SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Baixar para ler offline
Incentivos às crianças e jovens para estudar tecnologia Marcos Augusto Francisco Borges
Diego Ramos Ruggeri Cotuca Eletrônica(2000 – 2003) MatemáticaAplicada (2004-2007) Sistemas e Controle Atento (2005)  Terceirização de Processos Análise de Sistemas (2008-2011)
QueNerd Criado em Abril de 2009, o QueNerd é um blog voltado para o público de faixa etária entre 15 e 35 anos. Possuímos um conteúdo bastante variado voltado para o lado informativo e humorístico com foco em tecnologias e novidades na internet, atualizado todos os dias. Basicamente o conteúdo é dividido em artigos (posts de autoria própria) e posts rápidos (informativos de novidades, imagens, vídeos, etc). Atualmente o site possui um corpo de cinco redatores oficiais, cada um focado em uma vertente de assunto e forma de abordar a informação distinta. O blog conta também com três redatores colaboradores. Tem em média 50 mil visitas mensais além de 730 seguidores no twitter.   url: quenerd.com.br twitter @quenerd. 3 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
Marcos A. F. Borges ,[object Object]
Pós-doutoradono DEIG/FEUP – Portugal
MBA em gestão empresarial
Black Belt em Seis Sigma
Professor-pesquisador pela UNICAMP
Presidente da Auctus Consultoria (www.auctus.com.br)21/01/2011 4 Amparo
Sumário O Brasil ainda tem um número muito pequeno de engenheiros de computação ou pessoas que realmente gostam da informática, mas isso ocorrer porque os incentivos não estão corretos. A palestra mostra como incentivar esse tipo de atividades entre os jovens com coisas interessantes como jogos e robótica 5 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
Engenharia no brasil “O Brasil forma em torno de 32 mil novos engenheiros por ano. Só a indústria automobilística e a Petrobras precisam de 34 mil” “A China forma em torno de 400 mil engenheiros por ano. A Índia, em torno de 280 mil. A Coreia, 80 mil” (população 3X menor!) Hoje, o salário médio inicial para um engenheiro é de R$ 4,5 mil.
O apagão de profissionais Brasil precisa urgentemente de profissionais de qualidade na área de exatas, e muitos! “O Brasil corre risco de sofrer um apagão no desenvolvimento”.  Todos os ramos da engenharia vão precisar de novos profissionais. Brasil poderá precisar de 2,4 milhões de engenheiros até 2022 se o PIB crescer 5%. A engenharia brasileira pode não dar conta do volume de investimentos programados para a exploração do pré-sal e realização da Copa e Olimpíadas. http://colunistas.ig.com.br/guilhermebarros/2010/01/25/brasil-corre-risco-de-apagao-no-desenvolvimento-diz-entidade-de-engenharia/ http://economia.ig.com.br/vidas+na+contramao+do+mercado+de+trabalho/n1237590528742.html 7
O apagão de profissionais Faltam engenheiros na construção civil Levaria oito anos para formar profissionais suficientes para dar conta das obras do PAC http://estagio.ig.com.br/guiadocandidato/faltam+engenheiros+na+construcao+civil/n1237897549551.html 8
O apagão de profissionais Petróleo Petrobras irá precisar até 2013 de         207 mil profissionais em 185 categorias.  Atualmente, um engenheiro especializado em petróleo tem salário inicial de 5,6 mil reais. http://estagio.ig.com.br/guiadocandidato/carreira/oportunidades+na+industria+do+petroleo/n1237763822160.html 9
O apagão de profissionais TI: 100 mil vagas abertas! Empresas não crescem por falta de mão de obra! http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=66652 10
Ao invés de crescer, diminui C.Computação na UNICAMP 1987: 2789 inscritos, 	39,8 candidatos/vaga 2011: 960, 		19,2 Engenharia de computação na UNICAMP 1990: 3594, 		39,9  2011: 1705, 		18,9 Tecnologia de Análise e Des. de Sistemas na UNICAMP 2011: 4,4 candidatos/vaga! Um dos menores indices de toda o vestibular Para um dos melhores cursos do Brasil www.convest.unicamp.br
Algo não faz sentido O Brasil tem mais faculdades de Direito do que todos os países no mundo juntos. Existem 1.240 cursos superiores para a formação de advogados em território nacional enquanto no resto do planeta a soma chega a 1.100 universidades.  http://colunistas.ig.com.br/leisenegocios/2010/10/13/brasil-e-campeao-em-faculdades-de-direito/
E continua não fazendo sentido Existem 128 cursos superiores de moda no Brasil.  Em 2008, o país formou  1.114 físicos,  1.972 matemáticos e  2.066 modistas.  “Em alguns anos, os aviões não decolarão, mas todos nós seremos muito elegantes”. http://diariosocial.wordpress.com/2010/06/11/joao-moreira-salles-e-a-desvalorizacao-da-ciencia/
Chega de nos orgulhar pelo crescimento da classe c Classe C deveria ser considerado um nível básico Devemos almejar levar os jovens menos favorecidos para as classes A e B! Uma boa formação em engenharias ou TI é um dos caminhos mais garantidos neste sentido 14
