SlideShare uma empresa Scribd logo
Regulamentação do Seguro D&O
Gustavo Galrão
Coordenador da Subcomissão de Linhas Financeiras FenSeg
14 de Junho de 2017
Histórico
• 09/01/2014 - Consulta Pública Circular D&O
• 22/02/2014 - Envio das Sugestões FenSeg
• 14/10/2016 - Publicação da Circular SUSEP 541/2016
• 19/10/2016 - Criação dos Grupos TÉCNICO E ESTRATÉGICO
• 23/11/2016 - Ofício FenSeg / Fenaber – Pedido de Suspensão
• 01/12/2016 - Ofício AIDA – Pedido de Suspensão
• 06/02/2017 - Ofício OAB SP – Pedido de Suspensão
• 17/02/2017 - Ofício SINDAPP – Pedido de Suspensão
• 24/02/2017 - Publicação da Circular SUSEP 546/2017 - Suspensão por 90 dias
• Criação da Subcomissão de D&O SUSEP
• 23/05/2017 - Publicação da Circular SUSEP 553/2017 – Revisão da 541/2016
Possíveis Impactos Econômicos da 541/2016
• R$ 10 Bilhões em termos de capacidade
• R$ 200 milhões em termos de volume de prêmio
• R$ 120 milhões em termos de indenizações pagas
• R$ 30 milhões em comissões de corretagem de seguro e resseguro
Adicionalmente, o produto de D&O oferecido no Brasil ficaria completamente desfigurado com relação
ao produto comercializado em vários mercados ao redor do mundo.
Segurados mais Impactados
• Fundos de Pensão
• Resolução CGPC 13
• Empresas com risco internacional
• Valores Mobiliários negociados no exterior
• Subsidiárias ou Coligadas no exterior
• Importadoras
• Exportadoras
• Captação de recursos no exterior
• Investimentos no exterior
• Pessoa Física
• Restrição do direito de contratar
individualmente
• Todos
• All risks vs riscos nomeados
Subcomissão de Linhas Financeiras FenSeg
• Composição
• Grupos de trabalho
• Técnico
• Revisão da Circular
• Análise dos Impactos
• Sugestão de Alterações
• Estratégico
• Reuniões com os representantes
dos agentes de mercado
• Reuniões:
• Diretoria FenSeg
• Seguradoras FenSeg / ABCSI
• Comissão de Assuntos Jurídicos FenSeg
• AIDA
• Resseguradores FENABER
• Corretores de Seguros SINCOR
• Corretores de Resseguro
• Segurados – ABGR / ABRASCA / SINDAPP
• Reguladores CVM / PREVIC
• OAB SP
Subcomissão de D&O SUSEP
• Composição
• 3 representantes SUSEP
• 3 representantes CVM
• 3 representantes FenSeg
• 1 representantes Fenaber
• Reuniões
• 17/03/2017
• 28/03/2017
• 07/04/2017
Assuntos Discutidos
• Custos de Defesa
• Cobertura Básica vs Cobertura Adicional
• Legislação Estrangeira
• Artigo 12 - vedação absoluta
• Definição de Sociedade
• Definição de Subsidiária
• Definição de Coligada
• Contratação pela Pessoa Física
• Por que restringir
• Multas
• Multas Contratuais vs Multas Cíveis
• All Risks
• Definição de Perda (Perdas Indenizáveis)
• Definição de Ato Danoso
• Definição de Reclamação
• Definição de Segurado
• Acordo de Indenidade vs cobertura “B”
• Permissão do uso de definições
equivalentes
Definições
Para não haver obrigatoriedade de todas as definições constante no art. 3º, e sim apenas
dos termos utilizados nas condições contratuais.
Art. 7º (...)
I - (...)
a) disposições previstas em normativos específicos, inclusive aqueles que regulamentam as
apólices à base de reclamações; em particular, os termos relacionados no artigo 3º desta circular
devem constar no glossário, desde que utilizados nas condições contratuais, admitindo-se o uso de
definições equivalentes àquelas formuladas no referido artigo;
Definições
Mudança da definição de “SOCIEDADE”, constante no inciso XXXII do art. 3º, desdobrando-a
em 3 (três) definições:
Art. 3º (...)
XXXII - sociedade: neste documento, a palavra é utilizada na acepção dada pelo Código Civil
Brasileiro (artigos 981 a 1141); em particular, a sociedade que contrata o seguro de RC D & O
em benefício dos segurados é denominada o tomador do seguro.; os seguintes termos
relacionados com sociedades são de particular interesse para o seguro RC D&O.
Definições
Mudança da definição de “SOCIEDADE”, constante no inciso XXXII do art. 3º, desdobrando-a
em 3 (três) definições:
Art. 3º (...)
XXXIII - subsidiária: sociedade controlada (no sentido do artigo 1098 do Código Civil ou do
artigo 243, §2º da Lei 6.404/76) por outra sociedade, denominada sociedade controladora:
1. subsidiárias de uma subsidiária da sociedade controladora também são subsidiárias
desta última; nestes casos, o controle é considerado indireto;
2. para fins do seguro de RC D & O, o controle, direto ou indireto, deve estar estabelecido
antes ou no início da vigência da apólice.
Definições
Mudança da definição de “SOCIEDADE”, constante no inciso XXXII do art. 3º, desdobrando-a
em 3 (três) definições:
Art. 3º (...)
XXXIV - coligada: sociedade de cujo capital outra sociedade participa com 10% (dez por cento)
ou mais, sem controla-la (artigo 1099 do Código Civil), ou na qual a investidora tenha influência
significativa, nos termos da legislação vigente do artigo 243da Lei 6.404/76.
OBS: na definição de coligada retirei o trecho que se refere a participação de 10% ou mais no
capital, pois houveram alterações na Lei 6.404/76, introduzidas pela Lei 11.941/2009.
Definições
Mudança da definição de “SEGURADO” e criação de definição de “PESSOA SEGURADA”. O
objetivo do pedido foi de possibilitar a inclusão da SOCIEDADE dentro do conceito de
SEGURADO.
RECUSADO
Definições
Criação da definição de “PERDA INDENIZÁVEL” para ser utilizada dentro do conceito de
cobertura All Risks:
Art. 3º (...)
XXIII - perda indenizável: para fins de definição da cobertura básica da apólice,
define-se como perda indenizável os itens indicados abaixo quando decorrentes de uma
relação contra o segurado coberta pela apólice:
a) quaisquer Custos de Defesa;
b) indenização; ou
c) acordos, desde que seja com anuência prévia por escrito da seguradora.
Definições
Alteração da definição de “ATOS DANOSOS” para ser utilizada dentro do conceito de
cobertura All Risks:
Art. 3º (...)
IV - ato ilícito/ato danoso: ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, que viole
direito e cause dano a outrem, ainda que exclusivamente moral;
O pedido de alteração foi recusado, todavia a flexibilidade obtida para alterar as definições
permite as seguradoras usarem a definição de Ato Danoso de forma mais abrangente,
