SlideShare uma empresa Scribd logo
Judá é levado para o cativeiro da Babilônia
Deus
convoca
Seu Povo ao
Arrependimento
Jeremias
18
Junho
2º Trimestre
Ano 2017
Lição 01 – O chamado de um profeta
Lição 02 – A intensidade das profecias
de Jeremias
Lição 03 – A postura profética de Jeremias
Lição 04 – Jeremias: suas crises e solidão
Lição 05 – Atributos indispensáveis de um
profeta
Lição 06 – O Senhor, Justiça Nossa
Lição 07 – A coragem de um profeta
levantado por Deus
Lição 08 – O perigo de ser enganado
por falsos profetas
Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
Lição 10 – O profeta desce à casa do Oleiro
Lição 11 – A soberba precede a ruína
Lição 12 – Judá é levado para o cativeiro da
Babilônia
Lição 13 – Deus estabelecerá governo justo
e eterno
“E queimou a casa do Senhor,
e a casa do rei, e também a
todas as casas de Jerusalém,
e incendiou todas as casas
dos grandes.”
(Jeremias 52:13)
Os graves erros cometidos
por seus líderes fizeram com
que o povo de Judá se afundasse
cada vez mais em
seus pecados.
14 – E todo o exército dos caldeus, que estava com o
capitão da guarda, derribou todos os muros que
rodeavam Jerusalém.
15 – E os mais pobres do povo, e a parte do povo que
tinha ficado na cidade, e os rebeldes que haviam
passado para o rei da Babilônia, e o resto da multidão,
Nebuzaradã, capitão da guarda, levou presos.
16 – Mas dos mais pobres da terra deixou Nebuzaradã,
capitão da guarda, ficar alguns, para serem vinhateiros
e lavradores.
28 – Este é o povo que Nabucodonozor levou cativo no
sétimo ano: três mil e vinte e três judeus.
Jeremias 52:14-16,28
Ore pelo
governo
e pela
igreja
no
Brasil.
Entender o propósito de Deus
a respeito do exílio;
❶
❷
❸
Ter certeza que o Senhor é
Soberano entre as nações;
Mostrar as consequências do
pecado do povo de Judá.
Ele mostrou Seu grande amor ao trazer Israel de volta
após um longo exílio na Babilônia.
O castigo foi necessário para mostrar ao povo que Deus não
havia mudado. Ele queria que o Seu povo retornasse à
verdadeira adoração.
O povo de
Israel estava
andando
segundo seu
bel-prazer
Praticando toda
sorte de
pecados
(Jr 7:23-24)
O povo de Israel foi eleito para ser um povo exclusivo do
Senhor, como desviou dos verdadeiros ensinamentos, recusou
as advertências... o juízo foi derramado sobre eles.
O povo de Israel era para ser um povo separado que pudesse guiar
outros povos em direção a Deus e ao Messias, todavia este povo se
esqueceu do Senhor.
Os pecados cometidos nos dias de Jeremias levando o povo ao
exílio, continuam a acontecer de igual modo nos dias de hoje..
Não há duvidas de que o rei Nabucodonosor serviu aos desígnios
soberanos do Senhor para disciplinar o Seu povo desobediente,
pois estavam envolvidos em muitos pecados (Jr 5:30-31)
Deus queria que o Seu povo abandonasse os seus pecados e se
voltasse para Ele, em reverência e dependência total.
O exército dos
Babilônios
Chegou em
Judá !
O povo de Judá estava disfarçando a sua vida espiritual, vivendo
um vida dupla. Suas vidas estavam sobrecarregadas de hipocrisia
(Jr 6:14), ou seja, estavam praticando um culto da boca para fora.
Deus trouxe contra esta nação, que já não mais O adorava,
uma série de castigos, culminando na destruição
de Jerusalém e o cativeiro do povo de Judá.
Hoje, vivemos dias não diferentes de Jeremias, dias de indiferença
e rebeldia ao Senhor, virá também o “dia do Senhor”
JUDÁ
Chegou o
tempo do
acerto de
contas ! JUDÁ
As profecias de Jeremias estavam sendo cumpridas. O avanço do
exército babilônico contra Judá era a consequência do povo não
ter atentado para as diversas advertências.
JUDÁ
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia
CATIVEIRO
LIBERTAÇÃO
Daniel 2
Em seu livro, Jeremias nos apresenta um cenário envolvendo a
perversão de Judá e de sua consequente derrota para os babilônios:
Conforme a rebeldia do povo aumentava, mais vulneráveis se tornavam,
sendo incapazes de compreender a vida e a realidade divina.
Enquanto Jeremias serviu como profeta em Judá, Deus usava
Daniel (no palácio) e Ezequiel (no campo) na cidade da Babilônia.
