SlideShare uma empresa Scribd logo
AVISO Nº. 06/GGBM/99

           PUBLICAÇÃO DAS CONTAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO


Tendo em conta a necessidade de as instituições de crédito divulgarem com maior
frequência informação detalhada sobre a sua siruação financerira, o Banco de Moçambique,
ao abrigo da comp etência que lhe é conferida pelos artigo 26, 29 e 30 da Lei nº. 28/91, de
31 de Dezembro, determina:


                                         Artigo 1


   1. Em relação ao final do mês de Junho de cada ano, devem as instituições de crédito
      publicar, num dois jornais mais lidos da localidade da sua sede, o balanço e a
      demonstração de resultados, elaborados de acordo com os modelos constantes dos
      Anexos I e II.

   2. A publicação prevista no número anterior deve ser feita no prazo de 30 dias a contar
      da data a que o balanço e a demonstração de resultados se referem.


                                            Artigo 2

    1. Em relação ao fina do exercício, devem as mesmas instituições publicar, no Boletim
       da República e num dos jornais mais lidos da localidade da sua sede, os seguintes
       elementos:

              1.1 Balanço, elaborado de acordo com o modelo em Anexo I;
              1.2 Demonstração de resultados, elaborada de acordo com o modelo em
                  Anexo II;
              1.3 Relçatório de gestão indicando a evolução verificada e previsível da
                  siruaçõ da instituição, os factos relevantes entretanto ocorridos após o
                  encerramento do exercício e apresentando uma proposta fundamentada
                  de aplicação dos resultados apurados;
              1.4 Parecer do Conselho Fiscal;
              1.5 Conclusões do relatório dos auditores;
              1.6 Anexo, contemplando informação, desde que aplicável à instituição em
                  causa, sobre:


                  a) Os critérios de avaliação aplicados às várias rubricas do activo e do
                     passivo;

                  b) Os montantes dos créditos desdobrados em função da sua duração
                     residual, pelos seguintes prazos (as sociedades de locação finceira
                     deverão considerar as operações de locação financeira em vigor):
-   até 3 meses;
       -   de 3 meses a um ano;
       -   de um a cinco anos;
       -   mais de conco anos;
       -   duração indeterminada;

c) Inventário da carteira de títulços, elaborado de acordo com o modelo
   em Anexo III;
d) O montante das obrigações registadas nas contas do activo e que se
   vencem no ano seguinte à data a que o balanço se refere;
e) Os créditos, reprentados ou não por um título, sobre empresas
   incluídas em “Participações financeiras” (as sociedades de locação
   financeira deverão considerar as operações de locação finceira
   celebradas com as entidades em causa);
f) O montante global do crédito concedido a detentores de
   participações qualificadas (as sociedades de locação financeira
   deverão considerar as operações de locação finceira celebradas com
   as entidades em causa);
g) Quadro demonstrativo dos movimentos e saldos do activo
   imobilizado, elaborados de acordo com o modelo em Anexo IV;
h) Os activos que têm caráter subordinado, mencionando as rubricas do
   balanço em que os mesmos estão relevados;
i) Montante e natureza dos activos cedidos com acordo de recompra
   firme, referindo as rubricas do balanço em que os mesmos estão
   incluídos;
j) Os montantes dos débitos e responsabilidades, com exclusão das
   relativas a títulos emitidos, desdobrados em função da sua duração
   residual, pelos seguintes prazos:

       -   até 3 meses;
       -   de 3 meses a um ano;
       -   de um a cinco anos;
       -   mais de conco anos;
       -   duração indeterminada.


k) Indicação do montante dos títulos emitidos que se vencem no ano
   seguinte à data a que o balanço se reporta;
l) Os débitos, representados ou não por um título, perante empresas que
   tenham uma participação superior a 5% do capital da instituição;
m) As seguintes indicações sobre os empréstimos contraídos pela
   instituição com carárter de subordinação:

       -   o montante de cada empréstimo, a moeda em que está
           expresso, a taxa de juro e a data de vencimento;
       -   as condições, se as houver, em que será possível concretizar
           um reembolso antecipado;
       -   as condições de subordinação e outras que sejam relevantes
           para o conhecimento das operações em causa;
n) Saldos das contas de proveitos a receber, custos a pagar, despesas
   antecipadas e recitas antecipadas;
o) O montante global, convertido em moeda nacional, dos elementos do
   activo e do passivo expressos em moeda estrngeira;
p) Saldo das seguintes contas de provisões;