Por que o pouco interesse por engenharias e tecnologias Fenômeno mundial Há crítica falta de profissionais nestas áreas em países como Alemanha e Canadá Mas a situação do Brasil é diferente: este é o real caminho para mudar o nível das famílias 15
A questão cultural Brasil ainda vive o preconceito do século XIX  Advogado Médico Engenheiro (civil) Claro preconceito a cursos superiores de tecnologias Até mesmo por entidades de governo Embora o pleno emprego em áreas como TI seja garantido 16
É preciso levar o gosto pela tecnologia às crianças e jovens Mas a comunidade de tecnologia é muito pouco ativa em questões sociais Soluções tecnológicas não necessariamente ajudam os mais carentes. É preciso visão social! (case evento) 17
Apoio à jovens carentes pelo esporte Muitas entidades com foco na área esportiva 18 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
Apoio à jovens carentes pela arte Muitas na área artística 19 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
CDI “organização que utiliza a tecnologia como uma ferramenta para combater a pobreza e a desigualdade, estimular o empreendedorismo e criar agentes de transformação” 11 cursos  montagem e manutenção de computadores edição de vídeo  criação de blogs 30 modalidades de serviço oferta da conexão à Internet (com e sem assistência),  e-gov,  pesquisas escolares,  design gráfico,  montagem e manutenção de computadores,  formação de redes,  elaboração de currículos,  e-learn,  e-health,  bureau gráfico www.cdi.org.br 20 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
Busca no google “robótica favela”  Nenhum resultado coerente de uso de robótica em favela 26/11/2010 21 Marcos Augusto Francisco Borges
Apoiar o país e os jovens Tecnologia é a maior necessidade atual O interesse pela área de tecnologia é o caminho mais provável para uma mudança na situação social de jovens Apagão de mão-de-obra poderá comprometer o crescimento brasileiro
Apoiar o país e os jovens Não é preconceito É muito louvável as iniciativas das áreas de artes e esportes Certamente ajudam a preparar o caráter e abrem uma nova porta É lamentável a pouquíssima participação dos “exatoides” e “nerds” em ações sociais, usando sua especialidade! Não adianta ação virtual, quem realmente precisa não está conectado!
Nerdpride A mídia precisa deixar de ser preconceituosa Já viram um engenheiro ou profissional de TI protagonista em novelas? Em desenhos animados, os personagens dificilmente exploram a tecnologia e as ciências exatas E os poucos que exploram, são os desenhos mais chatos! Exatóides precisam se auto-afirmar Matemática não é algo inútil e chato Não é nenhuma vergonha gostar de estudar
Precisamos motivar os jovens mais humildes a acreditar! Inscritos Matriculados  http://www.comvest.unicamp.br/informacoes/downloads/16_anos.pdf
A responsabilidade é de todos  Quem vem para a área de exatas, normalmente gosta de matemática Matemática é vista pelos alunos como algo divertido? É tão legal como futebol? Ou dança? Ou música? Claro que é! Mas, lógico, depende de como é apresentada... (cases da equação de segundo grau e  da fórmula de trigonometria) 26/11/2010 26 Marcos Augusto Francisco Borges
É múito mais legal ainda usando robótica Ao invés de estudar e decorar fórmulas de movimento circular Monte carros com engrenagens diferentes, que sejam velozes ou capazes de subir rampas íngremes Ao invés de decorar que PV/T = PV/T Calcule o quanto um eixo deve ser deslocado para gerar em uma seringa de sucata a pressão suficiente para empurrar um certo peso 26/11/2010 27 Marcos Augusto Francisco Borges
Qual o foco da robótica Não é ensinar robótica em si e nem TI É usá-la como ferramenta motivadora para o aprendizado Usá-la também como ferramenta para apoio de práticas de sustentabilidade Contra o consumismo Reuso Não é instrucionista É a base de um aprendizado construcionista 26/11/2010 28 Marcos Augusto Francisco Borges
Construcionismo conceito estratégia abstração reflexionante reflexão  (abstração empírica e pseudo-empírica ) depuração execução descrição  da  solução  do problema  por  meio  de  uma  linguagem  do  computador
E se a robótica for inviável Por mais barata que seja, exige bancadas, fontes e ferramentas Por que não usar jogos e simuladores como softwares? É mais fácil a adaptação: jovens vivem seu dia a dia em frente a computadores Não é necessário nada altamente complexo ou específico Aprender raciocínios de engenharia com Simcity (o case Daphnia World) 26/11/2010 30 Marcos Augusto Francisco Borges
Eficácia comprovada Experiências acadêmicas mostram que o aprendizado com base no computador pode ser muito mais eficaz (Jogo da Fábrica – grupo DAFE – NIED - UNICAMP) 26/11/2010 31 Marcos Augusto Francisco Borges

