SlideShare uma empresa Scribd logo
ECONOMIA NA
TERCEIRA IDADE
Acadêmicos: David gatinho , Diogo Fiorine, Laís Varela,
Luiz Augusto, Mayara Galvan ,Paulo Brandini, Ricardo,
Tânia Jandrey.
Idosos Investem em Viagens e Estudo
• A população brasileira é
composta por 11% de Idosos
quem tem uma renda nacional
estimada 20% do PIB do país,
nessa mesma linha de pesquisa,
porém mais aprofundado
comprovaram-se que 25% dos
idosos não vivem só de
aposentadoria.
• As pessoas com mais de 60 anos
movimentam R$ 20 de cada R$
100 gastos no país. Pesquisas
apontam que os maiores
investimentos feito nessa idade
são gastos com as viagens e
educação. Em muitos casos os
idosos sustentam a família e
ainda ensinam uma lição: o
melhor investimento não é em
ações e fundos, é na educação.
Idosos ativos
• Ampliação da expectativa e da
qualidade de vida turbina um
mercado consumidor de mais de
R$ 400 bilhões ao ano e desafia
indústria, comércio e serviços a
atender a nova demanda.
• . De cada 10 brasileiros idosos,
sete pertencem à chamada nova
classe média, com renda familiar
em média de R$ 2,5 mil. “O
dinheiro vem da aposentadoria e
outras fontes de renda. Essa faixa
da população tem se mantido
ativa por mais tempo”, observa
Renato Meirelles, sócio-diretor
do Data Popular.
Terceira Idade e o consumismo
• Os gastos dos maiores de 60 anos
vão desde saúde e medicamentos a
roupas, viagens, cultura e bem-
estar. O desafio da indústria, dos
serviços e do comércio agora é criar
produtos que atendam esses
consumidores, que hoje são 23,5
milhões de brasileiros. “O que existe
no mercado são produtos adaptados
para o idoso, o que é diferente de ter
uma oferta desenvolvida para essa
faixa etária. A indústria ainda não
enxerga o idoso”.
• Viviane Café, especialista e
consultora para terceira
idade em sua pesquisa
afirma que o envelhecimento
da população brasileira foi
comparado a um tsunami, e
o país está começando a
perceber o fenômeno, porém
não percebe a força que este
novo mercado de trabalho
oferece.
Terceira Idade e Turismo
O turismo para a melhor idade é
um dos filões mais importantes das
agências de viagens, avalia
Antônio da Matta, presidente da
Associação Brasileira das
Agências Viagens (Abav). “São os
consumidores que não têm filhos
para cuidar, não têm tanto
compromisso com a casa e com
situação financeira definida. Eles
querem é aproveitar a vida”,
afirma. O setor está em
crescimento constante, segundo
Matta. “Eles já não têm mais medo
de avião. Sabem que é mais
seguro que automóvel”.
Terceira Idade e Cultura
• Eles não querem só comida,
querem diversão e arte. Os idosos
não comprometem a renda com
saúde e alimentos, mas também
com cultura.
• Para a grande parte dos
aposentados, os livros passam a
fazer parte dos seus orçamentos
chegando em média, 10% do
salário mínimo.
• Além de consumidores, essa
parcela da população tem
um outro peso. Como lembra
o livreiro Alencar Perdigão,
que tem 30% de sua
clientela formada pelos
leitores mais velhos, eles
fazem o gosto pelo
conhecimento seguir firme
entre gerações mais jovens.
É um público que frequenta
a livraria também como
ponto de encontro, para fugir
da solidão intelectual.
Terceira Idade e Bem-Estar
• O setor de tratamentos estéticos é uma das áreas que mais vem
crescendo pelo segmento que já oferece produtos variados e
apropriados à faixa etária que ultrapassou os 60 anos, tem grandes
estimas de aumento pelo público vigente ao contrário de outros
segmentos que ainda têm espaço para avançar.
• Pesquisas afirmam que 30% dos consumidores em busca de
tratamentos estéticos são maiores de 60, que visam comprar
pacotes de tratamentos estéticos até hidroterapias. Nesses pacotes
tem que conter os banhos apreciados pela terceira idade que custam
em média R$ 150.
Terceira Idade e Moda
• Encontrar a roupa adequada ao seu tipo
físico ainda é um desafio para os
maiores de 60 anos. O peso do vestuário
no orçamento doméstico da terceira
idade é de 4,14%. Devido a carência de
estilistas, lojas e fábricas que possam
investir no público idoso do país, a
concorrência internacional acaba sendo
grandes concorrentes quando se trata de
moda, devido esta carência, os idosos
vão em busca de modas mais
tendenciosas em países como os
Estados Unidos que busca atrair essa
clientela investindo em ofertas e
exclusividade para a terceira idade. Já a
indústria de moda brasileira está mais
focado para o público jovem, e perdendo
um grande público.
Terceira idade e as Industrias Farmacêutica
Enquanto o grupo medicamentos e cuidados
pessoais representa 11,4% no custo de vida da
população em geral, para o idoso a pressão é
bem maior: 18,4%.
A saúde é, sem dúvida, uma das principais
preocupações das pessoas idosos,
principalmente quando a falta dela impõe
restrições à autonomia e à independência. Em
recente pesquisa realizada com idosos não
institucionalizados residentes no Rio Grande do
Sul, 48% dos entrevistados Estudos.
apontaram a saúde como o valor mais
importante na sua vida (RIO GRANDE DO SUL,
1997). Devemos, contudo, diferenciar o processo
de envelhecimento do processo patológico, pois
velhice não é doença mas, certamente, um
período de enfraquecimento quando
consideramos apenas o aspecto físico.
Ariete Regina Berti e Paulo Mayorga
Terceira Idade e as Industrias Alimentícias
• As metas para a capacidade
funcional e da autonomia são metas
importantes para o idoso, para se
ter longevidade com qualidade de
vida. De acordo com pesquisas do
Brasil Food Trends até 2020 a
tendência por procura de comidas
mais frescas e saudáveis iram
aumentar consideravelmente
elevando consideravelmente as
indústrias de alimentação.
Economia na Terceira Idade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Módulo 3 - Aula 1
Módulo 3 - Aula 1Módulo 3 - Aula 1
Módulo 3 - Aula 1
agemais
 