       -   para crédito em mora;
       -   para crédito em contencioso;
       -   para crédito incobráveis;
       -   para rendas de locação financeira vencidas (para uso
           exclusivo das sociedades de locação financeira)
       -   para crédito de cobrança incerta;
       -   para riscos gerais de crédito;
       -   para riscos de flutuação de câmbios;
       -   para títulos e participações financeiras nacionais;
       -   para títulos e participações financeiras estrangeiras;
       -   para rendas de locação finaceira vincendas (para uso
           exclusivo das sociedades de locação financeira)
       -   para activos recebidos em reembolso de crédito próprio;
       -   para pensões de reforma e de sobrevivência;
       -   para outros riscos.


q) Quadro demonstrativo dos movimentos verificados ao longo do
   exercício nas contas de capital, reservas e resultados, com indicação
   de :

       -   saldo existente no início do exercício;
       -   movimentos verificados durante o exercício, com indicação
           das origens e finalidades dos mesmos;
       -   saldo existente no final do exercício.

r) Montante dos comprimissos, incluindo garantias, assumidos perante
   empresas que:


       -   detenham uma participação qualificada na instituição:
       -   Figuram nas “Participações financeiras” da instituição;

s) Compromissos assumidos em matéria de pensões de aposentação e
   de sobrevivência e respectivas formas de cobertura;
t) Os principais componentes e o seu valor das rubricas “Outros custos”
   e “Proveitos diversos”;
u) O montante global das remunerações atribuídas durante o exercício
   aos órgãos de administração e de fiscalização, bem como os
   compromissos assumidos em matéria de pensões perante os actuais
   ou antigos membros daqueles órgãos;
v) Efectivo médio anual de trabalhadores ao serviço da instituição,
                    desdobrado por:


                        -     grandes categorias profissionais;
                        -     nacionais e estrangeiros;


   3. O envio para publicação dos elementos referidos no número anterior deve ser feito
      no prazo de 15 dias a contar da data em que as contas da instituição tenham sido
      aprovadas, devendo ser remetida ao Banco de Moçambique cópia comprovativa de
      tal envio.


                                         Artigo 3



É revogado o Aviso n. 6/GGBM/94, publicado no Boletim da República – III Série, nº. 35,
de 31 de Agosto de 1994.


Maputo, 05 de Abril de 1999



                                    O GOVERNADOR


                                 Adriano Afonso Maleiane
ANEXO I


                                                                                          BALANÇO EM       DE    DE
                                                                                                                                                                      (milhões de meticais)
                                                                                            ANO
        Código de                                    Activo                                Amorti-
         contas                                                                                                   ANO           Código de                           PASSIVO                       ANO    ANO
                                                                                 Activo   Zacões e    Activo
                                                                                                                ANTERIOR         contas                                                                 ANTERI
                                                                                 bruto    provisões   líquido
                                                                                                                                                                                                          OR

                                                                                                                                                   Responsabilidades em moeda nacional
                                 Activos externos                                                                                  58               Recursos de instituições de crédito no pais
           13                    Depósitos no estrangeiro                                                                          52              Depósitos
           14                    Títulos estrangeiros                                                                              53              Credores por recursos consignados
       10+12+15+19               Outros                                                                                            54              Outras responasabilidades
                                                                                                                                                   Responsabilidades em moeda estrangeira
                                                                                                                           550+551+552+553+559     Depósitos
            20                   Crédito concedido                                                                                 557             Credores por recursos consignados
            21                   AoEstado                                                                                    554+555+556+558       OUTRAS
         22+24+29                A instituições financeiras                                                                 60+61+62+65+67+68      Contas internas e de regularização
            23                   Ao sector empresarial e a particulares                                                             73             Capital
30+31+32+33+34+35+36(*)-39       Imobilizações                                                                                      74             Reservas
            40                   Caixa                                                                                              76             Provisões para riscos diversos
            41                   Depósitos noutras instituições de crédito                                                          78             Fundo social dos trabalhadores
            43                   Títulos e participações financeiras nacionais                                                      79             Resultados transitados
            47                   Aplicações em instituições de crédito no pais                                                      77             Lucro do exercício
   42+44+45+48+49+46(*)          Outros activos
    60+61+63+64+67+68            Contas internas e de regularização
            77                   Prejuízo do exercício


                           TOTAL DO ACTIVO                                                                                                       TOTAL DO PASSIVO


                                                                                                 ANO
                                                                                          ANO    ANTERIOR
      Contas de Ordem:

                 04         Garantias e avales prestados
                 05         Créditos abertos
                 06         valores dados em caução
      (*) Uso exclusivo das sociedades de locação financeira.
ANEXO II



                                                             DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS EM            DE                      DE


