SlideShare uma empresa Scribd logo
ADOLESCÊNCIA
10 a 20 ANOS
Puberdade, hormônios, relações
sociais e maturação sexual.
ADOLESCENTE
1977 - a OMS começa a estudar a adolescência;
De acordo com OMS a adolescência compreende a
idade de 10 a 20 anos incompletos;
Fase de transição entre a infância e a fase adulta
caracterizada por mudanças abruptas e radicais
relacionadas ao desenvolvimento físico, cognitivo,
afetivo, moral e social.
ADOLESCENTE
PUBERDADE: apresenta ampla variação, sendo
que os fatores genéticos e alimentares têm
papel fundamental neste processo. Tão
importante quanto conhecer o início é analisar a
velocidade com que os eventos acontecem.
ADOLESCENTE
Fatores
ambientais,
nutricionais e
sociais
Desencadeamento
dos estímulos
hormonais
PUBERDADE
Mudanças biológicas
ADOLESCENTE
É o segundo período da vida extra-uterina, em
que o crescimento tem a sua velocidade
máxima;
O crescimento está relacionado com:
- aumento da massa corporal;
- desenvolvimento físico;
- maturação dos órgãos e sistemas;
ADOLESCENTE
O aparecimento das mudanças físicas
observadas no adolescente (desenvolvimento
de mamas, pêlos pubianos e maturação da
genitália) ocorre algum tempo após as
primeiras modificações hormonais;
A maioria das ações hormonais converge para
a condrogênese (crescimento ósseo).
ADOLESCENTE
O hormônio do crescimento atua:
- composição corporal;
- controla o crescimento longitudinal;
- atua na distribuição do tecido adiposo;
- metabolismo de proteínas, carboidratos,
lipídios, minerais e água.
ADOLESCENTE
Das alterações do crescimento, a baixa
estatura é que traz maior preocupação aos
pais. A altura da criança é compatível com a
de seus pais?
Medir a altura materna e paterna;
Calcular a altura média dos pais (AMP);
Cálculo da altura média dos pais
(AMP) para meninos e meninas
Meninos:
(altura do pai + altura da mãe + 13cm)
2
Meninas:
(altura do pai + altura da mãe – 13cm)
2
DP = +/- 10cm
(SETIAN, 2003)
Exemplo:
Menina com 10 anos e 1,40m
Mãe = 1,70m e Pai = 1,81m
AMP = (181 + 170 – 13)
2
AMP = 169cm
AMP = 169 +/- 10 = de 159 a 179cm de
altura
Fases de Aceleração e
Desaceleração do Crescimento
O processo de crescimento e desenvolvimento
na adolescência tem três etapas distintas:
Fase de início do estirão do crescimento que,
geralmente, começa entre 10 e 13 anos nas
meninas e entre 12 e 15 anos nos meninos;
Fases de Aceleração e Desaceleração
do Crescimento
Fase de pico máximo de crescimento, com
duração média de 24 a 36 meses;
Fase de desaceleração de crescimento, em
que pode ocorrer ainda em incremento de 5 a
8cm na estatura.
AUMENTO DA SECREÇÃO DOS
ESTERÓIDES GONADAIS
Adrenarca – aumento da secreção dos
androgênios das adrenais ou supra-renais;
Gonadarca – aumento dos estrogênios no sexo
feminino e da testosterona no sexo masculino
– hormônios responsáveis pelo aparecimento
dos caracteres sexuais secundários, ovulação,
espermatogênese e o processo de
fertilização.
AUMENTO DA SECREÇÃO DOS
ESTERÓIDES GONADAIS:
A partir das ações dos hormônios sexuais, as
transformações físicas que ocorrem na
adolescência apresentam diferenças entre
meninos e meninas, as quais podem ser
claramente observadas durante o estirão de
crescimento.
Durante esse processo foram estabelecidos
estágios de maturação sexual: estágios de
Tanner.
ADOLESCENTE
ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
Sexo feminino Pêlos pubianos Mamas
Estágio 1 Ausentes. Sem modificação
da fase infantil.
Estágio 2
Aumento do
crescimento
Pequenas
quantidades:
longos, finos e
lisos, distribuídos
ao longo dos
grandes lábios. (11
anos)
Brotos mamários:
elevação da
aréola e papilas
formando uma
pequena
saliência.
(10 a 11 anos)
ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
Sexo feminino Pêlos pubianos Mamas
Estágio 3
Pico de
velocidade de
crescimento
Aumento em
quantidade e
espessura, mais
escuros e
encaracolados.
(12 a 13 anos)
Maior aumento
da mama e da
aréola, mas sem
separação dos
contornos.
(12 a 13 anos)