Mesmo no cativeiro, Deus estava cuidando do Seu povo.
1200 Km
A história do povo de Judá foi estendida em
duas localidades geograficamente separadas.
Este episódio mudou a história do povo de Deus.
Fonte: Pr. Moisés Sampaio de Paula (IBBC)
Daniel, mesmo no exílio, orava em seu quarto com a janela
voltada para a direção de Jerusalém (Dn 6:10).
Os babilônios destruíram o templo e deportaram a população
para a Babilônia, o povo não tinha mais terra nem templo.
Fonte: Pr. Moisés Sampaio de Paula (IBBC)
Como era preciso adorar o Senhor, surge neste momento a
SINAGOGA como local do culto judaico, local para as preleções,
orações e leitura das Escrituras.
Mesmo cativo, era preciso adorar ao Senhor.
Tabernáculo
Templos
Sinagogas
Usado pelo povo de Israel durante peregrinação
no deserto (Ex 40) espécie de tenda móvel.
Era lugar de sacrifício e adoração. Usado até ser
substituído pelo primeiro templo em 959 a.C
1º Templo de Salomão
Construído em 959.a.C e destruído 586 a.C
pelos Babilônicos
2º Templo reconstruído por Zorobabel em 516 a.C
Este templo foi restaurado por Herodes 18 a.C
e foi destruído pelos romanos em 70 d.C
3º Templo está com projeto para construção em
andamento. O Anticristo o profanará.
Local onde os judeus se reúnem para orar, ler e
ensinar a lei mosaíca, etc. O surgimento das sinagogas
é normalmente atribuído ao período do exílio
babilônico, quando os judeus deixaram de ter um
templo para adorar e sacrificar em 586 a.C
Muro das Lamentações
Trata-se do único vestígio do segundo Templo que foi
Construído por Zorobabel e restaurado por Herodes.
considerado o lugar mais sagrado
da Terra Santa pelos judeus
TERCEIRO TEMPLO
A construção do terceiro templo é associada, no cristianismo, às
revelações do Apocalipse e segundo muitos teólogos, representaria a
aproximação com o início da Grande Tribulação e o surgimento do
anticristo.
Projeto em Andamento
Terceiro Templo já
aparece simulado no
Monte do Templo em
Jerusalém pelo
Google Maps
TERCEIRO TEMPLO
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/terceiro-templo-israel-levitas-sacrificios/
SOBRE RÉPLICA TEMPLO DE SALOMÃO EM SÃO PAULO
Uma verdadeira Aberração Teológica
Inauguração do Templo de Salomão
tem entrada da “Arca da Aliança”
?
Consagração de “Levitas”
Cristão ou Judeu ?
? ?
?
Mesmo habitando com pagãos na Babilônia, o povo eleito do
Senhor não poderia se contaminar, a lealdade não podia ser
negociada. A nossa realidade não é diferente.
No cativeiro Deus planejou trazer seu povo de volta à verdadeira
adoração e mostrar às nações quem era o Deus de Judá.
Daniel foi um
homem leal a
Deus da
juventude à
velhice
O profeta Jeremias assegurou que o Senhor resgataria o Seu
povo do cativeiro (Jr 30:10; 46:27). Outros profetas também
asseguraram o livramento do exílio.
O período que o povo ficou exilado marcou intensamente.
Tiveram a consciência de culpabilidade pela catástrofe que se
abateu sobre o reino de Judá.
Sem duvida alguma, um dos períodos mais difíceis e dolorosos. Mas
também foi motivo de renovação e retomada da fidelidade a Deus
Deus usa quem Ele quer em Suas mãos.
Após os setenta anos de cativeiro (Jr 29:10), o Senhor escolheu
um rei gentio para executar os Seus planos.
O rei Ciro foi um instrumento nas mãos do Senhor
para garantir o retorno do Seu povo
Deus não opera nem do jeito e nem no tempo do homem.
Por toda a Escritura, notamos que o Senhor Deus não perde o controle,
não se confunde e não é surpreendido.
Assim, o Senhor Deus é poderoso para usar as circunstâncias em favor
daqueles que O amam, confiam nEle e a Ele se submetem (Rm 8:28).
Deus até nos permite sermos subjugados, mas não para
sempre. Isto dura o tempo que for preciso para que
aprendamos e cresçamos em Sua presença.
Tudo que aconteceu com o povo de Judá foi por causa de sua
desobediência, que trouxe como consequência o cativeiro.
Lição 13 – Deus estabelecerá governo justo e eterno
Deus Abençoe !
Fonte: Revista Betel Dominical – Editora Betel - 2º Trimestre – 2017 – Ano 27 - Nº 103

