SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
COLÉGIO ESTADUAL DOM JOÃO MUNIZ
ATIVIDADE DE FILOSOFIA
SÉRIE: EIXO VI PROFESSORA: ELIEIDE
Data: 14/02/2022
TEMA: A FILOSOFIA NASCE DO ESPANTO
Por que é preciso estudar filosofia? A filosofia não parece uma disciplina muito
atrativa para ser estudada não é mesmo? Porém ela tem uma importância
valiosa em sua vida. Através da filosofia é possível abrir a mente para novos
conceitos ou até novas mudanças. Podemos conhecer os grandes filósofos que
já existiram no mundo, o que eles pensavam e como pensavam. Ela nos desafia
a despertar nosso espírito crítico, para que possamos ter uma visão clara diante
dos fatos da vida e dos extremos da natureza humana como a vida e morte.
A filosofia é a busca de novos horizontes, é a busca por respostas, são
questionamentos incessantes... A cada questionamento que fazemos, estamos
buscando mais conhecimento e assim passamos a interpretar e pensar o mundo.
O que é filosofia? A palavra filosofia é de origem grega. É composta por duas
outras: philo e sophia. Philo deriva-se de philia, que significa amizade, amor
fraterno, respeito entre os iguais. Sophia quer dizer sabedoria e dela vem à
palavra sophos, sábio. A palavra filosofia significa “que ama a sabedoria”, pois o
“philos” quer fizer “que ama” e “sophia” sabedoria. Ou seja, a filosofia estuda
também fatos históricos, a vida de filósofos como Platão, onde podemos estudar
suas observações e aprender a amar a vida e toda a sabedoria que a nossa
existência nos permite obter. Os filósofos que marcaram época e até hoje são
estudados, devido as suas capacidades intelectuais. Podemos destacar alguns
famosos: Platão, Sócrates, Pitágoras, Aristóteles, Santo Agostinho, Tomás de
Aquino, Schopenhauer, Marx, Nietzche, Copérnico, Isaac Newton, Kant, Hegel,
Camus, Michel Foucault, Galileu, Descartes, Espinoza, Sartre entre muitos
outros. Tales de Mileto, nascido na cidade de Mileto, na região da Jônia, é
considerado o primeiro filósofo. Nenhum de seus escritos sobreviveu ao tempo
e tudo o que sabemos de seu pensamento se deve a relatos feitos por outros
autores.
Atividade
1.Indique o significado etimológico do termo filosofia.
2. O que quer dizer a palavra Filosofia?
3. Em que a Filosofia pode nos ajudar nas decisões que temos que tomar na
vida?
4. O que significa ter atitude crítica?
5. Como seria nossa vida se tivéssemos a prática de investigar e compreender
as coisas antes de aceitá-las?
6. Qual a importância do perguntar para a formação do ser humano?
EXPLORANDO A TRILHA ......................................•
A Filosofia nasce do espanto
Aristóteles (384 a.C. - 322 a.C.), filósofo da Grécia Antiga nascido em Estagira,
foi quem afirmou que a filosofia nasce do assombro, isto é, da capacidade
humana de se espantar, de se impressionar com as ocorrências do mundo.
Vejamos um trecho do que o autor diz:
[…] De fato, os homenscomeçaram a filosofar, agora comona origem, por causa
da admiração, na medida em que, inicialmente, ficavam perplexos diante das
dificuldades mais simples; em seguida, progredindo pouco a pouco, chegaram a
enfrentar problemas sempre maiores, por exemplo, os problemas relativos aos
fenômenos da lua e os do Sol e dos astros, ou os problemas relativos à geração
de todo o universo. […] De modo que, se os homens filosofaram para libertar-se
da ignorânciaé evidente que buscavam o conhecimento unicamente em vista do
saber e não meramente por alguma utilidade prática.
(ARISTÓTELES. Metafisica. São Paulo, Loyola, 2002, p. 12-13)
FILOSOFIA
Junto com o pensador Aristóteles, podemos entender que a filosofia advém
de um movimento mental chamado de atitude reflexiva e ela seria, em último
caso, a atitude filosófica por excelência. Contudo, também nos diz o autor que a
atitude reflexiva inaugurada pela filosofia não se esgota em qualquer utilidade
prática. Ao contrário, podemos dizer que essa forma de reflexão é radical, isto
é, busca ir às raízes dos problemas. E também é sistemática, isto é, ela é
contínua e busca organizar o pensamento, já que toda dúvida pode gerar um
novo conhecimento e desse conhecimento aparecerão novas dúvidas.
Filosofia e Senso-Comum
Figura 4. Tira de Bicudo, o Pombo
Fonte:Veras, Nelson. (1987)
Você já parou para pensar o quanto nós nos deixamos levar por ideias, valores
e visões de mundo recebidos de nossa convivência social? Esse conhecimento
passado de geração em geração, enraizados na experiência, que herdamos em
nossa vida social ficou conhecido como senso-comum.
E Antônio Gramsci (1891-1937), filósofo italiano, pensou muito acerca da relação
entre o senso comum e a filosofia. Sua primeira constatação é que o senso-
comum é a prova viva de que os seres humanos são capazes de produz
conhecimento, independente da linguagem filosófica e da linguagem cientifica.
O senso comum é a primeira fonte de orientação que recebemos na vida.
LOSFIA
Contudo, o senso comum também tem problemas, pois ele acaba produzindo
preconceitos, ao generalizar experiências particulares, por exemplo.
Para Antônio Gramsci, um dos maiores problemas do senso comum é produzir
formas de dogmatismo, isto é, visões fechadas de mundo, fundamentalistas,
apegadas a verdades pré-estabelecidas, jamais questionadas.
Já consegue vislumbrar como a filosofia e o senso-comum vão se distanciar?
Uma busca investigar a verdade última das coisas, usando a reflexão radical e
sistemática; a outra, busca orientar os indivíduos a partir de conhecimentos
passados com a própria convivência.
RESOLVENDO DESAFIOS DA TRILHA .......................•
Vamos testar algumas compreensões percorridas com essa trilha de estudos?
Responda em seu caderno:
1- De que forma a postura reflexiva se relaciona com a filosofia?
2-Por que o senso-comum e filosofia se distanciam, afinal?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
201 sociologia
201 sociologia201 sociologia
201 sociologiarosilane32
 
