SlideShare uma empresa Scribd logo
Módulo 27

Exercícios
Resolvidos
 de Calor
Questão 39
(UFPB) Um engenheiro testa materiais para serem usados na
fabricação da carroceria de um automóvel. Entre outras
propriedades, é desejável a utilização de materiais com alto
calor específico. Ele verifica que, para aumentar em 3ºC a
temperatura de 32 g do material A, é necessário fornecer 24
cal de calor a esse material. Para obter o mesmo aumento de
temperatura em 40 g do material B, é preciso 24 cal. Já 50 g
do material C necessitam 15 cal para sofrer o mesmo
acréscimo de temperatura. Os calores específicos dos
materiais A, B e C são respectivamente:
Questão 39
a) CA = 0,25 cal/g°C; CB = 0,20 cal/g°C; CC = 0,10 cal/g°C

b) CA = 0,20 cal/g°C; CB = 0,35 cal/g°C; CC = 0,15 cal/g°C

c) CA = 0,30 cal/g°C; CB = 0,10 cal/g°C; CC = 0,20 cal/g°C

d) CA = 0,35 cal/g°C; CB = 0,20 cal/g°C; CC = 0,10 cal/g°C

e) CA = 0,10 cal/g°C; CB = 0,30 cal/g°C; CC = 0,25 cal/g°C
Resposta 39
Material A                             Material c
                     Material B
Q mc                                   15 50 c 3
                     24 40 C 3
24 32 c 3                                  15
                         24            c
    24               c                    150
c                       120
    96                                 cc 0,1 cal/gº C
                     cB 0,2 cal/gº C
c A 0,25 cal/ gº C



        Letra A
Questão 40
Um bloco de metal de massa 50 g está a 10ºC. Ao receber
1.000 cal, sua temperatura sobe para 60º C. A capacidade
térmica do bloco vale, em cal/ºC:
a) 0,4
b) 10
c) 20
d) 50
e) 100
Resposta 40

Q C
100 c (60 10)
   1000
c
    50
c 20 cal/º C
Questão 41
(UERJ) A quantidade de calor necessária para ferver a água
que enche uma chaleira comum de cozinha é, em calorias, da
ordem de:
a) 102
b) 103
c) 104
d) 105
Resposta 41
1L 1Kg
Q 1000 1 100
     5
Q 10

               Letra D
Questão 42
(UFG) Com o objeto de economizar energia, um morador
instalou no telhado de sua residência um coletor solar com
capacidade de 1,2 x 108 cal/dia. Toda essa energia foi utilizada
para aquecer 2,0 x 103 L de água armazenada em um
reservatório termicamente isolado. De acordo com estes
dados, a variação da temperatura da água (em graus Celsius)
ao final de um dia é de:
Dados:
Calor específico da água ca = 1,0 cal/gºC
Densidade da água da = 1,0 g/cm3

   a) 1,2     b) 6,0      c) 12,0     c) 60,0      e) 120,0
Resposta 42
          3
1g / cm        1Kg / l
2 x10³l       2 x10³ Kg
Q   mc
      8              6
1,2 10        2 10
                 8
      1,2 10
       2 10 6             Letra D
      60 C
Questão 43
(UFRJ) Sabemos que no verão, sob sol a pino, a temperatura
da areia da praia fica muito maior que a da água. Para avaliar
quantitativamente este fenômeno, , um estudante coletou
amostras de massas iguais de água e de areia e cedeu a cada
uma delas a mesma quantidade de calor. Verificou, então, que
enquanto a temperatura da amostra de areia sofreu um
acréscimo de 50ºC, a temperatura da amostra de água sofreu
um acréscimo de apenas 6ºC. Considere o calor específico da
água 1,00 cal/g ºC. Calcule o calor específica da areia.
´
Resposta 43
Q m c
Q m16
Q 6m
6m m c 50
    6
c        0,12cal / g C
    50
Questão 44
(UFRS) Um corpo de alumínio e outro de ferro possuem
massas mAl e mFer respectivamente. Considere que o calor
específico do alumínio é o dobro do calor específico do ferro.
Se os dois corpos, ao receberem a mesma quantidade de
calor Q, sofrem a mesma variação de temperatura ∆T, as
massas dos corpos são tais que
´

    a)mAI    = 4mFc
    b)mAI    = 2mFc
    c) mAI   = mFc
    d) mAI   = mFc /2
    e)mAI    = 4mFc /4
Resposta 44
QAl    QFe
m Al c Al      mFe cFe
m Al 2cFe    mFe cFe
       mFe
m Al
        2
                         Letra D
Questão 45
(PUC) UM líquido, cuja massa é de 1000 g, é aquecido por um
aquecedor de potência igual a 8.100 Watts. O calor específico
do líquido é de 2,7 J/g ºC. Qual é variação de temperatura do
líquido por unidade de tempo, em ºC/s?

a) 2,7
b) 3
c) 8,1
d) 0,33
e) 300
´
Resposta 45
    Q
P
     t
      Q
8100
       1
Q 8100J
Q m c
8100 1000 2,7     Letra B
     8100
          3
     2700
Módulo
               28
Exercícios
Resolvidos
    de
Mudanças
de Estados
Questão 46
(UERJ) O calor específico da água é da ordem de 1,0 cal . g-1 .
ºC-1 e seu calor latente de fusão é igual a 80 cal . g-1 . Para
transformar 200 g de gelo a 0ºC em água a 30ºC, a
quantidade de energia necessária, em quilocalorias, equivale
a:

a)   8
b)   11
c)   22
d)   28
Resposta 46
Q1   m l
Q1   200 80
Q1 16000cal


Q2   m c
Q2   200 1 30
Q2   6000cal

                      Letra C
QT   16000 6000
QT   22000cal
Questão 47
(UERJ) Uma menina deseja fazer um chá de camomila, mas
só possui 200g de gelo a 0ºC e um forno de microondas cuja
potência máxima é 800W. Considere que a menina está no
nível do mar, o calor latente de fusão do gelo é 80 cal/g, o
calor específico da água é 1 cal/g ºC e que 1 cal vale
aproximadamente 4 joules. Usando esse forno sempre na
potência máxima, o tempo necessário para a água entrar em
ebulição é:
a)   45 s
b)   90 s
c)   180 s
d)   360 s
Resposta 47
                 QT   36000cal   QT   36000x 4
Q1   ml          QT   144000J
Q1   200 80
Q1 16000cal      P
                     Q
                      t
                      144000
Q2   200 1 100   800
                           t
Q2   20000cal     t
                     144000
                             180
                        800
                                      Letra C
Questão 48
O gráfico a seguir representa a temperatura de uma amostra
de massa 20 g de determinada substância, inicialmente no
estado sólido, em função da quantidade de calor que ela
absorve:




 Com base nessas informações, marque a alternativa
 correta.
Questão 48
a) O calor latente de fusão da substância é igual a 30 cal/g.

b) O calor específico na fase sólida é maior do que o calor

   específico da fase líquida.

c) A temperatura de fusão da substância é de 300º C.

d) O calor específico na fase líquida da substância vale 1,0

   cal/(g . ºC).
Resposta 48
Q   ml        Q m c
600 20l       600 20 c 20
   600           600
l             c
    20           400
l 30cal / g   c 1,5cal / g C

                               Letra A
Questão 49
(UERJ) Um técnico, utilizando uma fonte t térmica de potência
eficaz igual a 100W, realizada uma experiência para
determinar a quantidade de energia necessária para fundir
completamente 100g de chumbo, a partir da temperatura de
27ºC.
Ele anota os dados da variação da temperatura em função do
tempo, ao longo da experiência, e constrói o gráfico a seguir:
Questão 49
(Se o chumbo tem calor específico igual a 0,13J/g ºC e calor
latente de fusão igual a 25J/g, então o instante T do gráfico,
em segundos, e a energia total consumida, em joules,
correspondem respectivamente, a:


a) 25 2 2.500

b) 39 e 3.900

c) 25 3 5.200

d) 39 e 6.400
Resposta 49
Q m c                 3900
                  t
Q 100 0,13 300         100
Q 3900J           t   39s
p
    Q            Q    P. t
     t           Q 100.64 6400J
     3900
100
       t
                             Letra D
Questão 50

(UERJ) Um recipiente de capacidade térmica desprezível
contém 1Kg de um líquido extremamente viscoso.
Dispara-se um projétil de 2 x 10-2 Kg que, ao penetrar no
líquido, vai rapidamente ao repouso. Verifica-se então que a
temperatura do líquido sofre um acréscimo de 3ºC.
Sabendo que o calor específico do líquido é 3 J/Kg ºC, calcule
a velocidade com que o projétil penetra no líquido.
Resposta 50
Q m c          9
         v²      2
Q 13 3       10
Q 9J     v ² 9 10²
Ec Q
         v   9 10²
mv ²
     9
 2       v 30m / s
Questão 51
(UERJ) Um calorímetro de capacidade térmica desprezível
tem uma de suas paredes inclinada como mostra a figura.
Um bloco de gelo, a 0ºC, é abandonado a 1,68 x 10-1 m de
altura e desliza até atingir a base do calorímetro, quando pára.
                                       Sabendo que o calor
                                       latente de fusão do
                                       gelo vale 3,36 x 105
                                       J/Kg e considerando g
                                       = 10 m/s2, calcule a
                                       fração da massa do
                                       bloco de gelo que se
                                       funde.
Resposta 51
Ep m g h
                        1
Ep m 10 1,68 10
Ep 1,68m
Q    ml
                        5
1,68m      m 3,36 x10
 m         1,68
                    5
 m      3,36 x10
 m              6
        5 x10
 m
Módulo
              29
 Exercícios
Resolvidos de
Principio das
 Trocas de
    calor
Questão 52
(UNIRIO) Num recipiente adiabático que contém 1,0 litro de
água, colocou-se um bloco de ferro de massa igual a 1,0 Kg.
Atingido o equilíbrio térmico, verificou-se que a temperatura da
água aumentou em 50º C, enquanto o bloco se resfriou em
algumas centenas de graus Celsius.
Isso ocorreu em virtude da diferença entre suas (seus):
a)   Capacidade térmicas.
b)   Densidades.
c)   Calores latentes.
d)   Coeficientes de dilatação térmica.
e)   Coeficientes de condutibilidade térmica.
Resposta 52
a) Capacidade térmicas.

b) Densidades.

c) Calores latentes.

d) Coeficientes de dilatação térmica.

e) Coeficientes de condutibilidade térmica.
Resposta 52
a) Capacidade térmicas.

b) Densidades.

c) Calores latentes.

d) Coeficientes de dilatação térmica.

e) Coeficientes de condutibilidade térmica.
Questão 53
(UNIRIO) Em um recipiente adiabático são misturados 100 g
de líquido A, inicialmente a uma temperatura de 80º C, e 100
g de líquido B, inicialmente a uma temperatura de 20º C.
Depois de atingido o equilíbrio térmico, a temperatura da
mistura é de 60º C. Considerando-se CA e CB os calores
específicos das substâncias A e B, respectivamente,
determine o valor da razão CA / CB.
Resposta 53
QA QB    0
100 c A ( 20) 100 cB 40 0
 2000c A 4000cB    0
4000cB   2000c A
cA   4000
             2
cB   2000
Questão 54
(UNIRIO) Em um recipiente termicamente isolado são
misturados 100 g de água a 8º C com 200 g de água a 20º C.
A temperatura final de equilíbrio será igual a:


a)   10º C
b)   14º C
c)   15º C
d)   16ºC
e)   20ºC
Resposta 54
Q1 Q2      0
100 1(T 8) 200 1 (T 20) 0
100T 800 200T 4000 0
300T    4800 0
300T    4800
    4800
T
     300
T   16 C
                      Letra D
Questão 55
(UNIRIO)




