SlideShare uma empresa Scribd logo
“O Espírito do Senhor está sobre mim,
  porque ele me ungiu para pregar as
 boas-novas aos pobres. Ele me enviou
para proclamar liberdade aos presos e
 recuperação da vista aos cegos, para
libertar os oprimidos e proclamar o ano
         da graça do Senhor” [NVI]
                (Lc 4.18-19)
A igreja segundo Jesus
“É ele que nos conforta em toda a nossa
tribulação, para podermos consolar os que
   estiverem em qualquer angústia, com a
 consolação com que nós mesmos somos
           contemplados por Deus”
                  (2Co 1.4)
LATIM
(consolor - tranquilizar, reconfortar, aliviar,
                encorajar)

            Verbo transitivo e pronominal.
1. Aliviar a pena, o sofrer de. = CONFORTAR

      verbo transitivo, intransitivo e pronominal.
    2. Dar ou sentir prazer, satisfação.
NO GREGO
(paraklesis – que significa “encorajamento”,
    “exortação”, “socorro”, “consolo”)
CONSOLA A IGREJA PARA A
     SUA MELHORIA
   Paulo louvou a Deus por causa do relatório
favorável , acerca das condições melhoradas de
          Corinto, que Tito lhe trouxera.

Sem a atuação divina, a situação de Corinto bem
  poderia ter sido impossível de ser corrigida.

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus
 Cristo, o Pai de misericórdias e o Deus de toda
                   consolação”
                     (2Co 1.3)
NOS CONSOLA A TODO
 MOMENTO DE NOSSAS VIDAS
É impossível para Deus se manter ausente de nossas
vidas e tribulações. A sua glória inunda toda a terra,
         por isso, devemos louvá-lo (Sl 148.13).
 Ele é o Deus de “toda consolação” e nos conforta
  de “toda a tribulação” (2Co 1.3b) mas com uma
  finalidade – sermos consoladores uns dos outros.
      “É ele quem nos conforta em toda a nossa
tribulação, para podermos consolar os que tiverem
em qualquer angústia, com a consolação com que
     nós mesmos somos contemplados por Deus”
                       (2Co 1.4)
COMO SER UM BOM
CONSOLADOR DOS IRMÃOS?
 Não sendo apenas simpático. O consolo, em
  sentido cristão, deve ultrapassar a simpatia
 humana, possuindo algo do consolo divino.

“Consolam bem aos outros aqueles que sabem
     pessoalmente o que é lamentar-se”
                (Sófocles)


           ESSE É JESUS
PORQUE PODEMOS
       CONSOLAR?



Porque o sofrimento de Jesus nos
       trouxe salvação;
PORQUE PODEMOS
        CONSOLAR?



Porque passamos a sentir o amor de
             Deus;
PORQUE PODEMOS
       CONSOLAR?



Porque passamos a ser consolados
          pelo Espírito;
PORQUE PODEMOS
        CONSOLAR?



Porque éramos aflitos e ignorantes e
     o Senhor nos deu sua luz;
PORQUE PODEMOS
        CONSOLAR?



Porque o Senhor está presente todos
             os dias.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Confissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: SantificaçãoConfissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: Santificação
Igreja Presbiteriana Emanuel
 
Batismo no espirito santo
Batismo no espirito santoBatismo no espirito santo
Batismo no espirito santo
Marcos Eleandro Da Costa
 
Curso de promtores 1
Curso de promtores 1Curso de promtores 1
Curso de promtores 1
sosafegan
 
Lição 4 regeneração
Lição 4 regeneraçãoLição 4 regeneração
Lição 4 regeneração
Ademilton Jesus Marques
 
O fim vem 5
O fim vem 5O fim vem 5
O fim vem 5
prweber
 
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do EspíritoEscola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Evangelista Oliveira
 
Versículos chave para evangelizar
Versículos chave para evangelizarVersículos chave para evangelizar
Versículos chave para evangelizar
alcileiaAnchietaCarv
 
Eb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forteEb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forte
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O que eu posso fazer por missões
O que eu posso fazer por missõesO que eu posso fazer por missões
O que eu posso fazer por missões
Eid Marques
 