garantindo o conceito de cobertura All Risks
Contratação por Pessoa Física
Alteração da definição de segurado
Art. 3º (...)
XXX - segurado: no seguro de RC D & O, na acepção usual do termo, são as pessoas físicas
que contratam, ou em benefício das quais uma pessoa jurídica contrata o seguro, quando estas
pessoas, durante o período de vigência do seguro, e/ou durante o período de retroatividade,
nela ocupem, passem a ocupar, ou tenham ocupado:
Contratação por Pessoa Física
Inclusão da possibilidade no artigo 4º em conjunto com a obrigação de produtos distintos
Art. 4º O seguro de RC D & O é um seguro de responsabilidade civil, contratado por uma
pessoa jurídica (tomador) em benefício de pessoas físicas que nela, e/ou em suas subsidiárias,
e/ou em suas coligadas, exerçam, e/ou passem a exercer, e/ou tenham exercido, cargos de
administração e/ou de gestão, executivos, em decorrência de nomeação, eleição ou contrato de
trabalho (segurados), ou pela própria pessoa física.
(...)
§ 3º Os planos de seguro de RC D & O com a possibilidade de contratação por pessoa
jurídica, e aqueles com a possibilidade de contratação por pessoas físicas, devem ter números
de processos, correspondentes aos seus respectivos registros eletrônicos de produtos,
distintos.
Cobertura C (Entity Coverage)
Alteração do artigo 5º, prevendo a possibilidade como cobertura adicional
Art. 5º (...)
§ 6º A garantia não cobre os danos causados a terceiros, aos quais a sociedade tenha sido
responsabilizada, em consequência de atos ilícitos culposos praticados por pessoa física, que
exerça, e/ou tenha exercido, cargos de administração e/ou de gestão, executivos, exceto se
contratada cobertura adicional específica.
Cobertura C (Entity Coverage)
Alteração do artigo 6º, prevendo a impossibilidade da cobertura exclusiva para a sociedade
dentro do ramo 310
Art. 6º (...)
§ 1º Os danos causados a terceiros, aos quais a sociedade tenha sido responsabilizada, em
consequência de atos ilícitos culposos praticados por pessoa física, que exerça, e/ou tenha
exercido, cargos de administração e/ou de gestão, executivos, quando comercializados como
cobertura básica, devem ser enquadrados em outro ramo de seguro, denominado
Responsabilidade Civil Geral.
Cobertura C (Entity Coverage)
Alteração do artigo 7º, prevendo a possibilidade de cobertura para a sociedade, através de
cobertura adicional, quando a reclamação decorra de ilícitos do segurado
Art. 7º (...) III- (...)
a) as coberturas adicionais cobrem riscos excluídos implícita ou explicitamente nas condições
gerais e/ou especiais (por exemplo, danos morais, quando risco excluído); é obrigatória a
presença de cobertura adicional cobrindo os custos de defesa e honorários de advogados, e
facultativa a presença de coberturas adicionais que efetuem a extensão do seguro, garantindo
a sociedade quando acionada judicialmente, em decorrência de danos causados a terceiros,
por atos ilícitos culposos praticados pelo segurado, assim como bens de pessoas relacionadas
familiar e/ou legalmente com os segurados, tais como:
Legislação Estrangeira
Alteração do artigo 12º, prevendo a possibilidade de referência de legislação estrangeira
quando a cobertura for mundial
Art. 12. São vedadas referências a qualquer tipo de legislação estrangeira, quando o âmbito
geográfico de cobertura da apólice for o território nacional.
§1º Caso o âmbito geográfico de cobertura se estenda a jurisdições internacionais, será
permitida a referência às legislações estrangeiras.
Custos de Defesa
Alteração do artigo 5º, prevendo a possibilidade dos custos de defesa serem oferecidos
como cobertura básica condicionada a menção expressa ao direito de regresso da
seguradora
Art. 5º (...)
§ 3º A garantia poderá abranger não cobre os custos de defesa e os honorários dos advogados
dos segurados, exceto se contratada cobertura adicional específica.
§ 4º Quando da concessão da garantia prevista no §3º acima, deve haver menção expressa ao
direito de regresso da seguradora nos casos em que os danos causados a terceiros decorram
de atos ilícitos dolosos, ou em que o segurado reconheça sua responsabilidade.
Custos de Defesa
Alteração do artigo 7º, excluindo a obrigatoriedade da contratação na forma de cobertura
adicional
Art. 7º (...)
I - (...)
b) cláusula versando sobre a defesa em juízo civil, trabalhista, penal e/ou em processo
administrativo e/ou arbitral, na qual fique claro que os segurados podem escolher livremente
seus respectivos advogados, e que a cobertura dos custos legais e dos honorários de
advogados está condicionada à contratação de cobertura adicional específica;
Custos de Defesa
Alteração do artigo 7º, excluindo a obrigatoriedade da contratação na forma de cobertura
adicional
Art. 7º (...)
III - (...)
a) as coberturas adicionais cobrem riscos excluídos implícita ou explicitamente nas condições
gerais e/ou especiais (por exemplo, danos morais, quando risco excluído); é obrigatória a
presença de cobertura adicional cobrindo os custos de defesa e honorários de advogados, e
facultativa a presença de coberturas adicionais (...)
Multas
Alteração do artigo 5º, para substituir o termo “MULTAS E PENALIDADES CONTRATUAIS”
por “MULTAS E PENALIDADES CÍVEIS”
Art. 5º (...)
§ 5º A garantia poderá abranger cobertura de multas e penalidades contratuais cíveis e
administrativas impostas aos segurados quando no exercício de suas funções, no tomador,
e/ou em suas subsidiárias, e/ou em suas coligadas.
Resultado dos Trabalhos
• Subcomissão criada pela SUSEP
• participação efetiva de representantes do mercado
• participação efetiva da CVM na regulamentação de seguros
• Discussão de assuntos pendentes antigos
• Multas / Culpa Grave / Aviso de Sinistro vs Notificação de Expectativa
• Neutralização dos impactos econômicos negativos com publicação da Circular 553/2017
• Discussões promovendo o amadurecimento e desenvolvimento do mercado
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos do contrato de seguros
Conceitos do contrato de segurosConceitos do contrato de seguros
Conceitos do contrato de seguros
Universidade Federal Fluminense
 