Representemos acima o diagrama de variação da
temperatura de duas massas de água, m, (inicialmente a 80º
C) e m2 ( inicialmente a 20º C), que foram misturadas em um
vaso adiabático,
Questão 55
Considerando os dados fornecidos pelos gráficos, podemos
afirmar que:

a) m1 = 3m2

b) m1=m2/2

c) m1 = m2/3

d) m1 = 2m2

e) m1 = m2
Resposta 55
Q1 Q2        0
m1 1(40 80) m2 1 (40 20)    0
m1 ( 40) m2 20       0
20m2        40m1
m2     2m1
       m2
m1
       2                  Letra B
Questão 56
(UERJ) Uma bolinha de aço a 120º C é colocada sobre um
pequeno cubo de gelo a 0º C.
Em escala linear, o gráfico que melhor representa a variação,
no tempo, das temperaturas da bolinha de aço e do cubo de
gelo, até alcançarem um estado de equilíbrio, é:
Resposta 56
Resposta 56
Questão 57
(UNIFICADO) Em um calorímetro ideal, colocam-se 100 de
gelo a 0º C com 1000g de água líquida a 0º C. Em seguida,
são formuladas três hipóteses sobre o que poderá ocorrer com
o sistema água + gelo no interior do calorímetro:

I – parte do gelo derreterá, diminuindo a massa do bloco de
gelo;

II – parte da água congelará, diminuindo a massa de água
líquida;

III – as massas de gelo e de água líquida permanecerão
inalteradas.
Questão 57
Assinalando V para hipótese verdadeira e F para hipótese
falsa, a sequência correta será:


a) F, F, F

b) F, F, V

c) F, V. F

d) V, F, F

e) V, V, F
Resposta 57
Assinalando V para hipótese verdadeira e F para hipótese
falsa, a sequência correta será:


a) F, F, F

b) F, F, V

c) F, V. F

d) V, F, F

e) V, V, F
Questão 58
(UNIFICADO) Em um calorímetro ideal misturam-se uma certa
massa de vapor d’água a 100º C com uma outra massa de
gelo a O ºC, sob pressão que é mantida normal. Após alguns
minutos, estabelece-se o equilíbrio térmico.
Dentre as opções abaixo, assinale a única que apresenta uma
situação impossível para o equilíbrio térmico.
 a) Gelo e água a 0ºC.
b) Apenas água a 0ºC.
c) Apenas água a 50ºC
d) Apenas água a 100ºC
e) Apenas vapor d’água a 100ºC
Questão 58
a) Gelo e água a 0ºC.


b) Apenas água a 0ºC.


c) Apenas água a 50ºC


d) Apenas água a 100ºC

e) Apenas vapor d’água a 100ºC
Resposta 58
a) Gelo e água a 0ºC.


b) Apenas água a 0ºC.


c) Apenas água a 50ºC


d) Apenas água a 100ºC

e) Apenas vapor d’água a 100ºC
Questão 59
UFF) Em um recipiente termicamente isolado e de
capacidade térmica desprezível, são colocados 50g de gelo a
0ºC e um bloco de 50 g de alumínio a 120ºC. Sabe-se que os
calores específicos de alumínio, do gelo e da água valem,
respectivamente, 0,2 cal/g ºC, o,5 cal/g ºC e que o calor
latente de fusão do gelo é 80 cal/g.
Uma vez atingido o equilíbrio térmico, é correto afirmar que:
 a) parte do gelo derreteu e a temperatura é 0ºC;
b) parte do gelo derreteu e a temperatura é 20ºC;
c) parte do gelo derreteu e a temperatura é 50ºC;
d) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 0ºC;
e) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 20ºC;
Resposta 59

a) parte do gelo derreteu e a temperatura é 0ºC;


b) parte do gelo derreteu e a temperatura é 20ºC;


c) parte do gelo derreteu e a temperatura é 50ºC;


d) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 0ºC;


e) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 20ºC;
Resposta 59
Q   mc
Q 50 0,2 120
Q 1200cal
Q ml
1200 m80
    1200
m        15 g
     80         Letra A
Questão 60
(UFRJ) Um calorímetro, considerado ideal, contém,
inicialmente, uma certa massa de água à temperatura de
19.8ºC. Observa-se que, após introduzir no calorímetro uma
massa de gelo a 0ºC, de valor igual a um quarto de massa
inicial da água, a temperatura de equilíbrio térmico é 0ºC, com
o gelo totalmente derretido. A partir desses dados, obtenha o
calor latente de fusão do gelo. Considere o calor específico da
água igual a 1,0 cal/g ºC.
Resposta 60
Q   mc
Q   m 1 19,8
Q   m 19,8
Q   ml
    m
Q     l
    4
        m
19,8m     l
        4
l 19,8 4
l 79,2cal / g
Questão 61
(UNIRIO) No café de manhã de uma fábrica, é oferecida aos
funcionários uma certa quantidade de café com leite,
misturados, com massas iguais, obtendo-se uma mistura a
uma temperatura de 50º C. Supondo que os calores
específicos do café e do leite são iguais, indique qual a
temperatura que o café deve ter ao ser adicionado ao leite,
caso o leite esteja a uma temperatura inicial de 30º C.
 a) 40ºC           d) 70ºC
 b) 50ºC           e) 80ºC
 c) 60ºC
Resposta 61
Qc   QL   0
m c (50 T ) m c (50 30)   0
50mc Tmc 20mc 0
70mc Tmc 0
70mc Tmc
T 70 C
                     Letra D
Questão 62
(UFF) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta.
a) O calor específico de uma substância é sempre constante.
b) A quantidade de calor necessária para aquecer uma certa
   massa de água de 0º C a 5º C é igual à quantidade de
   calor necessária para elevar a temperatura de uma mesma
   massa de gelo de 0ºC a 5º C.
c) Massas iguais de água e alumínio ao receberem a mesma
   quantidade de calor sofrerão a mesma variação de
   temperatura.
d) Misturando-se água a 10ºC com gelo a 0ºC, a temperatura
   final de equilíbrio térmico será sempre menor que 10ºC e
   maior que 0ºC.
e) Corpos de massas e materiais diferentes podem ter
   capacidades térmicas iguais.
Resposta 62
a) O calor específico de uma substância é sempre constante.
b) A quantidade de calor necessária para aquecer uma certa
   massa de água de 0º C a 5º C é igual à quantidade de
   calor necessária para elevar a temperatura de uma mesma
   massa de gelo de 0ºC a 5º C.
c) Massas iguais de água e alumínio ao receberem a mesma
   quantidade de calor sofrerão a mesma variação de
   temperatura.
d) Misturando-se água a 10ºC com gelo a 0ºC, a temperatura
   final de equilíbrio térmico será sempre menor que 10ºC e
   maior que 0ºC.
e) Corpos de massas e materiais diferentes podem ter
   capacidades térmicas iguais.
Resposta 62
a) O calor específico de uma substância é sempre constante.
b) A quantidade de calor necessária para aquecer uma certa
   massa de água de 0º C a 5º C é igual à quantidade de
   calor necessária para elevar a temperatura de uma mesma
   massa de gelo de 0ºC a 5º C.
c) Massas iguais de água e alumínio ao receberem a mesma
   quantidade de calor sofrerão a mesma variação de
   temperatura.
d) Misturando-se água a 10ºC com gelo a 0ºC, a temperatura
   final de equilíbrio térmico será sempre menor que 10ºC e
   maior que 0ºC.
e) Corpos de massas e materiais diferentes podem ter
   capacidades térmicas iguais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Impulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de MovimentoImpulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de Movimento
Marco Antonio Sanches
 
