SlideShare uma empresa Scribd logo
Efeito Doppler
O que é Variação da frequência percebida por um observador que se move em relação à fonte de ondas. Quando o observador se aproxima da fonte, a frequência percebida é maior que a emitida; Quando o observador se afasta da fonte, a frequência percebida é menor que a emitida.
Vídeo
 
Efeito Doppler por reflexão O efeito Doppler também pode ocorrer quando as ondas são refletidas por um corpo em movimento.
Exercício 3 – Pág. 140 Considere uma fonte sonora, em repouso, emitindo um som de frequência f e velocidade v S . Um observador, movimentando-se em dado sentido, com velocidade constante v em relação à fonte, percebe o som com frequência de 160 Hz. Quando ele se movimenta no sentido oposto, com velocidade 2v, ouve o som com frequência de 448 Hz. Com base nessas informações, A) Calcule a frequência real do som emitido pela fonte; B) Considere a situação hipotética em que o observador possa se mover à velocidade do som, afastando-se da fonte. Determine a frequência percebida por ele e interprete o resultado.
Resolução A) Primeira situação: o observador se afasta da fonte (frequência menor). Sua velocidade é negativa. Segunda situação: o observador se aproxima da fonte (frequência maior). Sua velocidade é positiva. Em ambas as equações podemos isolar v/v S  e igualá-las
Resolução
Resolução B) Caso o observador se distancie da fonte com a velocidade do som, a frequência ouvida será igual a zero. Isso significa que o observador não ouvirá nenhum som, pois não será “atingido” pelas frentes de onda.
Ondas Eletromagnéticas
Espectro Eletromagnético
Polarização Seleção do plano de vibração das ondas eletromagnéticas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercicios efeito-doppler1
Exercicios efeito-doppler1Exercicios efeito-doppler1
Exercicios efeito-doppler1
Wenildo Costa
 
Acustica
AcusticaAcustica
Acustica
Rildo Borges
 
Fisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas SonorasFisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas Sonoras
Walmor Godoi
 
Modulo 3
Modulo 3Modulo 3
Ondas sonoras
Ondas sonorasOndas sonoras
Ondas sonoras
susyfig
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
Agnobel Silva
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
Videoaulas De Física Apoio
 
Refração
Refração Refração
Refração
jorgeeerick
 
Refração
RefraçãoRefração
Refração
Camila Aguiar
 
2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica
2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica
2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica
Leonardo Menezes
 
Slides de Refração
Slides de Refração Slides de Refração
Slides de Refração
sartremoyses
 
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma ondaOndulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Giovane Silva
 
Revisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física TotalRevisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física Total
tioivys
 
8ºano fq fq8ano som
8ºano fq fq8ano som8ºano fq fq8ano som
8ºano fq fq8ano som
silvia_lfr
 
Refração
RefraçãoRefração
Refração
perezgabriel_
 
Ondas estacionárias - Tubos Sonoros
Ondas estacionárias - Tubos SonorosOndas estacionárias - Tubos Sonoros
Ondas estacionárias - Tubos Sonoros
Mário Siqueira
 
Refração
 Refração Refração
Refração
Rhuan Ornilo
 
Acústica
AcústicaAcústica
2010 2 psico 13
2010 2 psico 132010 2 psico 13
2010 2 psico 13
Emanuel Limeira
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
paramore146
 

Mais procurados (20)

Exercicios efeito-doppler1
Exercicios efeito-doppler1Exercicios efeito-doppler1
Exercicios efeito-doppler1
 
Acustica
AcusticaAcustica
Acustica
 
Fisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas SonorasFisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas Sonoras
 
Modulo 3
Modulo 3Modulo 3
Modulo 3
 
Ondas sonoras
Ondas sonorasOndas sonoras
Ondas sonoras
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Propriedades da ...
 
Refração
Refração Refração
Refração
 
Refração
RefraçãoRefração
Refração
 
2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica
2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica
2o lista de_exercicio_-_fisica_geral_ii_acustica
 
Slides de Refração
Slides de Refração Slides de Refração
Slides de Refração
 
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma ondaOndulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
 
Revisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física TotalRevisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física Total
 
8ºano fq fq8ano som
8ºano fq fq8ano som8ºano fq fq8ano som
8ºano fq fq8ano som
 
Refração
RefraçãoRefração
Refração
 
Ondas estacionárias - Tubos Sonoros
Ondas estacionárias - Tubos SonorosOndas estacionárias - Tubos Sonoros
Ondas estacionárias - Tubos Sonoros
 
Refração
 Refração Refração
Refração
 
Acústica
AcústicaAcústica
Acústica
 
2010 2 psico 13
2010 2 psico 132010 2 psico 13
2010 2 psico 13
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 

Semelhante a Efeito doppler e ondas em

2.pdf
2.pdf2.pdf
APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3
APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3
APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3
diegogoncalves23
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
Fabricio Scheffer
 
Acústica.pptx
Acústica.pptxAcústica.pptx
Acústica.pptx
Carlos Fernando Oliveira
 
1.pdf
1.pdf1.pdf
Velocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptx
Velocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptxVelocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptx
Velocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptx
rafaelasantos15392
 
3.pdf
3.pdf3.pdf
documento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEO
documento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEOdocumento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEO
documento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEO
victor2121silva
 
Aula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdf
Aula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdfAula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdf
Aula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdf
Tainã Melo
 
Ondas 1o bimestre (1)
Ondas   1o bimestre (1)Ondas   1o bimestre (1)
Ondas 1o bimestre (1)
Vitor Hugo Almeida
 