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileiraSucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileiraRoberto Rabat Chame
 
Sucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileiraSucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileiraFernando Alcoforado
 
Encontrar um emprego na UE
Encontrar um emprego na UEEncontrar um emprego na UE
Encontrar um emprego na UETNS_Portugal
 
O brasil precisa de engenheiros
O brasil precisa de engenheirosO brasil precisa de engenheiros
O brasil precisa de engenheirosblogdoprofbarreto
 
O mercado de trabalho para a T.I.
O mercado de trabalho para a T.I.O mercado de trabalho para a T.I.
O mercado de trabalho para a T.I.Yan Magalhães
 

Mais procurados (8)

Sucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileiraSucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileira
 
Sucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileiraSucateamento da engenharia brasileira
Sucateamento da engenharia brasileira
 
CEDH
CEDHCEDH
CEDH
 
4 I's para a PG Brasileira
4 I's para a PG Brasileira4 I's para a PG Brasileira
4 I's para a PG Brasileira
 
Encontrar um emprego na UE
Encontrar um emprego na UEEncontrar um emprego na UE
Encontrar um emprego na UE
 
O brasil precisa de engenheiros
O brasil precisa de engenheirosO brasil precisa de engenheiros
O brasil precisa de engenheiros
 
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 4
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 4FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 4
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 4
 
O mercado de trabalho para a T.I.
O mercado de trabalho para a T.I.O mercado de trabalho para a T.I.
O mercado de trabalho para a T.I.
 

Destaque (13)

A Acreditacao no Contexto das Novas Engenharias
A Acreditacao no Contexto das Novas EngenhariasA Acreditacao no Contexto das Novas Engenharias
A Acreditacao no Contexto das Novas Engenharias
 
A evolução da engenharia química
A evolução da engenharia químicaA evolução da engenharia química
A evolução da engenharia química
 
Unidade 3
Unidade 3Unidade 3
Unidade 3
 
Empreendedorismo e Inovação nas Engenharias em tempos de crise. Que crise?
Empreendedorismo e Inovação nas Engenharias em tempos de crise. Que crise?Empreendedorismo e Inovação nas Engenharias em tempos de crise. Que crise?
Empreendedorismo e Inovação nas Engenharias em tempos de crise. Que crise?
 