Sexo feminino Pêlos pubianos Mamas
Estágio 4
13 anos
Pêlos do tipo
adulto: cobrindo
mais densamente
a região púbica,
sem atingir as
coxas.
Maior
crescimento da
mama e da aréola
sendo que há
separação dos
contornos.
Estágio 5
14 a 15 anos
Pilosidade
pubiana igual à
do adulto,
invadindo a parte
interna das coxas.
Mamas com
aspecto adulto, o
contorno areolar
é incorporado
novamente ao
contorno da
mama.
ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
ADOLESCENTE
Sexo masculino Pêlos pubianos Genitália
Estágio 1
(menores de 10
anos)
Ausentes. Características
infantis sem
alterações.
Estágio 2 Presença de pêlos
finos e claros.
(12 a 13 anos)
Aumento
pequeno do
pênis ou
aumento ainda
ausente e
aumento inicial
do volume
testicular.
ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
Sexo masculino Pêlos pubianos Genitália
Estágio 3 Púbis coberta. Crescimento
peniano em
comprimento,
maior crescimento
dos testículos e do
escroto.
Estágio 4
Pico de
velocidade de
crescimento
Tipo adulto: sem
extensão para as
coxas.
(14 a 15 anos)
Crescimento
peniano,
principalmente no
diâmetro.
Estágio 5
15 a 16 anos
Tipo adulto: com
extensão para as
coxas.
Desenvolvimento
completo da
genitália.
ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
ADOLESCENTE
Durante a puberdade:
O crescimento estatural médio:
- Meninos = 9 a 10cm;
- Meninas = 8cm.
O ganho ponderal é:
- Meninos = 8Kg;
- Meninas = 6 a 8Kg.
ADOLESCENTE
Em um período de 2 a 4 anos, a altura
aumenta 20 a 25cm em média;
No final do processo de maturação sexual os
adolescentes vão ter adquirido 15% da
estatura final do adulto e 50% da massa
corporal total.
ADOLESCENTE
Após o estirão de crescimento,
ocorre a gradual desaceleração de
ganho estatural até a parada de
crescimento, em torno de:
 15 e 16 anos na meninas;
 17 e 18 anos nos meninos.
A parada do crescimento
depende do período de iniciação
do processo pubertário.
ADOLESCENTE
No final da adolescência:
Os homens têm, em média, conteúdo de massa
magra em torno de 1,5 mais do que as
mulheres;
As mulheres têm, em média, 70% do conteúdo
da massa magra, quando comparado ao valor
dos homens.
Aos 20 anos, a mulher apresenta duas vezes
mais tecido adiposo do que o homem.
ADOLESCENTE
A idade da menarca é um marcador importante
da desaceleração do crescimento para as
meninas – esse evento ocorre, geralmente, de
12 a 18 meses após o início do estirão de
crescimento.
Para os meninos, a identificação da voz do
adolescente como marcador de fase de
desaceleração do crescimento é muito
subjetiva e pode implicar erro de
classificação.
ADOLESCENTE
 Pré-púbere não iniciou o estirão
 Pubescente iniciou mas não completou o
estirão
 Pós-pubescente completou a maior
parte do estirão
ADOLESCÊNCIA
Maturação óssea:
É determinada pelo índice de
desenvolvimento ósseo;
O crescimento ósseo se dá pela
proliferação cartilaginosa e na conversão
desta cartilagem em tecido ósseo, fato
esse que cessa o crescimento longitudinal
do osso;
Socialização
Uma marca comum da
maioria dos
adolescentes é a
necessidade de fazer
parte de um grupo.
As amizades são
importantes e dão
aos adolescentes a
sensação de fazer
parte de um grupo de
interesses comuns.
ADOLESCÊNCIA
A maturação óssea, como a maturação
sexual, refletem melhor a idade biológica do
adolescente do que a idade cronológica;
Grande parte da massa óssea é incorporada
na adolescência, embora só estará completa
na idade adulta, por volta dos 30 anos de
idade.
Os relacionamentos sociais começam com as
panelinhas, turmas, pares, amizades estáveis
e íntimas continuam e se tornam mais
íntimas.
Os conflitos
pais x filhos
chega ao
máximo no início
da puberdade.
O impacto
máximo do
grupo de
adolescente
geralmente são
iguais.
Sexo, para quando? Qual é o riso do sexo sem
uma orientação?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Puberdade e Adolescência
Puberdade e AdolescênciaPuberdade e Adolescência
Puberdade e Adolescência
lucikd
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
UFC
 
