SlideShare uma empresa Scribd logo
mm
.Igreja do Deus vivo. Coluna e baluarte da verdade 22/02/2015.
O CHAMADO DIVINO: do caos à esperança
5
Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e
que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;
6
então, se
arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no
coração.
7
Disse o SENHOR: Farei desaparecer da face da terra o homem
que criei, o homem e o animal, os répteis e as aves dos céus; porque me
arrependo de os haver feito.
8
Porém Noé achou graça diante do SENHOR.
9
Eis a história de Noé. Noé era homem justo e íntegro entre os seus
contemporâneos; Noé andava com Deus. (Gen 6:5-9)
Amados irmãos, nestes últimos dias temos sido confrontados com as mais diversas
mazelas de nossa nação: a decadência moral, fantasiada, cantada e coreografada no carnaval,
sob a tutela de ditadores e traficantes; a falta de ética e desonestidades, fomentadas por
partidos políticos que têm usado o tráfico de influência com vistas a implantação de seus
planos de hegemonia ideológica e política; a violência galopante, explicitada e pré-anunciada
pelos veículos de comunicação em massa e internet etc.
Refletindo sobre estas questões percebemos que muitos olham para este estado de
coisas com indiferença, outros com apatia, outros com revolta, e , tantos outros com
desesperança. Na mente e no coração de muitos, o quadro moral, ético e espiritual de nossa
nação apontam para uma situação irreversível; uma conjuntura que traz à luz a mais sombria
faceta de nossa nação.
Entretanto, a despeito do momento histórico pelo qual passamos, a Palavra de Deus
nos apresenta uma mensagem de conversão, renovação e esperança, a partir da ação
misericordiosa do Senhor sobre o ser humano.
Esta mensagem se encontra especialmente na narrativa da história de Noé. Segundo
as Escrituras, à semelhança de nosso tempo, o sociedade daquela época estava submersa no
pecado. O texto bíblico retrata este período afirmando que todo desígnio do coração do
homem era continuamente mau. Até mesmo Noé e sua família não estavam livres deste estilo
de vida.
Vendo esta condição do ser humano, Deus decidiu agir em misericórdia e graça.
Diante da total depravação do Gênero Humano, o Senhor escolheu graciosamente Noé e sua
família para serem seu povo particular em meio a uma geração pervertida e má. Desta
escolha soberana seguiu-se o chamado eficaz. O Senhor revelou-se a Noé e deu para este,
todas as argumentações válidas e poderosas para persuadi-lo a deixar o pecado e voltar-se
para o projeto de Deus.
Neste plano divino, Deus ordenou a Noé que construísse uma arca tão somente para
os animais e sua família. A salvação era limitada, a graça salvadora era destinada aos eleitos
de Deus daquela geração. Em reconhecimento a este plano gracioso, Noé decidiu andar com
Deus em santidade e consagração. Apesar das oposições, Noé perseverou até o fim e entrou
na arca com sua família.
Meus amados, há esperança de salvação mesmo diante do caos. Se nossa nação
sofre o declínio moral, ético e espiritual, clamemos para que o Senhor opere a mesma graça