Pontes do Porto - História e Engenharia
Pontes do Porto - História e EngenhariaPontes do Porto - História e Engenharia
Pontes do Porto - História e Engenharia
 
História do porto as pontes da cidade do porto - Ponte D. Maria Pia
História do porto   as pontes da cidade do porto - Ponte D. Maria PiaHistória do porto   as pontes da cidade do porto - Ponte D. Maria Pia
História do porto as pontes da cidade do porto - Ponte D. Maria Pia
 
As diferentes engenharias
As diferentes engenhariasAs diferentes engenharias
As diferentes engenharias
 
Como a Engenharia Química mudou o mundo
Como a Engenharia Química mudou o mundoComo a Engenharia Química mudou o mundo
Como a Engenharia Química mudou o mundo
 
O que é ser Engenheiro
O que é ser EngenheiroO que é ser Engenheiro
O que é ser Engenheiro
 
Flambagem exercícios de exemplos
Flambagem exercícios de exemplosFlambagem exercícios de exemplos
Flambagem exercícios de exemplos
 
Profissões antigas
Profissões antigasProfissões antigas
Profissões antigas
 
Profissões de ontem e de hoje
Profissões de ontem e de hojeProfissões de ontem e de hoje
Profissões de ontem e de hoje
 
Matemática básica engenharias
Matemática básica   engenhariasMatemática básica   engenharias
Matemática básica engenharias
 

Semelhante a Incentivos para estudo de tecnologia na cpbr4

dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaesdia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico NovaesRio Info
 
2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação
2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação
2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computaçãoFernando Nogueira
 
Cartilha do tecnólogo
Cartilha do tecnólogoCartilha do tecnólogo
Cartilha do tecnólogoAdrianPetroser
 
Cartilha Tecnologos - CONFEA/ANT
Cartilha Tecnologos - CONFEA/ANTCartilha Tecnologos - CONFEA/ANT
Cartilha Tecnologos - CONFEA/ANTVictor Couto Alves
 
TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016
TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016
TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016CESAR
 
Mercado e Tendências em Tecnologia da Informação
Mercado e Tendências em Tecnologia da InformaçãoMercado e Tendências em Tecnologia da Informação
Mercado e Tendências em Tecnologia da InformaçãoElvis Fusco
 
Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)
Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)
Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)Joao Galdino Mello de Souza
 
Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...
Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...
Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...Rafael Marinho
 
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014FGV | Fundação Getulio Vargas
 
A engenharia e a construção do brasil
A engenharia e a construção  do brasilA engenharia e a construção  do brasil
A engenharia e a construção do brasilFernando Alcoforado
 
Palestra Oportunidades na Área de Tecnologia
Palestra Oportunidades na Área de TecnologiaPalestra Oportunidades na Área de Tecnologia
Palestra Oportunidades na Área de TecnologiaEder Cachoeira
 
Profissões mais Promissoras
Profissões mais Promissoras Profissões mais Promissoras
Profissões mais Promissoras brunnaserafina
 
Novo Ensino Superior de Engenharias
Novo Ensino Superior de EngenhariasNovo Ensino Superior de Engenharias
Novo Ensino Superior de EngenhariasAndre Marquet
 
ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2
ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2
ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2Victor Couto Alves
 

Semelhante a Incentivos para estudo de tecnologia na cpbr4 (20)

dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaesdia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
 
2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação
2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação
2ª edicao redinfo, a sua revista eletrônica de computação
 
Cartilha do tecnólogo
Cartilha do tecnólogoCartilha do tecnólogo
Cartilha do tecnólogo
 
Cartilha do tecnólogo
Cartilha do tecnólogoCartilha do tecnólogo
Cartilha do tecnólogo
 
Cartilha Tecnologos - CONFEA/ANT
Cartilha Tecnologos - CONFEA/ANTCartilha Tecnologos - CONFEA/ANT
Cartilha Tecnologos - CONFEA/ANT
 
TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016
TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016
TIC's, Educação e Empreendedorismo - Connected Smart Cities 2016
 
Mercado e Tendências em Tecnologia da Informação
Mercado e Tendências em Tecnologia da InformaçãoMercado e Tendências em Tecnologia da Informação
Mercado e Tendências em Tecnologia da Informação
 
A sociedade brasileira e a ciência
A sociedade brasileira e a ciênciaA sociedade brasileira e a ciência
A sociedade brasileira e a ciência
 
A sociedade brasileira_e_a_ciência
A sociedade brasileira_e_a_ciênciaA sociedade brasileira_e_a_ciência
A sociedade brasileira_e_a_ciência
 
Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)
Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)
Descomplicando a Ciência de Dados por Adelson Lovatto (IBM)
 
Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...
Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...
Arquitetura de Informação: desafios do profissional bibliotecário num mercado...
 
