SlideShare uma empresa Scribd logo
Estratégias para o fortalecimento da assistência na Unidade de Saúde
da Família Alto Pedro de Souza, no município de Flores - PE
Aluno(a): Antonio Carlos Brito Pereira de Meneses
CPF: 057.945.974-88
Orientador(a): Ana Elizabeth Dias da Silva
- TURMA 3
Microintervenção 1 - Observação na unidade de
saúde - Resumo
 Problemas encontrados:
 Falta de organização na estrutura do prédio de atendimento;
 Diminuição das visitas domiciliares;
 Falta de capacitação e educação permanente da equipe da USF.
 Ações Desenvolvidas:
 Promover um ambiente confortável e acolhedor, proporcionando dessa
forma, uma assistência adequada, incluindo suas necessidades reais.
 Realização de visitas domicilares semanais;
 Busca ativa de pacientes críticos dentro da área de abrangência da
Unidade de Saúde;
 Atividades de educação permanente para profissionais da Unidade de
Saúde da Família de Alto Pedro;
 Reuniões com os profissionais da Unidade de Saúde da Família de Alto
Pedro e a comunidade, sobre protocolo de acesso e fluxo.
Microintervenção 1 - Observação na unidade de
saúde - Principais resultados
 Foram atividades que trouxeram impactos positivos no
desenvolvimento dos serviços ofertados;
 Notório a melhoria da assistência;
 Obtivemos uma dinamicidade na equipe da Unidade de Saúde da
Família de Alto Pedro;
 Melhoria na assistência ao usuário, no auxílio no planejamento,
nas oportunidades de novos métodos organizativos;
 Cunho no redirecionamento das práticas profissionais e nos
processos de tomada de decisão focado em resultados.
Microintervenção 1 - Observação na unidade de
saúde – Plano de continuidade
AÇÕES A SEREM MANTIDAS
• Manter a estrutura da unidade de saúde preservada;
• Fazer o mapeamento do território, sempre que necessário;
• Realizar acolhimento diário aos usuários;
• Busca ativa de pacientes críticos dentro da área de abrangência
da Unidade de Saúde.
• Ofertar atividades de educação permanente para profissionais da
Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro.
• Realizar reuniões com os profissionais da Unidade de Saúde da
Família de Alto Pedro e a comunidade, sobre protocolo de acesso
e fluxo.

Recomendado para você

Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...

Este projeto visa analisar as vulnerabilidades dos pacientes atendidos em uma Unidade Básica de Saúde a fim de estabelecer uma nova proposta de atendimento pela Estratégia Saúde da Família. Serão analisados prontuários médicos com base em critérios como idade, morbidades e renda para definir quais pacientes precisam de maior acompanhamento. O objetivo é designar esses pacientes para atendimento por uma equipe da Estratégia Saúde da Família.

83 764-1-pb
83 764-1-pb83 764-1-pb
83 764-1-pb

Este documento discute o autocuidado de pacientes com diabetes mellitus em uma unidade de atenção primária no Rio de Janeiro. O objetivo é identificar as orientações para autocuidado desses pacientes no programa de diabetes da unidade. O documento revisa literatura sobre diabetes e fatores de risco, e descreve a coleta de dados sobre autocuidado de 22 pacientes entrevistados. Os achados mostram baixa adesão ao autocuidado e falta de conhecimento sobre aspectos importantes para a qualidade de vida com a doença.

enfermagem
Pns2012 2015 07jun
Pns2012 2015 07junPns2012 2015 07jun
Pns2012 2015 07jun

O documento descreve o processo de elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2012-2015 e do Plano Nacional de Saúde (PNS) 2012-2015, incluindo seus objetivos, diretrizes, metas e iniciativas. Ele apresenta os programas, objetivos e metas relacionadas à atenção básica, especializada, à saúde da mulher, criança e adolescente, à rede de urgência e emergência e à saúde mental.

