SlideShare uma empresa Scribd logo
Unidade 2 – Capítulo 5 ÁFRICA DO NORTE    Prof.º Luiz Fernando Wisniewski [email_address]
ÁFRICA DO NORTE (BRANCA) Marrocos, Argélia, Tunísia, Líbia , Egito, Saara Ocidental e Mauritânia. População formada por povos Árabes na sua maioria islâmicos, ou seja, sua principal religião é a ISLÂMICA. Economia baseada na exportação de petróleo, minerais, alimentos (cereais e frutas) e turismo. Religião Predominante: Islamismo
Cairo - Egito “  O Egito é uma dádiva do Rio Nilo ” A expressão de Heródoto, historiador grego do século V a.c, fundamenta-se no passado aonde as cheias periódicas do Rio Nilo deixavam um lodo fertilizante sobre o solo, e com ele as plantações próximas as margens eram generosas, o que permitiu que povos se fixassem as margens do rio formando cidades. Atualmente em busca de impulsionar a economia através da industrialização  foi construída a usina hidroelétrica de Assuã, que devido a sua barragem alterou o regime de cheias prejudicando a produção de alimentos na região.
TURISMO NA ÁFRICA DO NORTE O turismo nessa região é importantíssimo como atividade econômica, principalmente em países como o Egito com suas Pirâmides e Esfinges, Tunísia com seus sítios arqueológicos, e Marrocos pois em seu litoral há belos balneários.
DEMOGRAFIA O IDH ( Índice de Desenvolvimento Humano)  é calculado levando-se em conta itens como SAÚDE, EDUCAÇÃO e DISTRIBUIÇÃO DE RENDA. Quanto mais próximo de 1,0 for o valor melhores condições de vida tem a população. Quase todos os países possuem um IDH MÉDIO, pois estão entre 0,500 e 0,799, exceto a Líbia que tem o IDH de 0,814, mas isso não quer dizer que ela é um país que não possui problemas sociais.
Unidade 2 – Capítulo 6 ÁFRICA SUBSAARIANA    Prof.º Luiz Fernando Wisniewski [email_address]
LOCALIZAÇÃO Á África Subsaariana se localiza abaixo do deserto do Saara, composto por 46 países e uma enorme diversidade étnica. Dos 46 países 29 se encontram entre as nações mais pobres do mundo. Vale a pena lembrar que muitos Africanos foram levados como escravos para o Brasil,e muitos brasileiros descendem  de algum grupo étnico africano.
DEMOGRAFIA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
IDH EM SUA GRANDE MAIORIA OS PAÍSES DA ÁFRICA SUBSAARIANA POSSUEM IDH BAIXO, O QUE MOSTRA QUE ESTES PAÍSES POSSUEM UM PEQUENO DESENVOLVIMENTO E UMA BAIXA QUALIDADE DE VIDA IDH BAIXO:   de 0,000 e 0,500  IDH MÉDIO:  0,500 e 0,799  IDH ALTO:  superior a 0,800
SAÚDE As condições são precárias no sistema de saúde  faz com que as endemias se propaguem pelo continente, aumentando de forma grandiosa a mortalidade no continente. Segundo a organização “ Médico Sem Fronteira” , de 10 pessoas infectadas por malária 9 são africanas. Ela é a doença que mais mata crianças na África. Segundo a Organização Mundial da Saúde 2/3 de todos infectados pela AIDS estão na África, a doença já matou mais de 17 milhões de pessoas. Algumas Organizações não governamentais como “ Médico Sem Fronteiras” são responsáveis pela ajuda as populações da África.
EDUCAÇÃO Os problemas educacionais são sérios, faltam escolas e o número de profissionais da área de ensino é insuficiente. Em muitos países africanos as crianças deixam as escolas para se transformar em soldados nas guerras internas. Outras deixam a escola para lutar pela sobrevivência, trabalhando em minas de ouro e agricultura caracterizando como trabalho infantil. Uma população que não sabe ler e escrever pode ser facilmente manipulada, aceitando com certa facilidade aquilo que outras pessoas (políticos) lhe dizem, não tendo acesso a cultura e ao crescimento intelectual.”
ECONOMIA Composto em sua maioria por países exportadores de matéria prima e ao mesmo tempo importadores de produtos industrializados e de serviços, encontrando-se à margem da economia mundial, sendo manipulados pelos ricos países. Está condição reflete na falta de recursos econômicos destinados para a saúde, educação e projetos sociais. Sua economia está baseada na: AGRICULTURA MINERAÇÃO INDÚSTRIA TURISMO
AGRICULTURA Por estar situado dentro da zona intertropical da Terra o clima favorece a agricultura de produtos tropicais. O sistema de produção utilizado é os  PLANTATIONS,  que são grandes extensões de terras aonde são produzidos um tipo de produto utilizando-se de mão de obra barata. LATIFUNDIOS – MONOCULTURA – MÃO DE OBRA ABUNDANTE E BARATA A produção tem destino certo, abastecer os grandes mercados dos países desenvolvidos. Principais produtos: cacau, café, chá, cana-de-açucar, algodão, amendoim, abacaxi e banana.
MINERAÇÃO Á África Subsaariana detém 7% das reservas mundiais de petróleo e  cerca de 11% da produção mundial. O que faz com que grandes empresas transnacionais que trabalham na prospecção e na exploração de petróleo atuem em países como Nigéria , Angola , Congo entre outros. Outros produtos: ouro, prata, diamantes, minério de ferro, manganês, bauxita, sal marinho e mineral, urânio , carvão entre outros. Agora você entende porque o subsolo africano chamou tanta a atenção dos europeus.