Prova filosofia 1º ano / I bimestre
Prova filosofia 1º ano /  I bimestreProva filosofia 1º ano /  I bimestre
Prova filosofia 1º ano / I bimestreMary Alvarenga
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?Douglas Barraqui
 
Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano   3º e 4º bimestreApostila do 1º ano   3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestreDuzg
 
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e SociedadeCarmem Rocha
 
UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)
UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)
UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)Sandra Lago Moraes
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasAula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasLeandro Nazareth Souto
 
Períodos da Filosofia
Períodos da FilosofiaPeríodos da Filosofia
Períodos da FilosofiaRobson Santos
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Mary Alvarenga
 
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
 
201 sociologia
201 sociologia201 sociologia
201 sociologia
 
Prova filosofia 1º ano / I bimestre
Prova filosofia 1º ano /  I bimestreProva filosofia 1º ano /  I bimestre
Prova filosofia 1º ano / I bimestre
 
Atitudes filosóficas
Atitudes filosóficasAtitudes filosóficas
Atitudes filosóficas
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
 
Conceito de História
Conceito de HistóriaConceito de História
Conceito de História
 
Os pré-socráticos
Os pré-socráticosOs pré-socráticos
Os pré-socráticos
 
Origem e divisão da filosofia
Origem e divisão da filosofiaOrigem e divisão da filosofia
Origem e divisão da filosofia
 
Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano   3º e 4º bimestreApostila do 1º ano   3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestre
 
Prova filosofia 3º ano
Prova filosofia 3º anoProva filosofia 3º ano
Prova filosofia 3º ano
 
