SlideShare uma empresa Scribd logo
Estética na Antiguidade  E Estética na Atualidade
[object Object]
 
 
 
 
 
[object Object]
 
 
[object Object],[object Object]
 
[object Object]
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  Estética tem como fundamento o estudo e a extrema preocupação com o que existe de belo na natureza. Todo esse estudo de longa data gerou conceitos de beleza e “linhas” a serem seguidas pelas pessoas, para se tornarem mais belas.  Como o próprio conceito da estética nos mostra, o que é belo é bom, como se fosse o único caminho a ser seguido, para qualquer pessoa ser aceita, em qualquer situação. Antigamente era estudado tudo o que existia na natureza e o pouco, comparado aos dias de hoje, que era produzido pelo homem. Mas com o passar do tempo a estética foi fundamental para a atração das pessoas por qualquer coisa que fosse produzida e exposta. As pessoas se envolvem emocionalmente com tudo que acham “belo”, por mais delicado que seja o significado dessa palavra.
Muitas coisas atraem multidões simplesmente por serem agradáveis esteticamente. Beleza em primeiro lugar. Até hoje ainda percebemos e sentimos no nosso dia-a-dia esse “peso” imposto pela visão de beleza, e que só o que é belo presta. Também podemos observar que o que é considerado feio é simplesmente ignorado e menosprezado. Portanto a estética em nossa época é fundamental, podemos dizer até que é o principal meio de atração de qualquer pessoa, gerando mais consumo e crescimento de vendas de qualquer produto.
 
 
 
 
 
 
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Arte e estética
Arte e estéticaArte e estética
Arte e estética
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 
Estética
EstéticaEstética
Estética
Elisama Lopes
 
Apresentação Estética
Apresentação EstéticaApresentação Estética
Apresentação Estética
Auriene
 
Estética
Estética Estética
Estética
geehrodrigues
 
apresentação sobre ética
apresentação sobre ética apresentação sobre ética
apresentação sobre ética
Silvio Mmax
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
Karla Carioca
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
Over Lane
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e Religião
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e ReligiãoSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e Religião
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e Religião
Turma Olímpica
 
3º - Estética (Ala 01)
3º - Estética (Ala 01)3º - Estética (Ala 01)
3º - Estética (Ala 01)
Caio Cæsar
 
A história da fotografia
A história da fotografiaA história da fotografia
A história da fotografia
diogocaetanorodrigues
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
Op Art
Op ArtOp Art
Aula de bioética
Aula de bioéticaAula de bioética
Aula de bioética
Alessandra Floriano Amaro
 
Historia da beleza 02
Historia da beleza 02Historia da beleza 02
Historia da beleza 02
Andréia de Alcantara
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
Eponina Alencar
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
Italo Colares
 
Sartre
SartreSartre
Ética e moral
Ética e moralÉtica e moral
Ética e moral
Arlindo Picoli
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
VIVIAN TROMBINI
 
Aula02 - Metafísica
Aula02 - MetafísicaAula02 - Metafísica
Aula02 - Metafísica
William Ananias
 

Mais procurados (20)

Arte e estética
Arte e estéticaArte e estética
Arte e estética
 
Estética
EstéticaEstética
Estética
 
Apresentação Estética
Apresentação EstéticaApresentação Estética
Apresentação Estética
 
Estética
Estética Estética
Estética
 
apresentação sobre ética
apresentação sobre ética apresentação sobre ética
apresentação sobre ética
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e Religião
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e ReligiãoSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e Religião
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ciência e Religião
 
3º - Estética (Ala 01)
3º - Estética (Ala 01)3º - Estética (Ala 01)
3º - Estética (Ala 01)
 
A história da fotografia
A história da fotografiaA história da fotografia
A história da fotografia
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Op Art
Op ArtOp Art
Op Art
 
Aula de bioética
Aula de bioéticaAula de bioética
Aula de bioética
 
Historia da beleza 02
Historia da beleza 02Historia da beleza 02
Historia da beleza 02
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
 