DIAMANTES DE SANGUE Amor, fidelidade, riqueza e glamour. Por trás desses símbolos representados pelos diamantes, existe um comércio cruel que ceifa vidas e fomenta a guerra em diversos países africanos, principalmente Serra Leoa: estas pedras preciosas contrabandeadas ficaram conhecidas como os diamantes de sangue .
INDUSTRIAS Estes países são carentes de mão de obra qualificada devido ao baixo nível de estudo e falta de escolas e universidades e pouco investimentos tendo a base da industria no setor de alimentos, bebidas e têxteis. Alguns países devido ao interesse internacional há empresas transnacionais no ramo petroquímico, siderúrgica, metalúrgica e de eletrônicos. Importante salientar que os produtos primários, aqueles originados da agricultura,  pecuária e minerais, sempre terão os preços mais baixos no mercado , já que os produtos provenientes do setor secundário, os produtos industrializados possuem uma maior vantagem econômica.
TURISMO As principais atrações são os parques nacionais e o turismo ecológico, porém o turismo poderia ser explorado de forma melhor se houvesse uma melhoria na infra estrutura como aeroportos, rodovias, hotéis e resolver problemas relacionados a endemias.
TURISMO CATARATAS VITÓRIA Localização: Entre a Zâmbia e Zimbabué
ÁFRICA DO SUL – UM CASO ESPECIAL POPULAÇÃO: GRANDE DIVERSIDADE ÉTNICA 77 % Negros 12 % Brancos 8,5 % Mestiços 2,5 Asiáticos É o país com o melhor desempenho econômico dessa grande região, porém os indicadores sociais mostram dificuldade. Expectativa de vida : 44,5 Homem e 45,2 Mulher Mortalidade infantil: 40 por mil Analfabetismo: 14,8 %
Á partir de 1975 o IDH da África do Sul apresenta-se de forma ascendente até 1995, fato que coincide com o fim do Apartheid. Após 1995 ocorre uma redução deste índice. Não podemos afirmar que o fim do Apartheid foi negativo para as classes mais atingidas por este regime. Este regime racista produziu enorme abismo entre a parcela predominante da nação e o minoritário de brancos. Sem falar que o governo a partir de Mandela encontraram dificuldades administrativas, relacionados a corrupção dos governantes.
APARTHEID NA ÁFRICA DO SUL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
APARTHEID NA ÁFRICA DO SUL
NELSON MANDELA Principal representante do movimento ANTI-APARTHEID, como ativista, sabotador e guerrilheiro. Considerado pela maioria das pessoas um guerreiro em luta pela liberdade, era considerado pelo governo sul-africano um terrorista. Em 1962 foi preso e 5 anos depois foi sentenciado à prisão perpétua. Em 1990 foi libertado. Em 1993, recebeu o Nobel da Paz, pelos esforços desenvolvidos no sentido de acabar com a segregação racial. E em Maio de 1994, tornou-se ele próprio o primeiro presidente negro da África do Sul
CONFLITOS  ÉTNICOS O motivo dos diversos conflitos étnicos é consequência da longa dominação praticada pelos países ricos e a divisão desorganizada dos territórios   realizada pelos colonizadores,e ao adquirirem a independência, muitos países africanos acabaram tendo grupos étnicos rivais dentro dos mesmos limites ocasionando conflitos e guerras civis pelo controle do poder. Muitos autores chamam o continente africano de “ colcha de retalhos” graças a divisão desorganizada dos territórios feita pelos europeus colonizadores. Colcha de retalhos África
ORGANIZAÇÃO DA UNIDADE AFRICANA E UNIÃO AFRICANA A Organização de Unidade Africana (OUA), instituição diplomática internacional, foi fundada a 25 de Maio de 1963, em Addis Abeba, na Etiópia, por trinta chefes de Estado e de Governo africanos, e substituída pela União Africana (criada a 11 de Julho de 2000). Tanto a antiga OUA quanto UA tem como objetivos principais a defesa da independência dos países africanos colonizados, a luta contra toda e qualquer manifestação de colonialismo ou neocolonialismo, a promoção da paz e da solidariedade entre os países africanos e a defesa dos interesses políticos, econômicos e sociais dos países-membros e da África em geral. 
DICA DE FILME No país africano Serra Leoa, na década de 90, o filme acompanha a história de Danny Archer (Leonardo DiCaprio), um mercenário sul-africano, e o pescador Solomon Vandy (Djimon Hounsou). Apesar de terem nascido no mesmo continente, têm histórias completamente diferentes, mas seus destinos são unidos por conta da busca por um raro diamante cor-de-rosa. Com a ajuda de Maddy Bowen (Jennifer Connelly), uma jornalista norte-americana, eles embarcam numa perigosa jornada em meio ao instável território.
BONS ESTUDOS !!! "Enquanto a cor da pele for mais importante q o brilho dos olhos,sempre haverá guerra"
BLOG PROFESSOR LUIZ FERNANDO W - GEOGRAFIA http://www.educacaoadventista.org.br/blog/lfwgeografia/ e-mail: lfw.geografia@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