Gravidez Na Adolescencia
Gravidez Na AdolescenciaGravidez Na Adolescencia
Gravidez Na Adolescencia
teresaebia
 
Desenvolvimento Humano: Adulto e Idoso
Desenvolvimento Humano: Adulto e IdosoDesenvolvimento Humano: Adulto e Idoso
Desenvolvimento Humano: Adulto e Idoso
Renata Inácio
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Ana Paula Ribeiro da Fonseca Lopes
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
escola 2/3 Bernardino Machado
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Espaço Emrc
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
Paula Santos
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
Michele Pó
 
Alteraçãoes físicas e psicológicas
Alteraçãoes físicas e psicológicasAlteraçãoes físicas e psicológicas
Alteraçãoes físicas e psicológicas
grupo1adp
 
Adolescencia
AdolescenciaAdolescencia
Adolescencia
Roberto Moreira Silva
 
Slides gravidez adolescencia
Slides gravidez adolescenciaSlides gravidez adolescencia
Slides gravidez adolescencia
Antonio Junior Sousa Uchoa
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
Luis Davi Salomao
 
Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade
nandavcs
 
Desenvolvimento adolescência
Desenvolvimento adolescênciaDesenvolvimento adolescência
Desenvolvimento adolescência
psicologiaazambuja
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
Lasianny
 
Gravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaGravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNcia
Marlui Oliveira
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Soraya Filipa
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
Márcia Cafeland
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Alinebrauna Brauna
 

Mais procurados (20)

Puberdade e Adolescência
Puberdade e AdolescênciaPuberdade e Adolescência
Puberdade e Adolescência
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Gravidez Na Adolescencia
Gravidez Na AdolescenciaGravidez Na Adolescencia
Gravidez Na Adolescencia
 
Desenvolvimento Humano: Adulto e Idoso
Desenvolvimento Humano: Adulto e IdosoDesenvolvimento Humano: Adulto e Idoso
Desenvolvimento Humano: Adulto e Idoso
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Alteraçãoes físicas e psicológicas
Alteraçãoes físicas e psicológicasAlteraçãoes físicas e psicológicas
Alteraçãoes físicas e psicológicas
 
Adolescencia
AdolescenciaAdolescencia
Adolescencia
 
Slides gravidez adolescencia
Slides gravidez adolescenciaSlides gravidez adolescencia
Slides gravidez adolescencia
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade
 
Desenvolvimento adolescência
Desenvolvimento adolescênciaDesenvolvimento adolescência
Desenvolvimento adolescência
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
 
Gravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaGravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNcia
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
 

Destaque

ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPOADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
veronicasilva
 
Adolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpo
Adolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpoAdolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpo
Adolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpo
lucols
 