Facility rc exposicao e feira de amostra
Facility rc   exposicao e feira de amostraFacility rc   exposicao e feira de amostra
Facility rc exposicao e feira de amostra
Espaço Allianz
 
Pp prestação de serviços 112010
Pp prestação de serviços 112010Pp prestação de serviços 112010
Pp prestação de serviços 112010
Espaço Allianz
 
Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...
Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...
Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...
Escola Nacional de Seguros
 
Condições gerais produção de filmes
Condições gerais   produção de filmesCondições gerais   produção de filmes
Condições gerais produção de filmes
Espaço Allianz
 
O contrato de seguro no direito brasileiro
O contrato de seguro no direito brasileiroO contrato de seguro no direito brasileiro
O contrato de seguro no direito brasileiro
Universidade Federal Fluminense
 
Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo
 Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo
Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo
Espaço Allianz
 
Apostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade segurosApostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade seguros
admcontabil
 
Procedimentos e Particularidades Contratuais
Procedimentos e Particularidades ContratuaisProcedimentos e Particularidades Contratuais
Procedimentos e Particularidades Contratuais
Escola Nacional de Seguros
 
Manual Prestamista_Mod_AZ_2008
 Manual Prestamista_Mod_AZ_2008 Manual Prestamista_Mod_AZ_2008
Manual Prestamista_Mod_AZ_2008
Espaço Allianz
 
Minze apresentação institucional private insurance
Minze apresentação institucional private insuranceMinze apresentação institucional private insurance
Minze apresentação institucional private insurance
Rafael Campos, CFA, CAIA
 
Apresentação direito seguro oab sp
Apresentação direito seguro oab spApresentação direito seguro oab sp
Apresentação direito seguro oab sp
DeSordi
 