salvadora que realizou nos tempos de Noé e em nossas vidas. Que a restauração da sociedade
brasileira comece a partir de nossa vocação à fé crista e de outros chamados que o Senhor
fará através de nosso testemunho.
Só a Deus Glória!!!
Pr Israel Serique
PASTORES
Rev. Israel Serique
9828 2901 (celular)
3921 3332 (residência)
pr.israelserique@hotmail.com
israelserique@gmail.com
Rev. Wellington Dias
8103 8523 (Celular)
3284 2051 (Residência)
wellds_16@outlook.com
Igreja: 3922 7530
PRESBÍTEROS
Pb. Alberto Lemos
Pb. Ely Almeida
Pb. Ézio Silva
Pb. Márcio do Nascimento
Pb. Roberto Carlos
Pb. Tiago Augusto
DIÁCONOS
Dc. Ademar Santana
Dc. Ádson Reis
Dc. Deverson Dante
Dc. Emídio Soares
Dc. Gerson Gomes
Dc. Paulo Sérgio
Licenciado Lenine
8255-4588 / 3567-7404
SECRETÁRIA DA IPSU
Janete Clair
8264 3887 / 9841-7980
DIAS DE CULTO
Domingo
09:00 Escola Bíblica
19:00 Culto Solene
Segunda-feira
20:00 Grupos Familiares
Quarta-feira
19:30 Culto de doutrina
Sábado
20:00 Encontro de jovens
Ministério de Oração
Todos os Domingos às
18:30 hs na sala da
mocidade.
Gabinete Pastoral
Dia Manhã Tarde
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Pr. Wellington Pr. Israel
Pr. Wellington Pr. Israel
Pr. Wellington Pr. Israel
Pr. Wellington Pr. Israel
Grupos Familiares
Programações Especiais do Mês A Razão da Nossa Fé.
“EU E A MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR.” Josué 24.15.
Atenção! Coristas e Interessados os ensaios do CORAL tem previsão
de inicio após o período de carnaval, interessados procurar a irmã
Elisene.
Atenção Jovens: estamos precisando de voluntários que queiram
trabalhar conosco. As secretarias de atividades da UMP precisam de
jovens com o coração disposto como o seu! E Deus há de nos
capacitar. Procure a diretoria da UMP!
Culto no lar – Estudo Bíblico, casa da Joema, dia 28 de fevereiro, às
20h.
Dia 27 de fevereiro (sexta) CINEUPA, na casa da Julia Neves, as
18:30h. Endereço: Rua 10, Qd. 15, Lt. 05; Setor Pq. Industrial.
Queridos a UPA pretende realizar um Bazar, por isso se você tem em
sua residência roupas, sapatos ou bijuterias em bom estado de uso
e desejar nos doar, procure-nos. Desde já gratos.
Culto de Abertura dos trabalhos da Federação de SAFs PGNA, dia
28, as 20h. Participe!
Agradecemos a presença das amadas professoras do Departamento
Infantil que participaram de nossa reunião ontem, em prol de
melhorarmos nossas aulas. Deus abençoe cada uma!
CADA DIA – FAMÍLIA.
Se você deseja ser um dos
patrocinadores ou
contribuir com qualquer
quantia, entrar em contato
com a secretaria até o dia
01 de março.
As crianças também devem ser batizadas?
Sim. Na antiga dispensação elas faziam parte da
Igreja, sendo recebidas pelo rito da circuncisão. E a Igreja
de Deus é uma só. No capitulo 11 da carta aos Romanos,
Paulo emprega a figura da oliveira para representar o
antigo povo de Deus. Diz ele que os judeus incrédulos
foram cortados da oliveira e que os gentios crentes são
enxertados nela. Deste modo, o antigo povo de Deus, que
foram os judeus, e o novo povo de Deus, constituído
também de gentios, formam uma só árvore. Assim como as