8º ano trimestral
8º ano trimestral8º ano trimestral
8º ano trimestral
Christie Freitas
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Professor
 
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômicaModulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
Claudio Henrique Ramos Sales
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
Cadernizando
 
O continente africano
O continente  africanoO continente  africano
O continente africano
Colégio Nova Geração COC
 
Diferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundoDiferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundo
Lauro Corrêa
 
áFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos 8º ano
áFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos   8º anoáFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos   8º ano
áFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos 8º ano
Colégio Santo Antônio
 
Africa Quadro Natural
Africa   Quadro NaturalAfrica   Quadro Natural
Africa Quadro Natural
Luciano Pessanha
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
Alexandre Alves
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Christie Freitas
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
Christie Freitas
 
Geografia continente africano
Geografia   continente africanoGeografia   continente africano
Geografia continente africano
André Luiz Marques
 
Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...
Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...
Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...
Alexsanderhl
 
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociaisCaps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
profacacio
 
O continente africano
O continente africanoO continente africano
O continente africano
Jefferson Santos
 
Ásia Aspectos físicos.
Ásia Aspectos físicos.Ásia Aspectos físicos.
Ásia Aspectos físicos.
Camila Brito
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Oriente médio física e petróleo
Oriente médio   física e petróleoOriente médio   física e petróleo
Oriente médio física e petróleo
flaviocosac
 
