SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
REGIONAL CATALÃO
UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL
INSTITUTO DE GEOGRAFIA
FUNDAMENTOS DE ASTRONOMIA
1º PERÍODO - 2017
Profº. Dr. João Donizete Lima
O que é Astronomia?
Graças à observação dos céus, o homem pode se orientar
durante as longas viagens e prever a melhor época para
plantar e colher.
A Astronomia é a ciência que estuda o Universo, numa tentativa
de perceber a sua estrutura e evolução.
Visível Infravermelho
Os registros astronômicos mais antigos datam de
aproximadamente 3000 a.C. e se devem aos
chineses, babilônios, assírios e egípcios.
Histórico
A ASTRONOMIA NA MESOPOTÂMIA
Após o segundo milênio antes de Cristo a
astronomia egípcia fez muito pouco avanço. No
entanto, as civilizações que se desenvolveram na
Mesopotâmia continuaram a fazer grandes
contribuições para o conhecimento astronômico.
Pode-se dar a elas o crédito de terem fundado a
astronomia como ciência.
AS CONSTELAÇÕES DOS BABILÔNIOS
NOME SIGNIFICADO NOME LATINO
kushú, nangar, allul [?] Cancer
a, ura leão Leo (Leão)
absin sulco, rego, ranhura Virgo (Virgem)
rín, zibanitu balança Libra
gír, gír-tab escorpião Scorpio (Escorpião)
pa, pabilsag [nome de um deus] Sagittarius (Sagitario)
másh, sahurmásh peixe-cabra Capricornus (Capricórnio)
gu, gula [?] Aquarius (Aquário)
zib, zib-me caudas Pisces (Peixes)
hun, luhunga, lu [?] Aries
múl estrela Taurus (Touro)
mash, mash-mash, mashtabba gêmeos Gemini (Gemeos)
A IMAGEM ABAIXO MOSTRA UM OUTRO MARCO DE FRONTEIRA
BABILÔNIO, DA ÉPOCA DE NABUCODONOSOR I, SÉCULO 12
A.C., E PROVENIENTE DE KUDURRU. NA SUA PARTE ESQUERDA
VEMOS O MESMO DESENHO DO MARCO ANTERIOR: A ESTRELA
DE OITO PONTAS DE VÊNUS-ISHTAR, O CRESCENTE DO DEUS
LUA SIN E O DEUS SOL SHAMASH. ESTE MARCO PERTENCE À
COLEÇÃO DO MUSEU BRITÂNICO.
CERCA DE 2200 A.C. ESTE SELO MOSTRA, O DEUS SOL SHAMASH
SE ELEVANDO ENTRE AS MONTANHAS NA PARTE CENTRAL EM
BAIXO. A DEUSA DA FERTILIDADE E DA GUERRA VÊNUS,
CONHECIDA PELOS BABILÔNIOS COMO ISHTAR, ESTÁ À
ESQUERDA DE DEUS SOL. O DEUS DA ÁGUA, EA, ESTÁ À
DIREITA DO DEUS SOL.
Gobekli Tepe – Turquia
antecede Stonehenge em mais de 6.000 anos.
Seria essa a construção mais antiga de nossa história?
Em outras partes
do mundo,
evidências de
conhecimentos
astronômicos
muito antigos
foram deixadas na
forma de
monumentos,
como Stonehenge,
na Inglaterra, que
data de 3000 a
1500 a.C
Stonehenge - Inglaterra
As “pedras azuis” usadas para construir Stonehenge foram trazidas de até 400
km de distância, nas montanhas de Gales, com direito a travessia marítima,
quando não faltavam pedreiras na vizinhança. Algumas pesam 50 toneladas e
tem 5 metros de altura. Se alguém traçar uma linha no chão, passando no meio
do círculo formado pelas pedras, vai ver que esta linha aponta para a posição do
nascer do sol de verão.
Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -
As ROCHAS DE CARNAC são um alinhamento de três mil
megálitos que foram erguidos na localidade de Carnac, na
região da Bretanha, na França, por volta do ano 2000 a.C.
Trata-se, junto de Stonehenge, de uma das mais importantes
construções humanas da Pré-História europeia.
As imagens abaixo mostram um dos
conceitos hindus do Universo e da Terra
Terra
Babilônios: A Terra era um enorme plano que
tinha uma forma circular. Ela repousava sobre
uma câmara de água, um rio que a circunda
totalmente. Em volta da Terra havia uma parede
que sustentava uma cúpula onde todos os
corpos celestes estavam localizados.
A deusa egípcia Nut (o firmamento)
suportada pelo deus Shu e separada do
seu amante (a Terra).
Egípcios:o universo era uma ilha plana cortada
por um rio, sobre a qual estava suspensa uma
abóbada sustentada por quatro colunas.
Concepções do universo pelos gregos
Cosmos de Aristóteles
Atlas
Anaximandro: As estrelas e o Sol são massas de
fogo aprisionadas que apenas chegam até nós
através de "respiradouros" na abóbada celeste.
O mundo de Anaximenes:
Em meados de 600 a.C., Anaximandro
propõe ser a Terra um corpo cilíndrico
