SlideShare uma empresa Scribd logo
“O Espírito do Senhor está sobre
mim, porque ele me ungiu para pregar
  as boas-novas aos pobres. Ele me
enviou para proclamar liberdade aos
  presos e recuperação da vista aos
  cegos, para libertar os oprimidos e
proclamar o ano da graça do Senhor”
                 [NVI]

             (Lc 4.18-19)
A igreja segundo Jesus
“Arrependei-vos e credes no
        evangelho”
         (Mc 1.15)
Introdução
   Numa igreja americana, os irmãos redigiram e
       assinaram a seguinte declaração de fé:
 Cremos que o arrependimento e a fé são deveres
sagrados e graça inseparáveis, operadas em nossa
 alma pelo regenerador Espírito de Deus. Sendo por
  ele profundamente convencidos de nossa culpa,
  perigo e incapacidade, bem como do caminho
       para a salvação por meio de Cristo, nos
     convertemos a Deus com contrição sincera,
recebemos de coração o Senhor Jesus Cristo como
  profeta, Sacerdote e Rei, confiando somente nEle
    como nosso único e todo-suficiente Salvador.
AS VERDADES BÍBLICAS NÃO
        MUDARAM
A igreja segundo Jesus te um entendimento sadio
    da conversão e que esse entendimento é
insubstituível e completo. Verdade pregada pelas
   metades hoje em dia através da doutrina da
 prosperidade que não exige conversão alguma.
 Jesus mesmo disse: “arrependei-vos e crede no
                evangelho” (Mc 1.15).
O NT está repleto de passagens em que pessoas se
converteram a Cristo (Mateus, a mulher à beira do
poço, o centurião, Pedro, Saulo. Cada um deles se
     converteu e passou a seguir a Jesus com
                   entendimento.
O QUE É CONVERSÃO?

Com certeza não é recitar um credo. Não é orar ou
           rezar. Não é ser caridoso.

A conversão é deixarmos a auto justificação para
irmos à Justificação do Senhor;

Do eu para o senhorio de Deus;

Da adoração aos ídolos para a adoração a Deus.
COMO ACONTECE A
         CONVERSÃO?
 Se observarmos a declaração de fé, ela diz que a
         conversão acontece porque fomos
   “profundamente convencidos de nossa culpa,
perigo e incapacidade, bem como do caminho da
           salvação por meio de Cristo”.

        Então como acontece a conversão?
 Pela operação do Regenerador Espírito de Deus.
Se compreendermos a conversão como algo que
     fizemos, à parte do que Deus fez em nós,
        certamente compreendemos errado.
A Bíblia explica que o coração humano tem de ser
   substituído, a mente transformada e o espírito
vivificado. E a Bíblia também mostra que isso para
o homem é totalmente impossível. É obra de Deus.

  PRECISAMOS QUE DEUS NOS CONVERTA!

   Certa vez, Spurgeon, pregador do século XIX,
  andava pela rua quando um homem bêbado
 disse: “Olá senhor Spurgeon, eu sou um dos seus
   convertidos”. Imediatamente Spurgeon disse:
  “Você pode ter sido um dos meus convertidos,
         mas, com certeza, não é um dos
              convertidos do Senhor”.
ILUSÃO CORRIQUEIRA


    Quando a igreja entende erroneamente a
 conversão, ela pode encher-se de pessoas que
fazem declarações sinceras por um momento de
    suas vidas, mas que não experimentaram
 verdadeiramente o toque de salvação de nosso
                Senhor Jesus Cristo.
VERDADE ABSOLUTA


  O convertido pelo Senhor evidenciará frutos de
  arrependimento e mudança de vida mundana
       para a vida no Senhor – a vida cristã.

   O convertido pelo Senhor se manifestará não
somente nos sermões, mas também nas exigências
da igreja referentes ao batismo e à ceia do Senhor.
Conclusão
As verdades bíblicas serão sempre as mesmas,
        não mudam e nem mudarão;

O homem convertido por outro homem não entra
                  no céu;

 A conversão é a obra regeneradora do Espírito
      Santo e somente ele pode realizar;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Confissão de fé de westminster: Fé Salvadora
Confissão de fé de westminster: Fé SalvadoraConfissão de fé de westminster: Fé Salvadora
Confissão de fé de westminster: Fé Salvadora
Igreja Presbiteriana Emanuel
 