A insolvência e o direito dos trabalhadores
A insolvência e o direito dos trabalhadoresA insolvência e o direito dos trabalhadores
A insolvência e o direito dos trabalhadores
Paulo Susano
 
Palestra RC e Circular 127/2009 - Filomena
Palestra RC e Circular 127/2009 - FilomenaPalestra RC e Circular 127/2009 - Filomena
Palestra RC e Circular 127/2009 - Filomena
Sincor-ES
 
A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...
A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...
A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...
Escola Nacional de Seguros
 
Condição geral rc profissional 2012
Condição geral rc profissional 2012Condição geral rc profissional 2012
Condição geral rc profissional 2012
Espaço Allianz
 
Minze apresentação institucional corporate
Minze apresentação institucional corporateMinze apresentação institucional corporate
Minze apresentação institucional corporate
Rafael Campos, CFA, CAIA
 
Condiçoes gerais rcg
 Condiçoes gerais rcg Condiçoes gerais rcg
Condiçoes gerais rcg
Espaço Allianz
 
Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...
Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...
Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...
Editora Roncarati
 
Circular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoas
Circular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoasCircular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoas
Circular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoas
Universidade Federal Fluminense
 

Mais procurados (20)

Conceitos do contrato de seguros
Conceitos do contrato de segurosConceitos do contrato de seguros
Conceitos do contrato de seguros
 
Facility rc exposicao e feira de amostra
Facility rc   exposicao e feira de amostraFacility rc   exposicao e feira de amostra
Facility rc exposicao e feira de amostra
 
Pp prestação de serviços 112010
Pp prestação de serviços 112010Pp prestação de serviços 112010
Pp prestação de serviços 112010
 
Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...
Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...
Seminário de Seguros de RC: Conceitos e as Coberturas Securitárias de Conform...
 
Condições gerais produção de filmes
Condições gerais   produção de filmesCondições gerais   produção de filmes
Condições gerais produção de filmes
 
O contrato de seguro no direito brasileiro
O contrato de seguro no direito brasileiroO contrato de seguro no direito brasileiro
O contrato de seguro no direito brasileiro
 
Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo
 Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo
Proposta de Adesao Acidentes Pessoais Coletivo
 
Apostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade segurosApostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade seguros
 
Procedimentos e Particularidades Contratuais
Procedimentos e Particularidades ContratuaisProcedimentos e Particularidades Contratuais
Procedimentos e Particularidades Contratuais
 
Manual Prestamista_Mod_AZ_2008
 Manual Prestamista_Mod_AZ_2008 Manual Prestamista_Mod_AZ_2008
Manual Prestamista_Mod_AZ_2008
 
Minze apresentação institucional private insurance
Minze apresentação institucional private insuranceMinze apresentação institucional private insurance
Minze apresentação institucional private insurance
 
Apresentação direito seguro oab sp
Apresentação direito seguro oab spApresentação direito seguro oab sp
Apresentação direito seguro oab sp
 
A insolvência e o direito dos trabalhadores
A insolvência e o direito dos trabalhadoresA insolvência e o direito dos trabalhadores
A insolvência e o direito dos trabalhadores
 
Palestra RC e Circular 127/2009 - Filomena
Palestra RC e Circular 127/2009 - FilomenaPalestra RC e Circular 127/2009 - Filomena
Palestra RC e Circular 127/2009 - Filomena
 
A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...
A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...
A Arte de Elaborar o Contrato: Cláusulas Específicas em Contratos de Responsa...
 
Condição geral rc profissional 2012
Condição geral rc profissional 2012Condição geral rc profissional 2012
Condição geral rc profissional 2012
 
Minze apresentação institucional corporate
Minze apresentação institucional corporateMinze apresentação institucional corporate
Minze apresentação institucional corporate
 
Condiçoes gerais rcg
 Condiçoes gerais rcg Condiçoes gerais rcg
Condiçoes gerais rcg
 
Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...
Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...
Resolução CNPC 17 de 2015 - Uma nova visão sobre compartilhamento de riscos -...
 
Circular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoas
Circular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoasCircular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoas
Circular SUSEP 317 - dispõe sobre regras para planos coletivos de pessoas
 

Semelhante a D&O - Circular 553 - Gustavo Galrão

Responsabilidade - Por Danilo Sobreira
Responsabilidade - Por Danilo SobreiraResponsabilidade - Por Danilo Sobreira
Responsabilidade - Por Danilo Sobreira
Sincor-ES
 
Seguro garantia judicial
Seguro garantia judicialSeguro garantia judicial
Seguro garantia judicial
Kellf_Corretora_de_Seguros
 
Garantia co
Garantia coGarantia co
Garantia co
Israel Goncalves
 
35926403 apostila-contabilidade-seguros
35926403 apostila-contabilidade-seguros35926403 apostila-contabilidade-seguros
35926403 apostila-contabilidade-seguros
Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ)
 
Contabilidade de seguros
Contabilidade de segurosContabilidade de seguros
Contabilidade de seguros
Universidade Federal Fluminense
 
Apostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade segurosApostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade seguros
Universidade Federal Fluminense
 