Exclusao social ana_marta
Exclusao social ana_martaExclusao social ana_marta
Exclusao social ana_marta
navegananet
 
Indice de felicidade na terceira idade
Indice de felicidade na terceira idadeIndice de felicidade na terceira idade
Indice de felicidade na terceira idade
SPC Brasil
 
Ser feliz na velhice!
Ser feliz na velhice!Ser feliz na velhice!
Ser feliz na velhice!
Marta Domingues
 
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratosOs direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Sérgio Henrique da Silva Pereira
 
Retrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizada
Retrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizadaRetrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizada
Retrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizada
Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa em Saúde - CEDEPS
 
Educação das Pessoas Adultas
Educação das Pessoas AdultasEducação das Pessoas Adultas
Educação das Pessoas Adultas
carbgarcia
 
Envelhecimento
EnvelhecimentoEnvelhecimento
Envelhecimento
Ilda Bicacro
 
1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...
1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...
1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...
bibliotecasaude
 
Estrutura etária
Estrutura etáriaEstrutura etária
Estrutura etária
Gisela Alves
 
Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013
Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013
Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013
Confederação Nacional da Indústria
 
7.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.2
7.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.27.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.2
7.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.2
Bruniiinha
 
Desigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasilDesigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasil
Igor Amott
 
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade   CóPiaViolêNcia Na Terceira Idade   CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
susana12345
 
Famílias
FamíliasFamílias
ESS - "Pobreza"
ESS - "Pobreza"ESS - "Pobreza"
ESS - "Pobreza"
Ilda Bicacro
 
Release consumo consciente felicidade
Release   consumo consciente   felicidadeRelease   consumo consciente   felicidade
Release consumo consciente felicidade
SPC Brasil
 
Violência idosos
Violência idososViolência idosos
Violência idosos
Marcia Orlando
 
Livro para o meio escolar
Livro para o meio escolarLivro para o meio escolar
Livro para o meio escolar
Valéria Teixeira
 

Mais procurados (19)

Módulo 3 - Aula 1
Módulo 3 - Aula 1Módulo 3 - Aula 1
Módulo 3 - Aula 1
 
Exclusao social ana_marta
Exclusao social ana_martaExclusao social ana_marta
Exclusao social ana_marta
 
Indice de felicidade na terceira idade
Indice de felicidade na terceira idadeIndice de felicidade na terceira idade
Indice de felicidade na terceira idade
 
Ser feliz na velhice!
Ser feliz na velhice!Ser feliz na velhice!
Ser feliz na velhice!
 