GEOGRAFIA DA ÁFRICA
GEOGRAFIA DA ÁFRICAGEOGRAFIA DA ÁFRICA
GEOGRAFIA DA ÁFRICA
Henrique Pontes
 
África
África África
África
Camila Brito
 

Mais procurados (20)

8º ano trimestral
8º ano trimestral8º ano trimestral
8º ano trimestral
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômicaModulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
 
O continente africano
O continente  africanoO continente  africano
O continente africano
 
Diferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundoDiferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundo
 
áFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos 8º ano
áFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos   8º anoáFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos   8º ano
áFrica do norte, subsaariana e conflitos étnicos 8º ano
 
Africa Quadro Natural
Africa   Quadro NaturalAfrica   Quadro Natural
Africa Quadro Natural
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
 
Geografia continente africano
Geografia   continente africanoGeografia   continente africano
Geografia continente africano
 
Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...
Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...
Africa, relevo, clima, hidrografia e vegetação( trabalho de geografia, colegi...
 
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociaisCaps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
 
O continente africano
O continente africanoO continente africano
O continente africano
 
Ásia Aspectos físicos.
Ásia Aspectos físicos.Ásia Aspectos físicos.
Ásia Aspectos físicos.
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
 
Oriente médio física e petróleo
Oriente médio   física e petróleoOriente médio   física e petróleo
Oriente médio física e petróleo
 
GEOGRAFIA DA ÁFRICA
GEOGRAFIA DA ÁFRICAGEOGRAFIA DA ÁFRICA
GEOGRAFIA DA ÁFRICA
 
África
África África
África
 

Destaque

Norte de áfrica
Norte de áfricaNorte de áfrica
Norte de áfrica
daniela159
 
África Central e Ocidental
África Central e Ocidental África Central e Ocidental
África Central e Ocidental
Robs
 
África do Norte
África do NorteÁfrica do Norte
África do Norte
Edvaldo S. Júnior
 
África Setentrional
África SetentrionalÁfrica Setentrional
África Setentrional
Kaenna Santos
 
ÁFrica setentrional
ÁFrica setentrionalÁFrica setentrional
ÁFrica setentrional
DeaaSouza
 
África Colonização e Descolonização
África  Colonização e DescolonizaçãoÁfrica  Colonização e Descolonização
África Colonização e Descolonização
Rodrigo Baglini
 

Destaque (6)

Norte de áfrica
Norte de áfricaNorte de áfrica
Norte de áfrica
 
África Central e Ocidental
África Central e Ocidental África Central e Ocidental
África Central e Ocidental
 
África do Norte
África do NorteÁfrica do Norte
África do Norte
 
África Setentrional
África SetentrionalÁfrica Setentrional
África Setentrional
 
ÁFrica setentrional
ÁFrica setentrionalÁFrica setentrional
ÁFrica setentrional
 
África Colonização e Descolonização
África  Colonização e DescolonizaçãoÁfrica  Colonização e Descolonização
África Colonização e Descolonização
 

Semelhante a Geografia - África do Norte e Subsaariana

Aula de geografia sobre conflitos étnicos
Aula de geografia sobre conflitos étnicosAula de geografia sobre conflitos étnicos
Aula de geografia sobre conflitos étnicos
AlessandraRibas7
 
Africa do Sul
Africa do SulAfrica do Sul
Continente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e históricoContinente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e histórico
Colégio Nova Geração COC
 
África
ÁfricaÁfrica
África
Camila Brito
 
O continente africano.
O continente africano.O continente africano.
O continente africano.
Camila Brito
 
ÁFRICA - Regionalização.pdf
ÁFRICA - Regionalização.pdfÁFRICA - Regionalização.pdf
ÁFRICA - Regionalização.pdf
Henrique Pontes
 
Africa I
Africa IAfrica I
Africa I
Débora Sales
 
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptxUni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
KelvinSousa11
 
Africa do Sul
Africa do SulAfrica do Sul
Africa do Sul
Débora Sales
 
Trabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africanoTrabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africano
Lucas Cechinel
 
áFrica 2
áFrica 2áFrica 2
áFrica 2
Edirlene Fraga
 
Unidade 8 temas 3 e 4 8º ano
Unidade 8 temas 3 e 4   8º anoUnidade 8 temas 3 e 4   8º ano
Unidade 8 temas 3 e 4 8º ano
Christie Freitas
 
áFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos SociaisáFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos Sociais
ceama
 
África aspectos naturais e demográficos ok
África aspectos naturais e demográficos okÁfrica aspectos naturais e demográficos ok
África aspectos naturais e demográficos ok
ProfessoresColeguium
 
A ÁFRICA
A ÁFRICAA ÁFRICA
áFrica aspectos naturais e demográficos
áFrica  aspectos naturais e demográficosáFrica  aspectos naturais e demográficos
áFrica aspectos naturais e demográficos
Cristina Penha
 
Africa
AfricaAfrica
ApresentaçãO Africa
ApresentaçãO AfricaApresentaçãO Africa
ApresentaçãO Africa
professoraivani
 
áFrica em busca da virada introdução e desenvolvimento
áFrica em busca da virada   introdução e desenvolvimentoáFrica em busca da virada   introdução e desenvolvimento
áFrica em busca da virada introdução e desenvolvimento
baltazar
 
Isa e gi
Isa e giIsa e gi
Isa e gi
Tauane Reis
 

Semelhante a Geografia - África do Norte e Subsaariana (20)

Aula de geografia sobre conflitos étnicos
Aula de geografia sobre conflitos étnicosAula de geografia sobre conflitos étnicos
Aula de geografia sobre conflitos étnicos
 
Africa do Sul
Africa do SulAfrica do Sul
Africa do Sul
 
Continente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e históricoContinente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e histórico
 
África
ÁfricaÁfrica
África
 
O continente africano.
O continente africano.O continente africano.
O continente africano.
 
ÁFRICA - Regionalização.pdf
ÁFRICA - Regionalização.pdfÁFRICA - Regionalização.pdf
ÁFRICA - Regionalização.pdf
 
Africa I
Africa IAfrica I
Africa I
 
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptxUni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
 
Africa do Sul
Africa do SulAfrica do Sul
Africa do Sul
 
Trabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africanoTrabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africano
 
áFrica 2
áFrica 2áFrica 2
áFrica 2
 
Unidade 8 temas 3 e 4 8º ano
Unidade 8 temas 3 e 4   8º anoUnidade 8 temas 3 e 4   8º ano
Unidade 8 temas 3 e 4 8º ano
 
áFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos SociaisáFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos Sociais
 
África aspectos naturais e demográficos ok
África aspectos naturais e demográficos okÁfrica aspectos naturais e demográficos ok
África aspectos naturais e demográficos ok
 
A ÁFRICA
A ÁFRICAA ÁFRICA
A ÁFRICA
 
áFrica aspectos naturais e demográficos
áFrica  aspectos naturais e demográficosáFrica  aspectos naturais e demográficos
áFrica aspectos naturais e demográficos
 
Africa
AfricaAfrica
Africa
 
ApresentaçãO Africa
ApresentaçãO AfricaApresentaçãO Africa
ApresentaçãO Africa
 
áFrica em busca da virada introdução e desenvolvimento
áFrica em busca da virada   introdução e desenvolvimentoáFrica em busca da virada   introdução e desenvolvimento
áFrica em busca da virada introdução e desenvolvimento
 
Isa e gi
Isa e giIsa e gi
Isa e gi
 

Mais de André Luiz Marques

Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença MantidaA Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
André Luiz Marques
 
Impacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutosImpacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutos
André Luiz Marques
 
A geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-DilúvioA geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-Dilúvio
André Luiz Marques
 
Pela graca sois salvos
Pela graca sois salvosPela graca sois salvos
Pela graca sois salvos
André Luiz Marques
 
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiroQuem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
André Luiz Marques
 
Minerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - EspecialidadeMinerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - Especialidade
André Luiz Marques
 
A Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-DiluvioA Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-Diluvio
André Luiz Marques
 
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhasA precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
André Luiz Marques
 
Jesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35minJesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35min
André Luiz Marques
 
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntasCriacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
André Luiz Marques
 
Minerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidadeMinerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidade
André Luiz Marques
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço
André Luiz Marques
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
André Luiz Marques
 
Universo Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20minUniverso Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20min
André Luiz Marques
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
André Luiz Marques
 
Concurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacionalConcurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacional
André Luiz Marques
 
Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?
André Luiz Marques
 
Impacto Profundo
Impacto ProfundoImpacto Profundo
Impacto Profundo
André Luiz Marques
 
Selo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da bestaSelo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da besta
André Luiz Marques
 

Mais de André Luiz Marques (20)

Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença MantidaA Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
 
Impacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutosImpacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutos
 
A geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-DilúvioA geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-Dilúvio
 
Pela graca sois salvos
Pela graca sois salvosPela graca sois salvos
Pela graca sois salvos
 
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiroQuem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
 
Minerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - EspecialidadeMinerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - Especialidade
 
A Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-DiluvioA Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-Diluvio
 
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhasA precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
 
Jesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35minJesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35min
 
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntasCriacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
 
Minerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidadeMinerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidade
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
 
Universo Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20minUniverso Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20min
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
 
Concurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacionalConcurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacional
 
Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?
 
Impacto Profundo
Impacto ProfundoImpacto Profundo
Impacto Profundo
 
Selo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da bestaSelo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da besta
 

Último

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 

Último (20)