femama
Microintervenção 2 - Acolhimento à demanda
espontânea e programada - Resumo
 Problema encontrado:
 Falta de interesse, por parte dos usuários, pelo acolhimento, inexistência
da classificação de risco na unidade.
 Ações Desenvolvidas:
 Atividades de educação em saúde, para profissionais da Unidade de
Saúde da Família, sobre a importância do acolhimento;
 Atividades de educação em saúde, para a comunidade assistida na
Unidade de Saúde da Família, sobre a importância do acolhimento;
 Implantação do protocolo de Manchester;
 Formação de grupos multiprofissionais para mapeamento do fluxo do
usuário;
 Orientação aos usuários de como é feito o atendimento na Unidade.
Microintervenção 2 - Acolhimento à demanda
espontânea e programada - Principais resultados
1. Sensibilização de toda a equipe mediante a importância do acolhimento
adequado direcionado aos usuários da Unidade de Saúde da Família;
2. Melhor compreensão, de todos os usuários da Unidade, sobre a
importância do acolhimento na referida Instituição de Saúde;
3. Melhoria no atendimento aos usuários;
4. Diminuição nas filas durante a espera pelo atendimento;
5. Aceitação do acolhimento;
6. Fortalecimento das práticas de saúde;
7. Melhorar interação entre os dois pontos envolvidos na assistência
(Profisional e usuários).
Microintervenção 2 - Acolhimento à demanda
espontânea e programada – Plano de continuidade
AÇÕES A SEREM MANTIDAS
• Ofertar atividades de educação em saúde, para
profissionais da Unidade de Saúde da Família, sobre a
importância do acolhimento;
• Continuar com o protocolo de Manchester.
Microintervenção 3 - Atenção à Saúde Mental na
Atenção Primária à Saúde - Resumo
 Problemas encontrados:
 Falta de uma ficha para atendimento e acompanhamento dos pacientes,
e preenchimento correto das mesmas
 Fragmentação na comunicação/integração dos profissionais da USF
com os profissionais dos serviços de saúde que ajudam a prestar uma
melhor assistência aos usuários que são portadores de transtornos
mentais, que são o CAPS e o NASF.
 Ações Desenvolvidas:
 Visita domiciliar aos usuários portadores de transtornos mentais;
 Acompanhamento das fichas de referência e contrarreferência;
 Elaboração de uma ficha para atendimento e acompanhamento desses
usuários.

Recomendado para você

A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA EM ...
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO  DA  SAÚDE PÚBLICA EM ...A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO  DA  SAÚDE PÚBLICA EM ...
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA EM ...

A presente pesquisa tem como objetivo estudar a qualidade da atenção básica de saúde no município de Uruçuí(PI), tendo como objeto de estudo a UBS- Unidade Básica de Saúde Dionísia Gomes, localizada, no bairro Agua Branca. Para atingirmos o objetivo proposto neste artigo foram realizadas pesquisas bibliográficas, pesquisa aos bancos de dados do governo federal, estudos de documentos técnicos, leis, decretos, portarias, cartilhas produzidas pelo ministério da saúde. Pesquisamos ainda site do ministério da saúde e outros livros e documentos que versam sobre a saúde pública.

artigouruçuiatencao basica
Atenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúdeAtenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúde

O documento apresenta uma aula sobre atenção primária e redes de atenção à saúde. Discutiu a história e propostas da atenção primária no Brasil e no mundo, assim como o conceito e estrutura das redes de atenção à saúde. O objetivo é que os estudantes entendam esses temas e como eles se relacionam para a organização dos sistemas de saúde. A avaliação será uma síntese narrativa dos conteúdos apresentados.

Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...

Defesa de monografia de Especialização em Saúde da Família UFPel/ EAD - "Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no município de São José do Norte" - ano de 2011