O que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpoO que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpo
VaMartins
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Moderadora
 
Requisitos nutricionais na idade escolar
Requisitos nutricionais na idade escolarRequisitos nutricionais na idade escolar
Requisitos nutricionais na idade escolar
Sara Bagagem
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Shirley Rodrigues
 
A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
Lilia Braga
 
Graficos da Sexualidade na adolescência
Graficos da Sexualidade na adolescênciaGraficos da Sexualidade na adolescência
Graficos da Sexualidade na adolescência
Pedui
 
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto JuvenilO Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.
Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.
Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.
Van Der Häägen Brazil
 
Aula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescente
Aula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescenteAula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescente
Aula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescente
Joelma Alves
 
Palestra 1 slideshare
Palestra 1   slidesharePalestra 1   slideshare
Palestra 1 slideshare
Atlética Medicina Unipam
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
escolabeatriz
 
O que é adolescência
O que é adolescênciaO que é adolescência
O que é adolescência
Glaucielen Cristina
 
Adolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anosAdolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anos
Kleverson Gomes
 
CADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da SaúdeCADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Crescimento maturação plasticidade
Crescimento maturação plasticidadeCrescimento maturação plasticidade
Crescimento maturação plasticidade
edudeoliv
 
Crescimento e mudança 8°b
Crescimento e mudança  8°bCrescimento e mudança  8°b
Crescimento e mudança 8°b
Rosário Souza
 
Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?
Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?
Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?
Marilia Aparecida Lima Ciuffo
 
ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIAADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA
Virginia Heloisa
 

Destaque (20)

ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPOADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
 
Adolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpo
Adolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpoAdolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpo
Adolescência - Mudanças que ocorrem em nosso corpo
 
O que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpoO que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpo
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Requisitos nutricionais na idade escolar
Requisitos nutricionais na idade escolarRequisitos nutricionais na idade escolar
Requisitos nutricionais na idade escolar
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
 
A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
 
Graficos da Sexualidade na adolescência
Graficos da Sexualidade na adolescênciaGraficos da Sexualidade na adolescência
Graficos da Sexualidade na adolescência
 
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto JuvenilO Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
 
Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.
Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.
Crescer estatural linear e proporções corpo identificam dismorfismos.
 
Aula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescente
Aula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescenteAula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescente
Aula 01 -_cuidados_com_a_saãºde_do_adolescente
 
Palestra 1 slideshare
Palestra 1   slidesharePalestra 1   slideshare
Palestra 1 slideshare
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
O que é adolescência
O que é adolescênciaO que é adolescência
O que é adolescência
 
Adolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anosAdolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anos
 
CADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da SaúdeCADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE da ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
 
Crescimento maturação plasticidade
Crescimento maturação plasticidadeCrescimento maturação plasticidade
Crescimento maturação plasticidade
 
Crescimento e mudança 8°b
Crescimento e mudança  8°bCrescimento e mudança  8°b
Crescimento e mudança 8°b
 
Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?
Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?
Orientação Sexual: Tema para ensinar Matemática?
 
ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIAADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA
 

Semelhante a Adolescência

Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
eversonluz
 
Gravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdfGravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdf
Cremilton Santana
 
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
JlioCsar374
 
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdfAula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
LeonardoAmaraldeOliv1
 
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdfAula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
LeonardoAmaraldeOliv1
 
Crescimento e mudança 8°b
Crescimento e mudança  8°bCrescimento e mudança  8°b
Crescimento e mudança 8°b
Rosário Souza
 
Crescimento e mudança 8°b
Crescimento e mudança  8°bCrescimento e mudança  8°b
Crescimento e mudança 8°b
Rosário Souza
 
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de IdadeFatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Van Der Häägen Brazil
 
Fases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vida
Fases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vidaFases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vida
Fases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vida
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-JuvenilCrescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2
luis97filipe
 
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Van Der Häägen Brazil
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
gustavo antunes
 