Ondas Eletromagnéticas e Acústica - Física
Ondas Eletromagnéticas e Acústica - FísicaOndas Eletromagnéticas e Acústica - Física
Ondas Eletromagnéticas e Acústica - Física
Carson Souza
 
Harmônicos em cordas.pptx
Harmônicos em cordas.pptxHarmônicos em cordas.pptx
Harmônicos em cordas.pptx
paulo72321
 
Aula 19 ondulatória
Aula 19   ondulatóriaAula 19   ondulatória
Aula 19 ondulatória
Jonatas Carlos
 
Principio básico de funcionamento sensor de estacionamento Ibertec
Principio básico de funcionamento sensor de estacionamento IbertecPrincipio básico de funcionamento sensor de estacionamento Ibertec
Principio básico de funcionamento sensor de estacionamento Ibertec
ibertec
 
Ondas sonoras
Ondas sonorasOndas sonoras
Ondas sonoras
Dayanne Fernandes
 
Ondas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsx
Ondas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsxOndas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsx
Ondas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsx
MarceloAlano2
 
Ondas (2)
Ondas   (2)Ondas   (2)
Ondas (2)
espacoaberto
 
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução TeóricaSensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Biofísica da Audição
Biofísica da AudiçãoBiofísica da Audição
Biofísica da Audição
Helena Amaral
 
Introdução à Sonoplastia - Senac
Introdução à Sonoplastia - SenacIntrodução à Sonoplastia - Senac
Introdução à Sonoplastia - Senac
Phelipe Cavalcante
 

Semelhante a Efeito doppler e ondas em (20)

2.pdf
2.pdf2.pdf
2.pdf
 
APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3
APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3
APRESENTAÇÃO ONDAS II - Física EXPERIMENTAL 3
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
 
Acústica.pptx
Acústica.pptxAcústica.pptx
Acústica.pptx
 
1.pdf
1.pdf1.pdf
1.pdf
 
Velocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptx
Velocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptxVelocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptx
Velocidade e propagação de um sinal sonoro Pedro Renato Rafaela.pptx
 
3.pdf
3.pdf3.pdf
3.pdf
 
documento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEO
documento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEOdocumento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEO
documento som foiç OÇGogõiÕIgÔeigÇEOgiÇÊOgÇEO
 
Aula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdf
Aula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdfAula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdf
Aula_de_fisica_ensino_medio_tiposOndas.pdf
 
Ondas 1o bimestre (1)
Ondas   1o bimestre (1)Ondas   1o bimestre (1)
Ondas 1o bimestre (1)
 
Ondas Eletromagnéticas e Acústica - Física
Ondas Eletromagnéticas e Acústica - FísicaOndas Eletromagnéticas e Acústica - Física
Ondas Eletromagnéticas e Acústica - Física
 
Harmônicos em cordas.pptx
Harmônicos em cordas.pptxHarmônicos em cordas.pptx
Harmônicos em cordas.pptx
 
Aula 19 ondulatória
Aula 19   ondulatóriaAula 19   ondulatória
Aula 19 ondulatória
 
Principio básico de funcionamento sensor de estacionamento Ibertec
Principio básico de funcionamento sensor de estacionamento IbertecPrincipio básico de funcionamento sensor de estacionamento Ibertec
Principio básico de funcionamento sensor de estacionamento Ibertec
 
Ondas sonoras
Ondas sonorasOndas sonoras
Ondas sonoras
 
Ondas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsx
Ondas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsxOndas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsx
Ondas classificaçao eFENÔMENOS ONDULATÓRIOS.ppsx
 
Ondas (2)
Ondas   (2)Ondas   (2)
Ondas (2)
 
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução TeóricaSensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
 
Biofísica da Audição
Biofísica da AudiçãoBiofísica da Audição
Biofísica da Audição
 
Introdução à Sonoplastia - Senac
Introdução à Sonoplastia - SenacIntrodução à Sonoplastia - Senac
Introdução à Sonoplastia - Senac
 

Último

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
GrazielaTorrezan
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
IsaiasJohaneSimango
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 

Efeito doppler e ondas em

  • 2. O que é Variação da frequência percebida por um observador que se move em relação à fonte de ondas. Quando o observador se aproxima da fonte, a frequência percebida é maior que a emitida; Quando o observador se afasta da fonte, a frequência percebida é menor que a emitida.
  • 4.  
  • 5. Efeito Doppler por reflexão O efeito Doppler também pode ocorrer quando as ondas são refletidas por um corpo em movimento.
  • 6. Exercício 3 – Pág. 140 Considere uma fonte sonora, em repouso, emitindo um som de frequência f e velocidade v S . Um observador, movimentando-se em dado sentido, com velocidade constante v em relação à fonte, percebe o som com frequência de 160 Hz. Quando ele se movimenta no sentido oposto, com velocidade 2v, ouve o som com frequência de 448 Hz. Com base nessas informações, A) Calcule a frequência real do som emitido pela fonte; B) Considere a situação hipotética em que o observador possa se mover à velocidade do som, afastando-se da fonte. Determine a frequência percebida por ele e interprete o resultado.
  • 7. Resolução A) Primeira situação: o observador se afasta da fonte (frequência menor). Sua velocidade é negativa. Segunda situação: o observador se aproxima da fonte (frequência maior). Sua velocidade é positiva. Em ambas as equações podemos isolar v/v S e igualá-las
  • 9. Resolução B) Caso o observador se distancie da fonte com a velocidade do som, a frequência ouvida será igual a zero. Isso significa que o observador não ouvirá nenhum som, pois não será “atingido” pelas frentes de onda.
  • 12. Polarização Seleção do plano de vibração das ondas eletromagnéticas