A sociedade brasileira e a ciência
A sociedade brasileira e a ciênciaA sociedade brasileira e a ciência
A sociedade brasileira e a ciência
 
Mercado de TIC 2014
Mercado de TIC 2014Mercado de TIC 2014
Mercado de TIC 2014
 
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
 
A engenharia e a construção do brasil
A engenharia e a construção  do brasilA engenharia e a construção  do brasil
A engenharia e a construção do brasil
 
Palestra Oportunidades na Área de Tecnologia
Palestra Oportunidades na Área de TecnologiaPalestra Oportunidades na Área de Tecnologia
Palestra Oportunidades na Área de Tecnologia
 
Ti
TiTi
Ti
 
Profissões mais Promissoras
Profissões mais Promissoras Profissões mais Promissoras
Profissões mais Promissoras
 
Novo Ensino Superior de Engenharias
Novo Ensino Superior de EngenhariasNovo Ensino Superior de Engenharias
Novo Ensino Superior de Engenharias
 
ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2
ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2
ABRH - Graduacao em Tecnologo - Parte 2
 

Último

HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 

Último (20)

HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 

Incentivos para estudo de tecnologia na cpbr4

  • 1. Incentivos às crianças e jovens para estudar tecnologia Marcos Augusto Francisco Borges
  • 2. Diego Ramos Ruggeri Cotuca Eletrônica(2000 – 2003) MatemáticaAplicada (2004-2007) Sistemas e Controle Atento (2005) Terceirização de Processos Análise de Sistemas (2008-2011)
  • 3. QueNerd Criado em Abril de 2009, o QueNerd é um blog voltado para o público de faixa etária entre 15 e 35 anos. Possuímos um conteúdo bastante variado voltado para o lado informativo e humorístico com foco em tecnologias e novidades na internet, atualizado todos os dias. Basicamente o conteúdo é dividido em artigos (posts de autoria própria) e posts rápidos (informativos de novidades, imagens, vídeos, etc). Atualmente o site possui um corpo de cinco redatores oficiais, cada um focado em uma vertente de assunto e forma de abordar a informação distinta. O blog conta também com três redatores colaboradores. Tem em média 50 mil visitas mensais além de 730 seguidores no twitter.   url: quenerd.com.br twitter @quenerd. 3 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 4.
  • 6. MBA em gestão empresarial
  • 7. Black Belt em Seis Sigma
  • 9. Presidente da Auctus Consultoria (www.auctus.com.br)21/01/2011 4 Amparo
  • 10. Sumário O Brasil ainda tem um número muito pequeno de engenheiros de computação ou pessoas que realmente gostam da informática, mas isso ocorrer porque os incentivos não estão corretos. A palestra mostra como incentivar esse tipo de atividades entre os jovens com coisas interessantes como jogos e robótica 5 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 11. Engenharia no brasil “O Brasil forma em torno de 32 mil novos engenheiros por ano. Só a indústria automobilística e a Petrobras precisam de 34 mil” “A China forma em torno de 400 mil engenheiros por ano. A Índia, em torno de 280 mil. A Coreia, 80 mil” (população 3X menor!) Hoje, o salário médio inicial para um engenheiro é de R$ 4,5 mil.
  • 12. O apagão de profissionais Brasil precisa urgentemente de profissionais de qualidade na área de exatas, e muitos! “O Brasil corre risco de sofrer um apagão no desenvolvimento”. Todos os ramos da engenharia vão precisar de novos profissionais. Brasil poderá precisar de 2,4 milhões de engenheiros até 2022 se o PIB crescer 5%. A engenharia brasileira pode não dar conta do volume de investimentos programados para a exploração do pré-sal e realização da Copa e Olimpíadas. http://colunistas.ig.com.br/guilhermebarros/2010/01/25/brasil-corre-risco-de-apagao-no-desenvolvimento-diz-entidade-de-engenharia/ http://economia.ig.com.br/vidas+na+contramao+do+mercado+de+trabalho/n1237590528742.html 7
  • 13. O apagão de profissionais Faltam engenheiros na construção civil Levaria oito anos para formar profissionais suficientes para dar conta das obras do PAC http://estagio.ig.com.br/guiadocandidato/faltam+engenheiros+na+construcao+civil/n1237897549551.html 8