Máquinas térmicas
Máquinas térmicasMáquinas térmicas
Máquinas térmicas
Edinei Chagas
 
Geometria de complexos
Geometria de complexosGeometria de complexos
Geometria de complexos
Ray Sant'Anna
 
Simetria da molecula diclorometano
Simetria da molecula diclorometanoSimetria da molecula diclorometano
Simetria da molecula diclorometano
Gabriela Begalli
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
José Nunes da Silva Jr.
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
Paulo Filho
 
Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
Dani Barbosa
 
Espelhos Esféricos
Espelhos EsféricosEspelhos Esféricos
Espelhos Esféricos
laizdiniz
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Drica Salles
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
Fernando Lucas
 
Relatório 7: Viscosímetro de Stokes
Relatório 7: Viscosímetro de StokesRelatório 7: Viscosímetro de Stokes
Relatório 7: Viscosímetro de Stokes
Fausto Pagan
 
Voltametria e polarografia
Voltametria e polarografiaVoltametria e polarografia
Voltametria e polarografia
brunolafaetisantosesilva
 
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimiaHistória da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
Sunny K. S. Freitas
 
Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Termodinamica
TermodinamicaTermodinamica
Termodinamica
Elisabete Trentin
 
Conceitos de temperatura e calor
Conceitos de temperatura e calorConceitos de temperatura e calor
Conceitos de temperatura e calor
Daniel Lavouras (Bagual)
 
Quimica orgânica
Quimica orgânicaQuimica orgânica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Estudo dos Gases
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Estudo dos Gaseswww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Estudo dos Gases
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Estudo dos Gases
Videoaulas De Física Apoio
 
Aula sobre grandezas químicas
Aula sobre grandezas químicasAula sobre grandezas químicas
Aula sobre grandezas químicas
Profª Alda Ernestina
 
Apostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionicoApostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionico
Anderson Lino
 

Mais procurados (20)

Impulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de MovimentoImpulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de Movimento
 
Máquinas térmicas
Máquinas térmicasMáquinas térmicas
Máquinas térmicas
 
Geometria de complexos
Geometria de complexosGeometria de complexos
Geometria de complexos
 
Simetria da molecula diclorometano
Simetria da molecula diclorometanoSimetria da molecula diclorometano
Simetria da molecula diclorometano
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
 
Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
 
Espelhos Esféricos
Espelhos EsféricosEspelhos Esféricos
Espelhos Esféricos
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
Relatório 7: Viscosímetro de Stokes
Relatório 7: Viscosímetro de StokesRelatório 7: Viscosímetro de Stokes
Relatório 7: Viscosímetro de Stokes
 
Voltametria e polarografia
Voltametria e polarografiaVoltametria e polarografia
Voltametria e polarografia
 
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimiaHistória da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
 
Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
 
Termodinamica
TermodinamicaTermodinamica
Termodinamica
 
Conceitos de temperatura e calor
Conceitos de temperatura e calorConceitos de temperatura e calor
Conceitos de temperatura e calor
 
Quimica orgânica
Quimica orgânicaQuimica orgânica
Quimica orgânica
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Estudo dos Gases
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Estudo dos Gaseswww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Estudo dos Gases
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Estudo dos Gases
 
Aula sobre grandezas químicas
Aula sobre grandezas químicasAula sobre grandezas químicas
Aula sobre grandezas químicas
 
Apostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionicoApostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionico
 

Semelhante a www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos Calorimetria

www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetriawww.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
AulasEnsinoMedio
 
206 calorimetria
206 calorimetria206 calorimetria
206 calorimetria
Aulas de Física
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
Videoaulas De Física Apoio
 
Aulas 6 e 7
Aulas 6 e 7Aulas 6 e 7
Aulas 6 e 7
Alice Gomes
 
Lista 2° ano
Lista 2° anoLista 2° ano
Lista 2° ano
Wellington Sampaio
 
2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano
2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano
2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano
O mundo da FÍSICA
 
termodinâmica - Resolução de exercicios.pptx
termodinâmica - Resolução de exercicios.pptxtermodinâmica - Resolução de exercicios.pptx
termodinâmica - Resolução de exercicios.pptx
Ferreira José
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2
pensefisica
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2
pensefisica
 
Questõesdetermologia3
Questõesdetermologia3Questõesdetermologia3
Questõesdetermologia3
afpinto
 
Fisica 2 exercicios gabarito 03
Fisica 2 exercicios gabarito 03Fisica 2 exercicios gabarito 03
Fisica 2 exercicios gabarito 03
comentada
 
Apostila ex termo
Apostila ex termoApostila ex termo
Td 2 ano
Td 2 anoTd 2 ano
Td 2 ano
Tulio Marcos
 
Ita2007 4dia
Ita2007 4diaIta2007 4dia
Ita2007 4dia
cavip
 
Fisica 2 exercicios gabarito 09
Fisica 2 exercicios gabarito 09Fisica 2 exercicios gabarito 09
Fisica 2 exercicios gabarito 09
comentada
 
Listasabado6 fisica2
Listasabado6 fisica2Listasabado6 fisica2
Listasabado6 fisica2
resolvidos
 
