordesteModulo 15  - O Complexo Nordeste
Modulo 15 - O Complexo Nordeste
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.
Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.
Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.
Girleno Oliveira
 
HP
HPHP
3ano 2bi geografia_pe1
3ano 2bi geografia_pe13ano 2bi geografia_pe1
3ano 2bi geografia_pe1
takahico
 
Regiões Brasileiras
Regiões BrasileirasRegiões Brasileiras
Regiões Brasileiras
danprofpc
 
Região centro-oeste Prof. Tiago Marinho
Região centro-oeste Prof. Tiago MarinhoRegião centro-oeste Prof. Tiago Marinho
Região centro-oeste Prof. Tiago Marinho
Tiago Marinho
 
História do Paraná
História do ParanáHistória do Paraná
História do Paraná
sissapb
 
7 ano geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 1
7 ano   geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 17 ano   geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 1
7 ano geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 1
Wellington Gabriel de Borba
 
História do Paraná
História do ParanáHistória do Paraná
História do Paraná
Simone P Baldissera
 
Economia da região de Sudeste .pptx
Economia da região de Sudeste .pptxEconomia da região de Sudeste .pptx
Economia da região de Sudeste .pptx
thaismachado57
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
Oberlania Alves
 

Semelhante a 7° ano região sudeste e sul (20)

[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
Região sudeste do Brasil.pptx
Região sudeste do Brasil.pptxRegião sudeste do Brasil.pptx
Região sudeste do Brasil.pptx
 
Região sudeste do brasil
Região sudeste do brasilRegião sudeste do brasil
Região sudeste do brasil
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
 
Geografia sudeste
Geografia   sudesteGeografia   sudeste
Geografia sudeste
 
Geografia sudeste-aspectos gerais
Geografia   sudeste-aspectos geraisGeografia   sudeste-aspectos gerais
Geografia sudeste-aspectos gerais
 
Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1
 
Modulo 15 - O Complexo Nordeste
Modulo 15  - O Complexo NordesteModulo 15  - O Complexo Nordeste
Modulo 15 - O Complexo Nordeste
 
Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.
Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.
Geografia do Brasil - Região Sudeste/ Relevo, vegetação, hidrografia.
 
HP
HPHP
HP
 
3ano 2bi geografia_pe1
3ano 2bi geografia_pe13ano 2bi geografia_pe1
3ano 2bi geografia_pe1
 
Regiões Brasileiras
Regiões BrasileirasRegiões Brasileiras
Regiões Brasileiras
 
Região centro-oeste Prof. Tiago Marinho
Região centro-oeste Prof. Tiago MarinhoRegião centro-oeste Prof. Tiago Marinho
Região centro-oeste Prof. Tiago Marinho
 
História do Paraná
História do ParanáHistória do Paraná
História do Paraná
 
7 ano geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 1
7 ano   geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 17 ano   geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 1
7 ano geografia - Formação Territorial de Goiás - Parte 1
 
História do Paraná
História do ParanáHistória do Paraná
História do Paraná
 
Economia da região de Sudeste .pptx
Economia da região de Sudeste .pptxEconomia da região de Sudeste .pptx
Economia da região de Sudeste .pptx
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 

Mais de Tiago Marinho

Aula tiago marinho deriva continental
Aula tiago marinho deriva continentalAula tiago marinho deriva continental
Aula tiago marinho deriva continental
Tiago Marinho
 
Percurso 5 e 6 Geografia
Percurso 5 e 6 GeografiaPercurso 5 e 6 Geografia
Percurso 5 e 6 Geografia
Tiago Marinho
 
Exercicios geografia geral_astronomia
Exercicios geografia geral_astronomiaExercicios geografia geral_astronomia
Exercicios geografia geral_astronomia
Tiago Marinho
 
Aula01 astronomia
Aula01 astronomiaAula01 astronomia
Aula01 astronomia
Tiago Marinho
 
Continuação - Deriva continental e placas tectônicas
Continuação - Deriva continental e placas tectônicasContinuação - Deriva continental e placas tectônicas
Continuação - Deriva continental e placas tectônicas
Tiago Marinho
 
Deriva continental e placas tectônicas
Deriva continental e placas tectônicasDeriva continental e placas tectônicas
Deriva continental e placas tectônicas
Tiago Marinho
 
População e trabalho
População e trabalhoPopulação e trabalho
População e trabalho
Tiago Marinho
 

Mais de Tiago Marinho (7)