Visão missionária na bíblia
Visão missionária na bíbliaVisão missionária na bíblia
Visão missionária na bíblia
PauloGuima1
 
O batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fim
O batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fimO batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fim
O batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fim
Francelia Carvalho Oliveira
 
2 mensagem arrependimento
2   mensagem arrependimento2   mensagem arrependimento
2 mensagem arrependimento
alexpereiragpm
 
101 a unção real
101   a unção real101   a unção real
101 a unção real
SUSSURRO DE AMOR
 
101 a unção real
101   a unção real101   a unção real
101 a unção real
Lukas Silva
 
A GRAÇA SANTIFICADORA
A GRAÇA SANTIFICADORAA GRAÇA SANTIFICADORA
A GRAÇA SANTIFICADORA
paulodetarsopontes
 
O Chamado (4/4)
O Chamado (4/4)O Chamado (4/4)
O Chamado (4/4)
daalianca
 
Confissão de fé de westminster: do arrependimento para a vida
Confissão de fé de westminster: do arrependimento para a vidaConfissão de fé de westminster: do arrependimento para a vida
Confissão de fé de westminster: do arrependimento para a vida
Igreja Presbiteriana Emanuel
 
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUSEBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
MODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formasMODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formas
Roberto baruc Gomes de Andrade
 
Igreja – a missão
Igreja – a missãoIgreja – a missão
Igreja – a missão
Luciana Carneiro
 

Mais procurados (20)

Confissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: SantificaçãoConfissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: Santificação
 
Batismo no espirito santo
Batismo no espirito santoBatismo no espirito santo
Batismo no espirito santo
 
Curso de promtores 1
Curso de promtores 1Curso de promtores 1
Curso de promtores 1
 
Lição 4 regeneração
Lição 4 regeneraçãoLição 4 regeneração
Lição 4 regeneração
 
O fim vem 5
O fim vem 5O fim vem 5
O fim vem 5
 
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do EspíritoEscola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
 
Versículos chave para evangelizar
Versículos chave para evangelizarVersículos chave para evangelizar
Versículos chave para evangelizar
 
Eb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forteEb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forte
 
O que eu posso fazer por missões
O que eu posso fazer por missõesO que eu posso fazer por missões
O que eu posso fazer por missões
 
Visão missionária na bíblia
Visão missionária na bíbliaVisão missionária na bíblia
Visão missionária na bíblia
 
O batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fim
O batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fimO batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fim
O batismo de Jesus - Lição 03 - O seu reino não terá fim
 
2 mensagem arrependimento
2   mensagem arrependimento2   mensagem arrependimento
2 mensagem arrependimento
 
101 a unção real
101   a unção real101   a unção real
101 a unção real
 
101 a unção real
101   a unção real101   a unção real
101 a unção real
 
A GRAÇA SANTIFICADORA
A GRAÇA SANTIFICADORAA GRAÇA SANTIFICADORA
A GRAÇA SANTIFICADORA
 
O Chamado (4/4)
O Chamado (4/4)O Chamado (4/4)
O Chamado (4/4)
 
Confissão de fé de westminster: do arrependimento para a vida
Confissão de fé de westminster: do arrependimento para a vidaConfissão de fé de westminster: do arrependimento para a vida
Confissão de fé de westminster: do arrependimento para a vida
 
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUSEBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
 
MODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formasMODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formas
 
Igreja – a missão
Igreja – a missãoIgreja – a missão
Igreja – a missão
 

Destaque

Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhãTem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Anderson Serra Rocha
 
Celula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique caladoCelula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique calado
IBR (Instituto Bíblico Restauração)
 
Prepare se para o extraordinário!
Prepare se para o extraordinário!Prepare se para o extraordinário!
Prepare se para o extraordinário!
Sidinei Kauer
 
Apostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mdaApostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mda
Claudia araujo
 
Manual de Discipulador
Manual de DiscipuladorManual de Discipulador
Manual de Discipulador
Christian Lepelletier
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
revolucaoaje
 
Aula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicação
Aula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicaçãoAula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicação
Aula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicação
Pastor Paulo Francisco
 
Aula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismo
Aula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismoAula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismo
Aula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismo
Pastor Paulo Francisco
 
SEO: Getting Personal
SEO: Getting PersonalSEO: Getting Personal
SEO: Getting Personal
Kirsty Hulse
 

Destaque (9)

Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhãTem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
 
Celula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique caladoCelula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique calado
 
Prepare se para o extraordinário!
Prepare se para o extraordinário!Prepare se para o extraordinário!
Prepare se para o extraordinário!
 
Apostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mdaApostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mda
 
Manual de Discipulador
Manual de DiscipuladorManual de Discipulador
Manual de Discipulador
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
 
Aula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicação
Aula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicaçãoAula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicação
Aula de 12. modulo I. ampliando a visão sobre a multiplicação
 
Aula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismo
Aula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismoAula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismo
Aula de 09. modulo I. levantando líderes em treinamento na célula de evangelismo
 
SEO: Getting Personal
SEO: Getting PersonalSEO: Getting Personal
SEO: Getting Personal
 

Semelhante a É consolada por ele - 3º meio de semana

11 12 11
11 12 1111 12 11
Segunda carta aos corintios 1
Segunda carta aos corintios 1Segunda carta aos corintios 1
Segunda carta aos corintios 1
Elva Judy Nieri
 
Decida Compartilhar Sua Cura
Decida Compartilhar Sua CuraDecida Compartilhar Sua Cura
Decida Compartilhar Sua Cura
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
Natalino das Neves Neves
 
Bem aventurados os que choram
Bem aventurados os que choramBem aventurados os que choram
Bem aventurados os que choram
Hugo Leonardo
 
Qual o segredo para...
Qual o segredo para...Qual o segredo para...
Qual o segredo para...
Eduardo Sousa Gomes
 
MISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptxMISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptx
DanielleHashimoto
 
ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.
ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.
ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.
Leonam dos Santos
 
A Escolha da Liberdade
A Escolha da LiberdadeA Escolha da Liberdade
A Escolha da Liberdade
IBMemorialJC
 
LBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUSLBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUS
Natalino das Neves Neves
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraA Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
Luis Carlos Oliveira
 
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha NaturezaAlegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Márcio Martins
 
Bênçãos divinas a. w. pink
Bênçãos divinas   a. w. pinkBênçãos divinas   a. w. pink
Bênçãos divinas a. w. pink
Silvio Dutra
 
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha naturezaLba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Natalino das Neves Neves
 
A Escolha do Compartilhar
A Escolha do CompartilharA Escolha do Compartilhar
O Cristo consolador
O Cristo consoladorO Cristo consolador
O Cristo consolador
Helio Cruz
 
Formação adoração reconciliação - lectio divina
Formação adoração   reconciliação - lectio divinaFormação adoração   reconciliação - lectio divina
Formação adoração reconciliação - lectio divina
Ministerio Formacao Resgate
 
Dp16 a oracao
Dp16 a oracaoDp16 a oracao
Dp16 a oracao
Elsa Matânia
 
00 escola 1º encontro querigma
00   escola 1º encontro  querigma00   escola 1º encontro  querigma
00 escola 1º encontro querigma
WALTERJOSEMOREIRA
 

Semelhante a É consolada por ele - 3º meio de semana (20)

11 12 11
11 12 1111 12 11
11 12 11
 
Segunda carta aos corintios 1
Segunda carta aos corintios 1Segunda carta aos corintios 1
Segunda carta aos corintios 1
 
Decida Compartilhar Sua Cura
Decida Compartilhar Sua CuraDecida Compartilhar Sua Cura
Decida Compartilhar Sua Cura
 
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
 
Bem aventurados os que choram
Bem aventurados os que choramBem aventurados os que choram
Bem aventurados os que choram
 
Qual o segredo para...
Qual o segredo para...Qual o segredo para...
Qual o segredo para...
 
MISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptxMISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptx
 
ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.
ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.
ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA NA TRIBULAÇÃO.
 