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratosOs direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
 
Retrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizada
Retrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizadaRetrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizada
Retrato da Velhice: TVS e a pessoa idosa institucionalizada
 
Educação das Pessoas Adultas
Educação das Pessoas AdultasEducação das Pessoas Adultas
Educação das Pessoas Adultas
 
Envelhecimento
EnvelhecimentoEnvelhecimento
Envelhecimento
 
1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...
1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...
1013-L - Saúde e desenvolvimento da juventude brasileira - Construindo uma ag...
 
Estrutura etária
Estrutura etáriaEstrutura etária
Estrutura etária
 
Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013
Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013
Retratos da Sociedade | Padrão de Vida | Divulgação 09/12/2013
 
7.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.2
7.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.27.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.2
7.psicologia+e+saude+ +adulto+idoso+2010.2
 
Desigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasilDesigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasil
 
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade   CóPiaViolêNcia Na Terceira Idade   CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
 
Famílias
FamíliasFamílias
Famílias
 
ESS - "Pobreza"
ESS - "Pobreza"ESS - "Pobreza"
ESS - "Pobreza"
 
Release consumo consciente felicidade
Release   consumo consciente   felicidadeRelease   consumo consciente   felicidade
Release consumo consciente felicidade
 
Violência idosos
Violência idososViolência idosos
Violência idosos
 
Livro para o meio escolar
Livro para o meio escolarLivro para o meio escolar
Livro para o meio escolar
 

Semelhante a Economia na Terceira Idade

54532 refernciaeinfluencia
54532 refernciaeinfluencia54532 refernciaeinfluencia
54532 refernciaeinfluencia
badico11
 
Economy n' Presentation
Economy n' PresentationEconomy n' Presentation
Economy n' Presentation
Rafael Henrique Mainardes Ferreira
 
Retrato dos Novos Consumidores Brasileiros
Retrato dos Novos Consumidores BrasileirosRetrato dos Novos Consumidores Brasileiros
Retrato dos Novos Consumidores Brasileiros
cesao.lopes
 
Slides 2º ano idh e objetivos do milênio
Slides 2º ano idh e objetivos do milênioSlides 2º ano idh e objetivos do milênio
Slides 2º ano idh e objetivos do milênio
Oberlania Alves
 
Materia capa
Materia capaMateria capa
Materia capa
Ricardo Pastore
 
O consumidor brasileiro
O consumidor brasileiroO consumidor brasileiro
O consumidor brasileiro
Aline Corso
 
Trabalho em grupo 13.09.2010 final
Trabalho em grupo 13.09.2010 finalTrabalho em grupo 13.09.2010 final
Trabalho em grupo 13.09.2010 final
Silvia Debs Souto
 
10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL
10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL
10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL
Cuidar de Idosos
 
País de idosos
País de idososPaís de idosos
País de idosos
dianalove15
 
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mcAspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
ProfMario De Mori
 
Juventude e mercado de trabalho
Juventude e mercado de trabalhoJuventude e mercado de trabalho
Juventude e mercado de trabalho
Ana Paula Ribeiro de Oliveira
 
Os Habitos de Consumo
Os Habitos de ConsumoOs Habitos de Consumo
Os Habitos de Consumo
Dai Kelen
 
Envelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anos
Envelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anosEnvelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anos
Envelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anos
MJV Technology & Innovation Brasil
 
É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...
É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...
É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...
Luiz Navarro
 
TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEE
TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEETENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEE
TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEE
mbrogna
 
Projeto Sábio Aprendiz
Projeto Sábio AprendizProjeto Sábio Aprendiz
Projeto Sábio Aprendiz
S Recursos Humanos Especializados
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
Setemi News
 
Quinze_15 : 50 mais
Quinze_15 : 50 maisQuinze_15 : 50 mais
Quinze_15 : 50 mais
Quinze_15
 
324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok
Roberto Rabat Chame
 
106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional
Seila Merida
 

Semelhante a Economia na Terceira Idade (20)

54532 refernciaeinfluencia
54532 refernciaeinfluencia54532 refernciaeinfluencia
54532 refernciaeinfluencia
 
Economy n' Presentation
Economy n' PresentationEconomy n' Presentation
Economy n' Presentation
 
