SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Agrupamento de Escolas de São João da Talha
Ano Lectivo: 2015/2016
Sociologia
Trabalho realizado por: Alexandra (Nº1); Madalena (Nº10) – 12ºC
2
Interação social:
As interacçõessãoconjuntosde relaçõesque os indivíduos estabelecem entre si, através dos
seus comportamentos. Alguns exemplos de interacções sociais são o simples facto de
encontrar alguém conhecido na rua (isto é, a forma mais simples de interacção social) ou até
mesmoas relaçõesque estabelecemos na organização de uma família, interacções estas que
resultam da vida em sociedade.
Existemdoistiposdistintosde interacção, que são eles: situação não formal, ou seja, quando
dois indivíduos comunicam pela primeira vez sem saberem o que esperar um do outro; e
situação formal, ou seja, quando dois indivíduos interagem e já têm uma certa relação,
sabendo o que esperar um do outro.
A sociologia estuda as interacções que resultam das relações intersubjectivas ou recíprocas,
isto é, as relações que se estabelecem entre dois ou mais indivíduos e onde já se sabe o que
esperar uns dos outros, resultante da função que desempenham; como por exemplo, as
relações pai/filho ou marido/mulher.
As interacçõessociaisparaseremdevidamente estudadastêmque ser contextualizadas tanto
no tempo como no espaço para o estudo fazer sentido. Para compreendermos cada acção
social é necessário um conhecimento acerca da cultura de cada sociedade, por exemplo, é
diferente estudar a condição da mulher de uma sociedade ocidental do nosso tempo ou
épocas anteriores e também numa sociedade árabe.
3
Grupos sociais:
Um grupo social é o conjuntode váriasinteracçõessociais,em que os indivíduos partilham de
determinadosvalorese interesses,ouseguemdeterminadasnormasparaatingirum objectivo
comum. Estesgrupos sociais podem ser distinguidos em função da sua estrutura e do tipo de
relacionamento entre os seus membros.
Durante a nossa vida, vamos participando em vários grupos sociais, como por exemplo na
escola.
Segundo Jean Paul Sartre, um filósofo, enquanto não se estabelecer nenhum tipo de
interacção social não existe grupo, existe uma “serialidade” em que cada individuo é
independente sem qualquerdistinçãoentre si.Comoporexemploquandoestamosnafilapara
comprar um bilhete de cinema, não quer dizer que os indivíduos estejam a interagir entre si,
sendo assim, não existe grupo social.
Existem vários tipos de grupos sociais, tais como: grupos primários, que são aqueles em que
estabelecemosinteracçõespessoaisdirectase normalmente,diariamente, como por exemplo
a família ou os vizinhos; grupos secundários, são aqueles que as interacções podem ser
directasouindirectas,masque acontecemsemintimidade,comoporexemploasigrejas ou os
partidospolíticos;porfim,existemosgruposintermediários, que são aqueles em que as duas
interacçõesprimáriase secundárias se complementam entre si, como por exemplo, a escola.
Existemaindaosagregadossociaisque sãosimplesmenteumgrande grupo de pessoas que se
“reúnem” num determinado sitio e momento, organizando-se desordenadamente e sem
estabelecerem contacto entre si ou apenas o mínimo de comunicação necessária.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sociologia: Interação social
Sociologia: Interação socialSociologia: Interação social
Sociologia: Interação social
hap99
 
Papéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociaisPapéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociais
Núriaa Gourgel
 
Grupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoGrupos sociais e integração
Grupos sociais e integração
Colegio GGE
 

Mais procurados (20)

Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociais
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Interações Sociais -Grupos Sociais
Interações Sociais-Grupos SociaisInterações Sociais-Grupos Sociais
Interações Sociais -Grupos Sociais
 
Sociologia: Interação social
Sociologia: Interação socialSociologia: Interação social
Sociologia: Interação social
 
Interação social e grupos sociais
Interação social e grupos sociaisInteração social e grupos sociais
Interação social e grupos sociais
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociais
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Trabalho interações sociais
Trabalho interações sociaisTrabalho interações sociais
Trabalho interações sociais
 
Interação social
Interação  socialInteração  social
Interação social
 
Agrupamentos Sociais
Agrupamentos SociaisAgrupamentos Sociais
Agrupamentos Sociais
 
Papéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociaisPapéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociais
 
Grupos sociais
Grupos sociaisGrupos sociais
Grupos sociais
 
Interação social
Interação social Interação social
Interação social
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Grupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoGrupos sociais e integração
Grupos sociais e integração
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 

Semelhante a Interação social o grupo social

Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptxAula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
ssuser132405
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
homago
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações Sociais
Paulo Alexandre
 

Semelhante a Interação social o grupo social (20)

Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Fund.filosofia e sociologia
Fund.filosofia e sociologiaFund.filosofia e sociologia
Fund.filosofia e sociologia
 
A sociologia no cotidiano
A sociologia no cotidianoA sociologia no cotidiano
A sociologia no cotidiano
 
Sociologia iii
Sociologia iiiSociologia iii
Sociologia iii
 
A Sociologia no Cotidiano.ppt
A Sociologia no Cotidiano.pptA Sociologia no Cotidiano.ppt
A Sociologia no Cotidiano.ppt
 