Aula tiago marinho deriva continental
Aula tiago marinho deriva continentalAula tiago marinho deriva continental
Aula tiago marinho deriva continental
 
Percurso 5 e 6 Geografia
Percurso 5 e 6 GeografiaPercurso 5 e 6 Geografia
Percurso 5 e 6 Geografia
 
Exercicios geografia geral_astronomia
Exercicios geografia geral_astronomiaExercicios geografia geral_astronomia
Exercicios geografia geral_astronomia
 
Aula01 astronomia
Aula01 astronomiaAula01 astronomia
Aula01 astronomia
 
Continuação - Deriva continental e placas tectônicas
Continuação - Deriva continental e placas tectônicasContinuação - Deriva continental e placas tectônicas
Continuação - Deriva continental e placas tectônicas
 
Deriva continental e placas tectônicas
Deriva continental e placas tectônicasDeriva continental e placas tectônicas
Deriva continental e placas tectônicas
 
População e trabalho
População e trabalhoPopulação e trabalho
População e trabalho
 

Último

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 

Último (20)

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 

7° ano região sudeste e sul

  • 1. REGIÃO SUDESTE E SUL Prof. Tiago Marinho
  • 2. REGIÃO SUDESTE - POLÍTICO É constituído por 4 Estados: Minas Gerais – MG Espirito Santo – ES São Paulo – SP Rio de Janeiro – RJ
  • 4. O sudeste tem como principais climas: • Clima tropical de altitude • Clima tropical • Clima subtropical úmido • Clima tropical litorâneo úmido
  • 5. RELEVO No RELEVO da Região Sudeste destacam-se:  Serras e Planaltos do Leste e Sudeste;  Planalto Meridional e Central  Depressão Periférica e do São Francisco  Planícies e Tabuleiros costeiros.
  • 8. VEGETAÇÃO A vegetação da região sudeste é muito diversificada: • Mata Atlântica • Cerrado • Caatinga • Vegetação Litorânea. Desde o final do sec. XVIII, a vegetação começou a ser devastada para ceder lugar às plantações de café.
  • 10. MATA ATLÂNTICA CERRADO CAATINGA VEGETAÇÃO LITORÂNEA
  • 11. HIDROGRAFIA • Bacia do Paraná • Bacia do São Francisco • Bacias do Leste • Bacias do Sudeste-Sul
  • 15. PERCURSO 22 – OCUPAÇÃO E POVOAMENTO Fontes Históricas: • São Vicente – 1° núcleo de povoamento instalado pelos Portugueses, fundado em 1532 por Martim Afonso de Sousa; • Introdução da Cana-de-açúcar, criação de animais, agricultura e produção de açúcar;
  • 16. Fundação de outras vilas • Vila de Nossa Senhora da Vitória (1535) que deu origem ao município de Vila Velha; • Todos – os – Santos (1546) que deu origem ao município de Santos; • Vila nova do Espírito Santo (1551) que transformou-se no município de Vitória; • Janeiro de 1554 - Colégio de São Paulo – Fundado pelo Padre Manuel de Nóbrega – deu origem ao município de São Paulo; • São Sebastião (1565) Fundado por Estácio de Sá – Capitão da armada portuguesa; deu origem ao município do Rio de Janeiro;
  • 17. A MINERAÇÃO E A PRODUÇÃO DE ESPAÇO • Descoberta de ouro e pedras preciosas: século XVII nas Minas Gerais – Ocorreu intensa imigração do Nordeste, São Paulo e até de Portugal; • Essa Região era a principal área econômica do Brasil Colonial no final do século XVII e parte do XVIII. • Em 1763 a administração sai de Salvador para o Rio de Janeiro onde se tornaria a Capital do Brasil.
  • 19. CAFÉ E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO • Queda da Mineração no século XVIII; • Abertura para novos empreendimentos; • Entrada do Café (origem africana) – Pará (1727) mudas trazidas da Guiana Francesa; • Primeira metade do século XVIII foi cultivado no Maranhão; • 1770 – Cultivado na Bahia; • Final do século XVIII – Cultivo no Rio de Janeiro com expansão pelo Vale do Paraíba em direção a São Paulo
  • 20. CONSEQUÊNCIAS DO CICLO DO CAFÉ - Concentração do poder político e econômico na região Sudeste. - Aumento do desenvolvimento industrial e urbano no Sudeste. - Imigração europeia(Italianos) e asiática (Japoneses) para as lavouras de café e indústrias do Sudeste. - Construção de ferrovias para escoar a produção de café do interior de São Paulo para o porto de Santos.