                                                                                                                                                              (milhões de meticais)


Codigo de                              DÉBITO                           ANO     ANO      Codigo de                                     CÉDITO                              ANO          ANO
 contas                                                                       ANTERIOR     contas                                                                                     ANTERIOR



    80        Custos de operações passivas                                                   90      Juros de cédito concedido
    81        Custos em operações de ouro e moeda estrangeira                                91      Rendimento de títulos e de participaçoes financeiras
    82        Outros custos bancários                                                        92      Juros de outras aplicações
    83        Custos com pessoal                                                             93      Proveitos em operações de ouro e moede estrangera
    84        Fornecimentos de terceiros                                                     94      Proveitos de serviços bancários
    85        Serviços de terceiros                                                          95      Outros proveitos bancários
    86        Outros custos                                                                96(*)     Rendas de locação financeira
    87        Dotações para amortizações                                                     97      Juros de aplicações em instituições de crédito no pais
    88        Dotações para provisões (**)                                                   99      Proveitos diversos
   752        Perdas extraordinárias do exercício                                           751      Ganhos extraordinários do exercício
   754        Perdas imputáveis a exercícios anteriores                                     753      Ganhos imputáveis a exercícios anteriores
              Provisão para impostos sobre lucros do exercício                              755      Prvisões utilizadas
    77        Lucro do exercício                                                             77      Prejuízo do exercício


                                TOTAL                                                                                           TOTAL


(*) Uso exclusivo das sociedades de locação financeira.
(**) Com excepção das relativas a impostos sobre lucros de exercício.
ANEXO IIII
          INVENTÁRIO DA CARTEIRA DE TÍTULOS EM            DE                   DE
                                                                             (milhões de meticais)
                                                                                 VALOR
                                                 Quantidade
                                                                         Médio de
                                                               Nominal   Aquisição      Cotação      Balanço
                                                                 (1)        (1)           (1)          (1)

             TÍTULOS DE RENDIMENTO FIXO
                        NACIONAIS
Títulos da dívida pública
   A curto prazo
       ..........
       ..........
       ..........
A médio e longo prazos
      ...........
      ...........
      ...........
Outros
 A curto prazo
     ........
     ........
     ........
A médio e longo prazos
   ........
   ........
   ........
              ESTRANGEIROS
De entidades públicas
 A curto prazo
     ........
     ........
     ........
A médio e longo prazos
   ........
   ........
   ........
Outros
 A curto prazo
 .........
 .........
 .........
A médio e longo prazos
   ........
   ........
   ........
       TÍTULOS DE RENDIMENTOS VARIÁVEL
                       NACIONAIS
Acções
  ........
  ........
  ........
Quotas
  .........
  .........
  .........
Outros
 ..........
 ..........
...........


                                          A transportar
VALOR

                                                                                Médio de
                                                    Quantidae
                                                                Nominal         Aquisição         Cotação        Balanço
                                                                  (1)             (1)                 (1)          (2)

                                                  Transporte


                        ESTRANGEIROS
Acções
  ........
  ........
 .........
Quotas
  ........
  ........
  ........
Outros
  ........
  .........
  ..........
            TÍTULOS SUBORDINADOS
                      NACIONAIS
A curto prazo
   .......
   ........
   ........
A médio e longo prazos
  .......
   .......
   ........
                    ESTRANGEIROS
A curto prazo
  ........
   ........
   .........
A médio e longo prazos
   .........
   .........
   .........
                 TÍTULOS PRÓPRIOS
De rendimento fixo
 A curto prazo
     ..........
     ..........
     ...........
A médio e longo prazos
     .........
     .........
     .........
De rendimento variável
 Acções
     ........
     ........
     ........
Outros
    ........
    ........
     ........
Subordinados
 A curto prazo
 ..........
 .........
  .........
A médio e longo prazos
   ..........
   ..........
   ..........
                                                   TOTAL

   (1) Valor expresso em meticais
   (2)              Valor              expresso            em        milhares                de             meticais
ANEXO IV

                                                               MOVIMENTOS E SALDOS DO ACTIVO IMOBILIZADO NO EXERCÍCIO DE

                                                                                                                                                               (milhões de meticais)
                                                                                                                                                                                       Valor
                                                                                     Amortizações    Valor                               Transfe-                                      Líquido no final
      Codigo de                         IMOBILIZADO                    Valor bruto   Acumuladas     líquido   Aquisição   Reavaliações    rência    Vendas   Abates    Amortiza-       do exercício
       Contas                                                                                                                                                          ções