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

4. êxodo
4. êxodo4. êxodo
4. êxodo
mbrandao7
 
Os livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 SamuelOs livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 Samuel
Alberto Simonton
 
Jonas - A Misericórdia Divina
Jonas - A Misericórdia DivinaJonas - A Misericórdia Divina
Jonas - A Misericórdia Divina
Jonas Martins Olímpio
 
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
Alberto Simonton
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
16. O Livro de II Reis
16. O Livro de II Reis16. O Livro de II Reis
16. O Livro de II Reis
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Aula 13 - Juízes
Aula 13 - JuízesAula 13 - Juízes
Aula 13 - Juízes
ibrdoamor
 
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
RODRIGO FERREIRA
 
PROFETAS MENORES
 PROFETAS MENORES PROFETAS MENORES
PROFETAS MENORES
Miguel Aguilera
 
Zacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta MenorZacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta Menor
Célia Regina Carvalho
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Livro de Joel
Livro de JoelLivro de Joel
Livro de Joel
Rogério Nunes
 
Lamentações
LamentaçõesLamentações
Lamentações
profsempre
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Ebd Brasil
 
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS.""EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
Marcos Nascimento
 
Montanhas e planícies de Israel
Montanhas e planícies de IsraelMontanhas e planícies de Israel
Montanhas e planícies de Israel
Julio Cesar
 

Mais procurados (20)

4. êxodo
4. êxodo4. êxodo
4. êxodo
 
Os livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 SamuelOs livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 Samuel
 
Jonas - A Misericórdia Divina
Jonas - A Misericórdia DivinaJonas - A Misericórdia Divina
Jonas - A Misericórdia Divina
 
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
 
8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
 
16. O Livro de II Reis
16. O Livro de II Reis16. O Livro de II Reis
16. O Livro de II Reis
 
Aula 13 - Juízes
Aula 13 - JuízesAula 13 - Juízes
Aula 13 - Juízes
 
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
 
PROFETAS MENORES
 PROFETAS MENORES PROFETAS MENORES
PROFETAS MENORES
 
Zacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta MenorZacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta Menor
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Livro de Joel
Livro de JoelLivro de Joel
Livro de Joel
 
Lamentações
LamentaçõesLamentações
Lamentações
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
 
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS.""EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
 
Montanhas e planícies de Israel
Montanhas e planícies de IsraelMontanhas e planícies de Israel
Montanhas e planícies de Israel
 

Semelhante a Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia

Slide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
Slide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as naçõesSlide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
Slide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
Éder Tomé
 
Licao 11 3 t - 2018 - betel
Licao 11   3 t - 2018 - betelLicao 11   3 t - 2018 - betel
Licao 11 3 t - 2018 - betel
Éder Tomé
 
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO  - PROF JEREMIAS.pptxLICÃO  - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
OtonielMeirelesdaSil
 
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de JeremiasLição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Éder Tomé
 
Lição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGR
Lição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGRLição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGR
Lição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 5 - Atributos indispensaveis de um profeta
Lição 5 - Atributos indispensaveis de um profetaLição 5 - Atributos indispensaveis de um profeta
Lição 5 - Atributos indispensaveis de um profeta
Éder Tomé
 
