SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor Mauro
As Treze Colônias
                    Tinham se constituído
                    ao longo da costa da
                    América do Norte, treze
                    colônias inglesas,
                    independentes entre si.
                    Grande movimento
                    migratório proveniente
                    sobretudo da Inglaterra,
                    da Irlanda e da Escócia.

                    Cada colônia tinha a sua
                    administração própria e,
                    apesar da presença de
                    um governador inglês,
                    gozavam de uma certa
                    autonomia.
Algumas diferenças entre elas:
Centro- Norte:
 • colônias de povoamento;

 • clima mais frio;

 • agricultura familiar;

 • mão de obra livre;

 • minifúndios;

 • policultura (diversidade na produção);

 • produção para mercado interno.
Sul:
• colônias de exploração;

• clima mais quente;

• agricultura em larga escala;

• mão de obra escrava;

• latifúndios;

• monocultura (um só produto);



• produção para mercado externo.
Se muitos aspectos separavam as colônias,
        existiam outros que as uniam:
-Língua inglesa era falada por quase 80% da população;
-O protestantismo era a religião da maioria;
- As necessidades de proteção contra os franceses e contra os
índios.
                  …e isso as levou…




         …a lutar pela Independência !!!
Antes Chá em Boston
      Festa do do conflito:
 Inglaterra ganhara guerra (dos 7 anos) contra a
  França, mas precisa se recuperar.Colonos
                                  disfarçados
 Ingleses aumentam impostos criando leis.
 Colonos criam boicotes, evitando comprar
  produtos ingleses.
 O maior protesto foi com a Festa do Chá!
                                                Chá inglês
 Ingleses fecham o porto com as Leis Intoleráveis.
        Colonos
        apoiam
        protesto
Leis intoleráveis provocam os colonos...




... E no segundo congresso de Filadélfia, Thomas
               Jefferson redigiu a
Declaração de Independência dos Estados Unidos
          da América (4 de Julho de 1776).
A declaração chega ao Rei George:




                  Mas ele não aceitou
                  abrir mão das 13
                  colônias tão
                  facilmente...
E declarou guerra aos colonos!




 Comando desunido;
 A comunicação lenta;
 A população hostil;
 Ingleses começam
  vencendo, mesmo assim!
Mas com a ajuda dos rivais ingleses:

 Holanda                   Espanha

               França




Colonos conquistam sua liberdade...
Em 1783, a Inglaterra aceitou a
  independência das suas colônias e cedeu-
     lhes ainda os territórios a leste do rio
                  Mississipi.




Pela 1.ª vez uma colônia se tornava independente
por meio de um ato revolucionário!
Nasciam ali oficialmente os EUA:




        A nova constituição
        americana era libertária, mas
        não dava liberdade aos
        escravos do Sul e o voto era
        censitário (com critérios)!
Independência da América
            Espanhola




 Chapetones
 Criollos
 Mestiços
 Índios
"Comércio livre com países
               livres"
 1.º - vieram as ideias
  iluministas...

 2.º - guerra contra o
  colonialismo espanhol...

 3.º - surgiram as jovens
  repúblicas, fragmentadas e
  oprimidas por caudilhos...

 4.º - consolidaram-se as
  oligarquias rurais
  dependentes do capitalismo
  inglês ...
Como nasceu o desejo pela
         independência?
 os criollos, a maioria pelo
  menos, estavam insatisfeitos
  com a Coroa espanhola por
  causa dos impostos cobrados
  e por causa do Pacto Colonial

 eles odiavam os chapetones
  por conta dos privilégios que
  estes tinham.
A invasão da Espanha pelas tropas napoleônicas em 1808

  Quando, em 1808, a Espanha rompeu o
   pacto de aliança que tinha com a França,
   Napoleão invadiu o reino e destronou o
   monarca espanhol Fernando VII, pondo
   em seu lugar, seu próprio irmão, José
   Bonaparte

 Diante da ocupação francesa da
  Espanha, os criollos, com a justificativa
  de que não aceitariam obedecer aos
  franceses, formaram em suas colônias
  juntas governativas, o que na prática
  significava independência...


 Com o tempo, contudo, essa experiência de
  autonomia fez alguns criollos darem um passo
  além: passaram a defender abertamente a
  separação da colônia de sua metrópole, ou
  seja, a independência.
Lembretes!

 O processo de independência da
  América hispânica foi conduzido e
  liderado pelos criollos.


 Os movimentos populares liderados por
  índios (Peru), mestiços (México) e
  escravos (Haiti) que existiram na
  América espanhola, não saíram
  vitoriosos a longo prazo.

