SlideShare uma empresa Scribd logo
Tema: Superando a Ansiedade e o Medo
Texto: Filipenses 4.2-8
Versículo-chave
“...Então, Josafá teve medo, e se pôs a buscar ao
Senhor; e apregoou jejum em todo o Judá… e não
sabemos nós o que fazer; porém os nossos olhos
estão postos em ti...”
(2Cr 20.3,12).
Reflexão
• Você perceberá que todos nós estamos sujeitos a
momentos de ansiedade e medo e, como o rei Josafá,
precisamos aprender a colocar sempre os nossos
olhos em Deus.
Introdução
• Ainda que tenhamos recebido a Cristo como Salvador,
e com Ele o perdão de todos os nossos pecados (1Jo
1.7), continuamos vulneráveis em nossos sentimentos
e emoções.
• Já somos novas criaturas (2Co 5.17), mas a nossa
velha natureza ainda é suscetível às circunstâncias
que nos advêm.
• Sendo assim, não é anormal ficarmos ansiosos, com
medo, desanimados e abatidos.
Qual de nós não se sente ansioso e com medo:
• Diante de uma enfermidade.
• Do desemprego.
• De uma crise familiar.
• Da violência que nos cerca.
• Dos desafios que temos que assumir.
• Ou mesmo diante das lutas pelas quais a nossa igreja
passa?
• No texto de Filipenses 4, a partir do versículo 2,
notamos que a igreja ou alguns de seus membros
estavam em crise de relacionamento.
• Aparentemente, as irmãs Evódia e Síntique
andavam em desacordo.
• Tal desavença estava entristecendo demais os irmãos.
• Paulo, então, pediu a um obreiro amigo que
promovesse a reconciliação (v.3) e à igreja que,
resolvida a questão, voltasse a se alegrar no Senhor
(v.4).
• Vejamos, nos versículos 6 e 7, o apóstolo Paulo
ensinando o que fazer para vencer a ansiedade e o
medo.
I – IDENTIFICAR A CAUSA DO PROBLEMA.
• Talvez a dor dos irmãos e a sua ansiedade tivessem
como origem a briga das duas irmãs (v.2), e Paulo foi
direto ao ponto de tensão.
• Ou seja, descobrir a causa da ansiedade dá início à
solução do problema.
• Através da observação, reflexão, autoanálise, leitura
da Bíblia, aconselhamento, podemos descobrir o que
de fato nos preocupa.
• Às vezes, não é fácil esse exercício, mas pode nos
fazer muito bem, se feito adequadamente.
• Você sabe bem as causas da sua ansiedade quando a
sente?
• Davi, certa vez, pediu que Deus vasculhasse o seu
coração e fizesse aflorar os males que ali estavam.
• “...Ó Deus, examina-me e conhece o meu coração!
Prova-me e conhece os meus pensamentos... Vê se
há em mim algum pecado e guia-me pelo caminho
eterno...” (Sl 139.23-24).
UM EXAME DE CONSCIÊNCIA.
• Por vezes procedemos mal sem a consciência de
prejudicar-nos o próximo.
II – CONSIDERAR A AJUDA DE UM IRMÃO EM
CRISTO
• Depois de descobrirmos a causa de nossa ansiedade,
devemos atacá-la. Rm 7:17, 19 e 24)
• (17) “...De maneira que agora já não sou eu que
faço isto, mas o pecado que habita em... (19)...Pois
não faço o bem que quero, mas o mal que não
quero, esse pratico... (24)...Miserável homem que
eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?...”
• O apóstolo Paulo não teve dúvida, repreendeu as
irmãs e as admoestou a recompor-se e pensarem
concordantemente no Senhor.
• Para ajudar na resolução do conflito, pediu ajuda
de um obreiro.
• Por esse motivo a comitiva do Apóstolo Paulo era
formada por diversos ministério: O médico e
psicólogo; o copista e historiador; os que lidavam
com relacionamentos familiar; finanças e Pastoral.
• Homens e mulheres chamados e ordenados por Deus,
vocacionados e se qualificaram nas especialidades.
• Obs:
• “Não procuramos pedreiros para arrancar dentes”
• Não sabemos quem era esse “companheiro de jugo”
(v.3), mas o certo é que a sua ajuda foi muito
importante naquela hora.
• Todo crente deve ter os seus companheiros de jugo,
aquelas pessoas que, em momentos difíceis, ajudam-
no em oração e aconselhamento.
• Esse apoio fraternal é de especial significado quando
o problema é o tratamento do medo e da ansiedade.
A experiência e fé fazem a diferença:
• (Jz 6-7) “O valente Gideão, experimenta da fé seu
escudeiro o jovem Pura”.
III – ALEGRAR-SE SEMPRE NO SENHOR
• (Sl 100:2) “...Servi ao SENHOR com alegria,
apresentai-vos diante dele com cântico...”
• Possivelmente a crise de relacionamento das duas
irmãs estava tirando a alegria da igreja.
• De fato, toda divisão no corpo de Cristo traz consigo
uma tristeza imensa.
• Talvez seja por isso que Jesus orou tanto pela unidade
de Seus filhos ( Jo 17.11).
IV – CONFIAR EM DEUS EM ORAÇÃO
• Em Filipenses 4.6, está escrito que a oração é o
melhor remédio à ansiedade e ao medo.
1) A oração tem como efeito trabalhar o homem natural,
e tem como prioridade faze-lo confiar e esperar, a
ORDEM NATURAL DA SITUAÇÃO E O TEMPO DE
DEUS (Porque Deus é IMUTÁVEL).
2) Muda nossas atitudes durante uma crise existencial.
• Depois de muita conversa... Ao longo do tempo...
Corpo abatido... Perguntas da alma.... Respostas
do Espírito... Tantas Réplicas... Tantas as
Tréplicas... Que pareciam mais um DEBÁTE
POLÍTICO.
• Foi crescendo tanto em confiança em Deus que, no
final de suas provações, ele declara:
• “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus
olhos te veem” (Jó 42.5).
3) Que a Paz proporcionada por Deus não está
vinculada a ausência de problemas e aflições, mas é
uma dependência completa do cuidado de nosso Pai
Celeste.
• Que os recursos espirituais citados neste texto nos
ajudem a vencer a ansiedade e o medo.
• Que o Espírito Santo aplique em nosso coração
Filipenses 4.2-8, o que nos fará muito bem.
• O texto de Filipenses começa relatando uma crise de
relacionamento (v.2), mas termina com uma promessa
de paz (v.7).
• É possível ter a paz de Cristo ocupando o lugar do
medo e da ansiedade em nossa mente e coração,
mesmo que as circunstâncias externas não mudem.
• 13 porque Deus é quem efetua em vós tanto o
querer como o realizar, segundo a sua boa
vontade.
• 14 Fazei tudo sem murmurações nem contendas,
• 15 para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros,
filhos de Deus inculpáveis no meio de uma
geração pervertida e corrupta, na qual
resplandeceis como luzeiros no mundo,
• 16 preservando a palavra da vida, para que, no Dia
de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão,
nem me esforcei inutilmente.
4) Nos traz uma promessa de CRESCIMENTO.
• O que determina a paz no barco não é a ausência
da tempestade lá fora, mas a presença de Jesus do
lado de dentro (Mt 8.23-27).
• Jesus nos prometeu uma paz que o mundo não pode
dar ( Jo 14.27), no entanto, afirmou, também, que no
mundo teríamos aflições ( Jo 16.33).
• “...Com Tua mão segura bem a minha, e pelo mundo
alegre seguirei. Mesmo onde as sombras caem mais
escuras, Teu rosto vendo, nada temerei...”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O coração do homem
O coração do homemO coração do homem
O coração do homem
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Éder Tomé
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
Joselito Machado
 
Estudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaEstudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - Hamartiologia
Correios
 
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Escol Dominical
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
Moisés Sampaio
 
Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?
Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?
Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?
Jeremias Borges
 
[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?
[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?
[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?
Carlos Augusto Vailatti
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
Márcio Martins
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Éder Tomé
 
Estudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaEstudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na alma
Matheus Alves
 
O cristão e o perdão
O cristão e  o perdãoO cristão e  o perdão
O cristão e o perdão
Paulo Roberto
 
Pecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a BíbliaPecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a Bíblia
Ariana Garrett
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
Daniel de Carvalho Luz
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Mente de cristo
Mente de cristoMente de cristo
Mente de cristo
Izau Melo
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 
4 fases da tentação
4 fases da tentação4 fases da tentação
4 fases da tentação
viniciusbig
 

Mais procurados (20)

O coração do homem
O coração do homemO coração do homem
O coração do homem
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
 
Estudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaEstudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - Hamartiologia
 
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
 
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?
Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?
Estudo Bíblico - Por que o mundo está como está?
 
[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?
[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?
[PDF] Cristãos Genuínos Podem Ser Possuídos por Demônios?
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Estudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaEstudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na alma
 
O cristão e o perdão
O cristão e  o perdãoO cristão e  o perdão
O cristão e o perdão
 
Pecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a BíbliaPecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a Bíblia
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Mente de cristo
Mente de cristoMente de cristo
Mente de cristo
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
4 fases da tentação
4 fases da tentação4 fases da tentação
4 fases da tentação
 

Semelhante a Estudos ansiedade

LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempoLBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
Natalino das Neves Neves
 
Viver sem preocupação
Viver sem preocupaçãoViver sem preocupação
Viver sem preocupação
Dennis Edwards
 
Cinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecer
Cinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecerCinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecer
Cinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecer
Eliel Pimenta Pimenta
 
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempoLBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
boasnovassena
 
Wp cordeiros e_lobos_original
Wp cordeiros e_lobos_originalWp cordeiros e_lobos_original
Wp cordeiros e_lobos_original
wilson pereira dos santos
 
Sindrome de Burnout - Aula Escola Biblica
Sindrome de Burnout - Aula Escola BiblicaSindrome de Burnout - Aula Escola Biblica
Sindrome de Burnout - Aula Escola Biblica
Daniel de Carvalho Luz
 
O que Jesus espera da igreja? O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja?   O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno LageO que Jesus espera da igreja?   O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno Lage
Igreja Presbiteriana Renovada de Castelo Branco
 
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
Arthur Luna
 
Campo de batalha da mente joyce meyer
Campo de batalha da mente   joyce meyerCampo de batalha da mente   joyce meyer
Campo de batalha da mente joyce meyer
Elton Vinicius
 
Lição das boas aventuranças
Lição das boas aventurançasLição das boas aventuranças
Lição das boas aventuranças
Tia Pri Infantil
 
O discipulado de cristo e a ansiedade
O discipulado de cristo e a ansiedadeO discipulado de cristo e a ansiedade
O discipulado de cristo e a ansiedade
Luis Carlos Oliveira
 
Crescendo na vida
Crescendo na vidaCrescendo na vida
Crescendo na vida
cibelefernoli
 
Cura para o desânimo
Cura para o desânimoCura para o desânimo
Cura para o desânimo
Silvio Dutra
 
9 regras para a vida espiritual
9 regras para a vida espiritual9 regras para a vida espiritual
9 regras para a vida espiritual
Renato Rodrigues
 
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptxEvangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
lindalva da cruz
 
Na obra de salvação.
Na obra de salvação.Na obra de salvação.
Na obra de salvação.
iliseu
 
A prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíbliaA prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíblia
Carmen Motta Guerra
 
Palestra Pastoral da Saúde 2023.pptx
Palestra Pastoral da Saúde 2023.pptxPalestra Pastoral da Saúde 2023.pptx
Palestra Pastoral da Saúde 2023.pptx
Frei Everton Piotto
 
A vitória que deus nos da na ansiedade
A vitória que deus nos da na ansiedadeA vitória que deus nos da na ansiedade
A vitória que deus nos da na ansiedade
Marcela Cris Amorim da Silva
 
Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012
cynthiapalmas
 

Semelhante a Estudos ansiedade (20)

LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempoLBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
 
Viver sem preocupação
Viver sem preocupaçãoViver sem preocupação
Viver sem preocupação
 
Cinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecer
Cinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecerCinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecer
Cinco coisas que_o_cristao_nao_pode_esquecer
 
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempoLBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
LBJ 2017 3 TRI Lição 5- Ansiedade, a antecipação do tempo
 
Wp cordeiros e_lobos_original
Wp cordeiros e_lobos_originalWp cordeiros e_lobos_original
Wp cordeiros e_lobos_original
 
Sindrome de Burnout - Aula Escola Biblica
Sindrome de Burnout - Aula Escola BiblicaSindrome de Burnout - Aula Escola Biblica
Sindrome de Burnout - Aula Escola Biblica
 
O que Jesus espera da igreja? O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja?   O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno LageO que Jesus espera da igreja?   O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? O caráter de Deus (1ª parte) by Pr. Nuno Lage
 
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
 
Campo de batalha da mente joyce meyer
Campo de batalha da mente   joyce meyerCampo de batalha da mente   joyce meyer
Campo de batalha da mente joyce meyer
 
Lição das boas aventuranças
Lição das boas aventurançasLição das boas aventuranças
Lição das boas aventuranças
 
O discipulado de cristo e a ansiedade
O discipulado de cristo e a ansiedadeO discipulado de cristo e a ansiedade
O discipulado de cristo e a ansiedade
 
Crescendo na vida
Crescendo na vidaCrescendo na vida
Crescendo na vida
 
Cura para o desânimo
Cura para o desânimoCura para o desânimo
Cura para o desânimo
 
9 regras para a vida espiritual
9 regras para a vida espiritual9 regras para a vida espiritual
9 regras para a vida espiritual
 
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptxEvangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
 
Na obra de salvação.
Na obra de salvação.Na obra de salvação.
Na obra de salvação.
 
A prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíbliaA prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíblia
 
Palestra Pastoral da Saúde 2023.pptx
Palestra Pastoral da Saúde 2023.pptxPalestra Pastoral da Saúde 2023.pptx
Palestra Pastoral da Saúde 2023.pptx
 
A vitória que deus nos da na ansiedade
A vitória que deus nos da na ansiedadeA vitória que deus nos da na ansiedade
A vitória que deus nos da na ansiedade
 
Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012
 

Mais de Joel Silva

Estudos vocação e ministério
Estudos  vocação e ministérioEstudos  vocação e ministério
Estudos vocação e ministério
Joel Silva
 
Estudos pastores fiéis e infiéis
Estudos  pastores fiéis e infiéisEstudos  pastores fiéis e infiéis
Estudos pastores fiéis e infiéis
Joel Silva
 
Estudos condicional x incondicional
Estudos  condicional   x   incondicionalEstudos  condicional   x   incondicional
Estudos condicional x incondicional
Joel Silva
 
Estudos o amigo do noivo
Estudos  o amigo do noivoEstudos  o amigo do noivo
Estudos o amigo do noivo
Joel Silva
 
Estudos os perigos da internet
Estudos  os perigos da internetEstudos  os perigos da internet
Estudos os perigos da internet
Joel Silva
 
Estudos porque não pecar
Estudos  porque não pecarEstudos  porque não pecar
Estudos porque não pecar
Joel Silva
 
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
Estudos  por esta causa me ponho de joelhosEstudos  por esta causa me ponho de joelhos
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
Joel Silva
 
Estudos josé do egito
Estudos  josé do egitoEstudos  josé do egito
Estudos josé do egito
Joel Silva
 
Como vencer os gigantes da vida
Como vencer os gigantes da vidaComo vencer os gigantes da vida
Como vencer os gigantes da vida
Joel Silva
 

Mais de Joel Silva (9)

Estudos vocação e ministério
Estudos  vocação e ministérioEstudos  vocação e ministério
Estudos vocação e ministério
 
Estudos pastores fiéis e infiéis
Estudos  pastores fiéis e infiéisEstudos  pastores fiéis e infiéis
Estudos pastores fiéis e infiéis
 