imerso no ar, tendo a sua volta círculos
de fogo. Tubos compridos davam
acesso à visão destes anéis de fogo,
propiciando o Sol e a Lua, além das
estrelas.
Astronomia na Grécia Antiga
• Os filósofos gregos da antiguidade procuravam
explicar tudo o que viam.
Nem sempre estavam certos, mas deram
importantes colaborações.
• Tales de Mileto (625-547a.C), foi quem primeiro
previu um eclipse lunar.
• Pitágoras fez grandes estudos matemáticos e foi o
primeiro a considerar que a Terra não era plana e
sim esférica. Acreditava que os planetas giravam
em torno do Sol.
• Pitágoras fez grandes estudos matemáticos
e foi o primeiro a considerar que a Terra não
era plana e sim esférica.
• Platão: a Terra ocupava o centro das esferas
planetárias ( modelo geocêntrico).
• Aristarco de Samos (329-250 a.C.) criou um
modelo heliocêntrico (o Sol ocupa o centro
do Universo), mas sua idéia foi considerada
absurda.
• Hiparco de Nicéia ( 190 -120 a.C ) calculou
a duração do ano terrestre com um erro de
apenas 6,5 minutos, mas acreditava que a
Terra era o centro do Universo (modelo
geocêntrico).
Modelo Geocêntrico
• Cláudio Ptolomeu (90-168 A.D)
Este modelo tinha a aprovação da Igreja
Católica, pois de acordo com as escrituras,
a Terra estava fixa no centro do Universo.
Modelo Heliocêntrico
• O sistema geocêntrico durou cerca de 13
séculos.
• No final do século XV e início do XVI, alguns
astrônomos: Nicolau Copérnico, Giordano
Bruno, Galileu Galilei e outros, baseados em
dados e observações de astrônomos
anteriores e das suas próprias observações
iniciaram um movimento que originou o
modelo heliocêntrico.
Nicolau Copérnico (1473- 1543): religioso
polonês e ensinava astronomia na Itália.
• Estudava os antigos gregos e escreveu um
livro chamado “ Des Rebolutionibus”- A
revolução dos Corpos Celestes, em 1543.
• No livro, declarava que a Terra realizava
uma volta em torno do Sol, como qualquer
outro planeta.
• Apesar de conter algumas
imprecisões, a obra de Nicolau
Copérnico ampliou
imensamente os horizontes da
humanidade.
Desenho original de Copérnico: o Sol no centro do universo.
• Tycho Brahe (1546-1601) nasceu em meio à
polêmica entre as teorias geocêntrica de
Ptolomeu e heliocêntrica de Copérnico.
• Em 1575, Tycho já era famoso em toda a
Europa pelos seus estudos astronômicos.
• O rei Frederich II deu à Tycho uma ilha e a
Dinamarca pagou pela construção do
observatório mais preciso do mundo,
Uraniborg.
• Não acreditava
no modelo
heliocêntrico.
• Fillipo [Giordano] Bruno (1548 – 1600):
monge dominicano e filósofo, astrônomo e
matemático italiano .
Defendeu um universo
infinito, sem limites,
com sóis ao redor dos
quais giravam os
planetas.
1600 - queimado vivo,
acusado, dentre outras,
de negar a divindade de
Cristo e afirmar que a
Terra gira em torno do
Sol.
• Galileu Galilei(1564-1642), Pisa, Itália.
• O surgimento do telescópio (fabricado em
1608 pelo holandês Johanes Lippershey),
permitiu que Galileu observasse satélites em
volta de Júpiter e também que o planeta
Vênus apresentava fases como a Lua.
• Juntou muitas evidências em favor da teoria
heliocêntrica.
O primeiro a usar
o telescópio para
observação astronômica.
• Advertência da Inquisição: proibição de
difundir as ideias heliocêntricas.
• 1624 - o Papa permite que escreva sobre a
teoria de Copérnico, como se fosse uma
hipótese matemática.
• 1633 - Galileu foi julgado e condenado por
heresia.
• Aos setenta anos, renega suas conclusões
de que a Terra não é o centro do Universo e
imóvel.
• A sentença ao exílio foi convertida a
aprisionamento em sua residência, em
Arcetri, onde permaneceu até sua morte.
• Johannes Kepler(1571-1630), astrônomo alemão e
matemático.
• Foi assistente de Tycho Brahe e “herdou” seus
dados astronômicos.
•Obteve dados muito mais precisos sobre a órbita
de Marte e outros planetas e concluiu que sua
órbitas em torno do Sol não eram circulares, mas
sim elípticas.
Acreditava no modelo
heliocêntrico.
Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AorigemdaTerra
AorigemdaTerraAorigemdaTerra
AorigemdaTerra
tia90nunes
 