Livro de Daniel introdução e parte 01
Livro de Daniel   introdução e parte 01Livro de Daniel   introdução e parte 01
Livro de Daniel introdução e parte 01
Daniel M Junior
 
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar CertoLição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Lição 6 - O Senhor, Justiça Nossa
Lição 6 - O Senhor, Justiça NossaLição 6 - O Senhor, Justiça Nossa
Lição 6 - O Senhor, Justiça Nossa
Éder Tomé
 
Livro de Daniel
Livro de Daniel Livro de Daniel
Livro de Daniel
Karla Maria
 
Escola Bíblica Dominical - O Profeta Jeremias
Escola Bíblica Dominical - O Profeta JeremiasEscola Bíblica Dominical - O Profeta Jeremias
Escola Bíblica Dominical - O Profeta Jeremias
DouglasMoraes54
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
Joel Silva
 
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03
Joel Silva
 
Perdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontradoPerdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontrado
Eduardo Sousa Gomes
 
2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx
2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx
2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx
Joel Silva
 
Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1
Eduardo Sales de lima
 
Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014
Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014
Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014
Pr. Andre Luiz
 
Lição 9 esperando contra a esperança
Lição 9   esperando contra a esperançaLição 9   esperando contra a esperança
Lição 9 esperando contra a esperança
prvladimir
 
Neemias - O poder da oração
Neemias - O poder da oraçãoNeemias - O poder da oração
Neemias - O poder da oração
Rogerio Zafalão
 
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
Gerson G. Ramos
 

Semelhante a Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia (20)

Slide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
Slide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as naçõesSlide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
Slide Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações
 
Licao 11 3 t - 2018 - betel
Licao 11   3 t - 2018 - betelLicao 11   3 t - 2018 - betel
Licao 11 3 t - 2018 - betel
 
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO  - PROF JEREMIAS.pptxLICÃO  - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
 
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de JeremiasLição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
 
Lição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGR
Lição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGRLição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGR
Lição 2 - A crise (interna e externa) + textos_GGR
 
Lição 5 - Atributos indispensaveis de um profeta
Lição 5 - Atributos indispensaveis de um profetaLição 5 - Atributos indispensaveis de um profeta
Lição 5 - Atributos indispensaveis de um profeta
 
Livro de Daniel introdução e parte 01
Livro de Daniel   introdução e parte 01Livro de Daniel   introdução e parte 01
Livro de Daniel introdução e parte 01
 
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar CertoLição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
 
Lição 6 - O Senhor, Justiça Nossa
Lição 6 - O Senhor, Justiça NossaLição 6 - O Senhor, Justiça Nossa
Lição 6 - O Senhor, Justiça Nossa
 
Livro de Daniel
Livro de Daniel Livro de Daniel
Livro de Daniel
 
Escola Bíblica Dominical - O Profeta Jeremias
Escola Bíblica Dominical - O Profeta JeremiasEscola Bíblica Dominical - O Profeta Jeremias
Escola Bíblica Dominical - O Profeta Jeremias
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
 
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 03
 
Perdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontradoPerdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontrado
 
2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx
2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx
2021 3º Trimestre Adulto Lição 13.pptx
 
Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1
 
Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014
Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014
Lição 10 As setenta semanas 4ºTri.2014
 
Lição 9 esperando contra a esperança
Lição 9   esperando contra a esperançaLição 9   esperando contra a esperança
Lição 9 esperando contra a esperança
 
Neemias - O poder da oração
Neemias - O poder da oraçãoNeemias - O poder da oração
Neemias - O poder da oração
 
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
 

Mais de Éder Tomé

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Éder Tomé
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Éder Tomé
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
 

Último

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 

Último (14)