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
 
UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)
UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)
UM POUCO DE FILOSOFIA DA CIENCIA (aula 1)
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasAula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
 
Atividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antigaAtividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antiga
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Filosofia 8 ano
Filosofia  8 anoFilosofia  8 ano
Filosofia 8 ano
 
Períodos da Filosofia
Períodos da FilosofiaPeríodos da Filosofia
Períodos da Filosofia
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
 
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
 

Semelhante a ATIVIDADE DE FILOSOFIA 2.docx

filosofia conceitos, o porque è preciso.docx
filosofia conceitos, o porque è preciso.docxfilosofia conceitos, o porque è preciso.docx
filosofia conceitos, o porque è preciso.docxJosliaAlves3
 
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)Josivaldo Corrêa Silva
 
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)Josivaldo Corrêa Silva
 
O que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxO que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxTercioSantana2
 
CAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.ppt
CAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.pptCAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.ppt
CAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.pptMarcoAntonio251662
 
Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)
Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)
Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)Joao Carlos
 
Para que filosofia do direito
Para que filosofia do direitoPara que filosofia do direito
Para que filosofia do direitoJoao Carlos
 
Introfilosofia
IntrofilosofiaIntrofilosofia
IntrofilosofiaAida Cunha
 
Apostila de Filosofia
Apostila de FilosofiaApostila de Filosofia
Apostila de FilosofiaLuci Bonini
 
1.Filosofia e Filosofar
1.Filosofia e Filosofar1.Filosofia e Filosofar
1.Filosofia e FilosofarMaraCoelho27
 
Filosofia: notas introdutórias
Filosofia: notas introdutórias Filosofia: notas introdutórias
Filosofia: notas introdutórias LOCIMAR MASSALAI
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofiaNuno Pereira
 
O que é a fil resposta inicial
O que é a fil   resposta inicialO que é a fil   resposta inicial
O que é a fil resposta inicialJulia Martins
 
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIOTrabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIOFabiana Melo Sousa
 

Semelhante a ATIVIDADE DE FILOSOFIA 2.docx (20)

filosofia conceitos, o porque è preciso.docx
filosofia conceitos, o porque è preciso.docxfilosofia conceitos, o porque è preciso.docx
filosofia conceitos, o porque è preciso.docx
 
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
 
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
Areflexofilosfica 120219080955-phpapp01 (2)
 
A reflexão filosófica
A reflexão filosóficaA reflexão filosófica
A reflexão filosófica
 
O que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxO que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptx
 
CAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.ppt
CAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.pptCAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.ppt
CAPÍTULO 1 - A EXPERIÊNCIA FILOSÓFICA.ppt
 
Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)
Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)
Atitude filosofica e abordagem do direito (aula prática)
 
Para que Filosofia do Direito?
Para que Filosofia do Direito?Para que Filosofia do Direito?
Para que Filosofia do Direito?
 
Para que filosofia do direito
Para que filosofia do direitoPara que filosofia do direito
Para que filosofia do direito
 
Introfilosofia
IntrofilosofiaIntrofilosofia
Introfilosofia
 
Apostila de Filosofia
Apostila de FilosofiaApostila de Filosofia
Apostila de Filosofia
 
1.Filosofia e Filosofar
1.Filosofia e Filosofar1.Filosofia e Filosofar
1.Filosofia e Filosofar
 
Filosofia: notas introdutórias
Filosofia: notas introdutórias Filosofia: notas introdutórias
Filosofia: notas introdutórias
 
Resumofilo
ResumofiloResumofilo
Resumofilo
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Apostila 1 filosofia cpia
Apostila 1 filosofia   cpiaApostila 1 filosofia   cpia
Apostila 1 filosofia cpia
 
Concepções filosoficas-s
Concepções filosoficas-sConcepções filosoficas-s
Concepções filosoficas-s
 
V dfilo cap01_introducao
V dfilo cap01_introducaoV dfilo cap01_introducao
V dfilo cap01_introducao
 