3 fisica
3 fisica3 fisica
3 fisica
Diego Machado
 
Calorimetria avançado - 2013
Calorimetria   avançado - 2013Calorimetria   avançado - 2013
Calorimetria avançado - 2013
eduardo
 
Lista 2 termodinamica
Lista 2 termodinamicaLista 2 termodinamica
Lista 2 termodinamica
Charlesguidotti
 
Td de calorimetria
Td de calorimetriaTd de calorimetria
Td de calorimetria
sergiowagneroliveira
 

Semelhante a www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos Calorimetria (20)

www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetriawww.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
 
206 calorimetria
206 calorimetria206 calorimetria
206 calorimetria
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
 
Aulas 6 e 7
Aulas 6 e 7Aulas 6 e 7
Aulas 6 e 7
 
Lista 2° ano
Lista 2° anoLista 2° ano
Lista 2° ano
 
2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano
2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano
2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano
 
termodinâmica - Resolução de exercicios.pptx
termodinâmica - Resolução de exercicios.pptxtermodinâmica - Resolução de exercicios.pptx
termodinâmica - Resolução de exercicios.pptx
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2
 
Questõesdetermologia3
Questõesdetermologia3Questõesdetermologia3
Questõesdetermologia3
 
Fisica 2 exercicios gabarito 03
Fisica 2 exercicios gabarito 03Fisica 2 exercicios gabarito 03
Fisica 2 exercicios gabarito 03
 
Apostila ex termo
Apostila ex termoApostila ex termo
Apostila ex termo
 
Td 2 ano
Td 2 anoTd 2 ano
Td 2 ano
 
Ita2007 4dia
Ita2007 4diaIta2007 4dia
Ita2007 4dia
 
Fisica 2 exercicios gabarito 09
Fisica 2 exercicios gabarito 09Fisica 2 exercicios gabarito 09
Fisica 2 exercicios gabarito 09
 
Listasabado6 fisica2
Listasabado6 fisica2Listasabado6 fisica2
Listasabado6 fisica2
 
3 fisica
3 fisica3 fisica
3 fisica
 
Calorimetria avançado - 2013
Calorimetria   avançado - 2013Calorimetria   avançado - 2013
Calorimetria avançado - 2013
 
Lista 2 termodinamica
Lista 2 termodinamicaLista 2 termodinamica
Lista 2 termodinamica
 
Td de calorimetria
Td de calorimetriaTd de calorimetria
Td de calorimetria
 

Mais de Videoaulas De Física Apoio

www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...
www.aulasdefisicaapoio.com -  Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...www.aulasdefisicaapoio.com -  Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Trabalho e Energia Mecânica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Trabalho e Energia Mecânicawww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Trabalho e Energia Mecânica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Trabalho e Energia Mecânica
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétricowww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Hidrostática
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Hidrostáticawww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Hidrostática
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Hidrostática
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Gravitação Universal
www.aulasdefisicaapoio.com  - Física -  Gravitação Universalwww.aulasdefisicaapoio.com  - Física -  Gravitação Universal
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Gravitação Universal
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Dinâmica e Movimento
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Dinâmica e Movimentowww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Dinâmica e Movimento
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Dinâmica e Movimento
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...
www.aulasdefisicaapoio.com -  Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...www.aulasdefisicaapoio.com -  Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refr...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refr...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refr...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refr...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...
www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refração
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refraçãowww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refração
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refração
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Espelhos Esféricos
www.aulasdefisicaapoio.com - Física  - Exercícios Resolvidos  Espelhos Esféricoswww.aulasdefisicaapoio.com - Física  - Exercícios Resolvidos  Espelhos Esféricos
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Espelhos Esféricos
Videoaulas De Física Apoio
 
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luz
www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luzwww.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luz
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luz
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
www.aulasdefisicaapoio.com -  Exercícios  Resolvidos Ópticawww.aulasdefisicaapoio.com -  Exercícios  Resolvidos Óptica
www.aulasdefisicaapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
Videoaulas De Física Apoio
 
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...
www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...
Videoaulas De Física Apoio
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda
 www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda
Videoaulas De Física Apoio
 

Mais de Videoaulas De Física Apoio (20)

www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...
www.aulasdefisicaapoio.com -  Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...www.aulasdefisicaapoio.com -  Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Gravitação Un...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Trabalho e Energia Mecânica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Trabalho e Energia Mecânicawww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Trabalho e Energia Mecânica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Trabalho e Energia Mecânica
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétricowww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Hidrostática
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Hidrostáticawww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Hidrostática
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Hidrostática
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Gravitação Universal
www.aulasdefisicaapoio.com  - Física -  Gravitação Universalwww.aulasdefisicaapoio.com  - Física -  Gravitação Universal
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Gravitação Universal
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Dinâmica e Movimento
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Dinâmica e Movimentowww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Dinâmica e Movimento
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Dinâmica e Movimento
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...
www.aulasdefisicaapoio.com -  Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...www.aulasdefisicaapoio.com -  Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Ondas Bi e Tridi...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refr...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refr...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refr...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refr...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Instrumentos Ó...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Princípio da C...
 
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...
www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio de...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refração
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refraçãowww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refração
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Refração
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Espelhos Esféricos
www.aulasdefisicaapoio.com - Física  - Exercícios Resolvidos  Espelhos Esféricoswww.aulasdefisicaapoio.com - Física  - Exercícios Resolvidos  Espelhos Esféricos
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Espelhos Esféricos
 
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luz
www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luzwww.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luz
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Reflexão da Luz
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
www.aulasdefisicaapoio.com -  Exercícios  Resolvidos Ópticawww.aulasdefisicaapoio.com -  Exercícios  Resolvidos Óptica
www.aulasdefisicaapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
 
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...
www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...www.AulasDeFisicaApoio.com  - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...
www.AulasDeFisicaApoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Equilíbrio do...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda
 www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos de Força Centrípeda
 