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 

Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia

  • 1. Judá é levado para o cativeiro da Babilônia
  • 3. Lição 01 – O chamado de um profeta Lição 02 – A intensidade das profecias de Jeremias Lição 03 – A postura profética de Jeremias Lição 04 – Jeremias: suas crises e solidão Lição 05 – Atributos indispensáveis de um profeta Lição 06 – O Senhor, Justiça Nossa Lição 07 – A coragem de um profeta levantado por Deus Lição 08 – O perigo de ser enganado por falsos profetas Lição 09 – O Senhor é soberano entre as nações Lição 10 – O profeta desce à casa do Oleiro Lição 11 – A soberba precede a ruína Lição 12 – Judá é levado para o cativeiro da Babilônia Lição 13 – Deus estabelecerá governo justo e eterno
  • 4. “E queimou a casa do Senhor, e a casa do rei, e também a todas as casas de Jerusalém, e incendiou todas as casas dos grandes.” (Jeremias 52:13)
  • 5. Os graves erros cometidos por seus líderes fizeram com que o povo de Judá se afundasse cada vez mais em seus pecados.
  • 6. 14 – E todo o exército dos caldeus, que estava com o capitão da guarda, derribou todos os muros que rodeavam Jerusalém. 15 – E os mais pobres do povo, e a parte do povo que tinha ficado na cidade, e os rebeldes que haviam passado para o rei da Babilônia, e o resto da multidão, Nebuzaradã, capitão da guarda, levou presos. 16 – Mas dos mais pobres da terra deixou Nebuzaradã, capitão da guarda, ficar alguns, para serem vinhateiros e lavradores. 28 – Este é o povo que Nabucodonozor levou cativo no sétimo ano: três mil e vinte e três judeus. Jeremias 52:14-16,28
  • 8. Entender o propósito de Deus a respeito do exílio; ❶ ❷ ❸ Ter certeza que o Senhor é Soberano entre as nações; Mostrar as consequências do pecado do povo de Judá.
  • 9. Ele mostrou Seu grande amor ao trazer Israel de volta após um longo exílio na Babilônia. O castigo foi necessário para mostrar ao povo que Deus não havia mudado. Ele queria que o Seu povo retornasse à verdadeira adoração.
  • 10. O povo de Israel estava andando segundo seu bel-prazer Praticando toda sorte de pecados (Jr 7:23-24) O povo de Israel foi eleito para ser um povo exclusivo do Senhor, como desviou dos verdadeiros ensinamentos, recusou as advertências... o juízo foi derramado sobre eles.
  • 11. O povo de Israel era para ser um povo separado que pudesse guiar outros povos em direção a Deus e ao Messias, todavia este povo se esqueceu do Senhor. Os pecados cometidos nos dias de Jeremias levando o povo ao exílio, continuam a acontecer de igual modo nos dias de hoje..
  • 12. Não há duvidas de que o rei Nabucodonosor serviu aos desígnios soberanos do Senhor para disciplinar o Seu povo desobediente, pois estavam envolvidos em muitos pecados (Jr 5:30-31) Deus queria que o Seu povo abandonasse os seus pecados e se voltasse para Ele, em reverência e dependência total. O exército dos Babilônios Chegou em Judá !
  • 13. O povo de Judá estava disfarçando a sua vida espiritual, vivendo um vida dupla. Suas vidas estavam sobrecarregadas de hipocrisia (Jr 6:14), ou seja, estavam praticando um culto da boca para fora. Deus trouxe contra esta nação, que já não mais O adorava, uma série de castigos, culminando na destruição de Jerusalém e o cativeiro do povo de Judá.
  • 14. Hoje, vivemos dias não diferentes de Jeremias, dias de indiferença e rebeldia ao Senhor, virá também o “dia do Senhor” JUDÁ Chegou o tempo do acerto de contas ! JUDÁ As profecias de Jeremias estavam sendo cumpridas. O avanço do exército babilônico contra Judá era a consequência do povo não ter atentado para as diversas advertências. JUDÁ
  • 17. Em seu livro, Jeremias nos apresenta um cenário envolvendo a perversão de Judá e de sua consequente derrota para os babilônios: Conforme a rebeldia do povo aumentava, mais vulneráveis se tornavam, sendo incapazes de compreender a vida e a realidade divina.