O que é a fil resposta inicial
O que é a fil   resposta inicialO que é a fil   resposta inicial
O que é a fil resposta inicial
 
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIOTrabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIO
 

Mais de Elieidw

o-nascimento-do-pensamento-moderno.ppt
o-nascimento-do-pensamento-moderno.ppto-nascimento-do-pensamento-moderno.ppt
o-nascimento-do-pensamento-moderno.pptElieidw
 
cronica.doc
cronica.doccronica.doc
cronica.docElieidw
 
cronica (1).doc
cronica (1).doccronica (1).doc
cronica (1).docElieidw
 
Slides artigo-de-opiniao
Slides artigo-de-opiniaoSlides artigo-de-opiniao
Slides artigo-de-opiniaoElieidw
 
Violencia
ViolenciaViolencia
ViolenciaElieidw
 
Documento sem título (61)
Documento sem título (61)Documento sem título (61)
Documento sem título (61)Elieidw
 

Mais de Elieidw (6)

o-nascimento-do-pensamento-moderno.ppt
o-nascimento-do-pensamento-moderno.ppto-nascimento-do-pensamento-moderno.ppt
o-nascimento-do-pensamento-moderno.ppt
 
cronica.doc
cronica.doccronica.doc
cronica.doc
 
cronica (1).doc
cronica (1).doccronica (1).doc
cronica (1).doc
 
Slides artigo-de-opiniao
Slides artigo-de-opiniaoSlides artigo-de-opiniao
Slides artigo-de-opiniao
 
Violencia
ViolenciaViolencia
Violencia
 
Documento sem título (61)
Documento sem título (61)Documento sem título (61)
Documento sem título (61)
 