Sartre
SartreSartre
Sartre
 
Ética e moral
Ética e moralÉtica e moral
Ética e moral
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Aula02 - Metafísica
Aula02 - MetafísicaAula02 - Metafísica
Aula02 - Metafísica
 

Semelhante a Estética slide

estticaslide
estticaslideestticaslide
estticaslide
adrianomcosta3
 
a arte como fenomeno social
a arte como fenomeno  social a arte como fenomeno  social
Estética 31
Estética 31Estética 31
Estética 31
Alexandre Misturini
 
Estética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 mEstética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 m
alemisturini
 
Estética e ensino de arte
Estética e ensino de arteEstética e ensino de arte
Estética e ensino de arte
Marcos Santos
 
Apostila do 2º ano 3º e 4º bi
Apostila do 2º ano   3º e 4º biApostila do 2º ano   3º e 4º bi
Apostila do 2º ano 3º e 4º bi
Duzg
 
Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]
Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]
Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]
Julia Martins
 
Estética
EstéticaEstética
Estetica
Estetica   Estetica
Estetica
Mary Alvarenga
 
Estetica (atividade II)
Estetica   (atividade II)Estetica   (atividade II)
Estetica (atividade II)
Mary Alvarenga
 
Alexsandro Junior da Silva
Alexsandro Junior da Silva Alexsandro Junior da Silva
Alexsandro Junior da Silva
alexsandrojunior13
 
Ensaio estética
Ensaio estéticaEnsaio estética
Ensaio estética
barbarasm1
 
aestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdf
aestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdfaestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdf
aestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdf
JessicaAlineTardivoA
 
Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?
derlonpipcbc
 
Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?
derlonpipcbc
 
M oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidade
M oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidadeM oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidade
M oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidade
Genivalda Cândido
 
éTica geral-e-profissional-13
éTica geral-e-profissional-13éTica geral-e-profissional-13
éTica geral-e-profissional-13
Aline Santa Bárbara
 
9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx
9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx
9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx
Iuri Ribeiro
 
Etica no trabalho
Etica no trabalhoEtica no trabalho
Etica no trabalho
Daniel Berta
 
Trabalho de filosofia
Trabalho de filosofiaTrabalho de filosofia
Trabalho de filosofia
Solange Ferreira de Paula
 

Semelhante a Estética slide (20)

estticaslide
estticaslideestticaslide
estticaslide
 
a arte como fenomeno social
a arte como fenomeno  social a arte como fenomeno  social
a arte como fenomeno social
 
Estética 31
Estética 31Estética 31
Estética 31
 
Estética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 mEstética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 m
 
Estética e ensino de arte
Estética e ensino de arteEstética e ensino de arte
Estética e ensino de arte
 
Apostila do 2º ano 3º e 4º bi
Apostila do 2º ano   3º e 4º biApostila do 2º ano   3º e 4º bi
Apostila do 2º ano 3º e 4º bi
 
Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]
Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]
Experi%c3%a ancia%20est%c3%a9tica[1]
 
Estética
EstéticaEstética
Estética
 
Estetica
Estetica   Estetica
Estetica
 
Estetica (atividade II)
Estetica   (atividade II)Estetica   (atividade II)
Estetica (atividade II)
 
Alexsandro Junior da Silva
Alexsandro Junior da Silva Alexsandro Junior da Silva
Alexsandro Junior da Silva
 
Ensaio estética
Ensaio estéticaEnsaio estética
Ensaio estética
 
aestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdf
aestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdfaestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdf
aestticadobelo-150420195214-conversion-gate02.pdf
 
Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?
 
Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?Quem determina o que é arte?
Quem determina o que é arte?
 
M oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidade
M oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidadeM oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidade
M oda e formas de conhecimento, verdade, estética e identidade
 
éTica geral-e-profissional-13
éTica geral-e-profissional-13éTica geral-e-profissional-13
éTica geral-e-profissional-13
 
9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx
9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx
9 - ESTÉTICA - Gilberto Coutrim.pptx
 
Etica no trabalho
Etica no trabalhoEtica no trabalho
Etica no trabalho
 
Trabalho de filosofia
Trabalho de filosofiaTrabalho de filosofia
Trabalho de filosofia
 

Mais de Solange Ferreira de Paula

Priscila F. E Tatiane Ok
Priscila F. E Tatiane OkPriscila F. E Tatiane Ok
Priscila F. E Tatiane Ok
Solange Ferreira de Paula
 
Mayara Do Carmo , Everton
Mayara Do Carmo , EvertonMayara Do Carmo , Everton
Mayara Do Carmo , Everton
Solange Ferreira de Paula
 
Adriana , Jessica Vilella , Nadine
Adriana , Jessica Vilella , NadineAdriana , Jessica Vilella , Nadine
Adriana , Jessica Vilella , Nadine
Solange Ferreira de Paula
 
Ativ9 Solange Dauebe Unid3 Treslagoas
Ativ9 Solange Dauebe Unid3 TreslagoasAtiv9 Solange Dauebe Unid3 Treslagoas
Ativ9 Solange Dauebe Unid3 Treslagoas
Solange Ferreira de Paula
 
Pri, Max, Delly, JéH
Pri, Max, Delly, JéHPri, Max, Delly, JéH
Pri, Max, Delly, JéH
Solange Ferreira de Paula
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
Solange Ferreira de Paula
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
Solange Ferreira de Paula
 

Mais de Solange Ferreira de Paula (8)

Priscila F. E Tatiane Ok
Priscila F. E Tatiane OkPriscila F. E Tatiane Ok
Priscila F. E Tatiane Ok
 
Mayara Do Carmo , Everton
Mayara Do Carmo , EvertonMayara Do Carmo , Everton
Mayara Do Carmo , Everton
 
Adriana , Jessica Vilella , Nadine
Adriana , Jessica Vilella , NadineAdriana , Jessica Vilella , Nadine
Adriana , Jessica Vilella , Nadine
 
Ativ9 Solange Dauebe Unid3 Treslagoas
Ativ9 Solange Dauebe Unid3 TreslagoasAtiv9 Solange Dauebe Unid3 Treslagoas
Ativ9 Solange Dauebe Unid3 Treslagoas
 
Pri, Max, Delly, JéH
Pri, Max, Delly, JéHPri, Max, Delly, JéH
Pri, Max, Delly, JéH
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
 

Estética slide

  • 1. Estética na Antiguidade E Estética na Atualidade
  • 2.
  • 3.  
  • 4.  
  • 5.  
  • 6.  
  • 7.  
  • 8.
  • 9.  
  • 10.  
  • 11.
  • 12.  
  • 13.
  • 14.  
  • 15.  
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.  
  • 19.  
  • 20.  
  • 21.  
  • 22.  
  • 23.   Estética tem como fundamento o estudo e a extrema preocupação com o que existe de belo na natureza. Todo esse estudo de longa data gerou conceitos de beleza e “linhas” a serem seguidas pelas pessoas, para se tornarem mais belas.  Como o próprio conceito da estética nos mostra, o que é belo é bom, como se fosse o único caminho a ser seguido, para qualquer pessoa ser aceita, em qualquer situação. Antigamente era estudado tudo o que existia na natureza e o pouco, comparado aos dias de hoje, que era produzido pelo homem. Mas com o passar do tempo a estética foi fundamental para a atração das pessoas por qualquer coisa que fosse produzida e exposta. As pessoas se envolvem emocionalmente com tudo que acham “belo”, por mais delicado que seja o significado dessa palavra.
  • 24. Muitas coisas atraem multidões simplesmente por serem agradáveis esteticamente. Beleza em primeiro lugar. Até hoje ainda percebemos e sentimos no nosso dia-a-dia esse “peso” imposto pela visão de beleza, e que só o que é belo presta. Também podemos observar que o que é considerado feio é simplesmente ignorado e menosprezado. Portanto a estética em nossa época é fundamental, podemos dizer até que é o principal meio de atração de qualquer pessoa, gerando mais consumo e crescimento de vendas de qualquer produto.
  • 25.  
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30.  
  • 31.