 Havia um grupo de criollos que se
  beneficiava do Pacto Colonial, estes,
  por razões óbvias, eram contrários à
  ideia de independência.
Projetos para uma América Livre
Simon Bolívar     José de San Martin
 Em 1826, Bolivar convocou os
  representantes dos países recém-
                                          Bolivarismo
  independentes para participarem da
  Conferência do Panamá, cujo objetivo
  era a criação de uma confederação
  pan-americana.

 O sonho bolivariano de unidade
  política (PAN-AMERICANISMO)
  chocou-se, entretanto, com os
  interesses das oligarquias locais e
  com a oposição da Inglaterra e dos
  Estados Unidos, a quem não
  interessavam países unidos e fortes.

  O pan-americanismo foi vencido pela
   política do "divida e domine” e pelo
   localismo.
 Após o fracasso da Conferência do
Fragmentação     Panamá, a América Latina
                 fragmentou-se politicamente em
                 quase duas dezenas de pequenos
                 Estados soberanos, governados
                 pela aristocracia criolla.


                À emancipação e divisão política
                 latino-americana segue-se nova
                 dependência em relação à Inglaterra

                A independência política não foi
                 acompanhada de uma revolução
                 social ou econômica: as velhas
                 estruturas herdadas do passado
                 colonial sobreviveram!!!
 Contra a mita e a encomienda, o cacique
  (ou curaca) José Gabriel Condorcanqui     Tupac
  (dizendo-se descendente do líder Inca,
  Tupac Amaru), levantou-se contra os
  espanhóis em 1780.
                                            Amaru
 Possuía alguma formação e era
  influenciado pelas ideias iluministas.

 Recebeu o apoio de alguns criollos e
  também de mestiços, indígenas,
  escravos etc.
 Com medo da radicalização, alguns
  criollos e curacas pularam fora.
 Após ter a língua cortada, foi
  esquartejado por 4 cavalos e, depois de
  violentas batalhas, 80 mil seguidores
  foram mortos.
 Maior revolta colonial americana!
 Em 1810 houve a 1.ª tentativa: partiu das classes            México
  populares e foi um movimento predominantemente rural

 Líderes: Miguel Hidalgo, o padre Morellos
  e Vicente Guerrero.
 Propunham reformas sociais populares.
 Augustín Iturbide foi enviado pela Espanha para
  combater o grupo, mas aliou-se a Guerrero.

 Num acordo chamado Plano de Iguala,
  proclamaram a independência do México em
  1821.
 Iturbite, em 1822, autoproclamou-se imperador
  (Augustín I), mas durou pouco tempo. Foi
  deposto por um movimento republicano e
  fuzilado
   Em 1824 veio a independência definitiva, pelas mãos do general Guadalupe Vitória
    (sem ameaçar a estrutura agrária que beneficiava a elite e oprimia o povo...)
 Paraguai: 1813; criollo          Outras
  Gaspar Francia
                               independências
 Argentina: 1816; militar
  Manuel Belgrano e San
  Martin
 Chile: 1818; San Martin e
  Bernardo O´Higgins

 Uruguai: 1828; ao separar-
  se do Brasil na Guerra da
  Cisplatina
É isso aí
      pessoal!
    Estudem bem
         e...


            HASTA LA VISTA...




Tio Mauro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Independencia dos EUA
Independencia dos EUAIndependencia dos EUA
Independencia dos EUA
Carlos Zaranza
 
O iluminismo chega à América
O iluminismo chega à AméricaO iluminismo chega à América
O iluminismo chega à América
Josi Zanette do Canto
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
PROFºWILTONREIS
 
Revolução americana
Revolução americanaRevolução americana
Revolução americana
MarinaMartsenyuk
 
As trezes colônias
As trezes colôniasAs trezes colônias
As trezes colônias
Jean Silva
 
A independência dos estados unidos
A independência dos estados unidosA independência dos estados unidos
A independência dos estados unidos
Fernando Fagundes
 
Independência E.U.A.
Independência E.U.A.Independência E.U.A.
Independência E.U.A.
Maria Gomes
 
1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua
Fabiana Tonsis
 
A independência dos EUA ppt
A independência dos EUA pptA independência dos EUA ppt
A independência dos EUA ppt
josepinho
 
A independência dos estados unidos da américa
A independência dos estados unidos da américaA independência dos estados unidos da américa
A independência dos estados unidos da américa
Nelia Salles Nantes
 
