SlideShare uma empresa Scribd logo
Teorias de organização do Universo/ Sistema Solar
A quem devemos o conhecimento actual?
 
 
 
 
 
 
 
Teorias clássicas sobre o Universo
O imenso espaço cósmico tem fascinado a Humanidade ao longo dos séculos. A interpretação do Universo tem variado de acordo com as ideias dominantes em cada época e com as observações efectuadas.
As primeiras tentativas para explicar a origem e organização do Universo assumiram a forma de histórias e lendas em que deuses e criaturas míticas eram os responsáveis por todos os fenómenos que, até então, eram inexplicáveis.
Em termos científicos, foi nas antigas civilizações egípcia e grega que se iniciou o estudo do Universo.
TEORIA GEOCÊNTRICA
Nessa altura, pensava-se que a Terra era o centro do Universo e que os outros corpos celestes então conhecidos o Sol, a Lua, os planetas e as estrelas giravam em seu redor. Esta é a “ teoria geocêntrica ” do Universo, que foi defendida pelo astrónomo  Ptolomeu  (séc. II d.C.) e indiscutivelmente aceite durante séculos.
 
 
TEORIA HELIOCÊNTRICA
No século XVI a teoria geocêntrica foi posta em causa por Nicolau Copérnico (1473-1543), que defendia ser o Sol, e não a Terra, o centro do Universo.  Esta teoria, “ teoria heliocêntrica ”, encontrou oposição, principalmente por parte da Igreja, pois acreditava-se que a Terra era o astro mais importante do Universo
 
 
Resumindo
Teoria Geocêntrica Até à Idade Média acreditava-se que a Terra era o centro do Universo e que o Sol e os restantes corpos celestes giravam em seu redor –  Teoria Geocêntrica.  Esta teoria foi defendida pelo astrónomo Ptolomeu, no século II a. C., e foi aceite até ao século XVI.
Teoria Heliocêntrica Copérnico, utilizando instrumentos rudimentares, calculou as proporções do nosso Planeta dentro do Sistema Solar e concluiu ser o Sol e não a Terra o centro do Universo. A Terra e os outros corpos celestes giravam em volta do Sol –  Teoria Heliocêntrica .
 
 
Procura responder...
 
fim http://ciencias7ano.wordpress.com/ Catarina Reis

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

fósseis - 7º ano
fósseis - 7º anofósseis - 7º ano
fósseis - 7º ano
olgacacao
 
9º aula
9º aula9º aula
9º aula
bioontheweb
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
adelinoqueiroz
 
Gravidade power point
Gravidade power pointGravidade power point
Gravidade power point
Flávia Allves
 
Resumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º AnoResumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º Ano
Ana Beatriz Gonçalves
 
Eletricidade 9º ano
Eletricidade 9º anoEletricidade 9º ano
Eletricidade 9º ano
Rildo Borges
 
Condições que permitem Vida na Terra
Condições que permitem Vida na TerraCondições que permitem Vida na Terra
Condições que permitem Vida na Terra
Gabriela Bruno
 
Energia Cinética e Potencial
Energia Cinética e PotencialEnergia Cinética e Potencial
Energia Cinética e Potencial
Denise Marinho
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
Catir
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
matheusrl98
 
Movimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAsMovimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAs
João França
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
Daniela F Almenara
 
ÁGUA E SAIS MINERAIS
ÁGUA E SAIS MINERAISÁGUA E SAIS MINERAIS
ÁGUA E SAIS MINERAIS
isabelalexandrapinto
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
Matheus Faria do Valle
 
Tempo Geológico
Tempo GeológicoTempo Geológico
Tempo Geológico
Lucca
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matéria
Layanne Caetano
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
Rebeca Vale
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
karolpoa
 
Ecossistemas
EcossistemasEcossistemas
Ecossistemas
Tânia Reis
 
Impacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticasImpacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticas
Grupo2apcm
 

Mais procurados (20)

fósseis - 7º ano
fósseis - 7º anofósseis - 7º ano
fósseis - 7º ano
 
9º aula
9º aula9º aula
9º aula
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
 
Gravidade power point
Gravidade power pointGravidade power point
Gravidade power point
 
Resumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º AnoResumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º Ano
 
Eletricidade 9º ano
Eletricidade 9º anoEletricidade 9º ano
Eletricidade 9º ano
 
Condições que permitem Vida na Terra
Condições que permitem Vida na TerraCondições que permitem Vida na Terra
Condições que permitem Vida na Terra
 
Energia Cinética e Potencial
Energia Cinética e PotencialEnergia Cinética e Potencial
Energia Cinética e Potencial
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
 
Movimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAsMovimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAs
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
 
ÁGUA E SAIS MINERAIS
ÁGUA E SAIS MINERAISÁGUA E SAIS MINERAIS
ÁGUA E SAIS MINERAIS
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
 
Tempo Geológico
Tempo GeológicoTempo Geológico
Tempo Geológico
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matéria
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 
Ecossistemas
EcossistemasEcossistemas
Ecossistemas
 
Impacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticasImpacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticas
 

Destaque

Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
Catir
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
Cláudia Moura
 
O universo
O universoO universo
O universo
Isadora Girio
 
O Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema SolarO Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema Solar
scostaalbino
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
beatrizsa123
 
Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!
Leonardo Pereira
 
Big Bang
Big BangBig Bang
Big Bang
nickson1992
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Sara Marques
 
Animais Invertebrados
Animais InvertebradosAnimais Invertebrados
Animais Invertebrados
Andrea Barreto
 
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º anoRochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
andygracolas
 
Ciências naturais 7 rochas sedimentares (processos)
Ciências naturais 7   rochas sedimentares (processos)Ciências naturais 7   rochas sedimentares (processos)
Ciências naturais 7 rochas sedimentares (processos)
Nuno Correia
 
ClassificaçãO Das Rochas Sedimentares
ClassificaçãO Das Rochas SedimentaresClassificaçãO Das Rochas Sedimentares
ClassificaçãO Das Rochas Sedimentares
Arminda Malho
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Leonardo Kaplan
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticas
Isabel Lopes
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
FURG
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
crisbassanimedeiros
 
2º teste rochas 7º ano
2º teste rochas 7º ano2º teste rochas 7º ano
2º teste rochas 7º ano
Sofia Ribeiro
 
Fósseis (ficha)
Fósseis (ficha)Fósseis (ficha)
Fósseis (ficha)
Francisca Santos
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
Catir
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
Catir
 

Destaque (20)

Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
O Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema SolarO Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema Solar
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!
 
Big Bang
Big BangBig Bang
Big Bang
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
 
Animais Invertebrados
Animais InvertebradosAnimais Invertebrados
Animais Invertebrados
 
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º anoRochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
 
Ciências naturais 7 rochas sedimentares (processos)
Ciências naturais 7   rochas sedimentares (processos)Ciências naturais 7   rochas sedimentares (processos)
Ciências naturais 7 rochas sedimentares (processos)
 
ClassificaçãO Das Rochas Sedimentares
ClassificaçãO Das Rochas SedimentaresClassificaçãO Das Rochas Sedimentares
ClassificaçãO Das Rochas Sedimentares
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticas
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
 
2º teste rochas 7º ano
2º teste rochas 7º ano2º teste rochas 7º ano
2º teste rochas 7º ano
 
Fósseis (ficha)
Fósseis (ficha)Fósseis (ficha)
Fósseis (ficha)
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 

Semelhante a Teorias para a organização do Universo

19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
mariagrave
 
Modelos do universo
Modelos do universoModelos do universo
Modelos do universo
Patrícia Santos
 
Modelos do Universo
Modelos do UniversoModelos do Universo
Modelos do Universo
fbsantos
 
Introdução sistema solar
Introdução   sistema solarIntrodução   sistema solar
Introdução sistema solar
Liliane Morgado
 
Do mito à ciência
Do mito à ciênciaDo mito à ciência
Do mito à ciência
Aldenei Barros
 
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismoAristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Wagner Silva
 
O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
wilkerfis
 
O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
wilkerfis
 
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptxintrodução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
ThasMartins63
 
Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1
Paulo Ricardo Csc
 
Nicolau copernico
Nicolau copernicoNicolau copernico
Nicolau copernico
Vítor Santos
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
Gonçalo Tavares
 
Astronomia.pptx
Astronomia.pptxAstronomia.pptx
Astronomia.pptx
stenio medeiros
 
Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -
Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -
Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -
Universidade Federal de Goiás- UFG
 
Cláudio Ptolomeu
 Cláudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu
Cláudio Ptolomeu
ssuser1bf4d3
 
Cienciatecnologiasociedadeeambiente
CienciatecnologiasociedadeeambienteCienciatecnologiasociedadeeambiente
Cienciatecnologiasociedadeeambiente
Articula_a_ciencia
 
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeAstronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Nuricel Aguilera
 
CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?
CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?
CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?
Antonio Claudio Lage Buffara
 
Como evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universoComo evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universo
Articula_a_ciencia
 
O modelo de cosmo
O modelo de cosmoO modelo de cosmo
O modelo de cosmo
dudulopescrd
 