Sexualidade[1]
Sexualidade[1]Sexualidade[1]
Sexualidade[1]
joseaplara
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Paulo Gomes
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
gustavo antunes
 
Puberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;dPuberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;d
Monica Alves
 
Sexualidade para adolescentes
Sexualidade para adolescentes Sexualidade para adolescentes
Sexualidade para adolescentes
nosomos8A
 
Avaliação do crescimento e do desenvolvimento.ppt
Avaliação do crescimento e do desenvolvimento.pptAvaliação do crescimento e do desenvolvimento.ppt
Avaliação do crescimento e do desenvolvimento.ppt
nagelasouza1
 
Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...
Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...
Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...
Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Adolescência (20)

Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
Gravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdfGravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdf
 
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
 
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdfAula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
 
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdfAula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
Aula 12 - ADOLESCENCIA 4ª Período_230511_182632.pdf
 
Crescimento e mudança 8°b
Crescimento e mudança  8°bCrescimento e mudança  8°b
Crescimento e mudança 8°b
 
Crescimento e mudança 8°b
Crescimento e mudança  8°bCrescimento e mudança  8°b
Crescimento e mudança 8°b
 
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de IdadeFatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
 
Fases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vida
Fases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vidaFases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vida
Fases de crescimento normal ocorrem em diferentes ocasiões durante a vida
 
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-JuvenilCrescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
 
Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2
 
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
 
Sexualidade[1]
Sexualidade[1]Sexualidade[1]
Sexualidade[1]
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
 
Puberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;dPuberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;d
 
Sexualidade para adolescentes
Sexualidade para adolescentes Sexualidade para adolescentes
Sexualidade para adolescentes
 
Avaliação do crescimento e do desenvolvimento.ppt
Avaliação do crescimento e do desenvolvimento.pptAvaliação do crescimento e do desenvolvimento.ppt
Avaliação do crescimento e do desenvolvimento.ppt
 
Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...
Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...
Determinantes do Crescer e Maturação Crianças,Infantil,Juvenil e Subst. Metab...
 

Mais de David Alcantara

Culinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteCulinária da Região Sudeste
Culinária da Região Sudeste
David Alcantara
 
Economia na Terceira Idade
Economia na Terceira IdadeEconomia na Terceira Idade
Economia na Terceira Idade
David Alcantara
 
Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos
David Alcantara
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
David Alcantara
 
Ritmo na Psicomotricidade
Ritmo na PsicomotricidadeRitmo na Psicomotricidade
Ritmo na Psicomotricidade
David Alcantara
 
Trabalho Ética
Trabalho ÉticaTrabalho Ética
Trabalho Ética
David Alcantara
 
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoSistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
David Alcantara
 
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
David Alcantara
 

Mais de David Alcantara (8)

Culinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteCulinária da Região Sudeste
Culinária da Região Sudeste
 
Economia na Terceira Idade
Economia na Terceira IdadeEconomia na Terceira Idade
Economia na Terceira Idade
 
Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos Hormônios Gonadotróficos
Hormônios Gonadotróficos
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
 
Ritmo na Psicomotricidade
Ritmo na PsicomotricidadeRitmo na Psicomotricidade
Ritmo na Psicomotricidade
 
Trabalho Ética
Trabalho ÉticaTrabalho Ética
Trabalho Ética
 
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoSistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
 
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
Cenfaléia Tensional- Um mal que aflinge a maioria da população brasileira.
 

Último

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 

Último (20)