crianças faziam parte da Igreja na dispensação judaica,
devem elas fazer parte da Igreja na dispensação cristã. No
Antigo Testamento, as crianças eram recebidas na Igreja
pelo rito da circuncisão (Gn 17.9-14, 23, 27; Lv 12.3). No
Novo Testamento, são recebidas na Igreja pelo batismo,
que substituiu a circuncisão (Gl 2.11, 12). Na dispensação
da Lei, o menino que não fosse circuncidado era eliminado
do povo de Deus (Gn 17.14). O crente, na dispensação do
Novo Testamento, que não apresenta seus filhos para o
batismo, está quebrando a aliança com Deus e cometendo
grande pecado.
Mas, as crianças creem?
Os textos bíblicos que falam da fé como pré-
requisito para receber o batismo, não se referem às
crianças. A prova é que Marcos (16.16), depois de citar as
palavras de Cristo - “quem crê e for batizado será salvo” –
registra também – “quem, porém, não crê, será
condenado”. Ora, se as crianças não são capazes de crer e,
por isso, não podem ser batizadas, elas estão condenadas.
No entanto, Jesus afirmou: “... das tais é o reino de Deus”, e
sem qualquer referência à fé.
Há, no Novo Testamento, registro de batismo de criança?
O Novo Testamento registra o batismo de cinco
famílias inteiras (At 10.23-24 e 48; 16.15, 33; 18.8 e 1 Co.
1.16). Será que nessas famílias não havia crianças?
Orígenes, um teólogo da Igreja primitiva, ensinou que os
apóstolos batizavam crianças.
Extraído do livreto A Razão da Nossa Fé, de Adão Carlos Nascimento.
Data Pregadores Liturgistas Diaconia
01/03
01/03
08/03
15/03
22/03
29/03
Pr. Wellington
Pr. Israel
Pr. Israel
Sem. Roques
Pr. Israel
Pb. Tiago
Pb. Ely
Rodrigo
Pb. Roberto
Pb. Márcio
Pb. Eurípedes
Rodolfo
Emídio / Ademar
Emídio / Ademar
Deverson / Paulo
Emídio / Adson
Marçal / Edgar
Ademar / Deverson
02. Márcio
04. Sandra (esposa do Lécio)
06. Rosangela / Isabela Oliveira
08. Marlene Bastos
09. Jefferson
14. Alberto / Rockes
15. Kelly Cristina
Grupos Familiares um lugar de edificação e
comunhão. Todas as segundas-feiras.
Grupo I: Res. Ádson e Livânia
Endereço: St. Universitário – 12ª Avenida, Número 20.
Fone: 9909 9570 / 9989 7069
Horário: 20:00 hs
Motivos de Oração
Parabéns aos nossos aniversariantes do mês
Saúde: Júlia (neta dos irmãos Sérgio e Antonilda), João Simão e Marlene Alves, e seu
Guerra, e a irmã Joana da Congregação Agua Branca.
Missões: Missionário Gustavo e Luciene (México)
Rev. Carlos Del Pino e Rosa (Espanha)
Wilton e Dânia (Novas Tribos do Brasil)
Pela Igreja perseguida.
Liderança: oremos por todos os irmãos que estão sob a responsabilidade e privilégio
de conduzir os ministérios da igreja. Que o Senhor cuide de suas famílias enquanto
eles cuidam das nossas.
Projetos: que Deus conceda sabedoria ao conselho de nossa igreja para novos planos
de evangelização com os irmãos do Setor Água Branca.
Próximas Atividades: Conferencia de edificação e consagração
16. Cárita (AB)
19. Débora (AB)
21. Letícia
23. Danilo
24. Roberto Tavares
25. Davi Borges
27. Danielle (AB) / Vanessa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIALIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
Lourinaldo Serafim
 