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 

Geografia - África do Norte e Subsaariana

  • 1. Unidade 2 – Capítulo 5 ÁFRICA DO NORTE  Prof.º Luiz Fernando Wisniewski [email_address]
  • 2. ÁFRICA DO NORTE (BRANCA) Marrocos, Argélia, Tunísia, Líbia , Egito, Saara Ocidental e Mauritânia. População formada por povos Árabes na sua maioria islâmicos, ou seja, sua principal religião é a ISLÂMICA. Economia baseada na exportação de petróleo, minerais, alimentos (cereais e frutas) e turismo. Religião Predominante: Islamismo
  • 3. Cairo - Egito “ O Egito é uma dádiva do Rio Nilo ” A expressão de Heródoto, historiador grego do século V a.c, fundamenta-se no passado aonde as cheias periódicas do Rio Nilo deixavam um lodo fertilizante sobre o solo, e com ele as plantações próximas as margens eram generosas, o que permitiu que povos se fixassem as margens do rio formando cidades. Atualmente em busca de impulsionar a economia através da industrialização foi construída a usina hidroelétrica de Assuã, que devido a sua barragem alterou o regime de cheias prejudicando a produção de alimentos na região.
  • 4. TURISMO NA ÁFRICA DO NORTE O turismo nessa região é importantíssimo como atividade econômica, principalmente em países como o Egito com suas Pirâmides e Esfinges, Tunísia com seus sítios arqueológicos, e Marrocos pois em seu litoral há belos balneários.
  • 5. DEMOGRAFIA O IDH ( Índice de Desenvolvimento Humano) é calculado levando-se em conta itens como SAÚDE, EDUCAÇÃO e DISTRIBUIÇÃO DE RENDA. Quanto mais próximo de 1,0 for o valor melhores condições de vida tem a população. Quase todos os países possuem um IDH MÉDIO, pois estão entre 0,500 e 0,799, exceto a Líbia que tem o IDH de 0,814, mas isso não quer dizer que ela é um país que não possui problemas sociais.
  • 6. Unidade 2 – Capítulo 6 ÁFRICA SUBSAARIANA  Prof.º Luiz Fernando Wisniewski [email_address]
  • 7. LOCALIZAÇÃO Á África Subsaariana se localiza abaixo do deserto do Saara, composto por 46 países e uma enorme diversidade étnica. Dos 46 países 29 se encontram entre as nações mais pobres do mundo. Vale a pena lembrar que muitos Africanos foram levados como escravos para o Brasil,e muitos brasileiros descendem de algum grupo étnico africano.
  • 8.
  • 9. IDH EM SUA GRANDE MAIORIA OS PAÍSES DA ÁFRICA SUBSAARIANA POSSUEM IDH BAIXO, O QUE MOSTRA QUE ESTES PAÍSES POSSUEM UM PEQUENO DESENVOLVIMENTO E UMA BAIXA QUALIDADE DE VIDA IDH BAIXO: de 0,000 e 0,500 IDH MÉDIO: 0,500 e 0,799 IDH ALTO: superior a 0,800
  • 10. SAÚDE As condições são precárias no sistema de saúde faz com que as endemias se propaguem pelo continente, aumentando de forma grandiosa a mortalidade no continente. Segundo a organização “ Médico Sem Fronteira” , de 10 pessoas infectadas por malária 9 são africanas. Ela é a doença que mais mata crianças na África. Segundo a Organização Mundial da Saúde 2/3 de todos infectados pela AIDS estão na África, a doença já matou mais de 17 milhões de pessoas. Algumas Organizações não governamentais como “ Médico Sem Fronteiras” são responsáveis pela ajuda as populações da África.
  • 11. EDUCAÇÃO Os problemas educacionais são sérios, faltam escolas e o número de profissionais da área de ensino é insuficiente. Em muitos países africanos as crianças deixam as escolas para se transformar em soldados nas guerras internas. Outras deixam a escola para lutar pela sobrevivência, trabalhando em minas de ouro e agricultura caracterizando como trabalho infantil. Uma população que não sabe ler e escrever pode ser facilmente manipulada, aceitando com certa facilidade aquilo que outras pessoas (políticos) lhe dizem, não tendo acesso a cultura e ao crescimento intelectual.”
  • 12. ECONOMIA Composto em sua maioria por países exportadores de matéria prima e ao mesmo tempo importadores de produtos industrializados e de serviços, encontrando-se à margem da economia mundial, sendo manipulados pelos ricos países. Está condição reflete na falta de recursos econômicos destinados para a saúde, educação e projetos sociais. Sua economia está baseada na: AGRICULTURA MINERAÇÃO INDÚSTRIA TURISMO
  • 13. AGRICULTURA Por estar situado dentro da zona intertropical da Terra o clima favorece a agricultura de produtos tropicais. O sistema de produção utilizado é os PLANTATIONS, que são grandes extensões de terras aonde são produzidos um tipo de produto utilizando-se de mão de obra barata. LATIFUNDIOS – MONOCULTURA – MÃO DE OBRA ABUNDANTE E BARATA A produção tem destino certo, abastecer os grandes mercados dos países desenvolvidos. Principais produtos: cacau, café, chá, cana-de-açucar, algodão, amendoim, abacaxi e banana.
  • 14. MINERAÇÃO Á África Subsaariana detém 7% das reservas mundiais de petróleo e cerca de 11% da produção mundial. O que faz com que grandes empresas transnacionais que trabalham na prospecção e na exploração de petróleo atuem em países como Nigéria , Angola , Congo entre outros. Outros produtos: ouro, prata, diamantes, minério de ferro, manganês, bauxita, sal marinho e mineral, urânio , carvão entre outros. Agora você entende porque o subsolo africano chamou tanta a atenção dos europeus.