Informativo STJ 595 Comentado
Informativo STJ 595 ComentadoInformativo STJ 595 Comentado
Informativo STJ 595 Comentado
Ricardo Torques
 
Susep
SusepSusep
Susep
Alex Lins
 
Pp obras civis instalacao montagens 112010
Pp obras civis instalacao montagens 112010Pp obras civis instalacao montagens 112010
Pp obras civis instalacao montagens 112010
Espaço Allianz
 
SEGURO GARANTIA
SEGURO GARANTIASEGURO GARANTIA
Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)
Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)
Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)
Campos Mello Advogados
 
Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015
Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015
Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015
Estratégia Concursos
 
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Tania Gurgel
 
SEGURO GARANTIA LICITAÇÃO
SEGURO GARANTIA LICITAÇÃOSEGURO GARANTIA LICITAÇÃO
SEGURO GARANTIA LICITAÇÃO
Rodrigo Grandini (+2.700 connections)
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Contrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. Polido
Contrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. PolidoContrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. Polido
Contrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. Polido
Editora Roncarati
 
Breves apontamentos sobre o contrato de seguro
Breves apontamentos sobre o contrato de seguroBreves apontamentos sobre o contrato de seguro
Breves apontamentos sobre o contrato de seguro
Universidade Federal Fluminense
 
Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...
Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...
Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...
Sirlei de Fatima Barreiro Jabali
 
Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2
Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2
Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2
William Rocha
 
A Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de Resseguro
A Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de ResseguroA Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de Resseguro
A Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de Resseguro
Escola Nacional de Seguros
 

Semelhante a D&O - Circular 553 - Gustavo Galrão (20)

Responsabilidade - Por Danilo Sobreira
Responsabilidade - Por Danilo SobreiraResponsabilidade - Por Danilo Sobreira
Responsabilidade - Por Danilo Sobreira
 
Seguro garantia judicial
Seguro garantia judicialSeguro garantia judicial
Seguro garantia judicial
 
Garantia co
Garantia coGarantia co
Garantia co
 
35926403 apostila-contabilidade-seguros
35926403 apostila-contabilidade-seguros35926403 apostila-contabilidade-seguros
35926403 apostila-contabilidade-seguros
 
Contabilidade de seguros
Contabilidade de segurosContabilidade de seguros
Contabilidade de seguros
 
Apostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade segurosApostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade seguros
 
Informativo STJ 595 Comentado
Informativo STJ 595 ComentadoInformativo STJ 595 Comentado
Informativo STJ 595 Comentado
 
Susep
SusepSusep
Susep
 
Pp obras civis instalacao montagens 112010
Pp obras civis instalacao montagens 112010Pp obras civis instalacao montagens 112010
Pp obras civis instalacao montagens 112010
 
SEGURO GARANTIA
SEGURO GARANTIASEGURO GARANTIA
SEGURO GARANTIA
 
Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)
Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)
Informativo de Seguros e Resseguros (02/2017)
 
Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015
Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015
Prova comentada de Direito Previdenciário TCE-RN 2015
 
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
 
SEGURO GARANTIA LICITAÇÃO
SEGURO GARANTIA LICITAÇÃOSEGURO GARANTIA LICITAÇÃO
SEGURO GARANTIA LICITAÇÃO
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
 
Contrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. Polido
Contrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. PolidoContrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. Polido
Contrato de seguro e atividade seguradora no brasil, por Walter A. Polido
 
Breves apontamentos sobre o contrato de seguro
Breves apontamentos sobre o contrato de seguroBreves apontamentos sobre o contrato de seguro
Breves apontamentos sobre o contrato de seguro
 
Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...
Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...
Microsoft word -_cond._gerais_acidentes_pessoais_contrat_individual_-_final_-...
 
Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2
Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2
Parecer sobre aplicação do cdc aos planos de previdencia complementar 2
 
A Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de Resseguro
A Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de ResseguroA Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de Resseguro
A Arte de Elaborar o Contrato: Estruturação do Contrato Automático de Resseguro
 

Mais de Oficina do Texto Assessoria de Comunicação

Manual de registro de corretor versao 16 07-2020
Manual de registro de corretor   versao 16 07-2020Manual de registro de corretor   versao 16 07-2020
Manual de registro de corretor versao 16 07-2020
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Corretor Som.us
Corretor Som.us Corretor Som.us
Edson Fecher
Edson FecherEdson Fecher
Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...
Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...
Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de SegurosCafé com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de SegurosCafé com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de SegurosCafé com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali Zeller
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali ZellerSeguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali Zeller
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali Zeller
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos Santos
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos SantosSeguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos Santos
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos Santos
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
D&O - Circular 553 - Dinir salvador
D&O - Circular 553 - Dinir salvadorD&O - Circular 553 - Dinir salvador
D&O - Circular 553 - Dinir salvador
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Gamificação - Porto Alegre
Café com Seguro - Gamificação - Porto AlegreCafé com Seguro - Gamificação - Porto Alegre
Café com Seguro - Gamificação - Porto Alegre
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli  Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio  Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 
Aida Europe pProgramme Vienna - web
Aida Europe pProgramme Vienna - webAida Europe pProgramme Vienna - web
Aida Europe pProgramme Vienna - web
Oficina do Texto Assessoria de Comunicação
 

Mais de Oficina do Texto Assessoria de Comunicação (20)

Manual de registro de corretor versao 16 07-2020
Manual de registro de corretor   versao 16 07-2020Manual de registro de corretor   versao 16 07-2020
Manual de registro de corretor versao 16 07-2020
 
Corretor Som.us
Corretor Som.us Corretor Som.us
Corretor Som.us
 
Edson Fecher
Edson FecherEdson Fecher
Edson Fecher
 
Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...
Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...
Sergio Rangel l Seminário Internacional - Sistema de Pensões Chileno e a Refo...
 