           30              CONSTRUÇÕES
          300              Edifícios de serviço próprio
          301              Edifícios para habitação
          309              Edifícios para outros fins
           31              EQUIPAMENTO
          310              Equipamento informático
          311              Máquinas de escritório
          312              Veiculos
          313              Mobiliário e material
314+315+316+317+318+319    Outro equipamento
           32              PATRIMÓNIO ARTISTICO
           33              OUTRAS IMOBILIZAÇÕES CORPÓREAS
          330              Instalações
          339              Diversos
           34              IMOBILIZAÇÕES EM CURSO
          340              Construções
          341              Equipamento
        342+343            Outras
           35              ENCARGOS PLURIANUAIS
         36(*)             IMOBILIZADO DE LOCAÇÃO FINANCEIRA
         360(*)            Imóveis de locação financeira
         361(*)            Bens de equipamento de locação financeira

                              TOTAL


            (*) Uso exclusivo das sociedades de locação financeira.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lei sa
Lei saLei sa
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Estratégia Concursos
 
Orcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publicaOrcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publica
João Paulo Silvério
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
Geisiane16
 
Exercicio dlpa
Exercicio dlpaExercicio dlpa
Exercicio dlpa
David Stanhy
 
Contabilidade geral exerc 7
Contabilidade geral exerc 7Contabilidade geral exerc 7
Contabilidade geral exerc 7
J M
 
Contabilidade publica
Contabilidade publicaContabilidade publica
Contabilidade publica
Suelen Rocha
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
Felipe Leo
 
Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02
apostilacontabil
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Wandick Rocha de Aquino
 
Release br gaap 2 t10
Release br gaap 2 t10Release br gaap 2 t10
Release br gaap 2 t10
Embraer RI
 
Contabilidade pública
Contabilidade públicaContabilidade pública
Contabilidade pública
Frederico Monteiro
 
Efd contribuies-junho2012-receita federal
Efd contribuies-junho2012-receita federalEfd contribuies-junho2012-receita federal
Efd contribuies-junho2012-receita federal
Tania Gurgel
 
Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012
Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012
Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012
Roberto Dias Duarte
 
Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...
Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...
Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...
Estratégia Concursos
 
Prova comentada TCE-RS (área contábil)
Prova comentada TCE-RS (área contábil)Prova comentada TCE-RS (área contábil)
Prova comentada TCE-RS (área contábil)
Estratégia Concursos
 
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Estratégia Concursos
 
Apostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basicoApostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basico
apostilacontabil
 
Release de Resultados - 2T09
Release de Resultados - 2T09Release de Resultados - 2T09
Release de Resultados - 2T09
Profarma
 

Mais procurados (19)

Lei sa
Lei saLei sa
Lei sa
 
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
 
Orcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publicaOrcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publica
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Exercicio dlpa
Exercicio dlpaExercicio dlpa
Exercicio dlpa
 
Contabilidade geral exerc 7
Contabilidade geral exerc 7Contabilidade geral exerc 7
Contabilidade geral exerc 7
 
Contabilidade publica
Contabilidade publicaContabilidade publica
Contabilidade publica
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
 
Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
 
Release br gaap 2 t10
Release br gaap 2 t10Release br gaap 2 t10
Release br gaap 2 t10
 
Contabilidade pública
Contabilidade públicaContabilidade pública
Contabilidade pública
 
Efd contribuies-junho2012-receita federal
Efd contribuies-junho2012-receita federalEfd contribuies-junho2012-receita federal
Efd contribuies-junho2012-receita federal
 
Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012
Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012
Palestra da RFB sobre EFD-Contribuiçóes - junho 2012
 
Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...
Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...
Prova comentada de Contabilidade Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CGM...
 
Prova comentada TCE-RS (área contábil)
Prova comentada TCE-RS (área contábil)Prova comentada TCE-RS (área contábil)
Prova comentada TCE-RS (área contábil)
 
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
 
Apostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basicoApostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basico
 
Release de Resultados - 2T09
Release de Resultados - 2T09Release de Resultados - 2T09
Release de Resultados - 2T09
 

Semelhante a Aviso 06 Ggbm 99

Demonstracões e balanços
Demonstracões e balançosDemonstracões e balanços
Demonstracões e balanços
ctidigital
 
Apresentacao alderir zanatha contabilidade macae
Apresentacao alderir zanatha contabilidade macaeApresentacao alderir zanatha contabilidade macae
Apresentacao alderir zanatha contabilidade macae
aepremerj
 
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoA2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
Roberta Faria
 
Apostila contabilidade tributaria
Apostila contabilidade tributariaApostila contabilidade tributaria
Apostila contabilidade tributaria
Francisco Aguiar
 