Teoria do Universo
Teoria do UniversoTeoria do Universo
Teoria do Universo
Leila nny
 
Origem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoOrigem e evolução do Universo
Origem e evolução do Universo
Virgilio Nt
 
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismoAristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Wagner Silva
 
A Terra E O Universo
A Terra E O UniversoA Terra E O Universo
A Terra E O Universo
guest9c1c7c
 
O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
wilkerfis
 
Geocentrismo
GeocentrismoGeocentrismo
Geocentrismo
NeticiaMatos
 
Universo e Sistema Solar
Universo e Sistema SolarUniverso e Sistema Solar
Universo e Sistema Solar
robertoaabfilho
 
Aula 2 a origem da terra
Aula 2   a origem da terraAula 2   a origem da terra
Aula 2 a origem da terra
Clarissa Gomes
 
Origem do universo
Origem do universoOrigem do universo
Origem do universo
Marcus Corradini
 
Modelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7G
Modelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7GModelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7G
Modelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7G
turma7g
 
Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...
Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...
Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações
 
A terra e o universo
A terra e o universoA terra e o universo
A terra e o universo
Kethlin Ruas
 
Modelos do universo
Modelos do universoModelos do universo
Modelos do universo
Patrícia Santos
 
O universo
O universoO universo
O universo
Bio Sem Limites
 
A nova astronomia
A nova astronomiaA nova astronomia
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeAstronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Nuricel Aguilera
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
anajaneca
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
kaliandra Lisboa
 

Mais procurados (19)

AorigemdaTerra
AorigemdaTerraAorigemdaTerra
AorigemdaTerra
 
Teoria do Universo
Teoria do UniversoTeoria do Universo
Teoria do Universo
 
Origem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoOrigem e evolução do Universo
Origem e evolução do Universo
 
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismoAristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
 
A Terra E O Universo
A Terra E O UniversoA Terra E O Universo
A Terra E O Universo
 
O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
 
Geocentrismo
GeocentrismoGeocentrismo
Geocentrismo
 
Universo e Sistema Solar
Universo e Sistema SolarUniverso e Sistema Solar
Universo e Sistema Solar
 
Aula 2 a origem da terra
Aula 2   a origem da terraAula 2   a origem da terra
Aula 2 a origem da terra
 
Origem do universo
Origem do universoOrigem do universo
Origem do universo
 
Modelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7G
Modelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7GModelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7G
Modelos Geocêntrico e Heliocêntrico - Mª Madalena Baptista 7G
 
Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...
Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...
Livro “História da Astronomia no Brasil” é maior publicação sobre o tema já p...
 