Retrato dos Novos Consumidores Brasileiros
Retrato dos Novos Consumidores BrasileirosRetrato dos Novos Consumidores Brasileiros
Retrato dos Novos Consumidores Brasileiros
 
Slides 2º ano idh e objetivos do milênio
Slides 2º ano idh e objetivos do milênioSlides 2º ano idh e objetivos do milênio
Slides 2º ano idh e objetivos do milênio
 
Materia capa
Materia capaMateria capa
Materia capa
 
O consumidor brasileiro
O consumidor brasileiroO consumidor brasileiro
O consumidor brasileiro
 
Trabalho em grupo 13.09.2010 final
Trabalho em grupo 13.09.2010 finalTrabalho em grupo 13.09.2010 final
Trabalho em grupo 13.09.2010 final
 
10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL
10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL
10 FATOS SOBRE O ENVELHECIMENTO MUNDIAL
 
País de idosos
País de idososPaís de idosos
País de idosos
 
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mcAspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
 
Juventude e mercado de trabalho
Juventude e mercado de trabalhoJuventude e mercado de trabalho
Juventude e mercado de trabalho
 
Os Habitos de Consumo
Os Habitos de ConsumoOs Habitos de Consumo
Os Habitos de Consumo
 
Envelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anos
Envelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anosEnvelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anos
Envelhecimento populacional: O que fazer quando os consumidores tiverem 100 anos
 
É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...
É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...
É hora de aposentar seu conceito de "velho": dados e insights sobre os sênior...
 
TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEE
TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEETENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEE
TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO - OPEE
 
Projeto Sábio Aprendiz
Projeto Sábio AprendizProjeto Sábio Aprendiz
Projeto Sábio Aprendiz
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
 
Quinze_15 : 50 mais
Quinze_15 : 50 maisQuinze_15 : 50 mais
Quinze_15 : 50 mais
 
324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok
 
106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional
 

Mais de David Alcantara

Culinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteCulinária da Região Sudeste
Culinária da Região Sudeste
David Alcantara
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
David Alcantara
 
Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos
David Alcantara
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
David Alcantara
 
Ritmo na Psicomotricidade
Ritmo na PsicomotricidadeRitmo na Psicomotricidade
Ritmo na Psicomotricidade
David Alcantara
 
Trabalho Ética
Trabalho ÉticaTrabalho Ética
Trabalho Ética
David Alcantara
 
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoSistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
David Alcantara
 
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
David Alcantara
 

Mais de David Alcantara (8)

Culinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteCulinária da Região Sudeste
Culinária da Região Sudeste
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
 
Ritmo na Psicomotricidade
Ritmo na PsicomotricidadeRitmo na Psicomotricidade
Ritmo na Psicomotricidade
 
Trabalho Ética
Trabalho ÉticaTrabalho Ética
Trabalho Ética
 
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoSistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
 