Zu stm10 020-37
Zu   stm10 020-37Zu   stm10 020-37
Zu stm10 020-37
Igornoliveira
 
Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...
Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...
Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...
APF6
 
D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
albumina
 
Aps estrutura das demonstrações contábeis sebastiao
Aps   estrutura das demonstrações contábeis sebastiaoAps   estrutura das demonstrações contábeis sebastiao
Aps estrutura das demonstrações contábeis sebastiao
Sebastião Matos
 
Teoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeisTeoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeis
flacelorio
 
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquidoDemonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
saleteturra
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Wandick Rocha de Aquino
 
O fim da babel contábil
O fim da babel contábilO fim da babel contábil
O fim da babel contábil
Roberto Goldstajn
 
Lucro real
Lucro realLucro real
Lucro real
thiagorangel7
 
Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
apostilacontabil
 
Lucro
LucroLucro
Apresentação Alderir Zanatha Contabilidade
Apresentação Alderir Zanatha ContabilidadeApresentação Alderir Zanatha Contabilidade
Apresentação Alderir Zanatha Contabilidade
aepremerj
 
Extinção de sociedade balanço de liquidação
Extinção de sociedade   balanço de liquidaçãoExtinção de sociedade   balanço de liquidação
Extinção de sociedade balanço de liquidação
Alexandra Morales
 
Aviso 17 Ggbm 99
Aviso 17 Ggbm 99Aviso 17 Ggbm 99
Aviso 17 Ggbm 99
Decio Ramires
 
Responsabilidades fiscais 20-06-2013
Responsabilidades fiscais 20-06-2013Responsabilidades fiscais 20-06-2013
Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
arinemuller
 

Semelhante a Aviso 06 Ggbm 99 (20)

Demonstracões e balanços
Demonstracões e balançosDemonstracões e balanços
Demonstracões e balanços
 
Apresentacao alderir zanatha contabilidade macae
Apresentacao alderir zanatha contabilidade macaeApresentacao alderir zanatha contabilidade macae
Apresentacao alderir zanatha contabilidade macae
 
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoA2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
 
Apostila contabilidade tributaria
Apostila contabilidade tributariaApostila contabilidade tributaria
Apostila contabilidade tributaria
 
Zu stm10 020-37
Zu   stm10 020-37Zu   stm10 020-37
Zu stm10 020-37
 
Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...
Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...
Novo Marco Regulatório das Parcerias do Terceiro Setor Lei 13.019/14 - Aspect...
 
D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
 
Aps estrutura das demonstrações contábeis sebastiao
Aps   estrutura das demonstrações contábeis sebastiaoAps   estrutura das demonstrações contábeis sebastiao
Aps estrutura das demonstrações contábeis sebastiao
 
Teoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeisTeoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeis
 
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquidoDemonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
 
O fim da babel contábil
O fim da babel contábilO fim da babel contábil
O fim da babel contábil
 
Lucro real
Lucro realLucro real
Lucro real
 
Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
 
Lucro
LucroLucro
Lucro
 
Apresentação Alderir Zanatha Contabilidade
Apresentação Alderir Zanatha ContabilidadeApresentação Alderir Zanatha Contabilidade
Apresentação Alderir Zanatha Contabilidade
 
Extinção de sociedade balanço de liquidação
Extinção de sociedade   balanço de liquidaçãoExtinção de sociedade   balanço de liquidação
Extinção de sociedade balanço de liquidação
 
Aviso 17 Ggbm 99
Aviso 17 Ggbm 99Aviso 17 Ggbm 99
Aviso 17 Ggbm 99
 
Responsabilidades fiscais 20-06-2013
Responsabilidades fiscais 20-06-2013Responsabilidades fiscais 20-06-2013
Responsabilidades fiscais 20-06-2013
 
Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
 

Mais de Decio Ramires

Trabalho De Contabilidade
Trabalho De ContabilidadeTrabalho De Contabilidade
Trabalho De Contabilidade
Decio Ramires
 
Texto De Apoio Nº2 Principais Conceitos
Texto De Apoio Nº2   Principais ConceitosTexto De Apoio Nº2   Principais Conceitos
Texto De Apoio Nº2 Principais Conceitos
Decio Ramires
 
Apostila%20 Contabilidade%20 Geral
Apostila%20 Contabilidade%20 GeralApostila%20 Contabilidade%20 Geral
Apostila%20 Contabilidade%20 Geral
Decio Ramires
 