A terra e o universo
A terra e o universoA terra e o universo
A terra e o universo
 
Modelos do universo
Modelos do universoModelos do universo
Modelos do universo
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
A nova astronomia
A nova astronomiaA nova astronomia
A nova astronomia
 
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeAstronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
 

Semelhante a Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -

O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
wilkerfis
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
Gonçalo Tavares
 
saraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdf
saraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdfsaraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdf
saraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdf
profamaildon1994
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Sara Marques
 
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Thommas Kevin
 
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptxintrodução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
ThasMartins63
 
Primeira aula de Astrofísica
Primeira aula de AstrofísicaPrimeira aula de Astrofísica
Primeira aula de Astrofísica
PIBID02FísicaUEL
 
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
mariagrave
 
Modelo geocentrico e heliocentrico
Modelo geocentrico e heliocentricoModelo geocentrico e heliocentrico
Modelo geocentrico e heliocentrico
reneesb
 
Introdução sistema solar
Introdução   sistema solarIntrodução   sistema solar
Introdução sistema solar
Liliane Morgado
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Leonardo Kaplan
 
Madison.pptx
Madison.pptxMadison.pptx
Madison.pptx
MateusMota30
 
Astronomia.pptx
Astronomia.pptxAstronomia.pptx
Astronomia.pptx
stenio medeiros
 
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Carolina Cunha
 
Física gravitação
Física   gravitaçãoFísica   gravitação
Física gravitação
Washington Soares Alves
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
catiacsantos
 
Ficha informativa nº2
Ficha informativa nº2Ficha informativa nº2
Ficha informativa nº2
Maria Matias
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
Tânia Reis
 
O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]
sandradomingues29
 
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoApresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Antonio Fernandes
 

Semelhante a Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) - (20)

O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
saraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdf
saraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdfsaraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdf
saraquimica-150219123028-conversion-gate01.pdf
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
 
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
 
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptxintrodução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
 
Primeira aula de Astrofísica
Primeira aula de AstrofísicaPrimeira aula de Astrofísica
Primeira aula de Astrofísica
 
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
 
Modelo geocentrico e heliocentrico
Modelo geocentrico e heliocentricoModelo geocentrico e heliocentrico
Modelo geocentrico e heliocentrico
 
Introdução sistema solar
Introdução   sistema solarIntrodução   sistema solar
Introdução sistema solar
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
 
Madison.pptx
Madison.pptxMadison.pptx
Madison.pptx
 
Astronomia.pptx
Astronomia.pptxAstronomia.pptx
Astronomia.pptx
 
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
 
Física gravitação
Física   gravitaçãoFísica   gravitação
Física gravitação
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
 
Ficha informativa nº2
Ficha informativa nº2Ficha informativa nº2
Ficha informativa nº2
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
 
O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]
 
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoApresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentrico
 