  • 15. DIAMANTES DE SANGUE Amor, fidelidade, riqueza e glamour. Por trás desses símbolos representados pelos diamantes, existe um comércio cruel que ceifa vidas e fomenta a guerra em diversos países africanos, principalmente Serra Leoa: estas pedras preciosas contrabandeadas ficaram conhecidas como os diamantes de sangue .
  • 16. INDUSTRIAS Estes países são carentes de mão de obra qualificada devido ao baixo nível de estudo e falta de escolas e universidades e pouco investimentos tendo a base da industria no setor de alimentos, bebidas e têxteis. Alguns países devido ao interesse internacional há empresas transnacionais no ramo petroquímico, siderúrgica, metalúrgica e de eletrônicos. Importante salientar que os produtos primários, aqueles originados da agricultura, pecuária e minerais, sempre terão os preços mais baixos no mercado , já que os produtos provenientes do setor secundário, os produtos industrializados possuem uma maior vantagem econômica.
  • 17. TURISMO As principais atrações são os parques nacionais e o turismo ecológico, porém o turismo poderia ser explorado de forma melhor se houvesse uma melhoria na infra estrutura como aeroportos, rodovias, hotéis e resolver problemas relacionados a endemias.
  • 18. TURISMO CATARATAS VITÓRIA Localização: Entre a Zâmbia e Zimbabué
  • 19. ÁFRICA DO SUL – UM CASO ESPECIAL POPULAÇÃO: GRANDE DIVERSIDADE ÉTNICA 77 % Negros 12 % Brancos 8,5 % Mestiços 2,5 Asiáticos É o país com o melhor desempenho econômico dessa grande região, porém os indicadores sociais mostram dificuldade. Expectativa de vida : 44,5 Homem e 45,2 Mulher Mortalidade infantil: 40 por mil Analfabetismo: 14,8 %
  • 20. Á partir de 1975 o IDH da África do Sul apresenta-se de forma ascendente até 1995, fato que coincide com o fim do Apartheid. Após 1995 ocorre uma redução deste índice. Não podemos afirmar que o fim do Apartheid foi negativo para as classes mais atingidas por este regime. Este regime racista produziu enorme abismo entre a parcela predominante da nação e o minoritário de brancos. Sem falar que o governo a partir de Mandela encontraram dificuldades administrativas, relacionados a corrupção dos governantes.
  • 21.
  • 23. NELSON MANDELA Principal representante do movimento ANTI-APARTHEID, como ativista, sabotador e guerrilheiro. Considerado pela maioria das pessoas um guerreiro em luta pela liberdade, era considerado pelo governo sul-africano um terrorista. Em 1962 foi preso e 5 anos depois foi sentenciado à prisão perpétua. Em 1990 foi libertado. Em 1993, recebeu o Nobel da Paz, pelos esforços desenvolvidos no sentido de acabar com a segregação racial. E em Maio de 1994, tornou-se ele próprio o primeiro presidente negro da África do Sul
  • 24. CONFLITOS ÉTNICOS O motivo dos diversos conflitos étnicos é consequência da longa dominação praticada pelos países ricos e a divisão desorganizada dos territórios realizada pelos colonizadores,e ao adquirirem a independência, muitos países africanos acabaram tendo grupos étnicos rivais dentro dos mesmos limites ocasionando conflitos e guerras civis pelo controle do poder. Muitos autores chamam o continente africano de “ colcha de retalhos” graças a divisão desorganizada dos territórios feita pelos europeus colonizadores. Colcha de retalhos África
  • 25. ORGANIZAÇÃO DA UNIDADE AFRICANA E UNIÃO AFRICANA A Organização de Unidade Africana (OUA), instituição diplomática internacional, foi fundada a 25 de Maio de 1963, em Addis Abeba, na Etiópia, por trinta chefes de Estado e de Governo africanos, e substituída pela União Africana (criada a 11 de Julho de 2000). Tanto a antiga OUA quanto UA tem como objetivos principais a defesa da independência dos países africanos colonizados, a luta contra toda e qualquer manifestação de colonialismo ou neocolonialismo, a promoção da paz e da solidariedade entre os países africanos e a defesa dos interesses políticos, econômicos e sociais dos países-membros e da África em geral. 
  • 26. DICA DE FILME No país africano Serra Leoa, na década de 90, o filme acompanha a história de Danny Archer (Leonardo DiCaprio), um mercenário sul-africano, e o pescador Solomon Vandy (Djimon Hounsou). Apesar de terem nascido no mesmo continente, têm histórias completamente diferentes, mas seus destinos são unidos por conta da busca por um raro diamante cor-de-rosa. Com a ajuda de Maddy Bowen (Jennifer Connelly), uma jornalista norte-americana, eles embarcam numa perigosa jornada em meio ao instável território.
  • 27. BONS ESTUDOS !!! "Enquanto a cor da pele for mais importante q o brilho dos olhos,sempre haverá guerra"
  • 28. BLOG PROFESSOR LUIZ FERNANDO W - GEOGRAFIA http://www.educacaoadventista.org.br/blog/lfwgeografia/ e-mail: lfw.geografia@gmail.com