Seminário Santidade em Nosso Tempo
Seminário Santidade em Nosso TempoSeminário Santidade em Nosso Tempo
Seminário Santidade em Nosso Tempo
Sandro Viana
 
Capitulo 6 santificados no sofrimento
Capitulo 6   santificados no sofrimentoCapitulo 6   santificados no sofrimento
Capitulo 6 santificados no sofrimento
Klaus Newman
 
Ensino 10 dom de milagres
Ensino 10   dom de milagresEnsino 10   dom de milagres
Ensino 10 dom de milagres
ministerioformacao
 
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor    ano cRoteiro homilético da ascensão do senhor    ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
José Luiz Silva Pinto
 
Capitulo 1 a Oração na Vida cristã
Capitulo 1   a Oração na Vida cristãCapitulo 1   a Oração na Vida cristã
Capitulo 1 a Oração na Vida cristã
Klaus Newman
 
Confissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: SantificaçãoConfissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: Santificação
Igreja Presbiteriana Emanuel
 
Plantio de igrejas
Plantio de igrejasPlantio de igrejas
Capitulo 5 as virtudes sobrenaturais e os dons de santificação
Capitulo 5   as virtudes sobrenaturais e os dons de santificaçãoCapitulo 5   as virtudes sobrenaturais e os dons de santificação
Capitulo 5 as virtudes sobrenaturais e os dons de santificação
Klaus Newman
 
A vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de JesusA vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de Jesus
Thiago Vieira
 
Virtudes e dons de santificação
Virtudes e dons de santificaçãoVirtudes e dons de santificação
Virtudes e dons de santificação
Lú Nascimento
 
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
José Luiz Silva Pinto
 
Capitulo 8 os frutos na caminhada de santificação
Capitulo 8   os frutos na caminhada de santificaçãoCapitulo 8   os frutos na caminhada de santificação
Capitulo 8 os frutos na caminhada de santificação
Klaus Newman
 
Capitulo 2 felizes e santos
Capitulo 2   felizes e santosCapitulo 2   felizes e santos
Capitulo 2 felizes e santos
Klaus Newman
 
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Andre Nascimento
 
Capitulo 5 ser amigo de deus
Capitulo 5   ser amigo de deusCapitulo 5   ser amigo de deus
Capitulo 5 ser amigo de deus
Klaus Newman
 
Filipi mensagem
Filipi   mensagemFilipi   mensagem
Filipi mensagem
Filipi Rosálio da Silva
 
Ensino 09 carisma da fé
Ensino 09 carisma da féEnsino 09 carisma da fé
Ensino 09 carisma da fé
ministerioformacao
 
Aula 2 O eu consagrado para Deus
Aula 2   O eu consagrado para DeusAula 2   O eu consagrado para Deus
Aula 2 O eu consagrado para Deus
Nacao_Libertai
 

Mais procurados (19)

Confissão de fé de westminster: Fé Salvadora
Confissão de fé de westminster: Fé SalvadoraConfissão de fé de westminster: Fé Salvadora
Confissão de fé de westminster: Fé Salvadora
 
Seminário Santidade em Nosso Tempo
Seminário Santidade em Nosso TempoSeminário Santidade em Nosso Tempo
Seminário Santidade em Nosso Tempo
 
Capitulo 6 santificados no sofrimento
Capitulo 6   santificados no sofrimentoCapitulo 6   santificados no sofrimento
Capitulo 6 santificados no sofrimento
 
Ensino 10 dom de milagres
Ensino 10   dom de milagresEnsino 10   dom de milagres
Ensino 10 dom de milagres
 
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor    ano cRoteiro homilético da ascensão do senhor    ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
 
Capitulo 1 a Oração na Vida cristã
Capitulo 1   a Oração na Vida cristãCapitulo 1   a Oração na Vida cristã
Capitulo 1 a Oração na Vida cristã
 
Confissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: SantificaçãoConfissão de fé de westminster: Santificação
Confissão de fé de westminster: Santificação
 
Plantio de igrejas
Plantio de igrejasPlantio de igrejas
Plantio de igrejas
 
Capitulo 5 as virtudes sobrenaturais e os dons de santificação
Capitulo 5   as virtudes sobrenaturais e os dons de santificaçãoCapitulo 5   as virtudes sobrenaturais e os dons de santificação
Capitulo 5 as virtudes sobrenaturais e os dons de santificação
 
A vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de JesusA vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de Jesus
 
Virtudes e dons de santificação
Virtudes e dons de santificaçãoVirtudes e dons de santificação
Virtudes e dons de santificação
 