Último

quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 

Último (20)

quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 

www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos Calorimetria

  • 2. Questão 39 (UFPB) Um engenheiro testa materiais para serem usados na fabricação da carroceria de um automóvel. Entre outras propriedades, é desejável a utilização de materiais com alto calor específico. Ele verifica que, para aumentar em 3ºC a temperatura de 32 g do material A, é necessário fornecer 24 cal de calor a esse material. Para obter o mesmo aumento de temperatura em 40 g do material B, é preciso 24 cal. Já 50 g do material C necessitam 15 cal para sofrer o mesmo acréscimo de temperatura. Os calores específicos dos materiais A, B e C são respectivamente:
  • 3. Questão 39 a) CA = 0,25 cal/g°C; CB = 0,20 cal/g°C; CC = 0,10 cal/g°C b) CA = 0,20 cal/g°C; CB = 0,35 cal/g°C; CC = 0,15 cal/g°C c) CA = 0,30 cal/g°C; CB = 0,10 cal/g°C; CC = 0,20 cal/g°C d) CA = 0,35 cal/g°C; CB = 0,20 cal/g°C; CC = 0,10 cal/g°C e) CA = 0,10 cal/g°C; CB = 0,30 cal/g°C; CC = 0,25 cal/g°C
  • 4. Resposta 39 Material A Material c Material B Q mc 15 50 c 3 24 40 C 3 24 32 c 3 15 24 c 24 c 150 c 120 96 cc 0,1 cal/gº C cB 0,2 cal/gº C c A 0,25 cal/ gº C Letra A
  • 5. Questão 40 Um bloco de metal de massa 50 g está a 10ºC. Ao receber 1.000 cal, sua temperatura sobe para 60º C. A capacidade térmica do bloco vale, em cal/ºC: a) 0,4 b) 10 c) 20 d) 50 e) 100
  • 6. Resposta 40 Q C 100 c (60 10) 1000 c 50 c 20 cal/º C
  • 7. Questão 41 (UERJ) A quantidade de calor necessária para ferver a água que enche uma chaleira comum de cozinha é, em calorias, da ordem de: a) 102 b) 103 c) 104 d) 105
  • 8. Resposta 41 1L 1Kg Q 1000 1 100 5 Q 10 Letra D
  • 9. Questão 42 (UFG) Com o objeto de economizar energia, um morador instalou no telhado de sua residência um coletor solar com capacidade de 1,2 x 108 cal/dia. Toda essa energia foi utilizada para aquecer 2,0 x 103 L de água armazenada em um reservatório termicamente isolado. De acordo com estes dados, a variação da temperatura da água (em graus Celsius) ao final de um dia é de: Dados: Calor específico da água ca = 1,0 cal/gºC Densidade da água da = 1,0 g/cm3 a) 1,2 b) 6,0 c) 12,0 c) 60,0 e) 120,0
  • 10. Resposta 42 3 1g / cm 1Kg / l 2 x10³l 2 x10³ Kg Q mc 8 6 1,2 10 2 10 8 1,2 10 2 10 6 Letra D 60 C
  • 11. Questão 43 (UFRJ) Sabemos que no verão, sob sol a pino, a temperatura da areia da praia fica muito maior que a da água. Para avaliar quantitativamente este fenômeno, , um estudante coletou amostras de massas iguais de água e de areia e cedeu a cada uma delas a mesma quantidade de calor. Verificou, então, que enquanto a temperatura da amostra de areia sofreu um acréscimo de 50ºC, a temperatura da amostra de água sofreu um acréscimo de apenas 6ºC. Considere o calor específico da água 1,00 cal/g ºC. Calcule o calor específica da areia. ´
  • 12. Resposta 43 Q m c Q m16 Q 6m 6m m c 50 6 c 0,12cal / g C 50
  • 13. Questão 44 (UFRS) Um corpo de alumínio e outro de ferro possuem massas mAl e mFer respectivamente. Considere que o calor específico do alumínio é o dobro do calor específico do ferro. Se os dois corpos, ao receberem a mesma quantidade de calor Q, sofrem a mesma variação de temperatura ∆T, as massas dos corpos são tais que ´ a)mAI = 4mFc b)mAI = 2mFc c) mAI = mFc d) mAI = mFc /2 e)mAI = 4mFc /4
  • 14. Resposta 44 QAl QFe m Al c Al mFe cFe m Al 2cFe mFe cFe mFe m Al 2 Letra D
  • 15. Questão 45 (PUC) UM líquido, cuja massa é de 1000 g, é aquecido por um aquecedor de potência igual a 8.100 Watts. O calor específico do líquido é de 2,7 J/g ºC. Qual é variação de temperatura do líquido por unidade de tempo, em ºC/s? a) 2,7 b) 3 c) 8,1 d) 0,33 e) 300 ´
  • 16. Resposta 45 Q P t Q 8100 1 Q 8100J Q m c 8100 1000 2,7 Letra B 8100 3 2700
  • 17. Módulo 28 Exercícios Resolvidos de Mudanças de Estados
  • 18. Questão 46 (UERJ) O calor específico da água é da ordem de 1,0 cal . g-1 . ºC-1 e seu calor latente de fusão é igual a 80 cal . g-1 . Para transformar 200 g de gelo a 0ºC em água a 30ºC, a quantidade de energia necessária, em quilocalorias, equivale a: a) 8 b) 11 c) 22 d) 28
  • 19. Resposta 46 Q1 m l Q1 200 80 Q1 16000cal Q2 m c Q2 200 1 30 Q2 6000cal Letra C QT 16000 6000 QT 22000cal
  • 20. Questão 47 (UERJ) Uma menina deseja fazer um chá de camomila, mas só possui 200g de gelo a 0ºC e um forno de microondas cuja potência máxima é 800W. Considere que a menina está no nível do mar, o calor latente de fusão do gelo é 80 cal/g, o calor específico da água é 1 cal/g ºC e que 1 cal vale aproximadamente 4 joules. Usando esse forno sempre na potência máxima, o tempo necessário para a água entrar em ebulição é: a) 45 s b) 90 s c) 180 s d) 360 s
  • 21. Resposta 47 QT 36000cal QT 36000x 4 Q1 ml QT 144000J Q1 200 80 Q1 16000cal P Q t 144000 Q2 200 1 100 800 t Q2 20000cal t 144000 180 800 Letra C
  • 22. Questão 48 O gráfico a seguir representa a temperatura de uma amostra de massa 20 g de determinada substância, inicialmente no estado sólido, em função da quantidade de calor que ela absorve: Com base nessas informações, marque a alternativa correta.