  • 14. O apagão de profissionais Petróleo Petrobras irá precisar até 2013 de 207 mil profissionais em 185 categorias. Atualmente, um engenheiro especializado em petróleo tem salário inicial de 5,6 mil reais. http://estagio.ig.com.br/guiadocandidato/carreira/oportunidades+na+industria+do+petroleo/n1237763822160.html 9
  • 15. O apagão de profissionais TI: 100 mil vagas abertas! Empresas não crescem por falta de mão de obra! http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=66652 10
  • 16. Ao invés de crescer, diminui C.Computação na UNICAMP 1987: 2789 inscritos, 39,8 candidatos/vaga 2011: 960, 19,2 Engenharia de computação na UNICAMP 1990: 3594, 39,9 2011: 1705, 18,9 Tecnologia de Análise e Des. de Sistemas na UNICAMP 2011: 4,4 candidatos/vaga! Um dos menores indices de toda o vestibular Para um dos melhores cursos do Brasil www.convest.unicamp.br
  • 17. Algo não faz sentido O Brasil tem mais faculdades de Direito do que todos os países no mundo juntos. Existem 1.240 cursos superiores para a formação de advogados em território nacional enquanto no resto do planeta a soma chega a 1.100 universidades. http://colunistas.ig.com.br/leisenegocios/2010/10/13/brasil-e-campeao-em-faculdades-de-direito/
  • 18. E continua não fazendo sentido Existem 128 cursos superiores de moda no Brasil. Em 2008, o país formou 1.114 físicos, 1.972 matemáticos e 2.066 modistas. “Em alguns anos, os aviões não decolarão, mas todos nós seremos muito elegantes”. http://diariosocial.wordpress.com/2010/06/11/joao-moreira-salles-e-a-desvalorizacao-da-ciencia/
  • 19. Chega de nos orgulhar pelo crescimento da classe c Classe C deveria ser considerado um nível básico Devemos almejar levar os jovens menos favorecidos para as classes A e B! Uma boa formação em engenharias ou TI é um dos caminhos mais garantidos neste sentido 14
  • 20. Por que o pouco interesse por engenharias e tecnologias Fenômeno mundial Há crítica falta de profissionais nestas áreas em países como Alemanha e Canadá Mas a situação do Brasil é diferente: este é o real caminho para mudar o nível das famílias 15
  • 21. A questão cultural Brasil ainda vive o preconceito do século XIX Advogado Médico Engenheiro (civil) Claro preconceito a cursos superiores de tecnologias Até mesmo por entidades de governo Embora o pleno emprego em áreas como TI seja garantido 16
  • 22. É preciso levar o gosto pela tecnologia às crianças e jovens Mas a comunidade de tecnologia é muito pouco ativa em questões sociais Soluções tecnológicas não necessariamente ajudam os mais carentes. É preciso visão social! (case evento) 17
  • 23. Apoio à jovens carentes pelo esporte Muitas entidades com foco na área esportiva 18 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 24. Apoio à jovens carentes pela arte Muitas na área artística 19 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 25. CDI “organização que utiliza a tecnologia como uma ferramenta para combater a pobreza e a desigualdade, estimular o empreendedorismo e criar agentes de transformação” 11 cursos montagem e manutenção de computadores edição de vídeo criação de blogs 30 modalidades de serviço oferta da conexão à Internet (com e sem assistência), e-gov, pesquisas escolares, design gráfico, montagem e manutenção de computadores, formação de redes, elaboração de currículos, e-learn, e-health, bureau gráfico www.cdi.org.br 20 26/11/2010 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 26. Busca no google “robótica favela” Nenhum resultado coerente de uso de robótica em favela 26/11/2010 21 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 27. Apoiar o país e os jovens Tecnologia é a maior necessidade atual O interesse pela área de tecnologia é o caminho mais provável para uma mudança na situação social de jovens Apagão de mão-de-obra poderá comprometer o crescimento brasileiro
  • 28. Apoiar o país e os jovens Não é preconceito É muito louvável as iniciativas das áreas de artes e esportes Certamente ajudam a preparar o caráter e abrem uma nova porta É lamentável a pouquíssima participação dos “exatoides” e “nerds” em ações sociais, usando sua especialidade! Não adianta ação virtual, quem realmente precisa não está conectado!