Independência dos Estados Unidos
Independência dos Estados UnidosIndependência dos Estados Unidos
Independência dos Estados Unidos
Victor Souza
 
AS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRES
AS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRESAS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRES
AS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRES
Marcelo Celloto
 
Independencia dos estados unidos
Independencia dos estados unidosIndependencia dos estados unidos
Independencia dos estados unidos
maiconvinicios
 
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da Americatrabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
Daniel Dias
 
11ºb história
11ºb história11ºb história
11ºb história
Ricardo Martins
 
Independencia eua.filé
Independencia eua.filéIndependencia eua.filé
Independencia eua.filé
mundica broda
 
INDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUAINDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUA
Marcos Mororó
 
A independência dos estados unidos
A independência dos estados unidosA independência dos estados unidos
A independência dos estados unidos
Isaquel Silva
 
Independência dos E.U. A.
Independência dos E.U. A.Independência dos E.U. A.
Independência dos E.U. A.
Maria Gomes
 
Independência das treze colônias inglesas
Independência das treze colônias inglesasIndependência das treze colônias inglesas
Independência das treze colônias inglesas
Leonardo Caputo
 

Mais procurados (20)

Independencia dos EUA
Independencia dos EUAIndependencia dos EUA
Independencia dos EUA
 
O iluminismo chega à América
O iluminismo chega à AméricaO iluminismo chega à América
O iluminismo chega à América
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
 
Revolução americana
Revolução americanaRevolução americana
Revolução americana
 
As trezes colônias
As trezes colôniasAs trezes colônias
As trezes colônias
 
A independência dos estados unidos
A independência dos estados unidosA independência dos estados unidos
A independência dos estados unidos
 
Independência E.U.A.
Independência E.U.A.Independência E.U.A.
Independência E.U.A.
 
1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua
 
A independência dos EUA ppt
A independência dos EUA pptA independência dos EUA ppt
A independência dos EUA ppt
 
A independência dos estados unidos da américa
A independência dos estados unidos da américaA independência dos estados unidos da américa
A independência dos estados unidos da américa
 
Independência dos Estados Unidos
Independência dos Estados UnidosIndependência dos Estados Unidos
Independência dos Estados Unidos
 
AS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRES
AS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRESAS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRES
AS TREZE COLÔNIAS INGLESAS QUEREM SER LIVRES
 
Independencia dos estados unidos
Independencia dos estados unidosIndependencia dos estados unidos
Independencia dos estados unidos
 
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da Americatrabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
 
11ºb história
11ºb história11ºb história
11ºb história
 
Independencia eua.filé
Independencia eua.filéIndependencia eua.filé
Independencia eua.filé
 
INDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUAINDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUA
 
A independência dos estados unidos
A independência dos estados unidosA independência dos estados unidos
A independência dos estados unidos
 
Independência dos E.U. A.
Independência dos E.U. A.Independência dos E.U. A.
Independência dos E.U. A.
 
Independência das treze colônias inglesas
Independência das treze colônias inglesasIndependência das treze colônias inglesas
Independência das treze colônias inglesas
 

Destaque

Revoluções socialistas no Século XX
Revoluções socialistas no Século XX Revoluções socialistas no Século XX
Revoluções socialistas no Século XX
Juliano Castro
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
Fabio Salvari
 
A independência da américa latina
A independência da américa latinaA independência da américa latina
A independência da américa latina
Isaquel Silva
 
2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América
Daniel Alves Bronstrup
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
Carlos Vieira
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo

Destaque (7)

Revoluções socialistas no Século XX
Revoluções socialistas no Século XX Revoluções socialistas no Século XX
Revoluções socialistas no Século XX
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
 
A independência da américa latina
A independência da américa latinaA independência da américa latina
A independência da américa latina
 
2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 

Semelhante a Independências americanas

Apostila eja - unid. 7
Apostila eja - unid. 7Apostila eja - unid. 7
Apostila eja - unid. 7
Marcela Marangon Ribeiro
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Carlos Zaranza
 
Celso blog oitavo ano atv 3
Celso blog oitavo ano atv 3Celso blog oitavo ano atv 3
Celso blog oitavo ano atv 3
DiedNuenf
 
Independência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholasIndependência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholas
Fatima Freitas
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
Nelia Salles Nantes
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
Nelia Salles Nantes
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
Isabel Aguiar
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
historiando
 
Independencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados UnidosIndependencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados Unidos
Kleison
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
Nelia Salles Nantes
 
A ind. eua
A ind. euaA ind. eua
A ind. eua
borgia
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
Sahra Rodrigues
 