Estudos condicional x incondicional
Estudos  condicional   x   incondicionalEstudos  condicional   x   incondicional
Estudos condicional x incondicional
 
Estudos o amigo do noivo
Estudos  o amigo do noivoEstudos  o amigo do noivo
Estudos o amigo do noivo
 
Estudos os perigos da internet
Estudos  os perigos da internetEstudos  os perigos da internet
Estudos os perigos da internet
 
Estudos porque não pecar
Estudos  porque não pecarEstudos  porque não pecar
Estudos porque não pecar
 
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
Estudos  por esta causa me ponho de joelhosEstudos  por esta causa me ponho de joelhos
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
 
Estudos josé do egito
Estudos  josé do egitoEstudos  josé do egito
Estudos josé do egito
 
Como vencer os gigantes da vida
Como vencer os gigantes da vidaComo vencer os gigantes da vida
Como vencer os gigantes da vida
 

Último

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 

Último (10)

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 

Estudos ansiedade

  • 1.
  • 2. Tema: Superando a Ansiedade e o Medo Texto: Filipenses 4.2-8
  • 3. Versículo-chave “...Então, Josafá teve medo, e se pôs a buscar ao Senhor; e apregoou jejum em todo o Judá… e não sabemos nós o que fazer; porém os nossos olhos estão postos em ti...” (2Cr 20.3,12).
  • 4. Reflexão • Você perceberá que todos nós estamos sujeitos a momentos de ansiedade e medo e, como o rei Josafá, precisamos aprender a colocar sempre os nossos olhos em Deus.
  • 5. Introdução • Ainda que tenhamos recebido a Cristo como Salvador, e com Ele o perdão de todos os nossos pecados (1Jo 1.7), continuamos vulneráveis em nossos sentimentos e emoções. • Já somos novas criaturas (2Co 5.17), mas a nossa velha natureza ainda é suscetível às circunstâncias que nos advêm. • Sendo assim, não é anormal ficarmos ansiosos, com medo, desanimados e abatidos.
  • 6. Qual de nós não se sente ansioso e com medo: • Diante de uma enfermidade. • Do desemprego. • De uma crise familiar. • Da violência que nos cerca. • Dos desafios que temos que assumir. • Ou mesmo diante das lutas pelas quais a nossa igreja passa?
  • 7. • No texto de Filipenses 4, a partir do versículo 2, notamos que a igreja ou alguns de seus membros estavam em crise de relacionamento. • Aparentemente, as irmãs Evódia e Síntique andavam em desacordo. • Tal desavença estava entristecendo demais os irmãos. • Paulo, então, pediu a um obreiro amigo que promovesse a reconciliação (v.3) e à igreja que, resolvida a questão, voltasse a se alegrar no Senhor (v.4). • Vejamos, nos versículos 6 e 7, o apóstolo Paulo ensinando o que fazer para vencer a ansiedade e o medo.
  • 8. I – IDENTIFICAR A CAUSA DO PROBLEMA. • Talvez a dor dos irmãos e a sua ansiedade tivessem como origem a briga das duas irmãs (v.2), e Paulo foi direto ao ponto de tensão. • Ou seja, descobrir a causa da ansiedade dá início à solução do problema.
  • 9. • Através da observação, reflexão, autoanálise, leitura da Bíblia, aconselhamento, podemos descobrir o que de fato nos preocupa. • Às vezes, não é fácil esse exercício, mas pode nos fazer muito bem, se feito adequadamente. • Você sabe bem as causas da sua ansiedade quando a sente?
  • 10. • Davi, certa vez, pediu que Deus vasculhasse o seu coração e fizesse aflorar os males que ali estavam. • “...Ó Deus, examina-me e conhece o meu coração! Prova-me e conhece os meus pensamentos... Vê se há em mim algum pecado e guia-me pelo caminho eterno...” (Sl 139.23-24). UM EXAME DE CONSCIÊNCIA. • Por vezes procedemos mal sem a consciência de prejudicar-nos o próximo.