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 

Adolescência

  • 1. ADOLESCÊNCIA 10 a 20 ANOS Puberdade, hormônios, relações sociais e maturação sexual.
  • 2. ADOLESCENTE 1977 - a OMS começa a estudar a adolescência; De acordo com OMS a adolescência compreende a idade de 10 a 20 anos incompletos; Fase de transição entre a infância e a fase adulta caracterizada por mudanças abruptas e radicais relacionadas ao desenvolvimento físico, cognitivo, afetivo, moral e social.
  • 3. ADOLESCENTE PUBERDADE: apresenta ampla variação, sendo que os fatores genéticos e alimentares têm papel fundamental neste processo. Tão importante quanto conhecer o início é analisar a velocidade com que os eventos acontecem.
  • 5. ADOLESCENTE É o segundo período da vida extra-uterina, em que o crescimento tem a sua velocidade máxima; O crescimento está relacionado com: - aumento da massa corporal; - desenvolvimento físico; - maturação dos órgãos e sistemas;
  • 6. ADOLESCENTE O aparecimento das mudanças físicas observadas no adolescente (desenvolvimento de mamas, pêlos pubianos e maturação da genitália) ocorre algum tempo após as primeiras modificações hormonais; A maioria das ações hormonais converge para a condrogênese (crescimento ósseo).
  • 7. ADOLESCENTE O hormônio do crescimento atua: - composição corporal; - controla o crescimento longitudinal; - atua na distribuição do tecido adiposo; - metabolismo de proteínas, carboidratos, lipídios, minerais e água.
  • 8. ADOLESCENTE Das alterações do crescimento, a baixa estatura é que traz maior preocupação aos pais. A altura da criança é compatível com a de seus pais? Medir a altura materna e paterna; Calcular a altura média dos pais (AMP);
  • 9. Cálculo da altura média dos pais (AMP) para meninos e meninas Meninos: (altura do pai + altura da mãe + 13cm) 2 Meninas: (altura do pai + altura da mãe – 13cm) 2 DP = +/- 10cm (SETIAN, 2003)
  • 10. Exemplo: Menina com 10 anos e 1,40m Mãe = 1,70m e Pai = 1,81m AMP = (181 + 170 – 13) 2 AMP = 169cm AMP = 169 +/- 10 = de 159 a 179cm de altura
  • 11. Fases de Aceleração e Desaceleração do Crescimento O processo de crescimento e desenvolvimento na adolescência tem três etapas distintas: Fase de início do estirão do crescimento que, geralmente, começa entre 10 e 13 anos nas meninas e entre 12 e 15 anos nos meninos;
  • 12. Fases de Aceleração e Desaceleração do Crescimento Fase de pico máximo de crescimento, com duração média de 24 a 36 meses; Fase de desaceleração de crescimento, em que pode ocorrer ainda em incremento de 5 a 8cm na estatura.
  • 13. AUMENTO DA SECREÇÃO DOS ESTERÓIDES GONADAIS Adrenarca – aumento da secreção dos androgênios das adrenais ou supra-renais; Gonadarca – aumento dos estrogênios no sexo feminino e da testosterona no sexo masculino – hormônios responsáveis pelo aparecimento dos caracteres sexuais secundários, ovulação, espermatogênese e o processo de fertilização.
  • 14. AUMENTO DA SECREÇÃO DOS ESTERÓIDES GONADAIS: A partir das ações dos hormônios sexuais, as transformações físicas que ocorrem na adolescência apresentam diferenças entre meninos e meninas, as quais podem ser claramente observadas durante o estirão de crescimento. Durante esse processo foram estabelecidos estágios de maturação sexual: estágios de Tanner.
  • 16. ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL Sexo feminino Pêlos pubianos Mamas Estágio 1 Ausentes. Sem modificação da fase infantil. Estágio 2 Aumento do crescimento Pequenas quantidades: longos, finos e lisos, distribuídos ao longo dos grandes lábios. (11 anos) Brotos mamários: elevação da aréola e papilas formando uma pequena saliência. (10 a 11 anos)
  • 17. ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL Sexo feminino Pêlos pubianos Mamas Estágio 3 Pico de velocidade de crescimento Aumento em quantidade e espessura, mais escuros e encaracolados. (12 a 13 anos) Maior aumento da mama e da aréola, mas sem separação dos contornos. (12 a 13 anos)