pré-natal odontológicosaude bucal
Microintervenção 3 - Atenção à Saúde Mental na
Atenção Primária à Saúde - Principais resultados
 Maior comunicação/integração entre os profissionais dos serviços
de saúde que ajudam a prestar uma melhor assistência aos
nossos usuários que são portadores de transtornos mentais, que
são o CAPS e o NASF;
 As visitas domiciliares proporcionaram um contato mais
humanizado aos usuários que não tem condições de comparecer
a Unidade de Saúde;
 Cuidados a saúde de forma integralizada;
 União dos profissionais de diferentes níveis de atenção em prol
do cuidado integral dos usuários.
Microintervenção 3 - Atenção à Saúde Mental na
Atenção Primária à Saúde – Plano de continuidade
AÇÕES A SEREM MANTIDAS
• Realização de visita domiciliar aos usuários portadores de
transtornos mentais;
• Ficha de referência e contrarreferência;
• Alimentação da ficha para atendimento e acompanhamento
desses usuários.
Microintervenção 4 - Planejamento reprodutivo,
pré-natal e puerpério - Resumo
 Problemas encontrados:
 O município em estudo não possui a especialidade de obstetrícia;
 Resistência na adesão ao planejamento familiar;
 Ações Desenvolvidas:
 Busca ativa, com ajuda das ACSs, das gestantes e das mulheres em
idade reprodutiva;
 Oferta de atividades de educação permanente, mensalmente, para as
gestantes da Unidade;
 Realização de palestras, mensalmente, para mulheres e adolescentes
atendidas na Unidade sobre planejamento familiar.
Microintervenção 4 - Planejamento reprodutivo, pré-
natal e puerpério - Principais resultados
 Sensibilização do público-alvo a respeito:
 Benefícios do autocuidado e os riscos inerentes a não adesão ao
planejamento familiar;
 Diminuição nos índices de prevalência e incidência de doenças
sexualmente transmitidas na população reprodutiva assistida pela
Unidade de Saúde;
 Complicações decorrentes dessas patologias;
 Sensibilização dos profissionais de saúde e população;
 Sensibilização dos usuários sobre a Importância do planejamento
reprodutivo, pré-natal e puerpério na Unidade de Saúde da Família.

Recomendado para você

A Comunicação Clínica como instrumento de qualificação da Consulta de Enfer...
A Comunicação Clínica como  instrumento de qualificação da  Consulta de Enfer...A Comunicação Clínica como  instrumento de qualificação da  Consulta de Enfer...
A Comunicação Clínica como instrumento de qualificação da Consulta de Enfer...

oficinas de capacitação para o desenvolvimento de habilidades de comunicação com enfermeiros residentes.

apsredesenfermagem
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdfequipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf

O documento discute o trabalho em equipas multiprofissionais na área da saúde, definindo equipas como grupos de profissionais que trabalham juntos para atingir objetivos comuns no cuidado de pacientes. Ele descreve as funções de vários profissionais em potenciais equipas e enfatiza a importância da comunicação, objetivos compartilhados e respeito mútuo entre os membros para o sucesso da abordagem multiprofissional.

Atencao basica a_saude
Atencao basica a_saudeAtencao basica a_saude
Atencao basica a_saude

O documento fornece informações sobre a organização da atenção básica à saúde no município de São João Del Rei entre 2006-2008. Ele descreve a equipe responsável pela atenção básica, as ações realizadas como reformas de unidades básicas de saúde, campanhas de vacinação, e os resultados obtidos como aumento no atendimento e melhoria no atendimento aos usuários.

Microintervenção 4 - Planejamento reprodutivo,
pré-natal e puerpério – Plano de continuidade
AÇÕES A SEREM MANTIDAS
• Busca ativa, com ajuda das ACSs, das gestantes e das
mulheres de idade reprodutiva.
• Ofertar atividades de educação permanente, mensalmente,
para as gestantes da Unidade de Saúde da Família.
• Realizar palestras, mensalmente, para mulheres e
adolescentes atendidas na Unidade de Saúde da Família
sobre planejamento familiar.
Microintervenção 5 - Atenção à Saúde da Criança:
crescimento e desenvolvimento - Resumo
 Problema econtrado:
 Resistência das mães para irem às consultas de puericulturas e para
levar as crianças no dia da vacinação;
 Ações Desenvolvidas:
 Resolução de um questionário sobre Saúde da Criança;
 Realização de busca ativa das crianças;
 Realização de atividades de conscientização sobre a importância da
vacinação e importância da consulta de puericultura;
 Realização de palestras, sobre a importância do acompanhamento da
criança.
Microintervenção 5 - Atenção à Saúde da Criança:
crescimento e desenvolvimento - Principais
resultados
 Boa adesão das mães às puericulturas e às vacinações das
crianças.
 Conseguimos atingir as metas preconizadas pelo Ministério da
Saúde referentes à Atenção à Saúde da Criança: Crescimento e
Desenvolvimento.
Microintervenção 5 - Atenção à Saúde da Criança:
crescimento e desenvolvimento – Plano de continuidade
AÇÕES A SEREM MANTIDAS
• Resolução de um questionário sobre Saúde da Criança;
• Realização de busca ativa das crianças;
• Realização de atividades de conscientização sobre a importância
da vacinação e importância da consulta de puericultura;
• Realização de palestras sobre a importância do
acompanhamento de rotina da criança.