A Escolha da Liberdade
A Escolha da LiberdadeA Escolha da Liberdade
A Escolha da Liberdade
 
LBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUSLBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - FIRME NA VERDADE E NA GRAÇA DE DEUS
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
 
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraA Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
 
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha NaturezaAlegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
 
Bênçãos divinas a. w. pink
Bênçãos divinas   a. w. pinkBênçãos divinas   a. w. pink
Bênçãos divinas a. w. pink
 
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha naturezaLba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
 
A Escolha do Compartilhar
A Escolha do CompartilharA Escolha do Compartilhar
A Escolha do Compartilhar
 
O Cristo consolador
O Cristo consoladorO Cristo consolador
O Cristo consolador
 
Formação adoração reconciliação - lectio divina
Formação adoração   reconciliação - lectio divinaFormação adoração   reconciliação - lectio divina
Formação adoração reconciliação - lectio divina
 
Dp16 a oracao
Dp16 a oracaoDp16 a oracao
Dp16 a oracao
 
00 escola 1º encontro querigma
00   escola 1º encontro  querigma00   escola 1º encontro  querigma
00 escola 1º encontro querigma
 

Mais de Anderson Serra Rocha

Guerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semanaGuerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semana
Anderson Serra Rocha
 
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semanaTem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Anderson Serra Rocha
 
Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite
Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noiteTem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite
Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite
Anderson Serra Rocha
 
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noiteAlmeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
Anderson Serra Rocha
 
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noiteé Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
Anderson Serra Rocha
 
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhãé Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
Anderson Serra Rocha
 

Mais de Anderson Serra Rocha (6)

Guerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semanaGuerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semana
 
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semanaTem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
 
Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite
Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noiteTem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite
Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite
 
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noiteAlmeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
 
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noiteé Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
 
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhãé Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
 

Último

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 

É consolada por ele - 3º meio de semana

  • 1.
  • 2. “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar as boas-novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor” [NVI] (Lc 4.18-19)
  • 4. “É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus” (2Co 1.4)
  • 5. LATIM (consolor - tranquilizar, reconfortar, aliviar, encorajar) Verbo transitivo e pronominal. 1. Aliviar a pena, o sofrer de. = CONFORTAR verbo transitivo, intransitivo e pronominal. 2. Dar ou sentir prazer, satisfação.
  • 6. NO GREGO (paraklesis – que significa “encorajamento”, “exortação”, “socorro”, “consolo”)
  • 7. CONSOLA A IGREJA PARA A SUA MELHORIA Paulo louvou a Deus por causa do relatório favorável , acerca das condições melhoradas de Corinto, que Tito lhe trouxera. Sem a atuação divina, a situação de Corinto bem poderia ter sido impossível de ser corrigida. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e o Deus de toda consolação” (2Co 1.3)
  • 8. NOS CONSOLA A TODO MOMENTO DE NOSSAS VIDAS É impossível para Deus se manter ausente de nossas vidas e tribulações. A sua glória inunda toda a terra, por isso, devemos louvá-lo (Sl 148.13). Ele é o Deus de “toda consolação” e nos conforta de “toda a tribulação” (2Co 1.3b) mas com uma finalidade – sermos consoladores uns dos outros. “É ele quem nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que tiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus” (2Co 1.4)
  • 9. COMO SER UM BOM CONSOLADOR DOS IRMÃOS? Não sendo apenas simpático. O consolo, em sentido cristão, deve ultrapassar a simpatia humana, possuindo algo do consolo divino. “Consolam bem aos outros aqueles que sabem pessoalmente o que é lamentar-se” (Sófocles) ESSE É JESUS
  • 10. PORQUE PODEMOS CONSOLAR? Porque o sofrimento de Jesus nos trouxe salvação;
  • 11. PORQUE PODEMOS CONSOLAR? Porque passamos a sentir o amor de Deus;
  • 12. PORQUE PODEMOS CONSOLAR? Porque passamos a ser consolados pelo Espírito;
  • 13. PORQUE PODEMOS CONSOLAR? Porque éramos aflitos e ignorantes e o Senhor nos deu sua luz;
  • 14. PORQUE PODEMOS CONSOLAR? Porque o Senhor está presente todos os dias.