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
Roteiro homilético do 20.º domingo do tempo comum – ano c (1)
 
Capitulo 8 os frutos na caminhada de santificação
Capitulo 8   os frutos na caminhada de santificaçãoCapitulo 8   os frutos na caminhada de santificação
Capitulo 8 os frutos na caminhada de santificação
 
Capitulo 2 felizes e santos
Capitulo 2   felizes e santosCapitulo 2   felizes e santos
Capitulo 2 felizes e santos
 
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
 
Capitulo 5 ser amigo de deus
Capitulo 5   ser amigo de deusCapitulo 5   ser amigo de deus
Capitulo 5 ser amigo de deus
 
Filipi mensagem
Filipi   mensagemFilipi   mensagem
Filipi mensagem
 
Ensino 09 carisma da fé
Ensino 09 carisma da féEnsino 09 carisma da fé
Ensino 09 carisma da fé
 
Aula 2 O eu consagrado para Deus
Aula 2   O eu consagrado para DeusAula 2   O eu consagrado para Deus
Aula 2 O eu consagrado para Deus
 

Destaque

Noiva de Cristo
Noiva de CristoNoiva de Cristo
Noiva de Cristo
Dagmar Wendt
 
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
Rogério Nunes
 
“Andemos em novidade de vida”
“Andemos em novidade de vida”“Andemos em novidade de vida”
“Andemos em novidade de vida”
JUERP
 
Livro de Obadias
Livro de ObadiasLivro de Obadias
Livro de Obadias
Rogério Nunes
 
Livro de Amós
Livro de AmósLivro de Amós
Livro de Amós
Rogério Nunes
 
Livro de Jonas
Livro de JonasLivro de Jonas
Livro de Jonas
Rogério Nunes
 
O Que é uma Igreja Saudável?
O Que é uma Igreja Saudável?O Que é uma Igreja Saudável?
O Que é uma Igreja Saudável?
Projeto AMIGOS
 
3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo
talmidimted
 
Série Igreja A igreja que queremos ser
Série Igreja   A igreja que queremos serSérie Igreja   A igreja que queremos ser
Série Igreja A igreja que queremos ser
Eid Marques
 
Lutando por uma igreja saudável
Lutando por uma igreja saudável  Lutando por uma igreja saudável
Lutando por uma igreja saudável
Daniel Junior
 
Noiva de Cristo
Noiva de CristoNoiva de Cristo
Noiva de Cristo
Eliezer Almeida
 
A Noiva de Cristo
A Noiva de CristoA Noiva de Cristo
A Noiva de Cristo
Alessandro Galvao do Vale
 
As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016
As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016
As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
Marcas de uma igreja saudável.
Marcas de uma igreja saudável.Marcas de uma igreja saudável.
Marcas de uma igreja saudável.
Dário Melo
 
Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...
Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...
Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...
ASD Remanescentes
 

Destaque (15)

Noiva de Cristo
Noiva de CristoNoiva de Cristo
Noiva de Cristo
 
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
 
“Andemos em novidade de vida”
“Andemos em novidade de vida”“Andemos em novidade de vida”
“Andemos em novidade de vida”
 
Livro de Obadias
Livro de ObadiasLivro de Obadias
Livro de Obadias
 
Livro de Amós
Livro de AmósLivro de Amós
Livro de Amós
 
Livro de Jonas
Livro de JonasLivro de Jonas
Livro de Jonas
 
O Que é uma Igreja Saudável?
O Que é uma Igreja Saudável?O Que é uma Igreja Saudável?
O Que é uma Igreja Saudável?
 
3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo
 
Série Igreja A igreja que queremos ser
Série Igreja   A igreja que queremos serSérie Igreja   A igreja que queremos ser
Série Igreja A igreja que queremos ser
 
Lutando por uma igreja saudável
Lutando por uma igreja saudável  Lutando por uma igreja saudável
Lutando por uma igreja saudável
 
Noiva de Cristo
Noiva de CristoNoiva de Cristo
Noiva de Cristo
 
A Noiva de Cristo
A Noiva de CristoA Noiva de Cristo
A Noiva de Cristo
 
As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016
As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016
As Bodas do Cordeiro - Lição 07 - 1ºTrimestre de 2016
 
Marcas de uma igreja saudável.
Marcas de uma igreja saudável.Marcas de uma igreja saudável.
Marcas de uma igreja saudável.
 
Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...
Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...
Citações de ellen g. white que o seu pastor não faz a menor questão que você ...
 