Recomendado para você

APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptxAPRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx

Nesta apresentação, iremos compartilhar características da unidade e as proposições que desenvolvemos, as quais foram elaboradas para promover uma APS mais eficiente, acolhedora e eficaz. Cada proposição é fruto de uma análise detalhada e reflexiva, embasada em evidências e orientada para o alcance de resultados positivos tanto para os profissionais de saúde quanto para os usuários dos serviços.

piesc
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptxAPRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx

Nesta apresentação, iremos compartilhar características da unidade e as proposições que desenvolvemos, as quais foram elaboradas para promover uma APS mais eficiente, acolhedora e eficaz. Cada proposição é fruto de uma análise detalhada e reflexiva, embasada em evidências e orientada para o alcance de resultados positivos tanto para os profissionais de saúde quanto para os usuários dos serviços.

piesc
Sistematização da Assistência de Enfermagem
Sistematização da Assistência de EnfermagemSistematização da Assistência de Enfermagem
Sistematização da Assistência de Enfermagem

Este documento relata a experiência de acadêmicos de enfermagem no uso da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) para cuidar de um paciente em situação de rua. Os acadêmicos realizaram o histórico de enfermagem do paciente, identificaram diagnósticos de enfermagem, planejaram intervenções e avaliaram os resultados. A SAE mostrou-se eficaz para fornecer atendimento holístico ao paciente e melhorar seu acesso aos cuidados de saúde.

Microintervenção 6 - Controle das Doenças Crônicas não
Transmissíveis na Atenção Primária - Resumo
 Problema Encontrado:
 Não adesão ao tratamento;
 Uso incorreto da medicação pelos hipertensos e diabéticos;
 Suspensão da medicação sem orientação médica;
 Alimentação incorreta.
 Ações Desenvolvidas:
 Elaboração de uma ficha específica para atendimento e
acompanhamento desses usuários;
 Capacitação dos ACSs em relação ao uso correto (quantidade/hora)
da medicação em suas visitas domiciliares;
 Sensibilização dos pacientes sobre a importância da adesão ao
tratamento, sem interrupção indevida;
 Sensibilização os usuários sobre a importância da alimentação
adequada.
Microintervenção 6 - Controle das Doenças Crônicas
não Transmissíveis na Atenção Primária - Principais
resultados
 Importância das ações em conjunto entre os profissionais da equipe
de saúde;
 União dos profissionais em prol do cuidado integral à população de
risco;
 Troca de informações no sentido de oferecer a melhor opção de
tratamento;
 Sucesso nos encontros realizados com as ACSs;
 ACSs = multiplicar as informações colhidas durante o encontro.
Microintervenção 6 - Controle das Doenças
Crônicas não Transmissíveis na Atenção Primária –
Plano de continuidade
AÇÕES A SEREM MANTIDAS
• Resolução de um questionário sobre o controle das Doenças
Crônicas Não Transmissíveis na Atenção Primária à Saúde;
• Elaboração de uma ficha específica para atendimento e
acompanhamento desses usuários;
• Capacitar os ACSs em relação ao uso correto (quantidade/hora)
da medicação em suas visitas domiciliares;
• Sensibilizar os pacientes sobre a importância da adesão ao
tratamento, sem interrupção indevida;
• Organizar a realização de exercícios físicos de usuários;
• Sensibilizar os usuários sobre a importância da alimentação
adequada.
Reflexão sobre meu processo de
aprendizagem
 Identificação dos problemas enfrentados junto com toda a equipe, dentro
do território de abrangência da Unidade de Saúde da Família de Alto
Pedro;
 Aprendizado adquirido = contato com os usuários e sua receptividade;
 Demonstração real de se fazer presentes e valorizados pelos profissionais
de saúde;
 Dedicação de todos os membros da equipe da referida unidade;
 Experiências e saberes nas suas lidas diárias;
 Processo de aprendizagem contínuo de extrema importância;
 Saber crítico de auto-reflexão e crescimento pessoal/profissional;

Recomendado para você

Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel PrTema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr

Este documento descreve uma pesquisa para validar um instrumento de registro para o modelo de atenção domiciliar na Casa de Saúde Santa Isabel. O objetivo é avaliar a viabilidade de um instrumento conciso chamado "Caderneta de Cuidados Contínuos" para melhorar a qualidade do atendimento domiciliar aos pacientes. A pesquisa avaliará a satisfação dos usuários, cuidadores e profissionais de saúde com o novo instrumento após seu uso.

santa izabelcadernetaleprosy
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptxSLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx

O documento apresenta um plano de ação para 2023 da Unidade Básica de Saúde Tururukari Uka com o objetivo de melhorar o acolhimento dos usuários e a qualidade da assistência à saúde. O plano inclui projetos educacionais e campanhas sobre temas como acolhimento, uso racional de medicamentos, diabetes, vacinação e saúde do homem ao longo do ano. As ações serão implementadas pela equipe multidisciplinar da UBS visando resolver problemas identificados como desnutrição, hipertensão e falta de assistência

aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptxaps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx

ATENCAO BASICA

Reflexão sobre meu processo de
aprendizagem
 Ações desenvolvidas na Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro
começou a sofrer impacto negativo em março de 2020;
 Situação de pandemia da Covid-19;
 Fortalecimento da Unidade de Saúde da Família;
 Sugerir a continuação das ações = limites atuais;
 Contribuir significativamente para a população assistida;
 Ampliação no número de capacitações = EAD;
 Melhoria do processo de trabalho na Unidade de Saúde da Família de
Alto Pedro.
Apresentacao-Antonio-corrigida.pptx

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentacao-Antonio-corrigida.pptx

AULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teorica
AULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teoricaAULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teorica
AULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teorica
HiEster2
 
Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...
Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...
Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...
Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa em Saúde - CEDEPS
 
Pronutri sicnut-vd
Pronutri sicnut-vdPronutri sicnut-vd
Pronutri sicnut-vd
Mab Davilla
 
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa em Saúde - CEDEPS
 
83 764-1-pb
83 764-1-pb83 764-1-pb
Pns2012 2015 07jun
Pns2012 2015 07junPns2012 2015 07jun
Pns2012 2015 07jun
tccardoso
 
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA EM ...
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO  DA  SAÚDE PÚBLICA EM ...A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO  DA  SAÚDE PÚBLICA EM ...
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA EM ...
DAVI TEIXEIRA
 
Atenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúdeAtenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúde
Felipe Assan Remondi
 
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Mariana Cademartori
 
A Comunicação Clínica como instrumento de qualificação da Consulta de Enfer...
A Comunicação Clínica como  instrumento de qualificação da  Consulta de Enfer...A Comunicação Clínica como  instrumento de qualificação da  Consulta de Enfer...
A Comunicação Clínica como instrumento de qualificação da Consulta de Enfer...
Portal da Inovação em Saúde
 
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdfequipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
susanachaves13
 
Atencao basica a_saude
Atencao basica a_saudeAtencao basica a_saude
Atencao basica a_saude
Isabela Moura
 
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptxAPRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
DiegoSALVADOR31
 
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptxAPRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
DiegoSALVADOR31
 
Sistematização da Assistência de Enfermagem
Sistematização da Assistência de EnfermagemSistematização da Assistência de Enfermagem
Sistematização da Assistência de Enfermagem
Whevergton Santos
 
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel PrTema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Leonardo Savassi
 
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptxSLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
AteliAryPersonalizad
 
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptxaps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
JOSELICI1
 
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCES
ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCESATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCES
ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCES
PolyannaMartins1
 

Semelhante a Apresentacao-Antonio-corrigida.pptx (20)

AULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teorica
AULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teoricaAULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teorica
AULA Enf Domiciliar Unid_01 (1), aula teorica
 
Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...
Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...
Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofis...
 
Pronutri sicnut-vd
Pronutri sicnut-vdPronutri sicnut-vd
Pronutri sicnut-vd
 
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
Apresentação - Análise das Vunerabilidades dos Pacientes Atendidos na UBS Vil...
 
83 764-1-pb
83 764-1-pb83 764-1-pb
83 764-1-pb
 
Pns2012 2015 07jun
Pns2012 2015 07junPns2012 2015 07jun
Pns2012 2015 07jun
 
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA EM ...
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO  DA  SAÚDE PÚBLICA EM ...A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO  DA  SAÚDE PÚBLICA EM ...
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA EM ...
 
Atenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúdeAtenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúde
 
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
Implantação de um programa de pré-natal odontológico na ESF Veneza no municíp...
 