  • 29. Nerdpride A mídia precisa deixar de ser preconceituosa Já viram um engenheiro ou profissional de TI protagonista em novelas? Em desenhos animados, os personagens dificilmente exploram a tecnologia e as ciências exatas E os poucos que exploram, são os desenhos mais chatos! Exatóides precisam se auto-afirmar Matemática não é algo inútil e chato Não é nenhuma vergonha gostar de estudar
  • 30. Precisamos motivar os jovens mais humildes a acreditar! Inscritos Matriculados http://www.comvest.unicamp.br/informacoes/downloads/16_anos.pdf
  • 31. A responsabilidade é de todos Quem vem para a área de exatas, normalmente gosta de matemática Matemática é vista pelos alunos como algo divertido? É tão legal como futebol? Ou dança? Ou música? Claro que é! Mas, lógico, depende de como é apresentada... (cases da equação de segundo grau e da fórmula de trigonometria) 26/11/2010 26 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 32. É múito mais legal ainda usando robótica Ao invés de estudar e decorar fórmulas de movimento circular Monte carros com engrenagens diferentes, que sejam velozes ou capazes de subir rampas íngremes Ao invés de decorar que PV/T = PV/T Calcule o quanto um eixo deve ser deslocado para gerar em uma seringa de sucata a pressão suficiente para empurrar um certo peso 26/11/2010 27 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 33. Qual o foco da robótica Não é ensinar robótica em si e nem TI É usá-la como ferramenta motivadora para o aprendizado Usá-la também como ferramenta para apoio de práticas de sustentabilidade Contra o consumismo Reuso Não é instrucionista É a base de um aprendizado construcionista 26/11/2010 28 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 34. Construcionismo conceito estratégia abstração reflexionante reflexão (abstração empírica e pseudo-empírica ) depuração execução descrição da solução do problema por meio de uma linguagem do computador
  • 35. E se a robótica for inviável Por mais barata que seja, exige bancadas, fontes e ferramentas Por que não usar jogos e simuladores como softwares? É mais fácil a adaptação: jovens vivem seu dia a dia em frente a computadores Não é necessário nada altamente complexo ou específico Aprender raciocínios de engenharia com Simcity (o case Daphnia World) 26/11/2010 30 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 36. Eficácia comprovada Experiências acadêmicas mostram que o aprendizado com base no computador pode ser muito mais eficaz (Jogo da Fábrica – grupo DAFE – NIED - UNICAMP) 26/11/2010 31 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 37. Não vamos ensinar a informáticaVamos motivá-los a aprender sozinhos Ninguém nos ensina a andar Aprendemos! O desafio é uma das maiores fontes de motivação O torneio Robocode Quem ganhou não havia aprendido, mas estava profundamente motivado Time de jovens do nível médio teve resultado bom Ajudem-nos, divulguem, participem, criem torneios descentralizados em 2011 http://www.ft.unicamp.br/liag/robocup/ http://www.ft.unicamp.br/liag/robocode/ 26/11/2010 32 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 38. palestra A robótica de baixo custo no ensino: experiências no nível superior e proposições para os níveis fundamentais e médio das 16h00 às 17h00 26/11/2010 33 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 39. OFICINA Manipulação de exemplos de robótica de baixo custo para o ensino Serão trazidos exemplos de robótica de baixo custo feitos com placas de tecnologia aberta e com sucata. Ao longo da oficina os participantes poderão tentar programar as plataformas robóticas ou mesmo complementar e adequar o hardware das 17h30 às 18h30 26/11/2010 34 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 40. Aceita o desafio de mudar o Brasil?Vamos conversar? 26/11/2010 35 Marcos Augusto Francisco Borges
  • 41. Agradecimento Obrigado pela atenção! marcosborges@ft.unicamp.br 26/11/2010 36 Marcos Augusto Francisco Borges