Semelhante a Teorias para a organização do Universo (20)

19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
19 fichageo1-teorias-de-organizacao-do-universo
 
Modelos do universo
Modelos do universoModelos do universo
Modelos do universo
 
Modelos do Universo
Modelos do UniversoModelos do Universo
Modelos do Universo
 
Introdução sistema solar
Introdução   sistema solarIntrodução   sistema solar
Introdução sistema solar
 
Do mito à ciência
Do mito à ciênciaDo mito à ciência
Do mito à ciência
 
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismoAristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
Aristóteles e Copérnico - Geocentrismo e heliocentrismo
 
O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
 
O homem e o universo
O homem e o universoO homem e o universo
O homem e o universo
 
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptxintrodução_a_geologia_unidade_1.pptx
introdução_a_geologia_unidade_1.pptx
 
Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1
 
Nicolau copernico
Nicolau copernicoNicolau copernico
Nicolau copernico
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
Astronomia.pptx
Astronomia.pptxAstronomia.pptx
Astronomia.pptx
 
Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -
Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -
Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -
 
Cláudio Ptolomeu
 Cláudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu
Cláudio Ptolomeu
 
Cienciatecnologiasociedadeeambiente
CienciatecnologiasociedadeeambienteCienciatecnologiasociedadeeambiente
Cienciatecnologiasociedadeeambiente
 
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeAstronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
 
CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?
CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?
CLAUDIO BUFFARA - COMO A GEOMETRIA GREGA PROVOU A ESFERICIDADE DA TERRA?
 
Como evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universoComo evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universo
 
O modelo de cosmo
O modelo de cosmoO modelo de cosmo
O modelo de cosmo
 

Mais de Catir

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Catir
 
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoExercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Catir
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
Catir
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
Catir
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
Catir
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1
Catir
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
Catir
 
A célula
A célulaA célula
A célula
Catir
 
Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vida
Catir
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
Catir
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Catir
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratório
Catir
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
Catir
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatório
Catir
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguínea
Catir
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco
Catir
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coração
Catir
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangue
Catir
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Catir
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
Catir
 

Mais de Catir (20)

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
 
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoExercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vida
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratório
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatório
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguínea
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coração
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangue
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
GrazielaTorrezan
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 

Teorias para a organização do Universo

  • 1. Teorias de organização do Universo/ Sistema Solar
  • 2. A quem devemos o conhecimento actual?
  • 3.  
  • 4.  
  • 5.  
  • 6.  
  • 7.  
  • 8.  
  • 9.  
  • 11. O imenso espaço cósmico tem fascinado a Humanidade ao longo dos séculos. A interpretação do Universo tem variado de acordo com as ideias dominantes em cada época e com as observações efectuadas.
  • 12. As primeiras tentativas para explicar a origem e organização do Universo assumiram a forma de histórias e lendas em que deuses e criaturas míticas eram os responsáveis por todos os fenómenos que, até então, eram inexplicáveis.
  • 13. Em termos científicos, foi nas antigas civilizações egípcia e grega que se iniciou o estudo do Universo.
  • 15. Nessa altura, pensava-se que a Terra era o centro do Universo e que os outros corpos celestes então conhecidos o Sol, a Lua, os planetas e as estrelas giravam em seu redor. Esta é a “ teoria geocêntrica ” do Universo, que foi defendida pelo astrónomo Ptolomeu (séc. II d.C.) e indiscutivelmente aceite durante séculos.
  • 16.  
  • 17.  
  • 19. No século XVI a teoria geocêntrica foi posta em causa por Nicolau Copérnico (1473-1543), que defendia ser o Sol, e não a Terra, o centro do Universo. Esta teoria, “ teoria heliocêntrica ”, encontrou oposição, principalmente por parte da Igreja, pois acreditava-se que a Terra era o astro mais importante do Universo
  • 20.  
  • 21.  
  • 23. Teoria Geocêntrica Até à Idade Média acreditava-se que a Terra era o centro do Universo e que o Sol e os restantes corpos celestes giravam em seu redor – Teoria Geocêntrica. Esta teoria foi defendida pelo astrónomo Ptolomeu, no século II a. C., e foi aceite até ao século XVI.
  • 24. Teoria Heliocêntrica Copérnico, utilizando instrumentos rudimentares, calculou as proporções do nosso Planeta dentro do Sistema Solar e concluiu ser o Sol e não a Terra o centro do Universo. A Terra e os outros corpos celestes giravam em volta do Sol – Teoria Heliocêntrica .
  • 25.  
  • 26.  
  • 28.