  • 23. Questão 48 a) O calor latente de fusão da substância é igual a 30 cal/g. b) O calor específico na fase sólida é maior do que o calor específico da fase líquida. c) A temperatura de fusão da substância é de 300º C. d) O calor específico na fase líquida da substância vale 1,0 cal/(g . ºC).
  • 24. Resposta 48 Q ml Q m c 600 20l 600 20 c 20 600 600 l c 20 400 l 30cal / g c 1,5cal / g C Letra A
  • 25. Questão 49 (UERJ) Um técnico, utilizando uma fonte t térmica de potência eficaz igual a 100W, realizada uma experiência para determinar a quantidade de energia necessária para fundir completamente 100g de chumbo, a partir da temperatura de 27ºC. Ele anota os dados da variação da temperatura em função do tempo, ao longo da experiência, e constrói o gráfico a seguir:
  • 26. Questão 49 (Se o chumbo tem calor específico igual a 0,13J/g ºC e calor latente de fusão igual a 25J/g, então o instante T do gráfico, em segundos, e a energia total consumida, em joules, correspondem respectivamente, a: a) 25 2 2.500 b) 39 e 3.900 c) 25 3 5.200 d) 39 e 6.400
  • 27. Resposta 49 Q m c 3900 t Q 100 0,13 300 100 Q 3900J t 39s p Q Q P. t t Q 100.64 6400J 3900 100 t Letra D
  • 28. Questão 50 (UERJ) Um recipiente de capacidade térmica desprezível contém 1Kg de um líquido extremamente viscoso. Dispara-se um projétil de 2 x 10-2 Kg que, ao penetrar no líquido, vai rapidamente ao repouso. Verifica-se então que a temperatura do líquido sofre um acréscimo de 3ºC. Sabendo que o calor específico do líquido é 3 J/Kg ºC, calcule a velocidade com que o projétil penetra no líquido.
  • 29. Resposta 50 Q m c 9 v² 2 Q 13 3 10 Q 9J v ² 9 10² Ec Q v 9 10² mv ² 9 2 v 30m / s
  • 30. Questão 51 (UERJ) Um calorímetro de capacidade térmica desprezível tem uma de suas paredes inclinada como mostra a figura. Um bloco de gelo, a 0ºC, é abandonado a 1,68 x 10-1 m de altura e desliza até atingir a base do calorímetro, quando pára. Sabendo que o calor latente de fusão do gelo vale 3,36 x 105 J/Kg e considerando g = 10 m/s2, calcule a fração da massa do bloco de gelo que se funde.
  • 31. Resposta 51 Ep m g h 1 Ep m 10 1,68 10 Ep 1,68m Q ml 5 1,68m m 3,36 x10 m 1,68 5 m 3,36 x10 m 6 5 x10 m
  • 32. Módulo 29 Exercícios Resolvidos de Principio das Trocas de calor
  • 33. Questão 52 (UNIRIO) Num recipiente adiabático que contém 1,0 litro de água, colocou-se um bloco de ferro de massa igual a 1,0 Kg. Atingido o equilíbrio térmico, verificou-se que a temperatura da água aumentou em 50º C, enquanto o bloco se resfriou em algumas centenas de graus Celsius. Isso ocorreu em virtude da diferença entre suas (seus): a) Capacidade térmicas. b) Densidades. c) Calores latentes. d) Coeficientes de dilatação térmica. e) Coeficientes de condutibilidade térmica.
  • 34. Resposta 52 a) Capacidade térmicas. b) Densidades. c) Calores latentes. d) Coeficientes de dilatação térmica. e) Coeficientes de condutibilidade térmica.
  • 35. Resposta 52 a) Capacidade térmicas. b) Densidades. c) Calores latentes. d) Coeficientes de dilatação térmica. e) Coeficientes de condutibilidade térmica.
  • 36. Questão 53 (UNIRIO) Em um recipiente adiabático são misturados 100 g de líquido A, inicialmente a uma temperatura de 80º C, e 100 g de líquido B, inicialmente a uma temperatura de 20º C. Depois de atingido o equilíbrio térmico, a temperatura da mistura é de 60º C. Considerando-se CA e CB os calores específicos das substâncias A e B, respectivamente, determine o valor da razão CA / CB.
  • 37. Resposta 53 QA QB 0 100 c A ( 20) 100 cB 40 0 2000c A 4000cB 0 4000cB 2000c A cA 4000 2 cB 2000
  • 38. Questão 54 (UNIRIO) Em um recipiente termicamente isolado são misturados 100 g de água a 8º C com 200 g de água a 20º C. A temperatura final de equilíbrio será igual a: a) 10º C b) 14º C c) 15º C d) 16ºC e) 20ºC
  • 39. Resposta 54 Q1 Q2 0 100 1(T 8) 200 1 (T 20) 0 100T 800 200T 4000 0 300T 4800 0 300T 4800 4800 T 300 T 16 C Letra D
  • 40. Questão 55 (UNIRIO) Representemos acima o diagrama de variação da temperatura de duas massas de água, m, (inicialmente a 80º C) e m2 ( inicialmente a 20º C), que foram misturadas em um vaso adiabático,
  • 41. Questão 55 Considerando os dados fornecidos pelos gráficos, podemos afirmar que: a) m1 = 3m2 b) m1=m2/2 c) m1 = m2/3 d) m1 = 2m2 e) m1 = m2
  • 42. Resposta 55 Q1 Q2 0 m1 1(40 80) m2 1 (40 20) 0 m1 ( 40) m2 20 0 20m2 40m1 m2 2m1 m2 m1 2 Letra B
  • 43. Questão 56 (UERJ) Uma bolinha de aço a 120º C é colocada sobre um pequeno cubo de gelo a 0º C. Em escala linear, o gráfico que melhor representa a variação, no tempo, das temperaturas da bolinha de aço e do cubo de gelo, até alcançarem um estado de equilíbrio, é:
  • 46. Questão 57 (UNIFICADO) Em um calorímetro ideal, colocam-se 100 de gelo a 0º C com 1000g de água líquida a 0º C. Em seguida, são formuladas três hipóteses sobre o que poderá ocorrer com o sistema água + gelo no interior do calorímetro: I – parte do gelo derreterá, diminuindo a massa do bloco de gelo; II – parte da água congelará, diminuindo a massa de água líquida; III – as massas de gelo e de água líquida permanecerão inalteradas.