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Flavio Luz
 
Infância de Jesus
Infância de JesusInfância de Jesus
Infância de Jesus
aprofundar
 
O Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de JesusO Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de Jesus
pralucianaevangelista
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
Respirando Deus
 
Lição 13 - Sobre a Família e a Sua Natureza
Lição 13 - Sobre a Família e a Sua NaturezaLição 13 - Sobre a Família e a Sua Natureza
Lição 13 - Sobre a Família e a Sua Natureza
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de JesusEBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
luxem_
 
2013 2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor
2013   2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor2013   2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor
2013 2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor
Natalino das Neves Neves
 
Profetas menores lição 13 - Malaquias
Profetas menores   lição 13 - MalaquiasProfetas menores   lição 13 - Malaquias
Profetas menores lição 13 - Malaquias
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Regio Davis
 
Lbj lição 12 A família de jesus
Lbj lição 12   A família de jesusLbj lição 12   A família de jesus
Lbj lição 12 A família de jesus
boasnovassena
 
Edição Março 2021
Edição Março 2021Edição Março 2021
Edição Março 2021
Pastor Marcello Rocha
 
PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
A vida de Jesus
A vida de JesusA vida de Jesus
A vida de Jesus
ministerioinfantilafupm
 
A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4
A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4
A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4
sukerth
 
Lição 8 (Adultos) - A Evangelização de Crianças
Lição 8 (Adultos) - A Evangelização de CriançasLição 8 (Adultos) - A Evangelização de Crianças
Lição 8 (Adultos) - A Evangelização de Crianças
Andrew Guimarães
 
Aula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesus
Aula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesusAula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesus
Aula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesus
JoyAlbanez
 
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhorEu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Moisés Sampaio
 
Lição 3 - Melquisedeque, o Rei de Justiça
Lição 3 - Melquisedeque, o Rei de JustiçaLição 3 - Melquisedeque, o Rei de Justiça
Lição 3 - Melquisedeque, o Rei de Justiça
Éder Tomé
 
19 ezequiel
19 ezequiel19 ezequiel
19 ezequiel
PIB Penha
 

Mais procurados (20)

LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIALIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
 
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
 
Infância de Jesus
Infância de JesusInfância de Jesus
Infância de Jesus
 
O Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de JesusO Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de Jesus
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
 
Lição 13 - Sobre a Família e a Sua Natureza
Lição 13 - Sobre a Família e a Sua NaturezaLição 13 - Sobre a Família e a Sua Natureza
Lição 13 - Sobre a Família e a Sua Natureza
 
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de JesusEBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
 
2013 2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor
2013   2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor2013   2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor
2013 2 tri - lição 13 - eu e minha casa serviremos ao senhor
 
Profetas menores lição 13 - Malaquias
Profetas menores   lição 13 - MalaquiasProfetas menores   lição 13 - Malaquias
Profetas menores lição 13 - Malaquias
 
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
 
Lbj lição 12 A família de jesus
Lbj lição 12   A família de jesusLbj lição 12   A família de jesus
Lbj lição 12 A família de jesus
 
Edição Março 2021
Edição Março 2021Edição Março 2021
Edição Março 2021
 
PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 01-2 - BÁSICO - IBADEP)
 
A vida de Jesus
A vida de JesusA vida de Jesus
A vida de Jesus
 
A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4
A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4
A vida de Jesus - Parte1 - Frente A4
 
Lição 8 (Adultos) - A Evangelização de Crianças
Lição 8 (Adultos) - A Evangelização de CriançasLição 8 (Adultos) - A Evangelização de Crianças
Lição 8 (Adultos) - A Evangelização de Crianças
 
Aula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesus
Aula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesusAula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesus
Aula 7-eade-1-ii-roteiro-1-nascimento-e-infância-de-jesus
 
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhorEu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhor
 
Lição 3 - Melquisedeque, o Rei de Justiça
Lição 3 - Melquisedeque, o Rei de JustiçaLição 3 - Melquisedeque, o Rei de Justiça
Lição 3 - Melquisedeque, o Rei de Justiça
 
19 ezequiel
19 ezequiel19 ezequiel
19 ezequiel
 

Semelhante a Boletim 22 02 2015

Culto familiar
Culto familiarCulto familiar
Culto familiar
Adicciones y ayuda
 
Cat04
Cat04Cat04
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptxLição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Celso Napoleon
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
ParoquiaDeSaoPedro
 
Boletim IPC Limeira 011017
Boletim IPC Limeira 011017Boletim IPC Limeira 011017
Boletim IPC Limeira 011017
Adelson R. Dos Santos
 
16 03 2014
16 03 201416 03 2014
16 03 2014
Israel serique
 
Amoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptx
Amoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptxAmoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptx
Amoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptx
Martin M Flynn
 
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
JOSELAURINDODASILVA
 
01 05 2011
01 05 201101 05 2011
01 05 2011
Israel serique
 
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdfdoutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
Tiago Silva
 
Doutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicasDoutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicas
CursosTeologicos
 
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPISERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
Elias Lobo
 
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPISERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
Elias Lobo
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
faculdadeteologica
 
doutrinas bíblicas
doutrinas bíblicasdoutrinas bíblicas
doutrinas bíblicas
faculdadeteologica
 
Disciplina de Doutrinas Bíblicas
Disciplina de Doutrinas BíblicasDisciplina de Doutrinas Bíblicas
Disciplina de Doutrinas Bíblicas
faculdadeteologica
 
A Igreja MinistéRio Templo Vivo, Doutrina
A Igreja MinistéRio Templo Vivo, DoutrinaA Igreja MinistéRio Templo Vivo, Doutrina
A Igreja MinistéRio Templo Vivo, Doutrina
ministeriotemplovivo
 
Mensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de Cornélio
Mensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de CornélioMensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de Cornélio
Mensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de Cornélio
Cleide Corrêa
 
31 10 10 colorido
31 10 10 colorido31 10 10 colorido
31 10 10 colorido
Israel serique
 
Voz da Paróquia - Janeiro 2012
Voz da Paróquia - Janeiro 2012Voz da Paróquia - Janeiro 2012
Voz da Paróquia - Janeiro 2012
jesmioma
 

Semelhante a Boletim 22 02 2015 (20)

Culto familiar
Culto familiarCulto familiar
Culto familiar
 
Cat04
Cat04Cat04
Cat04
 
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptxLição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezemb...
 
Boletim IPC Limeira 011017
Boletim IPC Limeira 011017Boletim IPC Limeira 011017
Boletim IPC Limeira 011017
 
16 03 2014
16 03 201416 03 2014
16 03 2014
 
Amoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptx
Amoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptxAmoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptx
Amoris Laetitia Cap 1 À luz da Palavra.pptx
 
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
 
01 05 2011
01 05 201101 05 2011
01 05 2011
 
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdfdoutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
 
Doutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicasDoutrinas bíblicas
Doutrinas bíblicas
 
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPISERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
 
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPISERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
SERMÃO ANIVERSÁRIO DA IPI
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
 
doutrinas bíblicas
doutrinas bíblicasdoutrinas bíblicas
doutrinas bíblicas
 
Disciplina de Doutrinas Bíblicas
Disciplina de Doutrinas BíblicasDisciplina de Doutrinas Bíblicas
Disciplina de Doutrinas Bíblicas
 
A Igreja MinistéRio Templo Vivo, Doutrina
A Igreja MinistéRio Templo Vivo, DoutrinaA Igreja MinistéRio Templo Vivo, Doutrina
A Igreja MinistéRio Templo Vivo, Doutrina
 
Mensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de Cornélio
Mensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de CornélioMensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de Cornélio
Mensagem Missionária - A visão de Pedro e a conversão de Cornélio
 
31 10 10 colorido
31 10 10 colorido31 10 10 colorido
31 10 10 colorido
 
Voz da Paróquia - Janeiro 2012
Voz da Paróquia - Janeiro 2012Voz da Paróquia - Janeiro 2012
Voz da Paróquia - Janeiro 2012
 

Mais de Israel serique

UA 02.pdf
UA 02.pdfUA 02.pdf
UA 02.pdf
Israel serique
 
Políticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAPolíticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJA
Israel serique
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
Israel serique
 
Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2
Israel serique
 
Psicogênese da língua escrita 1
Psicogênese da língua escrita  1Psicogênese da língua escrita  1
Psicogênese da língua escrita 1
Israel serique
 
Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04
Israel serique
 
Edu básica 04
Edu básica 04Edu básica 04
Edu básica 04
Israel serique
 
Edu básica 03
Edu básica 03Edu básica 03
Edu básica 03
Israel serique
 
Edu básica 01
Edu básica 01Edu básica 01
Edu básica 01
Israel serique
 
Edu básica 02:
Edu básica 02: Edu básica 02:
Edu básica 02:
Israel serique
 
Desenv e linguagem
Desenv e linguagemDesenv e linguagem
Desenv e linguagem
Israel serique
 
Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02
Israel serique
 
Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01
Israel serique
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slide
Israel serique
 
Novas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slideNovas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slide
Israel serique
 
Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2
Israel serique
 
Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1
Israel serique
 
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosAula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Israel serique
 
tecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãotecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educação
Israel serique
 
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticosAula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Israel serique
 

Mais de Israel serique (20)

UA 02.pdf
UA 02.pdfUA 02.pdf
UA 02.pdf
 
Políticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAPolíticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJA
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
 
Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2
 
Psicogênese da língua escrita 1
Psicogênese da língua escrita  1Psicogênese da língua escrita  1
Psicogênese da língua escrita 1
 
Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04
 
Edu básica 04
Edu básica 04Edu básica 04
Edu básica 04
 
Edu básica 03
Edu básica 03Edu básica 03
Edu básica 03
 
Edu básica 01
Edu básica 01Edu básica 01
Edu básica 01
 
Edu básica 02:
Edu básica 02: Edu básica 02:
Edu básica 02:
 
Desenv e linguagem
Desenv e linguagemDesenv e linguagem
Desenv e linguagem
 
Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02
 
Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slide
 
Novas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slideNovas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slide
 
Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2
 
Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1
 
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosAula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
 
tecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãotecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educação
 
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticosAula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
 

Boletim 22 02 2015

  • 1. mm .Igreja do Deus vivo. Coluna e baluarte da verdade 22/02/2015. O CHAMADO DIVINO: do caos à esperança 5 Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração; 6 então, se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração. 7 Disse o SENHOR: Farei desaparecer da face da terra o homem que criei, o homem e o animal, os répteis e as aves dos céus; porque me arrependo de os haver feito. 8 Porém Noé achou graça diante do SENHOR. 9 Eis a história de Noé. Noé era homem justo e íntegro entre os seus contemporâneos; Noé andava com Deus. (Gen 6:5-9) Amados irmãos, nestes últimos dias temos sido confrontados com as mais diversas mazelas de nossa nação: a decadência moral, fantasiada, cantada e coreografada no carnaval, sob a tutela de ditadores e traficantes; a falta de ética e desonestidades, fomentadas por partidos políticos que têm usado o tráfico de influência com vistas a implantação de seus planos de hegemonia ideológica e política; a violência galopante, explicitada e pré-anunciada pelos veículos de comunicação em massa e internet etc. Refletindo sobre estas questões percebemos que muitos olham para este estado de coisas com indiferença, outros com apatia, outros com revolta, e , tantos outros com desesperança. Na mente e no coração de muitos, o quadro moral, ético e espiritual de nossa nação apontam para uma situação irreversível; uma