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Sergio Rangel
 
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Luciano Timm
 
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini
6ª Semana Nacional de Educação Financeira - ANSP - Bento Zanzini
 
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de SegurosCafé com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
 
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de SegurosCafé com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
 
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de SegurosCafé com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
Café com Seguro - Cenário Econômico e Mercado de Seguros
 
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali Zeller
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali ZellerSeguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali Zeller
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Magali Zeller
 
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos Santos
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos SantosSeguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos Santos
Seguro Saúde - Cenário Atual e Desafios - Bruno Eduardo dos Santos
 
D&O - Circular 553 - Dinir salvador
D&O - Circular 553 - Dinir salvadorD&O - Circular 553 - Dinir salvador
D&O - Circular 553 - Dinir salvador
 
Café com Seguro - Gamificação - Porto Alegre
Café com Seguro - Gamificação - Porto AlegreCafé com Seguro - Gamificação - Porto Alegre
Café com Seguro - Gamificação - Porto Alegre
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
 
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli  Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Marcia Cicarelli
 
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio  Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio
Café com Seguro: Riscos Cibernéticos - Guilheme Procopio
 
Aida Europe pProgramme Vienna - web
Aida Europe pProgramme Vienna - webAida Europe pProgramme Vienna - web
Aida Europe pProgramme Vienna - web
 

Último

Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
E-Commerce Brasil
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
polianasenaces
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
E-Commerce Brasil
 
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
MartesonCasteloBranc1
 

Último (6)

Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
 
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
 

D&O - Circular 553 - Gustavo Galrão

  • 1. Regulamentação do Seguro D&O Gustavo Galrão Coordenador da Subcomissão de Linhas Financeiras FenSeg 14 de Junho de 2017
  • 2. Histórico • 09/01/2014 - Consulta Pública Circular D&O • 22/02/2014 - Envio das Sugestões FenSeg • 14/10/2016 - Publicação da Circular SUSEP 541/2016 • 19/10/2016 - Criação dos Grupos TÉCNICO E ESTRATÉGICO • 23/11/2016 - Ofício FenSeg / Fenaber – Pedido de Suspensão • 01/12/2016 - Ofício AIDA – Pedido de Suspensão • 06/02/2017 - Ofício OAB SP – Pedido de Suspensão • 17/02/2017 - Ofício SINDAPP – Pedido de Suspensão • 24/02/2017 - Publicação da Circular SUSEP 546/2017 - Suspensão por 90 dias • Criação da Subcomissão de D&O SUSEP • 23/05/2017 - Publicação da Circular SUSEP 553/2017 – Revisão da 541/2016
  • 3. Possíveis Impactos Econômicos da 541/2016 • R$ 10 Bilhões em termos de capacidade • R$ 200 milhões em termos de volume de prêmio • R$ 120 milhões em termos de indenizações pagas • R$ 30 milhões em comissões de corretagem de seguro e resseguro Adicionalmente, o produto de D&O oferecido no Brasil ficaria completamente desfigurado com relação ao produto comercializado em vários mercados ao redor do mundo.
  • 4. Segurados mais Impactados • Fundos de Pensão • Resolução CGPC 13 • Empresas com risco internacional • Valores Mobiliários negociados no exterior • Subsidiárias ou Coligadas no exterior • Importadoras • Exportadoras • Captação de recursos no exterior • Investimentos no exterior • Pessoa Física • Restrição do direito de contratar individualmente • Todos • All risks vs riscos nomeados
  • 5. Subcomissão de Linhas Financeiras FenSeg • Composição • Grupos de trabalho • Técnico • Revisão da Circular • Análise dos Impactos • Sugestão de Alterações • Estratégico • Reuniões com os representantes dos agentes de mercado • Reuniões: • Diretoria FenSeg • Seguradoras FenSeg / ABCSI • Comissão de Assuntos Jurídicos FenSeg • AIDA • Resseguradores FENABER • Corretores de Seguros SINCOR • Corretores de Resseguro • Segurados – ABGR / ABRASCA / SINDAPP • Reguladores CVM / PREVIC • OAB SP
  • 6. Subcomissão de D&O SUSEP • Composição • 3 representantes SUSEP • 3 representantes CVM • 3 representantes FenSeg • 1 representantes Fenaber • Reuniões • 17/03/2017 • 28/03/2017 • 07/04/2017
  • 7. Assuntos Discutidos • Custos de Defesa • Cobertura Básica vs Cobertura Adicional • Legislação Estrangeira • Artigo 12 - vedação absoluta • Definição de Sociedade • Definição de Subsidiária • Definição de Coligada • Contratação pela Pessoa Física • Por que restringir • Multas • Multas Contratuais vs Multas Cíveis • All Risks • Definição de Perda (Perdas Indenizáveis) • Definição de Ato Danoso • Definição de Reclamação • Definição de Segurado • Acordo de Indenidade vs cobertura “B” • Permissão do uso de definições equivalentes
  • 8. Definições Para não haver obrigatoriedade de todas as definições constante no art. 3º, e sim apenas dos termos utilizados nas condições contratuais. Art. 7º (...) I - (...) a) disposições previstas em normativos específicos, inclusive aqueles que regulamentam as apólices à base de reclamações; em particular, os termos relacionados no artigo 3º desta circular devem constar no glossário, desde que utilizados nas condições contratuais, admitindo-se o uso de definições equivalentes àquelas formuladas no referido artigo;
  • 9. Definições Mudança da definição de “SOCIEDADE”, constante no inciso XXXII do art. 3º, desdobrando-a em 3 (três) definições: Art. 3º (...) XXXII - sociedade: neste documento, a palavra é utilizada na acepção dada pelo Código Civil Brasileiro (artigos 981 a 1141); em particular, a sociedade que contrata o seguro de RC D & O em benefício dos segurados é denominada o tomador do seguro.; os seguintes termos relacionados com sociedades são de particular interesse para o seguro RC D&O.
  • 10. Definições Mudança da definição de “SOCIEDADE”, constante no inciso XXXII do art. 3º, desdobrando-a em 3 (três) definições: Art. 3º (...) XXXIII - subsidiária: sociedade controlada (no sentido do artigo 1098 do Código Civil ou do artigo 243, §2º da Lei 6.404/76) por outra sociedade, denominada sociedade controladora: 1. subsidiárias de uma subsidiária da sociedade controladora também são subsidiárias desta última; nestes casos, o controle é considerado indireto; 2. para fins do seguro de RC D & O, o controle, direto ou indireto, deve estar estabelecido antes ou no início da vigência da apólice.
  • 11. Definições Mudança da definição de “SOCIEDADE”, constante no inciso XXXII do art. 3º, desdobrando-a em 3 (três) definições: Art. 3º (...) XXXIV - coligada: sociedade de cujo capital outra sociedade participa com 10% (dez por cento) ou mais, sem controla-la (artigo 1099 do Código Civil), ou na qual a investidora tenha influência significativa, nos termos da legislação vigente do artigo 243da Lei 6.404/76. OBS: na definição de coligada retirei o trecho que se refere a participação de 10% ou mais no capital, pois houveram alterações na Lei 6.404/76, introduzidas pela Lei 11.941/2009.
  • 12. Definições Mudança da definição de “SEGURADO” e criação de definição de “PESSOA SEGURADA”. O objetivo do pedido foi de possibilitar a inclusão da SOCIEDADE dentro do conceito de SEGURADO. RECUSADO
  • 13. Definições Criação da definição de “PERDA INDENIZÁVEL” para ser utilizada dentro do conceito de cobertura All Risks: Art. 3º (...) XXIII - perda indenizável: para fins de definição da cobertura básica da apólice, define-se como perda indenizável os itens indicados abaixo quando decorrentes de uma relação contra o segurado coberta pela apólice: a) quaisquer Custos de Defesa; b) indenização; ou c) acordos, desde que seja com anuência prévia por escrito da seguradora.
  • 14. Definições Alteração da definição de “ATOS DANOSOS” para ser utilizada dentro do conceito de cobertura All Risks: Art. 3º (...) IV - ato ilícito/ato danoso: ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, que viole direito e cause dano a outrem, ainda que exclusivamente moral; O pedido de alteração foi recusado, todavia a flexibilidade obtida para alterar as definições permite as seguradoras usarem a definição de Ato Danoso de forma mais abrangente, garantindo o conceito de cobertura All Risks