Semelhante a Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite

Marca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃO
Marca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃOMarca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃO
Marca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃO
Enerliz
 
A Conversão
A ConversãoA Conversão
A Conversão
mcredentorista
 
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semanaTem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Anderson Serra Rocha
 
Arrepender e converter
Arrepender e converterArrepender e converter
Arrepender e converter
Pastor Robson Colaço
 
A Conversão
A ConversãoA Conversão
A Conversão
mcredentorista
 
9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL
9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL
9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL
FlvioSantos943546
 
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
Claudio Marcio
 
Filipi mensagem
Filipi   mensagemFilipi   mensagem
Filipi mensagem
Filipi Rosálio da Silva
 
Filipi mensagem
Filipi   mensagemFilipi   mensagem
Filipi mensagem
Filipi Rosálio da Silva
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Sem título 13
Sem título 13Sem título 13
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
O chamado para o discipulado
O chamado para o discipuladoO chamado para o discipulado
O chamado para o discipulado
Pastor Wanderley
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Nilton Cesar Marcelino
 
Lição 3
Lição 3Lição 3
Novena de São João Eudes pt
Novena de São João Eudes ptNovena de São João Eudes pt
Novena de São João Eudes pt
Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Novena de sâo Joâo Eudes
Novena de sâo Joâo EudesNovena de sâo Joâo Eudes
Novena de sâo Joâo Eudes
Unidad de Espiritualidad Eudista
 
O que e conversao
O que e conversaoO que e conversao
O que e conversao
Fer Nanda
 
Carta apostólica porta fidei 5
Carta apostólica porta fidei 5Carta apostólica porta fidei 5
Carta apostólica porta fidei 5
Carlos Santana
 
Carta apostolica-porta-fideli
Carta apostolica-porta-fideliCarta apostolica-porta-fideli
Carta apostolica-porta-fideli
geraldomagelanatal
 

Semelhante a Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite (20)

Marca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃO
Marca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃOMarca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃO
Marca 4 - UM ENTENDIMENTO BÍBLICO DA CONVERSÃO
 
A Conversão
A ConversãoA Conversão
A Conversão
 
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semanaTem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
Tem um entendimento bíblico da evangelização - 1º meio de semana
 
Arrepender e converter
Arrepender e converterArrepender e converter
Arrepender e converter
 
A Conversão
A ConversãoA Conversão
A Conversão
 
9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL
9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL
9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL ESTUDO SEMANAL
 
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
 
Filipi mensagem
Filipi   mensagemFilipi   mensagem
Filipi mensagem
 
Filipi mensagem
Filipi   mensagemFilipi   mensagem
Filipi mensagem
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Sem título 13
Sem título 13Sem título 13
Sem título 13
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
O chamado para o discipulado
O chamado para o discipuladoO chamado para o discipulado
O chamado para o discipulado
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
 
Lição 3
Lição 3Lição 3
Lição 3
 
Novena de São João Eudes pt
Novena de São João Eudes ptNovena de São João Eudes pt
Novena de São João Eudes pt
 
Novena de sâo Joâo Eudes
Novena de sâo Joâo EudesNovena de sâo Joâo Eudes
Novena de sâo Joâo Eudes
 
O que e conversao
O que e conversaoO que e conversao
O que e conversao
 
Carta apostólica porta fidei 5
Carta apostólica porta fidei 5Carta apostólica porta fidei 5
Carta apostólica porta fidei 5
 
Carta apostolica-porta-fideli
Carta apostolica-porta-fideliCarta apostolica-porta-fideli
Carta apostolica-porta-fideli
 

Mais de Anderson Serra Rocha

Guerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semanaGuerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semana
Anderson Serra Rocha
 
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhãTem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Anderson Serra Rocha
 
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noiteAlmeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
Anderson Serra Rocha
 
É consolada por ele - 3º meio de semana
É consolada por ele - 3º meio de semanaÉ consolada por ele - 3º meio de semana
É consolada por ele - 3º meio de semana
Anderson Serra Rocha
 
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noiteé Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
Anderson Serra Rocha
 
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhãé Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
Anderson Serra Rocha
 
Tem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhã
Tem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhãTem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhã
Tem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhã
Anderson Serra Rocha
 

Mais de Anderson Serra Rocha (7)

Guerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semanaGuerreia com oração - 2º meio de semana
Guerreia com oração - 2º meio de semana
 