Aviso 01 Ggbm 00
Aviso 01 Ggbm 00Aviso 01 Ggbm 00
Aviso 01 Ggbm 00
Decio Ramires
 
Aviso 03 Ggbm 00
Aviso 03 Ggbm 00Aviso 03 Ggbm 00
Aviso 03 Ggbm 00
Decio Ramires
 
Recurso%20 Iss Rj
Recurso%20 Iss RjRecurso%20 Iss Rj
Recurso%20 Iss Rj
Decio Ramires
 

Mais de Decio Ramires (6)

Trabalho De Contabilidade
Trabalho De ContabilidadeTrabalho De Contabilidade
Trabalho De Contabilidade
 
Texto De Apoio Nº2 Principais Conceitos
Texto De Apoio Nº2   Principais ConceitosTexto De Apoio Nº2   Principais Conceitos
Texto De Apoio Nº2 Principais Conceitos
 
Apostila%20 Contabilidade%20 Geral
Apostila%20 Contabilidade%20 GeralApostila%20 Contabilidade%20 Geral
Apostila%20 Contabilidade%20 Geral
 
Aviso 01 Ggbm 00
Aviso 01 Ggbm 00Aviso 01 Ggbm 00
Aviso 01 Ggbm 00
 
Aviso 03 Ggbm 00
Aviso 03 Ggbm 00Aviso 03 Ggbm 00
Aviso 03 Ggbm 00
 
Recurso%20 Iss Rj
Recurso%20 Iss RjRecurso%20 Iss Rj
Recurso%20 Iss Rj
 

Aviso 06 Ggbm 99

  • 1. AVISO Nº. 06/GGBM/99 PUBLICAÇÃO DAS CONTAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO Tendo em conta a necessidade de as instituições de crédito divulgarem com maior frequência informação detalhada sobre a sua siruação financerira, o Banco de Moçambique, ao abrigo da comp etência que lhe é conferida pelos artigo 26, 29 e 30 da Lei nº. 28/91, de 31 de Dezembro, determina: Artigo 1 1. Em relação ao final do mês de Junho de cada ano, devem as instituições de crédito publicar, num dois jornais mais lidos da localidade da sua sede, o balanço e a demonstração de resultados, elaborados de acordo com os modelos constantes dos Anexos I e II. 2. A publicação prevista no número anterior deve ser feita no prazo de 30 dias a contar da data a que o balanço e a demonstração de resultados se referem. Artigo 2 1. Em relação ao fina do exercício, devem as mesmas instituições publicar, no Boletim da República e num dos jornais mais lidos da localidade da sua sede, os seguintes elementos: 1.1 Balanço, elaborado de acordo com o modelo em Anexo I; 1.2 Demonstração de resultados, elaborada de acordo com o modelo em Anexo II; 1.3 Relçatório de gestão indicando a evolução verificada e previsível da siruaçõ da instituição, os factos relevantes entretanto ocorridos após o encerramento do exercício e apresentando uma proposta fundamentada de aplicação dos resultados apurados; 1.4 Parecer do Conselho Fiscal; 1.5 Conclusões do relatório dos auditores; 1.6 Anexo, contemplando informação, desde que aplicável à instituição em causa, sobre: a) Os critérios de avaliação aplicados às várias rubricas do activo e do passivo; b) Os montantes dos créditos desdobrados em função da sua duração residual, pelos seguintes prazos (as sociedades de locação finceira deverão considerar as operações de locação financeira em vigor):
  • 2. - até 3 meses; - de 3 meses a um ano; - de um a cinco anos; - mais de conco anos; - duração indeterminada; c) Inventário da carteira de títulços, elaborado de acordo com o modelo em Anexo III; d) O montante das obrigações registadas nas contas do activo e que se vencem no ano seguinte à data a que o balanço se refere; e) Os créditos, reprentados ou não por um título, sobre empresas incluídas em “Participações financeiras” (as sociedades de locação financeira deverão considerar as operações de locação finceira celebradas com as entidades em causa); f) O montante global do crédito concedido a detentores de participações qualificadas (as sociedades de locação financeira deverão considerar as operações de locação finceira celebradas com as entidades em causa); g) Quadro demonstrativo dos movimentos e saldos do activo imobilizado, elaborados de acordo com o modelo em Anexo IV; h) Os activos que têm caráter subordinado, mencionando as rubricas do balanço em que os mesmos estão relevados; i) Montante e natureza dos activos cedidos com acordo de recompra firme, referindo as rubricas do balanço em que os mesmos estão incluídos; j) Os montantes dos débitos e responsabilidades, com exclusão das relativas a títulos emitidos, desdobrados em função da sua duração residual, pelos seguintes prazos: - até 3 meses; - de 3 meses a um ano; - de um a cinco anos; - mais de conco anos; - duração