  • 15. Contratação por Pessoa Física Alteração da definição de segurado Art. 3º (...) XXX - segurado: no seguro de RC D & O, na acepção usual do termo, são as pessoas físicas que contratam, ou em benefício das quais uma pessoa jurídica contrata o seguro, quando estas pessoas, durante o período de vigência do seguro, e/ou durante o período de retroatividade, nela ocupem, passem a ocupar, ou tenham ocupado:
  • 16. Contratação por Pessoa Física Inclusão da possibilidade no artigo 4º em conjunto com a obrigação de produtos distintos Art. 4º O seguro de RC D & O é um seguro de responsabilidade civil, contratado por uma pessoa jurídica (tomador) em benefício de pessoas físicas que nela, e/ou em suas subsidiárias, e/ou em suas coligadas, exerçam, e/ou passem a exercer, e/ou tenham exercido, cargos de administração e/ou de gestão, executivos, em decorrência de nomeação, eleição ou contrato de trabalho (segurados), ou pela própria pessoa física. (...) § 3º Os planos de seguro de RC D & O com a possibilidade de contratação por pessoa jurídica, e aqueles com a possibilidade de contratação por pessoas físicas, devem ter números de processos, correspondentes aos seus respectivos registros eletrônicos de produtos, distintos.
  • 17. Cobertura C (Entity Coverage) Alteração do artigo 5º, prevendo a possibilidade como cobertura adicional Art. 5º (...) § 6º A garantia não cobre os danos causados a terceiros, aos quais a sociedade tenha sido responsabilizada, em consequência de atos ilícitos culposos praticados por pessoa física, que exerça, e/ou tenha exercido, cargos de administração e/ou de gestão, executivos, exceto se contratada cobertura adicional específica.
  • 18. Cobertura C (Entity Coverage) Alteração do artigo 6º, prevendo a impossibilidade da cobertura exclusiva para a sociedade dentro do ramo 310 Art. 6º (...) § 1º Os danos causados a terceiros, aos quais a sociedade tenha sido responsabilizada, em consequência de atos ilícitos culposos praticados por pessoa física, que exerça, e/ou tenha exercido, cargos de administração e/ou de gestão, executivos, quando comercializados como cobertura básica, devem ser enquadrados em outro ramo de seguro, denominado Responsabilidade Civil Geral.
  • 19. Cobertura C (Entity Coverage) Alteração do artigo 7º, prevendo a possibilidade de cobertura para a sociedade, através de cobertura adicional, quando a reclamação decorra de ilícitos do segurado Art. 7º (...) III- (...) a) as coberturas adicionais cobrem riscos excluídos implícita ou explicitamente nas condições gerais e/ou especiais (por exemplo, danos morais, quando risco excluído); é obrigatória a presença de cobertura adicional cobrindo os custos de defesa e honorários de advogados, e facultativa a presença de coberturas adicionais que efetuem a extensão do seguro, garantindo a sociedade quando acionada judicialmente, em decorrência de danos causados a terceiros, por atos ilícitos culposos praticados pelo segurado, assim como bens de pessoas relacionadas familiar e/ou legalmente com os segurados, tais como:
  • 20. Legislação Estrangeira Alteração do artigo 12º, prevendo a possibilidade de referência de legislação estrangeira quando a cobertura for mundial Art. 12. São vedadas referências a qualquer tipo de legislação estrangeira, quando o âmbito geográfico de cobertura da apólice for o território nacional. §1º Caso o âmbito geográfico de cobertura se estenda a jurisdições internacionais, será permitida a referência às legislações estrangeiras.
  • 21. Custos de Defesa Alteração do artigo 5º, prevendo a possibilidade dos custos de defesa serem oferecidos como cobertura básica condicionada a menção expressa ao direito de regresso da seguradora Art. 5º (...) § 3º A garantia poderá abranger não cobre os custos de defesa e os honorários dos advogados dos segurados, exceto se contratada cobertura adicional específica. § 4º Quando da concessão da garantia prevista no §3º acima, deve haver menção expressa ao direito de regresso da seguradora nos casos em que os danos causados a terceiros decorram de atos ilícitos dolosos, ou em que o segurado reconheça sua responsabilidade.
  • 22. Custos de Defesa Alteração do artigo 7º, excluindo a obrigatoriedade da contratação na forma de cobertura adicional Art. 7º (...) I - (...) b) cláusula versando sobre a defesa em juízo civil, trabalhista, penal e/ou em processo administrativo e/ou arbitral, na qual fique claro que os segurados podem escolher livremente seus respectivos advogados, e que a cobertura dos custos legais e dos honorários de advogados está condicionada à contratação de cobertura adicional específica;
  • 23. Custos de Defesa Alteração do artigo 7º, excluindo a obrigatoriedade da contratação na forma de cobertura adicional Art. 7º (...) III - (...) a) as coberturas adicionais cobrem riscos excluídos implícita ou explicitamente nas condições gerais e/ou especiais (por exemplo, danos morais, quando risco excluído); é obrigatória a presença de cobertura adicional cobrindo os custos de defesa e honorários de advogados, e facultativa a presença de coberturas adicionais (...)
  • 24. Multas Alteração do artigo 5º, para substituir o termo “MULTAS E PENALIDADES CONTRATUAIS” por “MULTAS E PENALIDADES CÍVEIS” Art. 5º (...) § 5º A garantia poderá abranger cobertura de multas e penalidades contratuais cíveis e administrativas impostas aos segurados quando no exercício de suas funções, no tomador, e/ou em suas subsidiárias, e/ou em suas coligadas.
  • 25. Resultado dos Trabalhos • Subcomissão criada pela SUSEP • participação efetiva de representantes do mercado • participação efetiva da CVM na regulamentação de seguros • Discussão de assuntos pendentes antigos • Multas / Culpa Grave / Aviso de Sinistro vs Notificação de Expectativa • Neutralização dos impactos econômicos negativos com publicação da Circular 553/2017 • Discussões promovendo o amadurecimento e desenvolvimento do mercado