Crise do sistema_colonial
Crise do sistema_colonialCrise do sistema_colonial
Crise do sistema_colonial
Uelder Santos
 
Processo de independência da américa espanhola
Processo de independência da américa espanholaProcesso de independência da américa espanhola
Processo de independência da américa espanhola
Louise Caldart Colombo
 
Aula 14 américa espanhola
Aula 14   américa espanholaAula 14   américa espanhola
Aula 14 américa espanhola
Jonatas Carlos
 
2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx
2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx
2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx
RobsonCamposdeAbreu
 
Independência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América EspanholaIndependência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América Espanhola
Ricardo Diniz campos
 
Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911
fioravanti_silvia
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
dinicmax
 
Independência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasIndependência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias Espanholas
Gmsantos23
 

Semelhante a Independências americanas (20)

Apostila eja - unid. 7
Apostila eja - unid. 7Apostila eja - unid. 7
Apostila eja - unid. 7
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
Celso blog oitavo ano atv 3
Celso blog oitavo ano atv 3Celso blog oitavo ano atv 3
Celso blog oitavo ano atv 3
 
Independência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholasIndependência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholas
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
Independencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados UnidosIndependencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados Unidos
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
A ind. eua
A ind. euaA ind. eua
A ind. eua
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
 
Crise do sistema_colonial
Crise do sistema_colonialCrise do sistema_colonial
Crise do sistema_colonial
 
Processo de independência da américa espanhola
Processo de independência da américa espanholaProcesso de independência da américa espanhola
Processo de independência da américa espanhola
 
Aula 14 américa espanhola
Aula 14   américa espanholaAula 14   américa espanhola
Aula 14 américa espanhola
 
2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx
2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx
2ano-processosdeindependncianaamrica-120604203954-phpapp01.pptx
 
Independência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América EspanholaIndependência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América Espanhola
 
Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
 
Independência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasIndependência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias Espanholas
 

Último

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 

Último (20)