A Comunicação Clínica como instrumento de qualificação da Consulta de Enfer...
A Comunicação Clínica como  instrumento de qualificação da  Consulta de Enfer...A Comunicação Clínica como  instrumento de qualificação da  Consulta de Enfer...
A Comunicação Clínica como instrumento de qualificação da Consulta de Enfer...
 
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdfequipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
equipamultidisciplinar-141011162738-conversion-gate02.pdf
 
Atencao basica a_saude
Atencao basica a_saudeAtencao basica a_saude
Atencao basica a_saude
 
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptxAPRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
 
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptxAPRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
APRESENTAÇÃO RELÁTORIO DE VISITAS UBS.pptx
 
Sistematização da Assistência de Enfermagem
Sistematização da Assistência de EnfermagemSistematização da Assistência de Enfermagem
Sistematização da Assistência de Enfermagem
 
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel PrTema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
Tema Livre Poster Apresentado No I Cobrad Cascavel Pr
 
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptxSLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
SLIDE PLANO DE AÇÃO UBS 2023.pptx
 
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptxaps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
aps nut2019SAUDE FISIOTERPAIA GRUPO.pptx
 
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
 
ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCES
ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCESATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCES
ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.pdf E SUAS NUANCES
 

Último

Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
LuizGustavoCiciliato
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
LasAraujo12
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
FabianeOlegario2
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Jssica597589
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
PatrciaOliveiraPat
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
balmeida871
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
danielecarvalho75
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
NanandorMacosso
 
Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptxTreinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
luanaazzisesmt
 
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
musicasdeteclado
 

Último (10)

Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
 
Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptxTreinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
 