  • 11. II – CONSIDERAR A AJUDA DE UM IRMÃO EM CRISTO • Depois de descobrirmos a causa de nossa ansiedade, devemos atacá-la. Rm 7:17, 19 e 24) • (17) “...De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em... (19)...Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico... (24)...Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?...” • O apóstolo Paulo não teve dúvida, repreendeu as irmãs e as admoestou a recompor-se e pensarem concordantemente no Senhor.
  • 12. • Para ajudar na resolução do conflito, pediu ajuda de um obreiro. • Por esse motivo a comitiva do Apóstolo Paulo era formada por diversos ministério: O médico e psicólogo; o copista e historiador; os que lidavam com relacionamentos familiar; finanças e Pastoral. • Homens e mulheres chamados e ordenados por Deus, vocacionados e se qualificaram nas especialidades. • Obs: • “Não procuramos pedreiros para arrancar dentes” • Não sabemos quem era esse “companheiro de jugo” (v.3), mas o certo é que a sua ajuda foi muito importante naquela hora.
  • 13. • Todo crente deve ter os seus companheiros de jugo, aquelas pessoas que, em momentos difíceis, ajudam- no em oração e aconselhamento. • Esse apoio fraternal é de especial significado quando o problema é o tratamento do medo e da ansiedade. A experiência e fé fazem a diferença: • (Jz 6-7) “O valente Gideão, experimenta da fé seu escudeiro o jovem Pura”.
  • 14. III – ALEGRAR-SE SEMPRE NO SENHOR • (Sl 100:2) “...Servi ao SENHOR com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico...” • Possivelmente a crise de relacionamento das duas irmãs estava tirando a alegria da igreja. • De fato, toda divisão no corpo de Cristo traz consigo uma tristeza imensa. • Talvez seja por isso que Jesus orou tanto pela unidade de Seus filhos ( Jo 17.11).
  • 15. IV – CONFIAR EM DEUS EM ORAÇÃO • Em Filipenses 4.6, está escrito que a oração é o melhor remédio à ansiedade e ao medo. 1) A oração tem como efeito trabalhar o homem natural, e tem como prioridade faze-lo confiar e esperar, a ORDEM NATURAL DA SITUAÇÃO E O TEMPO DE DEUS (Porque Deus é IMUTÁVEL).
  • 16. 2) Muda nossas atitudes durante uma crise existencial. • Depois de muita conversa... Ao longo do tempo... Corpo abatido... Perguntas da alma.... Respostas do Espírito... Tantas Réplicas... Tantas as Tréplicas... Que pareciam mais um DEBÁTE POLÍTICO. • Foi crescendo tanto em confiança em Deus que, no final de suas provações, ele declara: • “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem” (Jó 42.5).
  • 17. 3) Que a Paz proporcionada por Deus não está vinculada a ausência de problemas e aflições, mas é uma dependência completa do cuidado de nosso Pai Celeste. • Que os recursos espirituais citados neste texto nos ajudem a vencer a ansiedade e o medo. • Que o Espírito Santo aplique em nosso coração Filipenses 4.2-8, o que nos fará muito bem.
  • 18. • O texto de Filipenses começa relatando uma crise de relacionamento (v.2), mas termina com uma promessa de paz (v.7). • É possível ter a paz de Cristo ocupando o lugar do medo e da ansiedade em nossa mente e coração, mesmo que as circunstâncias externas não mudem.
  • 19. • 13 porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade. • 14 Fazei tudo sem murmurações nem contendas, • 15 para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, • 16 preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente.
  • 20. 4) Nos traz uma promessa de CRESCIMENTO. • O que determina a paz no barco não é a ausência da tempestade lá fora, mas a presença de Jesus do lado de dentro (Mt 8.23-27). • Jesus nos prometeu uma paz que o mundo não pode dar ( Jo 14.27), no entanto, afirmou, também, que no mundo teríamos aflições ( Jo 16.33). • “...Com Tua mão segura bem a minha, e pelo mundo alegre seguirei. Mesmo onde as sombras caem mais escuras, Teu rosto vendo, nada temerei...”