Último

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 

Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL CATALÃO UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL INSTITUTO DE GEOGRAFIA FUNDAMENTOS DE ASTRONOMIA 1º PERÍODO - 2017 Profº. Dr. João Donizete Lima
  • 2. O que é Astronomia? Graças à observação dos céus, o homem pode se orientar durante as longas viagens e prever a melhor época para plantar e colher. A Astronomia é a ciência que estuda o Universo, numa tentativa de perceber a sua estrutura e evolução.
  • 4. Os registros astronômicos mais antigos datam de aproximadamente 3000 a.C. e se devem aos chineses, babilônios, assírios e egípcios. Histórico A ASTRONOMIA NA MESOPOTÂMIA Após o segundo milênio antes de Cristo a astronomia egípcia fez muito pouco avanço. No entanto, as civilizações que se desenvolveram na Mesopotâmia continuaram a fazer grandes contribuições para o conhecimento astronômico. Pode-se dar a elas o crédito de terem fundado a astronomia como ciência.
  • 5. AS CONSTELAÇÕES DOS BABILÔNIOS NOME SIGNIFICADO NOME LATINO kushú, nangar, allul [?] Cancer a, ura leão Leo (Leão) absin sulco, rego, ranhura Virgo (Virgem) rín, zibanitu balança Libra gír, gír-tab escorpião Scorpio (Escorpião) pa, pabilsag [nome de um deus] Sagittarius (Sagitario) másh, sahurmásh peixe-cabra Capricornus (Capricórnio) gu, gula [?] Aquarius (Aquário) zib, zib-me caudas Pisces (Peixes) hun, luhunga, lu [?] Aries múl estrela Taurus (Touro) mash, mash-mash, mashtabba gêmeos Gemini (Gemeos)
  • 6. A IMAGEM ABAIXO MOSTRA UM OUTRO MARCO DE FRONTEIRA BABILÔNIO, DA ÉPOCA DE NABUCODONOSOR I, SÉCULO 12 A.C., E PROVENIENTE DE KUDURRU. NA SUA PARTE ESQUERDA VEMOS O MESMO DESENHO DO MARCO ANTERIOR: A ESTRELA DE OITO PONTAS DE VÊNUS-ISHTAR, O CRESCENTE DO DEUS LUA SIN E O DEUS SOL SHAMASH. ESTE MARCO PERTENCE À COLEÇÃO DO MUSEU BRITÂNICO.
  • 7. CERCA DE 2200 A.C. ESTE SELO MOSTRA, O DEUS SOL SHAMASH SE ELEVANDO ENTRE AS MONTANHAS NA PARTE CENTRAL EM BAIXO. A DEUSA DA FERTILIDADE E DA GUERRA VÊNUS, CONHECIDA PELOS BABILÔNIOS COMO ISHTAR, ESTÁ À ESQUERDA DE DEUS SOL. O DEUS DA ÁGUA, EA, ESTÁ À DIREITA DO DEUS SOL.
  • 8. Gobekli Tepe – Turquia antecede Stonehenge em mais de 6.000 anos. Seria essa a construção mais antiga de nossa história?
  • 9. Em outras partes do mundo, evidências de conhecimentos astronômicos muito antigos foram deixadas na forma de monumentos, como Stonehenge, na Inglaterra, que data de 3000 a 1500 a.C
  • 10. Stonehenge - Inglaterra As “pedras azuis” usadas para construir Stonehenge foram trazidas de até 400 km de distância, nas montanhas de Gales, com direito a travessia marítima, quando não faltavam pedreiras na vizinhança. Algumas pesam 50 toneladas e tem 5 metros de altura. Se alguém traçar uma linha no chão, passando no meio do círculo formado pelas pedras, vai ver que esta linha aponta para a posição do nascer do sol de verão.
  • 12. As ROCHAS DE CARNAC são um alinhamento de três mil megálitos que foram erguidos na localidade de Carnac, na região da Bretanha, na França, por volta do ano 2000 a.C. Trata-se, junto de Stonehenge, de uma das mais importantes construções humanas da Pré-História europeia.
  • 13. As imagens abaixo mostram um dos conceitos hindus do Universo e da Terra Terra
  • 14. Babilônios: A Terra era um enorme plano que tinha uma forma circular. Ela repousava sobre uma câmara de água, um rio que a circunda totalmente. Em volta da Terra havia uma parede que sustentava uma cúpula onde todos os corpos celestes estavam localizados.
  • 15. A deusa egípcia Nut (o firmamento) suportada pelo deus Shu e separada do seu amante (a Terra). Egípcios:o universo era uma ilha plana cortada por um rio, sobre a qual estava suspensa uma abóbada sustentada por quatro colunas.
  • 16. Concepções do universo pelos gregos Cosmos de Aristóteles Atlas
  • 17. Anaximandro: As estrelas e o Sol são massas de fogo aprisionadas que apenas chegam até nós através de "respiradouros" na abóbada celeste. O mundo de Anaximenes: Em meados de 600 a.C., Anaximandro propõe ser a Terra um corpo cilíndrico imerso no ar, tendo a sua volta círculos de fogo. Tubos compridos davam acesso à visão destes anéis de fogo, propiciando o Sol e a Lua, além das estrelas.