indeterminada. k) Indicação do montante dos títulos emitidos que se vencem no ano seguinte à data a que o balanço se reporta; l) Os débitos, representados ou não por um título, perante empresas que tenham uma participação superior a 5% do capital da instituição; m) As seguintes indicações sobre os empréstimos contraídos pela instituição com carárter de subordinação: - o montante de cada empréstimo, a moeda em que está expresso, a taxa de juro e a data de vencimento; - as condições, se as houver, em que será possível concretizar um reembolso antecipado; - as condições de subordinação e outras que sejam relevantes para o conhecimento das operações em causa;
  • 3. n) Saldos das contas de proveitos a receber, custos a pagar, despesas antecipadas e recitas antecipadas; o) O montante global, convertido em moeda nacional, dos elementos do activo e do passivo expressos em moeda estrngeira; p) Saldo das seguintes contas de provisões; - para crédito em mora; - para crédito em contencioso; - para crédito incobráveis; - para rendas de locação financeira vencidas (para uso exclusivo das sociedades de locação financeira) - para crédito de cobrança incerta; - para riscos gerais de crédito; - para riscos de flutuação de câmbios; - para títulos e participações financeiras nacionais; - para títulos e participações financeiras estrangeiras; - para rendas de locação finaceira vincendas (para uso exclusivo das sociedades de locação financeira) - para activos recebidos em reembolso de crédito próprio; - para pensões de reforma e de sobrevivência; - para outros riscos. q) Quadro demonstrativo dos movimentos verificados ao longo do exercício nas contas de capital, reservas e resultados, com indicação de : - saldo existente no início do exercício; - movimentos verificados durante o exercício, com indicação das origens e finalidades dos mesmos; - saldo existente no final do exercício. r) Montante dos comprimissos, incluindo garantias, assumidos perante empresas que: - detenham uma participação qualificada na instituição: - Figuram nas “Participações financeiras” da instituição; s) Compromissos assumidos em matéria de pensões de aposentação e de sobrevivência e respectivas formas de cobertura; t) Os principais componentes e o seu valor das rubricas “Outros custos” e “Proveitos diversos”; u) O montante global das remunerações atribuídas durante o exercício aos órgãos de administração e de fiscalização, bem como os compromissos assumidos em matéria de pensões perante os actuais ou antigos membros daqueles órgãos;
  • 4. v) Efectivo médio anual de trabalhadores ao serviço da instituição, desdobrado por: - grandes categorias profissionais; - nacionais e estrangeiros; 3. O envio para publicação dos elementos referidos no número anterior deve ser feito no prazo de 15 dias a contar da data em que as contas da instituição tenham sido aprovadas, devendo ser remetida ao Banco de Moçambique cópia comprovativa de tal envio. Artigo 3 É revogado o Aviso n. 6/GGBM/94, publicado no Boletim da República – III Série, nº. 35, de 31 de Agosto de 1994. Maputo, 05 de Abril de 1999 O GOVERNADOR Adriano Afonso Maleiane
  • 5. ANEXO I BALANÇO EM DE DE (milhões de meticais) ANO Código de Activo Amorti- contas ANO Código de PASSIVO ANO ANO Activo Zacões e Activo ANTERIOR contas ANTERI bruto provisões líquido OR Responsabilidades em moeda nacional Activos externos 58 Recursos de instituições de crédito no pais 13 Depósitos no estrangeiro 52 Depósitos 14 Títulos estrangeiros 53 Credores por recursos consignados 10+12+15+19 Outros 54 Outras responasabilidades Responsabilidades em moeda estrangeira 550+551+552+553+559 Depósitos 20 Crédito concedido 557 Credores por recursos consignados 21 AoEstado 554+555+556+558 OUTRAS 22+24+29 A instituições financeiras 60+61+62+65+67+68 Contas internas e de regularização 23 Ao sector empresarial e a particulares 73 Capital 30+31+32+33+34+35+36(*)-39 Imobilizações 74 Reservas 40 Caixa 76 Provisões para riscos diversos 41 Depósitos noutras instituições de crédito 78 Fundo social dos trabalhadores 43 Títulos e participações financeiras nacionais 79 Resultados transitados 47 Aplicações em instituições de crédito no pais 77 Lucro do exercício 42+44+45+48+49+46(*) Outros activos 60+61+63+64+67+68 Contas internas e de regularização 77 Prejuízo do exercício TOTAL DO ACTIVO TOTAL DO PASSIVO ANO ANO ANTERIOR Contas de Ordem: 04 Garantias e avales prestados 05 Créditos abertos 06 valores dados em caução (*) Uso exclusivo das sociedades de locação financeira.