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
 

Apresentacao-Antonio-corrigida.pptx

  • 1. Estratégias para o fortalecimento da assistência na Unidade de Saúde da Família Alto Pedro de Souza, no município de Flores - PE Aluno(a): Antonio Carlos Brito Pereira de Meneses CPF: 057.945.974-88 Orientador(a): Ana Elizabeth Dias da Silva - TURMA 3
  • 2. Microintervenção 1 - Observação na unidade de saúde - Resumo  Problemas encontrados:  Falta de organização na estrutura do prédio de atendimento;  Diminuição das visitas domiciliares;  Falta de capacitação e educação permanente da equipe da USF.  Ações Desenvolvidas:  Promover um ambiente confortável e acolhedor, proporcionando dessa forma, uma assistência adequada, incluindo suas necessidades reais.  Realização de visitas domicilares semanais;  Busca ativa de pacientes críticos dentro da área de abrangência da Unidade de Saúde;  Atividades de educação permanente para profissionais da Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro;  Reuniões com os profissionais da Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro e a comunidade, sobre protocolo de acesso e fluxo.
  • 3. Microintervenção 1 - Observação na unidade de saúde - Principais resultados  Foram atividades que trouxeram impactos positivos no desenvolvimento dos serviços ofertados;  Notório a melhoria da assistência;  Obtivemos uma dinamicidade na equipe da Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro;  Melhoria na assistência ao usuário, no auxílio no planejamento, nas oportunidades de novos métodos organizativos;  Cunho no redirecionamento das práticas profissionais e nos processos de tomada de decisão focado em resultados.
  • 4. Microintervenção 1 - Observação na unidade de saúde – Plano de continuidade AÇÕES A SEREM MANTIDAS • Manter a estrutura da unidade de saúde preservada; • Fazer o mapeamento do território, sempre que necessário; • Realizar acolhimento diário aos usuários; • Busca ativa de pacientes críticos dentro da área de abrangência da Unidade de Saúde. • Ofertar atividades de educação permanente para profissionais da Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro. • Realizar reuniões com os profissionais da Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro e a comunidade, sobre protocolo de acesso e fluxo.
  • 5. Microintervenção 2 - Acolhimento à demanda espontânea e programada - Resumo  Problema encontrado:  Falta de interesse, por parte dos usuários, pelo acolhimento, inexistência da classificação de risco na unidade.  Ações Desenvolvidas:  Atividades de educação em saúde, para profissionais da Unidade de Saúde da Família, sobre a importância do acolhimento;  Atividades de educação em saúde, para a comunidade assistida na Unidade de Saúde da Família, sobre a importância do acolhimento;  Implantação do protocolo de Manchester;  Formação de grupos multiprofissionais para mapeamento do fluxo do usuário;  Orientação aos usuários de como é feito o atendimento na Unidade.
  • 6. Microintervenção 2 - Acolhimento à demanda espontânea e programada - Principais resultados 1. Sensibilização de toda a equipe mediante a importância do acolhimento adequado direcionado aos usuários da Unidade de Saúde da Família; 2. Melhor compreensão, de todos os usuários da Unidade, sobre a importância do acolhimento na referida Instituição de Saúde; 3. Melhoria no atendimento aos usuários; 4. Diminuição nas filas durante a espera pelo atendimento; 5. Aceitação do acolhimento; 6. Fortalecimento das práticas de saúde; 7. Melhorar interação entre os dois pontos envolvidos na assistência (Profisional e usuários).
  • 7. Microintervenção 2 - Acolhimento à demanda espontânea e programada – Plano de continuidade AÇÕES A SEREM MANTIDAS • Ofertar atividades de educação em saúde, para profissionais da Unidade de Saúde da Família, sobre a importância do acolhimento; • Continuar com o protocolo de Manchester.
  • 8. Microintervenção 3 - Atenção à Saúde Mental na Atenção Primária à Saúde - Resumo  Problemas encontrados:  Falta de uma ficha para atendimento e acompanhamento dos pacientes, e preenchimento correto das mesmas  Fragmentação na comunicação/integração dos profissionais da USF com os profissionais dos serviços de saúde que ajudam a prestar uma melhor assistência aos usuários que são portadores de transtornos mentais, que são o CAPS e o NASF.  Ações Desenvolvidas:  Visita domiciliar aos usuários portadores de transtornos mentais;  Acompanhamento das fichas de referência e contrarreferência;  Elaboração de uma ficha para atendimento e acompanhamento desses usuários.
  • 9. Microintervenção 3 - Atenção à Saúde Mental na Atenção Primária à Saúde - Principais resultados  Maior comunicação/integração entre os profissionais dos serviços de saúde que ajudam a prestar uma melhor assistência aos nossos usuários que são portadores de transtornos mentais, que são o CAPS e o NASF;  As visitas domiciliares proporcionaram um contato mais humanizado aos usuários que não tem condições de comparecer a Unidade de Saúde;  Cuidados a saúde de forma integralizada;  União dos profissionais de diferentes níveis de atenção em prol do cuidado integral dos usuários.
  • 10. Microintervenção 3 - Atenção à Saúde Mental na Atenção Primária à Saúde – Plano de continuidade AÇÕES A SEREM MANTIDAS • Realização de visita domiciliar aos usuários portadores de transtornos mentais; • Ficha de referência e contrarreferência; • Alimentação da ficha para atendimento e acompanhamento desses usuários.