Último

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 

ATIVIDADE DE FILOSOFIA 2.docx

  • 1. COLÉGIO ESTADUAL DOM JOÃO MUNIZ ATIVIDADE DE FILOSOFIA SÉRIE: EIXO VI PROFESSORA: ELIEIDE Data: 14/02/2022 TEMA: A FILOSOFIA NASCE DO ESPANTO Por que é preciso estudar filosofia? A filosofia não parece uma disciplina muito atrativa para ser estudada não é mesmo? Porém ela tem uma importância valiosa em sua vida. Através da filosofia é possível abrir a mente para novos conceitos ou até novas mudanças. Podemos conhecer os grandes filósofos que já existiram no mundo, o que eles pensavam e como pensavam. Ela nos desafia a despertar nosso espírito crítico, para que possamos ter uma visão clara diante dos fatos da vida e dos extremos da natureza humana como a vida e morte. A filosofia é a busca de novos horizontes, é a busca por respostas, são questionamentos incessantes... A cada questionamento que fazemos, estamos buscando mais conhecimento e assim passamos a interpretar e pensar o mundo. O que é filosofia? A palavra filosofia é de origem grega. É composta por duas outras: philo e sophia. Philo deriva-se de philia, que significa amizade, amor fraterno, respeito entre os iguais. Sophia quer dizer sabedoria e dela vem à palavra sophos, sábio. A palavra filosofia significa “que ama a sabedoria”, pois o “philos” quer fizer “que ama” e “sophia” sabedoria. Ou seja, a filosofia estuda também fatos históricos, a vida de filósofos como Platão, onde podemos estudar suas observações e aprender a amar a vida e toda a sabedoria que a nossa existência nos permite obter. Os filósofos que marcaram época e até hoje são estudados, devido as suas capacidades intelectuais. Podemos destacar alguns famosos: Platão, Sócrates, Pitágoras, Aristóteles, Santo Agostinho, Tomás de Aquino, Schopenhauer, Marx, Nietzche, Copérnico, Isaac Newton, Kant, Hegel, Camus, Michel Foucault, Galileu, Descartes, Espinoza, Sartre entre muitos outros. Tales de Mileto, nascido na cidade de Mileto, na região da Jônia, é considerado o primeiro filósofo. Nenhum de seus escritos sobreviveu ao tempo e tudo o que sabemos de seu pensamento se deve a relatos feitos por outros autores. Atividade 1.Indique o significado etimológico do termo filosofia. 2. O que quer dizer a palavra Filosofia? 3. Em que a Filosofia pode nos ajudar nas decisões que temos que tomar na vida? 4. O que significa ter atitude crítica? 5. Como seria nossa vida se tivéssemos a prática de investigar e compreender as coisas antes de aceitá-las? 6. Qual a importância do perguntar para a formação do ser humano?
  • 2. EXPLORANDO A TRILHA ......................................• A Filosofia nasce do espanto Aristóteles (384 a.C. - 322 a.C.), filósofo da Grécia Antiga nascido em Estagira, foi quem afirmou que a filosofia nasce do assombro, isto é, da capacidade humana de se espantar, de se impressionar com as ocorrências do mundo. Vejamos um trecho do que o autor diz: […] De fato, os homenscomeçaram a filosofar, agora comona origem, por causa da admiração, na medida em que, inicialmente, ficavam perplexos diante das dificuldades mais simples; em seguida, progredindo pouco a pouco, chegaram a enfrentar problemas sempre maiores, por exemplo, os problemas relativos aos fenômenos da lua e os do Sol e dos astros, ou os problemas relativos à geração de todo o universo. […] De modo que, se os homens filosofaram para libertar-se da ignorânciaé evidente que buscavam o conhecimento unicamente em vista do saber e não meramente por alguma utilidade prática. (ARISTÓTELES. Metafisica. São Paulo, Loyola, 2002, p. 12-13) FILOSOFIA Junto com o pensador Aristóteles, podemos entender que a filosofia advém de um movimento mental chamado de atitude reflexiva e ela seria, em último caso, a atitude filosófica por excelência. Contudo, também nos diz o autor que a atitude reflexiva inaugurada pela filosofia não se esgota em qualquer utilidade prática. Ao contrário, podemos dizer que essa forma de reflexão é radical, isto é, busca ir às raízes dos problemas. E também é sistemática, isto é, ela é contínua e busca organizar o pensamento, já que toda dúvida pode gerar um novo conhecimento e desse conhecimento aparecerão novas dúvidas. Filosofia e Senso-Comum Figura 4. Tira de Bicudo, o Pombo Fonte:Veras, Nelson. (1987) Você já parou para pensar o quanto nós nos deixamos levar por ideias, valores e visões de mundo recebidos de nossa convivência social? Esse conhecimento passado de geração em geração, enraizados na experiência, que herdamos em nossa vida social ficou conhecido como senso-comum. E Antônio Gramsci (1891-1937), filósofo italiano, pensou muito acerca da relação entre o senso comum e a filosofia. Sua primeira constatação é que o senso-
  • 3. comum é a prova viva de que os seres humanos são capazes de produz conhecimento, independente da linguagem filosófica e da linguagem cientifica. O senso comum é a primeira fonte de orientação que recebemos na vida. LOSFIA Contudo, o senso comum também tem problemas, pois ele acaba produzindo preconceitos, ao generalizar experiências particulares, por exemplo. Para Antônio Gramsci, um dos maiores problemas do senso comum é produzir formas de dogmatismo, isto é, visões fechadas de mundo, fundamentalistas, apegadas a verdades pré-estabelecidas, jamais questionadas. Já consegue vislumbrar como a filosofia e o senso-comum vão se distanciar? Uma busca investigar a verdade última das coisas, usando a reflexão radical e sistemática; a outra, busca orientar os indivíduos a partir de conhecimentos passados com a própria convivência. RESOLVENDO DESAFIOS DA TRILHA .......................• Vamos testar algumas compreensões percorridas com essa trilha de estudos? Responda em seu caderno: 1- De que forma a postura reflexiva se relaciona com a filosofia? 2-Por que o senso-comum e filosofia se distanciam, afinal?