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhãTem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
Tem um entendimento claro da membresia - 2º domingo - manhã
 
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noiteAlmeja ser saudável - 2º domingo - noite
Almeja ser saudável - 2º domingo - noite
 
É consolada por ele - 3º meio de semana
É consolada por ele - 3º meio de semanaÉ consolada por ele - 3º meio de semana
É consolada por ele - 3º meio de semana
 
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noiteé Uma igreja que cresce   parte 2 - 3º domingo - noite
é Uma igreja que cresce parte 2 - 3º domingo - noite
 
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhãé Uma igreja que cresce   parte 1 - 3º domingo - manhã
é Uma igreja que cresce parte 1 - 3º domingo - manhã
 
Tem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhã
Tem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhãTem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhã
Tem um entendimento correto das boas novas - 1º domingo - manhã
 

Último

1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (17)

1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 

Tem um entendimento sadio da conversão - 1º domingo - noite

  • 1.
  • 2. “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar as boas-novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor” [NVI] (Lc 4.18-19)
  • 4. “Arrependei-vos e credes no evangelho” (Mc 1.15)
  • 5. Introdução Numa igreja americana, os irmãos redigiram e assinaram a seguinte declaração de fé: Cremos que o arrependimento e a fé são deveres sagrados e graça inseparáveis, operadas em nossa alma pelo regenerador Espírito de Deus. Sendo por ele profundamente convencidos de nossa culpa, perigo e incapacidade, bem como do caminho para a salvação por meio de Cristo, nos convertemos a Deus com contrição sincera, recebemos de coração o Senhor Jesus Cristo como profeta, Sacerdote e Rei, confiando somente nEle como nosso único e todo-suficiente Salvador.
  • 6. AS VERDADES BÍBLICAS NÃO MUDARAM A igreja segundo Jesus te um entendimento sadio da conversão e que esse entendimento é insubstituível e completo. Verdade pregada pelas metades hoje em dia através da doutrina da prosperidade que não exige conversão alguma. Jesus mesmo disse: “arrependei-vos e crede no evangelho” (Mc 1.15). O NT está repleto de passagens em que pessoas se converteram a Cristo (Mateus, a mulher à beira do poço, o centurião, Pedro, Saulo. Cada um deles se converteu e passou a seguir a Jesus com entendimento.
  • 7. O QUE É CONVERSÃO? Com certeza não é recitar um credo. Não é orar ou rezar. Não é ser caridoso. A conversão é deixarmos a auto justificação para irmos à Justificação do Senhor; Do eu para o senhorio de Deus; Da adoração aos ídolos para a adoração a Deus.
  • 8. COMO ACONTECE A CONVERSÃO? Se observarmos a declaração de fé, ela diz que a conversão acontece porque fomos “profundamente convencidos de nossa culpa, perigo e incapacidade, bem como do caminho da salvação por meio de Cristo”. Então como acontece a conversão? Pela operação do Regenerador Espírito de Deus. Se compreendermos a conversão como algo que fizemos, à parte do que Deus fez em nós, certamente compreendemos errado.
  • 9. A Bíblia explica que o coração humano tem de ser substituído, a mente transformada e o espírito vivificado. E a Bíblia também mostra que isso para o homem é totalmente impossível. É obra de Deus. PRECISAMOS QUE DEUS NOS CONVERTA! Certa vez, Spurgeon, pregador do século XIX, andava pela rua quando um homem bêbado disse: “Olá senhor Spurgeon, eu sou um dos seus convertidos”. Imediatamente Spurgeon disse: “Você pode ter sido um dos meus convertidos, mas, com certeza, não é um dos convertidos do Senhor”.
  • 10. ILUSÃO CORRIQUEIRA Quando a igreja entende erroneamente a conversão, ela pode encher-se de pessoas que fazem declarações sinceras por um momento de suas vidas, mas que não experimentaram verdadeiramente o toque de salvação de nosso Senhor Jesus Cristo.
  • 11. VERDADE ABSOLUTA O convertido pelo Senhor evidenciará frutos de arrependimento e mudança de vida mundana para a vida no Senhor – a vida cristã. O convertido pelo Senhor se manifestará não somente nos sermões, mas também nas exigências da igreja referentes ao batismo e à ceia do Senhor.
  • 12. Conclusão As verdades bíblicas serão sempre as mesmas, não mudam e nem mudarão; O homem convertido por outro homem não entra no céu; A conversão é a obra regeneradora do Espírito Santo e somente ele pode realizar;