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 

Independências americanas

  • 2. As Treze Colônias Tinham se constituído ao longo da costa da América do Norte, treze colônias inglesas, independentes entre si. Grande movimento migratório proveniente sobretudo da Inglaterra, da Irlanda e da Escócia. Cada colônia tinha a sua administração própria e, apesar da presença de um governador inglês, gozavam de uma certa autonomia.
  • 3. Algumas diferenças entre elas: Centro- Norte: • colônias de povoamento; • clima mais frio; • agricultura familiar; • mão de obra livre; • minifúndios; • policultura (diversidade na produção); • produção para mercado interno.
  • 4. Sul: • colônias de exploração; • clima mais quente; • agricultura em larga escala; • mão de obra escrava; • latifúndios; • monocultura (um só produto); • produção para mercado externo.
  • 5. Se muitos aspectos separavam as colônias, existiam outros que as uniam: -Língua inglesa era falada por quase 80% da população; -O protestantismo era a religião da maioria; - As necessidades de proteção contra os franceses e contra os índios. …e isso as levou… …a lutar pela Independência !!!
  • 6. Antes Chá em Boston Festa do do conflito:  Inglaterra ganhara guerra (dos 7 anos) contra a França, mas precisa se recuperar.Colonos disfarçados  Ingleses aumentam impostos criando leis.  Colonos criam boicotes, evitando comprar produtos ingleses.  O maior protesto foi com a Festa do Chá! Chá inglês  Ingleses fecham o porto com as Leis Intoleráveis. Colonos apoiam protesto
  • 7. Leis intoleráveis provocam os colonos... ... E no segundo congresso de Filadélfia, Thomas Jefferson redigiu a Declaração de Independência dos Estados Unidos da América (4 de Julho de 1776).
  • 8. A declaração chega ao Rei George: Mas ele não aceitou abrir mão das 13 colônias tão facilmente...
  • 9. E declarou guerra aos colonos!  Comando desunido;  A comunicação lenta;  A população hostil;  Ingleses começam vencendo, mesmo assim!
  • 10. Mas com a ajuda dos rivais ingleses: Holanda Espanha França Colonos conquistam sua liberdade...
  • 11. Em 1783, a Inglaterra aceitou a independência das suas colônias e cedeu- lhes ainda os territórios a leste do rio Mississipi. Pela 1.ª vez uma colônia se tornava independente por meio de um ato revolucionário!
  • 12. Nasciam ali oficialmente os EUA: A nova constituição americana era libertária, mas não dava liberdade aos escravos do Sul e o voto era censitário (com critérios)!
  • 13. Independência da América Espanhola  Chapetones  Criollos  Mestiços  Índios
  • 14. "Comércio livre com países livres"  1.º - vieram as ideias iluministas...  2.º - guerra contra o colonialismo espanhol...  3.º - surgiram as jovens repúblicas, fragmentadas e oprimidas por caudilhos...  4.º - consolidaram-se as oligarquias rurais dependentes do capitalismo inglês ...
  • 15. Como nasceu o desejo pela independência?  os criollos, a maioria pelo menos, estavam insatisfeitos com a Coroa espanhola por causa dos impostos cobrados e por causa do Pacto Colonial  eles odiavam os chapetones por conta dos privilégios que estes tinham.
  • 16. A invasão da Espanha pelas tropas napoleônicas em 1808  Quando, em 1808, a Espanha rompeu o pacto de aliança que tinha com a França, Napoleão invadiu o reino e destronou o monarca espanhol Fernando VII, pondo em seu lugar, seu próprio irmão, José Bonaparte  Diante da ocupação francesa da Espanha, os criollos, com a justificativa de que não aceitariam obedecer aos franceses, formaram em suas colônias juntas governativas, o que na prática significava independência...  Com o tempo, contudo, essa experiência de autonomia fez alguns criollos darem um passo além: passaram a defender abertamente a separação da colônia de sua metrópole, ou seja, a independência.
  • 17. Lembretes!  O processo de independência da América hispânica foi conduzido e liderado pelos criollos.  Os movimentos populares liderados por índios (Peru), mestiços (México) e escravos (Haiti) que existiram na América espanhola, não saíram vitoriosos a longo prazo.  Havia um grupo de criollos que se beneficiava do Pacto Colonial, estes, por razões óbvias, eram contrários à ideia de independência.
  • 18. Projetos para uma América Livre Simon Bolívar José de San Martin
  • 19.  Em 1826, Bolivar convocou os representantes dos países recém- Bolivarismo independentes para participarem da Conferência do Panamá, cujo objetivo era a criação de uma confederação pan-americana.  O sonho bolivariano de unidade política (PAN-AMERICANISMO) chocou-se, entretanto, com os interesses das oligarquias locais e com a oposição da Inglaterra e dos Estados Unidos, a quem não interessavam países unidos e fortes.  O pan-americanismo foi vencido pela política do "divida e domine” e pelo localismo.
  • 20.  Após o fracasso da Conferência do Fragmentação Panamá, a América Latina fragmentou-se politicamente em quase duas dezenas de pequenos Estados soberanos, governados pela aristocracia criolla.  À emancipação e divisão política latino-americana segue-se nova dependência em relação à Inglaterra  A independência política não foi acompanhada de uma revolução social ou econômica: as velhas estruturas herdadas do passado colonial sobreviveram!!!
  • 21.  Contra a mita e a encomienda, o cacique (ou curaca) José Gabriel Condorcanqui Tupac (dizendo-se descendente do líder Inca, Tupac Amaru), levantou-se contra os espanhóis em 1780. Amaru  Possuía alguma formação e era influenciado pelas ideias iluministas.  Recebeu o apoio de alguns criollos e também de mestiços, indígenas, escravos etc.  Com medo da radicalização, alguns criollos e curacas pularam fora.  Após ter a língua cortada, foi esquartejado por 4 cavalos e, depois de violentas batalhas, 80 mil seguidores foram mortos.  Maior revolta colonial americana!
  • 22.  Em 1810 houve a 1.ª tentativa: partiu das classes México populares e foi um movimento predominantemente rural  Líderes: Miguel Hidalgo, o padre Morellos e Vicente Guerrero.  Propunham reformas sociais populares.  Augustín Iturbide foi enviado pela Espanha para combater o grupo, mas aliou-se a Guerrero.  Num acordo chamado Plano de Iguala, proclamaram a independência do México em 1821.  Iturbite, em 1822, autoproclamou-se imperador (Augustín I), mas durou pouco tempo. Foi deposto por um movimento republicano e fuzilado  Em 1824 veio a independência definitiva, pelas mãos do general Guadalupe Vitória (sem ameaçar a estrutura agrária que beneficiava a elite e oprimia o povo...)
  • 23.  Paraguai: 1813; criollo Outras Gaspar Francia independências  Argentina: 1816; militar Manuel Belgrano e San Martin  Chile: 1818; San Martin e Bernardo O´Higgins  Uruguai: 1828; ao separar- se do Brasil na Guerra da Cisplatina
  • 24. É isso aí pessoal! Estudem bem e... HASTA LA VISTA... Tio Mauro