conjuntura que traz à luz a mais sombria faceta de nossa nação. Entretanto, a despeito do momento histórico pelo qual passamos, a Palavra de Deus nos apresenta uma mensagem de conversão, renovação e esperança, a partir da ação misericordiosa do Senhor sobre o ser humano. Esta mensagem se encontra especialmente na narrativa da história de Noé. Segundo as Escrituras, à semelhança de nosso tempo, o sociedade daquela época estava submersa no pecado. O texto bíblico retrata este período afirmando que todo desígnio do coração do homem era continuamente mau. Até mesmo Noé e sua família não estavam livres deste estilo de vida. Vendo esta condição do ser humano, Deus decidiu agir em misericórdia e graça. Diante da total depravação do Gênero Humano, o Senhor escolheu graciosamente Noé e sua família para serem seu povo particular em meio a uma geração pervertida e má. Desta escolha soberana seguiu-se o chamado eficaz. O Senhor revelou-se a Noé e deu para este, todas as argumentações válidas e poderosas para persuadi-lo a deixar o pecado e voltar-se para o projeto de Deus. Neste plano divino, Deus ordenou a Noé que construísse uma arca tão somente para os animais e sua família. A salvação era limitada, a graça salvadora era destinada aos eleitos de Deus daquela geração. Em reconhecimento a este plano gracioso, Noé decidiu andar com Deus em santidade e consagração. Apesar das oposições, Noé perseverou até o fim e entrou na arca com sua família. Meus amados, há esperança de salvação mesmo diante do caos. Se nossa nação sofre o declínio moral, ético e espiritual, clamemos para que o Senhor opere a mesma graça salvadora que realizou nos tempos de Noé e em nossas vidas. Que a restauração da sociedade brasileira comece a partir de nossa vocação à fé crista e de outros chamados que o Senhor fará através de nosso testemunho. Só a Deus Glória!!! Pr Israel Serique PASTORES Rev. Israel Serique 9828 2901 (celular) 3921 3332 (residência) pr.israelserique@hotmail.com israelserique@gmail.com Rev. Wellington Dias 8103 8523 (Celular) 3284 2051 (Residência) wellds_16@outlook.com Igreja: 3922 7530 PRESBÍTEROS Pb. Alberto Lemos Pb. Ely Almeida Pb. Ézio Silva Pb. Márcio do Nascimento Pb. Roberto Carlos Pb. Tiago Augusto DIÁCONOS Dc. Ademar Santana Dc. Ádson Reis Dc. Deverson Dante Dc. Emídio Soares Dc. Gerson Gomes Dc. Paulo Sérgio Licenciado Lenine 8255-4588 / 3567-7404 SECRETÁRIA DA IPSU Janete Clair 8264 3887 / 9841-7980 DIAS DE CULTO Domingo 09:00 Escola Bíblica 19:00 Culto Solene Segunda-feira 20:00 Grupos Familiares Quarta-feira 19:30 Culto de doutrina Sábado 20:00 Encontro de jovens Ministério de Oração Todos os Domingos às 18:30 hs na sala da mocidade. Gabinete Pastoral Dia Manhã Tarde Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Pr. Wellington Pr. Israel Pr. Wellington Pr. Israel Pr. Wellington Pr. Israel Pr. Wellington Pr. Israel
  • 2. Grupos Familiares Programações Especiais do Mês A Razão da Nossa Fé. “EU E A MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR.” Josué 24.15. Atenção! Coristas e Interessados os ensaios do CORAL tem previsão de inicio após o período de carnaval, interessados procurar a irmã Elisene. Atenção Jovens: estamos precisando de voluntários que queiram trabalhar conosco. As secretarias de atividades da UMP precisam de jovens com o coração disposto como o seu! E Deus há de nos capacitar. Procure a diretoria da UMP! Culto no lar – Estudo Bíblico, casa da Joema, dia 28 de fevereiro, às 20h. Dia 27 de fevereiro (sexta) CINEUPA, na casa da Julia Neves, as 18:30h. Endereço: Rua 10, Qd. 15, Lt. 05; Setor Pq. Industrial. Queridos a UPA pretende realizar um Bazar, por isso se você tem em sua residência roupas, sapatos ou bijuterias em bom estado de uso e desejar nos doar, procure-nos. Desde já gratos. Culto de Abertura dos trabalhos da Federação de SAFs PGNA, dia 