  • 18. Sexo feminino Pêlos pubianos Mamas Estágio 4 13 anos Pêlos do tipo adulto: cobrindo mais densamente a região púbica, sem atingir as coxas. Maior crescimento da mama e da aréola sendo que há separação dos contornos. Estágio 5 14 a 15 anos Pilosidade pubiana igual à do adulto, invadindo a parte interna das coxas. Mamas com aspecto adulto, o contorno areolar é incorporado novamente ao contorno da mama. ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
  • 20. Sexo masculino Pêlos pubianos Genitália Estágio 1 (menores de 10 anos) Ausentes. Características infantis sem alterações. Estágio 2 Presença de pêlos finos e claros. (12 a 13 anos) Aumento pequeno do pênis ou aumento ainda ausente e aumento inicial do volume testicular. ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
  • 21. Sexo masculino Pêlos pubianos Genitália Estágio 3 Púbis coberta. Crescimento peniano em comprimento, maior crescimento dos testículos e do escroto. Estágio 4 Pico de velocidade de crescimento Tipo adulto: sem extensão para as coxas. (14 a 15 anos) Crescimento peniano, principalmente no diâmetro. Estágio 5 15 a 16 anos Tipo adulto: com extensão para as coxas. Desenvolvimento completo da genitália. ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO SEXUAL
  • 22. ADOLESCENTE Durante a puberdade: O crescimento estatural médio: - Meninos = 9 a 10cm; - Meninas = 8cm. O ganho ponderal é: - Meninos = 8Kg; - Meninas = 6 a 8Kg.
  • 23. ADOLESCENTE Em um período de 2 a 4 anos, a altura aumenta 20 a 25cm em média; No final do processo de maturação sexual os adolescentes vão ter adquirido 15% da estatura final do adulto e 50% da massa corporal total.
  • 24. ADOLESCENTE Após o estirão de crescimento, ocorre a gradual desaceleração de ganho estatural até a parada de crescimento, em torno de:  15 e 16 anos na meninas;  17 e 18 anos nos meninos. A parada do crescimento depende do período de iniciação do processo pubertário.
  • 25. ADOLESCENTE No final da adolescência: Os homens têm, em média, conteúdo de massa magra em torno de 1,5 mais do que as mulheres; As mulheres têm, em média, 70% do conteúdo da massa magra, quando comparado ao valor dos homens. Aos 20 anos, a mulher apresenta duas vezes mais tecido adiposo do que o homem.
  • 26. ADOLESCENTE A idade da menarca é um marcador importante da desaceleração do crescimento para as meninas – esse evento ocorre, geralmente, de 12 a 18 meses após o início do estirão de crescimento. Para os meninos, a identificação da voz do adolescente como marcador de fase de desaceleração do crescimento é muito subjetiva e pode implicar erro de classificação.
  • 27. ADOLESCENTE  Pré-púbere não iniciou o estirão  Pubescente iniciou mas não completou o estirão  Pós-pubescente completou a maior parte do estirão
  • 28. ADOLESCÊNCIA Maturação óssea: É determinada pelo índice de desenvolvimento ósseo; O crescimento ósseo se dá pela proliferação cartilaginosa e na conversão desta cartilagem em tecido ósseo, fato esse que cessa o crescimento longitudinal do osso;
  • 29. Socialização Uma marca comum da maioria dos adolescentes é a necessidade de fazer parte de um grupo. As amizades são importantes e dão aos adolescentes a sensação de fazer parte de um grupo de interesses comuns.
  • 30. ADOLESCÊNCIA A maturação óssea, como a maturação sexual, refletem melhor a idade biológica do adolescente do que a idade cronológica; Grande parte da massa óssea é incorporada na adolescência, embora só estará completa na idade adulta, por volta dos 30 anos de idade.
  • 31. Os relacionamentos sociais começam com as panelinhas, turmas, pares, amizades estáveis e íntimas continuam e se tornam mais íntimas.
  • 32. Os conflitos pais x filhos chega ao máximo no início da puberdade. O impacto máximo do grupo de adolescente geralmente são iguais.
  • 33.
  • 34. Sexo, para quando? Qual é o riso do sexo sem uma orientação?