  • 18. Astronomia na Grécia Antiga • Os filósofos gregos da antiguidade procuravam explicar tudo o que viam. Nem sempre estavam certos, mas deram importantes colaborações. • Tales de Mileto (625-547a.C), foi quem primeiro previu um eclipse lunar. • Pitágoras fez grandes estudos matemáticos e foi o primeiro a considerar que a Terra não era plana e sim esférica. Acreditava que os planetas giravam em torno do Sol.
  • 19. • Pitágoras fez grandes estudos matemáticos e foi o primeiro a considerar que a Terra não era plana e sim esférica. • Platão: a Terra ocupava o centro das esferas planetárias ( modelo geocêntrico). • Aristarco de Samos (329-250 a.C.) criou um modelo heliocêntrico (o Sol ocupa o centro do Universo), mas sua idéia foi considerada absurda. • Hiparco de Nicéia ( 190 -120 a.C ) calculou a duração do ano terrestre com um erro de apenas 6,5 minutos, mas acreditava que a Terra era o centro do Universo (modelo geocêntrico).
  • 20. Modelo Geocêntrico • Cláudio Ptolomeu (90-168 A.D) Este modelo tinha a aprovação da Igreja Católica, pois de acordo com as escrituras, a Terra estava fixa no centro do Universo.
  • 21. Modelo Heliocêntrico • O sistema geocêntrico durou cerca de 13 séculos. • No final do século XV e início do XVI, alguns astrônomos: Nicolau Copérnico, Giordano Bruno, Galileu Galilei e outros, baseados em dados e observações de astrônomos anteriores e das suas próprias observações iniciaram um movimento que originou o modelo heliocêntrico.
  • 22. Nicolau Copérnico (1473- 1543): religioso polonês e ensinava astronomia na Itália. • Estudava os antigos gregos e escreveu um livro chamado “ Des Rebolutionibus”- A revolução dos Corpos Celestes, em 1543. • No livro, declarava que a Terra realizava uma volta em torno do Sol, como qualquer outro planeta. • Apesar de conter algumas imprecisões, a obra de Nicolau Copérnico ampliou imensamente os horizontes da humanidade.
  • 23. Desenho original de Copérnico: o Sol no centro do universo.
  • 24. • Tycho Brahe (1546-1601) nasceu em meio à polêmica entre as teorias geocêntrica de Ptolomeu e heliocêntrica de Copérnico. • Em 1575, Tycho já era famoso em toda a Europa pelos seus estudos astronômicos. • O rei Frederich II deu à Tycho uma ilha e a Dinamarca pagou pela construção do observatório mais preciso do mundo, Uraniborg. • Não acreditava no modelo heliocêntrico.
  • 25. • Fillipo [Giordano] Bruno (1548 – 1600): monge dominicano e filósofo, astrônomo e matemático italiano . Defendeu um universo infinito, sem limites, com sóis ao redor dos quais giravam os planetas. 1600 - queimado vivo, acusado, dentre outras, de negar a divindade de Cristo e afirmar que a Terra gira em torno do Sol.
  • 26. • Galileu Galilei(1564-1642), Pisa, Itália. • O surgimento do telescópio (fabricado em 1608 pelo holandês Johanes Lippershey), permitiu que Galileu observasse satélites em volta de Júpiter e também que o planeta Vênus apresentava fases como a Lua. • Juntou muitas evidências em favor da teoria heliocêntrica. O primeiro a usar o telescópio para observação astronômica.
  • 27. • Advertência da Inquisição: proibição de difundir as ideias heliocêntricas. • 1624 - o Papa permite que escreva sobre a teoria de Copérnico, como se fosse uma hipótese matemática. • 1633 - Galileu foi julgado e condenado por heresia. • Aos setenta anos, renega suas conclusões de que a Terra não é o centro do Universo e imóvel. • A sentença ao exílio foi convertida a aprisionamento em sua residência, em Arcetri, onde permaneceu até sua morte.
  • 28. • Johannes Kepler(1571-1630), astrônomo alemão e matemático. • Foi assistente de Tycho Brahe e “herdou” seus dados astronômicos. •Obteve dados muito mais precisos sobre a órbita de Marte e outros planetas e concluiu que sua órbitas em torno do Sol não eram circulares, mas sim elípticas. Acreditava no modelo heliocêntrico.