  • 11. Microintervenção 4 - Planejamento reprodutivo, pré-natal e puerpério - Resumo  Problemas encontrados:  O município em estudo não possui a especialidade de obstetrícia;  Resistência na adesão ao planejamento familiar;  Ações Desenvolvidas:  Busca ativa, com ajuda das ACSs, das gestantes e das mulheres em idade reprodutiva;  Oferta de atividades de educação permanente, mensalmente, para as gestantes da Unidade;  Realização de palestras, mensalmente, para mulheres e adolescentes atendidas na Unidade sobre planejamento familiar.
  • 12. Microintervenção 4 - Planejamento reprodutivo, pré- natal e puerpério - Principais resultados  Sensibilização do público-alvo a respeito:  Benefícios do autocuidado e os riscos inerentes a não adesão ao planejamento familiar;  Diminuição nos índices de prevalência e incidência de doenças sexualmente transmitidas na população reprodutiva assistida pela Unidade de Saúde;  Complicações decorrentes dessas patologias;  Sensibilização dos profissionais de saúde e população;  Sensibilização dos usuários sobre a Importância do planejamento reprodutivo, pré-natal e puerpério na Unidade de Saúde da Família.
  • 13. Microintervenção 4 - Planejamento reprodutivo, pré-natal e puerpério – Plano de continuidade AÇÕES A SEREM MANTIDAS • Busca ativa, com ajuda das ACSs, das gestantes e das mulheres de idade reprodutiva. • Ofertar atividades de educação permanente, mensalmente, para as gestantes da Unidade de Saúde da Família. • Realizar palestras, mensalmente, para mulheres e adolescentes atendidas na Unidade de Saúde da Família sobre planejamento familiar.
  • 14. Microintervenção 5 - Atenção à Saúde da Criança: crescimento e desenvolvimento - Resumo  Problema econtrado:  Resistência das mães para irem às consultas de puericulturas e para levar as crianças no dia da vacinação;  Ações Desenvolvidas:  Resolução de um questionário sobre Saúde da Criança;  Realização de busca ativa das crianças;  Realização de atividades de conscientização sobre a importância da vacinação e importância da consulta de puericultura;  Realização de palestras, sobre a importância do acompanhamento da criança.
  • 15. Microintervenção 5 - Atenção à Saúde da Criança: crescimento e desenvolvimento - Principais resultados  Boa adesão das mães às puericulturas e às vacinações das crianças.  Conseguimos atingir as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde referentes à Atenção à Saúde da Criança: Crescimento e Desenvolvimento.
  • 16. Microintervenção 5 - Atenção à Saúde da Criança: crescimento e desenvolvimento – Plano de continuidade AÇÕES A SEREM MANTIDAS • Resolução de um questionário sobre Saúde da Criança; • Realização de busca ativa das crianças; • Realização de atividades de conscientização sobre a importância da vacinação e importância da consulta de puericultura; • Realização de palestras sobre a importância do acompanhamento de rotina da criança.
  • 17. Microintervenção 6 - Controle das Doenças Crônicas não Transmissíveis na Atenção Primária - Resumo  Problema Encontrado:  Não adesão ao tratamento;  Uso incorreto da medicação pelos hipertensos e diabéticos;  Suspensão da medicação sem orientação médica;  Alimentação incorreta.  Ações Desenvolvidas:  Elaboração de uma ficha específica para atendimento e acompanhamento desses usuários;  Capacitação dos ACSs em relação ao uso correto (quantidade/hora) da medicação em suas visitas domiciliares;  Sensibilização dos pacientes sobre a importância da adesão ao tratamento, sem interrupção indevida;  Sensibilização os usuários sobre a importância da alimentação adequada.
  • 18. Microintervenção 6 - Controle das Doenças Crônicas não Transmissíveis na Atenção Primária - Principais resultados  Importância das ações em conjunto entre os profissionais da equipe de saúde;  União dos profissionais em prol do cuidado integral à população de risco;  Troca de informações no sentido de oferecer a melhor opção de tratamento;  Sucesso nos encontros realizados com as ACSs;  ACSs = multiplicar as informações colhidas durante o encontro.
  • 19. Microintervenção 6 - Controle das Doenças Crônicas não Transmissíveis na Atenção Primária – Plano de continuidade AÇÕES A SEREM MANTIDAS • Resolução de um questionário sobre o controle das Doenças Crônicas Não Transmissíveis na Atenção Primária à Saúde; • Elaboração de uma ficha específica para atendimento e acompanhamento desses usuários; • Capacitar os ACSs em relação ao uso correto (quantidade/hora) da medicação em suas visitas domiciliares; • Sensibilizar os pacientes sobre a importância da adesão ao tratamento, sem interrupção indevida; • Organizar a realização de exercícios físicos de usuários; • Sensibilizar os usuários sobre a importância da alimentação adequada.
  • 20. Reflexão sobre meu processo de aprendizagem  Identificação dos problemas enfrentados junto com toda a equipe, dentro do território de abrangência da Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro;  Aprendizado adquirido = contato com os usuários e sua receptividade;  Demonstração real de se fazer presentes e valorizados pelos profissionais de saúde;  Dedicação de todos os membros da equipe da referida unidade;  Experiências e saberes nas suas lidas diárias;  Processo de aprendizagem contínuo de extrema importância;  Saber crítico de auto-reflexão e crescimento pessoal/profissional;
  • 21. Reflexão sobre meu processo de aprendizagem  Ações desenvolvidas na Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro começou a sofrer impacto negativo em março de 2020;  Situação de pandemia da Covid-19;  Fortalecimento da Unidade de Saúde da Família;  Sugerir a continuação das ações = limites atuais;  Contribuir significativamente para a população assistida;  Ampliação no número de capacitações = EAD;  Melhoria do processo de trabalho na Unidade de Saúde da Família de Alto Pedro.