  • 47. Questão 57 Assinalando V para hipótese verdadeira e F para hipótese falsa, a sequência correta será: a) F, F, F b) F, F, V c) F, V. F d) V, F, F e) V, V, F
  • 48. Resposta 57 Assinalando V para hipótese verdadeira e F para hipótese falsa, a sequência correta será: a) F, F, F b) F, F, V c) F, V. F d) V, F, F e) V, V, F
  • 49. Questão 58 (UNIFICADO) Em um calorímetro ideal misturam-se uma certa massa de vapor d’água a 100º C com uma outra massa de gelo a O ºC, sob pressão que é mantida normal. Após alguns minutos, estabelece-se o equilíbrio térmico. Dentre as opções abaixo, assinale a única que apresenta uma situação impossível para o equilíbrio térmico. a) Gelo e água a 0ºC. b) Apenas água a 0ºC. c) Apenas água a 50ºC d) Apenas água a 100ºC e) Apenas vapor d’água a 100ºC
  • 50. Questão 58 a) Gelo e água a 0ºC. b) Apenas água a 0ºC. c) Apenas água a 50ºC d) Apenas água a 100ºC e) Apenas vapor d’água a 100ºC
  • 51. Resposta 58 a) Gelo e água a 0ºC. b) Apenas água a 0ºC. c) Apenas água a 50ºC d) Apenas água a 100ºC e) Apenas vapor d’água a 100ºC
  • 52. Questão 59 UFF) Em um recipiente termicamente isolado e de capacidade térmica desprezível, são colocados 50g de gelo a 0ºC e um bloco de 50 g de alumínio a 120ºC. Sabe-se que os calores específicos de alumínio, do gelo e da água valem, respectivamente, 0,2 cal/g ºC, o,5 cal/g ºC e que o calor latente de fusão do gelo é 80 cal/g. Uma vez atingido o equilíbrio térmico, é correto afirmar que: a) parte do gelo derreteu e a temperatura é 0ºC; b) parte do gelo derreteu e a temperatura é 20ºC; c) parte do gelo derreteu e a temperatura é 50ºC; d) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 0ºC; e) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 20ºC;
  • 53. Resposta 59 a) parte do gelo derreteu e a temperatura é 0ºC; b) parte do gelo derreteu e a temperatura é 20ºC; c) parte do gelo derreteu e a temperatura é 50ºC; d) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 0ºC; e) Todo o gelo derreteu e a temperatura é 20ºC;
  • 54. Resposta 59 Q mc Q 50 0,2 120 Q 1200cal Q ml 1200 m80 1200 m 15 g 80 Letra A
  • 55. Questão 60 (UFRJ) Um calorímetro, considerado ideal, contém, inicialmente, uma certa massa de água à temperatura de 19.8ºC. Observa-se que, após introduzir no calorímetro uma massa de gelo a 0ºC, de valor igual a um quarto de massa inicial da água, a temperatura de equilíbrio térmico é 0ºC, com o gelo totalmente derretido. A partir desses dados, obtenha o calor latente de fusão do gelo. Considere o calor específico da água igual a 1,0 cal/g ºC.
  • 56. Resposta 60 Q mc Q m 1 19,8 Q m 19,8 Q ml m Q l 4 m 19,8m l 4 l 19,8 4 l 79,2cal / g
  • 57. Questão 61 (UNIRIO) No café de manhã de uma fábrica, é oferecida aos funcionários uma certa quantidade de café com leite, misturados, com massas iguais, obtendo-se uma mistura a uma temperatura de 50º C. Supondo que os calores específicos do café e do leite são iguais, indique qual a temperatura que o café deve ter ao ser adicionado ao leite, caso o leite esteja a uma temperatura inicial de 30º C. a) 40ºC d) 70ºC b) 50ºC e) 80ºC c) 60ºC
  • 58. Resposta 61 Qc QL 0 m c (50 T ) m c (50 30) 0 50mc Tmc 20mc 0 70mc Tmc 0 70mc Tmc T 70 C Letra D
  • 59. Questão 62 (UFF) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta. a) O calor específico de uma substância é sempre constante. b) A quantidade de calor necessária para aquecer uma certa massa de água de 0º C a 5º C é igual à quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de uma mesma massa de gelo de 0ºC a 5º C. c) Massas iguais de água e alumínio ao receberem a mesma quantidade de calor sofrerão a mesma variação de temperatura. d) Misturando-se água a 10ºC com gelo a 0ºC, a temperatura final de equilíbrio térmico será sempre menor que 10ºC e maior que 0ºC. e) Corpos de massas e materiais diferentes podem ter capacidades térmicas iguais.
  • 60. Resposta 62 a) O calor específico de uma substância é sempre constante. b) A quantidade de calor necessária para aquecer uma certa massa de água de 0º C a 5º C é igual à quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de uma mesma massa de gelo de 0ºC a 5º C. c) Massas iguais de água e alumínio ao receberem a mesma quantidade de calor sofrerão a mesma variação de temperatura. d) Misturando-se água a 10ºC com gelo a 0ºC, a temperatura final de equilíbrio térmico será sempre menor que 10ºC e maior que 0ºC. e) Corpos de massas e materiais diferentes podem ter capacidades térmicas iguais.
  • 61. Resposta 62 a) O calor específico de uma substância é sempre constante. b) A quantidade de calor necessária para aquecer uma certa massa de água de 0º C a 5º C é igual à quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de uma mesma massa de gelo de 0ºC a 5º C. c) Massas iguais de água e alumínio ao receberem a mesma quantidade de calor sofrerão a mesma variação de temperatura. d) Misturando-se água a 10ºC com gelo a 0ºC, a temperatura final de equilíbrio térmico será sempre menor que 10ºC e maior que 0ºC. e) Corpos de massas e materiais diferentes podem ter capacidades térmicas iguais.