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
 

Último

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 

Economia na Terceira Idade

  • 1. ECONOMIA NA TERCEIRA IDADE Acadêmicos: David gatinho , Diogo Fiorine, Laís Varela, Luiz Augusto, Mayara Galvan ,Paulo Brandini, Ricardo, Tânia Jandrey.
  • 2. Idosos Investem em Viagens e Estudo • A população brasileira é composta por 11% de Idosos quem tem uma renda nacional estimada 20% do PIB do país, nessa mesma linha de pesquisa, porém mais aprofundado comprovaram-se que 25% dos idosos não vivem só de aposentadoria. • As pessoas com mais de 60 anos movimentam R$ 20 de cada R$ 100 gastos no país. Pesquisas apontam que os maiores investimentos feito nessa idade são gastos com as viagens e educação. Em muitos casos os idosos sustentam a família e ainda ensinam uma lição: o melhor investimento não é em ações e fundos, é na educação.
  • 3. Idosos ativos • Ampliação da expectativa e da qualidade de vida turbina um mercado consumidor de mais de R$ 400 bilhões ao ano e desafia indústria, comércio e serviços a atender a nova demanda. • . De cada 10 brasileiros idosos, sete pertencem à chamada nova classe média, com renda familiar em média de R$ 2,5 mil. “O dinheiro vem da aposentadoria e outras fontes de renda. Essa faixa da população tem se mantido ativa por mais tempo”, observa Renato Meirelles, sócio-diretor do Data Popular.
  • 4. Terceira Idade e o consumismo • Os gastos dos maiores de 60 anos vão desde saúde e medicamentos a roupas, viagens, cultura e bem- estar. O desafio da indústria, dos serviços e do comércio agora é criar produtos que atendam esses consumidores, que hoje são 23,5 milhões de brasileiros. “O que existe no mercado são produtos adaptados para o idoso, o que é diferente de ter uma oferta desenvolvida para essa faixa etária. A indústria ainda não enxerga o idoso”.
  • 5. • Viviane Café, especialista e consultora para terceira idade em sua pesquisa afirma que o envelhecimento da população brasileira foi comparado a um tsunami, e o país está começando a perceber o fenômeno, porém não percebe a força que este novo mercado de trabalho oferece.
  • 6. Terceira Idade e Turismo O turismo para a melhor idade é um dos filões mais importantes das agências de viagens, avalia Antônio da Matta, presidente da Associação Brasileira das Agências Viagens (Abav). “São os consumidores que não têm filhos para cuidar, não têm tanto compromisso com a casa e com situação financeira definida. Eles querem é aproveitar a vida”, afirma. O setor está em crescimento constante, segundo Matta. “Eles já não têm mais medo de avião. Sabem que é mais seguro que automóvel”.
  • 7. Terceira Idade e Cultura • Eles não querem só comida, querem diversão e arte. Os idosos não comprometem a renda com saúde e alimentos, mas também com cultura. • Para a grande parte dos aposentados, os livros passam a fazer parte dos seus orçamentos chegando em média, 10% do salário mínimo.
  • 8. • Além de consumidores, essa parcela da população tem um outro peso. Como lembra o livreiro Alencar Perdigão, que tem 30% de sua clientela formada pelos leitores mais velhos, eles fazem o gosto pelo conhecimento seguir firme entre gerações mais jovens. É um público que frequenta a livraria também como ponto de encontro, para fugir da solidão intelectual.
  • 9. Terceira Idade e Bem-Estar • O setor de tratamentos estéticos é uma das áreas que mais vem crescendo pelo segmento que já oferece produtos variados e apropriados à faixa etária que ultrapassou os 60 anos, tem grandes estimas de aumento pelo público vigente ao contrário de outros segmentos que ainda têm espaço para avançar. • Pesquisas afirmam que 30% dos consumidores em busca de tratamentos estéticos são maiores de 60, que visam comprar pacotes de tratamentos estéticos até hidroterapias. Nesses pacotes tem que conter os banhos apreciados pela terceira idade que custam em média R$ 150.
  • 10. Terceira Idade e Moda • Encontrar a roupa adequada ao seu tipo físico ainda é um desafio para os maiores de 60 anos. O peso do vestuário no orçamento doméstico da terceira idade é de 4,14%. Devido a carência de estilistas, lojas e fábricas que possam investir no público idoso do país, a concorrência internacional acaba sendo grandes concorrentes quando se trata de moda, devido esta carência, os idosos vão em busca de modas mais tendenciosas em países como os Estados Unidos que busca atrair essa clientela investindo em ofertas e exclusividade para a terceira idade. Já a indústria de moda brasileira está mais focado para o público jovem, e perdendo um grande público.
  • 11. Terceira idade e as Industrias Farmacêutica Enquanto o grupo medicamentos e cuidados pessoais representa 11,4% no custo de vida da população em geral, para o idoso a pressão é bem maior: 18,4%. A saúde é, sem dúvida, uma das principais preocupações das pessoas idosos, principalmente quando a falta dela impõe restrições à autonomia e à independência. Em recente pesquisa realizada com idosos não institucionalizados residentes no Rio Grande do Sul, 48% dos entrevistados Estudos. apontaram a saúde como o valor mais importante na sua vida (RIO GRANDE DO SUL, 1997). Devemos, contudo, diferenciar o processo de envelhecimento do processo patológico, pois velhice não é doença mas, certamente, um período de enfraquecimento quando consideramos apenas o aspecto físico. Ariete Regina Berti e Paulo Mayorga
  • 12. Terceira Idade e as Industrias Alimentícias • As metas para a capacidade funcional e da autonomia são metas importantes para o idoso, para se ter longevidade com qualidade de vida. De acordo com pesquisas do Brasil Food Trends até 2020 a tendência por procura de comidas mais frescas e saudáveis iram aumentar consideravelmente elevando consideravelmente as indústrias de alimentação.