  • 6. ANEXO II DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS EM DE DE (milhões de meticais) Codigo de DÉBITO ANO ANO Codigo de CÉDITO ANO ANO contas ANTERIOR contas ANTERIOR 80 Custos de operações passivas 90 Juros de cédito concedido 81 Custos em operações de ouro e moeda estrangeira 91 Rendimento de títulos e de participaçoes financeiras 82 Outros custos bancários 92 Juros de outras aplicações 83 Custos com pessoal 93 Proveitos em operações de ouro e moede estrangera 84 Fornecimentos de terceiros 94 Proveitos de serviços bancários 85 Serviços de terceiros 95 Outros proveitos bancários 86 Outros custos 96(*) Rendas de locação financeira 87 Dotações para amortizações 97 Juros de aplicações em instituições de crédito no pais 88 Dotações para provisões (**) 99 Proveitos diversos 752 Perdas extraordinárias do exercício 751 Ganhos extraordinários do exercício 754 Perdas imputáveis a exercícios anteriores 753 Ganhos imputáveis a exercícios anteriores Provisão para impostos sobre lucros do exercício 755 Prvisões utilizadas 77 Lucro do exercício 77 Prejuízo do exercício TOTAL TOTAL (*) Uso exclusivo das sociedades de locação financeira. (**) Com excepção das relativas a impostos sobre lucros de exercício.
  • 7. ANEXO IIII INVENTÁRIO DA CARTEIRA DE TÍTULOS EM DE DE (milhões de meticais) VALOR Quantidade Médio de Nominal Aquisição Cotação Balanço (1) (1) (1) (1) TÍTULOS DE RENDIMENTO FIXO NACIONAIS Títulos da dívida pública A curto prazo .......... .......... .......... A médio e longo prazos ........... ........... ........... Outros A curto prazo ........ ........ ........ A médio e longo prazos ........ ........ ........ ESTRANGEIROS De entidades públicas A curto prazo ........ ........ ........ A médio e longo prazos ........ ........ ........ Outros A curto prazo ......... ......... ......... A médio e longo prazos ........ ........ ........ TÍTULOS DE RENDIMENTOS VARIÁVEL NACIONAIS Acções ........ ........ ........ Quotas ......... ......... ......... Outros .......... .......... ........... A transportar
  • 8. VALOR Médio de Quantidae Nominal Aquisição Cotação Balanço (1) (1) (1) (2) Transporte ESTRANGEIROS Acções ........ ........ ......... Quotas ........ ........ ........ Outros ........ ......... .......... TÍTULOS SUBORDINADOS NACIONAIS A curto prazo ....... ........ ........ A médio e longo prazos ....... ....... ........ ESTRANGEIROS A curto prazo ........ ........ ......... A médio e longo prazos ......... ......... ......... TÍTULOS PRÓPRIOS De rendimento fixo A curto prazo .......... .......... ........... A médio e longo prazos ......... ......... ......... De rendimento variável Acções ........ ........ ........ Outros ........ ........ ........ Subordinados A curto prazo .......... ......... ......... A médio e longo prazos .......... .......... .......... TOTAL (1) Valor expresso em meticais (2) Valor expresso em milhares de meticais
  • 9. ANEXO IV MOVIMENTOS E SALDOS DO ACTIVO IMOBILIZADO NO EXERCÍCIO DE (milhões de meticais) Valor Amortizações Valor Transfe- Líquido no final Codigo de IMOBILIZADO Valor bruto Acumuladas líquido Aquisição Reavaliações rência Vendas Abates Amortiza- do exercício Contas ções 30 CONSTRUÇÕES 300 Edifícios de serviço próprio 301 Edifícios para habitação 309 Edifícios para outros fins 31 EQUIPAMENTO 310 Equipamento informático 311 Máquinas de escritório 312 Veiculos 313 Mobiliário e material 314+315+316+317+318+319 Outro equipamento 32 PATRIMÓNIO ARTISTICO 33 OUTRAS IMOBILIZAÇÕES CORPÓREAS 330 Instalações 339 Diversos 34 IMOBILIZAÇÕES EM CURSO 340 Construções 341 Equipamento 342+343 Outras 35 ENCARGOS PLURIANUAIS 36(*) IMOBILIZADO DE LOCAÇÃO FINANCEIRA 360(*) Imóveis de locação financeira 361(*) Bens de equipamento de locação financeira TOTAL (*) Uso exclusivo das sociedades de locação financeira.