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptxAula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
 
Contato social blog
Contato social   blog Contato social   blog
Contato social blog
 
A Sociologia no Cotidiano.ppt
A Sociologia no Cotidiano.pptA Sociologia no Cotidiano.ppt
A Sociologia no Cotidiano.ppt
 
A Sociologia no Cotidiano.ppt
A Sociologia no Cotidiano.pptA Sociologia no Cotidiano.ppt
A Sociologia no Cotidiano.ppt
 
A sociologia no cotidiano 3 ano médio
A sociologia no cotidiano 3 ano médioA sociologia no cotidiano 3 ano médio
A sociologia no cotidiano 3 ano médio
 
Trabalho de sociologia completo caminho para sociedade
Trabalho de sociologia completo caminho para sociedadeTrabalho de sociologia completo caminho para sociedade
Trabalho de sociologia completo caminho para sociedade
 
sociologia no cotidiano-A Sociologia no Cotidiano.ppt
sociologia no cotidiano-A Sociologia no Cotidiano.pptsociologia no cotidiano-A Sociologia no Cotidiano.ppt
sociologia no cotidiano-A Sociologia no Cotidiano.ppt
 
O QUE É SOCIOLOGIA.ppt
O QUE É SOCIOLOGIA.pptO QUE É SOCIOLOGIA.ppt
O QUE É SOCIOLOGIA.ppt
 
Sociologiaa
SociologiaaSociologiaa
Sociologiaa
 
Cognição social
Cognição socialCognição social
Cognição social
 
Psicologia social - breves considerações
Psicologia social - breves consideraçõesPsicologia social - breves considerações
Psicologia social - breves considerações
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Socializacao controle social
Socializacao controle socialSocializacao controle social
Socializacao controle social
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações Sociais
 
Conceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologiaConceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologia
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 

Interação social o grupo social

  • 1. Agrupamento de Escolas de São João da Talha Ano Lectivo: 2015/2016 Sociologia Trabalho realizado por: Alexandra (Nº1); Madalena (Nº10) – 12ºC
  • 2. 2 Interação social: As interacçõessãoconjuntosde relaçõesque os indivíduos estabelecem entre si, através dos seus comportamentos. Alguns exemplos de interacções sociais são o simples facto de encontrar alguém conhecido na rua (isto é, a forma mais simples de interacção social) ou até mesmoas relaçõesque estabelecemos na organização de uma família, interacções estas que resultam da vida em sociedade. Existemdoistiposdistintosde interacção, que são eles: situação não formal, ou seja, quando dois indivíduos comunicam pela primeira vez sem saberem o que esperar um do outro; e situação formal, ou seja, quando dois indivíduos interagem e já têm uma certa relação, sabendo o que esperar um do outro. A sociologia estuda as interacções que resultam das relações intersubjectivas ou recíprocas, isto é, as relações que se estabelecem entre dois ou mais indivíduos e onde já se sabe o que esperar uns dos outros, resultante da função que desempenham; como por exemplo, as relações pai/filho ou marido/mulher. As interacçõessociaisparaseremdevidamente estudadastêmque ser contextualizadas tanto no tempo como no espaço para o estudo fazer sentido. Para compreendermos cada acção social é necessário um conhecimento acerca da cultura de cada sociedade, por exemplo, é diferente estudar a condição da mulher de uma sociedade ocidental do nosso tempo ou épocas anteriores e também numa sociedade árabe.
  • 3. 3 Grupos sociais: Um grupo social é o conjuntode váriasinteracçõessociais,em que os indivíduos partilham de determinadosvalorese interesses,ouseguemdeterminadasnormasparaatingirum objectivo comum. Estesgrupos sociais podem ser distinguidos em função da sua estrutura e do tipo de relacionamento entre os seus membros. Durante a nossa vida, vamos participando em vários grupos sociais, como por exemplo na escola. Segundo Jean Paul Sartre, um filósofo, enquanto não se estabelecer nenhum tipo de interacção social não existe grupo, existe uma “serialidade” em que cada individuo é independente sem qualquerdistinçãoentre si.Comoporexemploquandoestamosnafilapara comprar um bilhete de cinema, não quer dizer que os indivíduos estejam a interagir entre si, sendo assim, não existe grupo social. Existem vários tipos de grupos sociais, tais como: grupos primários, que são aqueles em que estabelecemosinteracçõespessoaisdirectase normalmente,diariamente, como por exemplo a família ou os vizinhos; grupos secundários, são aqueles que as interacções podem ser directasouindirectas,masque acontecemsemintimidade,comoporexemploasigrejas ou os partidospolíticos;porfim,existemosgruposintermediários, que são aqueles em que as duas interacçõesprimáriase secundárias se complementam entre si, como por exemplo, a escola. Existemaindaosagregadossociaisque sãosimplesmenteumgrande grupo de pessoas que se “reúnem” num determinado sitio e momento, organizando-se desordenadamente e sem estabelecerem contacto entre si ou apenas o mínimo de comunicação necessária.