28, as 20h. Participe! Agradecemos a presença das amadas professoras do Departamento Infantil que participaram de nossa reunião ontem, em prol de melhorarmos nossas aulas. Deus abençoe cada uma! CADA DIA – FAMÍLIA. Se você deseja ser um dos patrocinadores ou contribuir com qualquer quantia, entrar em contato com a secretaria até o dia 01 de março. As crianças também devem ser batizadas? Sim. Na antiga dispensação elas faziam parte da Igreja, sendo recebidas pelo rito da circuncisão. E a Igreja de Deus é uma só. No capitulo 11 da carta aos Romanos, Paulo emprega a figura da oliveira para representar o antigo povo de Deus. Diz ele que os judeus incrédulos foram cortados da oliveira e que os gentios crentes são enxertados nela. Deste modo, o antigo povo de Deus, que foram os judeus, e o novo povo de Deus, constituído também de gentios, formam uma só árvore. Assim como as crianças faziam parte da Igreja na dispensação judaica, devem elas fazer parte da Igreja na dispensação cristã. No Antigo Testamento, as crianças eram recebidas na Igreja pelo rito da circuncisão (Gn 17.9-14, 23, 27; Lv 12.3). No Novo Testamento, são recebidas na Igreja pelo batismo, que substituiu a circuncisão (Gl 2.11, 12). Na dispensação da Lei, o menino que não fosse circuncidado era eliminado do povo de Deus (Gn 17.14). O crente, na dispensação do Novo Testamento, que não apresenta seus filhos para o batismo, está quebrando a aliança com Deus e cometendo grande pecado. Mas, as crianças creem? Os textos bíblicos que falam da fé como pré- requisito para receber o batismo, não se referem às crianças. A prova é que Marcos (16.16), depois de citar as palavras de Cristo - “quem crê e for batizado será salvo” – registra também – “quem, porém, não crê, será condenado”. Ora, se as crianças não são capazes de crer e, por isso, não podem ser batizadas, elas estão condenadas. No entanto, Jesus afirmou: “... das tais é o reino de Deus”, e sem qualquer referência à fé. Há, no Novo Testamento, registro de batismo de criança? O Novo Testamento registra o batismo de cinco famílias inteiras (At 10.23-24 e 48; 16.15, 33; 18.8 e 1 Co. 1.16). Será que nessas famílias não havia crianças? Orígenes, um teólogo da Igreja primitiva, ensinou que os apóstolos batizavam crianças. Extraído do livreto A Razão da Nossa Fé, de Adão Carlos Nascimento. Data Pregadores Liturgistas Diaconia 01/03 01/03 08/03 15/03 22/03 29/03 Pr. Wellington Pr. Israel Pr. Israel Sem. Roques Pr. Israel Pb. Tiago Pb. Ely Rodrigo Pb. Roberto Pb. Márcio Pb. Eurípedes Rodolfo Emídio / Ademar Emídio / Ademar Deverson / Paulo Emídio / Adson Marçal / Edgar Ademar / Deverson 02. Márcio 04. Sandra (esposa do Lécio) 06. Rosangela / Isabela Oliveira 08. Marlene Bastos 09. Jefferson 14. Alberto / Rockes 15. Kelly Cristina Grupos Familiares um lugar de edificação e comunhão. Todas as segundas-feiras. Grupo I: Res. Ádson e Livânia Endereço: St. Universitário – 12ª Avenida, Número 20. Fone: 9909 9570 / 9989 7069 Horário: 20:00 hs Motivos de Oração Parabéns aos nossos aniversariantes do mês Saúde: Júlia (neta dos irmãos Sérgio e Antonilda), João Simão e Marlene Alves, e seu Guerra, e a irmã Joana da Congregação Agua Branca. Missões: Missionário Gustavo e Luciene (México) Rev. Carlos Del Pino e Rosa (Espanha) Wilton e Dânia (Novas Tribos do Brasil) Pela Igreja perseguida. Liderança: oremos por todos os irmãos que estão sob a responsabilidade e privilégio de conduzir os ministérios da igreja. Que o Senhor cuide de suas famílias enquanto eles cuidam das nossas. Projetos: que Deus conceda sabedoria ao conselho de nossa igreja para novos planos de evangelização com os irmãos do Setor Água Branca. Próximas Atividades: Conferencia de edificação e consagração 16. Cárita (AB) 19. Débora (AB) 21. Letícia 23. Danilo 24. Roberto Tavares 25. Davi Borges 27. Danielle (AB) / Vanessa