  • 18. Enquanto Jeremias serviu como profeta em Judá, Deus usava Daniel (no palácio) e Ezequiel (no campo) na cidade da Babilônia. Mesmo no cativeiro, Deus estava cuidando do Seu povo. 1200 Km A história do povo de Judá foi estendida em duas localidades geograficamente separadas. Este episódio mudou a história do povo de Deus.
  • 19. Fonte: Pr. Moisés Sampaio de Paula (IBBC)
  • 20. Daniel, mesmo no exílio, orava em seu quarto com a janela voltada para a direção de Jerusalém (Dn 6:10).
  • 21. Os babilônios destruíram o templo e deportaram a população para a Babilônia, o povo não tinha mais terra nem templo.
  • 22. Fonte: Pr. Moisés Sampaio de Paula (IBBC)
  • 23. Como era preciso adorar o Senhor, surge neste momento a SINAGOGA como local do culto judaico, local para as preleções, orações e leitura das Escrituras. Mesmo cativo, era preciso adorar ao Senhor.
  • 24. Tabernáculo Templos Sinagogas Usado pelo povo de Israel durante peregrinação no deserto (Ex 40) espécie de tenda móvel. Era lugar de sacrifício e adoração. Usado até ser substituído pelo primeiro templo em 959 a.C 1º Templo de Salomão Construído em 959.a.C e destruído 586 a.C pelos Babilônicos 2º Templo reconstruído por Zorobabel em 516 a.C Este templo foi restaurado por Herodes 18 a.C e foi destruído pelos romanos em 70 d.C 3º Templo está com projeto para construção em andamento. O Anticristo o profanará. Local onde os judeus se reúnem para orar, ler e ensinar a lei mosaíca, etc. O surgimento das sinagogas é normalmente atribuído ao período do exílio babilônico, quando os judeus deixaram de ter um templo para adorar e sacrificar em 586 a.C
  • 25. Muro das Lamentações Trata-se do único vestígio do segundo Templo que foi Construído por Zorobabel e restaurado por Herodes. considerado o lugar mais sagrado da Terra Santa pelos judeus
  • 26. TERCEIRO TEMPLO A construção do terceiro templo é associada, no cristianismo, às revelações do Apocalipse e segundo muitos teólogos, representaria a aproximação com o início da Grande Tribulação e o surgimento do anticristo. Projeto em Andamento Terceiro Templo já aparece simulado no Monte do Templo em Jerusalém pelo Google Maps
  • 28. SOBRE RÉPLICA TEMPLO DE SALOMÃO EM SÃO PAULO Uma verdadeira Aberração Teológica Inauguração do Templo de Salomão tem entrada da “Arca da Aliança” ? Consagração de “Levitas” Cristão ou Judeu ? ? ? ?
  • 29. Mesmo habitando com pagãos na Babilônia, o povo eleito do Senhor não poderia se contaminar, a lealdade não podia ser negociada. A nossa realidade não é diferente. No cativeiro Deus planejou trazer seu povo de volta à verdadeira adoração e mostrar às nações quem era o Deus de Judá. Daniel foi um homem leal a Deus da juventude à velhice
  • 30. O profeta Jeremias assegurou que o Senhor resgataria o Seu povo do cativeiro (Jr 30:10; 46:27). Outros profetas também asseguraram o livramento do exílio.
  • 31. O período que o povo ficou exilado marcou intensamente. Tiveram a consciência de culpabilidade pela catástrofe que se abateu sobre o reino de Judá. Sem duvida alguma, um dos períodos mais difíceis e dolorosos. Mas também foi motivo de renovação e retomada da fidelidade a Deus
  • 32. Deus usa quem Ele quer em Suas mãos. Após os setenta anos de cativeiro (Jr 29:10), o Senhor escolheu um rei gentio para executar os Seus planos. O rei Ciro foi um instrumento nas mãos do Senhor para garantir o retorno do Seu povo
  • 33. Deus não opera nem do jeito e nem no tempo do homem. Por toda a Escritura, notamos que o Senhor Deus não perde o controle, não se confunde e não é surpreendido. Assim, o Senhor Deus é poderoso para usar as circunstâncias em favor daqueles que O amam, confiam nEle e a Ele se submetem (Rm 8:28).
  • 34. Deus até nos permite sermos subjugados, mas não para sempre. Isto dura o tempo que for preciso para que aprendamos e cresçamos em Sua presença. Tudo que aconteceu com o povo de Judá foi por causa de sua desobediência, que trouxe como consequência o cativeiro.
  • 35. Lição 13 – Deus estabelecerá governo justo e eterno
  • 36. Deus Abençoe ! Fonte: Revista Betel Dominical – Editora Betel - 2º Trimestre – 2017 – Ano 27 - Nº 103